sexta-feira, 26 de novembro de 2010

VINTE ANOS ATRÁS NUM CINEMA PERTO DE VOCÊ

Momentos de terror

Duvido que alguém se lembre qual foi o maior sucesso do cinema vinte anos atrás. Impossível se lembrar, mas foi Esqueceram de Mim. Eu chequei. Pode acreditar. A segunda maior bilheteria ficou com Ghost – Do Outro Lado da Vida. Até aí tudo bem. Ghost sempre entra na lista das mais queridas histórias românticas, e com a morte do Patrick Swayze, falou-se muito do filme que fez dele um astro definitivo. A terceira maior arrecadação de 1990 coube a Dança com Lobos, que recebeu o Oscar (sete estatuetas, pra ser mais exata). Que um épico revisionista sobre índios americanos tenha feito tanto sucesso é mais uma prova de quanto o público se infantilizou nessas últimas décadas, ou você conseguiria imaginar Dança com Lobos entre os dez mais de 2010? (Tá certo que Avatar, com o qual Dança é constantemente comparado, rendeu os tubos no ano passado, mas é diferente. Avatar é de ação. Dança tá mais pra contemplação. Eu adoro os dois, viu?).
Se eu tivesse que dizer quais desses três campeões de bilheteria de 1990 está mais datado hoje, escolheria Esqueceram de Mim. Claro que a defesa da propriedade privada (o tema do treco) segue fortíssima atualmente, mas não sei. Tem algo muito anos 90 em Esqueceram. Era uma época estranha. Época em que Macaulay Culkin era considerado uma gracinha com toda uma carreira pela frente. O filme envelheceu quase tão mal quanto ele.

25 comentários:

Lord Anderson disse...

Vinte anos atraz.

Eu tinha meus 13 aninhos...só vi Dança com Lobos no VHS tempos depois.

Ja Ghost vi no cinema mas foi uma porcaria pq tava de vela acompanham minha irmã mais velha e o novo namorado dela.


Ja Esqueceram eu gostei mais pq toda aquela violencia estilizada me lembravam os desenhos animados tipo Pica-Pau.


Mas hoje em dia nunca que iam deixar uma criança proporcionar toda aquela crueldade criativa.

aiaiai disse...

Eu so vi dança com lobos e não posso dizer que adorei...gostei.

Giovanni Gouveia disse...

Há 21 anos eu tinha 21 anos (até parece redundância), achei Aways ("Além da Eternidade") melhor que Ghost, "Dança com lobos" bonzinho, "Esqueceram de mim" é bom pra ir, mas o melhor filme do ano foi The Cook, the Thief, His Wife & Her Lover ("O Cozinheiro, o Ladrão, sua Mulher e o Amante"), pra mim um dos melhores filmes Ever

L. Archilla disse...

Não sei se Esqueceram de Mim foi um precursor da comédia infantil pastelão, porque era super pequena quando lançaram e, definitivamente, não é um dos meus estilos preferidos pra que eu pesquise sobre. Mas lembro que, quando foi lançado, era tipo, a maior novidade do século! Tanto é que o 2 fez quase tanto sucesso quanto o 1 (de acordo com minha falha memória). Mas hoje essa fórmula já foi TÃO intensamente explorada (criança esperta torturando/se defendendo de adulto malvado bobão) que não tem mais condição de um filme assim fazer sucesso. Acho que nem é pelo politicamente correto, não, como diz o Anderson...

Oliveira disse...

Eu não entendi.

Qual o problema de defender a propriedade privada?

Você não tem casa? Carro? Roupas?

Isso não pode ser defendido porque você é comunista?

É isso?

disse...

eu tinha quatro anos, mas lembro do macaulay, principalmente da cena clássica em que ele põe as duas mãos no rosto e grita.
ele era fofinho, mas o prefiro em party monster.
eu nunca vi dança com lobos, sabia?! mas, depois de rápida pesquisa no seu bloguinho, planejo fazê-lo no fim de semana!
lola, você ahaza muito!
;D

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Ainda me lembro da primeira vez que passaram Esqueceram de mim e Ghost na tv, deve ter sido há uns dezoito anos.
Dança com lobos eu nunca vi.
Assisti Avatar outro dia e gostei, e olha que não sou muito chegada em filmes muito fantásticos, cheios de efeitos especiais.

Por trás das notícias disse...

Bah, "Esqueceram de mim" é dose pra mamute. Só não acho pior do que "Riquinho", já que estamos falando em Macaulay Culkin. O problema, Oliveira, não é termos ou não termos casa, carro e roupas. E muito menos sermos comunistas. E sim os anseios implícitos que transpassam o filme. Apesar de Esqueceram mostrar uma família rica que, desorganizada emocionalmente, esquece o próprio filho, mostra/impõe também o conforto do american way of life pra nós, mostra/ompõe como os ricos possuem valores morais elevados e são amorosos, ao contrário dos assaltantes. E o pior, na minha modesta opinião, é a sensação de que a platéia fica na torcida para que os assaltantes(que não podemos esquecer que são seres humanos) sejam maltratados com requintes de crueldade, guardadas as proporções, como a platéia de Tropa de Elite fica. Tudo isso em um filme voltado ao público infantil.

Vivien Morgato : disse...

Eu ia comentar, mas vi o Oliveira e me deu uma preguiça ancestral.


Lola, como vc é paciente...

Cris Prates disse...

Eu gosto de esqueceram de mim. Não sabia/lembrava quer era de 1990, mas lembro-me muito bem do filme. Vi umas 4 vezes na TV. Dança com Lobos foi bom, está a venda nas Lojas Americanas por R$12,90 e Ghost eu vi em partes. Todas as recepções de curso de inglês a dentista passavam ininterruptamente esse filmes. Como eu não gosto muito de romance, enjoei da história sem ter assistido apropriadamente.
Bom, sou mais chegada a terror e suspense. 1990 foi o ano de Brinquedo Assassino 2 (ridículo, mas eu tinha 15 anos e a sequência ainda não era comédia de terror). Também teve o Acima de qualquer suspeita com Harrison Ford.
Outro filme para crianças foi o Convençaõ das Bruxas. Não me lembro quase nada,apenas que as bruxas usam sapatos de bico quadrado...
Teve também o De volta para o Futuro III e Dick Tracy (quem?)

Lord Anderson disse...

Po Cris.

lembrou bem.

eu gostava muito da Conveção das Bruxas ,e Dick Trace era tão galhofa que era até bom.

Júlio César disse...

É como já ouvi alguém dizer, Guerra nas Estrelas revolucionou sim o mundo do cinema, para pior, mas revolucionou! Abriu as portas para o cinema de vender bonecos...

Um dos grandes sucessos de 2009 Se Beber, Não Case difere de Esqueceram de Mim? Não muito, né? Tem cara de que também vai envelhecer mal.

Oliveira disse...

POR TRÁS DAS NOTÍCIAS:

Eu quero ver quando um destes bandidos "seres humanos" invadirem sua casa, abusar e/ou humilhar seus filhos, eu quero ver aonde vai essa sua conversa pacifista.

Deixa de ser inocente e entrar na conversinha de gente como essa Lola.

Esse pensamento de gente de coração mole e mente mais mole ainda levou ao caos que o Rio de Janeiro está enfrentando.

Vai lá, no Rio, conversar com o bandido "ser humano" pra ver como eles põem fogo em você.

Acorda povo!

Márcia F. disse...

Há vinte anos atrás eu tinha exatos 28 anos... não me atraía a temática desse filme. Mas, se o que disse uma comentarista aqui é fato, lembro-me muito do filme "O cozinheiro,o ladrão, sua mulher e o amante" (foi há vinte anos? parece que foi ontem...)um retrato da sociedade burguesa, o horror da sociedade burguesa.Nunca vou me esquecer.
Márcia F.

Teresa Silva disse...

E quem diria que o Kevin Costner, tão laureado na época, estaria no ostracismo de hoje.

Por trás das notícias disse...

Oliveira: Eu NÃO QUERO VER "invadirem sua casa", NÃO QUERO VER "abusar e/ou humilhar seus filhos". E se isso for "coração mole", espero que o seu amoleça para não desejar mais algo tão indigno para minha família e para mim, que você nem conhece, apenas possui opinião diferente.

nelsonalvespinto disse...

Acho que eu vivia noutro planeta em 1990. Gostei de Louca Obsessão (só não lembro se assisti exatamente em 1990) do Rob reiner. Teve também o poderoso chefão 3 e bons companheiros. E um dos meus favoritos: Henry e June. O mais comovente: tempo de despertar. E de ação: darkman.

Outras obras marcantes foram: Ata-me do Almodovar e Sonhos do Kurosawa. Alias, este eu demorei bem uma década pra compreender. A cena do passeio pelas obras de Van Gogh é belíssima.

Rosa Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosa Lopes disse...

Já vi tantos filmes maravilhosos depois desses e tantos incomentáveis que nunca lembraria de colocar-los na minha lista.
Ok, o Dança com Lobos até vai, mas por vc ter lembrado mesmo...
Bj

Koppe disse...

Por trás das notícias, concordo contigo, esse tipo de coisa não deveria acontecer. Mas, temos que estar preparados para nos defendermos, isso eu acho justo. Aqui na vila já aconteceram muitos casos de casas invadidas. O que não falta hoje em dia é fumador de crack disposto a matar por 5 reais. Na medida do possível, eu tento me manter preparado. Não tenho arma de fogo (nada contra quem tem), mas se alguém invadir minha casa tem grandes chances de não sair vivo. Não desejo a morte de ninguém, mas a realidade nem sempre se importa muito com o que desejamos.

Nathália. disse...

"Dança com Lobos" é um dos filmes mais lindos que já vi!
Mas concordo contigo, se fosse hoje em dia só passaria nos cinemas "cult bacaninhas" das zonas mais ricas. Aqui no Rio de Janeiro estaria nas redes Estação e Casa de Cultura Laura Alvim, com sorte no Cinema Odeon.

Nathália. disse...

Ah, lola, um filme LINDO que você vai AMAR é "a guerra do fogo"; é um filme bem antigo, em preto e branco, sem falas, que conta a história do ser humano, a tal da evolução.
Não sei se é porque sou feminista louca, mas acho que esse filme traz em si uma carga de feminismo, de valorização da inteligência da mulher. Pode ser só impressão, mas essa impressão é ótima!

KlaussGoytacaz disse...

"Esqueceram de mim" não teria o mesmo estilo humoristico que os desenhos animados "papa-léguas" ou "pica-pau" para as crianças? Porque seria ruim mostrar os bandidos se dando mal de forma pastelão? Um clichê que creio não possa deixar de existir no cinema seria os "vilões" sempre se darem mal no final da história! Não acredito que "esqueceram de mim" ficou datado! Se passarem nos dias atuais na sessão da tarde muita gente assiste e se diverte!

Lêmure disse...

eu babava naquela mansão coberta de neve. a musiquinha carol of the bells ficou pra sempre na cabeça... foi um dos filmes mais marcantes pra toda criança dos anos 90 com certeza

Joao disse...

Esqueceram de Mim é sobre defesa da propriedade privada...

... WTF

que vacilo feio aí...