terça-feira, 26 de maio de 2020

FATOU, MUITO MAIS QUE UMA VÍTIMA DE RACISMO

Vocês devem ter visto um caso que teve repercussão nacional na semana passada: numa escola de elite no Rio, quatro alunos trocaram mensagens racistas e misóginas sobre uma de suas colegas, Fatou Ndiaye, 15 anos, que é negra, filha de senegaleses. 
Seu pai, Mamour, é doutor e professor de Engenharia Elétrica no Cefet. Ele deu declarações de que o Brasil, mais ainda que um país racista, é um país em que ocorre o apartheid. A família registrou queixa na polícia e decidiu que trocará Fatou de escola. Uma pena, pois Fatou estuda no Colégio Franco-Brasileiro há dez anos. Mas compreensível, já que a escola não está enfrentando o racismo a contento.
Fatou é muito mais que uma vítima. Ela é uma adolescente inteligente, que fala super bem, conhece seus direitos, e não se deixa abalar (além de ser belíssima). Ela disse que ficou indignada, mas que triste mesmo fica pela família de João Pedro, jovem negro que foi assassinado pela polícia. "Fico triste também pelos pais desses meninos [que a xingaram], porque imagino que essas famílias fizeram tudo para educá-los", completou. Realmente: imagina o horror que deve ser para pais investirem tanto na educação dos filhos e ver que eles acham que negros devem ser vendidos, que valem uma bala.
Fui procurada pela jornalista Kamille Viola, do Globo, que me perguntou se a linguagem racista usada neste caso não era parecida com a dos chans (fóruns anônimos). Sim, é. Ela também entrevistou educadores para saber como escolas podem combater o racismo na sala de aula. A matéria de Kamille é ótima e você pode lê-la aqui
A mãe de Fatou, Sokhna, mandou um email a outras mães, e esse email foi publicado pela Celina, da Globo. Reproduzo-o abaixo. E sigam a Fatou. Espero que ela enverede por uma carreira política, porque leva muito jeito pra isso. Além disso, ela promove a loja África Arte, que vende essas roupas maravilhosas que ela usa (a primeira filial em SP fica na R. José Paulino, 899, Bom Retiro). Todos os produtos vendidos na loja vêm da África. 
O email da Sokhna:

Prezadas mães,
Gostaria de registrar minha gratidão por tudo.
O momento tem sido muito dolorido para nós. Não desejo a nenhuma mãe passar por este momento. Além da exposição da nossa filha, estamos lidando com situações muito tristes. Meu marido ficou quatro horas na delegacia. Ele nunca tinha lido o teor daquelas mensagens. Porque não conseguia. Mas ontem, diante da polícia, ele teve que ouvir. Ele está em estado de choque até agora.
O colégio quer nos submeter a uma tortura de colocar nossa filha ao lado do colega dela que quer vendê-la. As senhoras como mães, independente da posição de vocês, pelo menos aceitem nossa dor só de imaginar esta cena. A gente fica acordada a noite inteira, sem vontade e perspectiva para nada.
Mensagem da cantora Iza para Fatou
A gente está se virando para manter as crianças na escola. Nosso único desejo é que elas possam falar francês também para poder se comunicar com nossos familiares no Senegal.
A Fatou está no colégio deste os 5 anos de idade. Muitas vezes, ela é escolhida para apresentar o colégio aos novos alunos. 
Já foi responsável da sua turma inúmeras vezes. Na semana [retrasada], ela organizou com as amigas uma aula de revisão de química para ajudar outros colegas.
No dia seguinte, a escola optou por ficar com o racismo.
As aulas on-line estão sendo uma terapia para Marieme. Ela é apegada às colegas e professoras. Está sendo traumático para ela também.
Vocês são mães. Vão compreender a minha dor.

13 comentários:

Isaac Duarte disse...

Não se pode ter tolerância com racismo. Os alunos infratores deveriam ser expulsos do colégio. Qualquer atitude menor que essa é convivência com o racismo.

Não sei se desejo à menina uma carreira política. Infelizmente nesse país precisa ter estômago para qualquer ativismo que vá contra o status quo. Vide Marielle. Só gostaria que ela fosse feliz com suas escolhas e pudesse ter uma vida normal.

Anônimo disse...

Nada relacionado ao post, mas acho preocupante como os outros poderes estão sendo passivos nesse momento. Achei que Bolsonaro ia cair logo, mas desse jeito ele vai continuar até a próxima eleição, isso se ele aceitar sair lá.

Anônimo disse...

Toda minha solidariedade à moça, embora como ela mesma reconhece, seja uma privilegiada que estuda em um colégio de elite e tem os pais para ajudarem, o que muitas vítimas do racismo não tem.

Mas, mudando de assunto, vocês viram que a viúva da Marielle e o PSOL são contra a investigação do assassinato dela irem pra PF? Super concordo e por isso eu achei que a Lei Lola era um retrocesso desde o início, a Polícia Cívil está cheia de delegadas competentes, interessadas em fazer justiça e a PF e antro de direitistas bolsominions.

Anônimo disse...

Por sua causa o Guerra tá internado em um manicômio. Por sua causa o Kyo se matou. Por sua causa o Marcelo foi preso. Por sua causa muitos confrades estão tendo fins trágicos e lamentáveis. E você ainda acha que terá paz depois de fazer tudo isso conosco? Você será perturbada até o fim de sua vida, você, seus descendentes, sua família, todos que você ama. Você nunca terá paz. Mesmo que eu morra, mesmo que a maioria dos confrades morram, nossa ideia ainda se manterá viva, e novos confrades surgirão no futuro. A criança que você vê na rua hoje, nós a ensinaremos e a educaremos, e no futuro ela se tornará uma de nós. Entendeu porque não acabamos? Porque pessoas se vão, ideias não. Sempre estaremos aqui, anônimos, para te lembrar do que você fez com nós. E que não será mero assassinato quando te pegarmos, será vingança.

Cabo Figueiredo disse...

Você é favorável a esse esquema de censura monstruoso que entrou em ação hoje no Brasil, Lola? A Polícia completamente aparelhada pelo STF censurando a mídia alternativa, você é a favor disso? Então não reclame quando a censura se virar contra vocês assim que o Bolsonaro se tornar chefe supremo, não mais apenas presidente.

Lola Aronovich disse...

Cabo, enfia o seu "chefe supremo" no r _ _ _ (é pra rimar).

Lola Aronovich disse...

Assumam suas responsabilidades, mascus. Vcs parecem o ídolo de vcs, Bolso, q joga sempre a culpa nos outros. Guerra está internado num manicômio pq, depois de aprontar várias coisas (inclusive esfaquear o próprio pai) e ser considerado inimputável, ele voltou a ser internado. Eu apenas o denunciei (fiz BO) em 2014 porque ele estava ligando pra minha casa me ameaçando de morte. Ninguém o forçou a me ameaçar ou a esfaquear o pai ou a ser neonazista. Kyo se matou por minha causa? Ele foi parceiro de Marcelo e sua quadrilha durante 10 anos por minha causa? Foi minha culpa ele ter moderado o chan? Acho q não. Ele tinha uma vida miserável, assim como todos os mascus, e não fez nada pra tentar sair dessa vida. Pelo contrário, se afundava cada vez mais no ódio. Tanto que matou uma mulher q ele nunca tinha visto antes de se matar. É um assassino repulsivo. Marcelo foi preso e condenado a 41 anos (parece que ele não foi solto então, é isso que vcs estão admitindo depois do alvará de soltura falso?) por causa de uma tonelada de crimes que ele cometeu -- entre eles terrorismo, pedofilia, associação criminosa, apologia a crimes, etc etc -- durante 5 anos, assim q ele deixou a prisão em 2013. Vcs não acham meio doentio q ele tenha assumido como missão de vida perseguir alguém (eu, e outras pessoas também) que ele nunca viu, que nunca falou com ele? É o mesmo que vc está fazendo, mascu. E é ridículo. Suas ameaças não me afetam em nada, só destroem vc. Após tanto tempo, vc deveria ter percebido que não tenho o menor medo de vcs. Agora vai lá comemorar a minha resposta pra sua quadrilha.

Alan Alriga disse...

Lembrei de outro caso de racismo, só que muito pior já que envolve o estupro da menina, por dois alunos da mesma escola.
Tentei achar o link da matéria da época, mas não achei em meio de centenas de outros casos de estupro dentro de escolas, até de estupro coletivo.

Waylle disse...

Vocês estarão aí, sempre anônimos, porque não passam de COVARDES. Morram entalados com o ódio das mulheres que não têm medo de vocês, mascus escrotos e inúteis!

titia disse...

O Brasil nunca saiu mentalmente da era colonial e da sociedade coronel-escravo. O brasileiro ainda acha que é coroné/sinhá e os negros e negras são seus escravos. Alguém por favor devolve esse país pros índios porque o brasileiro não tem jeito.

11:13 foda-se o Guerra, foda-se Kyo (foi tarde), foda-se Marmelo, foda-se Boçalnazi, foda-se Carluxo, foda-se você e fodam-se todos vocês, seus babacas. Ninguém liga pra vocês, se o chan inteiro morrer amanhã ninguém vai sentir falta, muito menos as suas vítimas. Ah, e antes que eu me esqueça foda-se você também, Cabo Lambe Coturno. NINGUÉM LIGA PRA VOCÊS, MASCUZADA. Aceitem e aproveitem pra se tornarem pessoas melhores, pra ver se aí sim alguém se importa com vocês.

Anônimo disse...

Adolescentes tem a natureza mórbida a flor da pele. A cultura do "Hue Hue" de zoar , caçoar e humilhar terceiros, sentem prazer mórbido nisto. Somente com uma educação rígida e diassuasiva pode inibir tais comportamentos. Mas fica difícil em a geração sem limites, chorona e com país bunda moles.

Lumos Glow disse...

Cara, o nome dela é FATOU e ela é do SENEGAL??? :O Quanta ironia, em um livro que amo muito, A Viagem de Théo, existe uma personagem chamada FATOU, ela é negra e é do SENEGAL. ELA PRECISA CONHECER ESSE LIVRO LOLA! :) <3

Anônimo disse...

Que vidinha miserável essa sua ein?! Chora toda noite de conchinha com o travesseiro culpando as mulheres por tudo né cuzão?
Todos vcs morrerão ou serão presos. Bando de covardes resto de aborto. Não tem competência de influenciar ninguém, nem suas próprias vcs conseguiram dar um jeito, pq não tem controle de nada, um bando de muleque incompetente, dissimulado, covarde e com sérios problemas comportamentais e de sexualidade.
Vai procurar ajudar médica ou acabe logo com essa vida patética.