terça-feira, 18 de setembro de 2012

EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR?

Daqui a menos de um mês, no dia 7 de outubro, as eleições estarão aí. Você sabe em quem votar?
Calma que este post não será propaganda eleitoral gratuita. Na realidade, eu queria que você, se já sabe em quem vai votar pra prefeito e principalmente pra vereador, compartilhasse com a gente. Pra gente ter ideias também.
Mas eu tenho alguns pré-requisitos. Primeiro, eu disse vereador no parágrafo acima? Pode apagar. Eu quis dizer vereadora.
Ohhhh, já ouço os machistas e alienados gritarem. Isso é sexismo! É discriminação por gênero! Se alguém dissesse que só votaria em homem você faria um escândalo. Viu? Eu sabia! Você odeia homenzzzzz. A gente já conhece o script.
Mas quem fala essas bobagens está partindo do princípio que vivemos em igualdade. A representação feminina na nossa política é totalmente desigual. Mesmo que o número de eleitoras seja maior que o de eleitores –- somos 52% da população brasileira, segundo o Censo 2010 -–, o número de eleitas vem caindo. Pensar que por termos uma mulher na presidência (uma conquista fundamental, mas mais pelo seu simbolismo que por qualquer outra coisa) e várias ministras importantes no governo, estamos bem representadas, é pura asneira. A ONU ranqueou 188 países em máteria de participação das mulheres na política. Você nunca iria adivinhar a posição brasileira. Somos número 141. Estamos atrás do Afeganistão. 
Nas últimas eleições, em 2010, para a Câmara federal, havia 21,17% de candidatas. O número de eleitas acabou ficando em 8,8%. Um número de eleitas idêntico ao de 2006 -– com a diferença que naquele ano só tivemos 12,71% de candidatas.   
Isso é muito triste, ainda mais se considerarmos que este ano completamos oitenta anos desde que conquistamos o direito a voto no Brasil.
Agora, pela primeira vez os partidos conseguiram preencher a cota de 30% de candidatas mulheres (temos 31,8%). Sim, há uma cota, porque se não houvesse, continuaríamos tendo uma esmagadora maioria de homens candidatos (70 a 30 já parece meio esmagador; o PT foi o primeiro partido a estabelecer cota de 50% para mulheres). Ainda assim, os partidos não destinam os mesmos recursos para as campanhas de homens e mulheres. Segundo Eleonora Menicucci, ministra da Secretaria de Política para as Mulheres, só 5 a 10% do financiamento de um partido vai para as candidatas. Dessa forma, fica muito difícil que mulheres sejam eleitas.
Toda vez que se fala na dificuldade que é uma mulher ser eleita, aparece o famigerado "mulher não vota em mulher". O que não é verdade. Como diz o doutor em demografia José Eustáquio Diniz Alves, vimos na última eleição presidencial que esse mito não tem validade: "Tínhamos nove candidatos à Presidência da República, sendo sete homens e duas mulheres. Essas duas mulheres levaram dois terços dos votos". 
E no entanto, falta um comprometimento nosso pra votar em mulheres. Eu já votei muito mais em homem que em mulher. Não foi proposital, é só que eu conhecia o trabalho de alguns candidatos, e eles eram homens (e brancos, e héteros). Mas não dá, né? Se nem eu, que sou feminista, vou fazer o mínimo esforço pra encontrar candidatas que mereçam a minha confiança, como vou ficar reclamando que apenas onze das 81 vagas no senado são ocupadas por mulheres?
Se realmente tivéssemos uma representação igual (50% mulheres, 50% homens, ou qualquer coisa próxima disso), eu talvez não pediria pra votar em mulheres. O talvez fica por conta que políticas mulheres tendem a propor leis que interessam a mulheres, enquanto políticos homens podem não ter a sensibilidade de pensar em algo distante da sua realidade.
Só pra dar um exemplo. O Partido Republicano, que tem chance de ganhar as eleições presidenciais americanas agora em novembro, se fixou beeem à direita no espectro político. Seu único discurso é diminuir impostos. E, claro, impedir que minorias tenham direito às mesmas leis. E controlar o corpo das mulheres das maneiras mais toscas possíveis, promovendo um grande retrocesso (já que o aborto é legalizado nos EUA). Não é à toa que a maior parte das eleitoras americanas vota no Partido Democrata. Porém, mesmo entre os republicanos, há diferenças. Recentemente houve a votação de uma lei de combate à violência contra a mulher. Todos os 31 republicanos homens votaram contra a aprovação da lei. Todas as cinco republicanas mulheres votaram a favor. Então esse mito de que “tanto faz se for homem ou mulher” não se aplica muito bem.
Mas agora vem o segundo pré-requisito pra eu votar numa determinada pessoa: tem que ser de um partido de esquerda. Ninguém legisla só, sempre há diretrizes do partido a seguir. E partidos de direita não querem transformar nada, apenas manter velhos privilégios das classes e grupos de sempre. A meu ver, o feminismo é incompatível com a direita. Dizem que existem feministas de direita. Eu não tenho certeza se já conheci alguma, pra falar a verdade. Mas também não sou leoa de chácara pra ficar confiscando carteirinha feminista de alguém.
Então: tem que ser mulher, tem que pertencer a um partido de esquerda... (e antes que me perguntem: sim, continuo considerando o PT de esquerda. Talvez não tão à esquerda como gostaria). E tem que estar minimamente comprometida com causas das mulheres, digamos assim. Quais são os projetos daquela candidata à vereadora? Se ela já foi vereadora antes, o que ela conseguiu fazer? Se essa candidata for ligada a movimentos negros e LGBT, melhor ainda. Também estamos sub-sub-sub representadas nesses quesitos.
Bom, acho que está bem geral. Agora é com você: deixe nos comentários em quem você pretende votar, tanto pra vereadora quanto pra prefeitx. Não esqueça de sinalizar a cidade e o partido. Se puder, escreva o número da candidata e um link pra maiores informações. E, se você é candidata, mande um email pra mim (lolaescreva@gmail.com), porque gostaria de publicar um guest post sobre a sua luta.

183 comentários:

Marina disse...

Para prefeita de SP, Soninha (23 - coligação PPS+PMN - http://www.soninha.com.br/)
Vereador(a), vou anular pois não concordo com voto proporcional, sempre anulo, tanto pra vereador quanto pra deputado.
Tá booom, pode ter gente que diz que não é o melhor protesto, mas eu penso assim!(:

Anônimo disse...

Eu não tenho uma candidata a vereadora escolhida ainda, mas considero muito a candidata Ana Luíza, do PSTU, que apresenta sempre no horário político na TV, uma forte tendência a defender direitos das mulheres. Ela usa inclusive a frase ''São Paulo não quer quem bate em mulher''.

Não entendo muito de política, pretendo estudar mais o assunto, mas por hora, ela me parece uma boa opção.

Marcelly disse...

ta ai minha vereadora Lola...
de Londrina PR..essa preenche bem a sua lista..hehe...a minha tbm..



Nome: Jackeline Lourenço Aristides

Nome de urna: Jackeline Aristides

Partido: PSOL - Partido Socialismo e Liberdade

Data de nascimento: 27/01/1983

Local de nascimento: Londrina (PR)

-Jardim Acapulco

-Área de atuação política:
-saúde, luta antimanicomial, feminismo, LGBTTT e minorias

-Grau de Instrução:
-Ensino superior completo em Enfermagem; especialização em Saúde Mental; especialização em Saúde da Família e mestrado em Saúde Coletiva

-Ocupação/profissão:
-enfermeira

-Religião:
-agnóstica


-Já ocupou cargo público? Qual? -enfermeira em CAPS Infantil em Apucarana desde 2011

-Tem algum parente na política?
-não tem

-Qual foi o último livro que você leu?
-Lutas de Classes na Alemanha, Karl Marx e Friedrich Engels

Um político que admira: Florestan Fernandes

Uma pessoa que admira: Plínio de Arruda Sampaio

Huan Icaro Piran disse...

Eu vou votar em uma vereadora, pois ela e um outro vereador foram contra o aumento de 17 para 19 vereadores no município. Porque ela e não ele? Porque ela é educadora e eu também, porque simpatizo mais com algumas propostas dela em vez dele. Minha noiva vai votar nele, isso é bom, ele tem boas propostas também. Enquanto anarquista eu sei que nem deveria estar participando dessa palhaçada toda (meus sonhos não cabem em uma misera urna) mas vamos dar um passo por vez...

Na prefeitura os dois candidatos (homens, brancos, héteros) são membros da elite e esta meio claro que vão trabalhar pela elite. Vou lá com um nariz de palhaço dar meu nulo ¬¬

Marcelly disse...

pra prefeitoO...

aqui só tem uma candidata mulher..a Marcia Lopes..que é assistente social...
mas acho que vou votar no Valmor




Nome: Valmor Venturini

Nome de urna: Valmor Venturini

Partido: PSOL - Partido Socialismo e Liberdade

Data de nascimento: 04/07/1960

Local de nascimento: Ivorá (RS)

Bairro onde mora: Conjunto São Miguel

Área de atuação política: saúde, educação e associação de moradores

Grau de Instrução: ensino superior completo em Medicina Veterinária; pós-graduação em Vigilância Sanitária e Saúde Ambiental

Ocupação/profissão: médico veterinário

Religião: católica

Time de Futebol: Gremio-RS

Já ocupou cargo público? Qual? médico veterinário da Emater/PR (1987-1993); médico veterinário da Prefeitura de Londrina desde 1999

Tem algum parente na política? não tem

Qual foi o último livro que você leu? O Nome da Rosa, Umberto Eco

Um político que admira: Plínio de Arruda Sampaio (PSOL)

Uma pessoa que admira: Ernesto Fonseca

Dona do Sexo disse...

Eu vou votar numa ex professora minha,a amanda gurgel pra vereadora e é impressionante que em Natal nao há candidatas a prefeita esse ano.Nenhum candidato me interessa,voto nulo pra prefeito.

Anônimo disse...

você esqueceu de dizer que isto acontece por mulheres em sua maioria, não darem a minima para politica.

Dias disse...

Sou do Rio, tenho 19 anos e essa é a segunda eleição que vou votar. Parei para pensar na eleição passada e cheguei à conclusão de que não votei em nenhuma mulher. Não tive qualquer preocupação de votar neste ou naquele sexo, pois para mim o sexo do candidato não faria diferença. Votar em homens que reconheçam a participação de mulheres na política é tão importante quanto votar em mulheres. A Margareth Tatcher não tinha ministros homens, o que faz que eu me pergunte se ela mesma não era sexista para escolher seus ministros.
Nessa eleição, votarei em um candidato homem para prefeito (não sei se você já ouviu falar do Marcelo Freixo no Rio, mas ele é a grande esperança carioca de acabar com essa política de cidade cartão postal que não tem hospital). Por outro lado, para vereadora eu escolhi uma candidata do PV que me parece preparadíssima para discutir a cidade que deve fazer dos Jogos Olímpicos uma fonte de melhoria e não apenas de gastos como foi o Pan. Ela é a http://www.soniarabello.com.br/, professora universitária comprometida com a fiscalização do prefeito, o meio ambiente e um modelo de cidade para o carioca, não apenas para o turista.
Tão importante quanto votar numa mulher é votar numa mulher capacitada, para não vir um escrotinho dizer "Tinha que ser mulher." Gays, negros, ateus e outras minorias sofrem com a mesma necessidade de provar seu valor. Ainda bem que eles provam e chutam as barreiras preconceituosas desse modelo homem branco hétero cristão, muitas vezes mais levado em consideração do que o caráter das pessoas. But I have a dream...

Fernanda disse...

Eu tenho um outro pré-requisito, Lola. Não pode falar nada de religião na campanha. Acho essa bancada religiosa a coisa mais conservadora e horrorosa. Machistas, racistas e homofóbicos. Quero não!

Anônimo disse...

Lola,

Concordo com suas colocações mas fico triste ao perceber que na minha cidade, apesar de termos mulheres candidatas a vereadora e prefeita, não considero nenhuma delas minha opção.

As duas que conheço mais de perto são da minha igreja (sou feminista cristã - crente mesmo!kkk) e são comprometidas em legislar apenas para a parcela cristã da população, o que eu não concordo.

Por isso, votarei em um homem para candidato a prefeito e vereadorX ainda não decidi!
Beijos!

La Mamacita disse...

A única candidata que preenche todas as condições é de Porto Alegre, a Manuela D´Avila, maravilhosa. Ele vai ser eleita prefeita, tá em primeiro lugar em todas as pesquisas, é deputada do PC do B. O programa dela está público : é feminista e de esquerda.
Estou procurando e procurando em Fortaleza, até agora não encontrei mulher. Até em Joinville eu teria candidata: a Marcia Morsch, minha colega de cerâmica. É uma pessoa muito legal,honesta, decidida, nem sabe se é feminista mas é um ponto de vista de mulher. É do PDT, que pra ser em Joinville é bem de esquerda. A Marcia vai aprender com a prática. E o Cristovão Petry, meu amigo, do PT, está eleito. Mas aqui em Fortaleza... ainda não sei. La Mamacita. ( eu não voto, que pena)

Lord Anderson disse...

Na cidade só candidatos homens para prefeito.

Nas ultimas eleições eu estava inclinado a votar no PT, mas eles não tinham um candidato que me passa-se confiança.

Esse ano pelo menos escolheram melhor, e ele vem demonstrando segurnaça e capacidade nos debates e propostas.

Sobre vereadora é mais complicado. Temos 17 vagas na cidade, mas o maximo de mulheres eleitas que tivemos foram 2.

A vereadora que votei na eleição passada acabou não cumprindo oq eu esperava e nessa campanha esta de braços dados com o pessoal da igreja mundial.

e assim como a Fernanda eu recuso esse tipo de candidato.

Então ainda estou estudando e pesquisando opções, mas tenho falado com familiares, amigos e colegas sobre escolhermos candidatas dessa vez.

A ideia tem sido recebida melhor do que eu esperava :)

Flávia CML disse...

Para vereadora, aqui em Natal, vou votar em Justina Iva, professora universitária e candidata pelo PCdoB.

Para prefeito, não tem jeito, este ano temos apenas candidatos homens. Já que não mulher, vou escolher um candidato na esquerda.

Temos o peso de a pior gestão municipal de todos os tempos ter sido de uma mulher, Micarla de Souza. E ela foi eleita, com apoio de figurões como José Agripino, porque nossa cidade é muito reacionária, conservadora. O preconceito venceu a eleição, pois a outra candidata, muito mais preparada, era (e ainda é) deputada federal pelo PT. Nem gosto de lembrar que Serra foi o mais votado pra presidente aqui em Natal.

Lola, mudando de assunto: você está podendo comer chocolate? Como você falou do problema no fígado, fiquei sem saber se posso levar chocolates pra você na quinta-feira.

Zé das Couves disse...

Dependendo da candidata, votar nela é um desserviço não só à sociedade, como ao próprio movimento feminista. Uma coisa é votar numa Dilma, que, até agora, tem se mostrado boa administradora, séria e que toma decisões mais técnicas que demagógicas. Outra é votar numa "Rosinha Garotinho" da vida. De toda forma, acho que votar "por cota" não é o modo adequado para acabar com a subrepresentação política.

lola aronovich disse...

Por favor, Flávia (e quem mais quiser), LEVE CHOCOLATE! Meu fígado está bem, só com ultrassom de abdomem pra ver que tem gordura lá dentro. Estou tentando me alimentar melhor, e graças a minha mãe, estou conseguindo. Mas isso não quer dizer que não vou mais comer chocolate. Só não vou comer tanto quanto antes...
Ah, inscrições esgotadas para a mesa na UFRN! Os 320 lugares já foram preenchidos. Peço pra quem se inscreveu e por algum motivo não puder ir pra tirar a inscrição. Pelo que ouvi, já eram 30 na lista de espera.

Mudando de assunto, Flávia: bem lembrado! Lembro quando estive aí em Natal, em janeiro, de férias, e vi a manchete no jornal que tanto a prefeita de Natal quanto a governadora do RN estão muito mal avaliadas. E que é uma pena, porque já temos poucas mulheres na política, e é muito ruim que duas queimem o filme. Mas claro que elas não devem servir de exemplo. Nunca vi alguém dizer "Não voto em político homem, porque o Maluf é um desastre".

Mariana disse...

Antes mesmo de me assumir feminista, tentava votar em mulheres. Nem sempre é/era possível: este ano, por exemplo, na minha cidade (Petrópolis-RJ) não há nenhuma candidata à prefeitura. Pelo menos temos opções à esquerda: votarei no Alex Dias, candidato do PSOL.
Para vereadora, ainda estou indecisa. Estou pesquisando as propostas das candidatas do PSOL mas até agora pouco encontrei sobre questões específicas para mulheres. Por outro lado, vi que tem uma candidata, Pureza, que é transexual. Pena que ainda não encontrei mais informações sobre suas propostas. Agora tenho lido sobre uma outra candidata, Drica Madeira. Ela é candidata pelo PCdoB e especialista em violência doméstica, coordenou a implementação do Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Petrópolis e trabalhou na Secretaria Executiva da Superintendência dos Direitos da Mulher do governo do estado do Rio. No site ela inclusive tem propostas específicas para as mulheres, o que já fez com que ela conquistasse mais a minha simpatia (e as chances de ter o meu voto). O site dela é: http://dricamadeira.com.br/

Anônimo disse...

No executivo sou pragmática e vou de Haddad mesmo: prefiro evitar Serra e Russomano a sonhar mais alto...
Mas para vereadora vou procurar com carinho uma candidata de esquerda...

Anônimo disse...

Lola, vc nunca considerou entrar para a política, começando por candidatar-se ao cargo de vereadora em Fortaleza? La Mamacita não é naturalizada brasileira? sniff sniff

Bruno S disse...

Acho importante lembrarmos como funciona o sistema eleitoral nas eleições proporcionais - como na vereança.

Todos os votos em todos os candidatos do partido (ou da coligação proporcional) são somados aos votos em legenda e utilizados no cálculo no número de vagas obtidas. Dessa forma, não basta eleger uma boa candidata.

Temos que olhar também a composição da chapa da qual ela faz parte. É comum alguns partidos incentivarem pessoas legais e bem intencionadas, mas sem qualquer chance de serem eleitos, a lançar candidatura para somar mais alguns votos e ajudar a eleger os figurões da legenda.

Sei que quase todo mundo deve saber disso, mas é bom lembrar. Até porque o TSE gasta milhões em publicidade nas eleições e nunca explica o voto proporcional.

Apesar da ótima sugestão de votarmos mulheres, nessa eleição já tenho meus voto fechados em Niterói-RJ

Waldeck 13000
Rodrigo 13

Gabriel Nantes de Abreu disse...

So voto em partidos comprometidos com a luta contra a homofobia. Significa que PT + partidos de Direita estão fora de cogitação. Pra prefeito ainda estou em duvida, mas vereadora é Marinor do PSOL

lola aronovich disse...

Por isso que eu disse, Zé das Couves, que ser mulher é UM dos pré-requisitos pra ter meu voto. Tem que estar num partido de esquerda e estar envolvida com assuntos de mulheres. Rosinha Garotinha, Roseane Sarney, Katia Abreu, Angela Amin, etc etc não entram nessa categoria. E nem Soninha Francine.
Alguém já disse que não vota em candidatx que fizer propaganda religiosa. Concordo totalmente. Quero um estado laico. As bancadas religiosas são o bloco de frente do conservadorismo no Brasil. Sinto muito, mas, pela questão religiosa, eu não votaria nem em Marina Silva, nem em Heloisa Helena, acho que nem na Benedita (que são mulheres e de esquerda, mas a religião atrapalha o feminismo delas).

Bruna B. disse...

Eu, porto-alegrense, vou votar na Manuela pra perfeita e na Paula Berlowitz (feminista) pra vereadora. As duas são ótimas candidatas, estão filiadas à partidos com os quais simpatizo (PCdoB e PP) e têm ótimas propostas de trabalho.
A maior parte dos meus familiares, amigos e amigas também votarão na Manuela.

Carlos disse...

"Mulher não vota em mulher"

Querendo ou não, essa é uma verdade mundial... pensa comigo... supondo que uma eleitora vota numa candidata A... a candidata A se elegendo... vai ter dinheiro de sobra para viajar, comprar roupas de todos tipos, poderá trocar de carro todo ano, etc... pagando tudo com cartão corporativo... qual será a cara de tal eleitora que votou nela? De inveja, pois gostaria de estar no lugar dela e esta eleitora poderia ter impedido de eleger ela.

Agora imagina eleitora votando num candidato Z, ele sendo eleito, um dia, ela pode cruzar o caminho dele e eles podem acabar namorando / casando (e ela nem precisa ser bonita, sendo no mínimo normalzinha, tem grandes chances de fisgá-lo), desse modo tem como ela ter todos privilégios de uma forma indireta...

Resumindo: votando numa mulher, ela pode morrer de inveja no futuro, votando num homem... ela não morrerá de inveja e tem chance de fisgá-lo.

Unknown disse...

Campinas/SP

Estou considerando as seguintes candidatas para vereadora:

Mariana Conti, 50100 - PSOL
Lohren Beauty, 65050 - PC do B

E para prefeito(a):

Marcio Pochmann, 13 - PT
Sílvia Ferraro, 16 - PSTU

Álvaro Diogo disse...

Vereadora Profª Márcia - 13.700 em Taboão da Serra: http://www.facebook.com/marciataboao

@fabiano9 disse...

Sou do Rio de Janeiro, capital.

Pra prefeito, Marcelo Freixo, sem sombra de duvida!

Pra vereador, estou indeciso em um monte! Mas será alguem do PSOL, isso é certeza!

Carol NLG disse...

Por ser servidora pública lotada no exterior, só voto em eleições presidenciais. Sou do DF, então no Brasil ainda votaria pra governadxr, deputadx e senadx. No exterior, só presidente mesmo.

De resto, minha grande regra é a parte religiosa mesmo. Citou Deus, perdeu meu voto. Ah, tenho religião. Sou cristã, criada católica. Mas não quero saber de religião governando meu país. Se quiser ouvir de leis religiosas, vou pra igreja ou pro Vaticano.

Carol disse...

Eu queria votar na ÚNICA vereadora da minha cidade que colocou um projeto para aumento zero de número de vereadores e também do salário dos mesmos.

Mas ela disse em entrevista que esse ano não se candidata mais porque está com problemas de saúde. Diz que foi agravado pela pressão na câmara. Uma pena.

Enfim, como vereador em Ribeirão Preto serve praticamente só para dar nome em rua, título de cidadania e aumentar o próprio salário, decidi que vou votar em uma candidata de uma pauta só: causa animal. Ela propões um centro de adoção permanente e um hospital veterinário público. Se sair do papel, já está ótimo.

Para prefeito, tá complicado. A prefeita atual (em quem votei) acabou sendo uma populista oba oba. O cara do PT era o primeiro a ficar atrás das falcatruas do Palocci (que foi prefeito de Ribeirão e ficou rico assim, digo porque sei onde ele morava quando foi eleito) e agora sai como candidato pelo PT dizendo que vai doar o salário. Claro que ele vai doar, ele ganha mais como juiz aposentado do que ganharia como prefeito. Dã.

O cara do PSDB fala na propaganda que o transporte público está uma merda (fato) e coloca como solução alargar avenidas para dar espaço aos carros (lógica?)

Mas acho que vai ser nele mesmo, porque a atual não dá, essa sujeirada da turma do Palocci não dá e o resto dos candidatos só serve para dar risada,

Queria mesmo é a vereadora corajosa, Silvana Resende, como candidata a prefeita, porque ela teve um brio, que olha, foi admirável. Enfrentou outros 19 vereadores ao dizer não para os seus próprios privilégios.

No mais, prefeitos não interferem tanto em pautas como aborto, causas homossexuais, economia nacional, etc. Então faz mais sentido votar pensando mais em coisas locais. Eu acho, pelo menos.

lola aronovich disse...

Carlos, é impossível pra vcs mascus pararem de pensar nessas asneiras nessahanísticas, né? O mundo está mudando, cara. Mulher ter inveja de mulher? Tanto quanto homem tem inveja de homem. Vcs mascus é que o digam... Dariam o braço direito pra ser um senador ricaço porque, pra vcs, só dinheiro importa. Vcs já devem ter ouvido falar que mulheres trabalham, são independentes, estudam... Mas vcs insistem que tudo que toda mulher quer na vida é ser sustentada por um marido rico. Acordem pro século 21, olhem a sua volta, mudem o discurso. Por isso que vcs são pintados como lunáticos misóginos pega-ninguém mega losers fracassados betas pra sempre – porque vcs parecem viver num universo alternativo, como se ainda estivéssemos nos anos 1950, mas as mulheres de lá não quisessem ter nada com vcs. Isso é o que vcs não entendem: vcs seriam recusados por qualquer mulher com um pingo de amor próprio, em qualquer época e lugar. Vcs são losers universais!

Anônimo disse...

Minha cidade é Porto Alegre e para vereadora vou votar na Fernanda Melchionna, do PSOL (http://fernanda50500.com.br/). Ela é feminista, estava na Marcha das Vadias em maio e é minha colega de profissão, bibliotecária. Desde a universidade, no movimento estudantil, ela já estava na luta pelos direitos das mulheres, pela segurança nos campus devido aos inúmeros casos de estupros e assaltos. Recentemente foi notícia quando os salários dos vereadores, secretários e prefeito foram congelados até 2016, posição fortemente defendida por ela e Pedro Ruas, o outro vereador do PSOL em Porto Alegre.

Agora pra prefeitura, tá difícil a coisa. Sei que a Lola simpatiza com a Manuela e eu também admiro as leis do estágio e estatuto da juventude, mas sei lá, essa guria não me passa confiança. Eu não conhecia ela até a campanha bonitinha de 2004, na qual ela foi eleita vereadora. Não me sinto representada por ela. Até decidi dar uma trégua e procurar saber mais sobre sua atuação na Câmara Federal, mas tá difícil, desde semana passada não consigo acessar os projetos dela no site, alguém aí tá tendo esse problema?? Consigo ver de outros parlamentares, mas o da Manuela não aparece nada.

Enfim, ainda acho que não tenho opções para prefeitura, mas tô tentando. Tenho alguns dias pra decidir.

Luciana disse...

É uma pena, eu tinha decidido votar para vereador em um homem branco e de classe média alta. Ele acabou sendo a minha escolha por o conhecer pessoalmente e saber que ele recusou a compra de votos oferecida por um grupo influente da cidade.

Já me decepcionei tanto ao votar em pessoas nas quais eu acreditava (homens e mulheres) e que se envolveram em atos desonestos que escolhi votar em alguém que eu sei que prefere perder a trapacear.

Seu post me fez eu me sentir mal por não votar numa mulher.Entrei na página da Câmara e vi que hoje temos 16 vereadores homens e 1 mulher. É extremamente desproporcional a representação feminina. Agora estou em crise entre votar em alguém que eu sei que é honesto (o que é realmente raro dentro da política) ou procurar um candidata que possa me representar como mulher, correndo o risco dela ser honesta ou não.

Estou realmente em dúvida agora. Sugestões?

Mirella disse...

voto em São Roque, mas não vivo lá, então não faço idéia de como anda a campanha política por lá.

Em SP votasse, consideraria a Ana Luíza, como disseram acima.

Não decidi se vou votar ou não. Já sei que não há candidatas a prefeitura em minha cidade, quem sabe procurarei alguma que o seja a vereador.

Marina disse...

Mais uma carioca aqui, e mais um voto pro Freixo! Para vereadora eu estava pensando na Sonia Rabello (como outra pessoa já disse aqui), mas preciso pesquisar mais.
Eu sei que muita gente não vota em candidato religioso e, mesmo sendo atéia, se não tiver em quem votar eu pergunto para minha mãe se tem algum judeu concorrendo. Já sofri e ainda sofro MUITO antisemitismo, quero alguém comprometido com a luta contra o antisemitismo.

Lola, já que você comentou sobre a cota para mulheres, já leu isso?
http://www.soniarabello.com.br/

Luciana disse...

Eu acabei de dizer que na minha cidade há apenas uma vereadora. Olhei as fotos dos candidatos agora: há um oriental, todos os outros 16 (incluindo a vereadora) são brancos. Diversidade de representação pra que né?

Anônimo disse...

Meu voto em Porto Alegre tb vai pra Fernanda do Psol. Ela fez um ótimo trabalho durante esses 4 anos na Câmara de Vereadores.

Já para a prefeitura não decidi ainda. Minha única certeza é que Fortunatti e Manuela nem pensar.

Nunca fui muito da Manuela. Situação que piorou com o apoio da Ana Amélia Lemos do PP, senadora e colunista de política por muitos anos da Zero Hora. Logo, para mim Manuela já pode ser considerada direitista. Fora que a lei da meia entrada, projeto dela da época em que foi vereadora, pende mais pro lado dos empresários do que estudantes.

E pena que a Luciana Genro tb não pode concorrer...

Anônimo disse...

Para prefeito de Maringá (PR) - Enio Verri (PT).

Além de tudo, por suas qualidades como economista.

Em Floripa (onde eu moro hj mas não voto). Provavelmente na Angela Albino (PCdoB) por apresentar boas propostas. Acho que esse é o critério que vem antes.

Carolina Lucas Paiva disse...

Moro em Porto Alegre

Para vereadora, votarei em Ariane, do PT - 13070. Milita pelas causas feministas e LGBT.

Para prefeit@, estou em dúvida entre a Manuela (PCdoB) e Villaverde (PT).
Ainda tenho que pesquisar mais sobre a atuação deles para me decidir.

Mirella disse...

"Resumindo: votando numa mulher, ela pode morrer de inveja no futuro, votando num homem... ela não morrerá de inveja e tem chance de fisgá-lo."



HAHAAHAHAHAHAHAHAHAHH que alegria pro meu dia.
Imagina que inferno deve ser acreditar nisto? Não é à toa que mascu é tão infeliz.

Marina disse...

Opa, errei o link! O certo é esse aqui: http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2012/noticia/2012/09/com-cota-numero-de-donas-de-casa-candidatas-aumenta-131-no-pais.html

Anônimo disse...

Muitas das mulheres que entram para a política e recebem espaço o suficiente apenas o conseguem por terem herdado uma máquina eleitoral pertencente a algum parente. Sobretudo o marido: muitas mulheres são eleitas pra substituir a voz de um marido político que não pôde competir por ter problemas com a justiça.

É muito difícil uma mulher conseguir espaço sozinha, para as próprias idéias.

E sim, as pesquisas da ciência política dizem que as mulheres de elegem menos E se candidatam menos - mas isso não significa que elas não se interessem pela política. Significa apenas que elas têm menos tempo pra militar (afinal, quem vai cuidar dos filhos e da louça enquanto ela luta pelos ideais dela? o marido? ha-ha-ha.)

Anônimo disse...

Para Niterói (RJ) há um candidato (infelizmente, não há nenhuma candidata expressiva nesse quesito) que apoia o feminismo e é do PSOL. Seu nome é Flávio Serafini. Ele propõe, dentre outras coisas, o programa saúde da mulher, defesa ao meio ambiente e a implatação inteligente dos meios de transporte. Também é professor.

http://flavio50.com/

INCLUSIVE, HOJE terá um debate transmitido ao vivo por twittcam às 18h.

Anônimo disse...

Esqueci de comentar: o Flávio 50 é apoiado pelo Freixo!

Carlos disse...

"Querida autora"

Mulher tem inveja de mulher sim... homens raramente tem inveja de algo / alguém / homens... se um dia sentisse inveja seja de quem fosse, eu me atiraria do 100º andar de um prédio.

Mulheres que criticam determinadas mulheres que se "objetificam" (lembrando que NINGUÉM se objetifica de graça) são aquelas que não tem condição de se objetificar (leia-se feias, gordas e/ou velhas) e/ou que são auto-suficientes financeiramente, ou seja, TU NUNCA VERÁS uma mulher bonita e sem dinheiro criticando a "objetificação" das mulheres, pois é uma possibilidade para ela.

J.M. disse...

Em Natal a situação tá séria... Para prefeito não há candidatas (Fátima faz falta!) e vereadora estava pensando na Amanda Gurgel, professora e militante de esquerda. Porém, descobri algumas informações que me deixaram com o pé atrás, agora estou na dúvida.

Anônimo disse...

http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2012/09/russomanno-e-vulgaridade-do-desejo.html

Excelente texto!

E Lola, PT de esquerda já era, né? A gente sabe o quanto tem minguado qualquer movimento social.

Thays Mossi disse...

Lola, pelamordedeus, tira aquela foto da Manuela do lado do parágrafo que diz "mulher de partido de esquerda". O partido dela pode ser de esquerda, mas ela é apoiada pela Ana Amélia Lemos (senadora) que é do PP e é a candidata preferida da RBS (filiada da Globo no RS que é investigada por monopólio dos meios de comunicação pelo Ministério Público), e, além do mais, a campanha dela é financiada pela mesma construtora (a OAS) que financia a campanha das outras duas grandes candidaturas de Porto Alegre (Fortunati, atual prefeito do PTB e Vilaverde do PT). Enfim, a Manuela é uma máquina de fazer voto justamente porque se faz de neutra no campo político, e se tu faz esse jogo, de esquerda tu não pode ser, né?

Anônimo disse...

em joinville vou votar no leonel do psol (50), não creio que ele vá ganhar, mas conheço ele e sei que ele é sério. não sei ainda de vereadora, sempre votei nulo, mas andei pensando mesmo na representatividade das mulheres, vou pesquisar melhor.
o, lola, acredita que o tebaldi tá tentando se eleger de volta?! tá uma disputa entre ele e o udo doehler apoiado pelo luiz henrique. cruzes!

Sara disse...

Nossa Lola, acho um bem muito grande vc se engajar assim, é muito dificil escolher um@ candidat@,os programas politicos me dão uma preguiça imensa, ja não vejo TV, se for p ver isso piorou, mas preciso fazer um esforço e ver se arrumo paciência.
Eu ainda não escolhi, mas sempre dou preferencia a votar em mulheres, ou no maximo em algum homem que tenha o movimento feminista na plataforma e fale isso abertamente.
Esse ano tinha pensado na Ana Luisa p prefeita, pq ela diz abertamente que luta pelas causas do feminismo, embora não goste muito do partido dela e pior, acho q ela não tem chance nenhuma de ganhar.
Mas p vereador não tenho ideia.
Quem sabe, se me da uma luz.

Anônimo disse...

acho que a Lola não pode se candidatar a cargo político por ser professora concursada.

Carol Flor disse...

Belo Horizonte
Mariah Mello
http://www.eleicoes2012.info/mariah-mello-16122/
mariahpstu.blogspot.com

Prefeitura, ainda em dúvida, mas deve ser na Vanessa Portugal, PSTU.
Agora, segundo turno....afff

Rob disse...

Aqui na minha cidade só tem uma candidata mulher a prefeituraFui ler a proposta dela e tinha um projeto contra a homofobia.Então pensei "UHU".
Aí logo abaixo tinha uma proposta convidando os religiosos da cidade a se meterem no governo.Aí broxei,hahaha.
Ela quer agradar a gregos e troianos. Impossível querer fazer um projeto para ajudar o publico LGB(pq não tinha nada a respeito da transfobia no projeto)e ainda querer convidar a galera religiosa para dar pitaco.
Então vou votar num candidato homem para prefeito.Fazer o que né.

Carlos disse...

Respondendo em partes o comentário anterior da autora...

"Dariam o braço direito pra ser um senador ricaço porque, pra vcs, só dinheiro importa."

Estás muito enganada, o dinheiro que ganho é o suficiente para eu ter onde morar e ter o que comer... restante para mim, sou indiferente.

"Mas vcs insistem que tudo que toda mulher quer na vida é ser sustentada por um marido rico."

O que direi é fato, 99% das mulheres interessantes com mais de 18 anos, se vendem...

"Acordem pro século 21, olhem a sua volta, mudem o discurso."

Direi outro fato, lá onde moro tem 4 mulheres da minha faixa etária, 1 delas é bonita, 2 "mais ou menos" e 1 é feia. 3 delas tem namorado com carro importado e 1 delas é a fim de mim, nem preciso dizer quem chega de carro importado e quem é a fim de mim...

"Vcs são losers universais!"

Não querer te dizer nada, mas tenho facilidade de me envolver com mulheres, tenho aparência muito acima da média, problema de me manter ao lado delas, é que com o tempo, elas dão indireta para ganhar presente... ou seja, a companhia do homem não é o suficiente para as mulheres.

Sara disse...

Esqueci de dizer o partido dela é o PSTU -ANA LUISA.
Vou acabar votando nela, mesmo q ela não ganhe, pelo menos se tiver mais votos ganha força politica.
Ela tem uma plataforma bem interessante.

- Nenhuma criança fora de creche!

- Kit anti-homofobia nas escolas!

- Quotas para negros nas Estaduais Paulistas!

- Nenhuma criança fora da creche!

- 10% do PIB para a Educação Já!

NÃO AO MACHISMO E A VIOLÊNCIA,



Carlos disse...

Tu tocaste num assunto interessante... acredita que falo em dinheiro apenas por pensar nele... mas não é verdade, comento sobre o dinheiro, pois 99% da sociedade brasileira SÓ PENSA EM DINHEIRO. E não posso evitar o assunto.

lola aronovich disse...

Me contem como está a situação em Joinville! Nenhuma chance do Carlito ser reeleito? E como assim, o Tebaldi voltou? JÁ?! Depois de ter enterrado a cidade, ele tem chance de ser eleito? É triste SC ser um dos estados mais conservadores do Brasil...

Acho que professora concursada pode ser candidata, não? A gente vê tanto prof. universitário se candidatando... Não, nunca fez parte dos meus planos entrar na política partidária. Acho que não é o meu perfil. Eu teria que ser muito diplomática pra fazer esse jogo, e, bom, eu não sou assim. Mas sempre incentivo mulheres, principalmente moças jovens, a entrarem na política. Precisamos de mais mulheres no poder!

lola aronovich disse...

Thays, se for pra falar de alianças políticas, não fica um candidato de pé, né? Sério, se tem uma coisa que um partido não pode cobrar outro é por conta das alianças. Se eu morasse em Porto Alegre, votaria na Manuela com orgulho. Assim como, se morasse no Rio, votaria no Freixo. E se morasse em SP, votaria no Haddad (mas sem muito entusiasmo). E esse tipo de desqualificação me parece muito imaturo, Thays: “se tu faz esse jogo, tu não é de esquerda”. Certo. Se alguém não vota exatamente no candidato que você quer, a pessoa não é mais de esquerda, não é mais feminista, não é mais nada... Saiba discordar sem essas desqualificações.

maisfazer disse...

Uma das piores governantes aqui do Rio Grande do Sul foi mulher, a Yeda, protagonista de diversos escândalos de corrupção. Infelizmente gênero não garante nada.

maisfazer disse...

Ps. Moro em Porto Alegre e vou votar na Manuela para prefeita e Jussara Cony para vereadora. Sem convicção.

Anônimo disse...

Quanto a Joinville: Eu acho que o Carlito vai ser reeleito sim. mas, pra mim, ele é só um fantoche. ele deu esperança quanto a não subir a passagem de ônibus e aquela desgraça de empresa manda na cidade, então, não sei se vc morava aqui ainda, mas logo subiu. Mas, sinceramente, ele é o menos pior e tomara que ele ganhe, mas acho que vai rolar um segundo turno, porque o povo tá dividido. tem o kennedy nunes pra piorar, levando os religiosos juntos... o udo e os empresários e o tebaldi - FICHA SUJA - que deve ter agradado alguém ou não teria coragem de se reeleger. vergonha alheia mesmo. pensando bem, ele não ganhando já tô feliz! haha

Luciana disse...

Haddad? Depois da vergonhosa aliança com Maluf-estupra-mas-não-mata? Quando vejo os candidatos de São Paulo fico feliz por não votar lá e triste pelo destino da maior cidade do país...

Carolina disse...

Aqui em Porto Alegre temos boas candidatas de esquerda, mas ainda não decidi meu voto. Como esquerdista, a Manuela (PCdoB) e o Villa (PT) me foram decepcionantes nessa eleição. Todos se aliando até com o diabo por causa de uma prefeitura.

Priscila Boltão disse...

Aqui em Curitiba os dois candidatos que lideram as pesquisas são.... uau, dois homens brancos e héteros, quem diria!
Um é o Luciano Ducci, do PSB, que DIZ QUE é de esquerda, mas a coligação é com um monte de partidos de direita e ele era vice do Beto Richa (PSDB) até o Beto virar Governador.
QUÉDIZÊ.
Outro que lidera aqui é o Ratinho Junior (sim, filho daquele Ratinho do SBT) que já foi do PSB e agora é do PSC (CRISTÃO. Pense.) Ele já se declarou contra o casamento gay e disse, quando perguntado sobre aborto "sou a favor da vida".
QUÉDIZÊ [2]
Os dois tem fortes chances.
Aí minha mãe disse que não gosta de nenhum dos dois (como eu) mas que gosta menos do Ratinho (como eu) e que vai votar no Luciano de medo de o outro ganhar.
Só tem uma candidata mulher entre os oito candidatos. A Alzimara do PPL (54) defende a implantação de uma secretaria de políticas para mulheres em curitiba e maior inclusão das mulheres no mercado de trabalho. Ela também falou de políticas ambientais, que pretende trabalhar com empresas nacionais na limpeza dos rios de curitiba.
Caso é que vou votar nela sim.

http://www.alzimarabacellar.com.br/

Como vereadora, vou votar na Xênia Mello (50069), candidata que escolhi na Marcha das Vadias de Curitiba, onde ela estava distribuindo santinhos vestida de Frida Khalo (+1 ponto pra ela). Pesquisando, vi que a monografia dela na faculdade foi sobre o reconhecimento do nome jurídico da pessoa trans e o site dela tem várias propostas sobre promoção de cidadania GLBT, direitos da mulher, criação de centros de referência e várias outras coisas que fizeram meus olhinhos de feminista brilharem.

http://xeniamello.com.br

Pronto, é isso hihi. Estou feliz de você ter feito esse post pq eu estava pensando ainda hoje sobre como promover candidatxs que eu acho que merecem serem eleitxs e onde é que eu poderia falar sobre isso.

Isadora disse...

Em Curitiba, temos uma candidata feminista a vereadora: Xênia Mello (PSOL - 50.069 - http://xeniamello.com.br/site/propostas/ )
Fala sobre implementação da Secretaria Municipal de Mulheres; na Lei Maria da Penha como uma lei preventica e não apenas punitiva, criações de casas de abrigo (Curitiba só tem uma) e centros de referência; políticas às pessoas trans; política LGBTT e de acessibilidade... enfim, está tudo no site.
https://www.facebook.com/Xenia50069?ref=ts

Sara disse...

Teve uma garota q participou com vc Lola de uma mesa de debates aqui na Fac de Direito da USP, ela era deputada se não me engano , mas acho q de algum estado do sul do pais, ela parecia ser uma boa opção, mas não lembro o nome dela, não era essa Manuela?
Minha filha prefere a Soninha para prefeita, ela acha q a Soninha se posicionou contra o aborto apenas por questões politicas e não por convicção.
Mas ai fica dificil.

Bruno S disse...

Acho boa a leitura dessa notícia.

http://oglobo.globo.com/pais/grupos-conservadores-estao-engajados-nesta-eleicoes-5942900

"O movimento Brasil Sem Aborto, uma Ong, elencou na internet nomes de 27 postulantes a câmaras de vereadores e a prefeituras e defende que não basta ser honesto e ético, tem que valorizar a vida. "Escolha candidatos que são contra o aborto", é o mote do material de campanha do grupo."

Marcelly disse...

Carlos...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..
espera..dexa eu respirar...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
de novo...
kkkkkkk..

ain..ta parei..esses são os seus melhores argumentos??

"O que direi é fato, 99% das mulheres interessantes com mais de 18 anos, se vendem.."


além de babaca machista vc ainda é pesquisador...
que bacana..

"Direi outro fato, lá onde moro tem 4 mulheres da minha faixa etária, 1 delas é bonita, 2 "mais ou menos" e 1 é feia. "

vo te conta um segredo...o conceito de beleza é inventado e moldado pela sociedade capitalista...para a maximização do consumo.. (y)

meu bem...vai estudar...senso comum cansa minha inteligência...


só pra vc saber..vc não é loser por ser feio...você é loser por ser um ser humano machista..misógeno e completamente sem noção...

vai jogar angry birds vai...
:)

Marcelly disse...

é impressão minha ou é PSOL ta a cara da esquerda nas eleições desse ano??

Flávia disse...

Eu vou votar na Ana Luíza, do PSTU (16) pra prefeita de São Paulo, e pra vereadora eu votarei na Lourdes Quadros (16.789), porque ela é professora. O interessante é que dxs 4 candidatxs do PSTU em São Paulo, apenas 1 é homem!
Tem mais detalhes aqui: http://www.pstu.org.br/eleicoes2012/?p=48

Vladimir Yuri disse...

Em Fortaleza, vou votar na candidata Sonia Braga 13222
Mulher, negra e comprometida com a luta de várias comunidades, com vida política forjada na luta pela habitação no Pirambu!
Pra prefeito voto Elmano, 13!

Karla disse...

Achar que o PT ainda é de esquerda é muita ingenuidade... Falo isso como eleitora (decepcionada) da Dilma e de vários parlamentares do PT. Não tem como um partido de dizer de esquerda ao mesmo tempo que limita o direito dos servidores federais em greve e leiloa o direito de homossexuais e de mulheres aos setores conservadores da política em troca de apoio.
E, Lola, acho que não custa deixar inteiro o símbolo do PSOL que você ocultou ali em uma das imagens.
Seguem então xs candidatxs que apóio:
Marcelo Freixo (PSOL - 50) na prefeitura do Rio. Acredito que nem preciso apresentá-lo, né? O único candidato que não tem rabo preso com empresários e representa uma política voltada para as pessoas. Como deputado, ele foi autor do projeto de lei que aumentou o tempo da licença-maternidade das servidoras estaduais e, recentemente, já como candidato a prefeito, ao ser perguntado sobre a legalização do aborto, disse que a proibição serve apenas para matar milhares de mulheres todos os anos, que a sociedade deve discutir essa questão e que cabe a ele aceitar o que as mulheres decidirem.

Para vereadora do Rio, infelizmente não conheço muitas campanhas, o que é até uma falha minha...

Na prefeitura de Niterói, Flavio Serafini, também do PSOL (50). É o único dos principais candidatos que nunca foi aliado do governador Sergio Cabral - que também dispensa apresentações. Além disso, é o único candidato que fala sobre a necessidade de políticas públicas municipais para combater os altíssimos índices de violência contra a mulher na cidade, além de defender a ampliação de vagas nas creches municipais. Resumindo, é o único candidato de Niterói que não está ligado à política que vem destruindo a cidade e que dá atenção a questões feministas.

Para vereadora de Niterói, Sayonara, 50179 e Lilian Rodrigues Tostes, 50300 - duas mulheres que já se comprometeram a defender nossos direitos e nossa voz na câmara municipal.

Flavio Moreira disse...

Voto em São Paulo e vou votar no Haddad, sem dúvida.
Que foi um tiro no ânimo ver o Lula apertar a mão do Maluf, foi, da mesma forma que me revirou o estômago quando o mesmo Lula deu o braço ao Sarney para poder governar. A política é assim: não se governa sozinho e, muitas vezes (como no caso do Lula) é preciso dar um braço ao diabo e outro a Deus para poder governar.
Não existe chapa puro sangue que dê certo, pelo mnos não na esquerda brasileira. O PT quebrou muito a cabeça até entender isso e começar a fazer alianças.
O Psol me parece um partido manipulado pela mídia, pelo menos em São Paulo, e não tem muito a oferecer.
Ainda estou pesquisando para saber em quem votar para vereadorx. Espero encontrar um(a) bom/boa canditato(a).

Maiê F. Rezende disse...

Sou de Bh, vou votar na Maria da Consolação. ela é doutora em educação, tem ótimas propostas em relação a coleta coletiva, transporte público e de legislar a respeito de homofobia. É bem provável que ela não ganhe, mas não tenho coragem de votar nos dois principais candidatos.

para vereador ainda não sei... Pensei em votar na Sandra Mesquita, mas ainda não tenho certeza.

Nathalia Simioni disse...

Olá Lola e leitor@s!Tenho 16 anos e essa é minha primeira eleição.Coincidentemente,este e o primeiro ano em que uma mulher está concorrendo a prefeitura da minha cidade(São João da Boa Vista,SP)e obviamente fiquei muito empolgada com isso.Ela já tinha meu voto garantido,caso tivesse boas propostas.Mas depois,vendo a campanha dela,decidi que não daria meu voto.Ela se mostra muito desinformada no que diz respeito a cidade que quer governar,e fala muito de deus e religião,o que já a faz perder muitos pontos comigo.Uma pena,pois eu queria muito votar em uma mulher.Mas para vereadora votarei em uma mulher com toda a certeza.
Meu maior problema nisso tudo,é que estou totalmente perdida no que diz respeito ao partido dos candidatos.Meu candidato favorito pertence ao psd,que aparentemente é de centro esquerda,mas eu tenho medo de não estar consultando uma fonte realmente parcial em minhas pesquisas.Os outros candidatos são do PTB,PTdoB e PMDB ou seja,nenhum de fato esquerdista.Ou posso estar falando besteira,não sei.
Se alguem vir a ler meu comentário e puder me ajudar,eu ficaria eternamente agradecida.

Enfim,este ano não vou poder eleger uma mulher como prefeita,mas eu espero sinceramente que nas próximas eleições a candidata tenha ideologias mais parecidas com as minhas :)

Karina disse...

Priscila Boltão e Isabela, de Curitiba, muito obrigada! Eu estava bem perdida com relação ao meu voto e vocês me ajudaram pelo menos com relação à vereadora. Vou na Xênia Mello.

Sobre prefeita/prefeito, não dá pra encarar nem Luciano, Ratinho, Fruet ou Grecca. E qualquer outro voto seria inútil. Vou anular.

Karla disse...

Ah, acho legal lembrar que o município de Niterói, que tem mais de 400.000 habitantes e altos índices de violência contra a mulher, não tem NENHUMA vereadora em sua câmara. São todos homens. Que democracia é essa que exclui quase 50% da população?

Anônimo disse...

ESTAMOS ATRÁS DO AFEGANISTÃO??? QUE VERGONHA!
Pior que agora eu não sei em quem votar para vereadora. Tinha escolhido um candidato que tem uma proposta para a educação com a qual concordo 100% (e é muito raro eu concordar 100% com qualquer proposta de qualquer partido).
Agora, se ele é hétero eu não faço a menor ideia. Isso não é problema meu, certo?

Carolina Lucas Paiva disse...

Carlos

O que você diz não são fatos, são opiniões. E opinião de mascu ou simpatizante não é levada a sério aqui no blog, pela falta de base/ argumentos lógicos que a sustente.

Carla Rizzotto disse...

Estou com você nos pré-requisitos, Lolinha!

Em Curitiba vou votar na Professora Josete, do PT. No 13613.

Site da campanha: http://www.professorajosete.com.br/campanha/

Propostas de políticas públicas para mulheres:
- defender a criação da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres
- defender a ampliação do número de casas-abrigo
- lutar pela criação de centros de referência para o acompanhamento de mulheres em situação de violência
- articular as ações do Plano Nacional de Políticas Públicas para mulheres no âmbito municipal
- alteração da composição do Conselho Municipal da Condição Feminina e de suas atribuições

karla disse...

Como eu disse, não conheço nenhuma campanha de vereadoras do PSOL da cidade do Rio. Mas me sinto bem à vontade para recomendar o voto no vereador Eliomar Coelho. Tem um pouco da história dele aqui:
http://www.eliomar.com.br/campanha/o-candidato.html
"Eliomar é autor do projeto de lei aprovado, que amplia a licença-maternidade de 4 para 6 meses para as servidoras municipais"

Se não posso recomendar uma mulher engajada, recomendo um homem que vem lutando já há muito tempo.

E é isso :)

lola aronovich disse...

Karla, eu não cortei propositalmente a imagem "Quero uma vereadora feminista". Eu encontrei a imagem no Google images já cortada. Gastei dez minutos no Facebook da Xenia tentando encontrar a imagem inteira, fui no "similar images", tudo -- mas só encontrei a imagem cortada. Ainda assim, se vc passar o mouse por cima da imagem, vai ver o nome da Xênia Mello e seu partido, PSOL. Aliás, se eu morasse em Curitiba eu votaria nela. E estou aguardando um guest post dela.
Mas a prof. Josete que a Carla recomendou também parece boa!


Obrigada pela dica, Vladimir. Talvez eu vote também na Sonia Braga 13222 aqui em Fortaleza. Pra prefeito eu não me empolgo por nenhum, mas creio que votarei no Elmano (não há mulheres concorrendo).


Nathalia, feliz primeira eleição! Todo mundo deveria começar a votar com 16 anos!

Bárbara Quintino disse...

Voto em BH e por enquanto estou com Maria da Consolação (PSOL) para prefeita e Mariah Mello (PSTU) para vereadora...

Bruno S disse...

"Não tem como um partido de dizer de esquerda ao mesmo tempo que limita o direito dos servidores federais em greve"

Na verdade, o direito de greve dos servidores está num limbo legal desde a constituição de 88. Foi previsto, porém nunca foi regulamentado.

Por exemplo, se a categoria em que trabalho fizer greve o pagamento dos dias parados é item de negociação com a empresa. Não há garantia de que será pago. Isso todos sabemos antes de começar a pensar em greve.

No setor público não há regras definidas, sempre se fica numa ameaça de corte de ponto sem qualquer garantia da validade disso. Acredito que uma regulamentação (na qual as categorias interessadas tem que disputar seus pontos de interesse) é importante sim para que o instrumento máximo de pressão dos trabalhadores não seja banalizado.

Eu li em jornal que teve assembleia votando por manutenção de greve na UFF com 70 votos. Não me parece um exemplo de mobilização.

Anônimo disse...

aos 16 anos ainda é jovem demais para beber e para dirigir, mas pode votar! coisa do PT.

Anônimo disse...

Quanta gente de Porto Alegre aparecendo! Eu também sou de Poa e á a primeira vez que vou votar (:

Pra vereador, estou considerando Ariane, que apesar de ser do pt, tem propostas bem abrangentes e de acordo com minhas opiniões e Fernanda do psol. Quero votar em uma vereadora que vai ganhar, então não vou arriscar os mais desconhecidos, apesar de terem muitos candidatos interessantes pra vereador.

Pra prefeito tá complicado. Os únicos que defendem abertamente questões feministas e LGBT são o Roberto Robaina, do psol e Érico Correa, do pstu. Mas eu sei que a chance de um deles ganhar é bem pouca. Vou votar em um deles no primeiro turno e acredito que vai haver um segundo entre Fortunati - pdt e Manuela - pcdob. O primeiro está totalmente fora de cogitação e Manuela tem boas propostas, mas tenho minhas dúvidas se ela vai ter coragem de lutar pelo que acredita quando necessário.
E os candidatos do psol e pstu são abertamente contra o capitalismo, que sem dúvida já deu o que tinha que dar.

Mordred Paganini disse...

Lola: em todo país os partidos realmente de esquerda vêm combatendo alianças espúrias. O PSOL, o PCB (favor, não confundir com o imundo do PC do B), o PSTU e o PCO vêm sem mantendo firmes com relação a não aceitar "patrocínios" de certos empresários e nem alianças esdrúxulas e nojentas como infelizmente vem fazendo o PDT, o PT e o PC do B.

Eles não aceitam "patrocinadores" como a Delta, as empresas do Eike Batista e similares. Eles estão aliados aos movimentos sociais e fazem política desta forma.

Ainda existem setores de esquerda dentro do PDT, do PT e do PC do B, mas sinceramente eu não faço ideia do que essas pessoas ainda estão fazendo lá. Abraçar o Maluf (procurado pela Interpol) e o Collor foi só o tiro de misericórdia no meu resto de fé.

Enfim, votarei no único partido de esquerda que há em minha cidade, que é o PSOL. Aqui em Cabo Frio o PDT e o PT são tão terríveis que fariam o DEMo, o PSDB e o PP corarem, sinceramente.

Só há um candidato de esquerda à prefeitura de Cabo Frio(Claúdio Leitão) e sua vice é mulher e de Tamoios (segundo distrito, altamente prejudicado por todas as administrações até agora).

Também quero votar para uma vereadora. Meu critério é ser do PSOL e militante de algum movimento social. Infelizmente, como não tenho televisão em casa, não conheço os candidatos. Estou ainda sem saber em quem votar, mas em último caso votarei na legenda do PSOL.

Para vocês terem ideia de como eu tomei nojo dessas legendas "pseudo-esquerdas", estou deixando de votar em um amigo (que é uma pessoa fantástica) por que eu me recuso a fortalecer o PC do B.

Mordred Paganini disse...

Ah, uma coisa que esqueci de comentar:por mim, se houvesse a opção, votaria no PSTU. O PSTU é o único partido que até agora eu vi pautar o feminismo como questão prioritária. O movimento feminista é bem forte dentro do PSTU e nas últimas eleições para o DCE da UFF em que votei foi a única chapa a eleger o feminismo como pauta principal.

Mariana. disse...

não vou ler os comentários mas na boa.

a distribuição de cargos políticos é desigual entre homens e mulheres. ok.

eu sou concursada na câmara municipal da minha cidade. dos 19 vereadores, 1 apenas é mulher.

e é uma filha da puta de uma bandida inescrupulosa. igual a maioria dos homens.

não escolho e nunca vou escolher candidato pelo sexo, e sim pela proposta. e nunca vou entender esse argumento seu, lola.

se eu quero que a distribuição seja mais igualitária? é claro!!! mas não é mudando o meu critério de escolha que isso vai se resolver.

PS: a proporção de gays, negros e PNE também é ridícula. combinar tudo isso num candidato (que nem por isso vai ser ideologicamente compatível) é bem complicado.

Mariana Santos disse...

Para vereadora em Curitiba, Xênia Mello! Organizadora da Marcha das Vadias, tem um discurso e uma atuação afiadíssimos tanto na questão LGBT quanto no feminismo e na luta anti racismo. Ela se formou na minha faculdade há alguns anos e desde aquela época já vinha lutando!
PSOL - 50069 :)

Cris disse...

Infelizmente, eu mal conheço a política do lugar onde voto, nem moro lá, e perdi o prazo para transferir meu titulo.

só conheço um dos candidatos a prefeito (quase todos homens - nem to considerando votar na candidata q já foi prefeita e roubou tudo que tinha pra roubar) porque sei da formação dele, do trabalho dele, e chequei as informações dele como declaração de bens - tão completa que ele colocou até a linha telefônica. daqueles tempos q ter uma valia muito dinheiro...

enfim. o triste é que o cara é do DEM :(
mas eu espero q por trabalhar tanto com direito constitucional e administrativo, ele seja eleito e faça um bom trabalho. aquele município tá precisado, o atual prefeito já foi até preso preventivamente, acusado de corrupção...


mas pra vereador não faço ideia de quem votarei. só conheço uma candidata, é mulher e sei que é boa pessoa, mas também é do DEM. pra prefeito eu até voto pq não tenho mta escolha, e não gosto de anular meu voto. mas pra vereador... não sei, ainda tenho q pesquisar melhor, ou votar nessa candidata que eu conheço.

Ana Paula de Carvalho disse...

Sou de Curitiba-PR. Para vereadora Xênia Mello (50069). Para prefeito Bruno Meirinho, que apesar de ser homem, tem como vice a Sueli Fernandes (50), q é feminista e ligada ao movimento dos surdos do qual participo. Aliás, enquanto militante do movimento dos surdos, fiquei super feliz com o esforço da Xênia em apresentar seu jingle em Língua de Sinais ;)

Anônimo disse...

Aqui em Aracaju Lolinha, para prefeita é VERA Lucia de extrema esquerda, e estamos em terceiro lugar, escrevo esse post arrepiada, pois estou sempre com ela na panfletagem na luta. Quem ousa lutar ousa vence. Beijos , Ingrid.

Mariana disse...

Lola, vc viu essa notícia?

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/entrevistas/24385/femen+brazil+nao+tem+propostas+feministas+acusa+ex-numero+2+do+grupo.shtml

Fabiola disse...

Meu pré-requisto é principalmente ser pró-LGBT, e não reeleger NINGUÈM!

Meu voto em BH é para a vereadora do PSTU:
https://www.facebook.com/mariahpstu

Prefeito ainda não sei, Lacerda NUNCA!

Ju disse...

Mariana, é só procurar uma candidata mulher que tenha uma proposta que te agrade. Se nós que somos mulheres e feministas não fizermos um esforço, fica difícil. Se sua cidade é pequena e não tem muitas opções aí outra história.

Não tenho ideia de uma canditada a vereadora em Salvador ainda e aqui não tem nenhuma mulher candidata a prefeita.

Anônimo disse...

Como comentaram, Natal já inventou de votar em uma "mãe, mulher batalhadora" e todas essas coisas e todos sabem no que deu. Essas características até podem chamar a atenção na escolha, mas o voto não pode se limitar a isso. A prefeita não sujou a imagem das mulheres, mas abalou sim porque ela fazia questão de ressaltar essas "qualidades" e boa parte do povo votou nela por isso. Antes de pedir ao povo para direcionar a visão para as candidatas é melhor ensinar a votar...

Anônimo disse...

Sou de Natal-RN

Prefeito: Mineiro 13 PT
Vereadora: Amanda Gurgel 16123 PSTU

Amanda Gurguel é a professora do vídeo que repercutiu na mídia ano passado. O video para quem quiser ver: http://www.youtube.com/watch?v=yFkt0O7lceA

Além dela ser professora e mulher, conhece a realidade da educação, creio que seja uma boa pessoa e não vai defender elites (a menos que se corrompa, mas aí é outra história. Pelo menos ela nao nasceu nesse meio, como alguns filhos da oligarquia que atualmente domina o RN)

Thays Mossi disse...

Lola, eu não quis dizer que TU, Lola, não é mais de esquerda, mas que a Manuela não é de esquerda. O partido dela pode até ser, mas ela...

Anônimo disse...

Eleiçoes 2012 - Candidatos em Salvador, BA
http://www.eleicoes2012.info/candidatos-salvador-ba/

Lord Anderson disse...

"aos 16 anos ainda é jovem demais para beber e para dirigir, mas pode votar! coisa do PT. "

Caro anonimo,o artigo de lei que permite que jovens de 16 e 17 anos votem foi regulamentada em 1988, só para constar.

Carla disse...

Eu sou de mauá e aqui a coisa tá dificil, todos( que tem chance de ganhar) são ladrões e não querem nada pela melhoria da cidade, querem mesmo é dinheiro.
Tem uma mulher para prefeita, mas nela eu não voto nem a pau, ela só quer roubar mais dinheiro para a família dela, que já enriqueceu muitíssimo as custa da cidade.E tenho certeza que ela vai fazer o mesmíssimo que o pai, que já foi prefeito: roubar, roubar, roubar e no final pintar as guias das calçadas.
Tem também o candidato do pt, mas esse é outro corrupto ladrão, ele até tem suas propostas, mas nem sabe direito como tranform-alas em realidade.

É Lola, aqui é difícil, já que direita e esquerda, homem ou mulher querem a mesma coisa: o dinheiro do povo

Bruno S disse...

Pessoal, o purismo apresenados por partidos como PSTU(principalmente) e PSOL é muito bonito e importante para a scoiedade.

No entanto, no nosso país é impossível ascender ao poder(e faazer algo que possa melhoras a situação da população) com essa postura. Aprender a lidar com outras posições, com partidos de posições diferentes foi o que permitiu o governo Lula fazer as intervenções que fez.

Os movimentos sociais e os partidos mais a esquerda são importantes nesse jogo. Até pelo contrapeso às medidas que não atendam aos interesses do povo.

Ramon Melo disse...

Sinceramente, o gênero dos meus candidatos será o ÚLTIMO fator de desempate. Até parece que o Brasil tem políticos decentes sobrando assim para eu ficar escolhendo.

No Rio de Janeiro, por exemplo, não existe um único candidato a prefeito que preste. A única mulher é também a única que eu conheço pessoalmente e é uma retardada, foi escolhida às pressas após a desistência dos melhores quadros do partido e tem feito uma campanha vazia e superficial.

O tal do Freixo caiu nas graças das redes sociais, mas ele e o partido dele têm diversas pontas soltas e muito mal explicadas, como a súbita mudança dele para o Rio de Janeiro (o candidato é natural de Niterói, uma cidade da região metropolitana) às vésperas da eleição, o envolvimento de uma vereadora do PSOL em greves com o objetivo explícito de colocar a opinião pública contra um candidato concorrente e, em última instância, a existência de um candidato miliciano a vereador na chapa dele.

Provavelmente será meu voto, já que a concorrência é REALMENTE MUITO RUIM (um miliciano, um filho de um ex-prefeito que construiu um elefante branco de 500 milhões de reais que nunca foi usado, um ex-vice-prefeito que tira o dele da reta toda vez que o assunto é trazido à tona, e daí para baixo). Mas eu não tenho essa "alegria" toda que você diz ter, não.

Para vereador, ainda não decidi, mas, considerando que a maioria dos partidos não barra nenhum corrupto (incluindo PT, PCdoB, PSDB e etc), minha opção de reserva seria o Eliomar Coelho.

Anônimo disse...

O PT já existia antes de 1988 mesmo que informalmente, mas já tinha força junto aos políticos do partido vigente.

Sphynx disse...

Aqui em Belém, a eleição pra prefeito parece bastante previsível: nas pesquisas o candidato Edmilson Rodrigues, do PSOL, sempre sai disparado na frente, tudo indica que ele vai voltar à prefeitura (ele já foi prefeito municipal mais de uma vez). Mas não tenho vontade de votar nele, ainda quero ponderar bem todos os candidatos, e se nenhum satisfizer mesmo, talvez eu anule. Mas quero tentar o máximo não anular.

Para vereador, sim, tô pensando em votar numa candidata do PSOL, a Marinor Brito. Talvez outras partes do Brasil conheçam esse nome: ela foi empossada como senadora do Pará enquanto o ficha-suja Jader Barbalho teve a candidatura impugnada pela Lei da Ficha-Limpa. Em um vídeo que ficou bastante conhecido, ela aparece quase chegando às vias de fato com Jair Bolsonaro.

Infelizmente o Supremo Tribunal Federal entendeu que a lei só se aplica para as eleições seguintes, permitindo que Jader ficasse com a cadeira de senador, tirando a Marinor Brito de lá.

Ramon Melo disse...

Nathalia Simioni

Não se deixe enganar! O PSD não tem NADA DE ESQUERDA!!!

O líder do partido é o atual prefeito de SP, Gilberto Kassab, ajudado pela Kátia Abreu, senadora da bancada ruralista e conhecida na blogosfera como "Miss Desmatamento".

O foco do projeto partidário deles é o estado mínimo (aquele que sucateia os serviços públicos para economizar dinheiro e privatiza o máximo possível para "modernizar" o país) e o partido tem ligações estreitas com a bancada evangélica.

Não desperdice o seu voto!

Anônimo disse...

Em Porto Alegre, vou de Fernanda Melchionna, do PSOL.

Anônimo disse...

Tem razão quem duvida das possibilidades da Manuela. Ela está estabelecendo ligações com a Ana Amélia Lemos, defensora contumaz do agronegócio, dos transgênicos, dos latifundiários, do uso de agrotóxicos, da plantação extensiva de eucaliptos que está desertificando os pampas do RS, do monopólio de mídias etc. Contra a comissão da verdade, os vetos ao código florestal, bolsa-família, cotas etc. Manuela se vendeu completamente.

dannywillemann disse...

Bem, eu não voto, quer dizer, por opção anulo meu voto.... E sim, eu SEI que 50% de votos nulos não iram acarretar em outra eleição... Sim, eu sei que meu voto não conta como voto "válido" e mesmo assim, SIM, eu permaneço a votar nulo.... Porque? Bem, já dizia o saudoso Galeano, que nesta dita democracia podemos escolher o molho com que seremos devorad@s mas jamais escolher não ser devorad@... Em outras palavras, voto nulo por não acreditar no voto, não acreditar nas eleições, não acreditar neste tipo de democracia onde o eleitor tem poder durante apenas alguns segundos e entrega de livre e espontânea vontade a outra pessoa, igual a ela.... Voto nulo por que sou contra ESTE sistema vigente, e não porque sou contra este ou aquele politico.... Numa comparação feita em um artigo se fala que seria incoerente por exemplo alguém que é contra a pena de morte votar no carrasco que realizará a punição... E a mesma coisa entende?... Inclusive este ano, existe um movimento parecidissimo ao puxado pelos zapatistas no méxico, La otra campaña, que aqui se chama A outra campanha....

Porém... se fosse pra escolher candidat@ aqui de Curitiba, não tenho duvidas que escolheria pra prefeito Bruno Meirinho, por defender bandeiras do movimento LGBTTT e Feminista... E pra vereadora provavelmente na Xênia Mello - 50069... Feminista de luta, que não aparece apenas durante as eleições, mas milita diariamente (inclusive em grupos que eu participo)... Provavelmente votaria neles por conhecê-los e saber que as causas ali defendidas não estão apenas sendo defendidas como campanha, mas são defendidas por ideais mesmo...
Gostaria realmente de ver mais isto, pessoas com programas politicos coerentes com suas práticas enquanto cidadãos....

Carolina disse...

hahahah Lord Anderson, não dá pra moral pra esse tipo de opinião.

pro anônimo em questão: a Constituição foi promulgada por uma Assembléia Constituinte que tinha uma quantidade absurdamente enorme de pessoas, juristas, políticos e te garanto que nem de longe a "culpa" é do PT. pfv se informe a respeito do sistema constitucional em que vc vive antes de sair falando besteira.

Anônimo disse...

Esqueci de botar o link da Fernanda:

http://fernanda50500.com.br

Feminista, de esquerda e não perdoa os fascistas portoalegrenses.

dannywillemann disse...

Ahhh e o mais bonito é ler depois os comentários e ver tantos votos pra Xênia Mello... É bom ver que o trabalho desta feminista está sendo reconhecido... Apesar das inúmeras dificuldades que se apresentam para realizar uma campanha sem muita verba (sei lá, nos moldes atuais é realmente cansativo ganhar sem ter recursos)....
E mesmo não votando, como já falei no meu comentário anterior... Gostaria muito de ver uma feminista como ela na camara conservadora e machista de Curitiba....

rebecca souza disse...

boa noite!bem auqi em belém como já foi dito,é edmilson com certeza,pelo menos é um canditato com mais causas sociais do que os outros,para vereadora irei votar em sandra batista,que já foi deputada e é viuva de um ex deputado(joão batista)que foi asssinado na frente dela e dos filhos por defender a reforma agraria,como já a conheço e suas propostas casam co minhas lutas sociais é ela cm certeza a minha escolha
ps:lolavc já viu a nova confusão do femen brasil?a ex numero 2 de lá saiu e resolveu abrir a boca ,entre outras coisas o que td mundo já sabia,o femen não tem propostas e ,sim suas participantes tem que ter um padrão de beleza!

Danielle disse...

Estava em dúvida entre dois candidatos que tem o mesmo trabalho: proteção animal. Depois de ler seu post, vou votar na mulher.

Mariana. disse...

Ju, minha cidade não é pequena. Moro em cuiabá, mais de 600 mil habitantes e agora, na próxima legislatura, teremos 25 vereadores.

Meu candidato a prefeito é do PT (não porque é do PT).
E a vereador, sempre votei na legenda, ou seja: posso estar ajudando um homem ou mulher a se eleger (voto no PSOL, que aqui tem sido bem votado).

Eu vou votar no candidato do PT porque ele é o melhor. Não há candidata, mas se houvesse, eu não iria favorecê-la no meu julgamento. Se ela fosse realmente melhor que o meu candidato, ok. Meu voto seria dela. Mas se não, paciência.

No meu julgamento não tem cota.


Eu sou politizada, conheço cada um dos candidatos atualmente eleitos e os mais cotados pra se elegerem. Conheço a história de alguns militantes antigos também. Nenhuma mulher ou homem mereceu, a meu ver, que eu mudasse meu critério de 'voto na legenda' até o momento.
não voto em 'quase' bons.

Robson disse...

Sempre votei na Dep. Jô Moraes, apesar dela não fazer absolutamente NADA pela minha região, faz por um bem maior, a educação.
Agora ao que me parece os partidos tem de cumprir uma "cota" ao que me parece de 30% para candidatas mulheres. O problema é que os partidos em sua maioria não mobilizam mais ninguém. Eles que ficam lá, a espera de um filiado. Então chega nessa época de eleição para vereador, geralmente (além das poucas mulheres que infelizmente vão aos partidos) é a esposa, a irmã, a prima, ou a cunhada de algum deputado Federal ou Estadual. Isso sem contar as famosas "Bispas" . Coloquei aqui no feminino porque o assunto aqui é mulheres na política. Até porque os exemplos acima também ocorrem com os homens. E, infelizmente, tanto homens como mulheres em sua grande maioria estão politicamente abaixo da crítica. Até nos partidos de esquerda, me desculpe Lola, prometem o que não podem cumprir; não porque não lhes falte vontade política-ideológica, mas sim porque é atribuição do executivo.
Precisamos sim, incluir as mulheres de forma ampla e irrestrita.

Mordred Paganini disse...

Bruno S disse...
Pessoal, o purismo apresenados por partidos como PSTU(principalmente) e PSOL é muito bonito e importante para a scoiedade.

No entanto, no nosso país é impossível ascender ao poder(e faazer algo que possa melhoras a situação da população) com essa postura. Aprender a lidar com outras posições, com partidos de posições diferentes foi o que permitiu o governo Lula fazer as intervenções que fez.

Os movimentos sociais e os partidos mais a esquerda são importantes nesse jogo. Até pelo contrapeso às medidas que não atendam aos interesses do povo.
18 DE SETEMBRO DE 2012 22:28

______________________________

O nome disto é fisiologismo e representa a pura essência de tudo o que está errado no nosso sistema político.
Dizer que foi pelo "bem do povo" alianças com Maluf (procurado pela Interpol) e Collor (já esqueceram dele?) é querer me fazer vomitar.

O grupo do José Dirceu tomou conta do PT e barbarizou a porra toda. Fazer política vendida e achar "natural" não é o caminho.

O rumo tomado pelo PT causou o quê? Mais de 1 trilhão de bolsa-banqueiro, bolsa-mutuário e bolsa-empresário e ao mesmo tempo diz que não tem como dar 10% para a educação? Não pode aumentar o salário dos professores e nem o número de bolsas de estudo mas pode perdoar mais de 15 bilhões em dívidas com Instituições particulares?
Acordos esdrúxulos com a bancada religiosa fundamentalista e corrupta?
Omissão em políticas públicas de combate à intolerância?

Os petistas que estão no poder venderam a alma pro diabo e vamos achar tudo isso natural?

Certo está o Freixo, que poderia ganhar a eleição com o apoio de Garotinho e se recusou! Se ele vencer, não vai precisar dividir a cidade com a Delta, com a máfia dos transportes e nem com a milícia.
Política tem que ser transparente, tem que ser ética, tem que ser coerente e tem que ser popular.

O mandato do Freixo como deputado vem sendo absolutamente exemplar! Sempre com diálogo abertos aos movimentos sociais.

E pra quem disse que ele tem coisas não explicadas: pura desonestidade! O cara já explicou isso tudo desde maio, em entrevista no roda vida. É lindo de se ver! O Cara não escorrega e olha que os "jornalistas" tentam hein! Jogaram um rio de cascas de banana e ele manteve-se de pé. Ele não tem o rabo preso, ao contrário de uns e outros aí.

Mordred Paganini disse...

Nas últimas eleições eu votei Freixo e Chico Alencar. De quebra ainda ajudei a eleger Jean Willys e Janira. Nunca fui tão feliz com meu voto, sinceramente.

Ps: não sou nem nunca fui militante de partido algum, caso alguém queira questionar.

Tamiris disse...

Olá Lola e caras colegas.

Sou Tamiris, 23 anos, bacharel em direito, petista e feminista.

Moro em Suzano, grande São Paulo e sou daqui.

Este ano, voto em um homem pra prefeito (candidato do PT) E PARA VEREADORA a Quitéria, que na última eleição foi a vereadora mais votada em Suzano (a única e primeira mulher eleita), que é envolvida nas causas das mulheres e é petista, claro!!!

http://vereadoraquiteriaemacao.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

very good!
http://news.yahoo.com/questioning-rios-boom-contrarian-brazil-213812801.html

Barbie Furtado disse...

Lola, acho que vou votar no Roseno, em vez do Elmano, porque não acho que a Luizianne fez um bom segundo mandato de forma alguma. Muito dinheiro desperdiçado. Acho que o Roseno tem umas propostas super legais. Agora, no segundo turno, dependendo de quem for, voto até no Heitor pra tentar impedir que ganhe Moroni, Roberto Cláudio, Inácio ou Marcos Cals.

Pra vereador/a realmente não faõ ideia!

Bruno S disse...

Mordred

"O rumo tomado pelo PT causou o quê? Mais de 1 trilhão de bolsa-banqueiro, bolsa-mutuário e bolsa-empresário e ao mesmo tempo diz que não tem como dar 10% para a educação? Não pode aumentar o salário dos professores e nem o número de bolsas de estudo mas pode perdoar mais de 15 bilhões em dívidas com Instituições particulares?
Acordos esdrúxulos com a bancada religiosa fundamentalista e corrupta?
Omissão em políticas públicas de combate à intolerância?"

Bolsa banqueiro são os juros do financiamento da dívida pública? Aqueles que estavam acima de 20% em 2003 e hoje abaixo de 10%? (7,5)? Ou você fala dos juros praticados pelos bancos em que Caixa e BB puxaram uma redução que forçou os Bancos privados a seguir?

Bolsa mutuário é o "minha casa minha vida"? É ajudar as pessoas a financiar a casa própria? É existir financiamento habitacional em níveis aceitáveis?

Assim como não entendo o sentido de se atrelar gastos do governo ao PIB. Isso só serviria para inviabilizar o orçamento. Aumentar gastos com educação deve ser um objetivo sim, mas fixar um valor do PIB (sobre o qual o governo não tem controle) não me parece o caminho.

Transformar dívidas que nunca seriam pagas(ou não tão cedo, dependendo de questionamentos jurídicos, recursos infindáveis) em oportunidade de estudo para milhões de pessoas é ruim? Pergunte às pessoas que tiveram acesso a universidade o que elas acham?

Sobre as alianças, diversas me dão engodo sim. Mas ver essas figuras em papel subalterno em relação ao PT demonstra que a relação de forças na sociedade mudou.

E o PSOL nunca ganharia eleição se aliando ao Garotinho. Teria chance se o Freixo saísse candidato aqui em Niterói. A tática do partido foi outra (até boa em termos gerais), lançou ele, mesmo sem chances, onde daria maior visibilidade. Não faz um prefeito, mas permite fazer maior número de vereadores em diversas cidades. Tanto que saiu candidato em Niterói uma pessoa sem qualquer destaque. Paulo Eduardo ou Renatinho seriam candidatos bem mais viáveis.

Anônimo disse...

Off topic

A igreja católica esta indignada.

A descoberta reabre a discussão sobre um
suposto casamento de Jesus, e também se Maria
Madalena seria a sua esposa. Outro ponto é se
um dos discípulos era mulher. Essa discussão
data do início do cristianismo e permanece
relevantes hoje, quando o papel da mulher na
religião e os limites dos casamento continuam
em discussão

moglobo.globo.com/integra.asp?txtUrl=/ciencia/descoberto-papiro-que-sugere-casamento-de-jesus-6127965


De todos os candidatos em Porto Alegre, votaria em Manuela PSOL.

Kika

Unknown disse...

Primeiro LOla, dizer que levar essa discussão tão cara para nossa democracia é uma tarefa que vc abraça lindamente.
Depois, que seus critérios tbm são os meus e por isso que em Recife voto Humberto (PT) para prefeito e vereador Padilha (PT) que foi o único a assinar termo de compromisso com a Associação Brasileir LGBT. Além este motivo, o trabalho desenvolvido por ele em cargos executivos como Secretário de Habitação favoreceu e muito a luta por moradia em Recife, executando a retirada das palafitas de áreas de maré aqui an cidade. Existem outra candidata que é feminista, poetisa e que tem boas propostas, porém faz parte de um partido oportunista e que em Recife fez uma alinaça espúria com o governadro coronel que temos no nosso Estado. Outro candidato que tbm me atriu foi Edilson Silva do PSOL o cara é atuante, mas por vezes assume uma postura "contrista" carregada de mágoa com o PT que pra mim descredita parte de seus argumentos. Outra razão pra não votar nele diz respeito à certeza de sua eleição, quanto à de Padilha tenho muitas dúvidas pois Padilha (PT) faz parte de uma tendência miniritária no partido o que infelizmente significa menos recurso, menos apoio, enfim, menos tudo. Ah! Lembrando que eu não considero voto perdido aquele que se dá a um candidato que não tem chance alguma de vencer. Política se faz com ideais e se o voto ainda não é o que queremos, permanece sendo o canal maior para expressão de ideias.

Aniram disse...

Lola, que legal que vai votar aqui em Fortaleza! Nos meus critérios eu também dou preferência aos candidatos que se preocupam com a causa animal. Uma pena que eles são quase inexistentes... Uma pena também que não tenhamos mulheres concorrendo na prefeitura de Fortaleza. Se bem que eu não votaria na prefeita de novo... E o Elmano está fora de cogitação pra mim. Eu vou de Renato Roseno dessa vez! Pra vereador(a) eu ainda não decidi...

Mordred Paganini disse...

Bruno: minha experiência com advogados do diabo não é boa, então melhor deixar pra lá.

Tenho absoluto nojo do PT, sinceramente. E sou defensora ferrenha da moratória. sem mais.

Aline disse...

Sou de Belo Horizonte e vou votar no PSOL. O único partido que tem um diálogo sério com movimentos feministas e LGBT na campanha pela prefeitura (Maria da Consolação). Tenho dificuldades em direcionar o voto a um verdeador ou vereadora, porque fico na dúvida se adianta mesmo... Por isso, gosto de direcionar meu voto ao partido.

Dani cano disse...

como conseguir achar informações sobre as propostas dos candidatos? Porque no site do TSE só tem informações básicas sobre o candidato e não sobre suas propostas.

Bruna B. disse...

Bruno S, eu não poderia concordar mais com o que escrevestes. O PT cometeu erros, deixou de cumprir promessas, abandonou grande parte de sua ideologia? Sim. Mas o PT também é o responsável por melhoras sociais e econômicas em escalas nunca vistas antes... programas habitacionais, aumento nas vagas das universidades, cotas sociais e raciais, isenção do IPI em eletrodomésticos, o país saiu quase ileso da crise que afundou tantos outros, etc; Coisas que nunca aconteceriam se o poder continuasse na mão dos partidos que dominavam a política até 2002, partidos que governavam para a minoria, para a elite.

Aline disse...

Completando meu comentário, campanha da Maria da Consolação (PSOL) sobre as mulheres:
http://www.youtube.com/watch?v=fINQCKEIKUs&feature=player_embedded

E gostaria de comentar que feminismo de direita existiu, e não sei se é possível atualmente, mas historicamente, sim. Acho que existem tipos diferentes de feminismos, daí a possibilidade. Uma vertente lá pelos anos 1930 reivindicava a valorização da mulher, mas a partir de seu papel tradicional de mãe e admnistradora do lar. Adalzira Bittencourt tem escritos bem curiosos de extrema-direita feminista (http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2002000100002)

Luana disse...

é interessante chamar a atenção para a patrulha anti-Soninha no facebook . Não sou eleitora dela, sequer sou eleitora da cidade de São Paulo, mas muitos colegas meus são e eu cansei de vê-los compartilhar imagens ridicularizando a candidata indo pelo viés mais óbvio quando se trata de querer descredibilizar uma mulher: falando de sua aparência e de sua vida sexual. Maconheira? é o de menos. O que mais tem é piadinha dizendo q ela é baranga e amante do Serra. Engraçado q essas atitudes vistas como brincadeiras, vêm de pessoas que se consideram politizadas, conscientes, não-machistas rs é , só o são qdo a ocasião lhes é conveniente.

iupiV disse...

Sou de Recife e ainda não voto, mas minha mãe vai votar em Cida Pedrosa, do PCdoB. Ela nunca foi eleita, mas já teve bastantes experiências trabalhando com os direitos humanos. Suas propostas incluem projetos para um "Recife criativo"; ela apoia grupos LGBT, negros e claro, mulheres. ;)

Anônimo disse...

É a primeira vez que eu voto, e estou realmente confusa!

Eu quero alguém que seja feminista e de esquerda, mas todo mundo que eu encontrei até agora assim, defende a legalização das drogas, e eu sou absolutamente contra!

Me é triste pensar que ao mesmo tempo em que votaria em alguém que "anda pra frente", ao defender mulheres e minorias, acabe colaborando para que o país todo decaia com legalização de outras drogas, enquanto que só o cigarro e àlcool já fazem um estrago gigante na sociedade.

Eu voto em São Paulo, se alguém tiver uma recomendação dentro do que eu falei, será muito bem vinda!!

Arlequina disse...

Olha, em Santos, tem a Tamiris Rizzo.

http://www.eleicoes2012.info/tamiris-rizzo/

Ela é do PSTU e ele não tá coligado com ninguém. Feminista e ativista LGBTQ.

É em quem eu vou votar...

Pra prefeito, apesar de tudo, votarei na Telma, do PT. Tem seus problemas, mas ugh, as alternativas são tão piores...

[e o do PSTU não vai ganhar, enquanto a Telma tem chances de ir pra segundo turno...]

Anônimo disse...

Lola, gosto muito de seu blog mas essa associação direta de feminismo a esquerda sempre me incomodou um pouco. Nesse post voce chega a conceituar esquerda e direita e explicitar que, na sua opinião, a direita e o feminismo sao incompatíveis. Eu não poderia discordar mais de voce e por isso resolvi me manifestar e, por mais prepotente que isso possa soar, propor uma reflexão.

Primeiro, em relação à sua definição, da direita como "grupo de pessoas que querem deixar tudo como está" e esquerda como "grupo de pessoas que querem promover mudanças". Esta definição a meu ver é muito pobre, maniqueísta e nao justifica uma associação (ou desassociação) a movimentos sociais como o feminismo.

Os seus exemplos realmente sao de partidos de direita associados a ideias absurdas. Mas no Manhattan Connection (aquele programa televisivo que voce provavelmente odeia por ter a presença do Diogo Mainardi e cuja linha política seria definida coom de direita) fala-se da atuação recente dos republicanos quase em tom de piada e, do que se pode abstrair dos comentários, os comentaristas votariam nos democratas. Ao mesmo tempo, apesar de termos nossos Bolsonaros, nao vejo no Brasil uma direita expressiva que seja realmente comprometida com a redução dos impostos, uma das características conferidas às direitas.

Faço essa desconstrução para mostrar que essas definições são imprecisas, porque ser contra o casamento gay nao é sinônimo de ser a favor da redução de impostos, por exemplo.

Eu me considero politicamente de direita uma vez que sou favorável à redução de impostos e o direcionamento dos investimentos públicos a obras de infraestrutura que favoreçam a indústria. As vantagens desse tipo de política, para mim, sao quase tao obvias quanto a existencia de uma cultura de estupro. É claro, o favorecimento à indústria deve ser visado no sentido de gerar empregos, e nao de simplesmente enriquecer alguns bolsos.
Isso nao significa que eu seja contra a presença do Estado na educação, saúde e outros setores, só acho que deveria haver um equilíbrio de investimentos e um controle da arrecadação, que tem tornado o brasil um país tão caro. E sou extremamente feminista.

E, espero nao parecer muito contraditória após essa exposição, votarei no PSOL. Moro no Rio de Janeiro e votarei no famoso Marcelo Freixo. Tambem votarei em vereadorxs do PSOL, que ainda nao escolhi, dando preferencia a mulheres, para garantir governabilidade a ele. Faço isso porque a pretensa direita, aqui no Rio, consiste em governo que gasta muito mas que nao parece estar tão preocupado com as necessidades da população.

Enfim, admiro muito seu blog e espero que você tenha tempo de ler essa crítica.

Daniel disse...

Anônimo,

" Eu quero alguém que seja feminista e de esquerda, mas todo mundo que eu encontrei até agora assim, defende a legalização das drogas, e eu sou absolutamente contra!"

Olha é impossível encontrar um candidato que concorde 100% com as suas ideias. Só se você mesmo se candidatasse.

Voto no Rio. Meu candidato a vereador é o Reimont (PT) mesmo ele sendo contra a retirada das famílias que moram no Jardim Botânico da cidade, do que discordo inteiramente. Mas acho que o belo trabalho que ele fez no mandato compensa.

Para prefeito está difícil, todas as opções são ruins. Acho que vou votar no Freixo mas sem muita convicção.

Elisangela Moura disse...

Adorei a ideia de postagem Lola.

Pela primeira vez tou meio perdida, sempre tive minhas escolhas bem definidas e sempre seguindo esses critérios imperiosamente, mas dessa vez está meio difícil.

Para prefeito não tem o que fazer, a situação aqui em Recife está complicada para o candidato do PT Humberto Costa e meu voto vai para ele com certeza, mas não estou gostando de nenhuma das candidatas à vereadora e quem puder me ajudar nisso agradeço, pois estou quase me convencendo a votar na candidata do DEM e isso é o ápice do desespero! hahaha

bjos Super!

LisAnaHD disse...

para refletirmos
A Servidão Moderna
http://www.youtube.com/watch?v=B7hSxm67izU&feature=related

Daiana disse...

Voto em Porto Alegre e também não vou votar na Manuela, pelo menos não no primeiro turno. A aproximação dela com setores conservadores, o apoio da Ana Amélia Lemos, o financiamento da campanha dela por uma grande construtora (a especulação imobiliária aqui esta assustadora) e o silencio dela acerca de algumas questoes importantes me deixam com o pé atras. Como disse a Thays ali em cima, o PCdoB pode até ser de esquerda (?), mas o perfil da manuela tá um pouco longe disso. Pra completar, tem um candidato a vereador pelo PCdoB aqui em Porto Alegre que é cantor gospel e diz abertamente que é contra a homossexualidade! Acredita? Quer dizer, isso pegou tão mal, que foi no jornal "esclarecer" que "não é contra homossexuais, mas contra o ato da homossexualidade"! Dá uma olhada no tamanho do absurdo http://wp.clicrbs.com.br/palanqueeletronico/2012/09/19/nao-somos-contra-homossexuais-mas-contra-o-ato-do-homossexualismo-diz-candidato-a-vereador-gauchinho-de-deus/?topo=13,1,1,,,13

Bem, por outro lado, o PCdoB tem uma candidata a vereadora INCRÍVEL mesmo, que conheci pessoalmente quando fazia uma pesquisa no Condim de Porto Alegre. É a Silvana Conti (65655 - Professora Silvana), e essa parece preencher todos os 'requisitos' possíveis, hehehe: mulher, lésbica, militante de movimentos sociais em defesa de mulheres, mulheres negras, LGBT... enfim, aqui a descrição dela no Blog da campanha:
"Professora Silvana
Servidora pública municipal/SMED, fundadora das escolas Gabriel Obino e Campos do Cristal.
Diretora licenciada da EMEF Mário Quintana/Restinga que recebeu em 2010 o Selo Nacional de Educação para a Igualdade Racial.
Premiada pela UNESCO por coordenar o “Projeto Coress”, desenvolvido com jovens em vulnerabilidade social em POA. Participou da coordenação da rede básica da FASC no programa com crianças e adolescentes.
Militante Feminista atuou no NUANCES. Participou da fundação da Liga Brasileira de Lésbicas. Presidenta do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher – COMDIM. Militante da União de Negros pela Igualdade – UNEGRO e da União Brasileira de Mulheres – UBM. Secretária de Mulheres do PCdoB/POA.
Homenageada pela câmara municipal de vereadores(as) com o Prêmio Mulher em Ação na Área da Educação e com o Troféu Mulher Cidadã pela ASSERGS".

Fica como sugestão dos leitores do bloq que votam em Poa e ainda nao tem candidatx.

Mas fiquei curiosa com a primeira postagem da Bruna B. Ela disse que vai votar na Paula Berlowitz (PP), feminista... bem, eu nao interpreto como feminista o que ela faz e defende, ela até é esforçada, bem intencionada, mas fica muito claro que ela não tem nenhuma orientação para compreender realmente o que é ser feminista, e nesse sentido, o partido dela, PP, não vai ajudar em nada. Dá uma olhada no blog dela http://cromossomox.com.br/

Daiana

Anônimo disse...

Lola, por que nao a Ana Luiza e sim o Haddad?

Ass: Ana

Bruna B. disse...

Daiana

O que conheço da Paula me fez ter a vontade de votar nela, e antes de ler os comentários de outrxs porto-alegrenses aqui eu não conhecia outras candidatas feministas... Enfim, ainda preciso fazer uma pesquisa mais extensa acerca da candidata.
Agradeço pelas informações, lerei o blog.

Mordred Paganini disse...

Anônimo disse...

"Me é triste pensar que ao mesmo tempo em que votaria em alguém que "anda pra frente", ao defender mulheres e minorias, acabe colaborando para que o país todo decaia com legalização de outras drogas, enquanto que só o cigarro e àlcool já fazem um estrago gigante na sociedade."


19 de setembro de 2012 12:55
__________________________

Entendo que provavelmente você é muito jovem, já que é a primeira vez que você votará. Na primeira vez em que votei, tinha apenas 16 anos.

Meu "problema" com os "jovens", por assim dizer, é justamente esta certa tendência a maniqueísmos e moralismos que não necessariamente fazem sentido.

Esta sua questão já foi pensada por mim desta forma.

Espero com as minhas palavras poder te fazer repensar a sua postura, afinal este tipo de pensamento é produtor de desigualdades e mortes.

Em primeiro lugar, a esquerda quase que com um todo tem como pauta a descriminalização das drogas e o debate acerca da legalização.

Veja bem que descriminalizar as drogas e legalizar são coisas distintas.

Mas por que é importante?

Simplesmente porque proibir as drogas é criminalizar a pobreza. Mas por que? Porque via de regra apenas o pobre é preso por portar drogas e somente o pobre é preso por traficar drogas.
(*continua)

Mordred Paganini disse...

(continuação)

A política atual de enfrentamento às drogas é duplamente falha, uma vez que ao invés de apreender drogas nas fronteiras, as apreende no morro, onde há apenas o varejo das drogas, ou seja, a pontinha do iceberg. E também falha por não haver distinção clara entre o traficante e o usuário, ficando a cargo dos policiais determinar se a pessoa é traficante ou usuária.

A realidade, sabe como geralmente funciona? Se você é branco é usuário, se você é negro é traficante.

Para você não achar que eu estou exagerando, peço encarecidamente que leia isto: http://www.bancodeinjusticas.org.br/wp-content/uploads/2011/11/Minist%C3%A9rio-da-Justi%C3%A7a-UFRJ-e-UnB-Tr%C3%A1fico-de-Drogas-e-Constitui%C3%A7%C3%A3o1.pdf

Ao ler este documento, você pode perceber que "o buraco é mais embaixo" e de fato a criminalização das drogas é uma clara política de criminalização da pobreza, afinal, o filho do Eike Batista jamais será preso por fumar um baseado ou cheirar uma carreirinha ou cem.

Você também pode reconsiderar suas idéias ao observar o caso de Portugal.

Há mais de 10 anos descriminalizaram todas as drogas em Portugal. Os conservadores previram uma catástrofe (por que afinal de contas, conservadores adoram prever o fim do mundo por qualquer coisa), mas ela não ocorreu.

E o problema das drogas pôde efetivamente ser enfrentado tal como deve ser: como uma questão de saúde pública e não de polícia.
Você pode ler um pouco mais sobre aqui:
http://opiniaoenoticia.com.br/sem-categoria/o-sucesso-da-descriminalizacao-de-drogas-em-portugal/

Os países que separaram o problema das drogas entre o combate ao tráfico e o cuidado com o usuário obtiveram muito mais sucesso no enfrentamento deste problema. A Argentina e o Paraguai estão indo por esta via também.

Aliás, tratar o problema das drogas como uma questão de saúde pública é uma questão muito urgente que se entrecruza com várias lutas da esquerda: anti-proibicionismo, abolicionismo, luta antimanicomial, direitos humanos, etc.

Enfim, peço-te encarecidamente que não se deixe levar pelo raciocínio torto da direita que a todo custo busca criminalizar a pobreza.

Existem pessoas que acham que usuários de maconha DEVEM morrer. Pena de morte por fumar um baseado? Que tipo de barbárie é essa que as pessoas querem?

E bem, se as pessoas não fizessem sexo, ninguém engravidaria sem querer e ninguém teria DST. o que não quer dizer que abstinência seja uma política inteligente de enfrentamento destes problemas.

Assim como, se ninguém consumisse não haveria capitalismo, mas isso não significa que seria possível a extinção do capitalismo por esta via.

E se ninguém usasse drogas ilícitas, não haveria tráfico de drogas ilícitas, mas te parece uma estratégia inteligente proibir? Não seria melhor para a vida de todos se ao invés disto o Estado pudesse lidar com esta questão com políticas públicas mais eficazes? Que pudesse controlar e regulamentar?

Lu Candido disse...

Eu voto em São Paulo.

Por tudo isso que você disse no post, eu vou de Ana Luiza, do PSTU, 16.
Pra vereadora, vou votar em Marisa do Metrô, também do PSTU, 16.016. Ela é trabalhadora do metrô, diretora do sindicato e luta contra a violência às mulheres, principalmente contra o abuso dentro dos trens.
https://www.facebook.com/analuiza16prefeita
https://www.facebook.com/marisa.metro?ref=ts

Lu Candido disse...

Para quem falou Manuela D'Ávila, é bom dar uma lida nisso antes de votar:
http://wp.clicrbs.com.br/palanqueeletronico/2012/09/19/nao-somos-contra-homossexuais-mas-contra-o-ato-do-homossexualismo-diz-candidato-a-vereador-gauchinho-de-deus/?topo=13%2C1%2C1%2C%2C%2C13

Raíza Rocha disse...

Vou votar em Ana Luiza (16) para prefeita de SP. Em 2010, Ana Luiza foi candidata à senadora e ficou conhecida por denunciar a violência contra a mulher. Agora, como candidata a prefeita, nos seus programas continua abordando o tema da violência doméstica. Ana Luiza também aponta que a defasagem de creches na cidade é um dos principais empecilhos para as mulheres trabalharem. Ana Luiza não foge do debate sobre a legalização do aborto e tem um posicionamento firme em defesa da legalização e do direito da mulher de decidir sobre o seu próprio corpo. Ana Luiza defende também uma lei que impeça a contratação de salário diferenciado para o mesmo trabalho.
http://www.facebook.com/analuiza16prefeita


Para vereadora, eu voto em marisa do metrô 16016. Marisa é diretoria, licenciada, da pasta de mulheres no sindicato dos metroviários de sp e esteve à frente de umas das campanhas mais fortes do sindicato nos últimos anos: a luta contra o assédio no metrô. Inclusive, teve a ousadia de denunciar o programa Zorra Total da Rede Globo que transforma abuso de mulheres no transporte público em piada.

http://www.facebook.com/marisa.metro

Meu voto é consciente, feminista e socialista. Eu voto PSTU 16 nestas eleições.

Mordred Paganini disse...

Ah, outra indicação de leitura, aliás, censurada pelo Dudu Paes:https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ufba/183/1/Toxicomanias.pdf

Trabalho referência no Brasil inteiro!

Erres Errantes disse...

Voto em Lauro de Freitas-BA e pretendo votar nulo para vereador e prefeito, apesar de não gostar desse expediente. Independente do gênero, só voto em candidatos do PCB, PSTU e PSOL, e, na cidade onde voto, não há representantes desses partidos. Só há dois candidatos a prefeito e nenhum deles me agrada.

Juba disse...

Lola, sou de SP, mas se fosse de Floripa votaria na Ângela Albino, que pretende humanizar a assistência ao parto no SUS.

Binha disse...

Oi, Lola
Aqui no RJ capital há apenas um candidato assumidamente comprometido com a causa LGBT e defesa do Estado Laico (esse quesito é indispensável para mim em tempos de ditadura religiosa). Bom, pelo menos é o único recomendado neste link:
http://www.abglt.org.br/port/eleicoes2012.php
E ele é do sexo masculino, gay assumido. É o Eliseu Neto, nr. 23000.
Então, neste caso, pra mim, não votarei em mulher. Claro que se tivesse uma segunda opção, mudaria de voto. Mas, enfim.
Abs!

Lobo Mau disse...

Gramsci teve orgasmos múltiplos no caixão lendo este tópico.

lola aronovich disse...

Bom saber que algum homem tem orgasmos múltiplos, Lobinho. Pensei que isso fosse privilégio nosso, sabe, desses seres que não gostam de sexo.
Acho, no entanto, que isso só acontece com homens de esquerda. Sem chance pra vcs mascuzinhos.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Na minha cidade vou votar em uma vereadora e é a primeira vez que voto nesse cargo com empolgação.
É uma mulher jovem, tem uns trinta anos e é super consciente, batalhadora, foi presidente do sindicato da cidade, se envolveu em várias lutas políticas.
Ela tem uma parceria bem legal com a deputada federal Jô Moraes que já tem tradição na política.
Já para prefeito, com tristeza estou pensando em anular meu voto, já que nenhuma das opções me agrada.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

"acho que a Lola não pode se candidatar a cargo político por ser professora concursada."

Funcionário público pode se candidatar sim.
O que acontece, é que alguns meses antes das eleições você tem que se afastar do seu cargo pra não correr o risco de ser acusado de estar fazendo propaganda política no horário de serviço, esse tipo de coisa. Mas a licença é remunerada.
Sou contra isso porque acho que dá margem pra alguns se aproveitarem dessa situação. Mas enfim, é a lei.

Abçs

Sara disse...

Vou anotar sua dica Raiza, na Ana Luiza ja ia votar mesmo, estava em duvida sobre a VEREADORA.

Mari Lee disse...

Estou lendo todos os comentários, muito interessada em dicas de candidatxs para vereadorx em São Paulo!

Para prefeito, não tem jeito: só voto no Haddad. Não é o candidato ideal, mas o voto em qualquer outro aumenta as chances de um segundo turno entre Serra e Russomano e não sei qual dos dois é pior; acho que me veria obrigada a anular meu voto, algo totalmente contra os meus princípios.

Tenho sempre um pé atrás em relação ao PSTU. Primeiro, porque acho as propostas em geral muito simplistas, radicais e impraticáveis. Segundo, pela presença constante de militantes do partido em tudo quanto é evento e manifestação, me cheira a oportunismo...

Fabrício Brantes disse...

Eu sou de Curitiba, e vou votar na Xênia Mello (50069) do PSOL. A Xênia Mello já tem um longa história de militância no movimento feminista e LGBT, e como não poderia ser diferente, várias das suas propostas estão ligadas a essas causas.

Anônimo disse...

Para prefeita de SP, Soninha 16!

Ela fez um comercial dizendo que utará contra violência a mulher,
meu voto é dela !!!


PREFEITA SONINHA 16

Anônimo disse...

Excelente o vídeo do youtube A Servidãao Moderna.

Anônimo disse...

Nestas eleições, o PSTU 16 é o partido que proporcionalmente apresenta mais candidatas mulheres.

http://www.pstu.org.br/eleicoes2012/?p=1674

julianappaula disse...

Lola, acho que finalmente achei e olha que eu tive que me esforçar bastante, uma candidata a vereadora, de esquerda e feminista: Vera Nepomuceno do PSTU (RJ - capital)há também a Patrícia Mafra que se afirma feminista do mesmo partido mas sobre ela encontrei menos informações. Estou pesquisando no momento.
Parece uma proposta interessante, certo? http://www.sindppd-rs.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=830&Itemid=33

julianappaula disse...

Lola, acho que finalmente achei e olha que eu tive que me esforçar bastante, uma candidata a vereadora, de esquerda e feminista: Vera Nepomuceno do PSTU (RJ - capital)há também a Patrícia Mafra que se afirma feminista do mesmo partido mas sobre ela encontrei menos informações. Estou pesquisando no momento.
Parece uma proposta interessante, certo? http://www.sindppd-rs.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=830&Itemid=33

Olivia disse...

Voto em SP... Haddad pra prefeito, sem a menor dúvida!
Pra vereadorx eu tava na dúvida entre 3 mulheres e 1 homem. Seu post me convenceu a eliminar o candidato homem da minha lista. Hahahaha. Estou entre Selma Rocha do PT, Lu Rocha do PCdoB (trabalha c moradores de rua, q é o meu tema) ou Juliana Cardoso do PT. Tá difícil de decidir... =/


Beijão

Marcela disse...

Já falaram de Campinas mas eu reforço.
Vou votar na Silvia Ferraro 16 pra prefeita, é socialista, feminista, e a favor da descriminalização do aborto http://pstucampinas.org.br/wp/aborto/

E pra vereadora vou votar na Mariana Conti 50100 que estava presente na Marcha Contra a Mídia Machista! https://www.facebook.com/media/set/?set=a.347104008709922.86237.100002309776501&type=3

Inclusive vou entrar em contato com ela para que leiam seu post, Lola!

MadGrrrl disse...

Talvez (TALVEZ) eu vote nessa para vereadora de SP:

Sonia Montenegro 50009 - psol

Motivo: Ela se declara humanista, é totalmente contra a violencia e defende a diversidade pessoal e cultural. Me pareceu uma boa candidata...

Para prefeitura eu ainda não sei, talvez acabe votando em branco.

Mihaelo disse...

Buenas,a questão do voto é deveras complexa e no caso da obrigatoriedade é um tabu tipicamente latino-americano visto que dos 32 países que adotam este modelo,16 deles são do nosso sub-
continente e em alguns deles o eleitor que não votar é punido com a proibição de fazer concursos públicos ou de receber o salário.
O sufrágio universal foi criado pela nobreza inglesa em 1868 como um meio de vender a ilusão de os trabalhadores masculinos de terem a chance de participar do controle do estado por meio da eleição de representantes da classe trabalhadora no parlamento, que na Inglaterra é quem escolhe o deputado que governará o país no cargo de primeiro-ministro.
É evidente que voto e democracia não são sinônimos e que voto obrigatório é um radicalismo e exatamente por isto adotado em
poucos países. E é óbvio que os políticos não são representantes do
povo mas dos empresários que os financiam por meio dos empréstimos de campanha(se o dinheiro pretensamente doado tem que ser devolvido sob a forma de licitações para obras públicas, isenções de impostos e votação de projetos de interesse dos empresários, é óbvio que se trata de empréstimos). A participação direta das pessoas em suas sociedades é plenamente possível e não há nenhum motivo para cada um de nós repassar essa função para um moço de recados de banqueiros,terratenentes,empreiteiros e capitães de indústria.
Dito isto, concordo que numa sociedade de classes e no nosso caso capitalista, a qual ainda estamos muito distantes de superá-la e portanto sendo impossível abolir a interdiçao da população de participar e governar aas suas sociedades por si próprias; a abstenção de votar é legítima e no caso daqueles que votam, deve-se votar em candidatos o mais progressistas possíveis e mais anticapitalistas.
No Brasil, a participação feminina é pequena por causa do sistema eleitoral proporcional com votação uninominal onde o poder econômico faz com que a preferência recaia sobre candidatos masculinos para receberem os empréstimos de campanha, afinal de contas a maioria dos emprestadores são homens. Na Argentina onde 40% do parlamento é composto por mullheres e em Ruanda onde elas representam 49%, seguramente o sistema de votação é distrital por listas fechadas de candidatos.Assim todos os partidos apresentam uma lista com um percentual de candidatos e candidatas fixos e não importa qual seja o partido vencedor em cada distrito, sempre haverá 40% ou 50% de mulheres eleitas. No Brasil mesmo com a cota que é discriminatória, visto que as mulheres são 52% da população e do eleitorado do país e em Ruanda a cota está proporcional a esta realidade de que mulheres e homens são cada qual duas metades da população de qualquer país,as mulheres jamais conseguirão obter a metade dos cargos nos parlamentos
locais,estaduais e federais se o sistema de votação atual não for alterado para o distrital de listas fechadas.

Cinthya disse...

Oi, Lola!

É a primeira vez q faço um comentário em seu blog.

Sou de São Paulo e votarei no Carlos Gianazzi - 50 (PSOL).
Para vereador, ainda não me decidi.

Bjs,
Cinthya

Mihaelo disse...

Aline: ser feminista de direita é como ser não racista de direita, é completamente incompatível.O simples fato de que os grandes empresários que são quase todos homens, prefiram emprestar dinheiro quase somente para candidatos homens só comprova que direitista não tolera feminismo da mesma forma que eles não toleram movimentos antiracistas, afinal o capitalismo precisa de segmentações para se sustentar e garantir a sua manutenção. Se não houvesse um padrão de beleza preestabelecido, a indústria de cosméticos não teria o apelo que tem.
E quanto a reduzir a carga de impostos e ao mesmo tempo aumentar os investimentos do estado, isto é um completo absurdo como bem escrevi em meu blog há uns 3 anos.Os países escandinavos têm um estado de bem-estar social exatamente por terem uma carga de impostos bem mais alta que a do Brasil e por isso investem muitíssimo em infraestrutura de transportes,educação,saúde,assistência e previdência social, o que reduz e quase elimina a pobreza nestes países e tudo isto através da alta taxação do capital e não do consumo como ocorre no Brasil, onde os impostos são todos regressivos(quem ganha mais paga menos). Assim é evidente que quem é de esquerda tem que defender o aumento da taxação ao capital.

Kika, anônima das 8:32
A manutenção da criminalização das drogas é muito importante para os banqueiros que se beneficiam com o um trilhão de dólares do tráfico internacional de drogas que lavado vai parar em seus cofres.É por isso que quase todos os governos do mundo são contra a descriminalização das drogas. A política proibicionista não funciona en lugar nenhum como bem explicou a Mordred Paganini.

Paula Berlowitz disse...

Olá, Lola!

Fiz meu comentário ao teu post no meu site de campanha. Espia aí: http://paula11666.com.br/2012/09/21/a-lola-aronovich-muito-prazer-paula-berlowitz/

Beijos.

Paula Berlowitz disse...

Gostaria de entender o que a leitora Daiana quis dizer quando se refere a mim, dizendo que "fica muito claro que ela não tem nenhuma orientação para compreender realmente o que é ser feminista". O que realmente é ser feminista, Daiana? E por que é claro que eu não tenho esta orientação? Queria entender melhor a tua opinião a meu respeito... Aguardo.

Paula Berlowitz disse...

Valeu o apoio, Bruna! E pra quem tenta impor regras ao feminismo, #ficadica: Feminismo se faz na rua, mas também se faz em casa, transformando os dogmas aos quais a maioria das pessoas estão acostumadas! Se faz no educar os filhos e no reeducar o marido, se tiver um. Também se faz no trabalho, fazendo chefia, colegas ou funcionários "reverem seus conceitos"! Se faz também conscientizando outras mulheres de que elas também são feministas, embora ainda não saibam, como as meninas do Blogueiras Feministas fazem com tantas! Enfim, é uma luta diária e constante na qual não podemos ficar "presas" em moldes. Cada mulher deve descobrir a sua forma de ser feminista! E, pra quem quiser conhecer o Cromossomo X, como sugeriu a Gabriela, indico este meu post: http://cromossomox.com.br/2012/06/feminismo-nao-e-femismo-entenda-a-diferenca-e-assuma-se-como-feminista/ Bjs a tod@s!

riclops disse...

Eu vou votar na Paula Berlowitz 11666. A candidata nova com um diferencial que quem passa um tempinho com ela já se liga.

Para prefeito, não escolhi ainda...

Patty Kirsche disse...

"Recentemente houve a votação de uma lei de combate à violência contra a mulher. Todos os 31 republicanos homens votaram contra a aprovação da lei" - Qual o argumento desses caras pra votarem contra a aprovação dessa lei? O que passa pela cabeça desses caras?

Com relação a feministas de direita, o que vc acha da Margaret Thatcher? Eu entendo a questão de que a direita não reconhece minorias e apela sempre pra meritocracia. Mas a Thatcher enfrentou uma barra pra se firmar politicamente, mesmo sendo de direita.

Patty Kirsche disse...

Acho que vou votar no PSTU. Pelo que vi, eles têm os programas mais fortes com relação a políticas feministas.

Aqui em Guarulhos o candidato a prefeito é Joel Paradella 16. Ainda não tenho muitas informações sobre o programa de Ederaldo Batista 50, do PSOL, que é minha segunda opção.

E vou votar em alguma candidata a vereadora desses partidos, ainda não escolhi.

Mordred Paganini disse...

Apesar de ter mais afinidade com a forma de fazer política do PSOL, o PSTU é, sem sombra de ´duvida, o partido que mais dá atenção à causa feminista. O movimento feminista é muito forte lá.

Mas o PSTU apoia todos os movimentos sociais contra a opressão: sem teto, sem terra, feministas, anti-racismo, sindicalismo, etc.

O que faz deles pouco "populares" é que eles combatem o peleguismo na UNE e da CUT.

No meu tempo de faculdade, o PSTU era bem rejeitado, mas eram eles que tinham coragem para peitar o REItor quando necessário. Já me choquei com alguns por lá, claro, mas repeito muito o movimento estudantil do pessoal do PSOL e do PSTU.

O movimento estudantil do PT/PC do B...Puuuuutz, que nojo! Um bando de gente carreirista tentando seguir os passos do Lindberg. Bernardo, Stern...Só gente escrota!

Eles não eram mal-vistos por um suposto "radicalismo", mas por peleguismo mesmo. Eles estavam sempre apoiando os candidatos da situação nas épocas de eleição para reitor.

Aliás, fiquei a ponto de ser agredida por militantes universitários do PT por ter lançado uma chapa fictícia para a reitoria (Bussunda e Seu Creiçon, na ápoca em que Bussunda morreu). Eles saíram arrancando os meus cartazes, me xingaram...

Patty Kirsche disse...

Achei um link onde é possível ler os programas dos candidatos. Como eu havia imaginado, o do PSTU é o único que fala especificamente sobre políticas de eliminação de violência contra mulheres. Então, continuam sendo minha opção. Muito difícil que sejam eleitos, mas... Vou votar em quem eu acredito, né?

http://g1.globo.com/sp/sao-paulo/cidade/guarulhos.html

Rachel Furtado disse...

Oi gente. Eu sou Rachel, sou de Belém, PA, e infelizmente, ainda não tenho idade pra votar :/ Só na próxima eleição hahahaha. Mas desde os sete anos eu me ligo em política, e como desde o ano passado eu venho lendo sobre o feminismo (até já faço discurso feminista na escola hahaha), esse ano eu resolvi procurar candidatas ligadas com causas feministas e/ou com o movimento LGBT, e para minha decepção, eu só achei uma que fala sobre isso abertamente. É a candidata Marinor Brito, do PSOL. Ela foi senadora por algum tempo, enquanto o outro candidato respondia processo sobre Ficha Limpa. Infelizmente, ela teve que sair para ele entrar. Triste mesmo. Ela está envolvida, junto com o Jean Wyllys, no projeto do Casamento Civil Igualitário. Foi realmente uma grande perda para o senado, ainda mais considerando que quem assumiu seu lugar foi ninguém mais ninguém menos do que Jader Barbalho. Enfim, se eu fosse votar em alguém, votaria nela :) Uma dica para xs eleitorxs de Belém.

AngieB disse...

Desde os meus 16 anos, eu faço campanha para que as pessoas votem em candidatas. Elas sao capazes? Elas tem uma agenda inteligente? Elas sao feministas? Bora votar! E meus amigos ja me encheram o saco sobre ser preconceito meu e eu falo, como falei no XVI encontro da UNALE, dos congressistas das americas, na mesa do forum feminino.. é REPRESENTAÇAO! Eu quero ser representada e se somos mais da metade da populaçao, algo está mtooo errado! Ainda mais quantas eleiçoes NEM tinhamos em quem votar numa representaçao feminina?!Quantos homens em suas campanhas tem uma agenda para as mulheres?!Para os problemas que enfrentamos?!
Faço campanha todo o ano para eleger as candidatas, e estou mto de acordo com as tuas regras.
Ainda nao me decidi para vereadora, mas para prefeita é a Angela Albino (65 do PCdoB, http://www.angelaalbino.com.br/). Voto desde adolescente para vereadora, depois para deputada estadual, e qdo trabalhei na ALESC acompanhei o trabalho dela, e so o exemplo que o gabinete dela era o UNICO com diversidade em toda a Assembleia, numero igual de brancos, negros, mulheres, homens, projetos sociais, raciais, de genero. E ela está sendo massacrada por aqui. Ela nao vai ser a 1a prefeita de Floripa, mas a 1a feminista e de esquerda e com carreira propria. Ou seja, muita diferença.

Mordred Paganini disse...

Na minha cidade estou sem opção para vereadoras. Não consigo descobrir nada sobre as candidatas! Parece que elas entraram nas eleições pra cumprir cotas!

Lígia Souto disse...

Lola,

Eu sou de Sampa, Capital, e minha vereadora é a Juliana Cardoso, do PT.

Ela atuou muito bem na câmara nos últimos quatro anos, em diversas áreas: saúde, juventude, projetos sociais e mulher. Algumas vezes, todos juntos.

Criou a lei Mãe Canguru, que (não sei se você conhece) mudou o sistema da encubadora para a criança recém nascida: ao invés de internada, a criança fica atada à mãe por uma fita, usando apenas frauda, touca e meias, visando simular o calor que o bebê teve na barriga da mãe, agilizando sua recuperação e diminuindo os riscos de infecção hospitalar e piora do quadro.

Na verdade ela fez MUITA coisa mesmo.
Conheço pessoalmente o trabalho dela, meu primeiro voto foi nela e posso te garantir que nao me arrependi.
Ela luta MESMO pela classe mais pobre, entra na briga feminista, bate de frente com a prefeitura e é muito destemida.

Tem pouca coisa no site, mas, se ainda quiser dar uma olhada:
http://www.julianacardoso13222.com.br/
http://www.camara.sp.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=329&Itemid=23

Espero ter ajudado.

Beijos!

Anônimo disse...

prefeito: freixo 50
vereadora: sonia rabello 43007

não me importo que seja declaradamente feminista, mas quero q seja mulher e com um pensamento "progressista" (esquerda)

esquerda: pstu, pcb, psol. nao achei nenhuma mulher nestes partidos até agora, se alguem tiver, posso mudar de ideia

ppl, psb e pmn sao inexpressivos e fazem alianças algumas absurdas, n sei se da pra considerar esquerda

os outros (pt, pc do b, pdt) ficam no meio termo e beiram mais o populismo mesmo. pt ta aliado com pmdb, apoiando eduardo paes, q é cobra criada do cesar maia (dem) embora hoje os 2 estejam em lados opostos

o pv ja foi aliado do dem (um grande erro, alias, considerando q o candidato deles era o gabeira), mas hoje essa aliança nao existe mais.

Lu Candido disse...

Anônimo do Rio,
Dê uma olhada nas propostas da Vera Nepomuceno, do PSTU. E do Cyro Garcia para prefeito!
Eles têm um programa muito completo de combate não só ao machismo, mas também ao racismo, à homofobia, à xenofobia... E não fizeram alianças com partidos bizarros nem aceitaram dinheiro de empresas.

http://psturio.blogspot.com.br/

Aquele abraço!

Anônimo disse...

lu candido, obrigada pela dica! estou priorizando quem foca a campanha na educação pública mesmo, pq é algo da alçada do município.

vou dar uma olhada nessa vera do pstu, thanks

Mari Lee disse...

A dois dias das eleições, ainda estou em dúvida entre Nabil Bonduki (13633) e Selma Rocha (13310). Ambos parecem ter um programa bom e consistente, mas vários conhecidos recomendam o Nabil e não tenho referências da Selma...