segunda-feira, 18 de agosto de 2008

RESULTADO DA ENQUETE: MELHOR SÉRIE CÔMICA DA TV AMERICANA

Desta vez não fiquei nem tão surpresa nem tão decepcionada com o resultado da enquete pra melhor série cômica da TV americana dos últimos dez anos. Só pensei que a disputa seria mais acirrada.

Mas, começando pelos últimos lugares: as séries que não conseguiram uma menção sequer entre os 148 votos foram Everybody Loves Raymond, Frasier, How I Met your Mother, e Ugly Betty. Os primeiros três eu nunca vi (mas Frasier tem ótima fama); de Betty eu vi metade de dois episódios ou coisa assim. Eu gosto da America Ferrera, que já levou o Emmy.

Houve apenas uma série na enquete que conseguiu um voto. Foi Flight of the Conchords, e sei quem votou nela: euzinha! Não passou na TV a cabo brasileira ainda? Eu vi nos EUA ano passado. Por enquanto há apenas uma temporada desta série musical sobre dois músicos neo-zelandeses tentando a sorte em Nova York. Eu acho o máximo o sotaque deles, como todo mundo os confunde com australianos, e a ingenuidade geral da trama. É uma graça.

Várias séries receberam dois votos cada e ficaram em 11o lugar: Arrested Development (eu só vi o piloto e não achei grande coisa), Desperate Housewives (gostei bastante da primeira temporada, desmotivei na segunda), My Name is Earl (a primeira temporada é ótima; dos outros poucos episódios que vi nos EUA não gostei muito), Scrubs (nunca vi um episódio inteiro), e Will e Grace (idem). O chocante foi Sex and the City estar nesse grupo! Pô, Sex tem que ser uma das séries mais citadas dos últimos tempos, tanto quanto Friends e Seinfeld, não? O grande sucesso do filme prova isso. Pensei que seria das mais votadas (não que eu seja muito fã). Alguma explicação?

Em décimo lugar, com três votos cada, ficaram Ally McBeal (parei de gostar faz um tempão), That 70s Show, Two and a Half Men (nunca vi essas séries, mas vocês vão ter que suar muito pra me convencer que algo com o Charlie Sheen vale a pena), e 30 Rock. Essa até que eu vi bastante, através da Netflix, e é divertidinha mesmo. Se alguém ainda não é fã do Alec Baldwin...

Em nono lugar, The Big Bang Theory e Weeds. Sobre a primeira não sei absolutamente nada. A segunda eu vi alguns episódios da primeira temporada e achei apenas regular. Pra baixo.

O oitavo lugar ficou com Monk (a favorita do maridão) e The Office. Ah, eu a-do-ro a Office americana! Vocês não?

Em sétimo lugar, Everybody Hates Chris. Nem sei do que se trata. É com o Chris Rock?

Em sexto, com 5% dos votos, Queer as Folk. Nunca vi, e tive que pesquisar pra aprender que havia uma versão americana. É legal mesmo?

Em quinto, com 7%, Gilmore Girls. Vocês vão me odiar, mas nem sei do que se trata.

Agora pelo menos começam séries que eu conheço melhor. Em quarto, com 8%, South Park. Bom, eu amo o filme (apesar de datado – quer dizer, Saddam Hussein?!), e pensava que grande vantagem de morar nos EUA seria poder ver todos os episódios que eu quisesse. Mas a verdade? Enjoei rapidinho. Passava quase todo dia, e eu não achava tão imperdível assim.

A mesma coisa com Os Simpsons, que ficou em terceiro lugar na enquete, com 9%. Considero uma ótima série, claro, e talvez mais parte da nossa cultura pop que qualquer outra. E gosto muito do filme também. Mas não é algo pra se ver todo santo dia.

Em segundo lugar Seinfeld, com 10%. Rio bastante com algumas piadas, mas acho que enjoa também. O problema, pra mim, é a claque. Detesto que me mandem rir. Eu rio se quiser, mas não preciso que alguém me avise quando termina a piada, porque isso é subestimar minha inteligência. E numa série inteligente como Seinfeld, isso pega mal.

Em primeiríssimo lugar, isolado, ficou Friends, com 22%. Tá, o meu problema novamente é com a claque, e com a falta de diversidade entre os amigos (todos classe média, brancos, héteros). Não é tão ostensivo quanto em Sex and the City, mas ainda assim dá na vista. Se bem que acho boa parte dos episódios deliciosos. Será que vai rolar filme de Hollywood?

Ahá, a Suzana puxou minha orelha por ter esquecido 3rd Rock from the Sun, mas ninguém reclamou que eu deixei de fora Aliens in America (que é bonitinho, vai!), ou Fat Actress. Desta série com a Kirstie Alley eu vi a primeira e única temporada, e tem piadas fofas. Por exemplo, adoro quando o irmão viciado em crack vai visitar a atriz – que não consegue emprego por ser gorda -, e pra ele é muito pior ser gorda do que viciado em drogas. Kirstie pergunta à mãe o que ela acha, e a mãe se esquiva de responder. Pena que a Kirstie tem queimado o filme ultimamente (opa, essa expressão já foi aposentada?).

Agora vamos pra próxima enquete, e como vocês podem ver, eu tava meio sem inspiração. Então vai ser uma bem genérica sobre as Olimpíadas mesmo. Espero não ter esquecido nenhuma modalidade importante. Não chie por eu ter deixado de fora esgrima, por exemplo (já fiz demais em incluir remo). É pra isso que existe o “outras”. Não, o mais estranho da enquete é que iria ficar quilométrica se eu colocasse “Futebol masculino” e “Futebol feminino”. Portanto, tive que deixar só “Futebol”. Há problemas aí, já que a ginástica artística masculina é totalmente diferente da feminina. Mas é pra isso que está aqui a seção de comentários. Manifeste-se! E se quiser, aproveite pra dizer qual a modalidade mais chata de se ver.

29 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, querida!
Bão, eu votei em Friends porque não dava para votar em mais de uma e, como não estou tendo tempo para acompanhar 'de verdade' quase nada, fiquei com os Friends, mesmo. Lembro que numa das primeiras temporadas, cogitaram de Joey e Chandler serem um par romântico, mas o índice de rejeição foi gigantesco e os produtores decidiram manter o formato que rendeu as 10 temporadas!
Eu AMAVA Ally, até o Gil Bellows virar o 'novo macho', mas voltei a gostar quando ele morreu, entraram Luci Liu e o Robert Downey, Jr. As últimas temporadas tiveram participações maravilhosas, como as da atriz que faz a Cuddy (House) e a ex-namorada da Ellen deGeneres, de Men in Trees..
Tô ruim para nomes, hoje.
Enfim, achei a lista coerente!

Beijos e ótima semana!

Suzana Elvas disse...

Oi, Lola;

"Flight of the Conchords" - não vi por aqui, não. Acho que não chegou. "Fat actress" passou num horário daqueles abomináveis, sem divulgação, nem nada.

Uma outra série que você não botou foi "Curb Your Enthusiasm", que já está na sexta temporada e passa aqui na HBO. É de um dos criadores de "Seinfeld". Eu não assisto, mas quem vê diz que é muito bom.

Bjs

Giovanni Gouveia disse...

"Em sétimo lugar, Everybody Hates Chris. Nem sei do que se trata. É com o Chris Rock?"

É sim, é mais ou menos auto biográfica, da infância dele, no brtooklin (ou seria bronx?), estudando em um colégio de maioria branca, e sempre se dando mal, seja em casa com os pais e irmãos ( a irmã mais nova é de dar raiva, sempre aprontando) até os bullies da escola, de quem ele sempre corre.
Teve um episódio impagável em que o metrô tinha enguiçado, e a mãe dele estava lá, uma mulher dentro do vagão disso que o namorado dela tinha investido toda grana num filme, era negro, de nome Spike, e todo mundo no vagão gargalhou, dizendo que um negro de nome Spike (Lee) nunca seria um cineasta reconhecido, e morreria de fome...


Em tempo: jamais votaria em Firends, acho meio mainstream demais (concordando com Lola), sem falar que não me faz gargalhar. Votei em south park por ser o mais cáustico, tira onda com todo mundo, inclusive deles mesmos

Anônimo disse...

Olha,Two And a Half Men é engraçada,bem engraçada,mas vou avisando que é machista,mas se conseguir encarar acho que vai dar boas risadas.
Obs:É sobre dois irmãos,e um garotinho,e a série se baseia no (mau) relacionamento entre os dois irmãos e no relacionamento deles com as mulheres.

lola aronovich disse...

Chris, é, o Joey e o Chandler iam fazer par romântico?! Nem sabia! O medo é que Friends vá se esvaindo da memória das pessoas e o que sobre, como marca de fênomeno pop, seja o cabelo da Jennifer Aniston. Foi na década de 90 o que o cabelo da pantera Farrah Fawcetts foi nos anos 70, não acha? Ally McBeal eu ficava nervosa demais com a magreza extrema da Calista. Devo ter visto um ou dois episódios com o Gil Bellows, mas nadinha com o Robert! Pena!

lola aronovich disse...

É verdade, Su, esqueci totalmente de Curb Your Enthiasm! Acho que cheguei a anotar quando fazia a lista, e depois esqueci! Droga. O Curb é muito bom! Eu vi vários episódios ano passado nos EUA. Chega uma hora que cansa, mas é um “low humor” bem legal, que lembra Seinfeld às vezes, por causa do Larry David. Mas sem claque! Ah, quando chegar Flight of the Conchords, assistam.


Giovanni, então, eu gosto do Chris Rock. Ha, boa essa piada!
É, acho que Friends não é do tipo que provoca gargalhadas. Mais risos tímidos mesmo. Mas sempre me deixa de bom humor. E South Park, às vezes até eu acho que eles exageram!


Princesa, sei do que Two and a Half Men se trata. Devo até ter visto uns cinco minutos. Mas com dois ex-”astros” juvenis dos anos 80, ia ficar difícil eu gostar.

Unknown disse...

Eu votei em 30 Rock, gosto pacas da série. Lola vc já viu Californication e Pushing Daisies? Gostou?

Anônimo disse...

da nova enquete: votarei na ginástica artística porque eu gosto de ver a força e a elasticidade dos hômi. iai.

mas do que eu gosto mesmo, de verdade, não é modalidade olímpica: gatinhos sincronizados.

Kaká disse...

How I met you mother é um filhote de Friends que deu muito certo. Eu adoro.
Gilmore Girls nem é muito comédia, é tipo Ally McBeal a gente ri de algumas coisas e se emociona com outras.
Flight of the Conchords é genial! Morro de rir com as músicas. Adorei o episódio Koko/Yoko.

Essa votação dos esportes é difícil, eu gosto de todos e vejo quase todos! Mas votei na natação, ainda mais com o Phelps na piscina, essa foi a modalidade que eu mais me dediquei a ver na tv.

A esgrima é a mais chata de ver.

Anônimo disse...

Acho Friends tão chata e poser quanto Sex and the City. Atores chatos, histórias chatas, enfim...
nunca consegui dar uma só risada em qualquer um dos episódios.
Supergatas era muito melhor.

The Red Death disse...

"That's 70 Show" e "Everybody Hates Chris" são muito boas!

Tenta ver um dia! Sério!
Beijão.

P.S.: vou te adicionar então. Adoro trocar idéias sobre filmes.

Mica disse...

Eu amava Ally e chorei aos cântaros quando terminou. Mas, confesso, a série foi maravilhosa mesmo até o Billy morrer, pq querendo ou não era sobre a vida da Ally e seu amor pelo melhor amigo (e vice-versa) e depois tiveram que tirar leite de pedra (apesar de eu adorar o Robert Downey Jr. em Ally e a Lucy Liu também).
Friends eu também adorava e vi todas as temporadas. Você pode ter seus motivos para não gostar, mas mesmo assim eu adorava. A única época que me irritei foi quando o Joey ficou com a Rachel.

flight of the Conchords passou aqui sim, no Telecine eu acho. Ou no A&E..sei lá. Não assisti. Não gosto de comédias, então são poucas que conseguem me animar a assistir. Mas quem assistiu gostava bastante.

Mica disse...

Eu já mencionei isso antes, mas votei em Gilmore Girls, apesar de eu nunca tê-la encarado como comédia. As únicas coisas 'engraçadinhas' que aconteciam por ali eram as conversas em speed mode da Lorelai e da Rori, de resto, era puro drama. Mas era uma série inteligente, com diálogos e situações inteligentes (fora alguns deslizes, mas isso é comum).

lola aronovich disse...

Clau, não, não vi nenhuma das duas. Quer dizer, Pushing Daisies eu acho que vi o primeiro episódio, e até gostei, mas nada que me entusiasmasse a ver o resto. Californication eu só sei que é com o Duchovny. Ah, uma que eu vi (a primeira temporada, se bem que nem todos os episódios) e gostei muito foi Mad Men. Já passou no Brasil?


Batata Naomi, eu adoro ginástica, tanto os homens quanto as mulheres. Eu fiz ginástica olímpica por um tempinho quando era adolescente (ou pré), e sabia fazer... parada de mão e estrela. Não, eu fazia outras coisinhas também, mas morria de medo. Então tudo que elas e eles fazem parece ser de outro planeta pra mim. Ah, gatinhos sincronizados são o máximo! Os meus nunca sincronizam. Mas às vezes eles dormem juntos, tipo yin e yang, e é tudo que alguém pode querer ver na vida.

lola aronovich disse...

Pois é, Kaká, alguém já me falou isso de How I met ser um subproduto de Friends, e ser legal. Eu que não conheço. Flight não é fantástico? Adoro as músicas, tudo! O empresário deles, então... A fã stalker... Tomara que tenha uma segunda temporada.
Sobre os esportes, vcs devem ter TV a cabo, não? Porque eu, com a TV aberta, posso até gostar de ver tênis de mesa, por exemplo, mas nunca vi mais de um minuto de jogo. Porque não é passado! Adoraria que fosse!


Supergatas, Ollie?! Agora vc tá tirando uma da minha cara! Ah, Friends é gracinha...

lola aronovich disse...

Legal, Ju, estamos adicionadas. Eu não venho checando muito orkut, e estou sem tempo de responder email. E não sei até quando poderei responder os comentários daqui do blog. Tá difícil... Mas escreva aqui sempre que quiser trocar idéias sobre filmes. Mesmo que eu não responda, outras pessoas podem responder. Todo mundo é super gente fina por aqui.


Mica, vc não gosta de comédias e viu todas as temporadas de Friends? Não é que eu não goste de Friends (ou de Seinfeld). Gosto sim, e muito. Só não sou uma super fã. Sabe, acho que vc gostaria de Flight of the Conchords. Gilmore Girls eu não conheço nada. É como eu disse, se a série leva definição de “dramedy”, eu tinha que optar por drama e comédia. E acabei colocando em comédia...

Mica disse...

Tenis de mesa é uma coisa engraçadíssima de ver, principalmente o masculino em duplas. Dois homenzarrões numa mesinha minúscula é muito engraçado.
Lembro de uma vez que fiquei altas madrugadas vibrando com um torneio asiático de boliche...coisa de doido.

Quanto à Frieds, nem eu sei explicar pq a série me encantou. Acho que simpatizei com os personagens e isso me fez continuar assistindo.
Aquela The Bing Bang Theory também achei engraçadinha, mas só vi um episódio completo (para meu arrependimento. Queria ter acompanhado).

Agora, série que eu queria ver mesmo é Queer as Folk, versão britânica. Eu ganhei de uma amiga a versão americana, mas como não tenho computador para assistir e a série está em rmvb (ou seja, não roda no DVD player) eu estou esperando (há quase um ano) comprar um pc ou um notebook, hehehe. Mas, confesso, eu queria mesmo era a versão UK.

Anônimo disse...

Hahaa nem comentarei viu Lolinha, meu sacrificio por South Park hahaa e vc fala que não é uma serie para o dia a dia ? Realmente, é para eternizar hahaha, HEIL KENNY /.
Os simpsons tbm nao merecia esses comentarios e comprei Two and a half men, quando terminar de ver a primeira temporada completa eu opino por aqui para tentar te convencer ou não, ah e a segunda de Roma hahaha vamos ver se tem tanta "putaria" quanto a primeira e eu ainda acho aquela "Kenga Chefe" hahaha a cara da mãe da pirulito (Marisa) de The OC.

Chaves disse...

Oi
Vim aqui dar uma forcinha pro Monk. Adoro esse tipo de humor, é tão... interessante! Volta e meia me peguei rindo alto, na madrugada, vendo o DVD que herdei de um grande amigo. Mas confesso que só vi a primeira temporada...
De resto, eu procuro manter distância de séries e novelas, pra não viciar. Senão fico presa naquele negócio, e aí não dá certo.
Perdi noites e noites de sono assistindo em DVD às duas primeiras temporadas de Lost, 4 episódios por noite, e ainda perdi minhas noites de domingo assistindo à terceira temporada (que é uma bela porcaria) no AXN, até que cansei e aluguei tudo de uma vez.
Então, acho melhor passar longe do resto.

Junior disse...

Lola, tudo bem?
Não concordo muito com a votação geral...tem séries bem fracas na frente de boas..mas listas são listas não?

Sobre Queer as Folk, a série na verdade é um drama, e não uma comédia. Dos bem pesados. Um dos protagonistas é agredido com um bastão de beisebol no season finale da primeira temporada só porque ele dançou com o namorado no baile de formatura. Detalhe: agredido por um carinha com quem ele já tinha tido experiências homo... A série é muito boa, especialmente as 3 primeiras temporadas. A temp 4 é bem fraca, quase desisti, mas na quinta e última, retomaram o fôlego e ficou legal, mas ainda abaixo das 3 primeiras. Recomendadíssimo pra quem não tem preconceitos (quase todos os personagens principais são gays/lésbicas).

Dgsantos disse...

Bom apesar de não conhecer todas a séries da enquete, estranhei alguns resultados, como gilmore girls a frente de the office. Aliás, pra mim essa ultima é a melhor série cômica da atualidade.
Mas meu voto mesmo foi pro seinfeld, que considero a melhor de todas (apesar da claque)

Anônimo disse...

Das séries por vc comentada, acho que deveria assistir Big Bang Theory - pelo menos os primeiros episódios, é uma série de nerds (não preconceitusa, o que já é um avanço) e sobre nerds. Eu adoro, meu marido, nerd assumidésimo também, algumas das piadas, só ele para me explicar. rs

lola aronovich disse...

Mica, é, tênis de mesa em dupla fica bem embaralhado, mas eu adoro! Só que a TV não passa. Bom, boliche eu dispenso... Acho. Na realidade nunca vi profissionais jogando. Deve ser legal.
Aproveita que os preços baixaram e compram um notebook!



Desculpa te ofender, Pedrinho. Eu gosto muito de South Park, mas enjoei depois de uma overdose. É verdade, tem uma mulher em Roma que é parecida com alguém em The O. C. Na verdade acho todas iguais. Confundo as personagens...

lola aronovich disse...

Camomila, o meu maridão não perde um Monk. Ele adora! Eu vi alguns e acho bonitinho, nada muito marcante. Mas essas séries são viciantes mesmo. Toda vez que a gente pega uma temporada de qualquer coisa em DVD, dorme tarde pra caramba. Por isso que a gente só aluga no final de semana...


Pois é, Vb, lista é lista! Então, sobre Queer as Folk eu sabia que era sobre a comunidade GLBT, por causa do nome. Mas mais do que isso não sei. Mas pelo que me vc me conta ela nao deveria estar na séries cômicas mesmo! Só que li na Wikipedia que ela era comédia e drama, e, na dúvida...

lola aronovich disse...

Daniel, eu tb adoro The Office, e não me conformo que tenha ficado com tão poucos votos. A série é super divertida!


Vou tentar ver essa Big Bang, Patricia. Quando der. Sabe se já tem alguma temporada em dvd? Porque pra download pela internet tá meio impossível por aqui...

Lolla Moon disse...

Também acho que 3rd Rock devia estar na lista. Assim como Wonder Years, que seria aquela em que eu teria votado.

Friends eu detesto. Acho as piadas forçadas e sem graça e não simpatizo com nenhum ator envolvidos. Fui forçada a ver vários episódios inteiros certa vez numa viagem porque a room mate era viciada. Quase morri de tédio.

Nem lembro, acho que votei em Ally McBeal primeiro (amo as primeiras seasons e a trilha sonora é sempre impecável) e depois mudei pra Simpsons. Vejo quase todo dia, nunca enjôo e acho o máximo a frase que o Bart escreve no quadro negro ser sempre diferente a cada abertura (idem para o modo como a família se reúne no sofá).

A única coisa que não gosto muito é a tendência dessas séries de humor americanas de colocar o pai/marido no papel de bobalhão, enquanto que a mulher é sempre a sábia e ponderada. Sei que você é feminista, mas não acho que, para a inteligência de uma mulher sobressair, o marido precise ser um imbecil. Ademais, como essas mulheres espertas foram se casar com homens de QI tão baixo? Fora que isso não passa uma imagem legal para os meninos.

lola aronovich disse...

Lolla, 3rd Rock eu não conheço, nem vi em nenhum lugar (porque eu procurei uma lista de séries na internet pra ver se não me esquecia de nada). E Wonder Years não tem mais que dez anos?
Ah, eu gosto de Friends, e gosto bastante dos personagens tb. Não acho nenhuma obra-prima, mas me divirto. Bom, não vi todas as temporadas nem nada.
Os Simpsons eu gosto muito, mas enjôo. Isso vendo todo dia. Uma vez por semana tá ótimo.
Concordo com o que vc diz sobre homens bobalhões e mulheres sábias. É um clichê. E a gente sabe que não corresponde à realidade sempre, porque existem mulheres burras e homens inteligentes. Mas não acho a Marge tão inteligente assim... Só a Lisa. Nos Simpsons, os filhos são claramente mais espertos que os pais. O que é outro clichê.

Thiago Marqueze disse...

Achei ridiculo os comentarios feitos, e veja algo sobre as serie antes de dizer tanta merda

Anônimo disse...

To think only!