quinta-feira, 11 de março de 2010

CAPITALISMO SELVAGEM

Quando os presidentes das três maiores empresas automobilísticas americanas se locomoveram de Detroit para Washington DC para pedir ao Congresso 25 bilhões de dólares para que não fossem à falência, eles não viajaram numa frota comercial (nem em primeira classe!). Não, foram de jatinho particular mesmo, que falência de rico é meio diferente de falência de pobre. O legal é que ninguém nunca perde no capitalismo. Quer dizer, quase ninguém. Tem que ver se os contribuintes gostaram de dar dinheiro a empresários milionários que foram incompetentes no seu trabalho.
Essa última crise financeira, que para muitos analistas foi ainda pior que a de 1929, foi chata pra direita. Desta vez o pessoal do “governo é ruim, iniciativa privada é boa” não pôde culpar os comunistas. E nem os liberais (no sentido americano da palavra) — afinal, quem estava no poder quando a crise explodiu, em outubro de 2008, era um dos seus, o Bush Jr.
Aqui no Brasil, a direita que não é direita achou melhor se calar sobre o assunto. Primeiro porque a crise internacional jogou uma pá de cal no argumento de que o governo FHC não foi muito bem sucedido, tadinho, por causa das gravíssimas crises que assolaram o mundo durante seus dois mandatos. Esta crise foi muuuuito pior, e ainda assim o governo Lula vem ostentando bons índices. Tudo que ouvi da direita brasuca sobre a crise foi a crítica à previsão do Lula de que a crise aqui não seria um tsunami, mas uma marolinha. E putz, por aqui não foi mesmo tão grave quanto a mídia jurava (torcia?) que seria. Mas a direita jamais vai cuspir no prato que come e assumir que o culpado pela crise foi o capitalismo selvagem, desses que tudo podem. Prefere falar mal do PT. De vez em quando essa mesma direita (cabisbaixa com os índices que comparam 8 anos de governo FHC com 7,5 de governo Lula) diz que PT e PSDB são exatamente iguais (sem explicar por que, então, ela só vota no PSDB e demoniza o PT). Iguais? Pois sim. Se fossemos governados pelo PSDB quando a crise chegou aqui, sabem como estaríamos hoje? Como o México. Esse era o país que FHC tentou imitar durante seus dois mandatos. Pra quem não sabe, o México está quebrado hoje.
Mas não se preocupem, claro que o México vai sobreviver. Assim como o capitalismo.

16 comentários:

Strepsiades disse...

Acho bacana essas conjecturas históricas do "se isso" "estaríamos assim". Queria ter o poder de fazer esse tipo de previsão... Só ia precisar acertar 6 números.

Pior que a crise de 29? E o anacronismo? Não vi ninguém falando que ela foi pior, o que vi foram vários economistas afirmando que foi a pior crise DESDE a crise de 29. Sem contar que o mundo é bem diferente, né?

Agora não se esqueça de uma coisa: quem "salvou" (está salvando) o "capitalismo", por mais que queiram falar que foi o Estado, foi a própria iniciativa privada. Ou da onde você acha que vem o dinheiro do Estado para salvar as "instituições falidas do captialismo mundial"?

Acho muito engraçado esse pessoal que critica o capitalismo a torto e a direita. Os exemplos alternativos que temos por ai são sensacionais... Ah, e o Brasil nunca adotou os modelos neoliberais falidos que a esquerda tanto tenta empurrar para o governo FHC. Privatizar e diminuir o papel do Estado na economia sempre foi o bicho papão do pessoal que acha Cuba a coisa mais legal do mundo. O resultado dos oponentes a gente vê ai: privatizou do mesmo jeito (mas finge que não) e inchou a máquina pública sem critérios pontuais (sem falar nas estatais zumbis...)

Ah, e as críticas da opisção à marolinha, não são tão infundadas assim. Faz o seguinte, acessa o site www.cgu.gov.br e verifica os investimentos do governo federal em 2009, o ano da crise, com a receita prevista para 2009. Ai faz um comparativo dos anos anteriores. Ai vai no site do IPEA e verifica em qual ano foi registrado o pior crescimento da indústria nacional desde meados dos anos 90. Será que foi 2009? Sei não... isso não parece marolinha pra mim, viu?

Tá certo que o governo tem de o dever de tentar evitar o pânico e acalmar a nação. Mas tratar coisa séria com piada é uma das maiores marcas do governo atual. Patético.

Ps.: caso você possa me ajudar, segue um pedido: estou escrevendo um texto sobre os 8 anos do governo lula. Tava precisando de ajuda para elencar algumas conquistas próprias desse governo que não são continuidade de ações tucanas. Será que você pode me ajudar?

Omar Talih disse...

Pior que tudo isto sobre o capitalismo de lá como o de cá, é que eles se articulam muito bem e de qualquer forma ganham. Me preocupa que daqui até a eleição vão se pintar de bonzinhos, mas o efeito Serra já é visível em S. Paulo. Por motivos banais a Policia Civil entra em confronto com a Militar que é uma herança da dita(branda)dura. Veja quem será o candidato do PSB do Ciro: Paulo Skaf, candidatíssimo ao governo de São Paulo. Mas me arrepia os cabelos em pensar se o Serra porá o exército para combater outra força que reinvindique aumento salarial!

Masegui disse...

Bem, o governo americano teve que emprestar, sim, para evitar quebradeiras em cascata e desemprego em massa... mas deveria começar por: vamos vender esses jatinhos, acabar com as mordomias, reestruturar as empresas... êpa, acordei! Acho que eu estava sonhando...

A propósito, este é um belo post e do tamanho ideal. Dá pra gente cumprir a obrigação diária de ler a Dra Lolinha (a vice-campeã) e ainda sobra tempo pra fazer outras coisas...

Paula ZZT disse...

Bem, a crise foi muito pior nos EUA que aqui, mas acho que a imprensa exagerou super... Em comparar com a de 29 (Strepsiades, não vou achar as fontes agora, mas lembro de ter ouvido em rádio e lido em algum lugar gente falando que seria pior sim.... meio no terrorismo para forçar certas reações do Estado). Bem, mas a imprensa adora um exagero né? Vide a pandemia da gripe "porquina"....

Nara disse...

Oi Lola... faz tempo que eu queria te perguntar sobre um assunto. Como você, também admiro muito o governo e a persona Lula, mas tem uma coisa me incomoda.. o papel da primeira dama Marisa Letícia. Qualquer dia você podia colocar aqui sua opinião, não? Beijos!

Alba Almeida disse...

Olá, Lolíssima!
É, parece até mentira, mas esse foi o período onde a inadimplência mais diminuiu. Essa crise ao menos onde trabalho teve uma reação diferente dos outros tempos.
É tão bom está aqui.
É isso...
Beijos.

Alba Almeida disse...

Voltei...
Lola, assim que vc começar a passear por ai, escreve sobre as diferença dos alimentos e qual a sua sensação qdo provar alguns pratos típicos.
Beijos

Anália disse...

Oi, Lola!
Quem fala que essa crise foi pior que a de 29 está falando asneira. Na de 29 desestruturou-se produção, indústrias (no sentido de coletivo de fábrica) desapareceram. Perdeu-se tecnologia. Não há sequer termos de comparação.
Essa crise foi por falta de regulação do Estado. Nos EUA pq são contrários à isso e na Europa por causa da besteira do euro, em que os países abriram mão de praticar uma política monetária (e hoje estão amargamente arrependidos).
O sistema financeiro brasileiro sempre foi extrememamente bem regulamentado. Não passou por todas as crises inflacionárias que passou à toa. É modelo mundial. E não é invenção do PT.
Para votar no PT não precisa acreditar nessas abobrinhas. Para falar a verdade, esse tipo de discurso até desestimula.
Bjs,
Anália

Boni Xavier disse...

Lola, bem off-topic, mas super-relevante.

O Luis Nassif está sendo fritado pela Folha por ter desmontado o escândalo que eles tentaram montar no caso Eletrobrás. Vale a pena checar a página em que ele descreve o que está acontecendo.

http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2010/03/11/a-resposta-dada-as-perguntas-da-folha/

Acho que, nessas horas, a blogosfera devia se unir.

Anônimo disse...

Nunca vi governo nenhum propor, em todos esses anos de democracia, a apuração de torturas e desaparecimentos durante o regime militar. Ou a legalização do aborto (que aparentemente a CNBB derrubou). O governo Lula propôs. O presidente sociólogo, ao contrário, assinou um decreto determinando o sigilo de documentos da ditadura por 50 anos, o que, não fosse revogação de Lula, teria impedido o pagamento dos processos de anistia (e quem está processando não tem 20 anos de idade nem estará vivo daqui a 50).
Então ler bobagens do tipo "Tava precisando de ajuda para elencar algumas conquistas próprias desse governo que não são continuidade de ações tucanas" é realmente cansativo. E chamam logo em causa a economia. Funciona assim: eles esperavam da esquerda um governo comunista, bem caricato aos moldes da época da guerra fria. Se o governo fosse de fato comunista, eles poderiam bradar contra, chamar de anacrônico, repetir "não disse?!" e quem sabe formular um golpe, velho hobby da direita. Como não é comunista, eles reclamam que não é e cobram que seja. Estou começando achar que esse pessoal de direita é um bando de comunistas no armário...rs

Anônimo disse...

Acho legal quando há vozes dissonantes com argumentos inteligentes. Com todos de um lado só que graça tem? Parabéns àqueles que sabem quem são... Marciane

Anônimo disse...

Alô, anônimo do comentário das 8h46min! Você parece indignado/a com a solicitação do/da Strepsiades no final do comentário dele/a, mas só conseguiu dar UM exemplo. E ainda achincalhou aquele comentário. Achincalhar e não dar argumentos inteligentes é de uma pobreza que dá asco! Faça a lista, ajude a Lola! Marciane

Anônimo disse...

alô alô marciane,

"indignado" não, cansada mesmo de tanta dor de cotovelo, de tanto preconceito de classe mal disfarçado. com o "único" exemplo que dei, o comentário já ficou grande, não acha? não sou eu que estou me propondo o "texto", a "tese" ou o que o valha; é o seu amigo strep... e o meu exemplo não foi escolhido ao acaso: é bastante simbólico do que representa um governo e o outro. para bom entendedor...
deixo a você a oportunidade de listar todas as maravilhas instituídas pelo governo tucano e, já que parece deter o julgamento definitivo sobre todas as opiniões, apresentar os seus argumentos certamente muito inteligentes.

Strepsiades disse...

Militante é assim mesmo... já vem com pedra na mão... Não aceita crítica.

Típico. Poda ter mais, mas UM já vale.

Ps.: a base ALIADA está querendo aprovar o PL 219/03 na Câmara (HOJE) para determinar sigilo de documentos oficiais (da ditadura tb) por até 50 anos.... Será que eles conseguem? >=)

᠌ Gabriel Nunes disse...

Não leu Ludwig Von Mises e nem Eric Voegelin. Deveria ler!

Anônimo disse...

PL 219/03: "Art. 4, Parágrafo único. Não poderá ser classificada como sigilosa qualquer
informação necessária a subsidiar investigação de violações graves a direitos
fundamentais ou de crimes contra a humanidade."
Strepou-se de vez... Menos números vazios e mais argumentos sólidos seria um bom começo para alguém que pretende ser dono de uma verdade "neutra" e definitiva.