quinta-feira, 3 de julho de 2014

DEZ MILHÕES DE VISITAS!

Só pra registrar mesmo, e mais um registro pra mim que pra vocês: o blog está chegando hoje às dez milhões de visitas. 
15 mil em ritmo de What a feeling!
No primeiro ano do blog, em 2008, eu não tinha noção e comemorava direto (em fevereiro 2008, as primeiras mil visitas, em abril 08, dez mil, em maio 08, quinze mil, em junho 08, 25 mil, em agosto 08, 50 mil, em novembro 08, cem mil, e aí duzentas mil em março 09, e meio milhão em nov 09).
Em novembro 2008, chegando às
cem mil visitas
Em outubro de 2010 o blog chegou ao primeiro milhão. No final de julho de 2011, ou seja, três anos atrás, o blog alcançou dois milhões de visitas. E acho que de lá pra cá não fiz mais nenhuma celebração, nem a das cinco milhões de visitas. 
Agora só faço uma pequena retrospectiva a cada aniversário do blog, que é lá pelo dia 24 de janeiro. Ha ha, é que nem aniversário da gente, né? No começo da vida a gente até comemora bastante, mas passado um tempo, periga até de esquecer.
Um milhão de visitas, em outubro 2010
Imagino que todos os blogs que não sejam de futebol estejam sofrendo com a Copa, porque é como se fosse um feriado atrás do outro, e em feriados as pessoas se afastam da internet (eu acho) e as visitas despencam. Chuif. 
Nesse primeiro semestre de 2014, o blog tem tido uma média de 200 mil visitas por mês. Já foi bem melhor. Já teve 300 mil visitas no período de ouro, entre outubro de 2012 e março de 2013. Mas duzentas mil visitas mensais ainda é bom, nem vou reclamar. 
Bom, este post é só pra registrar essas dez milhões de visitas e 15 milhões de visualizações de páginas (ou 20 mi, pelo contador interno do blogspot). Só posso agradecer a todxs vocês!
Agora é só colar a foto que pedi pro maridão tirar. Viu como estamos chiques? Antes a comemoração era com uma folha de papel, agora é com um tablet que eu nunca uso. É do maridão, nem sei como usar. Porque pra mim computador é pra digitar, e lá tem um microteclado. Ouvi falar que vocês digitam em celular, mas acho que é lenda urbana. 
Observação: eu sempre perco a hora... Já passou das dez milhões. Eu ia pedir pra quem fosse o número 10 mi tirasse printscreen. Agora só com 15 mi, e olhe lá.
Aí sem querer eu toquei em alguma coisa do tablet e mudei de tela. E óbvio que o maridão tirou mais umas 3 fotos sem perceber.

62 comentários:

Anônimo disse...

Eu adoro o blog - visito todos os dias.
Parabéns pelo sucesso, Lola. Você merece.

Ana Cecília disse...

Parabéns Lola!

Anônimo disse...

Lola, seu blog é dez. É a prova que muito mais gente pensa em melhorar o mundo, tornar as relações mais igualitárias e corrigir injustiças.


Como a sexualidade da mulher foi muito reprimida nesses 5000 anos de civilização, por conta de medo de divisão de herança, medo de perder dinheiro. Acho justo que hoje se façam homenagens aos homens que lutam contra esses condicionamentos, recalques e repressões.


Você é bacana e legal. Continue seu trabalho, o mundo todo precisa dele.

Abraços,

Namorado Liberal

Anônimo disse...

Não esquente para os Mascus, depois que a família cortar a mesada eles vão se mancar. São adolescentes bobos.


Para cada mascu nasce uns dez chifrudos liberais que amam suas esposas e as incentivam a ter uma vida sexual mais liberta e interessante. Os cornelios estão tornando o mundo melhor para os homens e para as mulheres.

As pessoas que pensam vão vencer a Direita e os recalcados. E seu trabalho é importantíssimo.


Abraços,

Namorado Liberal

Raven~ disse...

Ah Lola. Muito orgulhosa de ser uma dessas dez milhões. :D

Digitar em celular é um tormento! Huashua

Piora com o corretor ortográfico.

Anônimo disse...

Peço com humildade à Lola ou aos outros moderadores (se houver) que aprove o meu comentário e não politize o que eu escrevi, com todo respeito possível, o meu comment é somente um desabafo, não é uma crítica. Sei que ninguém se importa e provavelmente será classificado como "mimimi", o que supostamente tiraria o crédito do meu texto. M

Juro que não é trollagem. Nunca mais apareço aqui porque também sei que vocês me desprezam.

Bom, eu sou feio, e não sei me socializar bem, também vim de família pobre. É por isso que eu não pego ninguém, admito.

Até caras de aparência mediana não pegam ninguém, exceto quando deixam de ficar com meninas medianas e vão ficar com feias, porque medianas não se contentam com medianos, então como é que eu vou pegar alguém? Usei o termo "pegar" como sinônimo de ficar. Por favor, não politizem as palavras :(

Por isso que dizem que "falta homem de qualidade no mercado".

Vão à balada, uns poucos homens (bonitões/altos) fazem a limpa, os outros ficam chupando o dedo e voltam de lá mentindo dizendo que pegaram uma ou duas (até acontece, mas tomam vários foras), ou dizem que foram lá pra se divertir. Isso causa a ilusão de que existem poucos homens no mercado, mas no nível que vocês querem realmente faltam poucos. Só que vocês se esquecem que também faltam mulheres desse mesmo nível no mercado e não vejo nenhum homem reclamando por causa disso.

Claro que quem é feminista e transa com as amiguinhas, e também é bonita, classe média-alta não sente esses efeitos. Se você bate com a descrição que eu dei não tem porque você se preocupar. Você terá sexo o tempo inteiro, basta querer.

Querem que eu seja pró-feminismo? Me deem mais de 1,80m, um rosto de galã de novela branco (nunca vi um homem negro ser valorizado por mulher de nenhuma etnia), mais de 35cm de braço que eu SEMPRE SEREI pró-feminismo. O que estou dizendo é que muito dificilmente você verá um homem bonito sendo contra feminismo, porque isso o beneficia DEMAIS.

Ele vive em um harém, só que invisível. O harém dele é demonstrado pelos trocentos likes na foto do facebook, e pelos infinitos matches no Tinder.

Muitas coisas que esses "mascus" dizem é verdade, assim como muita coisa é mentira. Eles se baseiam no passado da nossa biologia, mas também consideram a psicologia e sociologia.

E por que raios alguém seria considerado perdedor por não pegar ninguém? Estão vendo só? Homens sofrem bulling se não pegam ninguém, e é IMPOSSÍVEL todo mundo ser inserido no mercado sexual. O bullying é brutal, e ele vem tanto de homens, quanto de mulheres.

As próprias feministas parecem sentir o maior prazer pelo que li de alguns comentários daqui e de outros lugares ao dizer que o homem é um fracassado. Parece que ser homem beta é ser um subumano. Você é um humano de segunda classe, difícil explicar. O mercado de trabalho fica difícil... É isso o que eu me sinto na condição de homem beta (aparência medíocre, sem altura) e é IMPOSSÍVEL todo mundo ser inserido no mercado sexual. IMPOSSÍVEL.

Como eu vou apoiar algo que cria uma festa no mundo, uma verdadeira orgia (deve ser muito bom) da qual eu estou excluído PERMANENTEMENTE e da qual eu NUNCA PODEREI PARTICIPAR?

Não adianta dizer que é porque eu sou "mascu". Isso é fugir da raiz do problema, eu nunca fui "mascu". O mais irônico de tudo é que desde os meus 15 anos eu sempre me indignei de verdade com toda a injustiça que as mulheres sofrem no mundo. Com 17 eu cheguei a me declarar um homem pró-feminismo e me mantive assim por mais de dois anos. Tudo sempre fez sentido para mim. Igualdade de gênero, igualdade de direitos, liberdade para se fazer o que quiser. Por que raios alguém seria contra tudo isso? Se bem que até hoje não sou contra. Sou à favor. Sou apenas frustrado, triste, depressivo mesmo, por não poder transar.

Cont...

Anônimo disse...

É só a segunda parte do comentário, Lola. Por favor, aprove o meu desabafo como disse.

Admito que sou um frustrado sexualmente. Que sou um fracassado e estou excluído do mercado sexual. Não nego isso.

A minha mudança de mentalidade, e de crença ideológica ocorreu no ano passado, dos 19 para os 20 anos após uma desilusão amorosa, e após ter contato com esse movimento da Real. Não concordo com tudo o que eles dizem, discordo de muitas coisas, principalmente dos trechos que pregam superioridade do homem, cristianismo, moralismo ultrapassado, e possuem caráter misógino. Eles não entendem que o mundo não anda pra trás. Essas coisas não voltam Mas pela Real, nome mais do que digno para o movimento, eu percebi que o MUNDO É EXATAMENTE ISSO MESMO.

Desde o fim da monogamia o mundo é um harém para poucos homens, e um inferno para todos os outros.

Já me conformei com a minha vida lixo, e desisti de transar pra sempre mesmo desejando muito. A minha libido pelo menos já ficou bem sublimada.

E como eu disse no início do comentário: Juro que não é trollagem. Nunca mais apareço aqui porque também sei que vocês me desprezam por eu ser feio, e pelas coisas que eu acredito.

Algumas coisas que eu até sei sobre as mulheres, mas não fazem diferença nenhuma pra melhor na minha vida. Tenho certeza.

Larissa Petra disse...

Parabéns Lola...que seu blog chegue a 20,30,40 milhões, pois oq vc tem é mais que um blog é um refúgio, é algo que a sociedade necessita.
Que cada vez mais mulheres possam encontrar esse espaço incrível.
Mais uma vez parabéns! <3

Anônimo disse...

Se não for possível aprovar o meu comentário, eu entendo perfeitamente. Ninguém se importa mesmo.

Ass: Anônimo Fracassado

Anônimo disse...

Felicidades, Lola. Continue sempre com os posts maravilhosos.

CáMaf disse...

Ahhhh, será q eu vou conseguir ser a primeira a dar os parabéns? Dez milhões de visitas é o tamanho do trabalho que vc faz! Continuaaaaa, por favor! Bjinhoooo

Anônimo disse...

Vai ter mascu dizendo que é fraude...

Parabéns, Lola.

Kittsu disse...

O que você está precisando é de tratamento psicológico. Você se sente desprezado pela humanidade porque não consegue sexo, e achar que alguém te *deve* é de uma presunção muito grande. Você não está conseguindo lidar com a frustração de viver em um mundo que não corresponde aos seus anseios e imaginário no que diz respeito a como o mundo deveria te mimar. Ninguém é tão feliz quanto posta no Facebook, nem tão rico quanto o carro 0 diz, nem tão amado quanto gostaria. Você deveria parar de "caçar mulher" em boate e se voltar a às relações que podem acontecer naturalmente, sem forçar a barra com joguinhos de sedução rasos e abobados.
E deveria parar de transbordar amargura com esses pensamentos e comentários desnecessários sobre como você imagina que são pessoas que você sequer conhece. Boa sorte você também, acho.

natalia disse...

Parabéns Lola. Gosto muito do blog. Apesar de ter quase 50 anos, ter nível superior e me sustentar desde os 25 anos não sabia que era feminista até encontrar seu blog. Achava que era eu fruto das minhas circunstâncias, agora sei que isso é verdade, mas também é verdade que sempre valorizei o fato de me bancar e incentivo as mulheres que conheço a fazer o mesmo.

natalia disse...

Mais uma coisa, aprecio o seu humor, gosto de pessoas que me fazem rir, porque fazer chorar é fácil.

Larissa Petra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabel disse...

Parabéns, Lola! Que venham muitos outros milhões! :)

Gle disse...

PARABÉÉÉNSSS LOLAAAAAA

Que este "novo ciclo" seja ainda melhor! VOCÊ MERECE!

Anônimo disse...

Daqui a pouco vou pedir pra Lola fazer um "guia de namoro para fracassados" só pra evitar esse chororô nos comments. Vai levar uns cinco posts pra cobrir todos os argumentos do pessoal, mas eu tô ficando com dó.

Anônimo disse...

Lolinha querida parabéns!!!

Flavio Moreira disse...

Anônimo 3 de julho de 2014 16:21:

Olha, será que não é você mesmo que está se impondo esse padrão de beleza masculino, não?
Conheço muitos homens que não se encaixam nesse "padrão" (até porque ele não corresponde à realidade da população brasileira) e namoram, casam (ou não), se divertem, nunca estão sozinhos.
Parece que essa divisão - que me parece muito tola, na verdade - entre "alfa" e "beta" é uma coisa criada por vocês, não pelas mulheres, não pela sociedade como um todo.
Quando você mesmo se coloca como um "beta", o que está tentando fazer? Justificar suas inseguranças? Validar o possível julgamento que você acha que outras pessoas farão de você?
Por que ter essa validação é tão importante?
Olhe bem para as pessoas ao seu redor. Observe os casais que circulam em diversos locais. São somente mulheres esculturais. loiras, magras padrão comercial de cerveja ao lado de sarados de propaganda de academia? É esse, realmente, o cenário mais frequente onde você vive? Se for, me diga em que país você mora, porque isso não é no Brasil.
Se fôssemos nos guiar pelo que você diz, não haveria mais casais neste país e nossa população não estaria crescendo, porque, afinal, quantos se encaixam exatamente nesse perfil que você descreve?
E aí parto para uma outra pergunta: por que o ser humano perde tanto tempo tentando se encaixar em padrões determinados por outros, quando a melhor coisa que poderiam fazer que é viver suas próprias vidas, buscando alegria e satisfação em suas realizações intelectuais, afetivas, emocionais, profissionais? Por que essa necessidade constante de se sentir sendo bem avaliado por pessoas que não tem poder algum de interferir em sua vida, em suas decisões, a não ser que você mesmo permita?
Por que não usar toda essa energia para conquistar amizades bacanas, construtivas, realizar um trabalho que te dê satisfação e uma perspectiva de futuro, doar um pouco de seu tempo fazendo trabalho voluntário, tirar de si mesmo esse foco tão concentrado que parece que só existe você e seu mundo na face da terra e que você precisa deixar sua marca na história da humanidade? Poucas são as pessoas que inserem seu nome nesse livro chamado história da humanidade. Nós, os cidadãos comuns, estamos de passagem. Não nascemos para ser celebridades, para angariar aprovação de quem não faz parte de nossa história pessoal e não tem como contribuir para o nosso crescimento.
Nós somos insignificantes no contexto da história do mundo. Valemos algo para as pessoas que amamos e que nos amam no ínfimo percurso de uma existência. Quantas são essas pessoas? 10, 100, 500, talvez? Para os restantes 6 bilhões de pessoas nós nem existimos, porque elas não nos conhecem. Mas isso importa? Para mim, não.
Importa o percurso de aprendizado, as trocas com as pessoas próximas, importa o quanto posso contribuir para que o futuro pareça menos obscuro, menos opressor, menos limitador para nós, que por aqui passamos, independentemente de nossas crenças.
Para mim vale, por exemplo, partilhar das discussões que a Lola propõe no blog, porque de alguma forma, quer eu concorde ou não com ela ou seus escritores convidados, elas me fazem pensar, rever conceitos e preconceitos.
Com isso, posso contribuir para melhorar o mundo à minha volta, fazendo parte do processo de construção de uma sociedade melhor.
Sexo é bom, mas não deve ser o centro da nossa vida. E acho que ele é decorrência: de relações com pessoas bacanas, com quem temos ou desenvolvemos afinidades - que podem ser mais ou menos duradouras, não importa -, de nos mostrarmos disponíveis para o convívio como somos, não falseando o que somos para buscar aprovação e emoções efêmeras.
Desculpe o comentário longo, Lola, mas cansa ver as pessoas colocando sua felicidade na mão de outros que não importam, e esquecendo de olhar para aqueles que importam, que buscam seguir padrões impostos ao invés de quebrá-los...

Flavio Moreira disse...

Ah, e parabéns, Lola, pelos 10 milhões de acessos!
Eu marco minha presença todos os dias, mesmo que não comente.
Abraços!

Nyu-chan disse...

Lola ta podendo em! Parabéns! :D

Larissa Petra disse...

Relendo aqui oq eu escrevi para o anon das 16:25, percebo que fui meio grossa tanto que eu apaguei, e me desculpo, afinal com grosseria não se consegue nada.
Olha anon, quem fica medindo seu valor pelo sexo é vc mesmo, vc faz isso inconscientemente e acha que o mundo está te julgando, mas olha, não está, o mundo está girando e as pessoas estão vivendo suas vidas, com suas pancinhas e ossinhos salientes, seus pelos, suas cicatrizes, pq olha a vida é assim, a maioria das pessoas é "feia" de acordo com o padrão de beleza, muitas, tipo vc, entram em depressão por isso, mas olha não devia, tem muita gente também no padrão infeliz, inseguro, e muita gente "feia" confiante e super feliz, a sua aparência não define em absolutamente nada a pessoa que vc é, ou como está sua vida, suas atitudes definem, se trancar em casa não vai te ajudar, pois o "amor da sua vida" não vai bater na sua porta te pedindo em casamento, pq ao invés de ir a boates procurar um beijinho, ou "sexo fácil", vc n frequenta lugares tipo barzinhos, cinema, livrarias, sair com os amigos, olha, o amor acontece, um dia vc pode estar no mercado, pede uma informação a alguém e essa pessoa antes completamente estranha, passa a ser seu grande amor, ou alguém legal para transar pq não ?! Então não adianta programar nada, as coisas simplesmente acontecem, o problema é que a sociedade machista faz o homem acreditar que ele merece tudo, e que no final a mulher bonita será dele, basta ver os filmes, mas isso só acontece nos filmes, pq o roteirista quer, infelizmente isso não é a realidade, tire da sua cabeça essa vida idealizada, pq isso é coisa de The sims.
Olha anon, você pode não ser o cara mais "descolado" com as mulheres, mas isso não tem problema nenhum, olha a maioria de nós é inseguro na arte da paquera, então n precisa se sentir mal por isso.
Reveja seus conceitos também, tenha empatia, se coloque no lugar de uma mulher. Você sairia com alguém que participa de um grupo misógino se fosse uma garota ? De um grupo que diz que todas as mulheres são putas, interesseiras, e um monte de coisas assim ? Olha a resposta é meio óbvia, pense vc sairia com vc mesmo ? (esquece aparência, foque em seu interior), seja uma pessoa melhor e mais aberta, garanto que vc vai conseguir alguém, talvez não 100 por dia, mas e daí?! Vc não precisa ser o deus do sexo para ser feliz.
Beijos e pense bem !

Andreia disse...

Você tem de quantas vidas esse blog mudou?
Dez milhões de eu te amo Lola!

Raven~ disse...

Lindo seu comment Flavio...

Anônimo disse...

Permita-me responder, Lola, por gentileza.

"Gente eu tento ignorar mascu"

"Todos eles tem vida sexual, vc não tem pq é um mascu muito mala que ninguém deve aguentar, afinal um cara que acha que todas as mulheres são umas vacas só pq temos a audácia de escolher com quem queremos ficar."

Não sou "mascu", e não sei da onde você tirou que eu acho todas as mulheres vacas. Eu não acho nada.

", ou é sua por se fechar no mundo em num movimento de ódio as mulheres ?"

"É vc mesmo que se mede pelo número de parceiras sexuais que vc não tem, e se vc não é padrão de beleza, a maioria dos caras nem nas mulheres são, e pasmem! Todos eles tem vida sexual, vc não tem pq é um mascu muito mala que ninguém deve aguentar"

Já disse que não sou "mascu", e que também nem faço parte desse "movimento". Só disse que concordei com algumas coisas do que eles dizem.

Eu sabia que alguém apareceria pra me humilhar, mas tudo bem. Se você prestar atenção melhor no meu comentário você verá que desde os meus 15 anos sou pró igualdade de gêneros e desde os meus 17 anos sou pró-feminismo, e isso declarado publicamente, mesmo assim sou um fracassado que nunca transou. Conheci essas coisas de "mascus" como vocês gostam de dizer com 19 anos.

Os caras do meu subúrbio, gente que conheço desde que eu era criança, tem sim vida sexual ativa, e ironicamente todos são bem machistas, e se declaram como machistas na frente das meninas e mesmo assim tem vida sexual ativa por causa do rosto e boa postura social.

Isso de me medir só existe porque existe o BULLYING com quem não tem ninguém. E vem de mulheres e de homens. E isso de você dizer que todos tem vida sexual é uma mentira do caramba. Tem um MONTE DE CARA que não transa, um monte... E não são mascus, alguns até são feministas, participam dos movimentos e não transam com ninguém. São zombados, esculhambados por serem "feios" ou não terem traquejo social.

"afinal um cara que diz q mulher é td puta"

Nunca disse isso.

Só respondi porque como eu previ, tentariam atribuir o meu fracasso sexual ao "masculinismo" quando na verdade eu só tive contato com essas coisas ano passado. Nunca tive ideias machistas.

O meu problema real é ser só mais um feioso comum mesmo, e não ser alto (ter uma altura decente). Além de ser um fracasso socialmente.

Sempre serei um lixo, e não sei porque ainda vivo, porque ainda trabalho, porque ainda sustento tudo isso, porque ainda faço parte desse mundo.

Anônimo disse...

Larissa, deixa pra lá, eu já respondi também e deve ter saído uma bosta.

Eu entendo a sua raiva no comentário, você não tem culpa. Ninguém tem culpa aliás.

Só quis dizer que o feminismo é justo, é correto sim. Só não é verdade que ele traz uma felicidade compartilhada com todos. Não é bem assim. Sempre existem os que ficam sem nada ou com muito pouco.

Larissa Petra disse...

Olha Anon, perdão mesmo, eu já sou meio grossa por natureza (não me orgulho disso), mas reconheço quando estou errada, é que aqui no blog todo o dia entram 10 milhões de mascus falando muita coisa, aí vem um cara que diz que frequenta a Real e não pega ninguém, a gente aqui já conhece esse discurso, mas vejo que vc é diferente é uma boa pessoa.
Olha acredite sua aparência nada tem a ver com isso, eu nem te vi e sei que vc não é um monstro, e oq q tem ser baixinho ? Olha eu tenho 1,60 e já fiquei com um menino da minha altura, isso foi irrelevante para mim.
Vc tinha que parar de dar tanta importância aos outros, ao julgamento dos outros, a beleza dos outros, vc fica tão focado na vida dos "alfas" que não presta atenção na sua vida, viva a sua vida cara, vc tem q parar de querer viver um filme de ação, a vida dos sonhos, o próprio nome diz, está nos sonhos, oq existe é a vida real e vc só tem essa para viver e ser feliz, vc acha que vale a pena jogar a vida fora por causa de um bando de desocupado q te julga ?!
Olha anon, se vc quiser me add no facebook, sou a Larissa Petra, meu avatar é o mesmo daqui, se quiser conversar mais estou aberta, não sou terapeuta, mas sou boa ouvinte.
Mais uma vez desculpe.

Anônimo disse...

E pq vc não pode transar com mulher feia, já que vc se acha feio tbm? Pq ai já e demais, não vale a pena? Então se vc pensa isso de alguém e normal pensarem de vc. Ngm te deve sexo, ngm te deve nada.

talvez vc possa se juntar com outros homens como vc pra transar, os dois lados se satisfazem.

Anônimo disse...

Esse anon tá delirando, falando muitas besteiras. Quer usar mulher como trofeu, o maior prazer é se exibir para os amigos. A beleza da mulher importa como acessório , como um carro do ano.


Outra coisa, muito cara negro sem grana tá se dando bem na nm de braço oite. Olhe poir onde vc anda. Em lugar de pleibas o cara deve ser sarado. Mas em outros lugares conta mais o papo e a atitude.


Outra, 35 cm de braço é uma piada. São necessários 40 cm para se fazer uma graça...


Procure uma boate de swing, há mulheres solteiras que querem parceiros para ter uma relação legal de amizade carinho e liberalidade.

Proponha um namoro com liberdade para uma garota comum, vc pode ser chifrudo na boa que isso é besteira da sociedade. Na verdade o chifre deixa a mulher mais animada e apimenta a relação impedindo a rotina. Seja chifrudo para tentar mudar a sociedade.


Namorado Liberal

Anônimo disse...

Anon, arranje uma namorada feia como vc diz, case com ela logo.Depois disso proponha que ela tenha amantes, dessa forma vc estará agredindo a sociedade careta opressora.

Procure blogs de cornos. Ali vc vai encontrar homens q valorizam e apoiam suas esposas.

abra sua mente.

Anônimo disse...

Tô só assistindo os comments... Os comentários do 20:23 e 20:26 só podem ser trollagem.

Será que ninguém percebeu isso?

Anônimo disse...

Existem muitas trans solitárias que tem sexo, mas não tem companhia ou amor.Muitos anons q se sentem mal poderiam procurar uma garota trans e fazer uma história bonita.

É preciso pensar fora da caixa. Muitos "ALFAS" saem com trans, homens mais velhos, gordinhos,pobres, pretos, brancos etc.

A nossa sociedade precisa pensar diferente e ousar

Lord Anderson disse...

Anonimo amargurado


tem tanta falacia no seu depoimento que é até dificil enumerar então vamos as mais basicas

"com o fim da monogamia"

a monogamia acabou quando? alias quando ela valeu pra valer?

homens sempre tiveram relações multiplas, seja com amantes ou com profissionais do sexo.

Oq acontece é na nossa sociedade ocidental é uma menor patrulha contra mulheres que tenham multiplas experiencias sexuais (embora ainda exista o pensamento de que homem que "pega" muitas mulheres é garanhão, e que mulheres que saem com muitos homens são putas).

"Como eu vou apoiar algo que cria uma festa no mundo, uma verdadeira orgia (deve ser muito bom) da qual eu estou excluído PERMANENTEMENTE e da qual eu NUNCA PODEREI PARTICIPAR?"

cara, isso é tão absurdo que é dificil imaginar que vc acredita nisso.

vc parece enxergar o mundo apenas pelo prisma do sexo e imagine que feminismo incentivo todas as mulheres a fazer sexo a maior quantia de vezes possivel.

feminismo defende liberdade sexual, que faça sexo quem quer e somente quando quer (incluindo a liberdade de se ter um unico parceiro ou mesmo ser asexuado)

e as feministas estão bem mais interessadas em mudar o quadro de violencia que mulheres sofrem pelo machismo, como os estupro, as agressões dentro de casa, a quantia absurda de mulheres mortas por seus ex-parceiros, as que tem sua intimidade violada e humilhada

consegue exercer empatia e se colocar no lugar delas ao inves de só pensar em quantas vezes vc transa?

alias as feministas lutam tb contra essa cultura de competição sexual, onde temos que transar a todo momento para isso nos validar como ser humano. isso é machismo dos mais idiotas, precisa urgentemente se livrar disso.

Outra coisa é que vc reclama das mulheres irem atras de homens considerados "bonitos", mas ao mesmo tempo quer só as meninas "bonitas".


isso é machismo e ilusão, provavelmente alimentado por aqueles filmes e series em que o cara ner/loser/rotulo da vez realiza o seu sonho de pegar garota mais bonita da escola apenas sendo legal.

mas se a garota não "bonita" sonha com o galã do momento ela tem que passar por alguma transformação radical.

sinto, mas isso só acontece na tela. tente exercer empatia, olhar alem de si mesmo, parar de medir seu proprio valor por sexo e parar de perseguir um rotulo imaginario de alfa-pegador.

pense em tudo oq essas mulheres enfrentem no dia a dia. (não só mulheres, pessoas não brancas, não heteros, não cis, etc), elas não ficam choramingando, vão a luta por coisas que realmente importam e tentam melhorar de fato nossa sociedade.

Lord Anderson disse...

E Lola mega parabens pelas milhões de visitas. seu bloguinho é um sucesso e faz diferença na vida de muita gente.

Anônimo disse...

Parabéns a vc e a nós por este canal tão útil. É como se vc fosse amigona. Bjs quando crescer quero ser como vc. Inteligente, feliz e revolucionária. Êpa já cresci... Valeu!!!

Anônimo disse...

"com o fim da monogamia"

Acho que ele quis dizer entre os mais jovens. Realmente namoros são raros. E que não é mais um "padrão-padrão". Eu acho.

Anônimo disse...

Parabéns Lola!! Você merece!! Queria que existissem mais pessoas como você. Por isso escreva Lola escreva!





Anônimo disse...

@ Anônimo das 20:59

Com certeza é troll!! Nos últimos posts tem aparecido trolls disfarçados de feministas... é melhor ignorar ;)

Anônimo disse...

Larissa Petra vc é uma minina legal e diria estilosa tbm

Sayron Martins disse...

tua foto com a tela errada é impagavel! parabens e mais sucesso!

Anônimo disse...

Uma feminista colocou isso no post anterior:

"2 - Blog feminista "desmascara" os argumentos MRA, a respeito de mortalidade masculina, guarda dos filhos, entre outros
http://feminist-sister.tumblr.com/post/89097775979/debunking-the-mens-rights-movement"


Então não devo me preocupar com as mortes na áfrica, pois são causadas por outros africanos?

Anônimo disse...

Parabéns, Lolinha~~

Anônimo disse...

veja isso:http://www.psmag.com/navigation/health-and-behavior/college-age-mormons-sexual-violence-religious-problem-84637/

Sara disse...

Sorte mesmo é de quem acessa Lola, aqui se aprende muito, e acho até q melhoramos como pessoas.
Partilhando as experiências de outras pessoas reais, podemos exercitar nossa empatia e aprender com elas.
E sua visão do mundo q vc nos passa é muito valiosa, pra muita gente Lola.
Espero q de alguma forma, valha a pena pra vc continuar fazendo esse trabalho aqui.
Conta comigo sempre, um abração...

Sara disse...

Haa esqueci de dizer q tb acho q acessar a internet pelo celular seja lenda, e ja ganhei tablet, mas devolvi pq nunca vou conseguir usar, pra mudar pra notebook já foi um parto....na verdade sou uma semianalfabeta digital como dizem minhas filhas....

Sara disse...

Anon 16.21hs
Já falaram ai mas vale reforçar, ninguem está te chamando de LOUCO ok??mas uma ajuda de um psicologo talvez caia bem pra vc.
Sei q vc disse q tem poucas condições, mas existem serviços como esse na rede pública.
Não é vergonha procurar ajuda ok.
Vc esta vendo o mundo de uma maneira muito distorcida.
Há bem pouco tempo um americano matou varias pessoas pelo mesmo motivo que tem te afligido, ele dizia q não conseguia transar com ninguem, e por esse motivo odiava as mulheres e o mundo.
Mas só para q vc veja como é a sua mente q distorce a realidade, vc se julga feio sem nenhum atrativo, pobre e sem graça não é????? pois bem esse cara q fez essa desgraça, era uma cara até bonito para os padrões e pior de tudo ainda era bem rico, tinha um carrão, mas ainda assim como vc, ele não se julgava capaz de mudar sua situação.
PERCEBE???? q na realidade seu único problema é a sua visão de mundo, não suas circunstâncias reais.
É provável q por vc cultivar esses pensamentos doentios e obsessivos, não consiga raciocinar com clareza, e é por essa razão q precisa de ajuda.
Não estou te chamando de mentiroso, mas é qse certo q sua aparência é desesperadamente normal, como a da maior parte das pessoas, afinal vc não relatou q tenha algum problema fisico, mas vc distorce esse fato, atribuindo a vc uma aparência q afasta as pessoas.
Saia dessa, procure mesmo uma ajuda, pode não ser muito fácil, mas vale a pena tentar.

Larissa Petra disse...

Obrigada anon
Espero de verdade que vc consiga enxergar a verdade,refletir e viver sua vida numa boa sem estar tão preso a opinião dos outros, a vida não é uma competição sexual, lembre-se sempre disso, espero que quando vc enxergue vc não perca muito tempo, pois tempo é uma coisa que a gente não pode se dar o luxo de perder na vida.
Beijos e boa sorte <3

Anônimo disse...

Avante na luta pelo fim das injustiças. Abaixo as repressões.
Força, Lola, pelo jeito vc está salvando alguns pobres mascus mais inteligentes como o rapaz que decretou o fim da monogamia....


Temos de nos livrar dos pensamentos limitantes. Podemos conquistar o Universo !!!!!!
Parabéns pelo blog, daqui a pouco serão 20 milhões de visitas.

Nane disse...

Lolinha, vc é um sucesso! bjo

donadio disse...

"Vai ter mascu dizendo que é fraude..."

Aquela trave do mineirão visita umas cem mil vezes por dia.

donadio disse...

Parabéns, Lola. Que os próximos anos tragam mais muitos milhões de visitas!

donadio disse...

"Uma feminista colocou isso no post anterior:

"2 - Blog feminista "desmascara" os argumentos MRA, a respeito de mortalidade masculina, guarda dos filhos, entre outros
http://feminist-sister.tumblr.com/post/89097775979/debunking-the-mens-rights-movement"


Então não devo me preocupar com as mortes na áfrica, pois são causadas por outros africanos?
"

Não, moço.

Você pode se preocupar à vontade com mortes na África (aliás, começar a se preocupar, por que eu duvido muito que você esteja preocupado).

Mas se você quer se preocupar com a maior incidência de violência (e de doenças profissionais, e de acidentes), ou com o fato de que homens constituem a maioria dos apenados, por exemplo, convém você entender as causas dessas coisas. Nenhuma delas tem absolutamente nenhuma relação com o feminismo.

Quase todas têm relação, por outro lado, com o machismo.

Portanto, se você realmente se preocupa com o fato de homens serem vítimas de violência, é bom você começar a questionar o machismo. Começando com o seu próprio.

Anônimo disse...

Lola você nasceu para o bloguinho!

Ana disse...

Parabéns, Lola!
Você faz toda diferença.

Anônimo disse...

donadio

Eu me importo com várias coisas, mesmo com o que eu não posso fazer nada para ajudar, o problema é quando alguma feminista vem com comentários sem o menor senso crítico.
O texto fala que se odiamos a guerra, deveríamos odiar soldados, pois como eles próprios causam a guerra, eles não são vítimas, como se todo soldado fosse voluntário para guerra...

Julia disse...

Parabéns, Lola!
Você é demais. Merece mais 100 milhões de visitas.

MonaLisa disse...

Parabéns, Lola.

Quase nunca comento pq não sou tão culta quanto as outras. Mas sempre acompanho.

Beijos, vc é maravilhosa!!!

donadio disse...

"O texto fala que se odiamos a guerra, deveríamos odiar soldados, pois como eles próprios causam a guerra, eles não são vítimas, como se todo soldado fosse voluntário para guerra..."

É mesmo?

Porque eu li o texto, e ele absolutamente não fala nada disso.

O que ele diz é:

"The first thing to say is that if trained soldiers sent to engage in imperial wars of aggression can be called “victims” at all, then they are victims of those responsible for the wars in which they fought. And those responsible are men. All Presidents and Vice Presidents have been men. All members of the Joint Chiefs of Staff have been men. Both branches of Congress have always been dominated by men.

Ou seja, se soldados podem ser considerados "vítimas", eles são vítimas daqueles que são responsáveis pelas guerras - presidentes, vice-presidentes, chefes de Estado-maior, parlamentares. Os quais são em sua enorme maioria, homens.

Portanto, o texto não diz que "soldados causam as guerras".

E também não diz absolutamente nada sobre "odiar soldados". Aliás não diz absolutamente nada sobre "odiar", ponto. Nem soldados, nem presidentes, nem parlamentares, nem generais. A palavra "hate" só aparece no seu link uma única vez, e é para dizer para qual endereço o "hate mail" deve ser enviado.

Anônimo disse...

donadio

Realmente eu me confundi com outro texto, esse texto não fala de ódio, mas também não fala que soldados são vítimas não...
"if trained soldiers sent to engage in imperial wars of aggression can be called “victims” at all, then they are victims of those responsible for the wars in which they fought."

Primeiro ele diz que "se" soldados podem ser chamados de vítimas, eles próprios são vítimas de suas responsáveis agressões, mas o texto coloca um "se" pois está apenas se referindo a outro argumento e levando o outro argumento em questão, mas a própria autora não acredita nisso, é tanto que ela coloca aspas na palavra vítimas.

Ana Nazaré disse...

Aiii Lola, uhull! Bom sinal, sinal de pessoas, mulheres, mais conscientes! Ou pelo menos, que a coisa tem barulho. Avante!