segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

GUEST POST: CRITICADA SE FIZER E SE NÃO FIZER

Ray é uma estudante de 18 anos que mora na Bahia e quer cursar biologia. Ela me enviou esta reflexão:

Oi, Lola! Primeiramente, parabéns pelo blog. Acompanho-o há pouco tempo e já posso dizer que cada um de seus posts me faz crescer um pouco mais.
Além de ter aprendido bastante, também já desaprendi muito -– não me odeie, desaprendi no bom sentido! Sabe aqueles ideais que às vezes nem percebemos que são machistas/ preconceituosos/ lgbtfóbicos e que estavam lá, enraizados bem no fundo da cabeça? Então!
A cada dia procuro me desconstruir dos padrões que aprisionam e limitam quem eu sou e também quem eu posso ser -- obrigada por contribuir com boa parte disto!
Então, Lola, esses dias tive uma reflexão enquanto conversava com minha melhor amiga, e acabei escrevendo um texto. Gostaria de compartilhar com você, e se você permitir, com xs leitorxs do bloguinho. É sobre o que ouvi meu primo falando sobre sua noiva num jantar em família, semana passada.
“Ela sempre demora para se arrumar”, ele disse, sem se esforçar para esconder a impaciência. “É uma preocupação com maquiagem, uns troços que ninguém vai ligar se está na sua cara ou não”. Outros parentes, todos homens, logo começaram a dizer o mesmo, criticando o comportamento feminino.
Basicamente, no resto da discussão, eles passaram por “Não deixo mulher minha sair de casa com maquiagem de puta” até chegar em “Depois reclama quando é estuprada”. Não preciso dizer que a intenção deles não foi de empoderar mulheres ou encorajar que elas abandonem os cuidados estéticos exagerados, certo?
Embora nós mulheres tenhamos sido (em maioria) criadas para cultivar o esforço de “ser aprovadas” no julgamento alheio, estes homens (e diversos outros) ousam agir como se esperassem exatamente o contrário de nós! Ou você acha que eles aceitariam de bom grado que suas respectivas namoradas simplesmente “largassem” a maquiagem e a dieta?
Rapidamente iriam reclamar que elas não se cuidam, e cairiam naquele discurso escroto: "Como assim você não se depila? isso é nojento!”. 
Ou pior, aquele que vem disfarçado de preocupação: “Você tem que ficar magra porque isso é ser saudável”.
Usam o velho discurso de que podemos ser nós mesmas sem nos preocuparmos com o que “os outros” irão dizer, mas são os primeiros a atacar quando alguma pobre moça desiste de alisar o cabelo ou fazer dieta.
É claro que não há problema nenhum em querer fazer procedimentos estéticos a fim de se sentir bem e bonita, de chegar a um ponto em que você vai perceber que esse é o seu eu e se amar assim. 
Mas na maioria das vezes, esse eu que tantas e tantas mulheres buscam assumir, é o eu imposto pela sociedade, pela mídia, pelas indústrias. É um eu que exige sacrifícios extremos para alcançar, um eu que limita, que aprisiona. E AI DAS MULHERES que decidam que não querem mesmo gastar seu tempo, seu dinheiro e seu emocional para esse fim!
A única conclusão que se pode chegar é: nasceu mulher, se ferrou. Vai ser criticada e julgada, não importa as escolhas que você faça ou que elas sejam consequências de um modus operandi de um sistema que não só odeia as mulheres, mas que principalmente faz questão de garantir que essas mulheres odeiem a si mesmas. 

79 comentários:

Lygia disse...

Homens adoram esse discurso do "aaiin, demora 2 horas pra se arrumar e ninguém nem vai se importar", "aaaain, pra que comprar base, odeio cara rebocada", "aaain adoro mulher sem maquiagem".

Mas vai aparecer de cara lavada: "nossa, vc tá abatida", "nossa, tá doente?", "passa um blush nessa cara!"

O que homem diz quando fala "gosto de mulher sem maquiagem" é: "adoro quando ela faz a 'no make up' make up"... preguiça eterna!

Anônimo disse...

Não, o cara que diz que gosta de mulher sem maquiagem não é o mesmo que manda a mulher passar blush.

É um problema que dá quando vc resolve generalizar um grupo e juntar diversas opiniões diferentes.

Pink Pepper disse...

"A única conclusão que se pode chegar é: nasceu mulher, se ferrou. Vai ser criticada e julgada, não importa as escolhas que você faça ou que elas sejam consequências de um modus operandi de um sistema que não só odeia as mulheres, mas que principalmente faz questão de garantir que essas mulheres odeiem a si mesmas. "

Na verdade, nasceu pessoa né? Sem tem é porque tem, se não tem é porque não tem, se é então é porque é, se não é então é porque não é. A mazela de dar ouvidos ao grupo, seja ele qual for e inclusive "seu próprio grupo" é exatamente essa. Daí a necessidade de entoar o cântico dos cânticos, aquele mantra milenar que ativa seus chakras e te realinha com o universo:

FOOOODAAAA-SEEEEEEE

Anônimo disse...

Saí daí, mulheres se produzem muito pra chamar mais atenção das pessoas!

B. disse...

A Lygia falou tudo!

Anônimo disse...

"Anônimo B. disse...
A Lygia falou tudo!"

Falou tudo mesmo. Até mesmo porque com uma generalização daquelas nem tem como deixar algo de fora.

Unknown disse...

Aliás o cara que sabe oque é blush provalmente usa.

Anônimo disse...

Basicamente é o que fala esse vídeo https://www.youtube.com/watch?v=WWTRwj9t-vU

Quem já teve acne mais forte é impossível não chorar com as mensagens no final...

B. disse...

Anôn 15:15, o vídeo é dolorosamente real. Na adolescência, tive acne severa. Muito fácil dizer "as mulheres demoram muito para se maquiar", ou ter que ouvir "base e pó é frescura". Agora, se a gente aparece de cara lavada, reclamam.

Anônimo disse...

Existe uma solução simples para os problemas de vocês no machismo chato do dia a dia feministas, fiquem longe de homens não se relacionem com eles afetivamente nem sexualmente.
Difícil?

Unknown disse...

Esses homens reclamam porque sabem que quando a mulher "deles" fica mais bonita chama atenção na rua, isso incomoda!

Anônimo disse...

Ahhhh!!! Que baita clichê... homens dizendo o que as mulheres devem fazer para agrada-los e não ameaçarem sua fragilíssima masculinidade e seu delicadíssimo ego.

Jane Doe

camila santos disse...

Por isso sempre digo gente machista não é só machista é desumana, chamar a pessoa só de machista é pouco porque esse pessoal não ve machismo como algo negativo. Não trato bem gente machista porque trataria bem alguém que se acha melhor que os outros? Machismo é isso se achar superior e quem se acha melhor que os outros não é só machista.

Anônimo disse...

E vocês tem razão, Ray e Lygia.

Não tem para onde correr. Se você se maquia, perfuma, vai na academia etc. você é fútil e fica dispersando o precioso tempo duzomi. Se você não faz nada disso é uma baranga inútil e está dando motivo para ele te largar/trair/humilhar/___________(escreva aqui qualquer desculpa estapafúrdia para um homem te tratar como lixo).

E não é só no campo da aparência. Se você é mulher, qualquer aspecto da sua vida é público, sujeito ao escrutínio, palpites, ordens e expectativas que você deve cumprir bovinamente, de caladinha, de salto alto e sorriso no rosto.

Jane Doe

Fantomas disse...

Isso é um problema que afeta todo mundo... Homem, por exemplo... Se quer trepar mais que a mulher, é um maníaco que não respeita o ritmo da companheira; se trepa menos, não dá conta do recado ; se ganha mais que a esposa, é opressor, se ganha menos é acomodado; se resolve as coisas na base da porrada, é violento, se usa de diálogo, é frouxo... Não tá fácil pra ninguém...

Anônimo disse...

A diferença é que os homens não ficam chorando por causa disso.

Anônimo disse...

Daí a necessidade de entoar o cântico dos cânticos, aquele mantra milenar que ativa seus chakras e te realinha com o universo:

FOOOODAAAA-SEEEEEEE ²

Nem contei quantas vezes precisei entoar esse mantra, foram muitas, mas no final valeu à pena. Se eu quisesse ter filhos essa seria a primeira coisa que eu ia ensinar à minha filha.

Não, 17:42 eles não ficam chorando. Eles agridem, ofendem, estupram e matam mulheres pra desabafar - legal, né? Então tá ok pra você se as mulheres começarem a ofender, agredir, estuprar e matar os homens pra desabafar ao invés de ficar por aí "chorando" (tentando mudar)? Já que pra você obviamente esse é o ideal, né?

Anônimo disse...

18:17 e por que um processo eficiente necessariamente tem que envolver duvidar da palavra da vítima e culpa-la pelo estupro hein? Porque, na verdade, é isso que você e os outros mascus querem: já que não conseguem a legalização do estupro, querem o direito de culpar a mulher e não punir o agressor.

Anônimo disse...

18:48

Por conta de um pequeno detalhe chamado presunção de inocência, já ouviu falar? Ideologias à parte, sua pergunta demonstra completo desconhecimento acerca de princípios processuais básicos. E ninguém aqui está falando em culpar a vítima pelo estupro, muito menos legalizar tal crime. Esses espantalhos que você criou demonstram claramente sua tentativa de se esquivar dos argumentos apresentados.

Ragnar disse...

".....Ou você acha que eles aceitariam de bom grado que suas respectivas namoradas simplesmente “largassem” a maquiagem e a dieta?......"


http://www.calilanoticias.com/2016/02/mulher-emagrece-35-kg-e-marido-pede-o-divorcio.html

Lygia disse...

"Meu marido e meu filho, Luy, não queriam compartilhar meus novos hábitos alimentares (...) Disse a ambos que teriam de cuidar de suas próprias refeições e parei de cozinhar pra eles”

Boa tentativa, Ragnar. Mas o cara largou ela porque ela deixou de ser a cozinheira, segundo a reportagem. Ou seja, os caras não aceitam de bom grado que elas saiam da rotina (no caso, a antiga dieta).

Anônimo disse...

Mas as mulheres usam maquiagem e se produzem pra impressionar outras mulher e ficar naquela competição de ego. Eu pelo menos nunca conheci um cara que fizesse questão da namorada se maquiar, a maioria sequer repara nisso.

Anônimo disse...

Outras mulheres*

Anônimo disse...

Homens nem se importam com isso. Eles nem chamam de nojenta uma mulher que não tira uns fiozinho de pêlo do suvaco. Quando querem insultar uma mulher homens nem usam a aparência dela como alvo. Não é como se existisse centenas de ofensas a aparência de mulheres e a sociedade nem cobra que mulheres "se cuidem". Nem existe isso.

Anônimo disse...

Na adolescência minha prima teve um namorado que pediu pra ela fazer a sobrancelha. Ela não fazia e a sobrancelha era bem grossa. Como ele percebeu que eu fazia ele pediu pra eu falar com ela. Eu disse a ela que a sobrancelha dela ia ficar linda se feita mas ela ia ter que tornar isso um hábito porque quando os pêlos começam a crescer fica muito feio e você tem que tirar. E isso dói.
Eu achei estranho porque eu pensava que homens não ligavam pra essas coisas.
Tenho saudade da minha ingenuidade. Só que não. Risos.

Lygia disse...

Anon 21:38, foi o que eu falei... "a maioria sequer repara isso", mas é só porque eles estão acostumados com o esforço diário de corrigir imperfeições da pele, passar uma corzinha nas bochechas, um batom cor de boca, um rímel pra destacar os cílios, sobrancelha bem feita, etc...

A maioria dos homens não convive com mulheres de "cara lavada", e quando essas mulheres não usam maquiagem nenhuma, aí vem o estranhamento, a impressão de que a mulher está descuidada, abatida...

Lygia disse...

Por favor, HOMEMS, recortem e colem isso no google imagens:

"no makeup versus no makeup makeup"

Não leva 2 minutos... Depois venham conversar sobre não conhecer caras que se importam com maquiagem...

Anônimo disse...

Eu tenho uma coisa com maquiagem. O dia que nao quero nao faço. Eu sou vendedora e percebi que minhas vendas nada tem a ver com isso. Na gravides da minha segunda filha fiquei podre de canseira e não fiz por mais de um mês. Mesmo assim vendi. Mas minhas colegas minha chefe e o meu ex todo mundo me encheu o saco. Dei pra todos um sonoro foda se

Evandne da Silva disse...

Se o homem não chora é porque tem medo de mostrar sentimentos. Se chorar é maricas ( sempre será uma mulher a primeira a falar isso). Quando a mulher é grossa com o namorado em público o cidadão tem 3 segundos para resolver um problema ético: engolir o desaforo e passar por banana ou responder mesmo tom e passar por machista opressor que humilha mulher em público? Sempre haverá críticas, sempre haverá engenheiros de obra pronta, sempre seremos errados pois este é o ônus de ser animal social. A solução é assumir " não choro em público porque homem tem que demonstrar auto controle " ainda haverá críticas mas já marcou posição.

Evandne da Silva disse...

Homem tem capacidade limitada para apreciar maquiagem. Via de regra homem que não é fã da Madona é incapaz de diferenciar uma maquiagem de 8 minutos de uma maquiagem de 25 minutos. Aquela maquiagem básica feita em 6 minutos num trem em movimento com apoio de um espelho de 10 cm parece boa mim. Porque alguém usando de uma penteadeira e pinceis especiais precisa de mais de 12 minutos parece indecifrável.

Evandne da Silva disse...

Outro exemplo de excesso é tirar a cutícula da unha dos pés. Se eu ficar de pé frente a uma Mulher a distância entre meus olhos e os pés será de 1,80 metros. Ver uma pelinha de 0,2mm a esta distância é demais para meu astigmatismo. Se o a moça não tiver um amante podolatra ( fetiche tosco ) o esforço nunca será reconhecido.

Marcia disse...

Ah as reclamações com as práticas cotidianas das mulheres, se mulher gosta:não presta. Por que para a maioria dos homens entender que a sua rotina 'precisa' se adequar a qualquer prática de uma mulher, é um absurdo. Daí usar maquiagem é um problema, ela deixar de cozinhar é um problema, sair com as amigas é um problema e etc, etc, etc...
É fácil perceber quando é machismo: o sujeito da reclamando daquilo que tu gosta? Pimba: machismo detectado...

Sou fã assumida de maquiagem, adoro uma sombra azul calcinha com batom vermelho quenga. faço parte de um grupo no facebook que discute make up e até viaja para se encontrar. Como me faz bem ter um grupo só de mulheres para conversar. Maquiagem nem é o único foco: falamos de tudo, feminismo, política, carreira, relacionamentos, amizade, competição no trabalho, esportes, alimentação saudável, literatura, música...

Tematizamos consumo excessivo (e no mundo da maquiagem esse é um problema mega sério, há mulheres que desenvolvem compulsão por compras e tem coleções imensas, nunca vão usar um produto mais de uma vez), consumo responsável. Temos uma variação imensa de faixa etária, e por na roda para falar da vida mulheres de 17 anos até 70, é ótimo!

Com o grupo aprendi que maquiagem pode ser uma válvula de escape para outras frustrações e aí requer cuidado, pode ser também um lazer lúdico (é brinca de pintar, minha gente!) ou uma forma de opressão das mais tacanhas. E ter essa variedade de experiências ajuda a cada uma de nós a identificar como e quando a maquiagem passa a significar uma dessas coisas, ou mais de uma. Falamos entre nós sobre nossas vidas, é um espaço muito legal de convivência.

A maioria das profissionais remunerada (por que né? Aprendi que mãe que fica em casa trabalha dobrado também) trabalha em áreas com predominância masculina, e como nos faz bem estar entre mulheres e afirmar que não são os outros que medem o valor da nossa vida (ou, pelo menos, não é o que outros falam sobre nós que deve ditar o que somos). E tudo isso, essas amizades bacanas e verdadeiras construí 'debatendo batom, blush,sombra, base, pincel e etc, etc'. Não é por que é formato para mulheres que sempre vai ser uma porcaria. Vamos desconstruir o machismo que sempre põe tudo o que é 'tipicamente feminino' como inferior.

Penso que a maioria das ações das mulheres caí nessa pressão por se enquadrar nos modelos ideiais, que sim preescrevem que devemos ser: lindas, dóceis, gentis e nunca, mas veja bem, nunca ameaçar o ego de um homem.

Seja profissional, mas faz favor e tenha um casamento também, os 'homens precisam de mulheres empoderadas ao seu lado'. Seja casada, tenha filhos, 'os homens precisam de família' mas uma hora tenha uma carreira, por que o 'seu homem' não pode sustentar uma casa sozinho a vida toda, é muito 'cruel'.

Aff, daí qualquer uma que fizer qualquer coisa que não seja para agradar um macho, vai ser enquadrada como: fútil egoísta (imagina só, gastar o precioso tempo dos homi se divertindo pintando o próprio corpo? Impossível!!!), desleixada egoísta (não usa uma mísera gota de base na cara, e saí com olheiras... Pobre 'homi' do lado que não tem um enfeite que cause inveja nos demais).

Faço coro as meninas: entoar o mantra do 'Foooooooodaaaaa-siiiiiiiiiiiiiii', é o primeiro ato de libertação necessária, para mim, assim como passar batom pink cheguei dá uma paz...

Fantomas disse...

Engraçado... Quando a mulher corta o cabelo e os homens não notam, acham ruim... E agora vêm reclamar que notam e reclamam quando não colocam maquiagem... É como eu disse: não tá fácil pra ninguém... Rsrsrs...

donadio disse...

"A diferença é que os homens não ficam chorando por causa disso."

A julgar pelos comentários no blog da Lola, ficam sim.

q disse...

É, provavelmente nenhum homem vai dizer "aquela ali tá precisando de um rímel, um blush, um lápis de olho, um corretivo". Mas ele julgam e muito pela aparência. Então quando falam homem não liga pra essas frescuras, eu só reviro os olhos. Falam isso, mas também dizem que mulher tem que se cuidar, ser feminina. Qnd eles pensam em mulher sem maquiagem pensam numa mina linda naturalmente sem maquiagem ou aquela maquiagem bem leve, não numa mulher comum de cara lavada.
Acho q maquiagem pode ser algo divertido e tal, mas a maioria das mulheres mais jovens não encaram desse jeito, e sim como algo necessário, indispensável. Na verdade, a minha volta as mulheres não costumam usar maquiagem regularmente, mas eu percebia que as minhas colegas de sala que estavam sempre arrumadas era as que tinham autoestima mais baixa, eram mais inseguras. Maquiagem pode ser algo legal, mas se bem consigo mesma somente qnd está com ela não bem um pouco legal. Me senti mais bonita com delineador e um batom escuro, mas procuro me sentir bem de qualquer jeito, afinal são raríssimas vezes que uso maquiagem.

Anônimo disse...

Adoro maquiagem, tem dias que nem tenho vontade de sair, mas quando começo a me pintar, parece que já vai me animando a cada pincelada.
Eu comecei aos poucos, usando só batom e máscara, agora uso tudo. Mas eu prefiro o estilo de maquiagem leve, sombra ainda não uso, mas já estou pensando em experimentar alguma discreta cor de pálpebras rs
Eu antes sempre ficava pensando como aquelas meninas dos filmes conseguiam ter uma pele, um rosado tão lindo no rosto mesmo aparentando não estar usando maquiagem.
Por desconhecer os produtos, eu era enganada que elas tinham aquela pele perfeita, assim como os homens são quando veem aquelas garotas que eles acham lindas e que são ''naturais''.
Mas não sou escrava da maquiagem, meu namorado me conheceu quando eu não usava nada, e hoje em dia até tiro a maquiagem na frente dele antes de dormir. Ele nem dá palpite, a não ser quando eu pergunto se coloquei muito blush ou não.
Pra mim a maquiagem é algo divertido, apesar de eu ter poucos produtos comparados as outras mulheres. Sempre gosto de ter um produto para cada função de cada vez.
Mas por exemplo, já me rendi a comprar dois blushs, para dependendo do humor, um dia eu usar um rosado e no outro, um pêssego.

Anônimo disse...

"9 de fevereiro de 2016 11:17"

chora mais, machinho

Anônimo disse...

"A diferença é que os homens não ficam chorando por causa disso."

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHHAHAHAHAHAHAHAHA não pera nem vou rir mais
mentira, vou sim HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHA ufa valeu a risada

Anônimo disse...

Tem homem que liga pra maquiagem, tem homem que não liga, e tem homem que faz questão de que a mulher não use para parecer mais natural.
As pessoas aqui sempre querendo categorizar as coisas, cada um é cada um

Anônimo disse...

Não sei como a Lola tem paciência pra tanto homem sonso nesses comentários. "Chorar as injustiças do patriarcado" foi de lascar, depois reclamam as patadas que levam. Esses merdas aparecem em um blog feminista achando que sabem de alguma coisa.

Dan

lola aronovich disse...

Quem disse que eu tenho paciência, Dan? Tô mais pra reação da anon das 11:30 mesmo. Um monte de carinha que virou misógino porque a mãe parou de fazer Toddynho pra ele ou porque, na quarta série, a menina por quem ele era apaixonado não sabia que ele existia -- esse é o típico mascu que vem reclamar de mimimi feminista!
Não existe ninguém mais vitimista que um mascu. Aí só rindo quando vem babacão dizer que a gente é mimizenta por criticar o sistema.

donadio disse...

"Não, o cara que diz que gosta de mulher sem maquiagem não é o mesmo que manda a mulher passar blush."

Talvez sejam mesmo subgrupos diferentes.

O problema é que quando caras do primeiro tipo fazem piadinhas sobre mulheres levarem duas horas se arrumando, não aparece nenhum do segundo tipo pra dizer, "mas peraí, eles precisam ficar bonitas mesmo". Ou ficam calados, ou riem junto.

E quando caras do segundo tipo fazem piadas sobre mulheres mal-vestidas ou mal-maquiadas, nunca aparece nenhum do primeiro tipo pra dizer, "na verdade eu acho que elas ficam mais atraentes quando estaõ sem maquiagem e vestindo roupas de trabalho". De novo, ou ficam calados, ou riem junto.

Natasha disse...

Pura verdade, bando de hipócritas, cobram que mulheres sejam perfeitas e ao mesmo tempo reclamam de todas as merdas que temos fazer para parecermos perfeitas, enquanto isso eles saem com a cara de bosta que nasceram e está muito bom.
Lembrei agora que quando estava na escola, um babaca chegou em mim me dizendo que eu deveria passar batom para ficar "bunitinha" falando como se eu tivesse algum problema mental e n entendesse o óbvio, e a idiota aqui passou, pelo menos foi uma vez só.
Eu n gosto de maquiagem e nem sei passar e ainda tenho alergia, acho muito falso, você está colocando uma mascara na cara. Quando tirar vai ter que conviver com sua cara natural mesmo, então, n vejo sentido. Mas nada contra quem quer usar.
E n se preocupem mascu, depois que aboli homens da minha vida, ela melhorou 1000%!
Sem babacas regulando o que eu como, como me visto, como deveria me vestir, como devo me comportar, quanto devo pesar, sem omi me tratando como objeto, como lixo, como propriedade, diminuindo minha opinião... Nada de bom vem desses merdas.
TOMEM NO CU, BEM TOMADO, QUE EU SEI Q VCS ADORAM!

E eu n consigo acreditar que uma mulher vá casar com um babacas desses, que fala que n vai deixar ela usar maquiagem de puta, deve ser o mesmo que proíbe a mulher de cortar o próprio cabelo, afinal , é propriedade dele.

Fantomas disse...

"Só os tolos não julgam pelas aparências". (Oscar Wilde).

Anônimo disse...

Ele me chamou de bobona!!!!!!! Lola, dana com ele!!!!

lola aronovich disse...

Ô mascu infeliz que já deixou 330 comentários do tipo hoje (todos deletados), vc não tem nada melhor pra fazer na terça de carnaval não? Vai ler um livro, cara. A autora do guest post ou qualquer comentarista aqui não está se vitimizando e nem dizendo qualquer coisa referente a ELA. Vc não entendeu mesmo? Ou vc nem leu o post e já veio trollar?
Vai procurar o que fazer! Não tem mais blog ou fórum mascu pra vc comentar não? Sumiram todos?

Anônimo disse...

Qualquer pessoa que poste comentários num blog numa terça de Carnaval (ainda que seja pra falar a favor) é, em certa medida, uma pessoa fracassada...

Anônimo disse...

"Tem homem que liga pra maquiagem, tem homem que não liga, e tem homem que faz questão de que a mulher não use para parecer mais natural.
As pessoas aqui sempre querendo categorizar as coisas, cada um é cada um"

A diferença é que tanto o homem que liga, quanto o que não liga e o que faz questão, para NENHUM DELES a opinião foi solicitada.

Anônimo disse...

Mais fracassado ainda é você, que não posta nem a favor nem contra, posta só pra falar o quanto os outros são fracassados

Anônimo disse...

"Anônimo disse...
Qualquer pessoa que poste comentários num blog numa terça de Carnaval (ainda que seja pra falar a favor) é, em certa medida, uma pessoa fracassada..."

Claro. Sucesso pessoal é medido pela capacidade de participar de uma festa de qualidade e segurança bastante questionáveis.

Anônimo disse...

Então parem de se importar com a opinião deles, Ué...

Anônimo disse...

Sua visão limitada de como aproveitar um feriado de 5 dias dá uma boa dimensão do seu fracasso...

Anônimo disse...

HAHA e o que voce está fazendo aqui, Mr. Self Made Man?

Anônimo disse...

O mesmo que vocês todos, seus fracassados. Rsrsrsrsrs...

Anônimo disse...

Postar no maior blog do Brasil sobre um tema do seu interesse (feminismo) é realmente a epítome do fracasso. Tente novamente troll fracassado.

Anônimo disse...

Vocês não estão entendendo... O fracasso não está em postar o comentário. Está em ser comentarista frequente, inclusive em feriados, e durante a madrugada...gente de sucesso não dá essa importância a uma coisa como o "blog da Lola"...

Anônimo disse...

Lola, To no carnaval de rua aqui e um menino me chamou de bonita! Dana com ele lolaaaaa me salve!!!

Anônimo disse...

"gente de sucesso não dá essa importância a uma coisa como o "blog da Lola"..."

É... os fracassados da Globo e da Folha de São Paulo já fizeram matérias com ela, mas deve ter sido engano deles.

Anônimo disse...

É, tem razão... Quem passa o dia todo monitorado comentários pra poder ficar retrucando tem o mesmo sucesso da Folha e da Globo... Kkkkkkkkk...

Fracassado disse...

Em homenagem aos contumazes comentaristas desse blog, doravante usarei o nickname "Fracassado".

Anônimo disse...

Alguém conhece alguma marca de maquiagem que os homens gostem?

Anônimo disse...

Essa caixa de comentários esta terrível!
Que falta faz o Jonas aqui.

Fracassado disse...

Kkkkkkk! Você tá de brincadeira, né?

Anônimo disse...

Fracassado é quem passa o dia no blog alheio pra trollar.


Sábado em Salvador uma moça levou um copo de vidro na cara porque recusou uma cantada e disse pro cara largar o braço dela.
Nesse panorama nada mais engraçado do que fazer piada com mulheres que se irritam por ser chamada de bonita.

Anônimo disse...

O Jonas pelo menos tem alguns comentários adultos, diferente de muitos comentaristas aqui.

Fracassado disse...

Mas eu nunca disse que não era... Rsrsrs...

Anônimo disse...

concordo com o primeiro anônimo, post que generaliza tudo.
Meu relato: sou uma mulher NÃO FEMINISTA que não me maquio, no máximo passo delineador em dia de festa. Não me maquio não por uma questão feminista mas simplesmente porque não gosto, acho que estraga a pele e SIM perde-se muito tempo.
Resultado? NUNCA tive problemas com homens por isso, pois saio com homens que gostam de mim pelo o que sou. Além do mais sempre recebo elogios por estar com quase 40 anos e pele de bebê. Nem me venham com histórias. Maquiagem estraga sim a pele.
As únicas pessoas que me criticam por eu não usar maquiagem são alguns colegas gays e mulheres.
Então vamos parar de ficar generalizando, criticando homem. Homem nem sabe o que é delineador nem entende porque mulheres na sua maioria aos 50 anos perderam a sobrancelha e agora tem que pintar (foi de tanto que tiraram, viu marmanjos) chega de tanto ódio contra os homens, sério. Querem se maquiar, se maquiem, não querem, não se maquiem! Simples assim! Que um homem te critique por isso (repito quanto a maquiagem eu sempre recebi críticas de homens gays e mulheres, os homens heteros sempre me elogiaram pelo fato de eu ir sim de cara lavada). Chega de por a culpa no outro.
Beijos.

Anônimo disse...

Não tinha acabado a frase: que um homem te critique por causa de maquiagem só prova duas coisas ou é gay ou simplesmente não gosta de vc.
Vamos ser um pouco mais independentes em relação à aprovação dos outros, ok? Parar de jogar a culpa no outro.
usa maquiagem quem quer e não usa quem não quer. Pra quê complicar a vida?

Anônimo disse...

Leio o Blog ha uns bons anos e nunca comentei. Mas esse post me incentivou, pois fiz essa reflexão semana passada: Somos sempre julgadas por fazer ou por não fazer algo. No meu caso é o tal de usar o "poder feminino", sou uma garota "dentro dos padrões", mas nunca quis nem nunca soube usar esse tal "poder", gosto de ser bonita, gosto de receber elogios e só! Reconhecimento quero ter pela minha capacidade, competência e dedicação (ninguém acredita quando falo isso, dizem que estou sendo falsa ou fazendo "média). Acontece que semana passada meu chefe perguntou se eu não viajaria para o carnaval, respondi que não porque não tinha dinheiro. Foi então que, pasmem, ele respondeu "mulher inteligente não precisa de dinheiro pra viajar", mesmo dizendo que não sou objeto de barganha, ele falou "só as bobas barganham, as espertas enrolam". Engraçado que este mesmo chefe reclama de garotas que saem com ele e fingem que vão "barganhar", mas na verdade o enrolam, ele não fala boa coisa delas. Mas veja bem a lógica dele: se eu estivesse barganhando seria puta, se estivesse enrolando seria desonesta, se prefiro não enrolar nem me trocar por showzinho sou burra. Assim como se sou vaidosa sou fútil, mas se não, sou mal cuidada; se faço dieta sou neurótica, se não, sou desleixada. Ah... Essa sociedade bipolar!
-Lu

Anônimo disse...

O jogo não foi feito pras mulheres ganharem mas as espertas podem sim dar um jeito de burlar as regras e levar vantagens.

Anônimo disse...

18:59 mascuzinho você realmente precisa treinar. Sério, no segundo comentário você já vai falando em espantalho - a desculpa mascu mor pra própria babaquice? Assim não tem embromation que aguente, filho. Vá falar com seu professor de trollagem e peça o dinheiro de volta porque você não aprendeu nada.

Anônimo disse...

08:36, sério, ninguém aqui odeia homem (tirando uma ou outra q n sei se é troll ou n). E você pode não se considerar feminista, não sei por que cargas d'água (vc nem precisa ser ativista pra ser feminista), mas tá de parabéns pela sua atitude. Não duvido que você só tenha ouvido críticas pela falta de maquiagem apenas por mulheres e homens gays - o que NÃO DEIXA DE SER MACHISMO. Mas olha, minha vivência é completamente diferente - sempre ouvia homens (no sentido de coletivo de homens, não "todos os homens")comentando que "preferiam mulher sem maquiagem", daí eu e meninas explicavam que na verdade o que eles gostavam era da "no 'make up' make up", porque TODAS as meninas do meu grupo (siiim, não todas as mulheres do mundo) já ouviram o clássico "você tá doente?" no dia em que não passaram maquiagem alguma. E a maior parte dos caras que afirmavam tão categoricamente que "preferiam mulher de cara lavada" também falavam mal de fulana ou sicrana que "tinha cabelo ruim, não se arruma, fede". Ou seja, pra eles, tanto faz se tava arrumada ou não, o que eles gostavam mesmo é de dar opinião não solicitada.

Ray Batista disse...

Isso mesmo, Jane. Homens saem por aí cagando regra, não importa o que você faça ou deixe de fazer. E como se eles tivessem todo direito de julgar.

Ray Batista disse...

o que mais tem aqui é choro de mascu

Anônimo disse...

Sou a que se assumiu anti-feminista que nao se maquia.
Resumão: é com a historia do burro, do velho e do menino. SEMPRE vao te criticar seja homem, mulher, velho, jovem... use maquiagem, nao use maquiagem... é por isso que eu repito que acho tudo isso um baita mimimimi. Anonimo 23:27 se um homem falou isso de que "ta doente" se nao usa maquiagem... bom e isso faz alguma diferença na sua vida? Exceto se é uma obrigação idiota da empresa onde vc trabalha, acho que nao tem que dar a minima bola

Por que nao me considero feminista? Bom, isso é uma longa historia que to com preguiça de explicar agora....

Anônimo disse...

Você não se considera feminista porque é burra ou muito ciente do próprio machismo, escolha.

Nagamine disse...

Minha esposa não usa maquiagem na maioria dos dias. Às vezes ela passa um pó para esconder uma espinha. E passa um batom de cor indefinida (aos meus olhos) para ir trabalhar. Ela é muito alérgica e a maquiagem que não dá alergia nela é MUITO cara.

Como ela é assim desde que a conheci, há mais de dez anos, nunca pensei sobre isso. Muito menos comento sobre o assunto. Outras mulheres que conheço também nunca achei que se maquiavam demais ou que demoravam por isso. Devo ser um sujeito de sorte, ou então sou distraído.

Anônimo disse...

Sou a que não me assumo feminista:

Pensando melhor sim que é verdade que uma vez um chefe meu fez um comentario, eu nunca usava maquiagem (como a esposa do Nagamine eu sou alergica, acho caro e nao gosto, nao sei, nao uso) mas em festas como falei uso delineador.O meu chefe comentou que eu parecia outra pessoa, era muito mais bonita, devia me maquiar mais. Mas bom, como a opiniao dessa pessoa é totalmente irrelevante na minha vida, eu ate tinha me esquecido.

Por que nao me considero feminista? BBom vamos lá: textao

Eu pensava que era feminista, pois lutei muito para ter meu proprio emprego, abri minha propria empresa, fali, reabri, fiquei a vida inteira lutando para ser independente. Falhei muitas vezes e me reergui outras tantas porque eu so dependdia de mim mesma, nao tinha nem como desistir.
No fundo eu queria ter conhecido alguem, ter me casado, constituido familia, mas por algum motivo nao deu certo. Noivei duas vezes. Um deles consegui me livrar a tempo pois começou a se mostrar violento e o segundo, faleceu. Tardei 7 anos para me reerguer do baque e depois tentei voltar a tentar a encontrar algeum mas me encontrei com "Geracao Tinder" em que as pessoas nao querem conhecer de verdade outras pessoas, é tudo muito fast fuck como diz um amigo meu. Não gosto disso entao é dificil mesmo. Estou com quase 40 anos e bastante frustrada nesse quesito, eu confesso, nao tenho problemas em admitir que fui obrigada a ser mulher independente mas gostaria de ter constituido familia.

E sou uma mulher que estou sem transar ha anos porque nao quero transar por diversao, tenho valores conservadores nesse quesito, minhas amigas (feministas) me chamam de machista por isso.
Tb li em posts feministas que feminismo so com comunismo, bom, eu sou empresaria, e sou completamente a favor do livre comercio ... entao se o feminismo atual esta emparentado com o comunismo, logicamente me considero anti feminista.

Alem do mais, sou machista sim, pois gosto quando o cara é cavalheiro e faz aqueles pequenos gestos como abrir a porta pra mim.... desculpem! sou a favor de dividir as contas, mas gosto quando o cara se dispoe a ele a pagar, embora no final dividmos as contas.

Entao segundo parametros feministas sou machista.

mas nao quero briga, so to desabafando,
Abraços a todos.

Anônimo disse...

Ah mais uma coisa que me fez desistir do feminismo: perguntava sempre porque as feministas nao iam em contra a mutilação genital feminina em países africanos e muçulmanos e a resposta wue me dava era "é algo cultural, vc tem que entender". Depois dessa resposta que veio de de mais de uma feminista eu percebi que é só um movimento massa de manobra da esquerda.