sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

NÃO TEM NADA QUE MASCU ODEIE MAIS QUE MÃE SOLTEIRA

Mascus se desesperam porque mães solteiras não se desesperam

Esses dias bastante gente se chocou com uma postagem mascu contra mães solteiras. Não vou por o link aqui porque não ajudo a divulgar blogs de ódio. Mas incluirei prints para que vocês possam ver com seus olhos até onde vai a insanidade misógina.
Clique em todas as imagens para ampliá-las
O blog em questão é um dos maiores da blogosfera de finanças, que, nos últimos anos, têm se tornado reduto de mascus. Já avisei faz tempo. Os blogs e fóruns mascus mais "tradicionais", digamos assim, estão às moscas e só sobrevivem por conta do Facebook, sempre um bom lugar pra se odiar. 
Continuação do post. Sobrou até pro surfista campeão mundial
Porém, nesse blog mascu em particular, o autor dá amplo espaço para que rapazes rejeitados pela sociedade, tímidos, anti-sociais, cheios de complexos e de ódio, possam se expressar. Se em outras páginas mascus discursos vitimistas já deram o que tinham que dar, neste ele é incentivado.
JPBF = Jovem Pobre Beta Feio
A começar pelo próprio autor do blog, que é branco, tem quase 30 anos, mora com os pais (porque quer), está fazendo MBA, trabalha num escritório, ganha mais de 6 mil por mês , e tem 200 mil reais guardados. Mas ele se vê como a verdadeira vítima, "estuprado" (termo que insiste em usar a cada post) pela sociedade por não ter Panicats jogadas a seus pés e Camaros na sua garagem.
A palavra "estupro" não aparece aqui, mas é o sonho de todo mascu ter nascido décadas e séculos atrás
Extremamente infeliz e revoltado, este rapaz vive na depressão, bebe demais, e odeia sua vida. E a vida de todo mundo a seu redor, óbvio.
O total descompromisso mascu com a realidade
Seus leitores são idênticos a ele, com a diferença que não ganham tão bem. Todos detestam "alfas" (mascus dividem todos os homens em duas categorias, alfas e betas), que pegam mulheres sem esforço. Ao mesmo tempo, nas suas eternas contradições, idolatram Aécio Neves. Todos são de extrema direita, racistas, homofóbicos e, acima de tudo, misóginos. 
Racismo, a gente vê por ali. Este é um comentarista, mas o autor do blog vive chamando brasileiros de bonobos e chimpanzés e xingando pardas
E todos odeiam o Brasil, que chamam de "Bostil". Essa é uma característica de todos os reaças. Eles acreditam que o Brasil é o pior lugar do mundo pra se viver, por causa das pessoas, que seriam feias, burras, corruptas e incompetentes, além de miscigenadas. 
Pelo menos esse leitor foi desprezado pelos colegas e demitido
Eles são os únicos que prestam, e têm certeza de que, se tivessem nascido em qualquer outro lugar, estariam nadando em dinheiro.
Aqui o autor do blog explica o motivo do seu ódio
Camiseta mascu
vendida nos EUA:
"Eu apoio mães
solteiras. Um dólar
por vez"
O blog em questão tem três anos e, acreditem se quiser, ganha dinheiro com AdSense (blogs feministas como o meu não podem ter AdSense por tratarem de temas como liberdade sexual, aborto e estupro. Mas blogs mascus cheios de ódio têm aval do Google não só para existirem, como para lucrarem com anúncios). No começo, ele era machista, mas não era misógino. Com o tempo, foi ficando cada vez pior, até adotar termos como "merdalheres" para se referir à metade da população, que inclui sua mãe e suas três irmãs. Alguém deve ter avisado que essa expressão é marca registrada dos mascus sanctos, então agora ele nos trata como diabolheres, vadias, depósitos...
O que mais me choca é que nenhum blogueiro de finanças foi capaz de chegar no rapaz e dar lhe um toque, dizer que estava exagerando, que estava inclusive expulsando leitoras interessadas em finanças pessoais. Em vários posts, o autor defendeu algo que é criminoso -- discriminar mulheres abertamente, pregando a não contratação de qualquer indivíduo do sexo feminino.
Página mascu no FB associa mãe solteira a câncer e Aids

Seu post contra mães solteiras não deveria ser espantoso para quem conhece a ideologia mascu. No Brasil e em outros países onde existe o masculinismo, o ódio contra mães solteiras é uma das principais regras. Por exemplo:

Essas palavras são parte de um post chamado "Como combater o feminismo e a hipocrisia das mulheres", escrito por um dos gurus mascus, Silvio Koerich (não seu nome verdadeiro). SK tomou doril e sumiu em abril de 2011, assim que aconteceu o Massacre de Realengo e a polícia foi investigar a relação entre o assassino e blogs e fóruns mascus. Este post deve ser de 2010, no mínimo. Ele é um resumo do que os mascus acreditam.
Este comentarista que adora crianças foi execrado pelos demais
Mãe solteira, pra eles, é qualquer mulher que crie filho sem a presença masculina, seja ela viúva ou divorciada. Alguns mascus (os da ala Guerreiros da Real) chamam filhos de mães solteiras de EAA (Esporrada Alheia Ambulante). Classy. Esses são os mesmos que juram combater o aborto pensando nas criancinhas.
"Vai saber que índole tem um ser humano desses". Piores comentaristas da internet preocupados com índole

Mascu, como todo neonazista que se preze (e muitos o são), dão grande importância pra genética. Um dos motivos d'eles odiarem as próprias mães é que creem que a beleza é passada da mãe pro filho. Como eles se acham feios, culpam a mãe. Todo o panfleto contra namorar mães solteiras é também contra um homem assumir filho de outro. Ou seja, eles são contra adoção. O print acima, dos piores comentaristas da internet, é uma ilustração disso.
No título deste post, eu disse o óbvio: que não há nada que mascus detestem mais que mãe solteira (e gordas, e feministas em geral). Mas eles também odeiam homens que se relacionam com mulheres que já têm filho(s). Para um "movimento" que se diz pelos direitos dos homens, ele não parece ser lá muito pró-homem.

107 comentários:

Raven Deschain disse...

Ai ai esses comentaristas anônimos da internet. Que pena deles.

Mas enfim, Lola, eu não tenho essas merdas de redes sociais, mas uma colega de trabalho (que nem imaginava que eu fosse feminista), veio comentar de uma página que ela encontrou, que era bem isso: esculacho sobre mães solteiras. O papo era mais ou menos isso, desse blog xexelento. Vai ver é o mesmo cara. Ela disse que respirou e só denunciou a página, pq viu que não ia adiantar nada entrar num argumento com esses caras. Outro dia, uma equipe de remadoras fez uma ação aonde elas apareciam de seis nus nas fotos. Foram censuradas pelo facebook. Mas um cara branco, hetero pode sair falando a merda que ele quiser, que de boa. É liberdade de expressão. Nojento.

Anônimo disse...

Percebi uma coisa com esse texto.
Alguém já percebeu que mulheres tímidas/excluídas/discriminadas na sociedade, em especial as que passam por preconceito por serem "gordas", negras, pobres, vítimas de violência, no geral pensam em suicídio?

Agora homens, que geralmente são tímidos/excluídos, mais por problemas de relacionamento que qualquer outra coisa, pregam o ódio e querem matar todo mundo?

Me parece muito que mesmo na "revolta" as mulheres são ensinadas e sofrerem quietas, a serem passivas, a sentirem enorme culpa.
Já os homens são ensinados a ter voz, a serem agressivos e culpar os outros.

Machismo vai muito além do que a gente pensa.

Anônimo disse...

Esse é o tipo de post/ texto que tem tanta merda, mas tanta merda escrita (não da sua parte Lola, falo dos prints deles), que a preguiça de responder tudo isso é maior que tudo. É tanto lixo defecado pelos dedos que vc não sabe nem por onde começar, e caso se dê ao trabalho de responder ponto por ponto ainda vem os mascus dizer que tá tudo errado sem ler. Aí como ninguém refuta nada por preguiça, os caras vem aqui e falam "mitos, meteram a real, toma essas feministas, quero ver refutarem agora, o feminismo acabou", e a sua cara:
-,-

Jonas Klein disse...

Olá Lola.

Excelente artigo este, sabe duma coisa estes sujeitos ai que você retratou no post, não passam de Gays enrustidos ou mal amados, e se são mal amados e porque nunca amaram ninguém direito também. Agora eu tenho certeza que se a homofobia acabasse hoje, amanha maioria (talvez quase todos) dos machistas, mascus e assemelhados sairiam do armário.

Quanto às mães solteiras, e mulheres que já tem filhos independente de qualquer situação que envolva elas, nada contra elas, mas eu particularmente já prefiro não me envolver com mulheres que já tem filhos.

Claro que eu não critico de modo algum os homens que se envolvem com mulheres que se encontrão nesta situação, eu só não tenho interesse e nelas, eu posso ser muito amigo de uma mulher que já tem filho, mas nossa relação vai fica só na boa amizade mesmo.

E isso não e porque não querer assumir o filho(a) de outro homem, pois tanto homem quanto mulher que se envolve com uma pessoa que tem filhos, não tem qualquer obrigação de ordem material ou efetiva com quem não é seu filho(a), mas mesmo assim eu me reservo o direito de não me envolver com mulher que tem filho.

Isso que eu disse ate pode parecer estranho, por eu ter interesse preferencial por mulheres que já tem experiência sexual para namoro, casamento e etc. e não ter interesse por mulher que já tem filho, mas paciência e assim que sou e pronto.

Boa tarde

Kittsu disse...

wow... quanto ódio. Te juro que eu SEMPRE fico suspresa com a quantidade de ódio contida nesses foruns/relatos/pessoas. Eu sei exatamente o que esperar, conheço a mentalidade dessas pessoas... mas como conseguem transbordar tanto ódio, como conseguem lidar com todo esse descontrole emocional? Como as pessoas à volta deles conseguem lidar com essa falta de inteligência emocional - e pior ainda, com essa falha de caráter gritante?

Que bizonhêra, espero que virem gente.

Anônimo disse...

É bem isso :(

Anônimo disse...

A neta e herdeira do Onassis, Atina, é casada com um pai solteiro, cuja filha é criada por eles, vez que a mãe suicidou-se. O casal não tem filhos próprios ainda, mesmo tendo se casado há alguns bons anos já. O casamento vai muito bem, obrigada.

Anônimo disse...

Que bobagem! Mulher com ou sem filho nao tem nada a ver...

Anônimo disse...

Eu também nunca quis casar com homem que já tivesse filhos ou tivesse tido vida em comum, quer casado quer, amigado.

Anônimo disse...

Só a vida e a tortura psicológica que esses caras tem já devem causar uma dor imensa neles... :)

Anônimo disse...

Não li nenhuma daquelas imagens, me dá nojo sabe.
É irônico que eles não param para pensar o motivo de ela ser mãe solteira. Ficam insultando as mulheres que são, como se isso fosse motivo de vergonha. Vergonha é o desgraçado que abandonou o filho! Ela é uma guerreira, não uma vergonha. Ela é mãe solteira pq assumiu sozinha a criação do filho, que o pai nõ está nem aí pra ele.
E eu duvido que não há nenhum no meio deles que é filho de mãe solteira, e que não foi parar num orfanato pq a mãe mandou um foda-se pra sociedade machista e foi criar o filho sozinha.

Anônimo disse...

Kittsu, talvez o ódio seja causado pela situação em que essas mulheres são colocadas pelos acontecimentos. É muito triste ver como nossa civilização lida com tudo que não seja a família nuclear, composta de pai, mãe e filhos, debaixo dos votos matrimoniais e tal.

Eu tenho ódio da pobreza, mas sei que pobreza não existe,o que existem são pobres e pobres são criados justamente por homens que engravidam mulheres solteiras sem recursos e as abandonam com os filhos sem eira nem beira. Isso me enraivece muito.

Anônimo disse...

A questão são os termos usados, cada um tem a liberdade de se envolver com quem quiser,

@vbfri disse...

Anônimo falou...

"Me parece muito que mesmo na "revolta" as mulheres são ensinadas e sofrerem quietas, a serem passivas, a sentirem enorme culpa.
Já os homens são ensinados a ter voz, a serem agressivos e culpar os outros."

É isso!!! É exatamente isso!!

Mas aí você vê que pessoas felizes não estão nem aí se a pessoa tem filhos, se não tem, se foram casadas, se não foram.

Uma amiga minha casou-se com um cara que era viúvo e tinha duas filhas pequenas (mais uns dois ou três filhos de um casamento anterior). Estão juntos há vinte anos, felizes, com duas meninas lindas. Minha amiga nunca teve filhos biológicos por problemas de saúde e é apaixonada pelas filhas que ela criou.

Todo mundo bem, feliz, e com zero preocupação sobre a vida alheia.

O que esse povo precisa é cuidar da própria vida.

André disse...

De subjulgar ele parece entender.

André disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabi Caruso disse...

Geeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeente do céu! Senti raiva das imagens por todas as mulheres mãe solteiras que conheci e que existem no mundo. Sério... depois as feministas que culpam os homens de tudo. Alguém que pensa assim tem SÉRIOS problemas na cabecinha. Credo Lola, não dá vontade de viver nesse mundo.

Anônimo disse...

Jonas Klein, o rei dos verbos no infinitivo (sqn!) e do português bem escrito (HAHAHAHA!) ataca novamente:

"Excelente artigo este, sabe duma coisa estes sujeitos ai que você retratou no post, não passam de Gays enrustidos ou mal amados"


é claro, Jonas. Porque comparar esses mascus babacas com gays é super legal. É tudo a mesma coisa, né?! ¬¬

Afff.

Não entendo como esse rapaz insiste em dividir esses comentários homofóbicos e infelizes num blog feminista. Não entendo!

Fernanda

Anônimo disse...


que tal aquelas que se envolvem com canalhas sabendo que o são e de algum jeito esperavam ser bem tratadas?escolheram babacas e isso q recebem,resultado de suas ações.
q tal aquelas que nem sabem quem é o pai da criança?
kkkkkk pobre vitimas

Anônimo disse...

Só pena dessas pessoas, que pensam dessa maneira, concordo com o anônimo das 13:10, a pessoa tira a individualidade do ser o rotula e ainda acha certo agir de tal maneira.

Li um relato sobre isso (http://lugardemulher.com.br/maes-solteiras-buscam-namorados-e-nao-pais-para-seus-filhos/) e só penso o quanto é bom ligar o foda-se para esse tipo de gente.
Cris

Anônimo disse...

Obs:

- Mascus simplesmente não crescem. Se os pais obrigassem o bebêzão do blog a sair da mamata e se virar sozinho logo logo aprendia a ser gente.

- Precisa se ligar que os filmes do Zé do Caixão são só ficção. Essa história de imortalidade do sangue é lorota. Desafio-o a achar um descendente de D. Pedro I que tenha o mesmo DNA exato, IDÊNTICO sem tirar nem por um cromossomo sequer.

- Han, mulher tem sempre o mesmo gosto? Puxa, não deve haver nenhum negro, asiático, gordo, baixo nem índio casado nesse mundo né? Vou avisar meu tio gordinho e meu vô baixinho que eles não existem e já volto.

- O Brasil é uma b**ta mesmo, mas não é nem de longe o pior país do mundo. E que diferença faz pros mascus, em qualquer outro lugar a vida deles seria uma b* da mesma maneira. A vida de m* deles está intrinsecamente ligado a quem eles são e à sua ausência total de caráter.

- Se a mulher do chefe é casada, isso significa que ela não é mais mãe solteira. É mãe casada já. Burro que não sabe ler um registro civil, dãããã!

- Irrita porque ele é um babaca fracassado que se detesta, mas ao invés de assumir que é um traste e tentar mudar, mais fácil botar a culpa em quem não tem nada a ver com sua loserice. Coisa de quem ainda não saiu mentalmente das fraldas. Idade mental de 5 aninhos explica.

- Vou comprar um daqueles bonecos bebês hiper realistas e carregá-lo comigo num sling pra onde eu for. Deve ser que nem alho pra espantar vampiro.

- Não, ele não 'namora' uma mãe solteira. Ele á a 'marmita' da mãe solteira, sabe como é né, o brinquedinho quebra e não dá pra comprar outro até sair o salário no fim do mês, então a pobre coitada se conforma e quebra o galho com um mascu mesmo.

- A menos que a criança já tenha nascido com a condição GENÉTICA de tendência à psicopatia, são os pais os principais formadores da índole de uma pessoa.

- Filhotinho tem que ter pedigree ou papai mascu joga fora, né?

- Depois as feministas é que são 'nazis'... e não, esses caras não precisam de um psicólogo. Precisam é de cadeia mesmo.

Mascus, se joguem de cabeça num poço. Sério, vai ajudar muito, vai acabar com muuuito sofrimento.

Anônimo disse...

Lolita
Só uma perguntinha: quando você foi lá fazer o B.O. por causa das ameaças, os(as) poliça não a aconselharam a NÃO DAR IBOPE PARA OS MASCUS?

Raven Deschain disse...

- Vou comprar um daqueles bonecos bebês hiper realistas e carregá-lo comigo num sling pra onde eu for. Deve ser que nem alho pra espantar vampiro.

Kkkkk q execelente idéia.

Outro tópico bom seria falar tb de como mães solteiras tb são tratadas como putas. Tipo: "ah, ela tem um filho e não é casada. Deve dar pra todo mundo".

Pelo menos aconteceu bastante comigo e com algumas amigas quando nossos filhos eram pequenos.

Laryssa disse...

Aff esses mascus são uns completos idiotas, quando leio este tipo de coisa me pergunto de que planeta saíram, nossa é cada absurdo que falam, não pegam mulher pq não tem conteúdo que mulher em seu juízo perfeito vai querer namorar e casar com umas criaturas dessas nenhuma, quando abrem a boca só falam besteira.

D Stoffel disse...

Sim mãe solteira não pode e abortar também não, mas paternidade é facultativa.E pai solteiro é um herói. E não sei com eles não cansam, esse discurso não bate é enfadonho, as mulheres já tão cansadas, até em páginas não feminista eu vejo comentários contra machismo de vez em quando vindo de mulheres são comentários simples mas que já dá pra entender que mulher já tá cansada de tanta cagação de regra.

Anônimo disse...

Laryssa
ainda existe muitas infelizmente pois o machismo sempre colocou que a mulher tem que aceitar tudo e que uma mulher sem homem ñ é completa
Mulheres crescem para receber a aprovação masculina é comum pegar mulheres falando e fazendo coisas só pra agradar, coisas que nem ela própria acredita, mas essa foi a função que o machismo deu a mulher aceitar a cagação de regra.

Julia disse...

Mascus são basicamente crianças que não cresceram. Conheci um que dizia o motivo principal de sua raiva era a rejeição das meninas com quem estudou na escola - e ele tinha 37 anos! Mal sucedido apesar de sua família rica, morava com os pais e tinha um enorme orgulho de ter comprado tudo tinha no seu quarto: uma tv e seu video game. Lembro que depois ele arrumou uma namorada. Seis meses depois, ela queria transar e ele arranjava todos os motivos do mundo para recusar: do cabelo mal escovado até a pele com espinhas.

Não gosto de chamar homens babacas de gays mal resolvidos porque é ofensivo aos homossexuais. Mas se tratando dos mascus que conheci, tem sim um questão de sexualidade mal resolvida. Eles criam padrões estéticos impossíveis exatamente para não precisarem lidar com a sua sexualidade. Sem contar com toda essa idealização dos machos alfas.

Anônimo disse...

"Mas se tratando dos mascus que conheci, tem sim um questão de sexualidade mal resolvida. Eles criam padrões estéticos impossíveis exatamente para não precisarem lidar com a sua sexualidade."

É verdade, conheci alguns que eram parecidos com mascus e faziam "marriage strike" que confessaram ter tesão até na mãe, eles têm problemas profundos, mas acham q o problema tá no mundo!

@vbfri disse...

"- Vou comprar um daqueles bonecos bebês hiper realistas e carregá-lo comigo num sling pra onde eu for. Deve ser que nem alho pra espantar vampiro."

Caraca!!! Que ideia fantástica!!!

Já estou juntando dinheiro para o meu!!!!

Anônimo disse...

anonimo 12:02
é verdade as mulheres são feitas para se culparem os homens as mulheres sindrome de ADÃO, os homens até se suicidam mais, mas são as mulheres que cometem mais tentativas.

Anônimo disse...

Nossa, nem consegui ler uns prints. É de passar mal de tanto ódio e burrice e ignorância.... que horror!

Ana Torres disse...

Credo, gente! Isso é de passar mal, tanto ódio gratuito!! E ainda por cima essa mascuzada deve tudo ter padrasto. Hahaha adorei a ideia do bebe fake!! Mascus tô fora!! Melhor morrer virgem!! Kkkkkk

Anônimo disse...

e cagam regra até pelos dedos como são chatonildos zzzz

Anônimo disse...

será que ser masculino é ser idiota imbecil e machistantas??
e os Estados unidos hein... eu vi uma menina dizendo que os americas são fofos e não machistas ! pelo que vi decepcionante, se parece + os brazucadas de sempre so que com + requinte de crueldade

Anônimo disse...

mascu=ignorantes todo mundo que tem preconceito é ignorante e aposto que tem negros no meio mas quando sofre um racismo ficam no Deus me acuda. sinceramente não tenho pena de negro mascu, pregam o ódio só aonde não lhe doem e depois vem com mimimi quando tacam-lhe sal na ferida.
Soridade é a palavra se tu sofres preconceito tem que ser solidário com o preconceito do outro.

Anônimo disse...

o mascu que disse que pra mulher basta ter beleza mediana kkkk faz me rir na verdade não, isso se deve pq homem é facil demais pra sexo então pra mulher transar é rapidinho achar. Eu falei só pra transar pra namorar é dificil ainda mais um cara bacana.
Mas a beleza é bem mais cobrada pras mulheres: não dizem que rugas são charme nem cabelo grisalho, barriguinha é normal ,e que a mulher é igual a vinho. Muito pelo contrário há sempre uma revista um programa dizendo como as mulheres devem fazer dieta,sexo,como disfarçar isso aquilo entre outra baboseiras.

Anônimo disse...

Na verdade, Arnoldinho fofo, a maioria das mães solteiras está nessa condição porque um machista idiota não quis chupar bala com papel e depois pulou fora na hora de registar e criar o filho. E pra quê uma mulher vai querer compromisso com traste? Traste só serve de marmita quando a mulher tá muito desesperada, filho, mas garanto que nenhuma mulher com um mínimo de dois neurônios funcionais quer um mascu dentro de casa, dando mal exemplo pro filho dela. Mas entendo sua revolta, nem pra marmita de mãe solteira tu serve, tua auto estima deve estar lá no chão...

Bem feito.

Caramba, acho que vou registrar meu amuleto espanta-mascu porque a coisa tá mais feia do que pensava. Vou correndo divulgar por aí.

Anônimo disse...

outra coisa é que tem muito homem que não quer por camisinha pfvr mulheres não permitam isso, e não engulam nada daquela gosma isso faz mal a saúde se o cara não aceitar manda ele ir procurar uma otaria. não venham com esse papo furado de vou ser traída pois conheço mulheres que se sujeitam a tudo se dão mal e ainda são cornas, e no final o cara ainda sai falando mal.
Sejam egoístas pensem em si mesmas.

Anônimo disse...

ow cabeça de bigorna volta pro redtube.
a conversa aqui não chegou na punhetaria.

Katsawa disse...

Eu sou homem e pelo contrário, eu na verdade admiro aqueles homens que namoram uma mãe solteira, pois se é muito dificil lidar com os nossos proprios filhos, imagine os filhos dos outros. Muitas crianças tem muito cuime da mãe e em muitos casos hostilizam o padrasto. Homem que namora mãe solteira, tem minha total admiração, por ser alguém que possui uma grande habilidade em lidar com as crianças, pq precisa ser um verdadeiro psicologo infantil para lidar com muitos destes casos, muitas destas crianças possuem até traumas por terem sido abandonadas pelos pais biologicos, e em muitos casos, não aceitam em hipotese nenhuma o novo namorado da mãe. Eu realmente não conseguiria namorar uma mãe solteira, mas conheço diversos homens que namoram e sabem lidar com os filhos dos outros, todos eles são pessoas muito boas e possuem minha total admiração. Por isto que não consigo entender certos argumentos sem sentido e totalmente ilógicos como os apresentados por todos estes homens que por terem uma auto estima muito baixa e serem muito infelizes, querem ditar regras de odio que não possuem o menor sentido logico, afinal o padrasto não tem nenhuma obrigação financeira com a criança (e muitas das minhas amigas que são mães solteiras nunca demonstraram nenhum tipo de interesse financeiro com seus namorados, são verdadeiras guerreiras como muitos dizem, não precisam de outro homem para a criação financeira dos filhos). Acho que no fim, estes homens pelo seu proprio odio, cavam a propria solidão, terminam todos sozinhos e infelizes. São dignos de pena mesmo.
E quanto aos casos, como eu conheço, do pai solteiro que é a madrasta que assume os filhos dele (enquanto a mãe biologica ou sumiu ou morreu)? Acho que nenhuma mulher normal se oporia a esta situação.

Mariana disse...

Eu não consigo nem sentir raiva de alguém com esses tipos de pensamento, tudo o que me resta é pena.
O pior é que enquanto eles não assumirem serem autores dos seus fracassos, ao invés de culpar a mulher ou a sociedade, eles nunca deixarão de serem fracassados. Como obter uma conquista se vitimizando? Como melhorar de vida se não enxergam o motivo de suas derrotas?
A falta de coerência em seus discursos de ódio é nítida, são pessoas extremamente infantis, que criaram todo um mundo para justificar os seus insucessos e, o pior, eles acreditam piamente neste mundo inventado.
Todo o ódio emanado só demonstra o quão infelizes são.
Pena, somente pena.

Anônimo disse...

Esses caras são tão amargurados, infelizes, incompetentes que toda a frustração por serem um amontoado de merda eles acham que é culpa de mulher.
Eles não tem capacidade pra limpar suas próprias nádegas sozinhos, e culpam feministas, mães solteiras e capitães salva putas - como eles adoram falar - por isso.
Gente, sério... Não da pra acreditar que existam pessoas assim no mundo.
E o pior é que esse tipo de homem se esconde na internet e muitas vezes acabamos nem sabendo quem eles são na vida real.
Desejo todos os dias que esses mascus morram queimados, pois é o mínimo que eles merecem.

E o nosso grande amigo Jonas Klein como sempre, defecando master no bloguinho da Lola. Cara, se recolha a sua insignificância e para de perturbar a gente com esses seus discursos homofóbicos e machistas.
Quando você tiver aprendido um pouco mais sobre a vida, volta aqui que a gente conversa.

Um beijo no coração.

Pepper.

Anônimo disse...

Acho que o que eles odeiam ou deixam de odiar é problema deles, é só ignorá-los. Eles são patéticos, infelizes, e vivem escondidos na internet. Nunca vi um deles dar a cara na vida real, e se o que eles pregam é que o homem não deve casar, ótimo!

Jonas Klein disse...

Meu prezado Peppe, eu não vou aqui meter o rolo compreensor por cima de você porque nem vale pena (apesar disso ser recomendado pela cartilha da direita nestes casos).


Eu já disse aqui que o machismo (e a homofobia também entra nisso) deveria ser criminalizado na mesma proporção do que ja e o racismo hoje em dia, e se você quiser uma prova disso, leia o comentário que fiz as 17:46 neste posta aqui:

http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2014/09/parem-voces-brancos-de-agir-como-se.html

Depois quero ver alguém me acusa de homofóbico e machista aqui.


Eu acusei os machistas e mascus, de serem Gays enrustidos, pelo menso maioria, pois e o que são mesmo. Os Gays que se assumem como tal, estes em sua maioria respeita e muito as mulheres, por questão de educação, bom senso etc.

Agora e bom que você entenda uma coisa, nem todo machista e misógino, mas todo misógino e machista, e apesar disso não parecer primeira vista, homossexualidade e misoginia andam de mãos dadas.

Por fim aqui ate que não, mas comece ler comentários em outros locais na internet que vai ver que, homossexualidade (normalmente não assumida no caso) e misoginia, andam de mãos dadas mesmo.

Anônimo disse...

A coisa que os machistas mais odeiam é mulher, e ponto. Se é a mãe, se é a namorada, se é a namorada que eles nunca terão, se é a desconhecida, se é a conhecida, se é solteira, se é casada, se rica, se bonita, se pobre, se "dá" ou não pra ele (Deusa nos livre), tanto faz, é MULHER, acabou.

Anônimo disse...


Diva


Acho PODRE tratar pais solteiros como "heróis" e mães solteiras como "vadias".
Vejam o caso do Neymar. NINGUÉM recrimina o cara, mas, metem o malho na garota que teve filho com ele!!
Pais e mães solteiros são pessoas comuns, que acordam cedo, trabalham e cuidam de seus filhos.
Eu mesma não curto namorar homem com filho e quando me casei foi com um cara que não tinha filhos.
Ambos somos muito felizes, mas foi uma escolha MINHA!
Não recrimino homens que não curtem mãe solteira e nem recrimino mulher que não curte pai solteiro, o que acho ESCROTIDÃO e ARROGÂNCIA é ficar julgando a pessoa, criticando ou ofendendo porque ela teve filhos seja desejado ou indesejado.
Mas, claro pra imbecis misóginos com mente vazia, qualquer coisa que seja errada em mulher é "certa" com homem.
Estes caras que tem tanta RAIVA das mulheres e ficam tanto "endeusando" machos com certeza são um bando de babacas, loucos frustados, retardados e imbecis ou são um bando de bibas encubadas(não me acusem de homofobia porque os gays são bem mais machos que estes mascus-merdas!!).
Mascus são fracassados, misóginos, mal amados e indecisos sexualmente.
Só desejo que todo misógino que agride, ofende, estupra, mata ou trata mulher como lixo MORRA da pior maneira e vire adubo!
Sem mais.

Diva

Anônimo disse...

Diva

Lola querida que tal comentar essa polêmica que aconteceu com a campanha do Ministério da Justiça?

http://odia.ig.com.br/noticia/brasil/2015-02-06/campanha-do-ministerio-da-justica-gera-revolta-nas-redes-sociais.html


Diva

Anônimo disse...

Não Tem Nada Que Mascu ODEIE Mais Que Mãe Solteira.

O tempo verbal aí é o subjuntivo:

que eu odeie
que tu odeies
que ele odeie

Anônimo disse...

Inveja porque o cara fatura um com adsense. Chora mais.

Anônimo disse...

Confesso que entro nesse blog pra ler os posts porque sempre me sinto de bem com minha vida. Em ver como tem gente FUDIDA e infeliz nesse mundo. Estou errada, eu sei, mas sou humana. São todos PERDEDORES e grande parte tem pensamentos suicidas decorrentes da depressão (o autor do blog é um deles, o caso dele é grave). Como sentir raiva de uma pessoa assim? Sinto desprezo, pena, vontade que a vida bata mais ainda neles (pq vai bater).
O que eu acho engraçado é que eles falam da forma que falam das mulheres, agem como agem, e depois acham ruim que nenhuma se joga aos pés deles.. ô cêjura.

Anônimo disse...

"Eu também nunca quis casar com homem que já tivesse filhos ou tivesse tido vida em comum, quer casado quer, amigado. "

Olha o que a pessoa tira do texto da Lola. Que ela tá criticando homens que preferem não se relacionam com mulheres com filhos.
GOD

Anônimo disse...

E a enquete que fizeram essa semana num jornal de TV da Bahia (filiada da Globo):

"O beijo forçado no Carnaval deve ser proibido?
.Sim
.Não"

É mole?

Camila disse...

Eu jamais teria relacionamento com homem que tem filhos. Mas eu não fico demonizando homens que nem conheço apenas por esses terem filhos e serem solteiros (existem pais solteiros tb, mascus lixos), não fico pregando ódio a esses homens e o melhor de tudo: não sou OBRIGADA a ficar com eles. Então porque me incomodaria tanto? Deve ser porque não sou uma sociopata como esses masculinistas.

Acho que essa é a diferença entre mulheres e homens (especialmente os mascus).

Luiza Original disse...

Alguém já tuitou aquele print pro Medina e pro padrasto dele? Pra rodar o mundo é um palito.

Anônimo disse...

"Anônimo disse...
A coisa que os machistas mais odeiam é mulher, e ponto"
_
Então todos os homens odeiam as mulheres, em graus diferentes?

Rosanna Andrade disse...

Gente, que porre isso de ficar juntando misoginia com homossexualidade. É homofóbico sim! Não que gays n possam ser misóginos, mas essa associação é completamente babaca. Como se heteros n pudessem ser misóginos.

Jonas Klein, n eh pq vc defende a criminalização da homofobia que vc n possa ser homofóbico em algumas situações e falas. TODOS estamos sujeitos a isso, por crescermos em uma sociedade homofóbica, então ao invés de ficar na defensiva vc deveria pensar sobre os apontamentos que te fizeram e se corrigir.

Diva

Não tem como não te acusar de homofobia se vc chama alguém, seja lá quem for, de "biba encubada".
Primeiro que os mascus podem ser muito bem caras héteros muito, muito problemáticos. MISOGINIA NÃO É SINAL DE HOMOSSEXUALIDADE. Sei lá, acho que é o básico pra uma feminista saber disso. Misoginia é reflexo da nossa cultura, alguns levam isso mais a extremo que outros.

E no caso de alguns desses mascus serem realmente gays com problema com sua sexualidade. Em que vai ajudar caçoar deles dessa forma, arrancá-los do armário? Eles só vão entrar numa espiral ainda maior de negação e ódio.

Isso que vcs 2 e outros de vez em qdo fazem é combater misoginia com homofobia. O que é um desserviço.

Hoje eu li um texto da Travesti Reflexiva que falava sobre pessoas que acusam homofóbicos de serem gays enrustidos. Dá pra fazer um paralelo muito próximo com esses comentários de vcs. Vou copiá-lo no meu próximo comentário para reflexão.

Rosanna Andrade disse...

(texto da Travesti Reflexiva)

Propagar que os homofóbicos não passam de gays enrustidos é um desfavor e um desserviço. Não importa a intenção embutida, você está tentando combater homofobia com - pasme! - homofobia.
Culpabilizar a vítima pela opressão que ela sofre é uma clássica forma de alienação. Afinal, se nem a pessoa que é atingida pela homofobia consegue parar de reproduzi-la, por que eu - que não sou gay - pararia? Se os próprios homossexuais são apontados como os agentes desse preconceito, eles que solucionem essa adversidade! Não é mesmo? Vamos crer religiosamente que os gays são os opressores dos próprios gays e tranquilizar a consciência de todo e qualquer outro sujeito homofóbico. Retornando ao antigo histórico inquisitório de que os gays são seres tão patológicos ao ponto de malquererem seus iguais. Pensar o que a heterossexualidade compulsória causa nessas pessoas ninguém quer...
Na mente dos homens brancos dói menos responsabilizar as mães pelo machismo e tachar que o racismo é mantido pelos negros. Essas atribuições estão flutuando entre nós para facilitar o sono dos mesmos, não considero interessante que os verdadeiros beneficiados dessas relações sejam omitidos e absolvidos dessa maneira.
Vejo homossexuais designando homofóbicos de forma vexatória como "gays enrustidos", pressupondo que isso tornaria-se um deboche e legitimando essa - declarada - ofensa ao reiterá-la. Gays considerando que ser gay é algo ridicularizado e qualificado de zombarias. É aí que a gente percebe que a estrutura social homofóbica é tão bem costurada que até entre os próprios ela é difundida. E logo eu que costumava achar que somente na boca dos heterossexuais homofóbicos a palavra "gay" seria depreciada...
Caso pessoal: cresci ouvindo que eu era viado - coitados, sequer sabiam que eu seria tipo... a Sra. Bicha -, mas eu desconhecia o significado disso. Afinal, alguém me situe! O que é isso que tanto me chamam e começam a rir? A dúvida pouco durou, internalizei logo cedo que ser viado era algo negativo, aquilo causava o choro da minha mãe, a revolta do meu pai, a exclusão escolar, o abandono e a repulsa. Eu sofri homofobia em alguma etapa da minha infância, até porque ninguém portava uma bola de cristal e veria a travesti boca-de-confusão que eu externalizaria.
Agora euzinha vou engessar que o termo "viado" é pejorativo? Não mesmo.
Vamos aos questionamentos: é interessante para quem que os oprimidos sejam responsabilizados pelas atrocidades que recaem acima dos mesmos? Pois é, não tirem esse peso das costas de quem verdadeiramente o mantém em pé. É capaz de compreendermos que um homofóbico - partindo da ideia de que ele seja um homossexual enrustido - não lucra exatamente nada com esse sistema que o fez odiar a si mesmo? Ao autoflagelar-se ele está disparando contra a própria orientação sexual.
Que tal combinarmos algo? A ultima coisa que esse indivíduo precisa nesse momento é ser - como já foi um dia - alvo de chacota e renovar antigas cicatrizes que um dia o fizeram acreditar em mentiras. Cada um lida com o preconceito que sofre de uma maneira diferenciada, de acordo com a própria história de vida e subjetividade. Em que mundo retirar alguém do armário contra a própria vontade não seria danoso? Certamente não no atual.
Quando foi que o alvo do movimento LGBT tornou-se quem é LGBT? Avisem-me antes para que eu possa sair...

Anônimo disse...

E porque alguém twitaria aquilo pro Medina e pro padrasto dele?

Anônimo disse...

Adorei a ideia do bebê-boneco no sling pra espantar mascu/machista.

Me vê logo dois. Quero gêmeos.

Rosanna Andrade disse...

Ah, mais uma coisa Jonas Klein, tô passando esse seu conselho sem noção de ir ver comentários na internet pra ver se homossexualidade e misoginia andam de mãos dadas.

Até pq eu frequento um grupo nerd bem movimentado no facebook. Ele eh LGBT mas a grande maioria dos membros é de homens gays. E lá rola muito menos misoginia do que sei lá, na minha timeline (quer dizer, rolava, pq na minha timeline eu vou bloqueando/deixando de seguir geral). E a meu facebook certamente tem mais pessoas hétero.

Com base na minha experiência pessoal (e eu convivo com gays pra caramba!) eles são tão ou menos misóginos que a média.

Claro que de vez em quando aparece um babaquinha comparando vaginas à boca do Predador, mas é logo rechaçado pelos demais. Pq, que surpresa, não é preciso odiar mulher pra gostar de homem. Sem contar que existem homens que tem vaginas =P

Penso tbm que quando alguns gays ficam com comentários do tipo "aquela rachada horrorosa", é mais um comportamento aprendido do que qqr coisa. Homens héteros tem q mostrar sua masculinidade toda hora, dando em cima das garotas, comentando das amigas gostosinhas, senão "é viado". O cara assumidamente gay pode muito bem ir para o extremo oposto para se auto-afirmar.

Por fim não nego que há misoginia no meio gay, o movimento LGBT é bem GGGG, tem gays que hostilizam lésbicas, mulheres trans nem se fala! Só n acho muito diferente do meio hétero. Muito menos que misoginia é suficiente pra decidir se alguém é gay.

Rosanna Andrade disse...

No mais Jonas, eu nunca respondo vc, mas hoje estou inspirada. Vou te dar um toque aqui.

Te falta MUITA, MUITA humildade em aprender.

Vc é um homem hétero no meio feminista e acha que tem algo a nos ensinar. Sendo q vc devia mais era estar ouvindo e aprendendo, se o assunto te interessa. Além da bagagem teórica que vc nao tem (dá pra perceber pelos seus comentários), vc tem uma "desvantagem": vc não tem a vivência das mulheres. E a vivência vale mais que qualquer teoria.

Eu nem quero discutir esse assunto pq eh de chorar, mas por exemplo, todo post sobre estupro vc vem nos dar suas brilhantes soluções de como acabar com o problema, e ainda apontando o dedo pras mulheres que não denunciam. E sabe, vc n tem NOÇÃO nenhuma do pq elas n denunciam. E deveria ter, pq já te explicaram 1000 vezes aqui, mas vc n quer ouvir, só quer massagear o ego e "nos ensinar".

O lance da prevenção do estupro é a caso mais gritante, mas normalmente o seu tom é arrogante e professoral. Procure a definição de "mansplaining" pra saber melhor do q eu to falando.

Provavelmente vc vai ficar todo na defensiva de novo, me acusar, e sabe, foda-se. Eu leio essa caixa de comentários sempre e tava com isso entalado há tempos.

Anônimo disse...

Rosanna Andrade, obrigada! Vc sintetizou de maneira inequívoca diversos pontos que eu gostaria de tecer. Em relação ao Jonas, também venho observando os comentários há algum tempo e tenho assistido a esse tom altivo e autoritário com que expõe as opiniões dele, sempre os polindo com uma falsa empatia e cordialidade. Até agora não consigo compreender essa insistência em querer dar o seu tão "supremo" aval para tudo. Em geral, sou uma pessoa pacífica, não gosto de desencadear disputas e acredito que atacar uma pessoa é algo indiscutivelmente contraproducente, mas tem me irritado profundamente a arrogância com que ele ataca algumas comentaristas aqui. Então, Jonas, como já sabemos que vc não gosta de ser contrariado, faça o que vc sempre ameaça fazer e nunca faz por alegar que não vale a pena gastar tempo: "MASSACRE-ME", "META-ME O ROLO COMPRESSOR", ou não vai valer a pena o tempo gasto dessa vez? Ou esse é só um argumento para sua falta de argumentação? Ou vc não tem esse poder todo que afirma ter? Ah, mas pra julgar e apontar falhas alheias vc tem, não é?

Anônimo disse...

Jonas Klein.

É prezadAAAAA PeppeRRRR.

Obrigada.

Pepper.

Jonas Klein disse...

Rosanna Andrade, ja que você quer toma ferro que você vai leva agora.


1 - "Primeiro que os mascus podem ser muito bem caras héteros muito, muito problemáticos. MISOGINIA NÃO É SINAL DE HOMOSSEXUALIDADE."

Eu não disse que todo misógino e um Gay enrustido, mas eu já vi muitos misóginos dizerem uma variação disso:

"as mulheres de hoje em dia não prestao, por isso eu virei Gay"

Se o cara não e assexuado e não gosta de mulher, do que o ele gostao? OMI.


2 - "Em que vai ajudar caçoar deles dessa forma, arrancá-los do armário? Eles só vão entrar numa espiral ainda maior de negação e ódio."

Voce nunca ouviu dizer aceita que dói menos?

Aqui tem belo exemplo disso

http://odia.ig.com.br/noticia/mundoeciencia/2014-11-25/ex-lider-de-grupo-que-defende-a-cura-gay-se-casa-com-homem-nos-eua.html

3 - "Até pq eu frequento um grupo nerd bem movimentado no facebook. Ele eh LGBT mas a grande maioria dos membros é de homens gays. E lá rola muito menos misoginia do que sei lá, na minha timeline"

O seu FB não vale como local de verificação, comece a frequenta a areá de comentário de sites como, terra, Odia, bol.uol nas matérias onde aparece mulheres fazendo coisas diferentes do que, sociedade tem por abito esperar de uma mulher, ali ver os misóginos agindo em peso.


4 - Vc é um homem hétero no meio feminista e acha que tem algo a nos ensinar. Sendo q vc devia mais era estar ouvindo e aprendendo, se o assunto te interessa. Além da bagagem teórica que vc não tem (dá pra perceber pelos seus comentários), vc tem uma "desvantagem": vc não tem a vivência das mulheres."

Mimimi toda pessoa tem algo que pode ensinar sobre os assuntos que se trata neste blog, especialmente quem como eu se dedica conhecer e analisar o comportamento humano.

Você pode não acreditar, mas pessoas que fazem discursos muito moralistas, via de regra são as piores em termos de moral e respeito ao próximo, por que a hipocrisia e uma das características piores e mais predominantes no comportamento humano.

5 - "Eu nem quero discutir esse assunto pq eh de chorar, mas por exemplo, todo post sobre estupro vc vem nos dar suas brilhantes soluções de como acabar com o problema, e ainda apontando o dedo pras mulheres que não denunciam."

Independente dos nossos e teorias, a defesa que mais funciona na pratica e o contra ataque.

Tem uma frase que eu particularmente adora, e o seguinte:

"estuprador bom e estuprador morto"


Anonimo das 02:42, ainda sobrou um pouco pra você.

1 - "sempre os polindo com uma falsa empatia e cordialidade"

Não e que eu não tenha empatia e/ou cordialidade, e que vocês aqui são muito adeptas do politicamente correto e do coitadismo profissional, e isso e algo que incomoda profundamente a mim, assim como qualquer outra pessoa de direita também acredito eu, aqui esta diferença entre eu a maioria das pessoa que comentam aqui.


2 - "MASSACRE-ME", "META-ME O ROLO COMPRESSOR", ou não vai valer a pena o tempo gasto dessa vez? Ou esse é só um argumento para sua falta de argumentação?"

Eu não costumo a com frequência a "META-ME O ROLO COMPRESSOR" por coma de ninguém, pois se que e um desperdício de tempo energia, contestar certas pessoas, pois ela não vão acordar para realidade ou se acordarem não vão muda discurso para não dar o braso a torcer.

"META-ME O ROLO COMPRESSOR' que digo e alem de criticar a pessoa, e expor uma argumentação que faça o oponente sair do debate com rabinho entre as pernas e caladinho, por não ter como contra argumenta.

Anônimo disse...

Lola sou sua fã mas vou fazer alguns lembretes.

a) Vamos parar de dar ibope aos mascus, eles querem atenção, querem propagar seus pensamentos machistas e racistas.

b) Sou filha de uma mãe solteira, que teve a coragem de deixar um casamento infeliz e abusivo, com 3 filhas, ela trabalhou e eu e minhas irmãs estamos formadas com nível superior, tudo que minha mãe tem ela comprou com o suor do seu trabalho, ela nos ensinou que a independência feminina é tudo.

c) Este é o problema dos mascus, eles não aceitam a independência feminina, querem mandar nas mulheres.

d) Lola vamos debater sobre os ataques que as mulheres islâmicas brasileiras estão sofrendo no Rio de Janeiro, no ig tem reportagem.

Raven Deschain disse...

"Rosanna Andrade, ja que você quer toma ferro que você vai leva agora."

Cara, vc sabe quantas vezes essa mesmíssima frase é usada em ameaças de estupro?

É por isso que não converso com vc, seu babaca. Mando logo se foder, pq gastar argumentação contigo é perda de tempo e palavras!

Anônimo disse...

Olha Lola essa matéria http://noticias.terra.com.br/brasil/homofobia-discussao-evoluiu-mas-brasil-e-campeao-em-crimes,8310ccc080c5b410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

Anônimo disse...

Pelo amor de Deus, como vocês são lerd@s pra ver as coisas hein?O pobretao é um personagem, muita coisa alí é inventada, basta prestar atenção que vc nota.

Anônimo disse...

Gente, não me levem a mal, mas tem trechos tão absurdos nesses prints que eu simplesmente ri.

Como uma criatura vem a esse mundo pra ficar pensando esse tipo de coisa sobre as pessoas?!

Eles são um perigo pra sociedade, pois pra agredirem fisicamente mulheres por aí é um pulo.

Anônimo disse...

Raven Deschain, eu nem leio mais as obscenidades que esse jonas klein escreve.

Cara ridículo, escreve mal e ainda se acha no direito de dar conselho senso comum pras pessoas por aqui.

Lavar a própria cueca ele não quer, né.

Anônimo disse...

Sou homem e me senti enojado e revoltado com o que li nesse post.

MonaLisa disse...

Quer dizer então que eles odeiam mães solteira pq aumenta a concorrência pelas mulheres sem filhos?

Então alguém por favor dê uma luz a eles e diga que mesmo se a concorrência fosse menor, elas prefeririam morrer solteiras a ficar com esses lixos.

Anônimo disse...

Olá Lola, o blog desse rapaz, infelizmente queima o filme do masculinismo, assim como alguns grupos extremos queimam o filme das feministas. Você diz que ninguém pede pro cara parar nos comentários, acontece que os comentários são moderados,eu mesmo já cansei de comentar, e nenhum foi liberado. Não nos associe a esse merda, por favor.

Anônimo disse...

Jonas

"META-ME O ROLO COMPRESSOR' que digo e alem de criticar a pessoa, e expor uma argumentação que faça o oponente sair do debate com rabinho entre as pernas e caladinho, por não ter como contra argumenta."

Você ainda não percebeu que as pessoas não param de discutir com vc pq vc é fodão e elas sairam "com o rabo entre as pernas", elas simplesmente DESISTEM quando percebem que você não entende nunca o que é dito a ti...

jacmila disse...

Maioria massacrante duzómi ignora ou despreza mulheres:
- tão ou mais inteligentes q eles;
- q não são mais "novinhas"
- q tenham filhos de outros caras;
- q tenham filhos dele: duvidam e abandonam, ou não pagam pensão, ou pagam mas não querem contato;
entre outros

Anônimo disse...

'Maioria massacrante duzómi ignora ou despreza mulheres:
- tão ou mais inteligentes q eles;'


Bullshit, na verdade isso é coisa de mulher insuportável que inventa essa história pra não ficar com o ego ferido.

Anônimo disse...

Gente, os posts das figuras são hilários. Rindo sozinha aqui.
E o da cabeça de touro, então? Esse é o must.

Rosanna Andrade disse...

Ai ai Jonas vou responder vc mais para os demais que estao lendo, pq vc msmo eh um caso perdido pelo jeito.

1- "Eu não disse que todo misógino e um Gay enrustido, mas eu já vi muitos misóginos dizerem uma variação disso:

"as mulheres de hoje em dia não prestao, por isso eu virei Gay"

Se o cara não e assexuado e não gosta de mulher, do que o ele gostao? OMI."

"O seu FB não vale como local de verificação, comece a frequenta a areá de comentário de sites como, terra, Odia, bol.uol nas matérias onde aparece mulheres fazendo coisas diferentes do que, sociedade tem por abito esperar de uma mulher, ali ver os misóginos agindo em peso."

As suas observaçoes nesses sites e o meu FB estão empatados em termos de serem lugares ruins pra se constatar se gays são misóginos mesmo. EU sei disso, quem n arece saber eh vc. Em ambos os casos, o recorte das pessoas que comentam n eh neutro, seria preciso fazer um estudo acadêmico sério pra tirar uma conclusão definitiva. EU só estou dando exemplos que contradizem sua afirmação.

Existe uma coisa chamada tbm viés cognitivo. Se vc acredita numa hipótese, vc vai se lembrar melhor de exemplos que a corroboram e ignorar os que contradizem. Por isso que a ciência não aposta nas nossas observações em sites, e sim na estatística de MUITOS dados cuidadosamente obtidos.

Mas se quer mais um EXEMPLO, me lembrei dos g0ys. Mais enrustido e homofóbico do que aqueles caras tá difícil. (Segundo os próprios "eles são heterosexuais mas podem ficar com outros homens"). Eu frequento os sites deles, pq tenho tesão, fazer o q... xD
Nunca vi qualquer traço de misoginia lá, na vdd eles nem parecem se lembrar de mencionar mulheres.

2- "estuprador bom e estuprador morto"

Fale por vc querido, eu prefiro que o estuprador seja punido nos termos da lei e reintegrado a sociedade, deixando de ser estuprador.

3-"Vc é um homem hétero no meio feminista e acha que tem algo a nos ensinar. Sendo q vc devia mais era estar ouvindo e aprendendo, se o assunto te interessa. Além da bagagem teórica que vc não tem (dá pra perceber pelos seus comentários), vc tem uma "desvantagem": vc não tem a vivência das mulheres."

Mimimi toda pessoa tem algo que pode ensinar sobre os assuntos que se trata neste blog, especialmente quem como eu se dedica conhecer e analisar o comportamento humano."

Mais uma prova da sua arrogância e de como vc não saca NADA de feminismo.

Anonimo das 11:07 para Jonas

"Você ainda não percebeu que as pessoas não param de discutir com vc pq vc é fodão e elas sairam "com o rabo entre as pernas", elas simplesmente DESISTEM quando percebem que você não entende nunca o que é dito a ti..."

Assino embaixo.

Rosanna Andrade disse...

Ah, esqueci uma coisa. A coisa mais comum do mundo é o cara gostar do CORPO da mulher, mas odiar A mulher, sua individualidade, seus desejos.

Tipo o Edu Testosterona.

É se atrair sexualmente pela mulher, e não gostar dela. Só gosta se estiver caladinha e obediente.

Claramente n eh preciso ser gay pra n gostar de mulher e/ou repudiar o feminino.

Anônimo disse...

"Não tem nada que mascu odeie mais que mãe solteira"

Nossa!! Que sorte a dessas mulheres!!

Anônimo disse...

Como alguém ainda perde tempo com esse Jonas Klein?

Sério, isso é alimentar troll. E um bem feio. O seja, a vida dele já não está fácil, não contribuam pra piorar.

Anônimo disse...

"A coisa mais comum do mundo é o cara gostar do CORPO da mulher, mas odiar A mulher, sua individualidade, seus desejos."

A mulher ideal para esses """"""""""""""menininhos"""""""""""" tem dois peitos bem colados a uma vagina, uma bunda atrás e um par de pernas. Ou seja, nem eles são homens de verdade, nem gostam de mulheres de verdade.

É que existe muito preconceito contra a homoafetividade ainda mas aposto que se isso fosse uma coisa mais relaxada, homens deixaram toda a parte afetiva para outros homens e só usaram a vagina da mulher para eventualmente procriarem. Como pega mal, eles arrumam uma mulher aí de vez em quando, fingem que gostam dela pra sociedade e em casa deixa para tratá-la como lixo. Bando de enrustidos.

donadio disse...

"Gente, que porre isso de ficar juntando misoginia com homossexualidade. É homofóbico sim! Não que gays n possam ser misóginos, mas essa associação é completamente babaca. Como se heteros n pudessem ser misóginos."

Hm, eu acho que tem algumas confusões aí. Primeiro, misoginia não é exatamente uma característica individual. Não é o Fulano de Tal que é misógino, é a sociedade que é misógina. O Fulano de Tal reproduz isso mais, ou com mais vontade, mas a misoginia não é "dele"; ele é só, para usar um termo da umbanda, o "cavalo" desse encosto.

Outra é que existe uma coisa chamada "homossexualidade latente", que talvez fosse melhor descrita como uma espécie de heterossexualidade doentia. É o sujeito que tem tendências homossexuais muito fortes e profundas, mas vive em negação. Você deve conhecer algum: o tipo do cara que "destesta viado" mas por algum motivo só fala em viado o tempo todo. O cara que parece que é heterossexual por obrigação, ou para provar para os outros (especialmente para os outros homens) que não é homossexual. E não por prazer, por que na verdade não é capaz de sentir prazer na companhia de mulheres. Que mesmo quando transa com mulheres, parece estar preocupado não com a transa, mas com a divulgação do evento, com a conversa que vai ter depois com outros homens.

Isso geralmente resulta em muito "self-hate", que é o que explica esses ódios gratuitos contra tudo e contra todos (e, especialmente, todas - e é meio difícil o cara ser realmente heterossexual se ele detesta mulheres, não é?)

Isso, é claro, não se aplica a homossexuais masculinos propriamente ditos - homens que sabem o que são e não têm problemas com isso (ou têm, mas não os projetam em outros nem vivem em negação). Esses, é claro, podem ser tremendos machistas também, mas é outra coisa.

Agora, esses tipinhos mascus parecem uma "textbook description" do heterossexual que se odeia por que no fundo se considera um homossexual, e portanto um desgraçado, e que vive no pavor de que descubram esse segredo. Não são a mesma coisa que os machistas "comuns" que têm ideias ridículas sobre as mulheres, mas não as odeiam em geral, nem são incapazes de amá-las de forma genuína, ainda que distorcida.

E, é claro, tem sempre aquela divertidíssima ala do masculinismo que prega que a superioridade masculina é tão, mas tão grande, que até para transar é preferível um travesti do que uma mulher. Se isso não tem a ver com homossexualidade... então tem a ver com o quê?

donadio disse...

"Afinal, se nem a pessoa que é atingida pela homofobia consegue parar de reproduzi-la, por que eu - que não sou gay - pararia? Se os próprios homossexuais são apontados como os agentes desse preconceito, eles que solucionem essa adversidade! Não é mesmo? Vamos crer religiosamente que os gays são os opressores dos próprios gays e tranquilizar a consciência de todo e qualquer outro sujeito homofóbico."

O problema desse texto é que ele aceita a confusão do individual com o coletivo proposta pela homofobia e pelo machismo.

O fato de pessoas perturbadas pelos seus próprios conflitos sexuais, causados por tendências homossexuais não resolvidas serem homofóbicas não significa que a homofobia é um problema dos homossexuais - até por que essas pessoas doentias são, para todos os efeitos sociais, heterossexuais. E muito menos que "a pessoa que é atingida pela homofobia [não] consegue parar de reproduzi-la". Isso é até verdade, no sentido de que todos nós, hetero ou homo, reproduzimos a homofobia em algum grau ou maneira, mas não afasta a responsabilidade individual de cada um: ainda que eu não possa erradicar a minha própria homofobia de forma absoluta, eu ainda sou responsável por combatê-la sempre que ela se apresenta, seja eu homo ou hetero. E só por que o meu vizinho é abertamente homofóbico e discriminatório contra homossexuais, isso não me dá o direito de imitá-lo - nem mesmo se eu acreditar que esse comportamento é resultante de uma homossexualidade latente.

Mas, pensando bem, eu tenho a ligeira impressão de que o termo "homofobia" é um pouco ambíguo. Me questiono se essa "fobia à homossexualidade" tem realmente a ver com a homossexualidade em si, ou apenas com a homossexualidade do seu próprio sexo biológico? Os homens homofóbicos odeiam as lésbicas, ou se sentem ameaçados por elas, tanto quanto odeiam homossexuais masculinos?

Anônimo disse...

Diva


Para Rosanna Andrade

Querida, não vou comentar vários pontos de vista que concordo com vc, mas vou comentar UM que discordo em parte!

Não sou a favor da pena de morte, mas sou a favor SIM de uma punição severa e MUITOS anos de cadeia.
Desculpa, mas te achei ingênua por acreditar que o tipo mais LIXO de criminoso que é o ESTUPRADOR pode ter alguma chance de "reintegração"!!
Nos EUA, quem comete violência sexual seja contra mulheres, crianças e até homens(embora claro sejam minoria) ou fica um LONGOOO tempo na cadeia, ou quando é solto, entram na LISTA de criminosos sexuais pra TODA sociedade saber o que eles cometeram e são CONSTANTEMENTE vigiados, obrigados à ir pra psiquiatra e tomar remédios que inibem a libido!
Desta forma pode ter um "tipo" de reintegração.
E caso, ache que estou sendo "cruel" pergunte pras famílias das vítimas se estas não gostariam que estes trastes apodrecessem na cadeia e fossem castrados quimicamente.
Não conhece NENHUM estuprador nem pedófilo que "reintegrado" à sociedade não tenha voltado a cometer crimes!
Vejam o caso de um FDP pedófilo, canalha que violentou e matou a vizinha, uma criança de 9 anos em uma cidade de SP(não lembro qual).
Você acha que depois de 5 ou 10 anos no máximo na prisão e solto por "bom comportamento" um LIXO desse não vai cometer crimes contra crianças de NOVO?!!
Por mim um FDP desse passaria por prisão perpétua, trabalharia até o fim da sua vida limpando esgoto, e receberia a "visita" dos pais da criança.
Me desculpe, mas não consigo ser tão ingênua e tão "otimista" com certos tipos PODRES de nossa sociedade.
Abraço, da sempre realista


Diva :)

Anônimo disse...

Diva


PS: por favor Lola, deixe só um comentário!!
O "recaptcha" não mostrava o código e quando cliquei apareceu minha mensagem várias vezes!!!

Elisane disse...

Ola Lola. É desanimador ler estas coisas, reforça como certos homens são doentes e escrotos. Lamento pela mãe que teve o desprazer de gerar pessoas tão ignorantes.

Rosanna Andrade disse...

"E, é claro, tem sempre aquela divertidíssima ala do masculinismo que prega que a superioridade masculina é tão, mas tão grande, que até para transar é preferível um travesti do que uma mulher. Se isso não tem a ver com homossexualidade... então tem a ver com o quê?"

Donadio, a meu ver essa ala de masculinistas ode muito bem nao ser de homossexuais. Pq se eles tem tesao em mulher trans, eles sao hetero (ou bissexuais). Soh que como eles vem a mulher como um demonio, a mulher trans seria o ideal pra eles, ja que eles a consideram um homem com aparencia feminina. Veja que eles nao deixam de ter tesao na aparencia feminina.

Ou pode soh ser tudo uma negacao foda e eles serem gays msmo. Eu soh acho pesado colocar todo o masculinismo na conta dos gays, sendo que eh completamente plausivel ter heteros no meio tbm, pelo que ja expliquei.

Rosanna Andrade disse...

Diva, vc pode me considerar ingenua, nao tem problema.

Eu tenho meus motivos pra acreditar na reintegracao de alguns estupradores.

Aqui na Lola ja li um monte de relatos de estupro de homens que NAO FAZIAM IDEIA de que estavam estuprando. Na cabeça deles a mulher queria e estava fazendo doce, mereceu, se foi ate a casa dele eh pq queria, etc. Nao que isso diminua em NADA a pena que eles tenham que cumprir, mas acredito que passando por um trabalho de conscientizacao (fora o tempo na cadeia), eles percebam o qto isso eh errado.

Eh soh perceber q ja tem homens q pararam pra rever o conceito de usar bebida pra deixar a ficante mais "facinha" depois que entraram em contato com o feminismo.

Quanto a violência domestica, por exemplo, no Piauí há um trabalho FODA de conscientização para os agressores, falando de machismo e tal, e o índice de sucesso é altíssimo, a imensa maioria não volta a agredir. Se alguém se interessar eu posso procurar a matéria, mas faz mto tempo q eu a li.

Acredito tbm que o monitoramento no modelo dos Estados Unidos pode ser uma boa alternativa.

Se o cara nao tem jeito mesmo - e nesse caso, acho que dá para caracterizar como um transtorno mental - que o cara fique indefinidamente num manicomio judiciario. Dizem que o Champinha nao sai mais de la, por exemplo.

Outra coisa eh que pelo jeito nos temos conceitos diferentes de justiça. Eu não acho que o Estado deva dar pena para saciar qualquer tipo de vingança dos cidadãos. Eu acredito na justiça penal para duas coisas basicamente 1) ressocializar 2) tirar a pessoa perigosa de circulação por qto tempo for necessário 3)desestimular a prática do crime. Não acredito na punição per se como forma efetiva de combater a criminalidade, por todos os dados que já vi na vida.

Agradeceria muito se ngm vier com o papinho de que "vc só fala isso pq não foi com vc/ com sua família" pq ngm aqui tem ideia do que já passei em relação a esse assunto e eu nem estou disposta a dividir. Pessoas diferentes com a mesma história de vida podem ter visões diferentes, apenas isso.

Anônimo disse...

"Aqui na Lola ja li um monte de relatos de estupro de homens que NAO FAZIAM IDEIA de que estavam estuprando. Na cabeça deles a mulher queria e estava fazendo doce, mereceu"

Não existe uma única forma possível de me fazer acreditar nisso em qualquer situação. Todo homem sabe quando a mulher que está com ele não está dando consentimento para nada, todo homem sabe dizer quando a mulher não está gostando do sexo, todo homem sabe interpretar choro, gritos, murmúrios, corpo "fechado", resistência, infelicidade, todo homem sabe dizer quando uma mulher está inconsciente ou não, se está em condições de consentir ou não e, se alfabetizado em português, sabe o que quer dizer NÃO e o que quer dizer SIM.

Rodrigo Moura disse...

Cacete... Quanta gente doente no mundo... Eu nem sabia que existia esse tipo de bizarrice... Um ódio "embasado" e "institucionalizado" contra mães solteiras!

Pra mim, faria mais sentido um blog de ódio contra azeitonas!

Rosanna Andrade disse...

Anonimo das 19:40

Eu acho que eles n sabem as vezes, pq a cultura de estupro ensina que o "nao" da mulher quer dizer "talvez". E defendo que a gente deve ensinar diferente.

Ja teve post aqui (ok era de uma mulher) que @ autor@ estava em duvida se tinha estuprado alguem.

Mas, ja que vc pensa que no fundo a pessoa sempre sabe, o que vc pensa sobre quem alega que pensava que estava recebendo um "sim"? Essa pessoa malandramente esta se aproveitando da aceitabilidade do estupro pra dizer "ah, mas se ela entrou no meu carro eh pq queria", mas no fundo nao acredita nisso?

Fiquei curiosa.

Anônimo disse...

Rosanna, você se contradisse nessa frase aqui.

"Na cabeça deles a mulher queria e estava fazendo doce, mereceu".

'mereceu' o que? O estupro, a agressão, ser forçada a fazer o que não quer?. Vamos levar em conta que muita gente não considera 'sexo a força' estupro. Mas o cara saberia que a mulher está sofrendo algo se ele pensa que ela 'mereceu'. Pressupõe uma coisa ruim.

Rosanna Andrade disse...

Eh vdd Anonimo...

Se a pessoa acha que a mulher mereceu realmente n tem como ele n saber q era uma coisa ruim.

Mas ainda ha os casos que o estuprador acha q a mulher estava querendo (pq sei la, foi a casa dele, entrou no carro, essas abobrinhas).

E ha os casos em que ele pode n achar q fez nada de errado. Como penetrar uma garota bebada e desacordada com quem ele deu uns amassos numa festa. Eh horrivel, mas eu tenho ctza q muito homem por ai acha totalmente ok.

Ah, e quase esqueci. Qdo o cara em questao eh marido, ai eh que a coisa piora de vez.

Anônimo disse...

Engraçado, vocês não falam "meu corpo a minha regra!" porque os homens não podem falar "Minha piroca, minha regras!" cada um namora quem quiser. Não falam em serem vadias, transar com quem querem, então os homens tem direito de não namorar mulheres promiscuas.

O homem comum sempre foi rejeitado por causa do seu status social, mas depois os 30 anos tem a obrigação de assumir a mãe solteira, que ficou grávida de um cafajeste? O homem não tem direito a escolha. Somos contra o aborto sim, mas isso não significa que devemos assumir mães solteiras, vocês querem vadiar e depois que ficam gravidas, querem assassinar a criança.

O feminismo é uma ditadura, determina o comportamento nas mulheres e querem determinar comportamento dos homens.

Mães solteiras são nojentas mesmo, assim como todas as mulheres promiscuas, merecem morrer todas na solidão.

Anônimo disse...

Não quer não assume ue. Fica de boa ninguém vai sentir falta viu... kkk

Anônimo disse...

Conheço muitos caras como esses aí. São muito mais comuns do que vocês imaginam. Na maioria são filhinhos de papai que não sabem enfrentar o mundo. Sempre reclamam de tudo. O cara tem um carro e reclama dele. Mora em um apartamento e reclama dele. Mora em um bairro e reclama dele e assim por diante. Basta ver o exemplo desse cara aí do blog: ganha 6 mil por mês, tem 200 mil no banco, mora com os pais e se acha um pobretão sofredor injustiçado pela sociedade.

Creio que isso tenha algo haver com a criação. Um colega meu tem 27 anos, cabeça de 15, só joga vídeo game, vive contando mentiras e dá chiliques quando é contrariado. Mora na casa dos pais e não tem que pagar conta nenhuma. Isso afeta o psicológico dos homens de hoje em dia. São como crianças que choram e esperneiam para ganhar a mamadeira. Isso é bem comum nos países do Sul da Europa (todos falidos diga-se de passagem) e parece que refletiu aqui no Brasil. O típico falastrão cheio e pose, mas que na hora do vamos ver não sabe fazer nada.

Anônimo disse...

Eu quero ser mãe solteira. Quando juntar dinheiro suficiente, vou fazer uma inseminação artificial e cuidar dos meus filhos sozinha, nunca tive vontade de me casar, e com esses caras que ainda insistem em controlar a liberdade da mulher, acho que é melhor ficar sozinha mesmo,mas sempre quis ter filhos, e pergunto: qual a diferença entre uma mãe solteira e uma mulher casada que cuida sozinha dos filhos? Para mim,é apenas o status civil.

Anônimo disse...

É que o Brasil é o país do preconceito. Aqui há preconceito contra etnias, idade, sexo, opção sexual, emprego etc. Temos que trabalhar em cima disso para mudarmos essa mentalidade medíocre que ainda vigora na mente das pessoas.

Anônimo disse...

Quem poderia imaginar que um dia algum blog "mascu" seria maior que o blog da Lola??

lola aronovich disse...

Por que vc acha que o blog do mascu em questão é maior que o meu? Primeiro que ele não tem número de visitas aberto, então não dá pra saber. Segundo que, pelo que ele diz, ele tem cerca de 50 mil visitas por mês. Meu blog tem entre 3 e 4 vezes isso.
Ele certamente tem mais comentários, mas isso é porque tem montes de anônimos (todos são anônimos) que comentam várias vezes, e porque ele só faz dois posts por semana. Assim, as pessoas comentam naqueles dois posts, concentrados.
Try again, cara.
A única vez que um blog mascu foi maior que o meu foi quando o do Silvio Koerich fake viralizou, por causa das quase 80 mil denúncias.

Anônimo disse...

Lola: Aí que você se engana. Existem várias maneiras para calcular a audiência de um blog e duas delas são o número de visitas e o número de comentários. O Escreva Lola deve ter o dobro de anos que o blog mencionado no texto e possui 3,8x mais posts (pelo ano de 2014, 380 posts contra 100).. Com certeza o seu é maior em número de visualizações, com mais posts, mais abrangente é e assim atrai mais visitantes, mas isso não vem ao caso agora..

Comparando Março/2015 é que temos a surpresa, com 33 posts aqui e 9 posts lá, o seu blog somou o total de 2632 comentários, enquanto o outro blog somou 3614 comentários, diferença de 1000 comentários em apenas um mês.. Em relação aos comentários anônimos, aparentemente não há grande diferença entre os blogs, sendos esses a maioria dos que comentam lá e aqui.

Nesta avaliação fica visível que o que eu escrevi não está fora da realidade. A conclusão que tenho é que pelo número de acessos o seu blog tem mais visitantes, enquanto pelo número de comentários o blog mencionado neste post possui mais seguidores, mas cada um pode interpretar da maneira que melhor entender.

Apesar disso, esses números não mudam nada em nenhum blog, mas fica aí a critério de curiosidade.

Boa Noite.

Investidor Canaglia disse...

Anônimo (12:02) disse...
"Percebi uma coisa com esse texto.
Alguém já percebeu que mulheres tímidas/excluídas/discriminadas na sociedade, em especial as que passam por preconceito por serem "gordas", negras, pobres, vítimas de violência, no geral pensam em suicídio?

Agora homens, que geralmente são tímidos/excluídos, mais por problemas de relacionamento que qualquer outra coisa, pregam o ódio e querem matar todo mundo?"

Sérios mesmo? Pra variar, feminista que ignora os dados e fala besteira:

"O estudo da OMS aponta que os homens cometem mais suicídio que as mulheres. Nos países ricos, a taxa de mortalidade de pessoas do sexo masculino é três vezes maior que a de óbitos envolvendo o sexo feminino."
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/09/brasil-e-o-8-pais-com-mais-suicidios-no-mundo-aponta-relatorio-da-oms.html

Isso porque evitou alguns países do leste europeu em que a taxa de suicídios de homens supera a das mulheres em 5 vezes.

Men’s Suicide Rate is 3 Times That of Women

http://psychcentral.com/news/2013/06/11/mens-suicide-rate-is-3-times-that-of-women/55897.html

Anônimo disse...

Lola, esse blogueiro é o mesmo Silvio K, pois há muitas coincidências. Antes de surgir esse blog, o Silvio entrou em uma comunidade de investimentos do orkut perguntando se seria possível se aposentar com ações da Eletropaulo. Na época, a maioria respondeu que sim. Logo depois o site dele foi apagado.

Passado pouco tempo, surgiu o tal blog do pobretão, com exatamente o mesmo estilo de escrita e, coincidentemente, cheio de ações da Eletropaulo. Muitas coincidências, não acha?

Anônimo disse...

complicada essas postagens
por mais que não concordamos com elas, não
podemos obrigá-los a pensar igual a gente..
até porque estamos numa Democracia e topos podem falar
o que pensam, mas devem respeitar as pessoas..
mas aí está o problema..
O preconceito sempre existiu
preconceito contra pobres, pretos, mães solteiras..
só que antigamente o preconceito era mais disfarçado
com o advento das redes sociais, qualquer um por trás de um computador
vomita o que quer ou caga pela boca..
devemos respeitar as opiniões alheias e exigir que respeitem as nossas opiniões..
o fato de discordarmos dessas pessoas não vai mudar em nada
não vai ajudar elas em nada, muito menos a gente..
tipo assim, a sua conta bancária não vai diminuir por causa de pessoas
que não gostam de mães solteiras.
você não vai deixar de jantar por causa disso.
muito menos eles (mascu) vão parar de expor suas opiniões,
por mais nocivas que sejam..
então fica essa guerrinha, de uma lado os preconceituosos e do outro as
vítimas, mas na vida não existe vítimas, porque as vítimas também tem preconceitos.
não existe ninguém no mundo que não tenha preconceito conta alguma coisa ou tipo de pessoa, religião, cor, etc.
ninguém é obrigado a gostar de mãe solteira, mas deve respeitar até porque as MS não estão pedindo esmolas para eles.

Anônimo disse...

Não é bem isso que mostram as estatísticas de suicídio no Brasil, amiguinhx...

Anônimo disse...

"O estudo da OMS aponta que os homens cometem mais suicídio que as mulheres. Nos países ricos, a taxa de mortalidade de pessoas do sexo masculino é três vezes maior que a de óbitos envolvendo o sexo feminino."

Ainda bem que os homens morrem mais, melhor morto do que matando as mulheres. É apenas uma seleção natural para melhorar a qualidade de vida do mundo.