segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

"COMO DEFENDER MEU FEMINISMO?"

A B. me enviou este email:

Conheci seu blog pelo FB ano passado e a partir daí abro todos os dias para ver os posts novos e antigos também. Também conheci outros blogs e me identifico muito, já que tenho ideias feministas desde garota (tenho 26 anos).
Lendo os posts descobri como eu era preconceituosa em vários aspectos e que até me envergonho hoje, mas mudei bastante já. É incrível como a gente precisa de vários puxões na orelha para se tocar!
Mas não é por isso que estou te escrevendo e sim porque fico muito decepcionada comigo quando alguém questiona meu feminismo e eu não consigo dar uma resposta com firmeza!
Os amigos do meu namorado fazem aquelas típicas piadas machistas e olham pra minha cara esperando uma reação por que sabem que sou feminista, para tirarem uma com a minha cara. Me chamam de feministinha e defensora das minorias.
Tem vezes que eu não respondo porque sei que o que querem é me provocar, mas não aguento, e o pior é que fico com tanta raiva por dentro que quando a conversa fica séria não consigo me expressar direito, um pouco por falta de conhecimento e da dificuldade que tenho para formular e dizer o que penso.
Muitas vezes a conversa não fica só no feminismo, mas eles partem para o preconceito contra minorias no geral, principalmente contra homossexuais e "seus direitos que não devem existir", já que fazer uma lei para defender uma determinada classe seria contra a constituição, segundo esses amigos.
Meu namorado gosta de tirar um sarro também às vezes, mas ele sabe como ser feminista é importante pra mim e quando percebe que a conversa esquenta e fico brava de verdade ele tenta apaziguar, mas não toma partido de nenhum dos lados. É difícil convencê-lo também a se livrar de certos preconceitos e fico muito triste com isso.
Mas o que eu faço quando isso acontece?
Não tenho segurança e conhecimento suficientes para defender o que penso e isso me chateia muito. Se participasse de uma disputa de ideias eu perderia com certeza!
Sinto que para vivermos num mundo sem preconceitos, principalmente os dos homens héteros, está muito distante ainda.

Minha resposta: Está distante sim, B., e provavelmente você não verá um mundo sem preconceitos durante a sua vida. Eu te entendo: é muito decepcionante perceber que muitas das pessoas com quem convivemos são ignorantes. Porque toda pessoa preconceituosa, pra mim, é ignorante. A maior parte dos preconceitos é fruto da ignorância, mas há também os que são fruto do orgulho da ignorância. Você não conhece gente que diz: "Sou machista sim, com orgulho!"? Então.
Não é fácil ver parte da nossa identidade -- ser feminista -- ser desprezado e vilanizado. Mas é exatamente o que fazem com o feminismo desde, ahn, desde que as primeiras mulheres começaram a exigir alguns direitos que eram concedidos apenas aos homens. Talvez te ajude saber que "insultos" como peluda, masculinizada, invejosa dos homens, destruidora da ordem mundial (parece elogio pra mim) e tantos outros eram usados contra as sufragistas 160 anos atrás. Já ouviu falar em Olympe de Gouges? Durante a Revolução Francesa, ela teve a ousadia de sugerir uma Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã. Foi decapitada em 1793.
Ao mesmo tempo, o feminismo tem conquistado um monte de coisas e vem mudando o mundo. Esse pessoal que te provoca te chamando de "feministinha" não perderia seu tempo se não soubesse que a situação confortável deles está ameaçada. Eles sabem que está cada vez mais difícil ter orgulho do machismo hoje em dia.
Eles ainda recebem tapinhas nas costas por falar bobagens machistas disfarçadas de piadas, mas hoje já recebem também... tapinhas. Figurativamente falando. E não nas costas.  
Os amigos do seu namorado dizem coisas para te provocar. Tente não levar para o lado pessoal, porque é uma disputa de poder, um jeito que eles têm de se unirem, escolhendo um alvo. E aprenda a se defender. Tente se informar mais sobre o feminismo, lendo blogs, artigos, livros, fazendo parte de coletivos, indo a palestras e manifestações. Envolva-se mais, porque rapidinho tudo que esses amigos disserem não será novidade alguma. São insultos nada originais.
Mas também tem que saber quando responder. Não sei se vale a pena ficar com raiva, ainda mais o tempo todo. À medida que você se envolver mais em atividades que você gosta, você vai conhecer mais gente que pensa parecido. E aí você vai avaliar se convém continuar sendo amiga ou namorada de machista, mesmo que seja machista de brincadeira, que fala besteira pra provocar.
No meu Twitter eu me dou o privilégio de bloquear gente machista, homofóbica, racista, gordofóbica etc. Na vida real é mais complicado. Mas é preciso se cercar o máximo possível por gente boa. Porque mudar o mundo não é uma tarefa simples.

71 comentários:

Claudio disse...

Feminismo = mulheres heterossexuais rejeitadas + mulheres homossexuais invejosas + homens heterossexuais com esperança de conseguir a aprovação de alguma mulher + homens homossexuais que apoiam tudo que apoiam minorias

Anônimo disse...

Olha, amigo de namorado machistinha é facinho de contornar: num sai mais junto. Fala pro namo com todas as letras: com esses babacas eu num ando mais. E se vier com mimimi de "eles são meus amigos", vc manda:"ótimo! ande VOCÊ com eles. Comigo junto nunca mais".Funciona muito bem.

Daí se encontrar por acaso e vierem encher, levanta e dá as costas. Comigo pararam de provocar em vez de tentar ficar minando o namoro.

Espero ter ajudado!

Anônimo disse...

Muita força para você B.

Eu me desfiz de muitos casinhos que eu tinha porque chegou a um ponto que eu não suportava mais o machismo e a gozação por eu ser feminista. Me desfiz também de vários amigos e colegas que amavam bolsonaro, e achavam danilo gentili e outras aberrações mega inspiradores... Me desfiz mesmo! Fiz uma limpa completa na minha vida. Porém, a minha família é ainda pior, eu sou de uma família mega conservadora, racista, homofóbica e muito muito muito machista. Eles são como a Lola definiu bem, são ignorantes completos. Principalmente porque tem muito dinheiro e vivem presos (por vontade própria) em sua zona de conforto. Não conhecem nada da vida e nada sobre pessoas. Para eles é conveniente ignorar a realidade, é conveniente continuar sendo preconceituosos... E dói muito em mim sabe... Puxa, dói para caramba! Eu chego a chorar. Porque eles fazem questão de ter contato comigo e eu só posso falar nas conversas o que eles querem ouvir... Eu não consigo lidar com isso, é muito difícil. E quando eles flagram minhas atitudes feministas e progressistas eles simplesmente me ridicularizam. E a mim só resta abaixar a cabeça e ficar quieta. Eu não tenho nem mais assunto com eles. É intragável a convivência com eles.

Querida B, se livrar dos amigos, colegas, e até namorado, ou caso que zombam do seu feminismo pode parecer um pouco difícil no começo, mas quando a gente se livra dá um alívio grande! É como tirar um peso de nós. Eu não me arrependo. Agora se livrar da família é mais difícil... e põe difícil nisso... Eu nem imagino como se faz. Se alguém tiver uma sugestão, eu agradeço.

Priscila disse...

Querida, já passei por situações parecidas com amigos do meu namorado e sei como irrita! Se o que vou dizer puder te ajudar em algo, olha: não tem nada demais em dar as costas e ir embora. Sério. Não é falta de educação (mal educado é quem faz piada escrota só pra azucrinar os outros!) e você não é obrigada a aguentar NADA calada. Eu tive de virar as costas pra uns amigos de namorado algumas vezes antes de eles finalmente se mancarem e, pelo menos na minha frente, tentarem ser um pouco menos babacas. Demora e você tem que aturar um monte de mimimi sobre como você é uma feminazi louca sem senso de humor (até aí novidade nenhuma, né? Grande coisa), mas tem boas chances de eles pararem com as escrotices pelo menos enquanto você estiver presente.

Anônimo disse...

Muito interessante esse assunto, principalmente porque o machismo é tão enraizado que a tendencia da mulher ao travar uma discussão com um homem (ou no caso, vários e unidos contra ela) é acabar cedendo e concordando... É o velho papel de que a mulher tem que ser boazinha, não pode ser exaltar, é feio discutir na frente dos outros, etc.

Anônimo disse...

Ué, tem grupos feministas na internet inteiramente dedicados a zoar e ridicularizar ozomi (declaradamente machistas ou não), ou até os grupos de rad com ofensas pesadas à mulheres trans...
Mas as pobres feministas não pode zoar, não pode ofender, não pode irritar. Coitadinhas...

Anônimo disse...

Pra mim o pior é lidar com isso no trabalho. Vivo num ambiente bem machista em que eu, individualmente, sou muito respeitada, mas volta e meia me surpreendo com colegas homens de quem gosto totalmente submersos em privilégio, e fico sem reação, ou com reações tardias. O ideal é ir se treinando pra responder de forma honesta e no caso do trabalho, diplomática sem baixar a cabeça.

Uma vez um colega comentou que após conversar com um homem muçulmano num avião, que lhe disse que a mulher dele não tomava decisão alguma em casa, apenas fazia o que ele mandava, foi brincar com a própria esposa: "melhor você me tratar bem, vai que reencarna numa situação dessas?" Pensei e respondi: "é mesmo. Trate sua esposa bem, também. Vai que VOCÊ reencarna numa situação dessas?"

Anônimo disse...

Ah B, eu também sofro... Mas sei que as piadas sempre se repetem, então vc pode preparar uma resposta para a proxima vez. Exemlo: um amigo so meu namorado vive falando "fulana deu um pití, deve estar menstruada" é Isso me incomodava pq coloca as mulheres como malucas descontroladas. Da outra vez que ele disse Isso respondi: é vc fulano? Passa a vida menstruado? Pq se essa é a Unico razão pela qual as pessoas são mal edycadas, vc deve passar a vida menstruado".
Ou com respostas serias. Vieram me falar em Tom de deboche que cientistas da décade de 30 "comprovaram" que mulher eh menos inteligente por causa do tamanho so cerebro. Respondi "são os mesmoq que disseram Que négros não eram humanos"
Não ligue de não saber responder na hora, mas se prepare, pq as provocoes sempre vlltam, e são sempre as mesmas
Lia

Anônimo disse...

O que eu não entendo é como vocês se dão ao trabalho de aturar gente desse tipo. Não é trabalho, não é família, por que você tem que ficar perto dessas pessoas, se remoendo porque não consegue ser articulada e passando raiva?

Luiz Prata disse...

Usar de humor e sarcasmo contra eles pode ser interessante (compará-los a Neanderthais ou insinuar que eles vieram na caravela de Cabral, por exemplo), ou seja fazer uma via de mão dupla. Se eles reclamarem, a resposta: "Ué, cadê aquele senso de humor todo?".

Death disse...

B.

Endosso o comentário das duas primeiras anonimas. Vc não é obrigada a sair com os amigos babacas do seu namorado e não precisa manter a amizade, namoro, qualquer vínculo afetivo que seja com quem é idiota a esse nível profissional.

Às vezes simplesmente não vale à pena passar por esse estresse todo, vai por mim, já fui do tipo que não podia ouvir alguém me zoando por ser feminista que já ia querer debater e na vontade de querer provar o meu ponto de vista acabava que não conseguia me defender e passava carão.Discuta seja com quem for só quando você ler bastante o suficiente para sentir-se segura de ter uma conversa informal.

Se vc é capaz de desenvolver uma conversa informal sobre feminismo e colocar alguns pontos para alguém que nunca ouviu falar, e a pessoa disser: "Puxa, não tinha pensando nisso antes" você consegue agora debater com alguém que só quer te vilanizar, te garanto.

boa sorte.

Jonas Klein disse...

Olá Lola e a moça que escreveu o post.

quanto nossa amiga ai, ela precisa adquirir mais conhecimento sobreo feminismo e conhecer melhor os argumentos que os machistas usam, isso e você de dedicar ler estuda sobre o assunto logo você fica craque no assunto.


Eu apesar de eu não ser um feminista frequentemente discuto com machistas na internet, hoje mesmo eu estava no site Ego e tive um bati Boca feio com um machista por lá.

Pra mim isso ate fácil porque já estou muito acostumado com as falácias que estes vermes dizem, que eu simplesmente massacro estes tontos na nos debates, claro que uma coisa e uma discussão na internet e outra discutir pessoalmente, onde você precisa se moderar ate para não se envolver numa briga.

Por fim desde-que você aprenda usar da forma certa os argumentos certos no momento mais propicio, você pode debater com quem você quiser, que você vence qualquer debate. Agora vou te da uma dica, quando for debater com alguém sempre procure ataca as ideias do argumentador não e ele(a) pessoalmente.

Boa noite

Anônimo disse...

Claudio= boçal completo. Mascuzinho frustrado de merda.

Gle disse...

Claudio, seu babaca, ignorante! O que mesmo que vc faz aqui? Em qual desses exemplos que vc mesmo deu se encaixa? Respeito é bom e todo mundo gosta!

Querida B, no começo eu tbm ficava muito insegura nos argumentos pq estava conhecendo o feminismo e o blog da Lola me ajudou muito.
procure ler o máximo que puder, essa é a melhor forma de criar suas opiniões. E sempre tenha uma coisa em mente: ninguém é dono da razão! Tire proveito de tudo o que achar certo, mas respeite a opinião alheia ;-)

Anônimo disse...

Por que diabos uma feminista precisa de namorado?
Não! na boa, fazem todo um discurso anti comportamento masculino....ai de repente sai um.."meu namorado"
Fica dificil entender, masoquismo?

Anônimo disse...

Mulheres, voltem para casa!
Hoje em dia, vemos milhões de crianças jogarem os seus futuros no lixo, ao se envolverem com drogas, treparem com 7 anos de idade e fazendo outras coisas absurdas que nem a adultos seriam aceitáveis.

Cheirar uma cocaininha e e praticar sadomasoquismo com o namorado virou a nova mania entre as meninas de 13 anos.

A situação das nossas crianças é ainda mais lamentável porque, até pouco tempo atrás, elas à noite ainda ficavam em suas casas, brincando de boneca, jogando videogame e assistindo desenhos.

O que mudou em tão pouco tempo?

A primeira coisa que notamos num adolescente comum atual é a sua falta de personalidade e valores morais rígidos. Ele não tem um noção muito exata do que é certo e errado, bom e ruim. Segue o que a maioria lhe diz pra fazer.

E a maioria lhe diz que ler a bíblia, estudar, trabalhar e ser uma pessoa honrada é coisa de careta. E então elas seguem o caminho da perversão, consumindo drogas em quantidades cavalares, engravidando e contraindo AIDS.

Se os adolescentes, como antes, tivessem uma base moral, que lhes desse a noção do que é certo e errado, jamais cairiam nessa conversa.

A principal responsável por colocar as crianças no caminho certo eram as mães, mas hoje elas estão ausentes. Enquanto vão trabalhar e celebrar seu status de mulher independente e moderna, deixam os filhos em casa sozinhos, sendo educados pela MTV e pela revista Capricho.

Esses meios-de-comunicação são dominados pelos seres mais diabólicos que existem, que não pensam em outra senão em instilar os seus “valores” deprevados nas nossas crianças. São aidéticos, pederastas, traficantes, filhos da puta, pedófilos, drogados que trabalham incasavelmente pra transformar toda uma geração em pessoas desprezíveis igual a elas.

Essa canalha sempre existiu, mas nunca conseguiram depravar o mundo porque as crianças dispunham de suas mães pra protegê-las. Com as mulheres colocando suas carreiras em primeiro lugar, as portas ficaram abertas pra eles meterem suas porcarias nas cabeças das crianças.

O egoísmo das mulheres é o único e exclusivo culpado pela decadência da juventude. Ao darem de ombros para a educação de seus filhos, transferiram essa responsabilidade pros depravados que querem detruir o mundo.

A solução é uma só: as mulheres deve imediatamente voltar pra suas casas.

Suas “carreiras” não valem a saúde física, moral e mental de nossas crianças.

Vocês, mulheres feministas, modernas, independentes e sei lá mais que merda são as responsáveis pelos milhões de adolescentes pais precoces, aidéticos, drogados, pederastas, criminosos produzidos em menos de uma geração.

Vocês deixaram, egoisticamente, seus filhos sob os cuidados dos filhos da puta da MTV, e eles se encarregaram de destruí-los.
O mal que vocês causaram é irreparável, o egoísmo de vocês não tem perdão, mas se o feminismo ainda não destruiu por completo as suas consciências, creio que vão perceber o mal que estão causando.
E então, largarão seus empregos e voltarão para as suas casas?
Vocês não vão se redimir, vocês não serão perdoadas (porque o mal que vocês causaram alcançou dimensões trágicas), mas peço que façam isso pelo amor que tem aos seus filhos.
O mal se alastrou, mas há ainda tempo de combatê-lo.

Anônimo disse...

homem babaca? me conta uma novidade

Anônimo disse...

Não, anon 00:25.
Isso se chama heterossexualidade. Não é uma necessidade, é uma orientação.
Não dá pra mudar, infelizmente.

Vamos esperar sair a cura hétero aí, quem sabe..

GG disse...

Oi B.!

Te entendo totalmente e passo por isso. Ok, com a diferença que eu não conheço nenhuma lingua mais afiada que a minha, rs.. então geralmente quem perde é o outro lado (sem querer me gabar, mas querendo ajudar).

Tem 4 dicas boas (além das respondidade pela Lola, que é se informar muito e sempre) que vai deixar vc mais a vontade pra responder, porque as vezes a raiva nem é pelo que ouvimos, mas pela resposta que não conseguimos dar, né?!? Mesmo sabendo que estamo cobertas de razão.. rs.. e é extremamente dificil explicar razão e lógica pra "bobocas".

1 - Esses caras só falam asneiras. 70% das vezes se vc apenas repetir a asneira que ele falou com em tom de pergunta é suficiente pra matar "o argumento". Eles só precisam ouvir em voz alta vindo de outra pessoa a merda que falaram. Tente trocar a paolavra homem e mulher por "pessoa com pinto e pessoa sem pinto", que da um tom dramatico a conversa e mostra quanto ignorante é o criterio de discrimincação. Por exemplo: "Então pessoas que tem penis devem provar o vinho antes de o graçom servir, porque as pessoas que não penis não tem o paladar adequado".
Pronto! Vc disse a mesma coisa que eles, mas de um jeito que não soa como "tradição", mostra como o negócio é ridiculo.

2 - Se auto-intitule feminazi ou feministinha ou qquer nome horroroso, porque isso evita qualquer disucussão desnecessária e mostra que vc não se irrita com isso... Já ouvi muito amigos de namorado dizerem "ah, eu sei que vc é meio ativista.. bla bla" cheio de dedos, eu já respondo: "É, eu sou FEMINAZI"" . E ai a graça deles acaba rapido, se quiser me zoar vai ter que ser mais criativo.

3 - Acompanhe paginas de facebook de feministas e de vez em quando comente, tente conversar com pessoas que comentam porcaria de forma calma, clara, coerente e racional e sem ficar nervosa.. é um bom treino e vc acaba acostumando... pq no final, a gente sempre tem que falar as mesmas coisas sobre os mesmos assuntos com pessoas diferentes. Praticando vc encontra 50 formas diferentes de dizer a mesma coisa, e espera que esta forma seja enfim entendida pelo outro lado.

4 - Entenda que 90% das coisas que estas pessoas dizem sobre feminismo, e eles colocam como feminismoe l utam contra isso, não é feminismo... (lembre-se que eles nao sabem o qu eé feminismo, então eels acham que qquer forma de odio ou coisas praticadas por mulheres é feminismo). Então, primeira coisa que vc tem que fazer quando ouvir alguma coisa, pense: "mas isso é feminismo? isso faz parte da luta pela igualdade de direitos?".. se vc achar que não tem nenhuma ligação, simplemente esclareça a esta pessoa: "OK, mas isso que vc ta falando não é feminismo".
"Ok, uma mulher fez isso, não significa que isso é feminismo".


Enfim, se isso te irrita muito use apenas a tecnica 1. Pelo menos eles podem ouvir o eco do que falam... e fala cara de quem comeu e não gostou! hahahha...
Pelo menos evita discussão que não vao dar em nada...

Mas se puder chegar no ponto de conversar com essas pessoas eu sempre acho bom, porque é bom que as pessoas entendam o que é feminismo e o que não é feminismo...

Beijão e boa sorte!

GG disse...

B., mais 1 dica!!!

A palavra chave é FULANIZAÇÃO.
Porque 1 pessoas fez, ga;era chama de regra geral.

Porque 1 feminista (ou um grupo) postou que odeia homem, então feministas odeiam homens... NÃO!!!! NAO!!! E NÃO!

Eu vejo muito "argumento"assim, ams é só fulanização da coisa... feminismo não tem uma cara, não é representado por um livro ou por uma pessoa... feminismo é uma IDÉIA. E a idéia é igualdade.

Tanto faz o que a femistas fazem de certo ou errado. tanto faz quem é feminista. isso não faz parte da discussão. A vida provada e historia pessoal não deve ser levada em consideração...

1 pessoa sou um grupo não representa o feminismo.

Infelizmente não tem uma resposta pronta pra estes casos....
Mas vc pode traçar paralelos, como por exemplo: "não é porque católicos fazem sexo antes do casamento que a igreja concorda com isso".

As pessoas fazerem algo diferente do que dizem acreditar ou seguir não descaracteriza o movimento.

É isso! O ultimo que consegui lembrar! rs...

Espero que ajude...

GG disse...

A proposito, adorei os comentários!

Tb tenho umas na manga:

Tipo , pra essa aqui "mulher eh menos inteligente por causa do tamanho so cerebro"
--> Opa! Mas se o cerebro é menor e executa a mesma função quer dizer que é mais eficiente! Ou seri auma evolução? Pensa, celular e computadores a medida que evoluem ficam MENORES.

Quando eu namorava meu marido ele veio com uma "vc pilota o fogão enquanto eu espero".. uma coisa assim, num sms. Resposta?
--> Fi, não vou me ofencer p0orque eu piloto bem QUALQUER coisa.

Esta citada da menstruação é ótima mesmo. Quando homens sentam e dizem que mulher fica cahat uma vez por mes... vc sempre pode dizer "pelo menos é só 1 vezx por mes" / ou pra não ser grosseira e não arranjar briga "Claro, porque homem nunca fica irritao ou nervoso, estão sempre felizes e saltitante poqeu eles não menstruam".

Quando dizem que é impossivel entender as mulheres:
--> "Nossa, mas com um cerebro tão grande vc não consegue entender isso?"
ou, se quiser fazer graça:
--> "Não se preocupe, elas podem entender vc de qquer forma".
(odeio estas tipo guerrinha, mas são eles que começaram!!!)

Se disser que mulheres dirigem mal, pergunte quanto ele paga pra seguradora e diga que vc paga menos, porque tem "seguro auto mulher".

e qquer "PIADA BOA" que vc ouvir pela milionmésima vez, nem responda, só cante chico buarque:

"A MESMA PRAÇAAAAAA, O MESMO BANCOOOOO... AS MASMAS PIADAS, OS MESMOS MACHISMOS...
TUDO É IGUAAAAALLL.. MAS ESTOU TAO TRISTE...."

Anônimo disse...

HEY ANONIMO!!!

Anônimo disse..." Por que diabos uma feminista precisa de namorado?"

Não precisa não, tem porque quer.
Quer porque PODE.

Veio ao canal certo tirar suas dúvidas. Acho que a lola precisa um FAQ pra perguntas cretinas como a sua... ops, cretinas não, ignorantes... não é sua culpa não saber disso...

Priscila disse...

Anônimo das 00:25,

ninguém "precisa" de namorado/a, fofo. Namoramos porque queremos. Se você até agora não entendeu que feminismo não é antihomem, não vou ser eu a cansar minha beleza pra te explicar... :-D

Anônimo disse...

Crie uma conta no tumblr.

Mallagueta Pepper disse...

Será que vale a pena namorar um sujeito machista só pra não ficar sozinha? Da vida não levamos nada. Então seria interessante refletir se vale a pena ficar com uma pessoa que tem princípios contrários aos seus.

O mesmo vale pras amizades. Ninguém muda a cabeça de ninguém. Se os amigos do seu namorado quisessem mudar alguma coisa, tentariam pesquisar e conversariam com vc numa boa, sem tentar atacar e destruir. Mas eles não querem fazer isso.

Quando é assim, o melhor é afastar. Discutir com eles é tipo jogar xadrez com pombos. Vão derrubar as peças, defecar no tabuleiro e sair cantando vitória.

Anônimo disse...

É um fato da vida, e uma mulher de 26 anos deveria saber, que as pessoas sempre vão questionar suas ideias, de uma forma educada ou não, é escolha sua querer continuar o assunto, vai ver ès tão chata que não permite que nenhuma conversa aconteça sem meter um discurso no meio, olhe suas próprias atitudes primeiro.

N. disse...

Esse guest post foi pra mim, só pode! heheh

O meu namorado tem amigos grotescos. São evangélicos fanáticos, racistas, ultramachistas, homofóbicos...enfim, TODOS os preconceitos que vocês podem imaginar.
Tem inclusive uma guria (que já falei aqui que é a guria mais ESCROTA que conheço, não me venham dizer que não existe mina escrota) que desejou estupro pras manifestantes do "Não mereço ser estuprada". Sério. Cortei relações com essa ESCROTA DE MERDA e com os todos os babacas amigos dele.

Aí meu namorado fica me chamando pra ir na igreja. Eu recuso pq não quero entrar aquela gente, pq senão sou capaz de sair no tapa. Defendem Bolsonaro, ditadura e tortura. Pra mim passou do rótulo de "babaca", nem sei como defini-los...Eu simplesmente não os encontro e se meu namorado quiser ver essa gente de merda,que vá sozinho. Mas eu excluí. Em eventos maiores, já os encontrei e virei as costas na cara dura. Como disseram aí em cima, não somos obrigadas.
Agora se vierem me provocar, se vierem mexer com quem tá quieto, vão ouvir poucas e boas.

Anônimo disse...

00:25, larga a mão de ser burro, feminismo não significa "não quero mais piroca"!

Anônimo disse...

Enquanto tiver peixe precisando de bicicleta, o mundo não vai pra frente.

Anônimo disse...

Simples, leia livros feministas! Acho fundamental para a formação cultural de qualquer cidadã moderna.

Anônimo disse...

Feminista que não sentia exclui homem machista da sua vida, e feminista pela metade.

Anônimo disse...

"ninguém "precisa" de namorado/a, fofo. Namoramos porque queremos"

Então vocês namoram machistas porque vocês querem? Interessante

Anônimo disse...

Uma mulher de 26 anos que se diz feminista desde cedo não sabe nem discutir 5 minutos? Só o blog da Lola já te deixaria expert...

Anônimo disse...

Va se tratar, doente. O sec XIX nao vai voltar apenas porque vc quer.

Anônimo disse...

Então o feminismo termina na "piroca de ouro?"

Anônimo disse...

Todo homem eh machista? Apisto que foi um homem o autor deste comentario. Se fosse uma mulher, seria chamada por vc e por outros mascus babacas de "extremista" e "feminazi".

Raven Deschain disse...

Concordo com a 2056. Não é amigo, não é parente, tá aguentando pq? Manda a merda e sai com seus próprios amigos, uai. E na boa? Se vc quer buscar conhecimento pra crescer, pq é bom pra vc, massa, tem meu apoio. Se vc quer obter esse mesmo conhecimento pra rebater machista em mesa de boteco, sugiro que repense suas prioridades, pq vc não pariu ninguém e não é obrigada a ficar ensinando coisas que dois minutos de google resolvem pra gente mal-informada, babaca e de má - fé.

E seu namorado é um belo bosta. Procura outro. Ou outra. Ou adota um casal de gatos.

Anônimo disse...

66% dos homens já praticaram algum tipo de violência. O que dá 7 em cada 10.
Ou seja, o feminismo vai ter que se posicionar, ou aderimos ao combate ao mito do amor romântico, que tantas vitimas faz, ou as mulheres vão continuar caindo na mesma armadilha do ;"aaainn, mas sou heterossexual, não posso fugir disto"

Anônimo disse...

"Enquanto tiver peixe precisando de bicicleta, o mundo não vai pra frente"

Mais que perfeito comentário :)

Anônimo disse...

Quer aprender a acabar com a argumentação dos outros? Pede pro anônimo das 09:54 te ensinar.

E querida GG, o feminismo é expert em pegar a parte como todo e você não tem autoridade nenhuma pra dizer o que é ou não feminismo pros outros. Nem pros machistas (que você julga ignorantes diante da luz da razão feminista), nem as radfems (que você julga um desvio de exceção que não representa a ideologia).
Várias feministas de diferentes correntes discordariam da sua "grande verdade" de que a ideia do feminismo é igualdade.

Luiz Prata disse...

Sobre Olympe de Gouges, citada no texto: tem uma biografia em quadrinhos sobre ela.
Resenha aqui

Anônimo disse...

Claro, porque se intitular FEMINAZI ajuda em muita coisa...

Anônimo disse...

Não sou homem, mas isto e o que menos importa. Tidos os homens podem não serem machistas, ou são machistas em menor gral( o que eu acho mais logico) Mas que todo homem ae beneficia do machismo, isto e fato.
Ou vc acha muito radical para suas " fantasias românticas" admitir isto?

Priscila disse...

Yups, e respondemos comentários toscos porque e quando queremos, também. Não é incrível?

Anônimo disse...

Nossa 26 anos e não sabe rebater uma grosseria...

Anônimo disse...

feministas vivem para criticar,ofender,julgar e ridicularizar quem n é feminista mas n aguentam piadinhas?
a arrogância é grande tb,o resto do mundo é preconceituoso e ignorante,menos vocês,dá para ver como vcs espalham amor pelo mundo...

André disse...

Ler bastante, se informar e praticar argumentações é um bom exercício para dialogar com pessoas que valem a pena. Para imbecis que querem apenas te provocar, a grande maioria das provocações pode ser cortada questionando se aqueles (pré)conceitos também se aplicam para as mães dos respectivos.

Anônimo disse...

"Fantasias romanticas". Nao sou heterossexual, moçx. E vc falou de homens machistas, e nao de homens que se beneficiam do machismo (todos se beneficiam, mas alguns poucos reconhecem seus privilegios e tentam descontruir o proprio machismo) Nao mude o foco.

Anônimo disse...

Machistas sao ignorantes e doentes por qualqur angulo que se olhe. Sorry.

Anônimo disse...

Masculinismo = toddynho + préistaxion + boneca inflável + birra + garoto da mamãe*


* Geralmente os "garotos da mamãe" são marmanjos de 30 anos que não saíram de casa e a mamãe faz tudo pra eles.

Marjorie.

Anônimo disse...

Em geral os machistas com quem eu debato costumam se revoltar mais quando respondo usando o humor, fazendo piadinha das ideias deles; ou qdo respondo de forma calma e direta, sem xingar, só apresentando os fatos, porque isso faz eles parecerem ainda mais babacas. E quando eles baixam o nível da discussão nem precisa mais responder, é só deixar o cara se afundar sozinho, e eles se afundam maravilhosamente bem. O blog pode te ajudar niss, e você já pode ir pensando em respostas pra algumas idiotices antecipadamente, porque eles se repetem o tempo todo. Boa sorte.

Anon das 01:24, esse cenário que você me descreveu parece familiar... onde eu já o vi mesmo? Ah, sim, no decorrer da história humana! A AIDS já foi a sífilis, o crack já foi o ópio, as crianças já engravidaram aos 13 (vendidas pelos pais pra casar com homens de 40 anos), já tiveram experiências sexuais aos 7 (quando eram vendidas dentro da lei pra bordéis, por homens e pra serem usadas por homens). E, que estranho, nesses tempos remotos as mulheres sempre estiveram em casa, mas isso não impediu que as coisas que você cita acontecessem. Aliás, era até pior porque não existia polícia, ECA, juizado de menores, abrigos, instituições nem programas de amparo ao menor carente. Nem mesmo existiam noções de infância; a criança era considerada um mini - adulto a ser usadx em fábricas, trabalhos duros, sujos e perigosos ou em bordéis, e com a vantagem de serem mais baratxs. E os maiores responsáveis por isso foram os homens, os mesmos que vc inocenta totalmente. Aliás, se querem alguém em casa, por que os homens não ficam em casa, hein? Por que não param de trabalhar e ficam na "moleza", só cuidando dos filhos e da casa, e deixam a mulher se virar sozinha pra suprir a família financeiramente? Cadê os pais (homens) dessas crianças, que não estão em casa olhando os filhos? Que deixam as crianças soltas no mundo pra ver futebol e tomar cerveja, hein? Cadê eles? Fazer foi bom né, mané, agora tem que assumir a responsabilidade. Desliga a TV e o fórum e vai cuidar das crianças, vagabundo.

Gle disse...

Somos responsáveis pela má criação e evolução das criancinhas??? :O
Naaaaooooooo.... Hauahauahauahauahuahauahauauhaauahauahauahayahahha. Tô morrendo de tanto rir com o comentário do moço aí que mandou a gente parar de trabalhar e ir cuidar dos filhos! Kkkkkkkkkkkkkkkkkk. Eu vejo tudo e não morro, sério! Hauahauahauahauha.

Anônimo disse...

Existe homem não machista e eles estão + concentrados na europa, ou seja melhor ainda, pra que ficar com brazuca feio, mal educado, galinha e machista se pode ter os melhores.

Anônimo disse...

E os pais? Afinal de contas a educação dos filhos também é de responsabilidade dos pais.

Anônimo disse...

Somos responsáveis e vcs tbm, qual o valor que os pais passam pros filhos, se é que estão aí pros filhos...

Anônimo disse...

Do mesmo jeito que o cara machista namora feminista.

Anônimo disse...

É a mesma coisa serve pros homens pra que machista quer mulher já que mulher é inferior, se casem com homens que são os seres acima do bem e do mal.

Anônimo disse...

Comentário homofóbico não ne gente, por favor.

Aline D disse...

GG,

Não sou a B., mas adorei as suas dicas! Foram super úteis!

=)

Anônimo disse...

Sou professora e gostaria de fazer algumas afirmações.
a) O feminismo nos deu liberdade de escolha, ensinou- nos que somos donas de nossas vidas
b) Eu já percebi crianças mal educadas e desorientadas, filhos de mulheres que eram donas de casa, crianças com valores morais bem distorcidos, e as mães não tinham carreiras
c) Agora vi crianças com boa formação, filhos de mulheres que trabalham fora, nada é certo na vida
d) Os homens têm que assumir suas responsabilidades com os filhos

GG disse...

Querido anonimo,

Se eu como feminista não tenho autoridade de dizer o que é o feminismo, porque vc como babaca anonimo tem esta autoridade?
Que cartório registrou isso, fi?
rs... Na boa, procura mais argumento.

Sua provocação não tem nada de novo ou informativa, e como ja dei as dicas, rcai na repetitividade:

1 - Não sabe o que é feminismo:
"o feminismo é expert em pegar a parte como todo".
Então o feminismo é um grupo de mulheres que pegam parte de homens e o definem como todo? hahahhaa... OK, ta sabendo legal!


2 - "Você não tem autoridade nenhuma pra dizer o que é ou não feminismo pros outros"
Que empresa, lei ou cartorio eu tenho que ir pra conseguir uma amigo? Me indica a sua porque vc parece estar cheio "das autoridade" por aqui... rs..

3- "Nem pros machistas (que você julga ignorantes diante da luz da razão feminista)"
Cite exemplo de 1 lógica machista inteligente e eu calo minha boca agora.
Pode pensar bastantre antes de repsonder.. pode recorrer a toda iluminação machista que precisar.. chega aqui com uma ideia machista DAS BOA. E das inteligentes... Acho que vc tem autoridade pra isso.

4 - "Nem as radfems (que você julga um desvio de exceção que não representa a ideologia)."
Vc poderia usar minhas palavras entre aspas, por favor? Porque não achei aqui nenhum argumento contra radfems, nem citação.. enfim, acho que vc ta um pouco alterado... alias, eu nem falei com vc, nem sei pq se importa em brigar comigo.

5 - "Várias feministas de diferentes correntes discordariam da sua "grande verdade" de que a ideia do feminismo é igualdade."
Jura? Qual o nome desta corrente? Mulheres machitas contra o feminismo?
Que livro vc leu isso? Cade a bibliografia das suas citações, ó pesquisador estudioso e racional!? :)

Desculpa, mas todo seu caloroso rebate ainda cai nas poucas formulas prontas de respostas que eu citei acima de "o mais do mesmo machistinha"...

Mas eu adoro responder.. porque é hilário.. rs.. Do mesmo jeito qu evc deve adorar vir a e ler pagina feminista pra "zoar" no comentário, ow forever alone! rs...

GG disse...

Deixando de lado a diversão de responder pros machistinhas e falando sobre a relação do namorado em cima do muro e dos amigos machistas...

Não é facil encontrar pessoas que receberam instrução suficiente pra entender até onde vai o machismo e até onde "as coisas são normais"... o que é machismo e o que não é machismo... etc...
Até pr amuitas mulhres não é facil...

Então a gente tem que dar uma colher de chá pro namorado e amigos... afinal, como diria jesus "perdoa pai, eles não sabem o que fazem".
Eles nasceram e cresceram num mundo assim, não vai ser meia duzia de discussão que vai fazer eles mudarem da noite pro dia...

Acho que relevar é importante, enquanto toma folego e vai mostrando um mundo novo, vai exigindo repeito e reflexão do outro lado...

Meu marido achava que não era machista, e comparado a maioria dos homens ele realemnte não é mesmo, mas ele não tinha esta criticidade aguçada pra perceber isso... com o tempo ele foi criando também, então dá pra dizer que esta mudança é possivel, devagar, progressiva e a gente não pode puxar muito.. pq a gente adora o tema mas o outro lado é bem mais resistente e cansa rapido do assunto...

Se o cara é compreensivo, amigo, inteligente... Não tem porque "descartar" só pq ele não é feminista.

Negocio é pegar leve.. tentar não "trazer o lixo pra dentro"... tem hora que é frustante pq a gente se sente sozinha nisso, mas ai vc vem aqui no blog da lola recarregar =]

Raven Deschain disse...

Mas afinal, qual o problema de algumas feministas com playstation? Gente, se vcs não gostam de videogame, não joguem, mas dá pra parar de dizer que é coisa de mascu? Mascu não aguenta uma Bayonetta, uma Lara Croft, uma Ellie, então parem de preconceito, por favor.

Anônimo disse...

Em vez de dizer: "Estão nos matando, estão nos espancando, estão nos estuprando, não somos livres", estamos dizendo "Não, a gente jura que não odeia homem!" "Sou feminista mas sou legal, tá? Eu juro!"

Anônimo disse...

GG

"o feminismo é expert em pegar a parte como todo".
Então o feminismo é um grupo de mulheres que pegam parte de homens e o definem como todo? hahahhaa... OK, ta sabendo legal!


Não, querida, eu disse que a retórica faz isso o tempo todo, nunca disse que isso era definição de feminismo. Interpretação mandou lembranças.

2 - "Você não tem autoridade nenhuma pra dizer o que é ou não feminismo pros outros"
Que empresa, lei ou cartorio eu tenho que ir pra conseguir uma amigo? Me indica a sua porque vc parece estar cheio "das autoridade" por aqui... rs..


Eu não tenho autoridade nenhuma, nem pretendo definir feminismo pra ninguém. O que é não honesto é dizer que o discurso e o comportamento de grupos e indivíduos feministas “não são feminismo” só porque não se encaixa dentro do seu conceito. Se é feminismo pra elas, então é feminismo e representa o movimento.

3- "Nem pros machistas (que você julga ignorantes diante da luz da razão feminista)"
Cite exemplo de 1 lógica machista inteligente e eu calo minha boca agora.
Pode pensar bastantre antes de repsonder.. pode recorrer a toda iluminação machista que precisar.. chega aqui com uma ideia machista DAS BOA. E das inteligentes... Acho que vc tem autoridade pra isso.


Hahahaha ignorância não é privilégio de quem é machista só, não. E de novo, você não pode definir a experiência dos outros sobre feminismo por “feminismo certo e errado”. Ou eu poderia dizer “machismo não é isso, é outra coisa. Machismo de verdade não mata nem estupra, não culpe a ideia por conta de indivíduos.”

4 - "Nem as radfems (que você julga um desvio de exceção que não representa a ideologia)."
Vc poderia usar minhas palavras entre aspas, por favor? Porque não achei aqui nenhum argumento contra radfems, nem citação.. enfim, acho que vc ta um pouco alterado... alias, eu nem falei com vc, nem sei pq se importa em brigar comigo.


Não, você não citou radfems, mas são discursos e atitudes delas que normalmente são usados por mascus para “atacar o movimento”. Pra bom entendedor...
E você não falou comigo, mas postou um comentário público, logo está sujeita à criticas. Quer falar só com quem quer manda e-mail, inbox, whats, sei lá.

5 - "Várias feministas de diferentes correntes discordariam da sua "grande verdade" de que a ideia do feminismo é igualdade."
Jura? Qual o nome desta corrente? Mulheres machitas contra o feminismo?
Que livro vc leu isso? Cade a bibliografia das suas citações, ó pesquisador estudioso e racional!? :)


Qual o nome dessa corrente? Coloca uma lib e uma rad pra falarem sobre feminismo que elas saem no tapa. Pra algumas feminismo é igualdade, pra outras equidade, pra outras é destruição do patriarcado, algumas acham que é o fim dos papeis de gênero, pra outras é empoderamento feminino ou ainda emancipação feminina, algumas são simplesmente segregacionistas e por aí vai... e mesmo igualdade é um fim completamente diferente dependendo da corrente, igualdade pra uma lib é quase oposto à igualdade de uma interseccional.
E precisa de bibliografia não, é só analisar o comportamento das feministas na internet. Nem as mais importantes autoras tem autoridade pra dizer o que é ou não feminismo pras outras. Audre Lorde e Wendy McElroy não ficariam dois minutos na mesma sala.

Beijos de luz.

Wasp Salander disse...

Hahaha, ADOREI!!!!

Vinícius Dias dos Santos disse...

É bom caminhar em direção a utopia, mas é bom saber que ainda não estamos lá. De todas as qualidades e defeitos que seu namorado (e/ou os amigos deles) têm, o machismo tá afetando sua qualidade de vida?

Eu digo isso porque, as vezes, dá se a impressão de que existe uma sociedade de Ubermensch(ou Uberfrauen :) ) postando comentários em blogs. Eu fico até assustado com essa vida livre, leve e solta, sem lidar com nenhum defeito da realidade, que o pessoal vive.

Nada contra pautar a vida em ativismo (eu invejo quem consegue fazer isso funcionar), mas ser humano é todo defeituoso. Não dá pra evitar todos os conflitos, faz parte.

Julia disse...

Raven, você é a melhor rs

Anônimo disse...

Playstation deixa as pessoas burras e intolerantes a opiniões contrárias.

Também masculiniza mulheres.

christiano disse...

O Feminismo como ele deveria ser está longe do Brasil. Aqui, Feminismo é radicalismo....sexismo
O feminismo ao pé da letra em comportamento Humano entre homem x Mulher está muito,longe...machista ainda..sim, as Mulheres daqui sào na maioria Machistas
Basta vc apresentar uma conta de restaurante ou outra coisa pra dividir com ela e vc verá.....
FEMINISMO NO BRASIL NÃO VAI ROLAR...
AQUI A DIFERENÇA SÓCIO-CULTURAL É MTO GRANDE ENTRE AS CLASSES...
TÊM MUITA MULHER BONITA MAS POBRINHA...QUE NUNCA VAI QUERER DIVIDIR NADA.....SEMPRE VÀO EM CIMA DE ALPHAS PROVEDORES...
NÀO TÊM COMO !!! LOLA !!!
SUA CAUSA AQUI É CASO PERDIDO...
VC PRECISA ENTENDER ISSO....

Anônimo disse...

Disse o homem...

Parabéns!

Valeu mesmo por gastar seu tempo tão valioso explicando isso pra gente, campeão! O que seriam das mulheres sem homens tão inteligentes, perceptivos e esclarecidos como você pra explicar tão generosamente como funcionam as coisas? Não quero sem imaginar como seria...

Fica aqui meu apreço e a minha admiração por você. Um grande MUITO OBRIGADA em nome de todas as mulheres!