quarta-feira, 30 de junho de 2010

QUEM?

O deputado federal pelo DEM do RJ, Índio da Costa, é o novo vice do Serra. Será que essa chapa é tão imbatível quanto a do Serra/Álvaro Dias?
Quase ninguém, eu inclusa, já tinha ouvido falar no carinha, que é jovem (39 anos), deputado de primeiro mandato, afilhado político do Cesar Maia. Foi relator do Ficha Limpa. Acusado de licitação fraudada para projeto de merendas. Seria mezzo bonitinho, se eu considerasse gente de direita bonita (e não preciso nem falar que, de índio, o vice só tem o sobrenome. Até parece que há minorias no DEM...).
Qualquer que fosse o escolhido pra vice do Serra, a gente estaria criticando, lógico. Até porque ele viria do DEM, que não conta com muitos políticos de ficha limpa. Mas parece piada que tenham escolhido um sujeito tão desconhecido. Dois anos atrás eu disse que, se o PSDB fosse esperto, escolheria uma mulher pra vice, pra “compensar” o ineditismo de termos uma mulher com chances reais de chegar à presidência (como os conservadores americanos fizeram ao escolher a Sarah Palin, pra tentar se contrapor ao primeiro candidato negro). Mas essa estratégia já foi preenchida por Marina. Mesmo assim, o PSDB pensava em escalar uma política pra vice. Ao invés disso, pegaram um completo anônimo.
Será que querem atrair o voto feminino colocando um carinha jovem e boa-pinta? Não funciona mais assim, gente. O Collor pode até ter conquistado votos de eleitoras que confundem presidente com galã de novela, mas isso foi em 1989. Naquela época a Globo ainda fazia presidentes.
Pouquíssima gente vota em alguém por causa de um vice, ou deixa de votar em alguém por causa de um vice. Vices só têm que ser discretos e não atrapalhar muito. Mas existe aquele negócio de acrescentar alguma coisa. Não entendi direito o que o Índio acrescenta à candidatura Serra.
Mas zuzzo bem, eles vão perder mesmo. Serra terá enormes dificuldades de ultrapassar os 35% de intenção de voto, e de diminuir os 30% de rejeição. E certamente não será um novato que vai mudar esse quadro.

20 comentários:

danee disse...

Também nunca tinha ouvido falar dele não, mas como você mesma disse, quase ninguém vota por causa do vice, muitos nem sabem quem é o vice de quem eles votam.

Lola, fiz um texto no meu blog sobre alguns pontos da mulher hoje na sociedade, não escrevo tão bem quanto você, mas se tiver um tempo dê um lida.
Beijo

Cacá disse...

Bom, comigo é assim, como nenhum candidato me interessa, eu voto sempre no mais bonito...

João disse...

Lola, chega a ser ridículo você dizer que um dos adversários da Dilma não tem muitas opções de candidato com ficha limpa para ser vice. Como é a ficha do Temer, que a Dilma escolheu? Ou você agora vai dizer que a ficha dele é limpa? Seja mais coerente, por favor! Inteligência e coerência devem andar juntas! É o mínimo que se espera de alguém que se aventura a fazer um texto sobre política (ou seja lá o que for)! Ademais, por acaso as fichas dos que estão babando ao redor da Dilma têm alguma limpeza? Tenha a santa paciência!

Drixz disse...

Bom, eu talvez deixe de votar na Dilma por causa do Temer, mas não vou votar no Serra por causa do garotão aí. Outra questão é que pra mim tá na cara que eles estão tentando aumentar o carisma do Serra colocando o fofinho aí do lado dele. Tipo uma repetição do fenômeno Collor.

Augusto Dias disse...

Eles vão perder mesmo, graças a Deus e a NÓS!!!RSRSRS!!
Isso é que importa.
Um abraço!

Antigravidade disse...

Lolinha,

Coisas mais estranhas já aconteceram, o Serra ainda pode ganhar, sim. E, na verdade, ando na dúvida sobre quem eu quero que ganhe, tá feia a coisa.

De qualquer forma, valeu do comentário sobre o FÚRIA DE TITÃS, um tempo atrás. Mas, pô, eu sou sério. Só você me acha engraçado!

Beijos e abraço no Sílvio!

Mau

Caso me esqueçam disse...

nossa, lola, voce tah tao confiante assim? sei nao, viu. eu nao vejo ninguem gritar pelo nome do serra pra presidente, mas em compensacao, soh escuto criticas à dilma (vai de "feia" à "incompetente"). isso dah medinho. :{

Giovanni Gouveia disse...

Assim a principal candidatura de oposição confirma que fazer oposição a Lula é um verdadeiro programa de Índio...

Mas a trilha sonora do demotucanato é essa:

A gente não sabemos
Escolher presidente
A gente não sabemos
Tomar conta da gente
A gente não sabemos
Nem escovar os dente
Tem gringo pensando
Que nóis é indigente...

Inútil!
A gente somos inútil!
Inútil!
A gente somos inútil!

A gente faz carro
E não sabe guiar
A gente faz trilho
E não tem trem prá botar
A gente faz filho
E não consegue criar
A gente pede grana
E não consegue pagar...

Inútil!
A gente somos inútil!
Inútil!
A gente somos inútil!

Inútil!
A gente somos inútil!
Inútil!
A gente somos inútil!
Inútil!
A gente somos inútil!
Inútil!
A gente somos inútil!

A gente faz música
E não consegue gravar
A gente escreve livro
E não consegue publicar
A gente escreve peça
E não consegue encenar
A gente joga bola
E não consegue ganhar...

Inútil!
A gente somos inútil!
Inútil!
A gente somos inútil!
Inútil!
Inútil!
Inútil!
Inú! Inú! Inú...

Lord Anderson disse...

Ok, sei que ninguem vota num candidato por causa do seu vice, mas ainda defendo que devemos sim prestar atenção.

Por duas vezes nosso pais foi governado por vices, então, vamos ficar atentos nem que seja por precaução.

lola aronovich disse...

Gente, estou otimista com a vitória da Dilma sim! É uma questão matemática: a maior parte das pessoas que apoia o governo Lula vai votar na Dilma, que representa a continuidade de um projeto aprovado pela população. Serra fica com os 30%, 35% históricos dos que votam na direita. E ele não projeto, não se define: é oposição? Então por que ele fala tão bem do Lula e jura continuar com tudo, inclusive o Bolsa Família, que o PSDB/DEM passou os últimos 6 anos criticando? E o povo não é bobo. Sabe associar Serra a FHC, que não é exatamente um nome querido...
E Dilma terá um terço a mais de tempo de TV que Serra. Pela primeira vez em qualquer campanha eleitoral, o PT será o partido com mais tempo. E as pesquisas apontam que ela está na frente. E no segundo turno, quando a Marina sair, boa parte dos seus eleitores irá pra Dilma (apesar de eu crer que a Marina em si apoiará Serra). A maré tá boa pro PT...


Gio, e isso do PSDB proibir outra música do Ultraje, "Eu gosto de mulher", é verdade? Não, né?

Giovanni Gouveia disse...

BArriga, Lola, foi uma piada que fizeram, aliás uma ótima piada:

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticia.asp?cod_publicacao=33480&cod_canal=1

Arashi disse...

Bem, eu já tinha ouvido falar do Índio da costa, mas isso é porque eu sou do Rio. Duvido que alguém de fora conhecesse a figura. Acho que a questão é mais não colocar um candidato a vice que cause problemas, como o Álvaro Dias iria causar com o DEM.

E eu tinha ouvido falar do negócio de colocar uma mulher também: chegaram a cogitar a Patrícia Amorim, pra pegar o voto dos flamenguistas, mas acho que perceberam que os flamenguistas não iriam compensar a falta de voto tricolor, botafoguense e vascaíno, rsrs. Também chegaram a cogitar a Valéria Pires Franco (DEM-PA), a Marisa Serrano (PSDB-MS), e a Mara Gabrilli (PSDB-SP). Esta última seria uma escrotice: só pela polêmica do Twitter semana passada, ela com certeza ia prejudicar o Serra mais do que ajudar...

Clara Gurgel disse...

Conheço o "Índio",o que não anda pelado,desde o tempo em que ele era amigo de outro "playboyzinho da Barra":"Eduardo Paes"

Outra coisa:Cacá,você não tá falando sério,tá?!Hum...você tá muito "fanfarrona" rsrs

lola aronovich disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lola aronovich disse...

Arashi, qual foi a polêmica do Twitter envolvendo a tal Mara Gabrilli na semana passada? Conta pra gente que não tem Twitter, vai... (aliás, nunca ouvi falar dessa Mara. Sei que a flamenguista e a Valéria Pires estavam cotadas pra vice, e que os leitores do tio Rei insistiam na Katia Abreu. Aliás, por eles ela seria candidata a presidente mesmo...).


Pois é, Clara, hoje li que tanto o Índio quanto o Eduardo Paes eram aprendizes do Cesar Maia. Sempre achei que o Rio tava bem servido de políticos. (estou sendo irônica. Agradeço aos céus todos os dias por não ter que votar no Rio).

John disse...

aaahhhh, eu acho o índio legal. = )

Patrick disse...

Do Brizola Neto:

Serra recomenda “discrição com amantes”

Li na Folha que ao contar conversa com Índio da Costa que teve por telefone – provavelmente para se apresentarem -, Serra ouviu do seu inacreditável candidato à vice que ele tinha uma namorada mas não tinha amantes.

O detalhe desnecessário poderia ter morrido na conversa entre os dois, mas Serra fez questão de contá-lo e ainda revelou a sugestão que deu ao jovem Índio, provavelmente do alto de sua experiência: “Eu até disse, também não precisa exagerar. O que tem que ser é uma coisa discreta.”
E ainda reforçou: “Não estou aqui pregando pular cerca no casamento, mas também não precisa exagerar.”

Nenhuma palavra sobre uma troca de impressões políticas, mas a revelação de um pensamento conservador em relação às mulheres. Serra parece ainda ver a mulher no século 19, restrita às tarefas do lar e se fazendo de cega ao machismo do marido. Parece não compreender que a mulher já se libertou há muito tempo, trabalha em igualdade de condições com o homem e assume uma relação de igualdade com seus parceiros.

Gabriel Nuoli disse...

até entendo a estranheza com um candidato a vice desconheido, mas agora por ser jovem ou bonito, poupe-nos né?

Arashi disse...

Caramba, escrevi um comentário longuíssimo e o navegador travou... enfim. A Mara Gabrilli, vereadora do PSDB-SP, fez a singela pergunta no seu Twitter: 'você confiaria os seus filhos para Dilma de babá?'

Tudo a ver ser babá com ser presidente, claro. Se isso fosse critério, bem, minha mãe é agente de creche e cuida de 20 bebês por dia. Vou votar nela.

Só falta dizer que pra ser presidente tem que ser menina prendada, que lava, passa, cozinha e borda.

Enfim, a Gabrilli falou isso e ficou p da vida quando começaram a chamá-la de machista e preconceituosa. Deu uma de joão sem braço, disse que foi só uma pergunta inocente, e que ninguém perguntou qual seria a resposta dela. Vários tuiteiros perguntaram, mas ela, claro, não respondeu.

O pior? A Mara Gabrilli é tetraplégica, foi eleita defensora dos deficientes físicos. Agora, como é que uma pessoa que deve passar todo tipo de aporrinhação por conta de preconceito fala um M dessas?

Nitoso disse...

Genro do Salvatore Cacciola.