sábado, 31 de dezembro de 2016

2016: UM ANO TERRÍVEL PRO BRASIL E PRO MUNDO, MAS PESSOALMENTE BOM

Desculpem o blog meio abandonado (alguém notou? Tá todo mundo viajando?), sem posts há dias. Faz tempo que quero escrever esta retrospectiva pessoal de 2016, mas o desânimo me pegou forte, aliado a uma boa dose de preguiça.
Que 2016 foi péssimo pro Brasil e pro mundo, não resta a menor dúvida. Só reaça que tá feliz, porque foi o ano deles: golpe no Brasil, derrubada de um governo mais ou menos de esquerda (muito menos do que queríamos) que os entreguistas não conseguiam tirar no voto, aquela vergonha internacional dos deputados da Câmara agradecendo a deus e à família ao votar o impeachment, a instalação de um governo golpista que está vendendo o país, com todo o Congresso e Judiciário como cúmplices, aprovação da PEC da Morte, que vai congelar o futuro de toda uma geração... No mundo, eleição de uma caricatura do ódio como Trump, Brexit, a morte de um ícone, Fidel,  e mais uma lista infindável de tragédias.
Lembram de tudo que a gente reclamou de 2015? Em comparação a 2016, foi um paraíso. Se alguém faz em dezembro de 2015 tivesse previsto tanta barbaridade pra 2016, seria tachado de lunático pessimista. Olhando por esse ângulo, não tem como 2017 ser pior! (tem?).
Então é óbvio que eu e todas as ativistas que conheço estamos desanimadas. Mas agora é a hora de lutar mais do que nunca. 
Sei que não podemos abandonar o barco. Se antes o nosso trabalho já era importante, agora é imprescindível! 
O irônico é que, ainda que o ano tenha sido péssimo pro planeta, pra mim, em nível absolutamente individual, foi muito bom. É que minha vida é tão boa, sou tão privilegiada, que todos os anos são bons. 
Não vou fazer uma retrospectiva do blog (isso eu deixo pro final de janeiro, quando o bloguinho completa nove anos de vida), mas trabalhei muito, fiquei cansada, preciso recompor as energias. Dei 34 palestras e 50 entrevistas, participei de dez bancas, tive artigos meus publicados em excelentes livros -- Golpe 16, editado por Renato Rovai, e Você Já é Feminista, organizado por Nana Queiroz, dois queridos.
Conheci gente muito especial, finalmente conheci Teresina (não vou negar: é quente mesmo, vocês não estavam exagerando), voltei a Florianópolis e Porto Alegre, estive em Natal duas vezes... Tudo isso a trabalho.
Praticamente não tive férias, porque substituí na coordenação do curso uma colega que precisava sair de férias (se não ela perdia). Mas aproveitei cada feriado para viagens curtas e próximas: Silvinho e eu fomos a Cumbuco, Porto das Dunas, Caponga, Sabiaguaba, e um pouco mais longe, em julho (Jericoacoara, Quixadá e Guajiru, tudo no Ceará). 
Como ficamos mais por aqui, economizamos bastante. Ganhamos bem, guardamos muito. Meu projeto é parar de trabalhar em 2023, quando eu tiver 55 ou 56 anos e o maridão, 65. Sei que agora com a reforma da previdência do golpista ninguém mais poderá se aposentar, mas o plano é que a gente se aposente por conta própria. Não sei se vai dar certo, mas a nossa parte (guardar dinheiro toda a vida) a gente vem fazendo. O que não é tão difícil, considerando nossa índole pão dura miserável economicamente responsável.
O melhor é que minha saúde está ótima! Contrariando o pessoal que quer ver o meu cadáver (incluindo um médico reaça que nunca me viu mas deseja que eu morra de câncer), eu começo 2017 melhor que comecei os últimos três anos. Certo, ainda estou com esteatose (gordura no fígado, diagnosticada em 2012), mas todos os meus índices deram uma melhorada. 
E eu estava com ovários gigantes. Minha ginecologista até recomendou que eu tirasse tudo (útero, ovários, como eu não tava usando mesmo), e sabem o que eu fiz? Nada. Simplesmente fugi dos exames em 2015 (sou irresponsável, eu sei. Homens fazem isso o tempo todo e ninguém reclama). Agora em 2016 fiz todos os exames possíveis e tudo voltou ao normal. Não tenho mais ovários gigantes! "Você está ótima", disse o médico que fez os ultrassons. 
Já falei a vocês que comecei a tomar suco verde todo dia. Agora faz dois anos e meio. Esse hábito saudável (que o maridão, que ama sucos, adora) certamente contribuiu para baixar meu colesterol e tudo o mais. Estou acostumada com o suco. Agora estou tomando também uma ou duas xícaras de chá verde para apressar o metabolismo.
Em 2016 passei a comer legumes e verduras assadas diariamente, no almoço. E vi que não é nenhum sacrifício. Eu até gosto! (tomates, cebolas, cenouras, abóbora, vagens, espinafre, e pimentão. Berinjela eu comprei uma vez mas vieram as três bichadas, aí desisti). Isso foi sugestão de uma nutricionista super carinhosa. No primeiro semestre, a UFC ofereceu a seus servidores um curso de Reeducação Alimentar, coordenado por duas nutricionistas, professoras da universidade. Eu fiz o curso e aprendi muito. 
E pude conversar numa boa com a melhor nutricionista que já conheci (não que eu tenha conhecido muitas, acho que só duas antes dela, mas ela é fantástica, ela te incentiva, não te cobra). Durante uns três ou quatro meses, consegui parar com o chocolate (só no final de semana), fiz ginástica em casa (eu danço "I Will Survive" e outras músicas dançantes pra aquecimento e depois faço esteira, que eu acho um saco, escutando In Defense of Food, do Michael Pollan, no Kindle). Perdi seis quilos. No segundo semestre eu voltei a comer chocolate com mais assiduidade, mas mantive o peso a menos. Agora pra 2017 minha resolução é parar com o chocolate. A indústria está colaborando comigo, ao reduzir todas as barras para menos de 125 gramas (eu sou da época que elas tinham 200 g!), mas mantendo o preços nas alturas
Um dos meus maiores desejos para 2017 é que alguns mascus sejam presos. Vamos ver se agora vai! Acho que só contei no Twitter, e não posso falar muito, mas três dias antes do Natal mandaram ameaças ao reitor da UFC dizendo que, se eu não for exonerada, acontecerá um atentado na universidade. Portanto, o reitor deveria escolher entre despedir o "demônio imundo" (euzinha) ou "passar uma semana recolhendo pedaços de corpos e enterrando centenas de mortos". Fiquei sabendo que ameaças parecidas foram feitas em duas faculdades particulares em outros dois estados, com outros dois professores.
Agora a polícia acordou, e mascus estão sendo investigados por terrorismo. Parece que, no Brasil, tudo bem ameaçar de morte, estupro e tortura várias mulheres e meninas, principalmente feministas, já que misoginia não é crime. Mas terrorismo é. E é o único crime em que você não precisa realizar pra configurar crime -- só a ameaça já é crime, pela nova lei anti-terrorista, aprovada este ano. Fui depor na Polícia Federal anteontem e dois agentes da Abin (Inteligência Brasileira) vieram conversar comigo aqui em casa ontem. Não posso revelar mais nada pra não atrapalhar as investigações, mas agora estou um tiquinho mais otimista de que esses criminosos não ficarão impunes.
Vamos ver. Não tenho esperanças que em 2017 o Brasil saia da encrenca abismal em que se meteu. E vejo os pregadores de ódio cada vez mais entusiasmados, mais abertamente preconceituosos. Mas, da minha parte, vou continuar lutando. Venham comigo! Vamos juntxs!
(Amanhã eu incluo algumas imagens e links. Agora tenho que cuidar da ceia do reveillon! Uma ótima passagem de ano pra vocês).

72 comentários:

Rodolfo Abrantes disse...

Eu adorei 2016, finalmente o Brasil é o mundo deu passos importantes para varrer a esquerda de uma vez por todas para o lugar que ela merece, o inferno.

Queda da Dilma e operação lava jato mostrando aquilo que todo mundo já sabia, que o PT é um partido de bandidos que só queriam se apropriar dá riquezas do país.
Mais o principal esse ano se deu passos desicivos pra mandar lulao para a cadeia, nossa como eu sonho com esse dia, em que finalmente vamos nos livrar dessa praga.


A vitória de Trump, a morte de Fidel mais golpes na esfera mundial na esquerda.

Agora para 2017 e recuperar o país e começar a concertar a merda que esse comunistas fizeram.

O meu desejo para 2017 e mais democracia, menos violência, mais empregos,menos corrupção.

E que nesse ano que entra, espero que o país avance em temas importantes (liberar de uma vez e de forma irrestrita as pesquisa com celula troco, acabar com qualquer chance de legalização do aborto e das drogas, criminalizar grupos terroristas como MST e que a lava jato continue firme e forte desmacarando corruptos).

Para todos os cidadãos de bem desejo tudo de bom para esse novo ano, e para vocês esquerdistas se preparem pois 2017 vai ser bem pior para vocês.

Anônimo disse...

Lola,

Que bom que ao menos no nível pessoal seu 2016 foi bom!

O mesmo vale pare mim!

Quanto a gordura no fígado, recomendo o blog deste médico
http://www.lowcarb-paleo.com.br/

OK, ele votou em Aécio, mas é bem discreto e razoável :)

Abraços,

Galo Vasco

Anônimo disse...

Mascu testando

Anônimo disse...

Querida Lola, 2016 foi maravilhoso para mim porque te conheci, tive teu autógrafo, e fiz novos amigos. No aspecto político não tem perspectivas positivas, mas desejo muita força para nós em 2017. Desejo que teus objetivos se concretizem. Abraços ;)

Hamanndah disse...

Rodolfo Abrantes : desejo a você o mesmo que você deseja aos esquerdistas.. kkkkk

Psy disse...

Vou te matar no próximo ano sua gorda maldita
já fiquei um ano preso mesmo,cada dia tenho mais odio de você
to pouco me fudendo que vc vai depor,gorda filha da puta
a PF até hoje esta com meu pc com truecrypt e não abriu ainda hauhauhauah
a PF nem FBI consegue abrir o truecrypt e tb uso vpn sem logs huahauhau

vou te matar e ninguem vai me impedir,eu mesmo vou te matar,invadir sua merda de aula em breve me espere

vou cortar tua cabeça.

Anônimo disse...

Morte de um ícone ou de um ditador? É difícil vc falar em democracia e defender Fidel Castro

Unknown disse...

Lola, queridona, nós vamos para a luta juntas! Que venha um 2017 pleno de resistência. Feliz ano novo!

Anônimo disse...

O ano já começa com um atentado terrorista em Istambul, morreram umas 35 pessoas.

Anônimo disse...

Ano péssimo

Tudo começou a dar errado a partir do momento em q roubaram o Óscar da Lady Gaga, lembram?

De lá pra cá só desgraças

Mas em alguns anos volta a melhorar, é cíclico

Mas de qualquer maneira... 2016 foi dose

Anônimo disse...


“Quero que ele seja melhor do que eu”, diz pai que deu cozinha de brinquedo para o filho de 2 anos

Na infância, aprendemos que existe brinquedo de menino e de menina. Por exemplo, os meninos não podem brincar de boneca, assim como as meninas não podem brincar de carrinho.

É como se o tipo de brinquedo determinasse a sexualidade da criança. Por isso é muito comum ver pais reprimindo a vontade das filhas de jogarem futebol com os meninos, com medo delas se tornarem mulheres masculinizadas, ou do filho ficar afeminado se ele brincar com meninas.

Mas, alguns pais estão fazendo diferente. É o caso do professor Arthur William, que postou uma foto no Facebook no dia 27 de fevereiro do filho Ernesto, de 2 anos, com o seu mais novo brinquedo: uma cozinha rosa.

“Compramos uma cozinha de brinquedo para que nosso filho aprenda desde cedo que não tem essa de “coisa de menina”. Cores, tarefas e locais não determinam sexualidade de ninguém”, escreveu o professor na postagem, que já tem mais de 20 mil curtidas e 3 mil compartilhamentos.

“As crianças devem crescer seguras de si. A privação de determinado brinquedo é um preconceito gigante que só traz infelicidade à criança. Não existe brinquedo de menino e de menina. Os brinquedos ajudam na formação dos adultos e por isso é importante entender que cozinhar é uma tarefa comum a qualquer pessoa, seja homem ou mulher”, disse Arthur em entrevista para o site O GLOBO.

“Hoje sou um adulto que ainda tem dificuldade de dividir as tarefas domésticas com minha esposa, como limpar a casa e preparar a comida. Quero que meu filho seja melhor do que eu, por isso invisto em sua Educação”, finalizou.

http://razoesparaacreditar.com/educacao/quero-que-ele-seja-melhor-do-que-eu-diz-pai-que-deu-cozinha-de-brinquedo-para-o-filho-de-2-anos/


Menina de 4 anos escolhe super-herói como tema da sua festa de aniversário

A gente cresce aprendendo que existe ‘coisa de “menino’ e ‘coisa de menina’. Que a cor azul é dos garotos, e a rosa das garotas. E que as coisas não podem se misturar. Um estigma preconceituoso que vai de encontro à possibilidade da pessoa ser quem ela quiser.

Mas, a pequena Marina desaprova essas convenções antiquadas. Ao invés de escolher uma princesa da Disney como tema da sua festa de aniversário de 4 aninhos, ela escolheu um dos heróis das histórias em quadrinhos, ninguém menos que o Homem de Ferro.

Os pais de Marina entenderam perfeitamente a escolha da filha. Eles montaram toda a decoração da festa. Mas, por que estamos exaltando isso? É porque muitos pais nessa ocasião desaprovariam a escolha dos filhos. Isso gera traumas e intoxica o convívio em família.

Ambos perceberam “o quanto aquela festa tinha um propósito maior e tomamos pra nós o dever de fazer dela uma forma de propagar ideias que consideramos fundamentais para qualquer criança”.

http://razoesparaacreditar.com/representatividade-2/menina-de-4-anos-escolhe-super-heroi-como-tema-da-sua-festa-de-aniversario/

Valéria Fernandes disse...

Gostei muito de ler as boas notícias, Lola. Muito mesmo.

De resto, comentando Fidel, ele já tinha 90 anos, estava na hora dele. Aliás, é fantástico alguém tão caçado ter sobrevivido tanto e morrido em sua cama quentinha. ☺️

Feliz 2017 para você! E que o ano possa ser de mais esperança, ainda que a gente racionalmente não acredite nisso.

Anônimo disse...

Oi Lola!

As barras de chocolate estão cada vez mais caras e mais leves! Achei que só eu tinha notado! Nem estou comprando mais porque acho desaforo pagar tão caro num chocolate.

Feliz ano novo pra você!!!

Cão do Mato disse...

Concordo plenamente que não existe "coisa de menino e coisa de menina". Mas não vejo pais e mães dando de presente para suas filhas um kit de ferramentas (de brinquedo, óbvio), para ensinar que trocar a torneira, trocar uma lâmpada ou mesmo um pneu também é trabalho de mulher. Vejo apenas meninas sendo incentivadas a acreditarem que podem ser presidentes de empresas, grandes empresárias, astronautas e por aí vai. Elas têm que aprender que a igualdade de direitos também tem o seu lado menos "glamouroso".

Zrs disse...

Lola, que bom saber que teve um ano feliz. Toda a força e alegria do mundo para você em 2017!

Anônimo disse...

Isso pessoal, grita Fora Temer! Agora o Congresso vai poder eleger quem quiser, e ao contrário do vice da querida Dilma, o eleito vai ter toda legitimidade e ninguém vai poder falar nada; ou melhor, o TSE pode cassar o chapa Dilma-Temer e os votos serão considerados inválidos, nesse caso o Aécio será diplomado e vai assumir como presidente, colher os louros do desgaste do Temer e ser releito em 2018.

Anônimo disse...

Eu também sempre me preocupo com isso. Já conversei com algumas pessoas que não sei mais o que é melhor, tirar o traidor-em-chefe ou deixar a fase 2 do golpe acontecer.

Acho que com esse impeachment, abrimos as portas do inferno. Se correr o bicho pega, se ficar, o bicho come.

Anônimo disse...

Lola, descobri seu blog há pouco. Discordo de você em quase tudo: Sou de direita liberal, gosto muito de Reinaldo Azevedo, apoio o MBL, etc etc. Mas acredito que você vem fazendo um ótimo trabalho em denunciar o "chorume" da internet, principalmente esses grupos masculinistas mais extremos. A vida é repleta de desilusões - todos nós as encontraremos uma hora - e esses grupos são um ótimo lugar para atrair caras amargurados e torcer a mente deles ainda mais, quando eles poderiam se tornar pessoas normais e produtivas com tratamento psiquiátrico, amadurecimento e vivência.

No próprio blog do Reinaldo tem uma transcrição de um áudio de um cara do MBL que embora trate das comunidades de extrema direita cujo foco é mais político, poderia se aplicar muito bem aos masculinistas e suas frustrações sexuais.


“O lance é assim. Bom, vocês já sabem, não preciso nem falar pra vocês. Ali [RENAN FALA DA EXTREMA-DIREITA] é um monte de garoto. Garotos, mulheres, sociopatas, com comportamento social errático, com poucos amigos, com várias frustrações psicológicas. Frustrações pessoais, afetivas e tal. E que acabam encontrando este discurso ‘Ah sou conserva, sou reaça, opressor’. Maior mentira, eles não oprimem! Mentira! São uns coitados! É uma gente que vê, por exemplo, no comportamento do Olavo, meio falastrão, fumando, falando palavrão, no Bolsonaro, uma redenção pra a própria miséria deles próprios. E acabam entrando nessa idolatria.

E aí eles veem no MBL — o MBL incomoda muito por causa disso — Eles veem no MBL, o contrário, eles veem um monte de gente que tem uma postura aberta, cara de pau mas, ao mesmo tempo, qualificado. A maior parte da galera do MBL é alegre. Você pega da galera da Banda Loka no RS, a galera do Nordeste, todo mundo é muito leve. E isso incomoda eles. Ser leve, ser agradável, ser tranquilo, ser inteligente.

Não precisa ficar incorrendo nisso. Isso incomoda o cara, o cara é negativo. Eles não gostam de ir numa boa festa, de dar risada. Eles acham que estão numa missão, quase religiosa. Pessoas pesadas, né?. Então é natural que eles percam tempo e façam hangouts sobre a gente enquanto a gente tá ai tocando nossas coisas.

O MBL acabou de fechar com o PSDB, DEM e PMDB uma articulação pra eles ajudarem. Ah, e também com a Força Sindical, que é o Paulinho né?, pra divulgar o dia 13. Usando as máquinas deles também. Enfim, usar uma força que a gente nunca teve. E foi o MBL que montou isso. A gente está costurando com todos eles pra ter o Impeachment.

Então a gente tá em outra, a gente tá realmente causando problemas pra Dilma. E eles estão numa outra, eles estão lá tentando resolver os traumas e as frustrações deles e projetando na gente tudo aquilo que eles gostariam de ser mas não são. Então, deixa eles. Raquel, a gente já conhece teu trabalho, vamos embora, vamos vencer. Muita gente nossa já sofreu este tipo de coisa. A Ana sofre em Goiás. Eu já sofri ataques desse Alex Brun. O Kim, coitado! Mas dane-se. A vida continua. O MBL continua, e continua crescendo, a despeito deles. Gostem eles ou não.”

Anônimo disse...

"O ano já começa com um atentado terrorista em Istambul, morreram umas 35 pessoas".

Que com certeza será comemorado pela esquerda, como uma vitória na luta contra o imperialismo. Assim como os estupros sistemáticos cometidos por "refugiados" na Europa, são apenas a reação do oprimido contra séculos de colonialismo.

Anônimo disse...

a) Lola sou sua fã te desejo um otimo ano.

b) Politicamente sou contra o impeachment do Temer pois assumiria o presidente do congresso ou teríamos uma eleição indireta no congresso não sei o que é pior.

Leonardo Pereira disse...

De onde vc tirou que sai a chapa atual e entra a perdedora? Caso o Temer caia entra o presidente do legislativo ou do STF até que ocorram novas eleições. A menos que o Aécio seja um desses dois, ele não entra...

Eli disse...

Que bom q vc está cuidando da sua saúde Lola. Foi exatamente o que fiz esse ano tbm. Eu acho que cuidar da gente é mostrar que se ama.

Esse ano eu descobri um monte de alergias e que a minha Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é causada por Resistência à insulina (a minha família por parte de pai inteira tem problemas com diabetes), daí eu entrei em dieta low carb e to beeeeem melhor. Meu relógio biológico que era todo zoado (eu acordava tarde, ia dormir tarde e tinha que dormir por muitas horas) regulou, os pelos por causa da SOP tão parando de crescer, os ciclos ficando mais regulares (pra quem já ficou 9 meses sem menstruar, 2 meses é tipo muito bom). No fim, descobri que gordura (desde que não seja trans) é saudável pra gente, que açucar/carboidrato é o vilão e que a indústria do açucar nos anos 70 pagou pros pesquisadores jogarem a culpa dos problemas cardíacos na pobre da gordura e por isso hoje em dia tem tanta gente doente.

Aliás, vc não quer um guest post sobre SOP? Eu acharia importante porque tudo relacionado à saúde da mulher é jogado embaixo do tapete (nesse caso com anticoncepcional, que só mascara os sintomas, mas não trata a causa). Eu não sou médica nem nada mas já convivi mais de 10 anos com a doença e com um médico pior que o outro não sabendo nem diagnosticar o problema, muito menos tratar.

Anônimo disse...

"De resto, comentando Fidel, ele já tinha 90 anos, estava na hora dele. Aliás, é fantástico alguém tão caçado ter sobrevivido tanto e morrido em sua cama quentinha. ☺️"

Valéria, leio o seu blog e gostaria de dizer que gostei muito do seu post sobre o caso dos shortinhos no Colégio Anchieta.

Gostaria de saber qual a sua opinião sobre Fidel Castro. É difícil acreditar que alguém que escreveu um texto tão sensato tenha admiração por esse ditador genocida.

Cão do Mato disse...

Qual o problema? Os EUA se apresentam como a maior democracia do mundo e apoiam várias ditadura ao redor do mundo, como a Arábia Saudita, por exemplo...

Anônimo disse...

"Qual o problema? Os EUA se apresentam como a maior democracia do mundo e apoiam várias ditadura ao redor do mundo, como a Arábia Saudita, por exemplo..."

Não estou defendendo os Estados Unidos.

Unknown disse...

Não li nenhum site, blog ou comentador de esquerda falando essas abobrinhas. Já masculino de direita defendendo xenofobia, e guerra preventiva, é só o que tem por aqui. Fontes, por gentileza?

Anônimo disse...

Lola, que bom saber um pouco mais sobre você... diante de tantas leituras com conteudos deprimentes em 2016, foi até revigorante rever seu blog com esse post. Por favor, tenha mais cuidado com sua saúde, é como diz minha família, saúde e conhecimento são as ucoisas mais importantes que alguém pode levar na vida.
Mudando de assunto... fiquei sabendo de uma notícia doentia que aconteceu na virada do ano, gostaria muuito mesmo que você comentasse a respeito através de um post. Um lunático assassinou a ex mulher, o filho e praticamente toda a familia dela, em Campinas. O doente ainda ecreveu uma carta de conteúdo altamente misógino e de extrema direita. Você disse que 2017 não podia piorar, mas tenho minhas dúvidas...
Um grande beijo ora você e seu marido, se cuidem por favor!
Yasmin.

titia disse...

Bom, que ao menos 2017 não seja tão terrível. Fico feliz que seu ano pessoalmente tenha sido bom e que sua saúde esteja melhor, Lola. Que o novo ano traga um pouco mais de iluminação, principalmente pros direitistas mamãe-quero-ser-corte que botaram uma porrada de safados no poder pra manter seu pseudo status de casta superior. Estarei aqui pra tripudiar sobre o sofrimento deles.

Tá vendo o que deu não vacinar o mascu contra raiva? Agora vai ter que ir pra eutanásia.

Anônimo disse...

Lola vc poderia escrever um texto sobre a chacina em SP,eu li a carta que o assassino deixou e tenho cereza que era um mascu. Será que depois dessa tragédia a polícia vai finalmente fazer alguma coisa contra esses merdas? Fui ler comentários na Internet e acredite ou não estao culpando o feminismo como sempre. 2017 já começou com o pé esquerdo.

Anônimo disse...

Lola, quase toda beringela tem bicho. Desiste dela não, arranca a parte bichada e come o resto, é uma delícia!

Também sou uma mulher que discorda de várias coisas que você escreve, por isso amo o seu blog (a gente só cresce entendendo quem pensa diferenre, né). Gosto muito da sua maneira de escrever, seus textos já me levaram a muitas reflexões internas. Um feliz 2017!

lola aronovich disse...

Eu gosto de berinjela! É um problema, porque o maridão odeia. Mas de vez em quando minha mãe faz ou eu como em algum restaurante e é muito bom. Só que não sabia que vinha tão bichada. Pô, aquele dia o maridão comprou 3 berinjelas, e as 3 estavam com muitos bichos. E não dá pra ver de fora. Era bem nojento, aí desisti.


Pessoas queridas, vou sim escrever sobre o assassino mascu de Campinas. Pra amanhã!

Lingua Escrita disse...

Estou bem feliz que você está comendo melhor. Suco verde é vida, vai nessa. Não é tão difícil mudar de estilo de vida e de alimentação. Você é uma pessoa inteligente, pensa que se manter saudável por no mínimo é mais barato no longo prazo. Amamos você!

Lac Lyn disse...

Vtnc

Anônimo disse...

Lola, acabo de ler sobre a chacina de Campinas. Mais uma do MDH? Comente, por favor!

Kittsu disse...

Sabe o otário que matou mais de 10 pessoas da família, publicando antes uma carta declarando (dentre todo o chorume tipicamente mascu) que seus alvos eram as mulheres da família? (Não decorei o nome desse bosta, nem vou)

Se essa praga não estava nos fóruns masculinistas e agora está sendo louvado, meu nome não é ___.

Rafael Cherem disse...

Concordo.E dar bonecas a meninos não os fará homens melhores e cooperativos.E sim o brinquedo pode fazer parte da construção do genero porque devo impedir uma criança de se identificar com seu sexo bio?

Anônimo disse...

00:01

o q é mdh?
___________

"não os fará omens melhores..." - faz sim

Anônimo disse...

Lola, você viu que a carta do autor da chacina de Campinas é cheia de termos muito típicos e específicos de mascus guerreuros de 1 real? Parece um post tirado direto dos foruns deles.

Anônimo disse...

Aconteceram esses dois ataques misóginos recentemente na Bahia mas não foram divulgados como tal.

http://g1.globo.com/bahia/batv/videos/t/edicoes/v/corpos-de-irmas-mortas-por-policial-sao-enterrados-sob-forte-comocao/5542203/

Esse aqui dizem que o alvo era o chefe do cara mas ele atingiu duas colegas na cabeça.. o chefe não recebeu nenhum tiro.

http://g1.globo.com/bahia/batv/videos/t/edicoes/v/funcionario-atira-em-duas-colegas-de-trabalho/5529056/

natalia disse...

Lola, que bom saber que 2016 foi positivo para vc. Continue firme na luta. Tenho imensa admiração por você.

beijos

Selena disse...

Feliz ano novo a todos!

Falando em comida bichada, eu desisti de comer arroz, já comprei diversas marcas, inclusive aquelas q juram q o arroz é muito limpo e n precisa lavar e todos tem bicho!
É nojento demais, desisto. Tem umas larvas vivas dentro, colocam ovos, fazem umas teias, pra mim lavar n adianta. O nojo continua e n da pra saber se saiu tudo, os ovos, a merda toda.
É culpa das porras das empresas e como sempre colocam a culpa no consumidor, procurando pela net acontece com um monte de gente e só sabem falar q isso acontece pq n armazenamos direito.
Tudo mentira, ta dentro da validade e vem bichado. Com feijão tb, ja vi um no mercado um nojo só, parecia q tinha mais bicho q feijão. Pelo menos feijão ainda dá pra comer, pq dá pra ver pelo pacote se tem bicho ou n.
Daqui a pouco vou me alimentar de luz, tá foda. Tem gente achando larva dentro de barra de chocolate, massa de tomate. Vendem batata podre! Parece boa por fora, ai vc vai cortar, toda ruim por dentro!

Ezco Musaos disse...

Quem aqui falou em impedir a criança de se identificar com seu sexo biológico?

Anônimo disse...

Não só uma carta repleta de chavões e palavreado masculinista, mas muito do que se disse na carta é textão que já ganhou vários likes em rede social. Likes da direita reaça, diga-se de passagem, o que nos leva a crer que o que os diferencia é apenas a intensidade de ódio à mulher.

titia disse...

Rafael Cherem porque hormônios e cromossomos não ditam o tipo de brinquedo que uma criança prefere - assim como não controlam a cor favorita dela, o tipo de brincadeira que ela mais gosta e menos ainda sua sexualidade. Dar bonecas a meninos os fará homens melhores porque quem dá bonecas aos meninos também dá uma educação igualitária, não homofóbica, não machista, não violenta e que naturaliza a igualdade entre os sexos. Quem dá bonecas a meninos lhes dá também uma educação que os afasta da masculinidade tóxica, que é exatamente o que torna meninos homens melhores.

Anônimo disse...

Eli, acabei de descobrir que tenho esteatose grau moderado e SOP. O médico acha que posso ter resistência a insulina e passou os exames... Vi alguns depoimentos falando sobre a Low carb, que realmente ajuda muito. Por enquanto eu cortei pães, bolo, macarrão e arroz branco e o açúcar também. Você faz algum tratamento específico para SOP ou toma metformina?

Anônimo disse...

Engraçado esse pessoal da esquerda falando em educação de gênero, mas vamos supor que o menino passe a gosta de bolas e carrinhos, de Jaspion e He-Man, vcs acham que pais proguessistas iriam aceitar, a primeira coisa que diriam iria ser :precisamos desconstruir esse machista opressor.
Portanto a esquerda não quer uma educação igualitária, quer que nossos meninos não tenham masculinidade.
Os cromossomos podem não definir o gênero mental e atração sexual da pessoal, porém a esmagadora maioria será hetero naturalmente,o menino com 11 ou 12 anos verá sua vizinha mais velha ou professora gostosa e naturalmente sentirá atração,terá pensamentos libidinosos não por imposição da sociedade e sim por fatores biológicos,aceitem isso.
Da mesma forma que Gays são Gays de forma natural, e não por falta de porrada ou por abusos sofridos

Rafael Cherem disse...

Será mesmo?Não é muito recente essa prática pra afirmar isso?De que adianta dar um fogão de brinquedo para um garoto e deixar a esposa lavando a louça? A masculinidade nem sempre é toxica e possui seus códigos;dar bonecas parece uma tentativa de anular os aspectos masculinos nos garotos.

Anônimo disse...

(Viviane)
Geeeente...
Há um ano eu cantei essa pedra: a única diferença entre Rafael Cherem e os mascus é a habilidade de redação.
Preparando a pipoca e o guaraná para aguardar os próximos capítulos da treta...

Anônimo disse...

os dois anônimos acima só falam besteira, pelo amor de deus, tenha santa paciência

"hormônios e cromossomos não ditam o tipo de brinquedo que uma criança prefere - assim como não controlam a cor favorita dela, o tipo de brincadeira que ela mais gosta e menos ainda sua sexualidade. Dar bonecas a meninos os fará homens melhores porque quem dá bonecas aos meninos também dá uma educação igualitária, não homofóbica, não machista, não violenta e que naturaliza a igualdade entre os sexos. Quem dá bonecas a meninos lhes dá também uma educação que os afasta da masculinidade tóxica, que é exatamente o que torna meninos homens melhores."

Mais uma vez titia dizendo verdades

Anônimo disse...

"Falando em comida bichada, eu desisti de comer arroz, já comprei diversas marcas, inclusive aquelas q juram q o arroz é muito limpo e n precisa lavar e todos tem bicho!
É nojento demais, desisto. Tem umas larvas vivas dentro, colocam ovos, fazem umas teias, pra mim lavar n adianta. O nojo continua e n da pra saber se saiu tudo, os ovos, a merda toda. "

Eu não sei em q lugar você anda comprando seu arroz mas comigo nunca aconteceu nada disso não. Será que não é na hora de armazenar na sua casa que está dando o problema?

Eli disse...

Anônimo das 16:35

Eu não fiz tratamento nenhum, na verdade. Eu levei meus exames pro endócrino, mas nem a resistência ele diagnosticou, só diagnosticou hipoglicemia (o q é sintoma da resistência). Ele até falou de metformina mas eu tenho Síndrome do Intestino Irritável e a metformina ferra mais ainda o intestino, então descartamos tbm. Ac não trata a causa do problema, então resolvemos só tratar com a dieta mesmo. Metformina é bom pra emagrecer/tratar, mas se a pessoa continuar com uma dieta cheia de carboidratos refinados (o que você já cortou, parabéns!) não vai adiantar nada, fora que eu não gostaria de tomar um remédio pro resto da minha vida. Como você provavelmente é obesa dieta low carb e exercícios seriam o ideal, porque a rapidez na perda de peso é muito mais alta que em qualquer outra dieta. Se você tiver facebook dá uma olhada nos grupos de low carb q de vez em quando eles postam fotos de antes e depois que eu fico chocada. Também tem um grupo muito bom chamado "Síndrome dos Ovários Policísticos - tratamentos naturais" em que uma boa parte das meninas faz dieta (mesmo que não seja tão restrita quanto a minha) e tem bons resultados. Também tem o blog do Dr Souto que é tipo o guru da low carb no Brasil, tem até post sobre a esteatose: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2013/12/o-figado.html No mais, eu diria pra você estudar muito sobre sop e resistência à insulina.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

falando desse jeito, vocês acham que dar boneca é querer forçar o moleque a ser gay. Meu irmão gostava de brincar com seus carrinhos e comando em ação, de lego e playmobil, mas também brincava de bonecas comigo. Assim como eu também curtia demais brincar com os brinquedos de meninos. Ninguém morreu.
Já pararam para pensar simplesmente que crianças gostam de brincar com brincadeiras variadas? Que nem sempre elas brincam com algum brinquedo com a finalidade ao qual foi projetado?

Rafael Cherem disse...

(Viviane)
Geeeente...
Há um ano eu cantei essa pedra: a única diferença entre Rafael Cherem e os mascus é a habilidade de redação.
Preparando a pipoca e o guaraná para aguardar os próximos capítulos da treta...

Agradeço o elogio pela habilidade de redação. Refresca tua mente, está vendo mascus em todos os cantos.

Ezco Musaos disse...

"Códigos" super naturais, não é mesmo? Não está nada relacionado a preparar o menino para explorar o mundo e a menina para a submissão ao lar.

Ezco Musaos disse...

E você já deve ter entrado em contato com todos os pais "progressistas" do mundo, não é, reacinha de quinta, pra saber que essa seria a atitude de todos eles? O que se está falando aqui é de respeitar a liberdade da criança de brincar com o que ela quiser, mostrando desde cedo que não há "coisa de menino" e "coisa de menina".

Ezco Musaos disse...

"Será mesmo?Não é muito recente essa prática pra afirmar isso?"

---> A prática de separar brinquedos por gênero está aí há séculos e não temos resultados muito bons provenientes dessa segregação.

"De que adianta dar um fogão de brinquedo para um garoto e deixar a esposa lavando a louça?"

---> Como conscientizar o filho de que trabalho doméstico não é apenas coisa de mulher se nos próprios brinquedos dele já existe segregação de gênero?

"A masculinidade nem sempre é toxica e possui seus códigos;dar bonecas parece uma tentativa de anular os aspectos masculinos nos garotos."

---> Esses "códigos" não são naturais, são uma forma de manter o status quo. Dizer que "boneca não é coisa de menino" é uma forma de disseminar a masculinidade tóxica, é ensinar ao filho que cuidados com crianças são tarefas exclusivas da mulher, é ensiná-lo a desrespeitar outros meninos que brinquem com bonecas, é uma forma de fomentar machismo e homofobia numa criança.

Anônimo disse...

Tenho a clara impressão que esse sectarismo dos brinquedos por gênero é muito mais forte hoje do que na minha infancia nos anos 70. Fui comprar um presente para minha sobrinha e me choquei, achei horrorosa, fascista a divisão todas as cores para meninos, liĺás e rosa para meninas, aliás eu nem lembro desse tipo de divisão na minha época, pegando fotos minhas, dos meus amigos e primos desse tempo você vê um bando de crianças vestidas de todas as cores e brincando de qualquer coisa. Sempre teve a boneca e o carrinho mas a coisa era claramente mais misturada e o padrão visual mudou muito também, que ninguém pense que isso não tem importância porque tudo na humanidade funciona por códigos e as cores são códigos também, já vão treinando o olhar e o padrão de consumo daquela criança desde muito cedo.

A caretice do mundo tá de chorar e as consequências estão aí, um bando de bosta cheio de cultura que não consegue nem sair da casa da mãe depois dos 20 (às vezes 25, 30, 35!!!!!!) porque basicamente só sabe viver na bolha, com tudo separadinho, compartimentadozinho, obedecendo padrõeszinhos de cor, DE COR!!!!!!!!!!! Belo futuro dessa gente antenad@ e conectad@.

Ezco Musaos disse...

"Já pararam para pensar simplesmente que crianças gostam de brincar com brincadeiras variadas? Que nem sempre elas brincam com algum brinquedo com a finalidade ao qual foi projetado?"

---> Pra reaçada tudo é uma conspiração feminazi-gayzista-ateísta. Não há muito o que fazer.

Anônimo disse...

O mau caratismo tanto de gente da esquerda quanto da direita é que usam as ditaduras e atrocidades do lado oposto para justificar as ditaduras e atrocidades do lado que escolheu defender. Se vc por exemplo critica a ditadura de Cuba, imediatamente acusam vc de defender os EUA e vice-versa também , é claro, não se pode criticar certas coisas do governo dos EUa que a extrema direita acusa vc de ser ''comunista''. O mau caratismo está em todos os lugares.

Existem chocolates meio-amargo que são muito gostosos e saudáveis. Tem também cereais achocolatados para tomar no café da manhã ou em barra. Agora o achocolatado na nescau tem a opção 3.0 com menos açúcar. Tudo obviamente deve ser consumido com (muita) moderação.

Anônimo disse...

(Viviane)
Considerar isso como elogio já diz muito sobre você, assim como escolher responder só a mim depois de tomar várias invertidas de outros comentaristas. É, terei de guardar a pipoca e o guaraná para outro dia...

Anônimo disse...

Concordo com tudo. Tem gente beirando aos 40 que ainda estão na casa da mãe e quando perguntam o que fazem da vida ou quais os planos ficam ofendidíssimos, se encostam mais ainda na família e dizem que estão em crise existencial jkjkkkkk Já testemunhei isso várias vezes e é de chorar viu

Rafael Cherem disse...

(Viviane)
Considerar isso como elogio já diz muito sobre você, assim como escolher responder só a mim depois de tomar várias invertidas de outros comentaristas. É, terei de guardar a pipoca e o guaraná para outro dia...

Com as outras pessoas eu estou dialogando, mas vc e suas verdades definitivas inviabilizam a conversa bebê.

Rafael Cherem disse...

Ezsco Musaos,

Você coloca pontos interessantes, mas veja bem, o que me incomoda nessa forçada de barra em dar bonecas para meninos, é se isso não interfere na identificação do garoto com seu gênero? há brinquedos que servem para ambos, há formas de educar visando o respeito ao próximo, observe que não estou dizendo que o menino vai virar gay, mas com sua identificação com seu sexo biológico, com o que podemos chamar de universo masculino. Uma garota por exemplo, pode se identificar com o sexo oposto, com os brinquedos do sexo oposto, isso é errado? Não, ela vai escolher esses mesmos códigos, falas, cores, gestual até, agora se ela não se identifica? Devo dar bolas e carrinhos?

Anônimo disse...

rafael cherado, vc está errado

o esco dissecou vc, aprenda com ele e aceite

Anônimo disse...

"é se isso não interfere"

não, não interfere, são crianças, não softwares de computador q precisam de códigos específicos, tenha santa paciência, a regra é simples:

o brinquedo não necessita q se envolva os órgãos sexuais ou erotismo? então qualquer um pode brincar

Anônimo disse...

Interferir no q? ô burraldo

Não sei se vc sabe, mas do século 20 pra baixo era costume da aristocracia vestir os meninos recém-nascidos até a primeira-infância com roupas femininas, como se eles realmente fossem meninas

Dom Pedro II e até um presidente dos estados unidos se vestiram assim

O rosa por exemplo, até 100 anos atrás era cor de menino, e azul de menina, o inverso do q é hj em dia. Se algum câncervador fosse transportado pr'aquela época, ele teria uma síncope

Sem contar nos desenhos dos anos 60, em q o picapau e o pernalonga se travestiam sem nenhum pudor

E nenhum desses moleques sofreu "interferência" por causa disso, quanto mais por causa de um brinquedo, peloamor

Anônimo disse...

Opa. Vou procurar o grupo e pesquisar mais sobre as alternativas naturais, nunca tomei AC e nem quero também. Todos os ginecologistas me empurravam AC enquanto encontrei dois endócrinos que disseram que o AC só mascara o SOP mesmo... Um deles até me indicou acupuntura, vou testar tbm assim como a Low Carb.
Muito obrigada! <3

Ezco Musaos disse...

Rafael Cherem, não falei de imposição de brinquedos de nenhum tipo. Estou falando de NÃO IMPEDIR a criança de ter o brinquedo com base nessa ideia tóxica de sectarismo por gênero. Não concordo com imposição nem de carrinhos nem de bonecas nem de brinquedos "unissex" a um menino, apenas defendo que ele tem o direito de brincar com o brinquedo que ele quiser, simples assim.

Anônimo disse...

Cherem,
Tem dois problemas no seu raciocínio:
1) Você está partindo de um pressuposto que a proposta é restritiva, ou seja, me parece que você acha que haverá uma imposição de bonecas a meninos e carrinhos a meninas, que é o contrário do que é hoje. Os brinquedos são restritivos, a proposta é que a criança tem o direito de brincar com o que ela quiser. Você também considera valores, códigos e costumes de masculinidade em cima dos brinquedos. Sobre esse aspecto, há quem argumente que se coloca os referenciais de masculinidade e feminilidade em padrões pré-estabelecidos, vamos deixar esse aspecto de fora, por ora.
2) Você desconsidera que a criança está sujeita a outas esferas de influência na vida. Considerando que a preocupação seja a de que bonecas vão retirar o significado da masculinidade de um menino (o que é controverso), você esquece que as referências ao sexo biológico estão impregnadas não só na brincadeira em ambiente doméstico, mas estão na mídia, nos adultos, nas outras crianças, e em outros ambientes não necessariamente controlados pelos pais. Note também que por necessidade de socialização e suas consequências (bullying, exclusão social) as crianças às vezes se submete ao clima geral do grupo onde está inserida. Ou seja, a menina gosta de brincar de carrinhos e aviões, mas por necessidade de socializar com as colegas, adere aos símbolos e códigos de feminilidade daquele grupo: usar roupa rosa, brincar de bonecas etc. Ou seja, a criança está sujeita a várias influências. Observe também que muitas pessoas trans relatam que foram socializadas como gênero oposto ao qual se identificam, absorvendo todos os códigos de masculinidade ou feminilidade que lhes são apresentados. A questão é muito mais complexa do que dar boneca ao menino não vai fazer ele entender/virar homem.

Rafael Cherem disse...

Anonimo das 11:49, verdade, há o contexto.

João Luiz Pereira Tavares disse...

Caros (as),

Tudo é mais complexo, aqui no Brasil. Reparem.

Enquanto isso, no Brasil, veja os clichês publicitários políticos do Partido dos Trabalhadores [PT] que podem enganar a população de votantes:

A utilização de clichês publicitários míticos como CORAÇÃO-VALENTE©, para pegar o eleitor pelas VÍSCERAS: propagandas acertadas, mas, verdadeiramente, engana-trouxa… A minoria escapa da artimanha, da burla e da ilusão petistas.

Verdadeiramente, a vigarice & picaretagem é a POPULARIDADE DE MITOS como a MITOLOGIA do «Coração Valente©,»… Um produto a ser vendido e comprado pelo eleitor, devido apenas ao vazio do mito. Comprado, mesmo sem dinheiro.

E, também, por outro lado, o problema é a SUAVE & disfarçada truculência do PeTê… Repare:
É evidente que o Petismo se utiliza de técnicas das mais brilhantes de publicidade; brilhantes, mas embusteiras. E deseja ficar no Governo eternamente: Para isso precisa sempre enganar o pobre eleitor desavisado e mesmo inteligente, que vive na correria diária.

Recordem:
¡Jamais 1 Danoninho© vale por um bifinho! (Ainda que a frase seja "lindinha" e agradável! -- Publicidade & propaganda).

E em 2016...,
PELO MENOS 1 fato extremamente positivo houve sim! Lógico! Mesmo que seja, somente um ato notável, de êxito. Belo. E já basta. Um único. Onde a sociedade se mostra. Que ficará na história para sempre, para início de horizonte progressista do Brasil. 

Eis o fato sui-generis:

-- «Adeus querida».*

[ (*) a «Coração Valente©» de João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© ‘vale por um bifinho’. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA].

Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê. Sem baranguice. Sem política kitsch do Petismo.

Enfim, em 2017 fiquem de OlhOs bem abertos.
¯\_(ツ)_/¯ ©


Observação:
Além disso, escrito acima, temos:
{:
Na música brasileira tivemos & temos a baixa-cultura corroborada pelo PT nesses 13 anos. Educação básica das piores da América! O atual lixo cultural do Brasil petista. A breguice, cafonice, baranguice e o kitsch do Petismo}.

Vamos tentar mudar...
Portanto, assim, a volta de decoro ao Brasil.
______________________
[P.S.: a todos do blog, que fiquem atentos à picaretagem em 2017 & que vossas mentes permaneçam rápidas perante o ilusionismo do PT. Um sublime 2017!].

“Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária e demagógica formará um público tão vil como ela mesma”. Pulitzer. [refiro-me sobretudo a mídia engana-trouxa, do PT -- Partido dos Trabalhadores].