quinta-feira, 6 de março de 2014

GUEST POST: "TENTE COMER A ARIANE", O JOGO

Este é o email de uma leitora muito simpática, a C.:

Eu e alguns amigos da faculdade temos um grupo secreto no Facebook para discutir algumas questões de nosso interesse, mas sempre escapa uma pontinha de entretenimento ali, porque criamos uma certa intimidade. Outro dia uma garota postou o link para um jogo cujo objetivo é transar com a Ariane.
Em inglês, o jogo mostra uma mulher bonitona em sua sala e te dá algumas opções de ações, que você seleciona com um clique. Dependendo do que você faz, novas opções para a situação irão abrir e você pode selecioná-las. A meta é levar Ariane para a cama e transar com ela. 
Achei ridícula a ideia e fiquei desapontada por ter sido uma garota que compartilhou o link do jogo no grupo. Ela é lésbica, OK, mas essa coisa de que levar uma mulher pra cama é uma graaaande conquista, eu acho machismo puro. Enfim, antes de criticar fui jogar uma partidinha do jogo, tentar comer a Ariane -- como todos estavam dizendo em comentário.
Em um dado momento, depois de algumas taças de vinho, Ariane foi pro quarto se trocar para entrarmos na piscina. Enquanto aparecia embaixo da tela a fala da moça "Vou colocar meu biquini, ok?", minhas opções eram: "Esperar no corredor" ou "Seguir Ariane até o quarto". Como eu devia comê-la, fui no mais óbvio e a segui até o quarto, morrendo de tédio com o jogo mais inútil da humanidade. 
Aí a surpresa! Ariane se vira e me diz que não se deve seguir uma pessoa até o quarto quando ela vai se trocar! É melhor você ir embora agora. E me dispensou sem eu conseguir transar com ela. Gostei. "Olha só! Ariane ensinando um pouco de educação para os rapazes que acham que comer uma mina é como ganhar um trofeu!" 
Comecei uma segunda partida. Dessa vez caprichei no vinho, pra testar o software e ver se bêbada a Ariane ficava mais "fácil" (é a lógica machista do estuprador, não?). Teve uma hora que abriu a opção de sairmos para uma volta de carro e então Ariane me disse "Eu bebi demais, você está mais sóbrio. É melhor que você dirija", e saímos com o Jeep da moça. 
Levei-na a um restaurante, comemos e eu paguei a conta. Ela disse "A próxima será por minha conta!" e fomos embora. Dançamos um pouco na sala da casa dela e depois tentei levá-la pro quarto. "Ah, a noite foi ótima! Mas eu bebi demais e estou com a cabeça um pouco zonza. É melhor você ir, eu vou dormir. Boa noite!". 
Enquanto eu jogava, no grupo os comentários ferviam! Moças e rapazes (e até rapazes gays) frustrados: "Levei ela pra jantar e a caralhada toda, mas ela não quis dar pra mim!", "Que mina difícil! A gente estava jogando basquete e ela mostrou os peitos dizendo que era tática pra me distrair, mesmo assim não quis deixar eu comer ela depois!" e por aí vai. Lendo tudo, percebi que os comentários frustrados eram sempre movidos pelo fato do nosso senso-comum machista ter sido desmentido:
- Paguei a conta e nem assim ela topou.
- Ela me mostrou os peitos e nem assim ela topou.
- Nadamos pelados e nem assim ela topou.
- Fiz massagem e nem assim ela topou.
- Embebedei ela na boate e ela caiu passando mal, vi a perereca dela por baixo do vestido e nem assim ela topou.
Enfim, até comentei isso lá no grupo, que talvez o jogo seja apenas uma (brilhante) armadilha feminista pra mostrar aos jogadores que a única coisa que vai fazer uma mulher querer transar com você é exatamente ela querer transar com você. Só que pelo jeito que o povo estava comentando, Lola, parece que o jogo tem o efeito contrário: como ele tem um objetivo machista, ele nos contagia com o machismo que aprendemos todos os dias e nos faz pensar -- até mesmo as mulheres! -- no quanto é frustrante investir em uma mulher, ver ela se oferecendo (mostrando os peitos e se embebedando -- claro, porque isso é se oferecer) pra no fim das contas ela não querer te dar o grande prêmio: uma transa. 
Eu achava que o jogo não tinha como ser vencido, mas tem sim. Uma menina até postou o print da vitória (comendo a Ariane). O jogo me fez pensar nisso tudo, porque leio seu blog, porque sou feminista, porque tenho embasamento pra perceber a receita machista de como ser o pica das galáxias. 
Mas e os outros? O meninos mundo afora jogam isso aí e saem pra vida real acreditando que, num encontro, comer a Ariane (ou a Amanda, ou a Lola, ou a C...) é o grande objetivo? Mesmo que a Ariane não aceite ser comida quando está bêbada, quando o jogador é rápido demais, abusado demais, etc.. Acho que não está completamente certo. 

Meu comentário: Parece ser um jogo didático com algumas boas intenções, C. (apesar de heteronormativo, pelo que vi -- espera-se que só os homens possam transar com Ariane?). Mas, como você bem apontou, as interpretações vão depender de cada um. 
Vou ser a otimista incorrigível de sempre (Polyanna Deslumbrete, como me chama a Sômnia) e concluir que, na próxima vez que um carinha sair com uma mina que o beije mas não queira fazer sexo naquele momento, ele pense: "Putz, ela me beijou e mesmo assim não quis transar", e lembre-se do joguinho. E aceite um pouco melhor que ninguém tem obrigação de fazer sexo se não estiver a fim. 

80 comentários:

Anônimo disse...

Que jogo tosto.

Bru disse...

Lola, na boa, te acho um pouco deslumbrete...achei este jogo de um machismo explícito escancarado...senti nojo só de olhar as imagens...

Anônimo disse...

A coisa mais absurda do universo é alguém achar que um jantar é vale-sexo!

Coisa de gente doente isso.

Anônimo disse...

Eu não sei as outras mulheres, mas eu quando percebo que um cara tá me dando atenção "só pra comer", fico desanimada na hora. Então um homem não pode sair com você pela sua companhia? Tem que sempre fazer uma gentileza pra tentar comer?

De qqr forma o jogo é realmente interessante. E de qqr forma quando a coisa rola mais naturalmente, sem todo o objetivo de levar a mulher pra cama, soa bem melhor.

Anônimo disse...

a situação está tão ruim que até jogo pra mostrar/fazer com que entendam que uma mulher só vai fazer quando ela quiser, ou pra ensimar como 'pegar' uma mulher nas situações mais 'dificeis', foi criado.

Anônimo disse...

Esse jogo me lembra o 7 Sins.

Só que se vc's sentem nojo desse jogo, não cheguem nem perto do 7 Sins.


É sério.

Anônimo disse...

como vcs são cinicas! quer dizer q se eu saio com uma mulher e ela mostra os seios para mim,ela n esta se oferecendo nem se insinuando e eu ainda sou um babaca machista por pensar em sexo? kkkkk
esse joguinho tosco de vcs é que irrita,a mulher n está afim de transar mas nem se importa de dizer ao cara,prefere ficar se insinuando para depois dar um pé na bunda,deve sentir prazer rejeitando os homens.
o resto eu concordo,se a mulher me beijar,sair comigo sem ficar se insinuando,se eu pagar jantar para ela,n significa que ela vai transar comigo.

Anônimo disse...

Eu joguei e a Ariane não quis saber de mim kkk...
O interessante é que não tem como forçar a Ariane, não tem como dizer que ela tá dizendo não querendo dizer sim. Quando ela diz NÃO acaba o jogo.

Anônimo disse...

Saio do email e dou de cara com essa:

Pitty defende Anitta após críticas de fãs: “Nosso corpo é nosso”


http://entretenimento.br.msn.com/famosos/pitty-defende-anitta-ap%C3%B3s-cr%C3%ADticas-de-f%C3%A3s-%E2%80%9Cnosso-corpo-%C3%A9-nosso%E2%80%9D


Gente, olha a Pitty que linda!!

" Esse empoderamento é importante pra todas nós. Nós podemos usar a roupa que quisermos, podemos dizer o que quisermos, podemos ficar com quem quisermos, a hora que quisermos. Somos donas do nosso destino e estamos aqui para sermos felizes e nos sentirmos bem. O resto, meus amores, é só opressão.

Pra mim isso tudo é clichê de tão óbvio, mas achei que devia dizer.

Um abraço carinhoso pra todas, suas lindas."

Anônimo disse...

Eu não achei esse jogo didático não, os jogadores levam muito fora dessa personagem ariane apenas para não ganharem o jogo de primeira e perder logo a graça, mas não acho que o jogo tenha algum interesse em passar alguma mensagem boa nesses foras dela nos jogadores, acho que é só para incentivar e prolongar mais o jogo.

Anônimo disse...

è o fim dos tempos viu? Que jogo imbecil. Isso só vai aumentar a vontade de transarem com ela incluindo estuprar já que é difícil consumar o ato. E daí se ela bebeu? Caiu? Levantou o vestido? Ela estava bêbada não dar o direito de um homem ou duma mulher querer se aproveitar. Puro machismo achar que dançar, sair e jantar vale sexo.Daqui nuns dia vai ter a opção de força-la já que a maioria está reclamando de ser difícil o desenvolvedor maníaco pode incluir esta opção.O ruim é saber que esse jogo idiota existe na vida real. Quantos homens se aproveitam ou tentam se aproveitar da mulher só porque ela saiu com ele para jantar, beber ou até mesmo ler numa biblioteca?Eu particularmente gosto de sair para beber e certa vez um amigo achou que tinha o direito de me beijar, desviei e ele insistiu, perguntei o que ele estava fazendo? e ele estou NAMORANDO VOCÊ, mas eu não estava namorando ele e que ele se afastasse. Ele ficou sem graça e quando me deixou em casa, entrou comigo e tentou de novo, discutimos e o idiota falou que puta é que bebe com macho e se eu não queria dar para ele é porque eu estava dando para outro. Que prepotência. Eu não estava com ninguém e mesmo se eu tivesse transando com outro não era da conta dele... Em fim rompemos amizade, mas aquela palavra puta me magoou muito. A maioria dos meus amigos são homens e fiquei constrangida com a palavra.

Anônimo disse...

"como vcs são cinicas! quer dizer q se eu saio com uma mulher e ela mostra os seios para mim,ela n esta se oferecendo nem se insinuando e eu ainda sou um babaca machista por pensar em sexo? kkkkk
esse joguinho tosco de vcs é que irrita,a mulher n está afim de transar mas nem se importa de dizer ao cara,prefere ficar se insinuando para depois dar um pé na bunda,deve sentir prazer rejeitando os homens."


O fato de que ela de alguma forma tenha provocado desejo em vc (oh que menina má com o pobre mascuzinho) não a obriga a transar com vc, entendeu? Se ela disse não, é não, afinal vc acima de tudo se acha um ser racional, não é mesmo? Vai estuprar então é? Não mesmo, hein? Então, o que interessa é que em toda circunstância se uma mulher diz não, é não, e acabou. Ponto final.

Anônimo disse...

Para a menina do post 17:11

Que cara imbecil viu, o pior é que o mundo está cheio de monstrinhos como esse.

Anônimo disse...

Alguém comparou esse jogo com The Sims e eu entendo o raciocínio por trás da comparação, mas, na boa? Nada a ver. The Sims não foca no sexo, na conquista sexual. Os seus personagens montam uma casa, trabalham ou vão para a escola, fazem amigos, conhecem a vizinhança, dão festas, cuidam dos animais de estimação, saem de férias e, claro, namoram, transam, casam, brigam, separam, etc. Afinal, relacionamentos fazem parte do dia a dia!

Anônimo disse...

Achei interessante polianamente como a lola. Se esse jogo fosse de estupro, seria assim e pronto. Não sei se vocês lembram alguns anos atras que lançaram um jogo que o objetivo era estuprar (sim, com todas as letras) uma mulher dentro do vagão de trem. se você engravidasse uma delas ganharia pontos extras http://g1.globo.com/Noticias/Games/0,,MUL1056160-9666,00-JOGO+VENDIDO+LIVREMENTE+SIMULA+ESTUPRO+VIOLENCIA+E+ABORTO.html

Anônimo disse...

Nossa, esse jogo 7 sins consegue ser ainda mais bizarro que o da ariane.

Luana disse...

Se a mulher n quer transar ,com qual objetivo ela fica mostrando o corpo e se exibindo? Nada a ver os comentários,qualquer um pensaria em sexo,se eu saio com um cara e ele começa a tirar a roupa na minha frente,eu vou pensar o que? Que ele quer passear comigo de mãos dadas? Não,né gente.
N estou dizendo q isso da direito de estuprar mas nesse caso pensar que vai rolar sexo,n é absurdo nenhum.
O jogo é bem tosco mas n tem nada a ver com o the sims,já joguei e é legalzinho,os casais transam pq querem,tem gays,lésbicas.

Anônimo disse...

Um rótulo pra servir de ponto de partida: Dating Sim/Eroge. Existem vários jogos assim.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Simulador_de_romance
http://en.wikipedia.org/wiki/Dating_sim

Esse jogo da ariane tá com jeito de ter sido feito por algxm feministx. Já que tem toda a parte "educativa".

A maioria dos jogos nesse estilo vem do japão. O pouco que conheço dá cultura de lá, foi o que vi em animes. Se eu usar minha lente de brazuca-libertárix-feminista-pra-frentex pra julgar isso aí, várias coisas vindas de lá seriam consideradas machistas, misógenas e outras maldades maléficas.

Não ficaria surpreso ao descobrir que existem muitos outros jogos, e provavelmente muito piores que esse da ariane(Que parece ser cheio de boas intenções). Alguém aqui já viu o que rola em animes hentai? Nos jogos não deve ser diferente. Mulheres submissas, estupros, tentáculos, etc.

Mila disse...

Lembro deste jogo quando entrei na faculdade e ele foi postado na comunidade do antigo Orkut.
Mas o engraçado, para não dizer outra coisa, era que os homens achavam que as mulheres se comportavam exatamente como a Ariane. Ah, os tolinhos.

Olhando agora com outra bagagem, é possível perceber muito o "merecimento". O objetivo é levar a mulher para a cama, e o usuário é punido quando faz alguma coisa que não resulte no objetivo final.

Dayana Hashim disse...

Tenho minhas dúvidas de que seja um jogo feminista depois de ver esse cheat: http://www.jokelibrary.net/people/d_files/ariane/1_start.html

RavenClaw~ disse...

Gente, eu ainda estou aprendendo então me sinalizem se isso for machismo meu. Como a Lola gosta de dizer é obvio ululante que se a mulher diz não é não. E pronto. Mas se vc não quer dar pro cara, se vc não tá na vibe, se sabe que no fim da noite, da tarde, do dia, enfim, não vai rolar... PRA QUÊ mostrar os seios? Levei um tempão pra entender o significado do nu na marcha (aeee entendi), mas se toh saindo com um cara pra ir no cinema e não vou trepar com ele pq raios tou mostrando os peitos? Não entendo. '-'


Quanto ao jogo... Porfa neh? Não vou nem me dar ao trabalho. Tem que ter jogo agora pra ensinar pros caras que gentileza não é vale-sexo? Tem que pegar na mão tb?

RavenClaw~ disse...

Ah anon de 19 e 48. Eu joguei vários desses joguinhos ahn... Interativos hentais. E era legal. Vc tinha que excitar a mocinha. Deixar ela com vontade de te dar. Os escabrosos... Com tentáculos, criaturas e tal não passava nem perto.

Anônimo disse...

Ninguém está impedindo um homem de pensar em sexo depois que a mulher mostrou os peitos, a questão não é pensar em sexo, e sim em achar que uma mulher tem alguma obrigação de transar apenas porque mostrou os peitos e excitou o cara. Por mais sem noção que seja exibir o corpo sem intenção de fazer sexo, isso não a obriga a transar.

NM disse...

Pô gente boa, compararam ao jogo 7 Sins (http://pt.wikipedia.org/wiki/7_Sins), não ao The Sims.

Anônimo disse...

Tomara que não venha a ter a opção de estupro se alguns jogadores mascus exigirem. Do jeito que os mascus andam obcecados por bonecas infláveis.

Julia disse...

Gente, to passada que existem mais jogos desse tipo. Eu não tenho pra jogos e esse parece ser chato pra caramba.

Anônimo disse...

Que pessoal tapado. A garota mostrou os seios para distrair o jogador, o objetivo foi esse e não sexo, igual o carinha bêbado q mostrou a bunda, ele n queria ser enrabado. É claro que o cara pode pensar em sexo nesse caso, o problema é se achar no direito de transar com ela sem o seu consentimento por causa disso, no final das contas o que vale é a palavra final da pessoa, não tem jeito.

Anna Milani disse...

Hello, Lola. Eu comentei uma vez no post dos adesivos, eu acho, assinei meu nome embaixo.

O jogo, eu não acho que seja muuuito machista [até porque, creio eu, que teria a opção ‘forçar], como a Lola disse, pode até ensinar uma coisa ou duas para os homens de plantão, que se acham no direito de exigir sexo caso a moça beije-o ou aceite que ele paga o jantar. Quer dizer, o idiota quer pagar o jantar e acha que isso é motivo para a mulher ter a obrigação de transar com ele! mesmo sem vontade? Isso é estupro, certo? Mascu dos brabos é um que eu ouvi falar, que alguém ai em cima citou. É um ‘jogo’ japonês em que o jogador estupra e abusa de três garotas –uma mãe e duas filhas, acho- e se engravida, ele tem de obrigar elas à abortar. Acho que é isso, não sei. Tive o menor interesse possível em saber sobre isso.

MrDissidiaFan disse...

A= Anônim= de 18:30.

Eu sei bem o The Sims, jogo o 3, mas não vejo graça n=s me=s personagens entrarem em romance/sexo. Geralmente el=s trabalham, ouvem música, escrevem livros, e morrem solteir=s. Porque pra mim, romance não é algo 100% necessário.

Anônimo disse...

Tapado é vc colega,é bem diferente a historia do cara bebado mostrando a bunda.
O contexto é outro,ele n estava num encontro e baixou as calças para se insinuar para mulher.
Incomodou é ver escrito ali que mostrar os seios n é se insinuar,mentira braba.

Anônimo disse...

Não acho que o jogo tenha nada de feminista, por querer ensinar o cara a respeitar um NÂO. Ou de machista, para incentivar a um estupro... é só um jogo de escolhas.

No começo da internet, a maioria dos "RPG" eram assim, um monte de página HTML linkadas, vc ia simplesmente clicando até que chegava no fim da linha ou vencia o jogo.

Pra mim pareceu algo bem sem pretensão, parece até que o criador do jogo fez um modelo 3D de uma garota e sem saber o que fazer com as renderizações, montou esse jogo. É muito comum, já vi um monte de modelador 3D fazerem aplicações sem ambição alguma só para não perder o 3D feito.

Mas dai a galera já ta interpretando de várias formas, bom, isso é legal. Pelo menos estão propondo questões.

Mas duvido muito, que essa foi a intenção do autor, se é que houve alguma. Boa ou má.

MonaLisa disse...

Eu não achei o 7 Sins sexista. O carinha la tem que transar com homem também pra avançar as fases. E quando ele não atingia o ponto G da mulher, não ganhava pontos e era chamado de broxa.

Anônimo disse...

Na Europa a mulhera vai direto com os peitos de fora pra praia e ninguém as ataca por isso. Tirar a roupa por tirar não é convite para sexo (tem que ver o contexto). Fiquei curiosa com o jogo, acho que pode ter algumas coisas interessantes por subverter a "lógica" da paquera tosca. PS: que bom que fecharam a porta do hospício. Dá pra voltar a ler os comentários.

Julia disse...

Quis dizer que não tenho paciência pra jogos.

Anônimo disse...

Diferente da história do cara bêbado? Eu vejo a mesma coisa nas duas, pessoas que beberam muito e acabaram exagerando nas brincadeiras. E não importa o que você achou que ela estava fazendo, se ela disse não é não, difícil de entender? TAPADO. hahaha

Cris disse...

pensar em sexo e obrigar ao sexo são coisas infinitamente diferentes.

se eu fosse solteira e uma bonitona de quem eu to afim me mostrasse os peitos, lógico que eu ia pensar em sexo. e ia propor fazer sexo. e se ela dissesse não, eu ia pedir por favorzinho pra ela reconsiderar. e se ela insistisse no não, eu ia ficar frustrada, p* da vida, triste e sem entender nada, mas também não sair rasgando as roupas da moça, né.

viram, rapazes? fácil de entender e aplicar na prática.

Anônimo disse...

E não importa o que você achou que ela estava fazendo, se ela disse não é não, difícil de entender?
e quem disse o contrário tapado? kkkkkkkk haja paciência,mudar o padrão um centímetro do discurso de vcs é o mesmo que dizer que mulheres devem ser estupradas e mortas.

vc n esta conseguindo entender mesmo,se vejo uma pessoa numa festa abaixando as calças ou mostrando os peitos,n vou pensar que está querendo transar.
agora fazer isso no encontro,vc acha que vão pensar o que?
simples demais de entender.

Anônimo disse...

Não, não e não.
Você está errada Lola, não é questão de que a mulher talvez não queira fazer mas sim que ela QUER fazer.
Se você é convidado a ir até a casa de alguém, é porque ali existe algo a mais: uma amizade ou até mesmo uma paixão.

Eu fiz 10 de 10 nesse jogo de primeira. Sabe o que quais foram minhas escolhas? As escolhas de um homem e não a de um esfomeado.

Anônimo disse...

O jogo é no mínimo interessante e a Ariane é completamente confusa. Ela pede para o jogador beijá-la, mas se ele beija demais ou faz massagem demais ela manda ele embora... Sou lésbica e não entendi nada. Mas no final fica interessante, porque há várias opções para carícias sexuais, e se o jogador escolhe direto "tocar a vagina", ele perde, tem toda uma escala de carícias. No club também o jogador tem que escolher entre bater no cara que assediou a Ariane ou afastá-la dele. Bastante didático. Mas vale ressaltar que a Ariane é a típica atriz de filme pornô, toda depilada.

Anônimo disse...

Estou imaginando a situação hipotética em que a Ariane aceita logo de cara ou sem muita enrolação fazer sexo com o sujeito...

Aí ela seria puta, vadia, fácil, corrimão, rodada...etc...etc...etc...

Sério, não consigo entender a mente dxs machistas...


Jane Doe

Anônimo disse...

Quer dizer q só pq mostrei os peitos tenho q dar?

Ahhhh , me desculpem , mas não tenho não !!


Mostro o q quiser e não sou obrigada a dar .

donadio disse...

Por que a Ariane não tenta me comer, para variar?

Anônimo disse...

vc n esta conseguindo entender mesmo,se vejo uma pessoa numa festa abaixando as calças ou mostrando os peitos,n vou pensar que está querendo transar.
agora fazer isso no encontro,vc acha que vão pensar o que?
simples demais de entender.


Continua um tapado, mesmo que seja em um encontro, ainda assim ninguém é obrigada a fazer sexo se não quiser fazer, independente do que vc pensou ou não.

Anônimo disse...

Eu não achei o 7 Sins sexista. O carinha la tem que transar com homem também pra avançar as fases. E quando ele não atingia o ponto G da mulher, não ganhava pontos e era chamado de broxa.

Mas esses esteriótipos de ter que comer homem/dá pra homem e ainda ser chamado de broxa também não deixam de ser machistas. Como se homem tivesse que ser uma supermáquina de fazer sexo.

Anônimo disse...

Tem gente que não tem noção das coisas, ninguém impediu ninguém de pensar em sexo em um encontro quando uma pessoa fica nua ou seminua, o que está em questão é que não se obriga a pessoa a fazer sexo de forma alguma por ela ter feito o outro pensar em sexo, do tipo "ajoelhou tem que rezar". O fato de uma pessoa ter feito de alguma forma vc pensar em sexo ou fazer vc imaginar que ela gostaria de dar pra vc não a obriga a fazer sexo com vc. Mesmo que seja em um encontro. Entendeu agora? Ou vai continuar com esse papo de que "fulana foi a um encontro comigo, mostrou os peitos, pensei em sexo na hora, ela só pode estar a fim de dar né...Então vai ter que dar de qualquer jeito, mesmo que diga não, vai ter que dar e acabou, é obrigação dela dá pra mim de qualquer jeito já que provocou minha libido e me fez pensar que ela queria fazer sexo comigo". É assim é?

Uma coisa é que algumas pessoas não querem entender é que o fato de que a atitude de uma pessoa fazer vc entender uma provável intenção de fazer sexo não a obriga a fazer sexo com vc. Não a obriga!
Ninguém está te condenando a ter entendido e pensado que a mulher queria fazer sexo vc, é até natural que pense isso. A estupidez é querer justificar estupro de acordo com o que vc pensou, achou e acreditou e achar que alguém tem obrigação de fazer sexo com vc por conta disso.

Rebecca disse...

Eu achei interessante. É claro que eu vejo machismo em um jogo no qual a finalidade é comer a Ariane. Mas, ao mesmo tempo, a Ariane é bem segura do que quer. Ela é gentil, topa dar uma volta com você, até deixa você fazer uns carinhos nela, mas quando ela enche o saco, tchau e benção! hahahaha Quer dizer, a Ariane só topa quando ela realmente está afim.
Eu só vi um ponto crítico, que é quando ela passa mal de tanto beber, e você a leva pra casa, tem a opção de botar ela na cama e "tirar a roupa dela". Mas, por sorte, ela acorda e te põe pra fora.
Fora isso, eu vi mais pontos positivos.

Anônimo disse...

Olá, achei o jogo machista sim porque o objetivo da partida é justamente o que dá o nome ao jogo: "comer" a Ariane. Pô, a Ariane é o padrão de beleza cuspido e escarrado, se ela fosse gorda, por exemplo, eu já poderia achar o jogo um pouco menos o retrato do status quo. Mas pra mim tá na cara, porque "comer" uma mulher, mesmo que seja totalmente consensual, seria um bom objetivo para um jogo de PC se não fosse numa sociedade patriarcal que diz isso o tempo inteiro para os homens?

Olha, eu nem faço parte da discussão dos "tapados" (que tipo de xingamento quinta série é esse gente?)mas entendo o questionamento dx colegx: ninguém aqui defende sexo não consensual. não é não. ninguém aqui está dizendo que mostrou os peitos tem que dar, não jamais. Nosso corpo nossas regras. ponto final.

Mas porque raios eu convidaria um amigo/vizinho para beber comigo na minha casa num encontro sem a menor intenção de transar (até aí ok, normal, amigos são pra isso, beber com amigos é bom demais) e mostraria os peitos pra ele? Assim, do nada, de brinks? Pelamor da deusa gente! Se ele me mostrasse o pinto ou a bunda, assim do nada, sendo amigos, num encontro sem o menor teor sexual, eu acharia no mínimo constrangedor e no máximo uma insinuação bem clara de que quer transar sim! Eu não sei como é com os amigos de vocês, mas não me imagino ficando nua "só de zueirinha" pra um amigo à sós com ele sem a menor intenção de transar. Me chamem de puritana, mas não entendo realmente o motivo de balangar as peitcholas despidas (ou o pinto e o saco) para umx amigx num encontro a dois regado a álcool se não for uma insinuação sexual... (eu sei que isso não obriga ninguém a dar!! eu seeeeiiii!! mas pô, é uma atitude bem incoerente né!) Sei lá tb, vai da intimidade de cada amigo né?

Ficou minha reflexão

Um abraço

Anônimo disse...

Comentário nada a ver sobre a depilação dela eu gosto e prefiro me depilar totalmente e não sou atriz porno (nem perto disto)...

Anônimo disse...

"se ela fosse gorda, por exemplo, eu já poderia achar o jogo um pouco menos o retrato do status quo."

Machistas e mascus em geral também não curtem o que eles chamam de mulher-tábua, aliás para muitos deles, mulher-tábua é tudo estéril e que só 'gay' e mulher gosta, menosprezando ambos.

"Mas porque raios eu convidaria um amigo/vizinho para beber comigo na minha casa num encontro sem a menor intenção de transar (até aí ok, normal, amigos são pra isso, beber com amigos é bom demais) e mostraria os peitos pra ele? Assim, do nada, de brinks? Pelamor da deusa gente!"

Pois é, a maioria das pessoas acham sem noção uma mulher mostrar corpo em encontros se não tem intenção de fazer sexo, mas isso não mata ninguém, não é o fim do mundo e não deveria ser nenhum motivo para traumas e revoltas desses homens.

Anônimo disse...

Tem gente que vê machismo em tudo também hein!?

É errado querer "comer" alguém que vc tá afim? Num EN-CON-TRO A DOIS?

(pq pelo que parece,a Ariane tb tá afim de "dar").

E se fosse um jogo da mulher seduzindo um cara? Dai não era machista, é só "heteronormativo"?

Menos....gente.

Anônimo disse...

Se um homem do nada tira a camisa pra uma mulher num encontro ela pode até achar que ele quer transar ou até mesmo na pior das hipóteses estuprá-la e pode ter até mulher sair correndo com medo. Mas se ele não fizer nada e ficar na dele, numa boa apenas sem a camisa, a maioria das mulheres não forçam a barra mesmo achando o peitoral dele lindo, gostoso e estando louca de tesão, e nem achando que ele é obrigado a transar com ela por isso. Se uma mulher mostra apenas os peitos o homem acha logo que ela quer transar ele, a diferença é que o homem quer cair logo em cima dela e não quer aceitar um não. Não sei porque erotizam tanto assim os peitos das mulheres. Peito de mulher é considerado praticamente uma genitália. A ariane é bem peituda e isso ajuda a situação ficar mais desesperadora para os homens.

Mas até para nudez total isso está valendo, se o homem ficar peladão do nada a maioria das mulheres acham que é um tarado perigoso e que ela não é obrigada a transar com ele e fica achando que vai ser estuprada. Se ele falar que não quer fazer sexo e só quer ficar pelado na dele, ainda assim vai causar medo e estranhamento e uma mulher pode até achar ele maluco. A maioria não vai ficar admirando o bonitão pelado esperando ele mudar de idéia, vai achar ele um esquisito. Já uma mulher que fica pelada o homem acha que é oferecimento total para sexo e que em alguns casos ela deveria ser pressionada a fazer sexo com ele por isso.

Por mais que as situações sejam sem sentido e que pareçam convite ao sexo, as reações das mulheres e dos homens são diferentes.

Anônimo disse...

Que diferença faz se a mulher é marombombada, gorda, seca sem peito, sem bunda, sem coxa, andrógina ou qualquer tipo físico se o contexto de determinado jogo ou situação for machista? Tem tanta feminista querendo ser disputada por mascus assim é?

Anônimo disse...

Já estão implicando até com a depilação da mulher, deixa cada uma se depilar do jeito que quiser, se tem gente que gosta de depilar tudo, deixa ora. Já vão agora começar a patrulhar e condenar mulheres que fazem depilação acusando todas de que são oprimidas pelo patriarcado, pelos padrões da sociedade e exigindo que elas tenham que se explicar toda hora que se depilam porque querem e não porque o patriarcado e sociedade estão obrigando? Que porre! Eu tenho seios pequenos, sou negra e não faço a menor questão que a personagem seja igual a mim, não preciso disso para me sentir menos discriminada, menos sofrida, mais valorizada e nem quero ser troféu de machistas.

Lia disse...

MUITO DIFICIL!!! E isso que sou mulher, fiz tudo como gostaria que fizessem comigo mas ela logo se cansa!!!

Lia disse...

Se eu fosse homem nao entenderia, fui suuuuper romantico e respeitoso

Lia disse...

Tambem nao entendi como que ela fica peladona e nao, isso nao significa nada....
no final ela me manda embora quando eu a desafio a tirar a parte de cima do biquini dizendo "nao porque vc pode ganhar"
ueeeee se esta afim de transar porque nao transa???? nisso eu achei o jogo machista. alias machista nao, mas como falaram, nenhuma mulher se comporta assim primeiro ficando pelada e depois dizendo que nao vai tirar a parte de cima... ue mas se ja tirou....????

donadio disse...

"MUITO DIFICIL!!! E isso que sou mulher, fiz tudo como gostaria que fizessem comigo mas ela logo se cansa!!!"

"Se eu fosse homem nao entenderia, fui suuuuper romantico e respeitoso"

Evidentemente, nenhuma de vocês é a Ariane. E como não existem duas mulheres iguais...

Anônimo disse...

Eu fico pelada e não dou... Tá passando a mão, se não der vontade, me visto de novo....

E agora? Estou errada?

Anônimo disse...

Bom, eu fiquei curioso e fui jogar. Posso assegurar que o jogo tem,sim, "final feliz" mas é meio demorado pra chegar ao final. Uma grande dica : a iniciativa não parte do cara. Ela é quem toma as rédeas do jogo a partir de um ponto.E é ela quem convida para os "finalmentes". E, nessa sequência de eventos que eu segui, mais de uma vez...

Roberto

Anônimo disse...

"Se a mulher n quer transar ,com qual objetivo ela fica mostrando o corpo e se exibindo? Nada a ver os comentários,qualquer um pensaria em sexo,se eu saio com um cara e ele começa a tirar a roupa na minha frente,eu vou pensar o que? Que ele quer passear comigo de mãos dadas? Não,né gente.
N estou dizendo q isso da direito de estuprar mas nesse caso pensar que vai rolar sexo,n é absurdo nenhum.
O jogo é bem tosco mas n tem nada a ver com o the sims,já joguei e é legalzinho,os casais transam pq querem,tem gays,lésbicas."

Pode pensar que ela quer sexo, não pode achar que se depois ela disser "não" ela é uma vadia que provocou e não foi até o fim. Não interessa se tirou a roupa inteira, ela está no total direito de fazer o que bem entender com o seu próprio corpo e dizer não. Fim.

Anônimo disse...

Eu joguei. O negócio é muito aleatório, você nunca sabe o que vai fazer a moça te mandar para as cucuias. Eu tentei ser gentil e não avançar o sinal e mesmo assim ela me dispensou. Ok, né? Tentei uma abordagem mais agressiva e nada. Vou confessar que é irritante mesmo porque você fica meio sem saber o que fazer.

Mas não tem nada de feminista nesse jogo, nem de lição para o caras, o jogo é simplesmente irritante e mostra uma personagem com comportamento aleatório.

MonaLisa disse...

"Mas esses esteriótipos de ter que comer homem/dá pra homem e ainda ser chamado de broxa também não deixam de ser machistas. Como se homem tivesse que ser uma supermáquina de fazer sexo. "

Eu não disse que homem tem que ser maquina de sexo. No contexto do jogo, quando o personagem não faz ela gozar, ele perde pontos. Os únicos homens que se recusam a dar prazer pra mulher são os machistas.

Anônimo disse...

O jogo não é aleatório. Se você seguir os mesmos passos, sempre conseguirá o mesmo resultado. Já cheguei aos " finalmentes" quatro vezes. Comece com um beijinho, depois uma dança lenta, depois um vinho, então um jantar, aí uma piscina ( mas o cara tem que vencer no nado ), depois tomar uma ducha, então comer a sobremesa, depois ir à loja de conveniência comprar camisinhas e cerveja, tomar apenas duas, depois dançar ( pelados ) e aí ir para o quarto, deixando ela ir primeiro...aí, é a noite inteira...

Lia disse...

Agora consegui e foi suuuuper facil!!!! so qe o sexo foi decepcionante... so um pum pa e so isso???? e as preliminares??????

Anônimo disse...

Tem como fazer preliminares... Massagear os ombros, depois as costas, depois as pernas...depende da sequência de ações que você fizer. E não é só um pum pa, na sequência que eu fiz ela pediu pra repetir, e no final do jogo ela diz que foi a noite inteira... Essa da massagem foi depois do museu. Mas tem que acertar o nome dos pintores.

Anônimo disse...

Tem mais uma seqência onde a transa começa primeiro no sofá, e depois repete no quarto, mais duas vezes...

Lia disse...

mesmo assim achei sem gracinha, tinha um jogo parecido dos anos 80 (claro que vc tinha que adivinhar o que era pelos graficos quadradoes) em que depois de toda uma seducao muito mais completa a parte do sexo tb fazia parte do jogo nao era so "have sex" mas sim que brinquedos vc queria usar e onde, e se errasse ela te mandava embora.

Lia disse...

Depois que se pega o jeitinho fica super fácil. Basta dar bastante atenção a ela no começo, e dependendo da sequência ou sair pra jantar, praia, carinhos... Ou jogar basquete com ela, conversar, dançar.... Sempre acertar as charadas senão ele ate continua o jogo mas o final nao será feliz.

Agora que fique bem claro o nome do jogo é DATING ARIANE (nao existe palavra em português com tradução exata mas seria sair romanticamente com ariane) e nao "Fry to fuck ARIANE" (tradução que vcs estão dando e entao sim posso ver machismo, na TRADUÇÃO portugues-do Brasil.)

Sacerdotisa de JAH disse...

Facinho esse jogo, morram de inveja, ganhei de primeira. =]

Mas vocês, feministas sao muito antirromanticas, vivem pensando que os homens so querem sexo e se frustram por sexo e nao por AMOR, por isso os mascus também vivem emputecidos com voces.

Anônimo disse...

Olha, fui em quem comentou sobre "final feliz" e tudo o mais. O jogo é interessante, tem cerca de 25 finais alternativos, e inclusive tem uma continuação chamada "Something in the Air" , onde as ilustrações são bem mais modernas e de melhor qualidade , e há uma história por trás do jogo. Inclusive com "finais felizes" bem mais românticos e bonitos. Mas o jogo não é feminista não. Ariane é uma mulher independente , mas não ativista. Ao que parece, o autor do jogo ( deve ser home, porque nas primeiras versões , para conseguir "chegar mais" na Ariane, era preciso que ela tomasse várias taças de vinho, mais cerveja. Coisa de adolescente nerd ou rapaz bem jovem. Como o jogo já existe há mais de dez anos, o cara cresceu e aprendeu várias coisas. Ele tem o mérito de admitir que estava errado, e começou a mudar as características do jogo. Em vez de álcool, o que faz Ariane se interessar são as características que o jogador demonstra, como " engraçado", "romântico", "esperto", "inteligente". Duas características juntas vão provocar uma resposta, outras duas uma resposta diferente. Neste link aqui, vocês podem fazer o download do "Something in the Air" que, embora não seja um libelo feminista, tem lances românticos muito legais. Eu gostei, bem melhor que o "Dating Ariane", mas ela ainda é a personagem principal.

Anônimo disse...

Ah, aqui está o link:

http://arianeb.com/sita/download.htm

Anônimo disse...

Acho que entendo essa frustração, as mulheres realmente acreditam que a intenção de um cara pode ser outra em um encontro, mas não é, o objetivo principal do cara (em 98% dos casos) é transar, amizade ou namoro ficam em segundo plano.
É como ir em uma loja, vc só vai conseguir entrar se o dono quiser que a loja abra naquele dia e como seu objetivo era esse você volta frustrado. O estuprador seria como o ladrão que arromba a porta e rouba o que tem lá.

Não vou me identificar por causa do que estou dizendo, mas não se iludam meninas. Sabe aquele carinha gentil que te escuta e gosta da sua companhia, que se importa com você? Ele quer te comer sim, talvez ele até goste de vc mas antes disso ele quer te comer.
Não existe essa do cara sair com vc só pra se divertir inocentemente ou conversar, pra isso existem amigos homens, que não se importam com palavrões e se comportam como primatas.

Ponham isso na sua cabeça, é frustrante porque o cara quer transar, é isso que faz ele sair de casa pra te encontrar.

Para a mentalidade do homem, o ideal seria que uma mulher só topasse sair com ele se ela fosse transar depois, senão é perda de tempo.

Façam o teste, digam antes pro cara que não vai ter sexo de jeito nenhum e vejam se ele ainda quer ir, e se quiser ele provavelmente vai tentar mudar sua opinião.

Agora, se a sua intenção é jantar e passear de graça, mesmo sabendo que ele não vai ter o que quer, beleza. Eu acho sacanagem, mas fazer o que né?

Anônimo disse...

Não concordo com isso, em absoluto. Eu já saí com muitas garotas sem pensar absolutamente em sexo. Isso se chama AMIZADE . Em alguns casos, essa amizade evoluiu e chegou a resultar , tempos depois, em sexo, em outras não.
Então, não é verdade que todos os caras querem transar no primeiro encontro.

Anônimo disse...

'-' nem vi todos os comments porque eu sabia que seriam os mesmos:''Jogo para safados!''

Anônimo disse...

o jogo é foda, e quem nao acha isso é muito gay, HA GAYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY
e so uma dica, pra vc comer ariane vc temque levar ela no armazen, é a forma mais facil de comer ela, mas pra isso vc temque ganhar uma rodadda de jokenpow e ir para a cidade, fazer umas paradas la e dps volta pra casa e finalmente leva ela no armazen, paga por algumas bebidas e manda ela tomar tudo, dps ela fica tao brizada que começa a se despir, e dps é SO CAIR DE BOCA NA XERECA

Anônimo disse...

Eu cheguei ao ponto que ela mesma disse que queria me levar pro quarto e me dar ate eu desmaiar dai a gente vai pro quarto como ela, ela pede pra fazer de novo só que agora por cima, ai depois ela fala pra gente dormir, e diz obrigado pela noite deslumbrante

danubio disse...

o jogo é só um simulador de encontros, ou seja, levá-la pra cama não é o principal objetivo, este jogo é como um treinador de encontros, para treinar sua lábia.

Master ANONYMOUS disse...

ESSE JOGO É GENIAL !!! O macete dele é você respeitar ela à todo custo até mesmo quando ela tentar seduzir você, e você tem que pôr as respostas com calma e lógica. Ela é uma mulher respeitadora, sensível, romântica, carismática e atraente, e é por isso meu/minha amigo(a) que você não pode ser muito machista nem muito feminista pois ela por mais que ela seja uma IA (Inteligência Artificial) ela tem sentimentos e se você no momento do jogo começar a pensar: "Ha, isto é só um jogo de como transar com alguém." então eu lhe digo: "VOCÊ ESTÁ COMPLETAMENTE ERRADO(A) !!!" pois como eu disse antes ela realmente tem sentimentos e você aí que está pensando que estou brincando, só lhe digo 4 palavrinhas: "Sabe de nada inocente" porque eu estava lá no dia dá tradução do jogo, e para traduzir um jogo você tem que ir aos arquivos fonte principais os qual controlam as imagens, os minigames, as frases, os sons, e a LINGUAGEM, e no exato momento em que meu amigo (cujo me pediu para não mencionar seu nome aqui) abriu o arquivo de linguagem para trocar o inglês por português, toda nossa equipe viu as emoções da IA ligadas escritas em cor de rosa, primeiro nós rimos e apagamos isso por pensar que era uma trollagem do site que baixamos o jogo, mas após ativar a linguagem em português e iniciar o jogo qualquer resposta que nós dávamos a Ariane já ficava com exitada e queria transar.
Então por isto meus/minhas amigos(as) que antes de reclamarem do jogo tentem entender a lógica e a mecânica dele porque acima de tudo foi graças a esse jogo que hoje sou noivo. (Mas até você tem lido tudo isto eu já devo está casado HAHAHA)

Anônimo disse...

eu achei o jogo, simplesmente demais apesar do conteúdo sexual, o que da pra notar é que se trata um pouco da realidade, cada um com a sua opinião é claro, quem não gosta de sexo ??
e se o jogo você diferente,voltado ao publico feminino, onde a mulher teria que conquistar o cara para fazer sexo, pois é,
essa questão não é difícil de se responder, até porquê, o jogo seria fácil demais, mas agora se a gente adicionar ao comportamento do homem o mesmo da mulher se fazer de difícil para ser conquistado vocês mulheres o que achariam deste jogo??
do meu ponto de vista não faria muito sentido até por que é o papel do homem na sociedade fazer a maior parte de uma conquista se vocês mulheres tiverem afim, de um cara, mas só sexo e nada mais o cara vai ter que rebola gostoso kkkk para fazer você ter o que quér só acho ;)

Anônimo disse...

Sou homem e posso dizer que seu amigo é um completo imbecil. Seria imbecil de qualquer forma, mas é ainda pior porque ele foi seu amigo. Às vezes eu acho que perco alguns sinais. Não percebo exatamente o que deveria fazer e perco oportunidades, mas agora acho que é melhor ser assim do que ser como esse seu amigo que não respeitou seus limites.