quinta-feira, 17 de maio de 2012

COM QUE ROUPA ELES IAM

"Camisas Nik-Nik fazem algo igualmente legal pra mulheres também".

Não vou dizer que totalmente vivi essa época porque eu nasci em 1967 e não me lembro muito dos anos 70. Certo, eu me lembro de Saramandaia, O Bem Amado e Dancing Days. Fui fisgada pela onda disco. Devo ter usado sandália de plástico com meia de lã colorida. Mas eu era um bebê. Tinha que ir nas matinês das discotecas. E eu ia. 
Banana Power às cinco da tarde era meu destino de muitos domingos. Eu dançava e cantava "I Will Survive" sem ter a menor ideia que a música era um hino gay.
Eu me lembro bem das calças boca de sino e das camisas coloridas pros homens. Mas vocês recém saíd@s da mamadeira ou do peito talvez não saibam as roupas que os garbosos rapazes usavam. Estou aqui pra ajudar vocês. Eu sou assim, prestativa. Podem rir da década em que eu era criança.
Felizmente, temos vários anúncios da época pra nos informar da roupa que os homens colocavam no corpo. Este do barbudo praticamente fazendo pole dance (quer dizer, o que ele tá segurando?) era tudo junto, tipo macacão (não entendo nada de moda, então meu vocabulário é limitado. Se eu não tivesse falado vocês nunca iam reparar).
A gola e o olhar sexy tornam este cara irresistível. Ou tornavam, pra quem vivia nos anos 70. Porque hoje, sei não...
O título diz: "Jeans que fazem de um cara um garanhão", mais explícito, impossível. E o rapaz do meio, reconheceram? É Nick Nolte, que já foi modelo antes de estrelar filmes como 48 Horas e Cabo do Medo. Ele foi considerado o homem mais sexy do ano pela revista People em 1992, mas a nova geração, se souber quem ele é, infelizmente será por esta foto, tirada quando ele foi preso bêbado e drogado em 2002. Nolte conseguiu reerguer sua carreira.
O detalhe importante deste anúncio é a mulher olhando pra eles. Pra provar que esse tipo de calça atraía moças a quilômetros de distância. Na realidade, continuo meio bobinha, e não sei se os anúncios tentavam vender essas roupas pra homens hétero, homo, ou os dois. Mas desconfio que o público-alvo era hétero.
E às vezes eles vestiam máscaras de leão também. Tá, tá não vou mentir pra vocês, jovens fáceis de enganar. Pode ter sido apenas uma campanha esquisita de alguma marca.
Riam enquanto puderem, porque a vez de vocês chegará. Pensem na galera de 2042 gozando da cara de quem usava... quem usava... Não sei que roupas vocês vestem -- calças rebaixadas que deixam a cueca à mostra? Nada pode ser pior que suspensórios por cima da camisa. Mas essa moda felizmente morreu com os yuppies na década de 80.
O anúncio diz: "Apresentando os homens mais bem vestidos da América". E avisa que eles são muito influentes e estão rompendo tabus por vestirem meias coloridas. Foram anos divertidos, não foram?  

112 comentários:

Amanda Lima disse...

Lola, esqueceu de contar que, no Brasil, pessoal ia dançar lambada de camisa de seda vermelha com uns 2 botões abertos e calça branca!!
(não vivi aquela época já ue nasci em 88, masm tenho fotos super comprometedoras dos meus pais, hahahaha).
Ah, e o cabelo mullet também é inesquecível né?
Adorei o post!

Anônimo disse...

Post levinho para quebrar o clima tenso do de ontem!

Adorei. E sinceramente, queria ter sido adolescente nos anos 80 (nasci em 88)

Dri Caldeira disse...

Lola, pior que os anos 70, foram os 80. A onda New Wave!! Eu cansei de usar calça xadrez verde e roxo!! Aliás, tudo era xadrez, até os tênis. Um pesadelo!! Ainda bem que não existia essa tecnologia de máquina digital nem celular com câmera, senão... mas é difícil ver um gay mal vestido, mesmo os travestis tem um gosto legal pra se vestir. Só as drags é que são exageradas. Mas eu acho que o que existiu de pior na moda nos anos 70, era aquele conjunto Village People, onde todos os integrantes "usavam" um estereótipo gay: o policial, o marinheiro, o pedreiro...

Patricia Daltro disse...

Post leve e ótimo pra dar umas gargalhadas. Sim, a década de 70 - que aproveitei pouco, nasci em 71 - proporcionou uma moda, digamos assim, diferente!
Mas, olha, década de 80 não ficou atrás não. Quando lembro da lambada, como alguém já falou aqui, ou dos balonês, dos mullets, da calça cigarret e dos scarpin branco tenho crises e quero queimar todas as minhas fotos! kkkkkkkkkk

Dri Caldeira disse...

Putz, lembrei que numa festa fui vestida igual a Madonna, cheia de renda, crucifixo...

Lord Anderson disse...

Nada como um post leve, rs


bem, eu vive a decada de 80 e alem do mullet tinhamos o sexy blazer com ombreiras, lembra?

sem contar os adereços e as cores....


e quando a lombada tava na moda...ai meu Deus...rs

Lord Anderson disse...

Minha irmã adora se vestir como a Cindy Lauper, kkkkk


ja eu sempre fui basicão pra roupa, entendo nada de modas.

Mas amava meu tenis All Stars e Konga que o Silvio Santos anunciana no Domingo no parque.

e adoro ver clips de bandas da epoca pra rever as roupas oitentistas, rs

Mari Machado disse...

Meu namorido adora usar suspensórios. Como são difíceis de achar, é o que ele pede de presente em viagens! hehe

Beatriz disse...

Lola. fique chocada, mas tem uns menininhos hipsters q usam td isso aí em 2012. Cansei de ver bonitinho modernoso de meia colorida viu? Os tempos estão voltando, haha

Lorena disse...

Eu acho o máximo a moda dos anos 70! É ridículo pra gente, mas olha só que povo livre?? Eles era multicoloridos, acho muito divertido!

Já a dos anos 80, que peguei um pouco porque nasci em 85, e do início dos anos 90... olha, só digo que o povo daquela época devia ser muito feliz, mesmo. Porque só gente mto feliz e despreocupada pra andar na rua com aquelas roupas e aqueles penteados e não sentir nem uma pontinha de vergonha! :P Lembro de um clipe do Lulu Santos, em que ele tá usando terno roxo berinjela, camisa verde limãe e tênis All Star... além do mullet básico, óbvio. Uma lindeza, só que não. :P

Drica Leal disse...

Lola, muito bom você ter criado esse post, já conversei com amigas algumas vezes sobre como a moda masculina ficou "quadrada" da década de 80 pra cá.

Não entendo muito de moda e nasci na década de 80, mas vendo vídeos, fotos, filmes das décadas anteriores é nítido o quanto o vestiário masculino era diversificado, tinha mais cores, mais roupas que destacavam as formas do corpo (e as mulheres apreciavam). Lembra que até os uniformes dos jogadores de futebol, vôlei, basquete eram compostos por shorts curtos e apertadinhos? E no dia a dia os homens e meninos usavam shorts curtos, coloridos.

Acho que essa recrudescência no vestiário masculino começou na década de 80 mesmo, não por acaso a década do backlash. Desde então as roupas dos homens passaram a ser largas, nada que chame atenção para seus corpos, nada de cores vivas... Isso diz muita coisa sobre o quanto os homens querem se preservar de qualquer avaliação feminina sobre suas formas, enquanto as mulheres devem estar cada vez mais enfeitadas e expostas para avaliação e apreciação deles.

Bruno S disse...

Acho sempre engraçada essa análise das roupas de outros tempos.

Provavelmente o que vestimos hoje vai ser visto como ridículo ou inusitado tempos depois.

Eu tenho a impressão de que a partir dos anos 90 rolou uma certa encaretada em relação a roupas e acessórios exagerados.

Sobre as roupas largas para homens, acho que nos últimos anos não anda bem assim, pelo menos na Europa. Em nossas últimas viagens minha namorada queria que eu comprasse roupas por lá e tive bastante dificuldades com as calças. Alguns modelos (no meu número, é claro) não passavem da batata da perna.

Juliana R. disse...

acho que a calça saruel vai ser o próximo alvo fashion freak! e o pior de tudo é que eu adooooro. heuahueahuehauehua

Juliana R. disse...

ai... isso me fez lembrar de um trabalho de gestão cultural que fiz na eaufba sobre moda feminina. e isso rende pro feminismo. rs

Technomage disse...

Ah, anos 70 e 80, esses tempos moleques e honrados, que infelizmente nunca conheci por ter nascido em 90.

Um blog que eu ADORO é o http://carissimascatrevagens.blogspot.com.br/

É só sobre coisas retrô.

Drica Leal disse...

Hahaha, acho calça saruel uó! Foi rejeição á primeira vista, desde que bati o olho na primeira mulher usando esse modelo eu decidi que a moda passou do limite do ridículo, rs. Fiquei chocada em como a saruel caiu no gosto de tanta gente, visualmente é horrível!

Anônimo disse...

Itens fashion de hoje que um dia vão virar chacota (e para mi já são horríveis):

- Calça Saruel;

- Batom Snoob (chamo carinhosamente de batom rosa-buceta)

- Saias/vestidos balonês.

- Bota Branca (esta é ridícula em qualquer época, com exceção se você for ma paquita);

- Óculos de sol espelhados;

- Camisa floridas...

E conforme for lembrando eu posto aqui.

Vivi disse...

Hahhaha..Ai Lola, creio que usavam mesmo...
Já vi umas fotos dessas na década de 1970-80 de meu pai com uma calça horrorosa...cmisa com uma gola ENORME, meio florida etc...
Lindão mesmo..rs

Mas desconfio que a moda de hoje em dia, qdo vista no futuro será meio bizarra tb....
Mas,,,por que não né??

bjos

aiaiai disse...

eu acho q o backlash não tinha tido efeito ainda. Nos anos 70 a gente achava que homens e mulheres iam ser mais livres para vestir o que quisessem, mas...não foi bem o que aconteceu.

Acho q os anos 90 começaram com a caretice do retrocesso e depois da virada do milênio piorou.

Beatriz disse...

- Batom Snoob (chamo carinhosamente de batom rosa-buceta)

Hahah tb faço essa piada!

Beatriz disse...

Gente, leave saruel alone, fica bem algumas pessoas sim.

Lorena disse...

Ah, não se esqueçam dos Crocs! eu já acho ridículo atualmente... Mas tenho certeza que quem usa hj vai ser motivo de piada no futuro!

Junior disse...

O que chama atenção nesse post é a profusão de cores/modelos, a liberdade no vestir... hoje vemos esse padrão padrão padrão... realmente, já fomos mais livres.

Skadi disse...

Meu pai usava boca de sino e salto plataforma! hahahhaa

Bons tempos que o Bruce Dickinson (vocalista do Iron Maiden) usava calças apertadas.

http://25.media.tumblr.com/tumblr_m3smkbmmZi1qzk7u5o1_500.jpg

http://25.media.tumblr.com/tumblr_m3i5p7JDuI1qm24cwo1_500.jpg

http://24.media.tumblr.com/tumblr_m42i61SrtY1qj3yjvo1_500.jpg

Beatriz disse...

Skadi, muito, muito obrigada por essas fotos maravilhosas.

Minha imagem preferida do iron, sempre

http://1.bp.blogspot.com/_shUFyDssa-E/TCn6RWtworI/AAAAAAAABMw/DJpFoo3Wrvs/s1600/user7_pic151_1209761802.jpg

Skadi disse...

Bia, adorei! O Steve Harris tá muito gatinho! Que sorriso lindo!

Bem que os homens poderiam voltar a usar shortinhos assim, né?
http://24.media.tumblr.com/tumblr_m37friAhax1rt0c9no1_500.jpg

soberbird disse...

A moda nos anos 70 era mais generosa com os homens! Eles podiam se expressar mais, falar de humor ou de sexualidade por meio da roupa, sem ser taxado do que quer que fosse. Hoje o homem heterossexual é muito reprimido no modo de se vestir. Tenho 23 anos, e os homens heterossexuais da minha geração dançam pouco, e quase não se valem de expressão corporal, a não ser quando querem parecer "pegadores". Já aos gays (em meios não hostis, vale dizer) é permitido diversificar o vestuário, dançar, expressar-se. Ainda bem que isto tudo tende a desaparecer mais uma vez.

lola aronovich disse...

Gente, eu não sei do que vcs estão falando. Tive que googlar "calças saruel" e, de fato, elas são horríveis. Alguém usa isso? Nunca vi na vida real.
Ombreiras nos anos 80 era fim de feira mesmo! De rivalizar com os supensórios.
Crocs. Nunca tive, mas devem ser confortáveis, ou não? Não acho feio. E adoro o nome, tão bonitinho.
Mas era legal ter roupas tão coloridas pra homem, né? Como essas dos anos 70. Acho que com o backlash (que se mantém até hoje) é que as roupas masculinas foram ficando mais "caretas", mas nem sei.
Eu tô com um guest post pra publicar sobre roupas...
E, por essas notas randômicas, vcs podem ver como estou na maior correria.
Abração! Quero ver fotos comprometedoras de vcs usando coisas esquisitas.

Lorena disse...

Lola, dizem que os crocs são mto confortáveis sim, as crianças estão usando muito. Nelas eu não acho tão feio... Mas será que não dá pra inventarem algo confortável que seja pelo menos bonitinho?? :P

E eu não tenho fotos comprometedores... #cofcofcofmentira

Caracala disse...

Época classuda e romântica, onde as pessoas eram autênticas e cheias de estilo.Hoje as pessoas são um bando de maria vai com as outras, sem identidade ou ideologia próprias, copiam as tendências mais idiotas ou medíocres possíveis.
As pessoas eram libertárias em pensamento e no sexo, hoje até a putaria é fake, apenas um instrumento para desfile de egos, que fulano fez isso, sicrano aqulo etc etc.Hoje as pessoas compartilham na internet o que fazem na cama, antes era tudo no quarto e ficava nele.Hoje fulano ou fulana precisa dizer que é adepto da suruba, é bi, tri, trans, hetero, homo, como se isso fosse relevante...
Antes era onde e quando, caminhando contra o vento, e qual lugar dá para dormir, hoje é a foto babaca do facebook.Geração de energúmenos, que ficam se dando ares e chafurdando na mediocridade.

Ashen Lady disse...

Ai Beatriz, essa também é minha preferida. Up the irons!

Não é curioso o fato de que as únicas roupas e sapatos confortáveis que mulheres podem usar nesses últimos tempos sejam as mais criticadas e tidas como horrorosas?
Pode perguntar para quem usa saruel ou crocs, são muito confortáveis.

Skadi disse...

Caracala, muito bonito você fazer todo esse discurso e criticar quem expressa a sua sexualidade. Oi?

Concordo que hoje em dia tem muita gente que só quer aparecer e quer ostentar a vida sexual como status, e que muita coisa hoje em dia parece ser mecânica e cheia de frescura. Porém, contudo, todavia, tem as pessoas que simplesmente gostam de falar sobre essas coisas sem hipocrisia... eu inclusa

Anônimo disse...

É faltou Crocs na minha listinha. Mas estes confesso que uso, e eles criaram umas sapatilhas da Croc que são confortáveis e mais bonitinhas.

Lord Anderson disse...

"Eu não nego que a poesia dos 50 é bonita
Mas todo o sentimento dos 70 onde é que fica?"

Raul Seixas, a Verdade Sobre A Nostalgia.

cara, essa musica do Raul mostra bem oq eu sinto sobre essa mania nostalgica que temos de dizer que "antigamente" era melhor, as pessoas eram isso e aquilo.

Cada epoca tem seus proprios desafios e vantagens.

Muita coisa melhorou dos 70 pra ca, outras coisas ficaram piores, mas é assim em toda epoca.

E sinceramente, pessoas babacas existem em todos os lugares e epocas.

Isso de querer enaltecer uma geração pra diminuir a que vc vive pra mim é bobagem.

Nostalgia deve servir pra gente lembrar do que foi legal, engraçado, marcante. Não pra chorar por algo que nem vivemos direito.

Caracala disse...

Skadi,

é para rir... então, para expressar sua sexualidade, você tem que dizer o que faz na cama na internet, de preferência no facebuque...há vários outros meios de expressar sua sexualidade e sua essência individual, sem se expor, sendo elegante... e lutando por seus direitos, no caso dos gays.Acho a exposição na internet uma babaquice, apenas egolatria.
E venha com mais humildade, por favor, ninguém é melhor que ninguém, então desista de tentar ser a pica das galáxias ou a vagina de ouro.OK?
Oi?

Karina disse...

Meu pai casou em 73 com terno roxo.

Caracala disse...

Lord Anderson, depende de que época você nasceu...

Lord Anderson disse...

Não vei. Toda epoca tem seus problemas, erros e acertos.


A decada de 80 ja foi chamada de a decada perdida, mas no começo do sec XXI, ela foi "redescoberta", principalmente no ambito cultural .

Os anos 20, os 50, os 70....


não tem epoca de ouro em que tudo era maravilhoso e as pessoas hiper-perfeitas.

por mais defeitos que tenhamos hoje vivemos numa epoca, politica e economicamente melhor, e até no ambito de direitos estamos acima do que foi feito antes.

Na verdade, os maiores entraves que enfrentamos é justamento do pessoal que quer girar a roda ao contrario voltar aos "bons tempos", e a "moral e bons constumes", onde as pessoas sabiam o "seu lugar", etc.

Caracala disse...

Não sei Lord;

Hoje é uma época niilista,pragmática, com pessoas cheias de recalques e não me toques, época violenta, com pessoas preconceituosas e com vidas sem rumo ou perspectiva... e insensibilidade ao ser humano

Lord Anderson disse...

Tech

Vendo o blog que vc postou.

Muito divertido.

Caracala disse...

"Na verdade, os maiores entraves que enfrentamos é justamento do pessoal que quer girar a roda ao contrario voltar aos "bons tempos", e a "moral e bons constumes", onde as pessoas sabiam o "seu lugar", etc."]

Eu estava falando de um romantismo e de uma certa ingenuidade que se perdeu, não havia tanta malícia e arrogância como hoje.As pessoas simplesmente viviam e se inventavam.A vida era mais simples, e podia-se exercer sua individualidade.

Lord Anderson disse...

Anos 80 não era diferente

A violencia tb era alta e preconceito sempre existiu. Na verdade acho que oq mudou é ter tanta gente querendo o direito de ser preconceituoso, mas sem querer ser chamado assim.

E se ha pessoas individualsita ao extremo, tb há varias outras que se organizam, lutam e protestam (muitas vezes sendo chamados de arruaceiros e vagabundos), por causas que beneficiariam toda a sociedade, ou pelo menos a parte dela que ainda é oprimida.

A internet pode parecer isolar as pessoas, mas na verdade permite que muitos que dificilmente se conheciriam possam trocar ideias e aprender juntos.

Esse blog é um exemplo.

Dri Caldeira disse...

Calças saruel são o fim d picada. Mas essas calças de cachorra, as q a Sabrina Sato faz propaganda tb vão figurar em uma das modas mais ridicularizantes de todos os tempos! O diabo da calça tem o gancho mais curto na parte de trás, pra ficar enfiada! Feio e desconfortável. Aliás, a moda periguete é horrível!! Modelo: a namorada do Belo. Nem sei como se escreve o nome dela, Greycianne acho.

Bizzys disse...

Adorei o post, Lola!

Sou da década de 90, então o máximo que vi dessas roupas foram nas fotos antigas dos meus pais. Aliás, lembro de uma foto do meu pai usando uma daquelas camisas vermelhas, brilhante, aberta até o peito e com uma corrente de ouro para acompanhar. Eu adorava criticar as roupas da minha mãe e do meu pai nas fotos, não quero nem pensar quando chegar a minha vez...

Minha mãe também costumava guardar muitas revistas antigas (ela é professora e usava as revistas para dar aula), e eu ficava vendo aqueles figurino horríveis e chorando de rir.

Também vou sair em defesa da calça saruel... Acho que fica bonito para algumas pessoas, dependendo do modelo da calça e das outras peças de roupa que estão acompanhando. Mas eu não uso. :D

Bizzys disse...

Mais uma coisa: voto para que os homens voltem a usar shorts/calças iguais as do pessoal do Iron Maiden.
:P

Anônimo disse...

Que coisa sem sentido, mulher daquele tempo também vestia roupa ridícula, mais uma vez esse blog mostrando que não passa de implicância gratuita

Sara disse...

Bom Lola eu não devia mas vou confessar sou bem mais velha q vc , e essas fotos me fizeram lembrar dos meus namoradinhos na década de 70, não sei se é saudosismo barato, mas ai que saudades!!!
Mas ficou faltando os sapatinhos que eles usavam, havia uma marca chamada "cougar shoes" que era a febre dos rapazes da minha época, pra quem não esta familiarizada ou seja 99% das pessoas aqui, vou explicar, eram sapatos masculinos que hoje só se vê nos pés dos palhaços desses de circo rrrssss, eram sapatos com saltos mais altos, e a frente era bem larga e havia como que uma bolha na ponta rrrsss, todos os rapazes descolados da época usavam, meu marido mesmo tinha uma calça quase igual essa da foto do cara em frente a moto, alias ele tinha uma moto parecida tb, só que a calça que ele usava era bem agarradinha, como ele é muito alto parecia um sapinho rrrss.
O passeio mais desejado era ir tomar sorvete na "Brunella" em frente ao Shopping Ibirapuera , que era um dos poucos Shoppings que havia aqui na cidade de São Paulo, escutando as musicas do Peter Franpton, ou ir ao "papagaius" uma "discoteca" da moda.
Quase todo mundo da minha época viveu um pouco disso.
É engraçado tanto os homens quanto as mulheres nos vestiamos com roupas exageradamente coloridas, as vezes até o rosto era pintado com corações ou colavamos estrelinhas de metal no canto dos olhos.
Havia tanta esperança nessa época, embora vivessemos uma ditadura , em quase todos os campos da vida buscavamos o novo e nos despir de preconceitos.
Talvez por eu ser dessa época , seja especialmente dificil entender esse retrocesso que percebo claramente que esta acontecendo nas relações entre homens e mulheres, um conservadorismo tacanho, castrador.
Que pena que seja assim.

LisAnaHD disse...

Nick Nolte
tb teve um grande desempenh num filme com a Barbra Streinsand...

crocs
tenh alguns pares há alguns anos pq são realmente confortáveis

moda
no geral, vai e volta.... achei manero essas fotos do post... é bom um assuntinho light aqui e ali... diverte... alivia a tensão... vendo fotos de uma turma de rapazes ainda dos anos 60 no Brasil, houve uma moda dos rapazes usarem camisas com estampa de florezinhas... foi a moda Mamãe Dolores... não sei se de alguma novela.

A filha do cara que em 1973 se casou com terno roxo, acho que o pai usou a camisa Mamãe Dolores uns anos antes, pergunte lá.

Bruno S disse...

Uma coisa que sempre me pareceu é que as pessoas mantém alguns hábitos do que era moda em sua juventude.

Por exemplo, hoje em dia não é bem visto o cara manter a camisa social com dois botões abertos(me corrijam se estiver errado), no entanto vejo muito entre colegas de trabalho mais velhos a manutenção desses hábitos.

Geralmente o número de botões abertos é proporcional à quantidade de cabelo no peito e ao número de fios brancos.

Lord Anderson disse...

Bruno

kkkkk


eu até hoje mantenho dois botões abertos, mesmo quando uso camisa polo.

mas não sabia dessa proproção não,

acho que vou ter deixar uns 4 botões abertos, rs

Teofilo Tostes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno S disse...

Teófilo,

acho que é por aí mesmo.

Até desconfio que, apesar do barulho conservador de hoje, as pessoas levam uma vida muito menos presa a valores conservadores do que algumas décadas atrás.

Lord Anderson disse...

Teofilo, Bruno

Acho que é justamente quando há mais liberdade que os conservadores mais fazem barulho.

Beatriz disse...

É, cada tempo tem suas dores e suas delícias.

Gosto da minha época. Tenho 24 anos e conheço muita gente maluca, criativa, divertida e politizada da minha idade. Sinto liberdade para vestir o q quero, pq não ligo pra julgamento (gente, se vcs acham q ninguém julgava ninguém nos anos 70 leiam a biografia do David Bowie.

Meu pai, jovem e roqueiraço nos anos 70, vivia falando como era mal visto pelos próprios jovens, como botavam o nome dele na novena pra salvá-lo, coisas assim.Ser conservador ou progressista é da pessoa, não da época.

Laís disse...

Mais alguém notou a semelhança entre o anúncio da Lee e a capa de "Precisamos falar sobre o Kevin"?

Coincidência ou intertexto?

Lola, mudando de assunto:
tem algum lugar onde tu tenha escrito a respeito da reforma que está em discussão sobre fazer acordo de gênero em títulos de diplomas? ("Bacharela", por exemplo)

Gostaria muito de saber tua opinião sobre o assunto.

Abraços

Teofilo Tostes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Linda disse...

Teófilo, eu concordo com você, é bem por ai mesmo. Até ia citar 'meia noite em Paris', mas você ja disse tudo. Acho que toda época tem coisas boas com as quais a gente tem que aprender né, e ir sempre melhorando.

Eu até gosto da minha geração(tenho 19), apesar do barulho conservador que sempre existiu, entre os amigos da minha idade (e um pouco mais velhos: 23, 24)eu sinto bastante respeito. Mas sempre tem uns fdp né? Acho que em toda geração.

Karina M. disse...

Technomage,

Você sabia que eu tenho que trabalhar? que tô cheia de coisa pra fazer? que meu tempo é curto? porque, céus, porque, você colocou o link deste blog? como faço pra sair de lá, agora??? Imagens deliciosas.

Lord Anderson disse...

Teofilo


A gente as vezes pensa que a historia segue uma linha reta sempre em frente, mas na verdade ela vai em circulos, o avanço ta sempre convivendo com o atraso, a liverdade, com a repressão.


Quem vive a epoca é que tem que lutar pra que ela avance mesmo.

Lord Anderson disse...

Karina

tb achei muito divertido o site e to reconhecendo muita coisa


kkkk

Karina M. disse...

Lord, o pior, é que eu também tô me lembrando de várias coisas... como a propaganda anos 80 do Leite Moça. Me lembro claramente, incrível.

Lord Anderson disse...

To lembrando da Maizena e de quanto comia a farinha lactea nestre



kkkkkk

André disse...

Camisa de viscose florida era o máximo (anos 80), e um Tojo para o Mato Grosso e Matias.

Anônimo disse...

Meu irmão mais velho teve várias calças parecidíssimas com as da foto. Lembro delas e da brilhantina que ele passava nos cabelos... hehehe, que fase.

Beatriz disse...

Lola, não tem a ver com o post mas preciso compartilhar. Tá no papo de homem mais é genial

http://papodehomem.com.br/machista-gay/

É um humorista fazendo um personagem machista e gay. Basicamente, ele aborda os homens na rua como muitos abordam as mulheres. É muito hilário

Manoel disse...

Eu tinha 15 anos em 75 e acho que aquele exagero todo é um pouco de tudo isto e também o clima de fim do mundo daquela época.
A barra era pesadíssima.
Ditaduras,gurra do Vietnã,tinha o relógio do fim do mundo,terceira e última guerra mundial por causa das armas atômicas. A gíria do momento era o ``liberou geral´´,viva o hoje porque amanhã não tem mais.

Teofilo Tostes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Não é que uma década seja melhor que outra, o que acontece é que é inegável o movimento mundial no ocidente de liberação pós 68. Foram anos em que as utopias eram vividas no cotidiano dos jovens, não todos, é claro, mas houve um movimento importante que levou a muitas conquistas, sobretudo no campo dos costumes. O visual masculino dos anos 70 são um testemunho. Há várias conquistas que vem desse movimento. O "manifesto das 343 vadias" na França em 1973, onde justamente 343 mulheres conhecidas em diversas áreas - literatura, filosofia, teatro, etc- (Simone de Beauvoir, Catherine Deneuve, Margherite Duras, só para citar as mais conhecidas no Brasil) declaravam já ter praticado aborto, levou à legalização da "interrupção voluntária de gravidez" em 1975. É apenas um exemplo. Foram anos em que a liberdade de comportamento era uma atitude política. Vivíamos sob uma ditadura, não eram tempos melhores do que hoje, pelo contrário. No entanto havia a crença na possibilidade de transformação do mundo. Acreditávamos sim em mudar o mundo. E, aliás, muito se mudou.
Não concluo nada, apenas que são épocas diferentes. Que algo foi conquistado, mas algumas lutas se perderam no caminho.
Ana

Carol disse...

Concordo com o Teofilo. Não acho que uma decada é melhor com a outra. Nasci nos anos 90 e fico chateada com o pessoal que fala que essa é uma geração perdida e tal, Sei lá, parece que eu não aproveitei e aproveito a infância e adolescência como eles aproveitaram. E as pessoas que falam nisso não fazem nada para mudar essa geração, ja q eles a consideram perdida...Acho q os maiores problemas dos anos atuais é os limites imaginários que damos as coisas: limites e regras de como devemos comportar, o que devemos vestir, gostar, ser...Nos anos 70 e metade dos anos 80 tinha a ditadura . Já que nem era nascida nessa época, não sei direito, mas não tinha a liberdade de expressão que temos hj, não é? Agora não temos mais isso, mas sim essas regras imaginárias. Acho que devíamos tentar mudar isso, em vez de apenas reclamar que se continuar assim o mundo não vai para frente

Mudando de assunto, acho que daqui a varios anos vamos nos lembrar de:
-Como tinha vários garotos que imitavam o cabelo de um tal jogador de futebol
-a onda das cores florescente
-aqueles sapatos de plastico e bico fino, de uns anos atrás
-de como todo mundo queria ter cabelo lisinho(tomara que isso não vá para frente)
-das chuteiras coloridas
-da febre de estampas de bigode
-dos funkeiros no ônibus

Megatherium disse...

Moda é um jeito legal de entender mentalidades de época. É tão divertido ver como a revolução sexual e o desejo de liberdade aparecem nessas roupitchas dos anos 70! Mesmo que o cara fosse um machistão homofóbico, a roupa dele acabava expressando essas ideias que circulavam na época. Claro que fico pensando o que será que nossas imagens expressam agora? É muito mais fácil ver isso retroativamente.

Shoujofan disse...

Esse post me lembrou minha mãe e meu pai comentando como as pessoas se vestiam bem nos anos 1970... Segundo mamãe, meu pai ficou lindo como padrinho de casamento usando terno verde, camisa laranja e gravata rosa... Calça era boca de sino, claro... E ele tinha costeletas enormes. Pena que a foto é preto & branca. Eles também adoravam reclamar (*isso nos anos 1980/90*) dos cabelos feios das meninas. Bonitos eram os lindos coques armados com laquê...

Em tempo, olhar as fotos dos anos 1980 me fazem mal. Pelo menos a moda dos anos 70 parecia mais divertida.

Sara disse...

A revolução dos costumes iniciada no final da década de 60, e que se instalou na década de 70, realmente começou a mudar até mesmo os valores que até então eram aprendidos e perpetuados, acho q a pílula anticoncepcional alavancou e muito as mudanças que se pretendia aquela época, antes dela a mulher estava presa a sua condição natural, de que se fizesse sexo corria grande risco de engravidar, com a pílula isso virou passado, e finalmente a mulher pode desfrutar mais da sua sexualidade, como alguns falaram aqui o “AMOR LIVRE” era uma grande expectativa para boa parte da minha geração, e tudo se encaminhava para que houvesse uma grande abertura no sentido de mudar os valores passados, o que eu tenho certeza que brecou todo esse anseio por mais liberdade foi o aparecimento da AIDS, foi um choque muito grande com o qual ninguém estava preparado para lidar.

Teofilo Tostes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lord Anderson disse...

Pois é Sara

Sempre imaginei como teriam sido as coisas sem a AIDS...mas por outro lado, será que sem ela, teria sido dado tanto importancia ao uso do preservativos pra proteger de outras doenças e para previnir a gravidez indesejada?

Lord Anderson disse...

Meus pais foram criados me fazendas bem longe das capitais, por isso não tinham essas "mordenidades" rs

Alias um coisa que um dos meus tios falava muito era sobre novelas de radio, mas isso é de epoca mais antiga.


sempre tive curiosidade de ouvir.

Caracala disse...

Lord, acho que a internet aumentou a violência e trouxe a tona a questão do bullying, pois agora se pode agredir, difamar, brutalizar as outras pessoas, com o aparato de ser anônimo.Acho que as pessoas se tornaram mais covardes, mais doentes; a tecnologia evoluiu e realmente trouxe vários benefícios, mas permitiu mais uma nova gama de utilizações perversas, acho que as pessoas ficaram mais tacanhas, mais pisicóticas.Veja o caso dos sanctos por exemplo.

Sara disse...

Lord Tb acho q o mundo seria muito diferente se essa doença desconhecida não tivesse interferido tanto na realidade do planeta inteiro.
Foi muito assustador para quem viu essa doença chegar do nada e se disseminar por todos os lugares.
Sempre achei que o comportamento mais conservador dos jovens de hoje esta diretamente ligado a essa pandemia.
Havia uma incredulidade e perplexidade nas pessoas diante dessa nova realidade que me lembra a musica do CAZUZA
"O MEU TESÃO AGORA É RISCO DE VIDA" que ele complementava com a pergunta "SERÁ"??????

Caracala disse...

Cazuza era foda!...
música era música...

Jordana disse...

Poxa, só eu acho os suspensórios super dignos? '___'

Anônimo disse...

Então... antes da aids, a gente cantava com os Doces Bárbaros
"O seu amor, ame-o e deixe-o livre para amar"
( alguém ainda sabe quem eram os Doces Bárbaros? Eram Caetano, Betânia, Gal e Gil.)
Ana

http://www.youtube.com/watch?v=THGO65szumI

Caracala disse...

Existe um livro muito sinistro que fala de como a mídia tratava o surgimento da doença nos anos 80.Terrível retrato de uma era.O nome do livro é "Os Perigosos", de Marcelo Secron Bessa.

Caracala disse...

Outra coisa impactante foi a morte do artista plástico Leonilson, que retratou sua vida com a doença em seu trabalhos e na série "O perigoso" de sete desenhos.

Sara disse...

Verdade Ana o amor livre era exaltado em muitas musicas , para mim a mais linda era a do Raul Seixas "A Maçã".

Sara disse...

Mas um dia vc tb vai ficar lindinh@
anonim@ das 16.43, a não ser q a humanidade tiver a sorte que vc parta antes kkkkkkk

Camila Fernandes disse...

Engraçado dessas coisas de moda é que as tendências estão sempre voltando, com uma ou outra alteração. Vide os suspensórios. Como assim, Lola, você não viu a galera usando suspensórios há uns quatro ou cinco anos? Eu mesma já tive um preto e um vermelho, e tenho vinte aninhos. Foi na época que aquele óculo, o wayfarer, voltou com tudo também. Aí minha mãe mostrou uma foto minha, de uns dez anos atrás, pequetita, usando um wafarer, e outra com sainha e suspensórios. Uma criança hipster 8D

Aliás, outro dia eu estava assistindo o filme Hardcore com as amigas e olhando uma personagem do filme a gente comentou como o visual dela estaria totalmente na moda, hoje. O óculos grande, com lente em degradê, a calça alta... Só tendência.

Leonísia F. disse...

Um professor pesquisador de gênero e sexualidade da minha Universidade tbm aponta a AIDS como um dos fatores que fez o movimento LGBT's retroceder um pouco na sua luta, pessoal acabou se voltando mais para o armário devido a essa coisa mortal e completamente desconhecida :/

Flávia Tunes disse...

Lola, pesquise no youtube: Menininha questionando o sexismo da indústria de brinquedos (legendado).
Sei que está fora do assunto do post, mas você vai adorar!

Um abraço apertado!

Eva disse...

Eu sou nascida nos anos 80, e também tenho suspensórios guardados no armário, todos comprados recentemente xD

E Crocs são as coisas mais confortáveis do mundo. Uso os meus quando estou muito cansada. Não gosta deles? Não olha ué xD mesma coisa calça saruel, que é meeega confortável.

Meu pai casou de terno nesses cortes dos anos 70, de tecido brilhoso e cabelo black power! Minha mãe, óbvio, casou de branco, que ela era moça de família. Ou seja... acho que toda época tem essa coisa de liberdade e conservadorismo em algum grau, interagindo ao mesmo tempo, e esses atritos acho que são importantes pra levar a sociedade adiante.

LisAnaHD disse...

Sara, e a Brunella da avenida Paulista ali entre a Auguta e a Consolação, que foi feito dela?

LisAnaHD disse...

como eu não sabia que modelo é esse de Calça Saruel, fui pesquisar e descobri que basta pegar uma blusona de mangas compridas pq a saruel é trocar os pés pelas mãos...
"Como fazer calça saruel em segundos."
http://www.youtube.com/watch?v=aLPJew1aStI&NR=1&feature=endscreen

LisAnaHD disse...

Sara, vc não se lembra da tal estampa com flores pequenas usada pra camisas masculinas, acho que de mangas compridas, chamada Mamãe Dolores? Pesquisei e encontrei uma ref. aqui "E muita atenção porque os xadrezes ainda não sucumbiram e ainda tem presença garantida no proximo inverno. Florais discretos "mamãe dolores" em tons fortes, fundos preto para o inverno, em tons claros no verão sobre tecidos preferencialmente com elastano, em tricolines, sarjas leves e mais pesadas com 8 Oz, são a bola da vez nesse final de primavera com transito livre para o alto verão, já que a alegria vai manter acesa a esperança para que 2012 não seja o ultimo ano de nossas vidas."
http://www.recantodasletras.com.br/artigos/3636851

e depois aqui "Vamos lá - O que eu estou fazendo esse suspense todo é da estampa Mamãe Dolores. Rconhece??? NÃÃOOO!!!! Vou te ajudar com outra foto
http://pret-a-porterbyjulie.blogspot.com/2010/08/estampa-mamae-dolores.html

e aqui acho que é sobre a história da moda... não li...
http://teusvestidos.wordpress.com/tag/historia-da-moda/

Teofilo Tostes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LisAnaHD disse...

ah LoLa, topas republicar seu livro de poemas? tô nessa contigo, se vc precisar duma for$$inha manera.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Olhar pra décadas passadas e as modas do momento é uma ótima pedida pra quem gosta desses papos de que as coisas são como são e pronto, padrões de beleza não são construídos, nosso olhar não é treinado pra achar certas coisas bonitas e certas coisas feias de acordo com a época.
A década de 70 é um ótimo exemplo disso. O que era considerado atraente no corpo de um homem naquela época, hoje em dia não é.
No mais... Nick Nolte foi modelo? Foi eleito homem mais sexy do mundo?
Morri... rsrs

Anônimo disse...

Há algo sobre o qual precisamos pensar melhor. Se a indústria fizer comerciais mais "feministas", então tudo bem?

Cris disse...

Minha lista de coisas que serão consideradas abomináveis num futuro não muito distante:
-calça saruel,embora eu ache que
cai bem em algumas pessoas, impressiona o quantidade de homens que nada entende de moda me falando para nunca usar que é a coisa mais horrível do universo. Se magra e alta eu fosse, usaria na boa.
- open boots
- bota pata de bode
- alças de silicone
- over knee boots
- ugg boots, parece que são muito confortáveis e quentinhas, mas medonhas, ainda bem que somos um país tropical e essa moda horrenda a gente não vai copiar
- slippers
- batom snob
- piriguetismo
Sinceramente, acho que o futuro da moda é a junção de beleza e conforto, e tudo que é desconfortável vai ser considerado totalmente brega.

Caracala disse...

Bom são 11:20, então:
Um brinde as mulheres, ao amor, a amizade e aos prazeres da vida.Um brinde a glória e aos prazeres carnais.Um brinde a Dionísio e suas ninfas, um brinde as mulheres e sua paixão, um brinde a paixão avassaladora.

Carol disse...

Era engraçado, mas eu amo usar preto e adoro ver um homem bem vestido bem simples, sem nada chamativo, por exemplo, eu achava a moda nos anos 40/50 a coisa mais linda, queria que as pessoas se vestissem assim hoje em dia.

lola aronovich disse...

Aviso ao Raphael: nem adianta vir reclamar que eu apaguei seus comentários. Desta vez, excepcionalmente, eles não estavam nada agressivos. Mas depois das 1,001 ocasiões em que vc agiu como psicopata, xingando mulheres (inclusive vítimas de estupro), ameaçando, falando as piores coisas, vc não comenta mais aqui. Ok? Não me interessa se vc esqueceu de tomar seus medicamentos ou algo assim, e aí vc age dessa forma doentia. Pra voltar a comentar aqui, só mudando seu nome... e sua personalidade. Passar bem.

Anônimo disse...

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/17/policia-civil-indicia-tres-pms-acusados-de-estuprar-moradora-da-rocinha-no-rio.htm

Espero que sejam punidos mesmo.

Anônimo disse...

cris, ri muito com sua lista. mas eu acho que vivemos a era do snob. acho que o snob vai estar para nossa época como as ombreiras estão pra década de 80. todo mundo olha pra trás e pergunta como tinha gente que usava (minha mãe tinha sutiã com ombreira). eu sempre falo que quem tirar foto hj com snob vai rasgar ou esconder as fotos no futuro pq a coisa já é feia HOJE. sério, se aquilo deu certo pra alguma mulher, foi pra umas 3 ou 4. curiosamente, o negócio pegou mais do que fogo em palha. não entendo! aquilo apaga a boca de quem já tem lábios finos, não entendo! a mac tem tanta cor de batom, meu deus!

open boots: alguém explica? troço feio! juntar o que refresca com o que aquece? gente!

não sei se vc já viu umas saias mais curtas de tecido por baixo de saias longas transparentes. cara, aquilo é feio demais da conta! não vi dar certo pra ninguém até agora. mas essa moda ainda tá surgindo e eu espero que não pegue.

acho que, além do que vc falou, a moda vai tender a uma sustentabilidade e menos consumismo. tanto é que, depois da crise, as americanas entraram numa vibe de repetir roupas e de não ostentar (se bem que acho que isso tá passando). a gente vê algumas famosas repetindo roupas e sapatos e não são menos chiques por isso.

Nina Levy disse...

Lola,

Totalmente fora do tópico, mas você leu o texto do Xico Sá de hoje:

http://migre.me/97FtH

É o texto mais machista que eu li nos últimos tempos. Entre outras coisas, ele elogia a mulher que finge orgasmo. Dá uma lida.

Eu tuitei para ele, ele me respondeu. A primeira resposta que me deu foi de que eu, entre 10 mil pessoas, era a segunda a ver machismo ali. E que o texto não era machista.

Aí, como eu divulguei no Twitter, muitas amigas minhas também tuitaram para ele. Ele mudou um pouco a resposta, disse que era interessante o debate... E depois ficou quieto.

Eu achei o texto um absurdo. Mulheres servem os homens enquanto eles assistem futebol, vão à feira, ouvem grosserias e ficam felizes, precisam se maquiar para serem bonitas, devem fingir orgasmo... Tudo isso num texto só. E ele ainda diz que poucas pessoas acharam machista!

Anônimo disse...

nina, nunca vi graça nas coisas que esse cara escreve. por acaso, nada do que ele me falou me surpreende. ele meio que reveste coisas antigas e machistas de um pseudomodernismo e aí muita gente acha o cara cool pra caralho. isso aí. pra agradar, a gente tem que fazer um oral e dar uma olhada pra ver se ELE tá gostando, a gente tem que fingir um belo orgasmo pro cara se sentir o tal. e foda-se nosso prazer. nunca gostei dele.

Anônimo disse...

Triste é ler um monte de comentários de mulheres achando o máximo o q esse cara escreveu.
Esse mundo tá perdido. Será q essas mulheres não raciocinam? Será q não entenderam o q está escrito ali?
Fizeram lavagem cerebral nelas?

Anônimo disse...

qto estardalhaço por essa de fingir um orgasmo vez ou outra bah

Lord Anderson disse...

Modas que eu acho que vão motivo de risos no futuro é essa das calças com os fundos quase nos pés, e esses shortes com o fundo do bolso aparecendo.

Juro que não entendo oq isso tem de bonito ou confortavel.

Somnia Carvalho disse...

Delícia de anos 70, embora eu tenha mesmo crescido nos anos 80 sempre quis imitar essa moda e essa musica tão cooooool! rssss

Carol M disse...

Animal prints. Pq é tão hediondo? Pq foi ressuscitado dos anos 80? Essas e outras dúvidas, hj, no globo repórter.

Anônimo disse...

raphael, então por que volta aqui se a dona é tão terrível? credo. é masoquismo? usa seu tempo pra algo que realmente interesse a vc! a vida é curta demais. qdo vc perceber, usou seu tempo pra odiar, falar besteiras... olha só o tempo que vc gasta pra falar com a "gorda" que pode ter um "derrame, infarte ou essas doenças de gordo". vc tá mostrando é uma dedicação incrível que nem eu, que adoro ela, tenho tempo de ter.

anon 04:33 - estardalhaço nenhum. quer fingir? vai ser infeliz fingindo. gosta que finjam? então assume logo que é um homem que manda mal pacas e prefere que finjam a se melhorar. mas o cara fazer listinha em pleno 2012 e ainda achar lindo uma mulher fingindo pra ele é dose. é atestado de ruim de cama que nem melhorar quer.

Michelle disse...

Esses crocs... pra mim sempre serão sandálias da Xuxa... idênticas as que eu usava na minha infância ~90.
E as de antes, só usadas por crianças, pareciam ser muito mais seguras do que as de agora.
Quantidade de vezes que eu vi gente tropeçando e indo de cara no chão por conta desses crocs... Além de eu achar uma das piores coisas. Nuh, feio demás!

Anônimo disse...

michael stipe usando saia com blazer é meu sonho de consumo...

artesanato disse...

Parabéns pela estrutura e conteúdo de seu blog, forte abraço, Renato artesanato em mdf