segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

GUEST POST: BOTOX PARA MULHERES DE 25 ANOS

Da Alyne:

Escrevo para comentar sobre um assunto que me incomodou no site da revista Vogue Brasil. Te peço para que sempre escreva sobre ditadura da beleza, a necessidade da mídia de impor a eterna juventude para as mulheres e essa mania de que pra ser feliz você precisa ser eternamente jovem, magra e bonita.
Eu curtia a página da Vogue Brasil no Facebook até anteontem, quando postaram uma matéria indicando botox já na fase dos 20 anos. Eu tenho 21 anos e me senti ofendida. Sou uma menina ainda, por que vou precisar disso? Curtia a página porque me interessava ser informada sobre cultura de moda, high fashion, desfiles e muita coisa envolvida nesse mundo. Porém, muitas das postagens se resumem a dieta, botox, cirurgia plástica, isso e aquilo. 
Acho que nunca em tantos anos que leio Vogue vi alguma postagem no site ou na revista sobre amar o seu corpo da forma como ele é. Isso é importante sim! Muitas mulheres acessam esses espaços. Inclusive, quando comecei a gostar dessa parte da moda, eu tinha 16 anos, embora eu acompanhasse a Gisele desde os 8. Felizmente, eu não fui tão influenciada pela mídia para odiar meu corpo, pois nisso tenho como exemplo a minha mãe. Ela era viciada em musculação e dieta, aí assumiu a barriguinha e ficou muito mais feliz assim. Ela é linda, linda, linda! 
Voltando ao assunto... Não é absurdo indicar botox na fase dos 20 anos? Desde quando uma mulher de 25 já tem pé de galinha? Nós pensamos que podemos escapar dessa ditadura da beleza, que ela não influencia em nada, mas influencia sim! Tenho uma tia que estava com um paquera a distância, mas só queria encontrar com ele depois de fazer uma lipo porque tinha umas gordurinhas a mais. Ou seja, deixa de ser feliz, deixa de se divertir por causa de uma barriguinha... Oxê!  
A matéria da Vogue não basta só indicar o botox, tem que dizer que é necessário aplicá-lo de seis em seis meses. Eu nos meus 21 anos não vejo o menor motivo pra achar que já vai nascer pé de galinha ou qualquer ruga no meu rosto. E se surgir ao longo da vida? Todo mundo não envelhece? Poxa, que coisa chata, viu? Por isso admiro minha mãe de barriga e minha mãe de santo. Minha mãe de santo, por exemplo, tem quase 60 e é uma senhora animada, dança no carnaval de Fortaleza, bebe cerveja, passa a noite na gandaia. Curte mesmo a vida e se curte muito! 
Quero chegar nessa idade assim: jovem de espírito, sem me importar se preciso ou não fazer plástica.
Lindo é ser feliz!


Meus comentários: Sites e revistas de moda e beleza realmente não são espaços empoderadores. O que eles querem é vender, e pra vender é preciso criar uma necessidade de consumo, e pra criar essa necessidade tentam transformar um "problema" que você nem sabe que existia na maior obsessão da sua vida. 
li matérias em que mães aplicam botox nas filhas de 8 anos. Em geral a mídia condena esses "excessos", ao mesmo tempo em que não considera excessivo aplicar botox em mulheres de 20 e poucos anos. Mas vai sempre baixando a idade e as exigências, para que esses produtos passem a ser consumidos o quanto antes.
"Você está ótima" em vez
do espelho
E é sempre aquele negócio: você é criticada se tiver rugas. Se não aplicar botox, ou se não disfarçar as marcas de expressão (tem nome mais bonito que esse, marcas de expressão? É legal se expressar), você está sendo relapsa, mal cuidada. Mas, se você fizer e os efeitos forem muito visíveis, vão te chamar de perua fútil. E vão te criticar por aplicar botox sendo tão jovem. Mas quem tem que ser criticada não é a mulher de 25 anos que acha que precisa de botox. É a indústria que faz meninas acreditarem nisso. 

75 comentários:

Anônimo disse...

Infelizmente a ditadura da beleza é muito forte e a tendência é ser cada vez pior.
O que mais me entristece é que as mulheres cobram muito mais para outras mulheres estejam em sua perfeita forma física.
Acredito que as redes sociais são grandes exemplos disso.
Cansei de escutar meninas/mulheres dizendo: "nossa, como essa menina é gorda, que relaxada. Por que não faz uma dieta?"
"A fulana tá com cara de acabada, deveria começar a se cuidar melhor"
É muito triste... pois por mais que vc se ame e se aceite como realmente é, essas críticas que nos fazem nunca são e/ou serão construtivas.
Acabamos nos tornando escravos de uma perfeição que jamais existirá.

Pepper.

Raven Deschain disse...

Cruzes. É absurdo indicar esse treco que tira as expressões da cara em qualquer idade.

Vê a lindona da Renee Zellweger? Nem parece mais a mesma mulher e aquela cara bonitinha que ela tinha sumiu. =(

Anônimo disse...

Quanto recalque,feministas and acabadas e todo mundo tem q ser igual:relaxadas.

Anônimo disse...

Mas essa é boa... agora nem a injeção na testa é de graça? Mas falando sério, 25 anos e mané dizendo que pe pra botar botox? Caramba, viu! Que rugas e marcas de expressão tão horrendas são essas que uma mulher de 25 anos pode ter que exigem botox? Esse povo simplesmente não tem vergonha de inventar as coisas mais absurdas pra ganhar mais. Se bem que depois que inventaram o clareador de axilas, não duvido de mais nada. Prefiro minhas pequenas rugas de expressão na testa (consequência da miopia não diagnosticada na infância) e continuar sendo capaz de expressar alguma coisa com meu rosto. Passar bem, esteticistas.

Karina disse...

Já ouvi falar de botox em crianças para fins terapeuticos, mas não me lembro qual doença é tratada pela toxina. Me recuso a crer que façam aplicações com fins estéticos em crianças...Não estou te desmentindo, apenas é absurdo demais para minha cabeça.

Anônimo disse...

Meu chapéu!!! Essa vai entrar para a lista de sandices estéticas ao lado do clareamento anal.

Jane Doe

Anônimo disse...

É mesmo, anon 18:03
"Se bem que depois que inventaram o clareador de axilas, não duvido de mais nada."

Na ásia as pessoas tem uma compulsão por clarear a pele, e olha que eles tem tons de peles lindos. Estive na Tailândia e estavam distribuindo um desodorante que clareia as axilas... no mínimo ainda estava de graça por causa da campanha.

Anônimo disse...

Tenho uma colega que colocou botox já algumas vezes antes de 30 anos e ela diz que a dermatologista dela fala que tem que colocar cedo mesmo porque é pra PREVENIR as rugas, porque depois que aparece não adianta mais... conversa de médico pra vender mais sim ou sim?

Anônimo disse...

Mas gente, tem gente que tem axila escurecida pela depilação, não vejo nada de errado em creme que promete clarear... menos, né, por favor.

Anônimo disse...

Vou confessar que eu coloco botox desde os 27 anos! Tenho rugas e marcas de expressao desde o inicio dos 20 anos, as pessoas achavam que eu era muito mais velha. Me sentia mal entao resolvi fazer. Fiz varios procedimentos, coloco botox todo ano. Hoje aos 34 pareco mais nova do que aos 27.

Tem gente nova com rugas sim, isto depende muito da genetica, do estilo de vida, se toma muito sol ou nao. Uma coisa eh impor uma regra pra todas, outra eh admitir que tem gente se beneficia destes tratamentos.

Maria Lia.

Rosanna Andrade disse...

Quem se preocupava com "axilas escurecidas" antes de inventarem os claradores de axilas?

A industria cria as necessidades pra vender as soluções, n se preocupem.

Lembro que li no "O Mito da Beleza" que não existia o termo celulite antes de 1970...

Quero ser como o Dan Bilzerian disse...

Não é cultura, "ditadura da beleza" ou algo do tipo.

O que existe é trações naturais, por exemplo, na espécie humana, o macho tende a desejar mulheres com traços que indicam que ela será uma boa mãe no futuro e sentem atraídos por isto assim como as fêmeas tendem a se sentir mais atraídas por machos com um biotipo que indica capacidade de ser um bom provedor e reprodutor.

Ao mudar meu corpo, notei muita diferença na forma uqe as mulheres me tratavam, não só no que tange ao afeto. E pra ser sincero, elas tem todo o direito de desejar um homem que as satisfaça.

Eu já tive 155 kg e hoje, tenho um corpo bem melhor. Por que? Ao invés de ficar de vitimismo, passei a treinar. Andava vários km com peso, fazia academia todo dia, tomava proteína e suplementação, etc. Foram quase 2 anos, mas hoje tenho barriga de tanquinho, 46cm de bíceps e tenho mais da metade do meu peso em músculo.

Antes eu diria que de umas 10 mulheres que eu tentava, eu conseguia uma ou duas. Hoje, posso dizer que consigo umas 6 ou 7. Se ela não demonstra interesse, direito dela não me querer. Nem o Dan Bilzerian consegue toda mulher que ele deseja...

Anônimo disse...

Qual o problema em uma mulher adulta de 20 anos, aplicar botox? o corpo dela, as regras dela?

Anônimo disse...

Quem se preocupava com "axilas escurecidas" antes de inventarem os claradores de axilas?

Argumento raso. Todas as maquiagens foram inventadas depois que os humanos surgiram. Todas foram necessidades "forçadas"? Ninguém aqui usa maquiagem?

Gente é possível ser consciente de seus direitos, feminista aguerrida, lutadora e não ser desleixada, feia, sem vaidade.

Menos, né?

Anônimo disse...

Gente o ideal é aplicar pequenas quantidades da toxina na fase dos 20 para PREVINIR. Esses rostos endurecidos pelo botox que a gente ve por ai, é de gente que ta usando errado.

Anônimo disse...

"Por favor, não retoquem minhas rugas. Levei uma vida para consegui-las." (Anna Magnani)

Mari Smith disse...

A aplicação do Botox para quem tem menos de 30 em geral é preventiva e a matéria da Vogue é informativa, não autoritária. Elas existem porque existe demanda. Um bom e ético cirurgião plástico não "empurra" nada para a cliente, ele oferece o serviço se ela quiser e se for condizente, assim como ele não aceita fazer procedimentos que não sejam condizentes com a situação da cliente.

Anônimo disse...

Ninguém está criticando a mulher que usa botox aos 25, ela tem direito de fazer qualquer coisa que queira com o seu corpo.
O que eu entendi do texto é que a autora critica os padrões impostos pela mídia, a loucura pela perfeição que ela suscita em algumas mulheres. Quem não entende isso está se fazendo de besta rs.
Até os 22 anos eu fui muito magra (entre 37 e 40 kg) e agora engordei um pouco. Tenho 25 anos e peso 58 kg com 1,59 de altura.
As vezes eu me acho feia, acho meus braços grossos e barriga grande, acho que era mais bonita na adolescência.
Já tive transtornos alimentares no passado, tenho medo de entrar na neura do "padrão de beleza". Fiquei muito doente, internada várias vezes :/.
Meu marido "corta" essas minhas viagens, e me "vigia" um pouco. Eu quero viver feliz e conseguir me aceitar completamente, quase chegando lá.

Ana Kairalla disse...

Que linda essa frase da Anna Magnani.

Bizzys disse...

"Gente é possível ser consciente de seus direitos, feminista aguerrida, lutadora e não ser desleixada, feia, sem vaidade."

E se eu quiser ser, hein?

É inacreditável como parece que as pessoas aqui não sabem interpretar texto, toda vez que tem um post sobre ditadura da beleza e afins é a mesma coisa.

A gente não está criticando maquiagem ou tratamentos estéticos, mas sim a OBRIGATORIEDADE deles para as mulheres. A gente não tem o direito de envelhecer em paz, de ter rugas, de ter cabelo grisalho. Eu tenho 24 anos, de acordo com a Vogue eu já deveria estar aplicando botox de 6 em 6 meses! Pra quê, para quando eu tiver 60 anos as pessoas não acharem que eu tenho essa idade? Qual o propósito?

Eu vejo o tratamento que as pessoas e a mídia dão às mulheres mais velhas, é nojento. Tem que ter rosto e corpo de adolescente, mas tem que parecer "natural", não pode parecer que usou botox, etc e tal.

Se você quer fazer todas as plásticas/peelings/aplicações de botox possíveis o resto da sua vida, faça. Mas não critique as mulheres que não querem. Envelhecer é natural para todo ser humano, mas parece que só os homens tem direito de passar por isso sem serem chamados de "relaxados", né?

Anônimo disse...

Lola, você viu a menina gordinha que desfilou para o garota verão de Canguçu? O garota verão é um concurso de beleza onde as meninas desfilam de biquini e todas sempre dentro do padrão de "beleza". Pois a Vanessa Braga foi lá e quebrou as regras. Tá aqui o link de uma entrevista dela:
http://zh.clicrbs.com.br/rs/entretenimento/noticia/2015/01/conheca-vanessa-braga-a-menina-de-cangucu-que-chamou-a-atencao-da-internet-4687460.html

Muito legal, né?

Ta-chan disse...

Bizzys falou o que ficou entalado na minha garganta!

Anonima 27 de janeiro de 2015 00:02, se vc quer viver assim viva, mas se tem as outras que não querem investir tempo,saúde e dinheiro nessas merdas que vc gosta, não venha chamar de "relaxadas" como se fosse crime essa falta de vaidade.

Dan Bilzerian fracassado, tem muitas mulheres que não tem interesse em viver a vida correndo atras de pau de macho, lide com isso.A única coisa que elas querem é respeito enquanto humanas.Tipo não ser avaliada só pela aparência ou xingada na rua por ser "baranga". Será que é muito difícil isso?

Anonima 27 de janeiro de 2015 00:09, me diz pq que eu tenho que prevenir ruga? Virou doença agora amiga?

Renata disse...

Querida Lola, não li esta postagem. Vim aqui na verdade, chorar pelas 4 crianças que foram assassinadas pelo pai em Goias. Foram assassinadas por vingança contra a separação do casal....
Até quando, a violência doméstica, a violência contra a mulher fara' vitimas em nome do machismo??
As familias não respeitam a dor da mãe das crianças que aparece como "causadora" da depressão do pai...
Triste, muito triste ainda quando se sabe que esta mãe entrou com medida de proteção de urgência. Não deu tempo. O machismo levou 4 crianças indefesas... E aniquilou para sempre a vida de uma mulher ja' violentada.
Estou arrasada.

jair machado rodrigues disse...

Olá Lola, sou do Sul e li a materia da menina no peso dela(indicado pelo comentarista anônimo) um pouco mais gordinha que as outras concorreu num concurso de beleza de verão,ou seja,de biquini, para mim exemplo de aceitação de como sou, e busco algo verdadeiro na minha vida, como disse outro comentarista, e daí, o corpo é dela, enfim...cada um cada um, mas como ser cada um cada um, se existe uma mídia massacrante, um comércio faminto por lucro a qualquer preço, mesmo que sejam vidas iniciais nesta aventura que é viver. Acho que a coisa tá fora de controle, se não buscarmos nossa verdade dentro de nós para que reflita nosso exterior, estamos perdidos, como uma parte grande dessa geração que aí está. Muito bom passar por aqui.
ps.Carinho respeito e abraço.

Anônimo disse...

"Anonima 27 de janeiro de 2015 00:09, me diz pq que eu tenho que prevenir ruga? Virou doença agora amiga?"

Algumas ainda querem ficar correndo atrás de pau de macho, oras. Se não quer, não faça.

Anônimo disse...

Acabei de fazer quarenta e, como uma boa gorda, é óbvio que não tenho uma ruga sequer. Muito bem, fui ao ginecologista fazer a revisão dos 40.000 km e acredita que ele veio me sugerir que estava na hora de "investir na estética"? Fiz de conta que estava atendendo a uma coisa urgente no celular e liguei um gravador de áudio. Precisa de ver que bonito ele dizendo que botox era uma necessidade básica hoje em dia senão o marido iria me trocar por duas de vinte e muito embora eu não seja gooooooooooorda pra valer, que já estava na hora de considerar uma lipo também.

Deixei ele falar bastante e me fazendo de idiota, enchi ele de perguntas imbecis do tipo "mas é pra colocar botox na vagina?", "mas você é ginecologista ou plástico?" e na hora de fazer o exame, disse que não queria fazer e fui embora. A insistência dele em fazer o exame ginecológico também foi bastante preocupadora.

Salvei o audio no Dropbox e mandei para a operadora do meu plano de saúde, pedindo providências. Sexta passada fui informada que ele foi descredenciado (milagre!). E APOSTO que isso só aconteceu por ele ter entrado na seara de outros profissionais (ele aplicaria o botox em mim ali mesmo no consultório), porque essa falta de ética em si muito provavelmente não teria dado em nada. Um advogado me sugeriu ser possível processá-lo na esfera cível pelo constrangimento, estou avaliando essa possibilidade ainda já que homem só sente alguma dor nessa vida quando mexem no seu bolso.

Anônimo disse...

Renee é bonita? Cruzes!

Anônimo disse...

as pessoas se fazem de desentendidas para não ter que abrir a cabeça, e ver que perdeu anos em busca de um ideal de beleza que não exite.

todo mundo sabe que esses tratamntos de beleza são ruins para a saúde, né? Se a maquiagem que é "levinha" faz um estrago terrível, imagina aplicar botox sob a pele.

se a pessoa quer passar por esse procedimentos, problema dela, o corpo é dela, o dinheiro é dela, enfim, eu não tenho nada com isso. Mas acho muito importante a pessoa sair da bolha e ter onsciencia do risco que eles oferencem para a saúde física e mental, porque pessoas, especialmente jovens, que se submetem a esses tratamentos, acabam ficando neurótica por qualquer quilo a mais, qualquer nova marca de expressão, ou até qualquer fio de cabelo fora do lugar.

cada um escolhe as amarras em que quer se prender, mas tentar domesticar o corpo, especialmente contra o tempo, é um batalha meio inútil.

Clara

Anônimo disse...

Anonimo de "27 de janeiro de 2015 10:25"

acho que você devia processar mesmo! Apesar de ser desgastante qualquer processo judicial, já passou da hora desse povo pagar pela antiética e desconsideração com os/as pacientes.


Gabriela Drummond disse...

Lola, você viu que, no caso do pai que matou os 4 filhos no DF, a mãe do assassino está culpando a mãe das crianças pela tragédia? http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/01/errou-mas-foi-levado-isso-diz-mae-de-homem-morto-com-4-filhos-do-df.html

Até quando continuaram culpabilizando as mulheres pelas atitudes alheias?

Anônimo disse...

Uma palavra que se usa pra ofender mulheres que não fazem o que outros acham "necessário" pro corpo dela que é "relaxada". Sei que falam pra machucar, mas eu me exergo: é como se os padrões de beleza estivessem me prendendo, me sufocando. Conseguir afrouxar as amarras, largar esses pesos que a cultura disse que eu era obrigada a carregar e simplesmente relaxar é uma das maiores conquistas pessoais que eu tenho. Não que eu tenha me livrado totalmente. Volta e meia aparece algum pensamento ruim, algo que volta a me puxar pra baixo... mas cada vez mais e mais, eu estou conseguindo. Sentir e saber que tamanho de peito, pêlos, estrias etc não são esses monstros terríveis que eu tenho que mudar, esconder ou me desculpar. Sinto como se prendessem mulheres a questões muito pequenas com essa obcessão que a nossa cultura tem com a nossa aparência física feminina. E se libertar desses problemas pequenos é preciso tanto, tanto esforço. Relaxar e aproveitar a vida independente de como esteja o cabelo, por exemplo, é uma pequena grande vitória - mas não precisava ser, não precisava de tanta dor. Fazem do perto uma distância tão grande que parece que nem tem caminho. Me machuca pensar quanta gente ainda é incapaz de realizar coisas simples, que seus corpos possibilitam - porque odeiam esses mesmos corpos - como ir à praia, usar uma roupa fresca num dia quente. Gastei tanto tempo, tanto dinheiro, sofri TANTO. Me sentia como se estivesse numa realidade suspensa, como se estivesse em uma fase anterior a que a vida iria finalmente começar (e a vida passando). Quantas experiências e paz de espírito eu perdi por coisas que pareciam necessárias e imutáveis. Que não eram, não são: nem fazem sentido nenhum que não o lucro empresarial e o controle patriarcal do corpo feminino.

Anônimo disse...

Lola, poderia comentar a barbaridade que está sendo proposta pelo estado islâmico de mutilar a genitália de todas as meninas do iraque para evitar "imoralidades"?

Julia disse...

Ídola!!

Anônimo disse...

"Gente com 20 anos não tem pé de galinha, pra que botox?" não é a questão.

Tenho 26 anos e pés de galinha, por ter depressão e chorar muito. E mesmo assim não quero botox ou nenhuma dessas cosias pra mim.

ESSA é a questão.

Anônimo disse...

Mulheres e sua batalha inutil contra o grande Chronos, rsrsrs.

Carol disse...

Outro dia li uma matéria dessas de "O que os homens odeiam que as mulheres façam", e me horrorizei. É o mesmo discurso de quando eu era adolescente, e eu achando que algo tinha mudado.

Entre as coisas odiadas pelos homens, um monte de contradição: excesso de maquiagem, moça que retoca a maquiagem quando sai com o cara; cabelo produzido demais, cabelo desleixado; gordurinhas, mulher viciada em dieta/malhação.

Assim fica ligeiramente difícil pra gente, né?

Não dá nem pra escolher um lado e existir.

Anônimo disse...

Triste é feminista usando expressões como "desleixada, feia e sem vaidade".

Selina disse...

Vcs n criticam a obrigatoriedade, criticam os tratamentos,é absurdo clarear axila,prevenir rugas,qualquer coisa para melhorar a aparência é criticado.
Todo mundo deve ficar ao natural,vamos parar de tomar banho,usar perfume, cuidar dos dentes,cabelo...

Anônimo disse...

Você confunde higiene (que, gostemos ou não, também é opcional e cultural) com tratamento estético?

Tá precisando rever seus conceitos.

Rosanna Andrade disse...

Tem gente que parece que se faz de desentendida, n eh possivel.

Sobre a industria criar as necessidades o problema eh o seguinte: antes de 1970, pelo q me consta, ninguem dava a minima foda pra celulite. Aquilo era "pele de mulher" e ponto.

Imagino tbm que alguns anos atras ngm ligava pra "axilas escurecidas". Muito menos deixava de usar roupas que as mostrassem assim.

A Gillete tempos atras tentou colar na cabeça dos homens que aquele q nao depilasse o peito era um "homem das cavernas". A reação foi escracho imediato. Eles estão acostumados a serem tratados como seres humanos, e não como partes imperfeitas de um corpo. (Embora eu ache que eh soh questão de tempo pra eles entrarem em neuras como as mulheres - eh soh ver os mascus que entram aqui e sao fissurados por academia).

Eu simplesmente nao vejo sentido em gastar dinheiro, e pior, se preocupar, deixar de sair, usar determinada roupa, ir a praia, fazer sexo de luz acesa, etc, por conta de insegurança com a aparência. Por coisas que décadas atrás ngm ligava. É doentio. Uma doença que nós apredemos a ter em maior ou menor grau. O que estamos propondo aqui é se libertar disso.

Concordo com a comentarista disse que o termo "relaxar" é extremamente adequado para isso.

E em tempo, eu uso maquiagem sim. De uma maneira "relaxada". Não uso todo dia, nem toda vez que saio pra algum evento. Inclusive tenho fotos sem maquiagem no facebook (isso seria impensável uns 5 anos atrás). A maquiagem pra mim é lúdica, gosto de brincar com as cores, vestir um personagem, um batom mais escuro, um olho mais delineado. De forma alguma me sinto imperfeita ou nua sem ela.

Raven Deschain disse...

Ué mais que vc anon.. U.u

Rosanna Andrade disse...

Eu não vejo nenhum problema em criticar o tratamento em si. Isso de "usa quem quer" é muito simplista. Realmente, usa quem quer e tem dinheiro pra isso. Mas "POR QUE a gente quer" é mais importante de se perguntar.

Eu imagino que ngm aqui veja qualquer razoabilidade em clareamento anal. Pq eu não posso criticar o clareamento anal em si? Essa pressão absurda por corpos perfeitos, sem marcas, manchas, e que nesse caso revela até racismo?

Nossas irmãs negras estão a um bom tempo criticando o alisamento de cabelos, e com toda razão. Muitas se questionaram o pq de se submeterem a produtos químicos, escovas e chapinhas sem fim, e por fim abraçaram a aparência que lhes pertence. Queria ver alguém aqui ter coragem de virar e falar pra uma negra: "Ainnn mas se ela quer alisar o cabelo, deixa ela, o corpo dela as regras dela...". Ops, melhor não, n duvido nada que apareça alguém pra falar isso.

Em tempo, eu JAMAIS criticaria a escolha pessoal de uma negra de alisar o cabelo. Ela que sabe as pressões que sofre, nesse sentido a decisão é dela sim. Só não vale interditar o debate fingindo que tudo é mera opção pessoal.

Se isso é (me parece) tão bem resolvido dentro do feminismo negro, não entendo qual a dificuldade de abraçarmos o mesmo raciocínio para perspectivas não apenas raciais.

Anônimo disse...

Raven, Deus tá vendo esse esmalte vermelho aí na sua foto...

Já já te penduram na cruz.

Anônimo disse...

Lola, poderia comentar a barbaridade que está sendo proposta pelo estado islâmico de mutilar a genitália de todas as meninas do iraque para evitar "imoralidades"?

Hoax. Hoax velho.

Desinformação. A gente vê por aqui.

Anônimo disse...

Rosanna, tem gente que gosta de coisas diferentes de nós. Se a mulher acha bacana ficar com o ânus mais claro, custa respeitar?

Por incrível que pareça, uma googlada e vemos que essa prática é muito mais comum entre homossexuais masculinos. E homossexuais masculinos sofrem MUITO menos pressão estética que mulheres.

Cada um, cada um.

Karen disse...

Sei lá, tava pensando sobre esse post e sobre o "clareamento anal"...
Tenho 25 anos e não conheço nenhuma mulher de 25 anos que tenha ou queira fazer botox ou clareamento anal. Nenhuma sequer. E eu não vivo em círculo restritamente feminista nem nada.
Silicone? Mais ou menos próximas tem duas. Hidrogel ou essas coisas, nenhuma.
Sei lá, parece que tudo isso acontece fora da realidade comum e não sei se vale a pena tanta indignação.

Rosanna Andrade disse...

O problema Anônimo das 19:08, é que o que vc chama de "respeitar", eu chamo de interditar o debate. Parece aquele pessoal religioso, que qualquer questionamento é ataque a fé deles.

Todas nós temos nossas vaidades, umas mais outras menos. Dói tanto assim questionar q vc gosta de determinada coisa? Como sei lá, depilar a virilha? Isso não é necessariamente deixar de depilar a virilha. Mas problematizar ajuda a ficar menos neurótica com isso.

E olha, sobre o clareamento anal, não me convenceu. Gays podem sofrer menos pressão estética, mas sofrem tbm. No meio pornô nem se fala. Dependendo do nicho, tem que ser musculosos, ou depilados, ou peludos, e assim vai. E clareamento anal continua sendo uma coisa racista.

Rosanna Andrade disse...

Em tempo, eu estou em um grupo de cultura pop LGBT no facebook. É um grupo formado na sua grande maioria por homens gays.

E lá rolam muitas discussões relativas a minorias. Dentre elas já vi várias vezes eles discutindo estética e gostos pessoais em grupos LGBT, aplicativos de pegação, etc.

Aí inevitavelmente acaba chegando em temas com preferências pessoais, padrões de beleza, racismo e por aí vai.

Pois é, se até eles, bem menos pressionados que as mulheres por padrões estéticos, discutem essas coisas, pq nós não podemos fazer isso? Pq tudo cai no simplismo do "desrespeito"?

Rosanna Andrade disse...

Ah, eu falei do clareamento anal mais pq os mascus falam disso (pq querem uma mulher de cu rosa original kkkk)e foi o mais absurdo q eu consegui lembrar.

Sobre o botox em mulheres na faixa dos 25... coincidentemente ou nao vi esses dias uma amiga de 26 comentando no face que pretende aplicar para a festa de casamento q será em breve.

irmã ote disse...

Renata, eu pedi pra Lola escrever sobre esse assunto. Chorei muito com a notícia, mas quando li os comentários no face, fiquei pior ainda. Havia uma moça lá pretetindo a vítima dessa tragédia. Outro louco entrou pra apoiar dizendo que metade das mulheres são malucas e egoístas. COMO PODEEEE??????. A mulher perde 4 filhos por vingança do ex, sifre violência doméstica e ainda sai culpada da história. Muito triste.

Anônimo disse...

Irmã Ote, foi uma tragédia. Tira isso da conta do machismo.

Dias antes uma mãe matou 2 filhos pelo mesmíssimo motivo e a culpa não é do feminismo.

http://www.hojeemdia.com.br/horizontes/m-e-mata-duas-filhas-dentro-de-motel-em-itabira-para-se-vingar-do-ex-marido-1.292726

Anônimo disse...

"Lola, você não vai falar disso?"
"Lola, olha esse link, fala sobre isso"

Deixem a Lola escrever sobre o que ELA quiser, parem de cobrar coisas dela!

Anônimo disse...

O grande problema não são os tratamentos, embora alguns sejam risíveis (como clareamento anal), nem a mulher querer se submeter a eles. Mas a razão dela querer e como a sociedade a leva a isso.

Uma mulher que quer colocar botox pra um casamento só quer ficar bonita? Ou quer ficar bonita porque é convenção você se produzir pra uma festa e se não estiver como esperado, passa vergonha/se arrepende das fotos?

Isso é, sim, a sociedade incutindo em nós certos conceitos. E, no fim, a gente acha que tudo é questão de escolha individual, e não é.

Anônimo disse...

"Lola, poderia comentar a barbaridade que está sendo proposta pelo estado islâmico de mutilar a genitália de todas as meninas do iraque para evitar "imoralidades"?

Hoax. Hoax velho.

Desinformação. A gente vê por aqui."

""Lola, você não vai falar disso?"
"Lola, olha esse link, fala sobre isso"

Deixem a Lola escrever sobre o que ELA quiser, parem de cobrar coisas dela!"


Caramba, as vezes qdo vejo os comentários aqui, fico chocada com a agressividade de algumas pessoas. Calma, gente. Vão tomar um calmante.

Vera disse...

Engraçado que cuidar do corpo por dentro com suplementos,vitaminas,comida saudável,seja o que for,é cuidar da saúde.
Agora cuidar por fora é frescura e opressão,pele também é um órgão do corpo.

B. disse...

Concordo 100% com a Rosanna Andrade.

Anônimo disse...

Ok, que a caixa precisa ser "dedetizada" de vez em sempre, mas a moderação empobrece o debate, pois a aprovação não imediata prejudica o diálogo...

Anônimo disse...

Anon das 19:02 o clareador de axilas nem é o pior... quando eu soube que as mulheres estavam fazendo plástica nos lábios vaginais sem nenhuma necessidade real, só pra que a vulva ficasse "mais bonita" (um conceito de beleza altamente questionável, aliás) acho que meu cérebro faz "pan", deu tela azul e tive que reiniciar o sistema... depois dessa é que ficou difícil a industria da beleza me surpreender.

Anônimo disse...

Agressividade porque alguém escreveu "desinformação" ou usou exclamação?

Amigx, vai se tratar. Tá muito sensível.

Anônimo disse...

Eu não fui agressivo.

Disseminar hoaxes ou qualquer outra informação relevante sem checar antes é um hábito detestável. Escondidas por trás da "manada", informações inverídicas podem ter efeitos devastadores.

Por isso minha intervenção. Coincidentemente, mulheres são o alvo principal desse tipo de irresponsabilidade. A menina surrada até a morte em SP poderia confirmar, se viva estivesse.

Com o Islã está ocorrendo o mesmo. Todo tipo de selvageria agora é atribuído a eles. Sendo verdade, ótimo, vamos investigar e na medida do possível, punir.
Sendo mentira, só aumenta a islamofobia e quem sofre são os muçulmanos residentes do lado de cá do Meridiano.

Se não tem certeza, não poste, não compartilhe. Always google it.

Anônimo disse...

E a palavra desinformação foi aplicada corretamente. Quem dissemina o que não é verdadeiro o faz por não estar informado.

Anônimo disse...

"Amigx, vai se tratar. Tá muito sensível."

Esse é um exemplo típico de agressividade. Acalme-se

Anônimo disse...

Se você não vê diferença entre comer saudável e aplicar botox, o caso é grave, Vera.

Anônimo disse...

Quando uma pessoa vem ao blog e se expõe comentando e recebe uma resposta dessa, que, por meios mais sutis, a chama de ignorante ela pode se afastar e achar que como ignorante é melhor ficar no seu cantinho.
A postura julgadora tem afastado iniciantes do movimento e não é uma maneira de fortaceler o debate, pois não são trazidas ideias e concepções, só é apontado um erro.
Não é esclarecimento sobre a notícia é chamar de ignorante. Nesse caso não é o exagero de sensibilifafe o problema e sim a falta.

@vbfri disse...

Vera, acontece que "vitamina, suplemento, alimentação saudável" é benéfico para a saúde. O Botox se chama toxina botulínica. Toxina. Logo, é tóxico.
Não estamos falando aqui de passar creme ou tentar ficar sarado. Estamos falando de uma menina de 25 anos se submeter a um tratamento estético, invasivo, para ficar "mais bonita". Para não ter rugas.
O Botox (a toxina botulínica) era originalmente usado para tratar pessoas com espasmos musculares.
E, aliás, a toxina botulínica tem sua origem no botulismo, uma infecção potencialmente fatal.
Aí um médico descobriu que essa toxina, utilizada para espamos musculares, poderia ser utilizada para acabar ou minimizar a sudorese. Aí, descobriram que podia ser utilizada para tratar rugas, por paralisar os músculos da face... e TA-DAAA: virou febre e necessidade mundial.
E isso a gente vê muito na indústria farmacêutica. De repente se descobre um efeito diferente do esperado, que de repente faz com que o medicamento tenha um uso completamente diverso do esperado (viagra era para problemas circulatórios e, hoje, nem se fala mais nisso).
A gente tem que ter muito cuidado quando fala que aplicar botox é cuidar da pele como órgão. Não. Quer cuidar da pele como um órgão, use cremes, tome água, passe filtro solar, não se exponha ao sol prolongadamente.
Maquiagem não cuida da pele. Botox menos ainda. Depilação também não (existe uma razão para termos pêlos). Clareamento anal (!!!) também não é um tratamento para a pele.
Ninguém fala dos efeitos colaterais de todos esses artifícios criados pelas indústrias estéticas.
Aquela modelo (Andressa??) quase morreu por causa de aplicação de hidrogel.
A sociedade, a indústria da beleza, etc, criam essas necessidades para as mulheres. Os homens são menos afetados, mas também são.
Agora, chamar isso de saúde, querer comparar isso a cuidados como o uso de suplementos e de alimentação saudável, desculpa, amiga... Mas não tem nada a ver.
A gente tem que colocar as coisas em seus devidos lugares. A indústria da beleza vende isso como cuidados com o corpo. Não gente. Cuidado com o corpo é outra coisa.

Rosanna Andrade disse...

"A gente tem que ter muito cuidado quando fala que aplicar botox é cuidar da pele como órgão. Não. Quer cuidar da pele como um órgão, use cremes, tome água, passe filtro solar, não se exponha ao sol prolongadamente.
Maquiagem não cuida da pele. Botox menos ainda. Depilação também não (existe uma razão para termos pêlos). Clareamento anal (!!!) também não é um tratamento para a pele. " (@vbfri)

CLAP, CLAP, CLAP!

Rosanna Andrade disse...

Esse negócio da indústria da beleza é tão foda que quem não adere a ela eh tratada como porca ou relaxada.

Eu por exemplo não tenho saco pra fazer as unhas. Até gosto do colorido, mas acho um tédio o tempo que leva pra fazer. E acho tbm que o resultado dura mto pouco (depois de 1 semana já era...)

Certa vez inha tia disse que eu não fazer as unhas era até falta de higiene!

Sendo que questionável msmo é esse hábito de tirar as cutículas, deixando uma porta aberta pra microorganismos... (dá pra fazer as unhas só empurrando a cutícula? E todos os lugares q eu vou elas tiram)

Retruquei que higiene qto as unhas era mantê-las curtas.

Anônimo disse...

Olha que bacana o que a ampliação da DESINFORMAÇÃO e ignorância provocam:

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2015-01-25/islamofobia-no-brasil-muculmanas-sao-agredidas-com-cuspidas-e-pedradas.html

E para quem se doeu, repito: Pesquise antes de compartilhar, pesquise antes de repetir.

Anônimo disse...

"Esse é um exemplo típico de agressividade. Acalme-se"

Mas você sabe se quem escreveu tava nervoso?
Porque eu não vi nenhum ataque ali, apenas a constatação de que quem pesa o tom de cada palavrinha alheia e fica dando conselhos tá meio sensível mesmo.

Anônimo disse...

Oxe, agora é moda ficar receitando coisa pros outros, é?

Fê disse...

Botox não é tratamento pra pele. Pelo contrário, é pra prevenir uma coisa natural: rugas. Nem tudo que "deixa bonito" é tratamento ou faz bem. Vamos nos conscientizar.

Anônimo disse...

O pior é ver como a maioria das cobranças com relação à aparência vem das mulheres...
Não que homem não fale, eles são ensinados a não fazer isso na frente de mulher e falam mais entre eles, mas mulher atacando mulher é triste...

Raven Deschain disse...

Rosanna, sou louca por unhas, esmaltes, nail art e afins. Respondendo a sua pergunta: sim. Tem como fazer sem tirar as cutículas. Mas tem q ter paciência. Uma bem maior do que simplesmente tirar. É mais ou menos os mesmos cuidados q se tem q ter com a pele do rosto. Bastante hidratação e tudo o mais. E pras manicures não é rentável. Pq se vc seguir certinho os cuidados com a cutícula e souber pintar direitinho, vc vai no salão praq? Então uma manicure de salão nunca vai te dizer como é. Dá uma entrada naquele blog loucas por esmalte que lá tem os passos certinho (e de quebra uns esmaltes lindos e maravilhosos). =)

Anônimo disse...

Não precisa tirar cutícula, nem deve, no máximo vc tira com cuidado aquelas pelezinhas mais duras que eventualmente grudam alguma coisa e doem quando você puxa acidentalmente, e acabou.

pra elas ficarem bem hidratadinhas, faz o seguinte, compra um creme Nívea da latinha azul (tem de bisnaguinha também, azul, mesmo preço mesma fórmula e faz menos sujeira) e todo dia antes de dormir você passa nas mãos ou só nas cutículas mesmo, espera um pouco até secar e vai pra cama. Tem o nivea soft mas o tradicionalzão mesmo é o que resolve. Vai fazendo isso todo dia. Olha, parece milagre. Se já quiser aproveitar, passa esse mesmo creme nos pés, nas partes mais ásperas, veste um par de meias e dorme. Mãozinha de rainha, pezinho de princesa, e pra ajudar esse creme custa sei lá, dez reais.

ass: Feminazgul misândrica abortista serva de satanás q não vive sem um creminho e nunca, ever, NEVER tira cutícula.

Rosanna Andrade disse...

Obrigada pelas dicas Raven e Feminazgul misândrica abortista serva de satanás.

Eu nao piso numa manicure ha tempos exatamente pq acho tenso isso de tirar cuticula, mas tbm n sei como cuidar das unhas e vivo com aquelas pelinhas saindo, mordo, machuco, o que tbm nao eh bom. Vou seguir as dicas de vcs =)