quinta-feira, 8 de abril de 2010

MULHERES DEVEM APIMENTAR A RELAÇÃO, A MISSÃO

Pode me chamar de anti-social (prefiro ser chamada de anti-ritual), mas tenho o maior orgulho de nunca ter participado de um chá de bebê, chá de panela, e muito menos chá de lingerie. Fico mais feliz ainda após ler alguns comentários deixados no guest post da Mari, sobre como o prazer feminino sempre fica em segundo plano.
Por exemplo, o Bruno disse: “Uma amiga foi num chá de lingerie. No evento tinha uma moça que foi contratada para falar sobre sexo com as presentes. Porém a 'aula' se restringiu a dicas de como a mulher dar prazer ao parceiro. Nenhuma fala sobre como ela obter prazer da relação. Achamos um tanto quanto patético. Um evento metido a liberal e moderno com a mensagem de que a função da mulher é servir ao homem”.
Pois é. Só não sei o que tem de liberal e moderno nesses antigos rituais de passagem...
A Bela complementou: “Chá de lingerie é triste mesmo. Enquanto a mulherada está experimentando lingerie sexy para o maridinho, ele está no puteiro divertindo com os amigos =) Fui num que a moça estava dando 'conselhos' e disse que, para fazer sexo anal, a gente tinha que fazer lavagem intestinal antes. LAVAGEM INTESTINAL! Na hora eu levantei da mesa e falei, olha, sinto muito, mas se quer comer meu c* tem que saber o que tem lá dentro. =)
Ô Bela, veja pelo lado bom: deve ser ultra-sexy pra uma mulher se submeter a uma intervenção médica como lavagem intestinal antes de fazer sexo! (Isso vem na mesma linha do pessoal que acha que fazer exame papanicolau é uma fantasia feminina, que a gente gosta!).
A Iseedeadpeople foi ao xis da questão: “Já viram q é SEMPRE a mulher q toma a iniciativa de 'apimentar' o sexo pra salvar o casamento? Acho uma cretinice ver esta mulherada fazendo curso de massagem tailandesa, pompoarismo, striptease, comprando apetrechos eróticos, se fantasiando de coelhinha, enfermeira e um monte de coisas ridículas,se submetendo a swings e menagés apenas p SEGURAR o macho! Nada contra fantasias sexuais, mas qdo elas são a única esperança de salvar uma relação, é pq a relação já não presta mais e o significado do sexo já foi totalmente desvirtuado. Algum macho por acaso faz todas estas palhaçadas pra 'segurar' a mulher? Claro que não.
Concordo plenamente. E o que é esquisito é que o mesmo “senso comum” da sociedade que prega que é a mulher que deve apimentar o casamento, via lingerie e tal, é também o que inventa que homem é muito mais sexual que mulher, que homem adora sexo, enquanto mulher só atura. Isso não é verdade, lógico, mas, se fosse, não caberia ao homem manter a mulher interessada? Pessoalmente, eu acho muito sexy ver o maridão desfilar de cueca. Mas ai de nós se tentarmos transformar nossos machos em objetos sexuais, né?

55 comentários:

Rebecca Agra disse...

Hahahahaha! Nossa!
Isso é cultural. Eu fui pra uma despedida de solteira de uma amiga e na hora do "show" ela tinha contratado um TRAVESTI, isso mesmo, um travesti para fazer um show!!! Como assim?! Nada contra os travestis, mas era uma despedida de solteira! Enquanto o noivo dela estava curtindo com os amigos. Agente assistia um homem vestido de mulher cantando I will survive! Cadê os strippers? Os Gogoboys? Até os garçons eram mulheres. E a lembrancinha eram colheres de pau... Putz!

Andrea disse...

Lola, na minha opinião sexo tem que ser um jogo em que os dois participam. Seja construindo uma fantasia, seja vestindo-se diferente, inventando coisas novas. Tem que partir do CASAL e não só da mulher a criatividade, jogo de sedução, etc. Sobre a lavagem intestinal, já disse e repito: nenhum namorado merece algo assim!!! Qual é o cara (além dos go-go-boys contratados para animar festas de solteiras) que se veste de empregadinho sexual? Mulher pode né!!! Aff!!!

Abração, Andrea
http://segredosdaborboletadomar.blogspot.com/

Anônimo disse...

Lola, sua homofóbica! Eu sou gay e sou passivo e faço lavagem intestional toda vez que transo com meu namorado e adoro!! Me sinto super limpo e nãofica aquele odor de cocô no ar durante a transa. E tambem uso bastante lubrificante e camisinha sabor menta, chocolate e uva. Sempre fazendo revezamento entre os sabores. Acho que todas as mulehres do seu blog deveriam experimentar sexo anal para parar de falar coisa da qual não sabem! Ah, transo quaso todos os dias e não fico relaxado, viu?

Paola disse...

Lola,
Tenho a sensação que estamos vivendo um momento de regressão social, acho muito esquisita essa mania de "pornografizar"a relação sexual, parece que as mulheres que já conquistaram o mundo sentem-se em dívida com os parceiros e resolveram realizar todas as fantasias sexuais deles, afinal todo machão que se preza diz que "mulher tem que ser uma lady na rua e uma puta mna cama", assim as tontas das mulheres se fazem de objeto sexual, se oferecem numa bandeja, esquecem que prazer tem que ser recíproco, que raio de relação onde só um tem prazer? Sh! V˜åo dizer que elas não falam sobre suas fantasias, e é para falar? Será que eles não se preocupam de "ler" o corpo, os gestos delas enquanto obtêm o máximo prazer no minimo tempo possível?
A diferença é que para muitos homens o objetivo final é a ejaculação, esquecem que o tempo delas é outro, eles gozam e elas ficam com cara de paisagem, são credoras de seus parceiros...
Hum....peguei pesado?
Beijos
PAola

Samantha disse...

Eu fazia aulas de Dança do Ventre, porque sempre admirei a cultura do oriente médio. Achava os movimentos bonitos. São sensuais, obviamente. É aí que começaram as dicussões na sala... era menina fazendo pra deixar a relação apimentada, era professora chamando 'especialista em sensualidade' para nos dar palestras, era preocupação excessiva com o corpo. Ah, cansei. Acabei me mudando de cidade e saí das aulas. Pretendo voltar, mas vou ligar um filtro enorme no meu cerebro, pq acho essas 'coisinhas' um saco.


Vejo sexo como algo natural. O "apimentamento" é natural, é fluido quando a relação está boa.E relação boa pra mim é diálogo, companheirismo, muito afeto, muito respeito. A gente compra revistas femininas e tem lá: 543456413543 dicas para enlouquecer o homem na cama. Ah, ja cansei disso, dessa cultura de subserviência. Alguma revista masculina por acaso "ensina" o homem a tratar a mulher com respeito, carinho, ensina a OUVIR? Eu duvido.

Anônimo disse...

Concordo! Mas no último chá de lingerie que fui as meninas queriam era fazer vaquinha pra contratar uns go-go-boys pra dançar pra mulherada, rsrsrsrs...

E aproveitando o gancho, embora alguns pensem que os 'caras legais' não são bons amantes nem provocam interesse nas mulheres, as que os 'conhecem' (no sentido bíblico, como você diz, Lola) sabem muito bem que eles fazem de tudo para agradar a parceira e ficam satisfeitos ao ver que estão proporcionando prazer, o que faz com que naturalmente a parceira deseje fazer o mesmo.

É muito melhor quando se tem um parceiro que realmente está 'transando com você' e não 'traçando você'... ;o)

Andrea disse...

Putz Rebecca, escrevemos o comentário juntas! Bem capaz que os caras tavam curtindo despedida de solteiro com "modelos belíssimas" enquanto vocês curtiam o showzinho... ehehhee E a colher de pau, se você não for muito amiga da noiva, você devolve delicadamente pra ela e manda ela colocar no... (brincadeira! rs!)

Aff... essas tradições encaixotadas me irritam!!!

luci disse...

bom, apesar de eu ter tido um cha de lingerie antes de casar, nao vou defender o ritual, porque geralmente eh isso: mulher ganhando coisas que vao ter muito mais aproveitamento pro macho que pra ela mesma. mas eu usei o "geralmente" porque alem de calcinhas, eu ganhei umas bolinhas que na hora do sexo explodia e dava uma sensacao maravilhosa pra mulher - sensacao essa que eu nao senti, em contrapartida, minha buceta ficou cheirando a macã uns três dias. mas isso nao vem ao caso.

o que vem ao caso, alem de tudo o que voce ja disse, eh que desde de pequenininhas somos habituadas a isso, a satisfazer o homem. minha irma assina aquela revista horrorosa, a capricho. passei a vista em umas duas pra ver se ainda era mesma besteira de quando eu tinha 15 anos e... é.

"dicas de como conquistar o gato" tem aos montes. vale trocar de escola pra ficar perto dele. eh um absurdo que a revista promova uma merda dessa, que forme desde cedo meninas desesperadas, que farao de tudo por um beijo de sei la que gato. credo.

tinha uma entrevista la com o "gato" do momento. perguntara se ele gosta de mulher que toma a iniciativa e o que ele respondeu? claro... que nao. porque voce sabe, neh, lola, mulher que toma iniciativa eh PUTA!

Descomedida disse...

Eu sinceramente já fiz o marido de objeto sexual faz tempo. =P

Concordo e muito com a Iseedeadpeople! Nunca vemos qualquer coisa que seja voltada para os homens que se preocupe em "regastar o fogo da relação" ou nos dar mais prazer.

luci disse...

toma, lola, virasse homofobica!

anônimo, nao eh que voce nao possa fazer lavagem pra dar o cu. ou que nao possa dar o cu. acho que nao foi isso que a lola quis dizer. ela tah discutindo sobre como eh injusto que as mulheres se doem tanto pelos homens quando eles nao fazem isso por elas. eh injusto que temos que recorrer a todo tipo de fantasia, emagrecer, tirar pelos, fazer lavagem intestinal, trepar sem vontade etc, quando o homem GERALMENTE nao faz o mesmo esforço. eh disso que se trata esse post. ninguem tah sendo homofobico ou contra sexo anal, pelo amor de deus!

Paola disse...

Tenho uma filha de 12 anos, ela está toda cheia de vontade de ter namorado, outro dia cabulou aula para beijar o menino na boca, foram advertidos, na escola não pode beijar na boca.
Sem querer traumatizar a menina, disse para ela que meninos de 12 anos gostam mesmo de futebol, dito e feito, no outro dia ele preferiu jogar futebol...
Enquanto as mulheres continuarem a achar que podem manipular os homens através do sexo, continuaremos a fazer todas as vontades deles, sem garantia de nos satisfazer!
Ah, lavagemnm intestinal? Isso sim que é manipulação!

=draupadi= disse...

sei q vc não generalizou, mas queria, de qqr forma, dizer que eu só conheci o orgasmo depois de começar a praticar o pompoarismo. A técnica é incrível, melhorou muito minha sensibilidade na região intravaginal. Sem contar que a consciência dessa musculatura faz também muita diferença para uma maior estabilização da região pélvica, alinhamento da coluna, etc.
Sei que o sentido q foi colocado aqui é 'mulheres q fazem A B ou C para apimentar a relação', etc... Mas é isso, só queria contribuir pra dizer que o problema não são as coisas ou as técnicas (da lingerie ao pompoarismo), mas o uso que se faz de tudo isso.
kisses!

Pri disse...

Mulheres devem apimentar a relação, educar os filhos, ser executiva bem sucedida, ser magra-linda-perfeita, inteligente, companheira, boa filha pros seus pais e boa nora pros pais do marido, amiga disponível, deve ter tempo pra academia, pro cabelereiro, deve fazer um curso para estar constantemente se aprimorando na vida profissional, vai às reuniõs da escola dos filhos, recicla o lixo pessoalmente, abastece a casa no mercado e no hortifruti, cuida da roupa, da louça, é uma "cozinheira de mão cheia" e lembra o marido sobre as datas de aniversário da família DELE. No meio disso, ela tem que fazer suas necessidades fisiológicas, tomar banho, se alimentar e dormir. Ai dela se não retocar a raiz dos cabelos!

Não é legal? Olha só que coisa feliz ter 24h num dia e ter que dar conta da pequena listinha da "mulher perfeita"!

Na boa? Culpa da mulherada que ao invés de dar um basta, faz a manutenção dessa baboseira toda.

Frequentam as aulas de pompoarismo, gastam rios de $ com a indústria cosmética que promete absurdos e milagres em forma de potinhos de creme, usam a lingerie pro outro e não pra ela mesma, compram essas revistas femininas que são machistas pra caramba e se submetem por medo de acabarem sozinhas.

Falta de seleção dá nisso: homens mal acostumados que sabem que sempre vai ter uma desesperada que se anula pra ter homem.

E quem educa esses homens? Pois é...

Até quando as mulheres vão ficar enredadas nessa malha machista? Ou, talvez, de um feminismo distorcido?

Adoro seus textos, Lola!

Laura disse...

Lola, se eu soubesse que vc tinha essa birra toda de chá de lingerie, teria te convidado pro meu...ahaah Na verdade, nem daria pq foi uma festinha surpresa que umas amigas organizaram. E foi uma das coisas mais divertidas ever.

Acho que tudo depende de como vc encara o evento, as lingeries, as brincadeiras. Se vc for essa mulher que acha que deve apenas agradar o parceiro e suas amigas idem, não vai ser divertido mesmo. Vai parecer evento da Nova. Mas, se tiver outra visão do sexo, intimidade pra conversar sobre, e umas cervejas por perto, tudo fica ótimo e muito engraçado.

Então, não acho que é o evento que traz o significado em si. Chá de lingerie por chá de lingerie não significa nada. O que vale são as pessoas que vão participar dele, ressignificá-lo e tal.

Laura disse...

Ah, só queria registrar que entendi seu ponto. Que o meu foi uma exceção e não uma regra ;*

Carãozn disse...

Nossa Lola, realmente esses rituais estão tão "naturalizados" que esquecemos de observa-los criticamente e ver qual é a sua função...infelizmente a condição de grande parte das mulheres se restringe à esses simbolos, ser mulher em nossa sociedade é casar oficialmente, constituir uma prole e etc...Estou há 5 anos com meu namorado, moramos juntos faz 4 anos e sempre tenho que ficar respondendo aquelas perguntas "E o casório? Quando terão filhos?
Para essas pessoas não estou cumprindo meu papel social de mulher, logo, tenho que ser pressionada constantemente!
É triste e cansativo conviver nessa sociedade machista!

olhodopombo disse...

isso tudo so demonstra que as mulheres que se submetem a essas cretinices , são apenas meras cretinas.
elas que sustentam todo esse discurso de que existem para servir ao homem. tudo inventado pela mente perversa feminina!
essa coisa de segurar homem ja é uma demonstração da inferioridade que as mulheres criaram para elas mesmas....

aiaiai disse...

Só pra acrescentar na lista de absurdos:
outro dia apareceu na aula de ioga uma menina que queria começar a praticar porque o namorado dela achava sexy quem fazia ioga.
i rest my case!

Omar Talih disse...

Esta discussão me faz lembrar da "escravidão" que durou no mundo mais de 300 anos e no Brasil quase 400. É claro que os negros e índios escravizados não concordavam com a escravidão, mas foram necessários séculos para se libertar e ainda não existe liberdade de fato. Se olharmos a história, veremos que os movimentos de emancipação das mulheres começou a pouco, uns 50 ou 60 anos e há uma enorme massa contraria; Igrejas, Tradições Familiares, Propriedade (Lembra-se da TFP?) e mulher ainda é uma propriedade que é negociada em muitos países. Se olharmos nossa cultura, veremos que as "currutelas e prostíbulos, casas da luz vermelha e casas de massagens", ainda proliferam por aí. Sai as ruas à noite e encontrará todo tipo de prostituição. Esse assunto em pauta, já o discutia em 1980 e sinceramente era mal visto tanto por homens e mulheres que achavam que eu estava errado quando dizia que sexo é como um jantar a dois. Se não houver prazer e satisfação de ambos, não houve nada além de comilança desmedida e sem sabor. Para mim, fazer sexo sem que ambos estejam de comum acordo e gozem e sintam prazer, é estupro puro e simples. Não é comigo. Quanto ao se enfeitar e fazer coisas para para apimentar a relação, é uma coisa que deve ser decidida entre ambos e dar prazer a ambos também.
Como seria bom se as pessoas observassem o ritual de acasalamento dos pássaros. Quem se enfeita e dança são os machos e tem que ser muito bom, senão a parceira procura outro.

L. Archilla disse...

"mente perversa feminina!"

ahahhahaha

eu adoro a cerebrodepombo!

Ághata disse...

"mente perversa feminina!"

ahahhahaha

eu adoro a cerebrodepombo![2]


Huahuahuahuahuahuahuahuah, e olhe que, segundo a peça, somos nós que criamos a nossa própria submissão, é claro.

Roberta disse...

Rebbeca Agra,nossa que situação hein.
KKKKKKKKK
Sinceramente isso foi muito comico,imagina,e ainda no final o brinde uma colher de pau.KKKKKKKKKKKKKKK,to morrendo de rir aqui,isso foi muito engraçado,nem só pelo travesti,mas pelo brinde tbm,poxa,colheres de pau,eu ia começar a rir!

........
Lola,é verdade,os machistas tentam controlar até isso nas mulheres,o que elas "devem"fazer e como "devem"agir na hora do sexo.Isso é mais uma prova de como os homens machistas são inseguros e infantis,querendo sempre ser o centro das atenções em tudo.Mas o que me entristece mesmo são mulheres que seguem e essa "norma"sem questionar,não é culpa de nós mulheres,claro,isso é algo imposto por machistas,mas nada mais triste do que ver uma mulher reproduzindo ideias machistas,sabotam até mesmo seu proprio prazer em nome desses ideias podres!

Alias,Lola,qual é sua opinião sobre mulheres machistas?Esse assunto sempre me deu um nó na cabeça.Eu simplesmente não entendo tal comportamento.

Luiz Gustavo disse...

Copiado de http://www.o-bule.blogspot.com/

Por Claudio Parreira

A MULHER PERFEITA


— UM PAR DE COXAS BEM ROBUSTAS — pede o freguês ao açougueiro.

— Pois não, senhor. Algo mais?

— As pernas, como estão as pernas?

— Frescas e depiladas. Foram abatidas ainda esta manhã.

— Bom, quero duas também. E pés, o senhor tem pés?

— Os meus são 44!

— Não me referi aos seus, imbecil. Quero pés delicados, piquininhos, número 32.

— Ah, claro, mas 32 não tem.

— Quiéqui tem?

— 30, 36, 37, 42.

— 42?

— É.

— Como vieram parar aqui?

— Não sei, senhor. A ética não me permite questionar a procedência dos meus produtos. Só posso lhe garantir que são de primeira. Vai 42?

— Me dá o 30 mesmo. Estão mais de acordo com os meus propósitos.

— Aqui está: um par de 30. Nádegas?

— Tem aquelas parecidas com um pêssego?

— Tem sim. Com pelinhos macios e tudo.

— Então eu quero, mas quero a peça completa.

— Nádegas e vagina?

— Bunda e buça!

— Aí já é mais caro.

— Tem?

— Tem.

— Então me dá, porra! Não estou discutindo preço.

— O senhor quer a vagina apertadinha ou largona?

— Tem virgem?

— Tá em falta. Mas tenho umas apertadinhas que são quase.

— Uma dessas serve.

— Barriguinha? Tenho umas, ó, daqui...

— Quero uma sem marcas, umbiguinho redondinho piquininho.

— Tenho uma que nasceu pro senhor. Que tal?

— Ótima, ótima, levo essa. E peitos? O que é que tem aí?

— Tem de tudo: grandes, pequenos, médios, duros, moles, com leite, siliconados... Só não trabalho com os despencados, porque eles encalham e espantam a freguesia. O senhor pode escolher.

— Ah... bão, quero médios, duros — e com leite!

— Com leite, senhor? Não acha que já passou da idade?

— Isso não é da sua conta!

— Perdão, perdão. Não queria ofendê-lo. Como diz o ditado: o freguês tem sempre et cetera, não é mesmo? Vai querer braços?

— Não quero ninguém me segurando. Sou um homem livre.

— Então só falta a cabeça, não é?

— Deus me livre! Quer estragar a minha mulher perfeita com uma cabeça pensante e falante?

— Tenho aqui uma cabeça muda e bem burrinha. Que tal?

— Ela é cega também?

— Tem uns belos olhos verdes, mas a gente pode dar um jeito.

— A boca, pelo menos, é bonita?

— Ouvi dizer que a língua dela era uma sensação.

— Eu quero!

— Aqui está. Mais alguma coisa?

— Não. É o suficiente para a semana. Quanto é?

— 500 paus.

— 500?

— Material de primeira, senhor. Nada igual no mercado.

— Entrega em casa?

— Como o senhor preferir. Já quer ela montada?

— Prontinha pra comer.

— Assim será.

— Gostei daqui. Vou virar freguês.

— Será um prazer, senhor.

— O prazer será todo meu...

Mari Biddle disse...

Lolissima, eu fui convidada para uma despedida de solteira em que a organizadora do evento pedia candidamente que trouxessemos nossa receita favorita para presentear a noiva!!!

Escrevi sobre isso aqui:

http://corpoindisciplinado.blogspot.com/2010/03/guess-who.html

Tipos, sai do BR onde reina os chas de lingeries para cair no Midwest americano onde reina...nem sei o nome para dar a isso!

Mariana disse...

Olha Lola, acho que cha de bebê, cha de panela e cha de lingerie são coisas bem diferentes! O de lingerie acho bem estranho...
Mas o de bebê, de panela e de fraldas acho muito legal! São oportunidades para reunir os amigos (sim esses chas também pode ser unissex) e dar/ganhar presentes que serão uteis na vida dos festejados! O de bebê mesmo, é imbativel: ter filho é muito caro! Cada roupinha, brinquedinho, fraldinha custa um olho da sua cara! Fora que ter um filho deveria ser uma ocasião especial e é legal quando a gente pode festejar esse evento rodeado dos amigos queridos! Breguices à parte, nunca me decepcionei nos chas que eu fui...

Samantha disse...

Despedida de solteira é legal, estou gostando de ler as ideias daqui...rs. Pretendo seguir a ideia de cada amiga fazer a receita favorita. Acho bacana ser um momento de uniao e alegria entre as amigas. Tipo uma festinha bacana mesmo, mas nem precisa ser despedida de solteira, acho da pra fazer isso em qq momento...rs

Mas cha de lingerie não, obrigada. Minhas calcinhas compro eu. rs

Anônimo disse...

pôxa anônimo vc transa praticamente todos os dias ou seja faz lavagem quase todos os dias??!!! olha vai acabar tendo um câncer de colon!!! sem falar que deve estar super - mega foló kkkkk

Anônimo disse...

so mais uma coisinha anônimo, vc acha que as mulheres devem da o cú todos dias, pq não sabe como é bom ter priquito pra dar... nnnooosssaaaa é mil vezes mais gostoso!!

Camarada Vermelho disse...

to esperando a sua critica do filme Chico Xavier.

Andressa disse...

Amei! Quero botãozinho para publicar essas coisas no facebook, orkut, twitter, tuuudo!
Amei o posto..
Esta muito da certa e eu me orgulho tb de nao ter ido em todos os rituais Globo!

Maria Valéria disse...

Putz, esse negocio de esquentar o romance deveria partir dos 2 lados, sabe???
e que fique bem claro, qdo ambos têm vontade, pq qdo um lado não tem, o outro pode desfilar vestido do que quiser que não desperta mais nada... kkk
beijos!

Carol Morais disse...

Deve ser algo mútuo. Tem mulher que gosta de ser submissa, tem mulher que gosta de dominar. Não gosto da ideia da mulher fazer as coisas só para agradar o homem. É aí que entra o amor. Quem ama de verdade, não se importa se a mulher não está depilada, ou não está usando uma lingerie sexy. Quem ama de verdade, sente o prazer de ter a pessoa ali, pertinho. E não é demagogia. Quem não sente é porque ainda não amou de verdade.
Ninguém é dono de ninguém. E ninguém deve ser escravo de ninguém.
Uma vez uma colega me disse que na hora do sexo, todos temos de ser egoístas, principalmente a mulher.

Marcus disse...

Essa reclamação contra lavagem intestinal (enema) é absurda.

Enema é a coisa mais natural do mundo, é higiênico, torna mais prazeroso o sexo anal.

Essa eu não entendi MESMO.

Mari Biddle disse...

Arrumando as ideias - enquanto eu fui convidada a trocar receitinhas na despedida de solteira da noiva, o noivo e amigos se divertiam horrores nas Atlantic City da vida. Big diferenca, neh?


Eu reitero o pedido acima do botaozinho de Facebook, Twiter etc para a gente poder enviar para amigos e postar seus textos em nossas paginas na net...O Blogger tem uma ferramenta - Share - acho que eh facinho de instalar, Lolissima...bjks.

Bela disse...

marcus, falando serio, voce acha normal e tranquilo que em vez de eu simplesmente ser feliz e dar tenha que planejar com horas de antecedencia e passar por todo um procedimento complicado (e lambancento, imagino! =) pra poder dar? nao sei se vc ja fez isso, e se na verdade a coisa eh super rapida e pratica, mas pra mim nao parece nada natural! =)

Augusto Dias disse...

Uau!!!
Super interessante, super divertido também.
Ótimo!!!
Tudo de bom!!!

Somnia Carvalho disse...

eu DEEETESTO, sempre detestei cha de lingerie, cha de bebe o dia do cha a quatro...

fui no interior, quando a gente meio que era obrigada pra mostrar amizade pra fulana e pensava com meus botoes: que e esse show de estupidez???

e a mulherada pintando a idiota com palavras como penis, pau, sei la o que... o nome do marido...

pra mim cha de panela e cha de bebe sao coisas totalmente contraditorias... no primeiro voce precisa mostrar interesse pelo sexo, que e fogosa, que sabe o que fazer para apimentar a relacao, como disse voce...

no segundo, ai tem que fazer cara de santa... de que sera a mae perfeita... com aquelas roupinhas cor de rosa e azul... vai te catar!

eu sempre penso Lolissima num post que voce contou com que idade voce virou feminista... haha... com uns 7 acho... e ai eu me dei conta que eu tambem era meio feminista com uns 11...

tem que dar desconto que eu vivia no interior do interior de sao paulo..,

mas lembro que na aula da 7a. serie (nao sei que idade a gente tem to com pressa pra fazer conta agora) a professora de OSPB separou meninas e meninos para uma aula de ORIENTACAO SEXUAL... uau! e quando vi os muleques saindo perguntei pra que sala eles iam... e ela respondeu que eles ficariam jogando bola no pateo...

hannn? perguntei... mas se a aula e de orientacao sexual por que e que so a gente tem que ouvir a baboseira? eles nao vao fazer sexo com as mulheres no futuro?

meu... foi um aue... as amiguinhas idiotas me olhando como se eu fosse o ET do interior... a professora me chamou atencao como se eu fosse quase traveca, nao feminina...

e ainda tive que aguentar a baboseira sobre "nunca faca sexo anal" porque o cu vai abrindo e depois nao segura mais as fezes...

entao... pra mim cha de bebe e cha de panela vai na mesma linha... e tao tao antiquado quanto aquela aula dos idos anos 80.

Anônimo disse...

Lola, sou gay e achei horrível o seu caps lock em "LAVAGEM INTESTINAL, IMAGINEM!". Isso, na linguagem gay tem um apelido, chama XUCA. E é hiper comum.

Que pudica você, hein? SEXO ANAL É BOM SIM. Digo com todas as letras. Pois bem, agora está informada!

=*** Beijos, adoro o seu blog.

Anônimo disse...

nossa, acabei de ler os comentários. absurdo o comentário de algumas mulheres "como é bom ter piriquito pra dar" e "nao me parece nada natural", inclusive da sua guest poster, a Bela.

Absurdo, Lolinha. Fiquei ofendido. =/ Não acreditei que li isso aqui.

Marcus disse...

Bela, você está claramente falando de algo que não conhece.

Enema é a coisa mais simples e natural do mundo. "Lambacento" é fazer sexo anal sem higiene íntima. Isso sim, ocasiona desastres, dos quais nem vale a pena falar.

Tenho certeza absoluta de que quem reclama dessa higiene íntima básica nunca fez sexo anal pra valer.

L. M. de Souza disse...

só pra corrigir, é só dar uma olhada em revistas masculinas pra ver que há sempre reportagens com dicas de como agradar a parceira. claro, há também aquelas de como ser um comedor, um conquistador, etc. mas as revistas masculinas inteligentes sempre trazem dicas de programas a dois, de como o homem pode trazer mais prazer a mulher, não apenas no ato, mas com atitudes carinhosas, presentes (claro!), comidas, etc. mulher que está com um homem que não lhe dá prazer e não a trata bem é por burrice mesmo, não há feminismo que resolva isso.

Bela disse...

só pra constar - o que eu não acho natural é ter que lavar meu intestino por dentro. dar o c*, ou a periquita, ou o que quer que a pessoa queira dar, é dela e quem sabe se quer dar ou não é ela =)

minha reclamação foi por ser *cobrada* pela limpeza interna do meu intestino (além de ser sexy, linda, magra, depilada e bla bla bla). cada um com seu cada qual, se você quiser limpar seu intestino tudo bem. se eu quiser limpar meu intestino, tudo bem também. só não acho justa a obrigação, ainda mais de um lado só (no meu caso estou falando de uma relação hetero na qual todo mundo tem c* mas só as mulheres têm que fazer faxininha!! =)

Marcus disse...

Você realmente não sabe o que é "lavagem intestinal".

Você não sabe do que está falando.

Paro por aqui.

Carla Mazaro disse...

Sério, gente... onde vcs tão encontrando seus parceiros? Os que eu tive sempre se preocuparam com meu prazer... e com os amigos com quem coverso a respeito também se mostram preocupados com o desempenho... se a mulher não demonstra prazer eles sabem q tem algo errado

olhodopombo disse...

Sim e o pior discurso feminino é esta mania de "pobres coitadinhas"....proprio das mentes "pervesas femininas" que proliferam em todas as esferas.

Geovana disse...

Falando em rituais de passagem, outro que abomino é o tal baile de debutante, e se pensarmos bem a tal festa de 15 anos da menina também vai no mesmo estilo. São festas em que a menina deve ser apresentada a sociedade, como se a família quizesse dizer 'ela não é mais um menina e agora precisamos achar um marido para ela', um verdadeiro ato de passagem de propriedade: da paterna para a marital. Nunca gostei e não quiz passar por esses rituais e quando questionada e respondia isso me olhavam como se eu fosse de outro planeta.
bjs

Dária disse...

Tenho que concordar com que defendeu o chá de bebê. Por mais besta que pareça a coisa, é útil quando se pensa na economia financeira que os pais terão ali. Tudo depende mais de como é feito.

Até hoje todos os chás de bebê que fui tinham pessoas de ambos os sexos, e obviamente, tanto a mãe quanto o pai estavam lá. Era mais uma festinha para comemorar a gravidez, com salgadinhos e drinks, e ganhar presentes. Não gosto de fato da coisa quando colocam só mulheres no meio, como se o homem também não tivesse cuidado/responsabilidades em relação ao filho.

No mais, nada contra.

Lingerie não comento! De fato é tosco... ^^

Carla Mazaro disse...

Para os meninos que se sentiram revoltados com os comentários... ninguem aqui pelo q eu li disse que não devemos dar o cu... e sim que a idéia de fazer lavagam intestinal parece meio absurda...
É uma intervenção médica... pra fazer sexo?!?! me parece tão absurdo qto fazer cirurgia pra deixar a vagina mais apertada....
E pra não dizer que falo sem conhecimento de causa, sim eu dou a bunda... aconselho pra todo mundo... é uma delicia... mas nunca tive um desastre escabroso nem nada... é só num comer uma feijoada antes... defecar naquele dia e um bom banho... nada demais...
Agora e se vc dá o cu todo dia, vc faz lavagem todo dia?!?! Isso não faz mal a saude?!

Cynthia disse...

Lola, é impressionante mesmo como dizem que mulher não tem desejo sexual, só que ela precisa o tempo todo ficar atiçando o desejo do homem. Eta discurso mal explicado...

Achei interessante a indignação sobre lavagem intestinal nos comentários e fui procurar saber mais. Minha conclusão é de que enema é procedimento médico que vem sendo banalizado pra fazer de conta que corpo humano é corpo de plástico, que só tem cheiro de sabonete. Só que tem riscos pra saúde. a que ponto chegamos... backlash total :-(

Anônimo disse...

Lola, em virtude da exposição pessoal desta vez vou comentar como anônima. vc tem licença para reproduzir o comentário como quiser.
Adoro sexo, embora não fique divulgando meus hábitos e gostos pela internet, já frequentei cursos de pompoar entre outros, sempre pelo MEU prazer. Pompoar me faz gozar mais e melhor, faço isso por mim, não porque nenhuma revista ou homem mandou, aliás, há anos não leio revistas femininas, a última que tentei ler foi a TPM, mas de uns tempos para cá até ela degringolou.
Gosto de sexo tanto quanto um ...homem!E às vezes quando vc e outras comentam me parece que mulheres não gostam de sexo, ou não tanto quanto poderiam e não é pq ninguém mandou. Inclusive sexo anal, e fui eu que pedi para experimentar, e não ele (o companheiro da época). O enema, como se chama a lavagem intestinal é uma prática comum nesse tipo de sexo porque traz mais segurança em virtude da higienização, assim como sempre se faz sexo anal de camisinha pelo mesmo motivo, gays e mulheres que curtem sexo anal fazem sim o enema e não pelos seus parceiros, mas por si mesmos tb.
Adoro vc e seu blog, mas acho que quando se trata de sexo sua postura por vezes é agressiva e até careta. Ninguém é obrigado a gostar desta ou daquela pratica sexual, mas entenda também que muitas mulheres livres e maduras optam de forma consciente por práticas como sexo anal, sodomia e swing (na maioria dos casos é a mulher que pede para ir as casa de swing sabia? Eu sei por que freqüento, quando não parte delas, elas emburram e ficam num canto e óbvio, nada acontece, e ao contrário do que se pensa há regras e as pessoas se tornam amigas, e elas não pedem para ir para salvar casamento nenhum, mas simplesmente pq querem explorar outras possibilidades no sexo, e não cabe aqui nenhuma condenação, ok?)
Por outro lado vejo realmente muitas apregoando que são livres e conscientes enquanto na verdade vendem sexo pra ter amor, não sei até onde realmente gostam das praticas pelas quais optaram no momento ou se só querem agradar. Apregoam na internet o que fazem só pra atrair a atenção e obviamente mais sexo, quase sempre sem muita qualidade emocional e gerando mais carência (aí é uma opinião minha de observação pessoal)e disso não gosto, e acho que as ditas revistas femininas incentivam esse comportamento.
Mas o que quero deixar como observação ao seu post é que há mulheres que optam e gostam das mais variadas formas de fetiche sexual e isso é feito em busca do prazer delas, conheço várias. São felizes, exatamente pq se satisfazem e por isso mesmo os seus parceiros são muito mais felizes. Abraços.

Anônimo disse...

olha, eu faço sexo anal com frequência, nunca precisei fazer lavagem e nunca ocorreu nenhum 'desastre'. acho que cada um tem suas preferências, portanto, se a pessoa quer dar o cu e acha legal que tudo acabe em m*, ok. no meu caso, penso que alguns cuidados são legais, sim, não se trata de 'submissão' ao desejo do meu parceiro. dou o cu porque gosto, que fique bem claro. mas não suporto cheiro de m*, então tomo alguns cuidados com a alimentação algumas horas antes. e só. se por acaso não estou disposta, simplesmente digo 'não' e pronto. tudo muito simples, sem histerias.

Cris

Anônimo disse...

E ainda sobre a questão da lavagem intestinal, a medicina oriental recomenda como terapia. Fazendo com cuidado - como em tudo nessa vida - não há problemas: http://lavagemintestinal.com.br/

Cris

lola aronovich disse...

Ok, vcs ganharam: vou escrever um post sobre a "polêmica" da lavagem intestinal.

Anônima, vc foi educada, e só posso te agradecer pelo seu (longo) comentário. Mas permita-me discordar: não creio que minha postura em relação a sexo seja careta ou agressiva. Só porque eu não falo de relação aberta ou swing no meu bloguinho não significa que eu seja contra a prática. E eu posso ser contra a prática PRA MIM, na MINHA vida pessoal, mas gostaria que vc citasse um post meu em que condeno determinada prática sexual pras pessoas em geral.
Eu acho chato dizer "tal pessoa é careta porque não gosta das mesmas práticas sexuais que eu". Eu não faço isso. E luto a favor de uma sexualidade livre para ambos os sexos desde que me conheço por gente...

Carla Mazaro disse...

Olha gente... num sei se sou eu que interpreto a opnião dos outros de maneira positiva ou num entendo direito... NUNCA vi um comentário da Lola dizendo q é contra ou a favor de alguma pratica sexual...
EU disse que pratico sexo anal - aconselho pra todo mundo - inclusive homens
O que acho absurdo é ter que fazer lavagem para isso... AGORA se a pessoa se sente melhor assim, não há problema algum... pq ela faz isso porque quer...
O que vi até agora por aqui num é fazer isso ou aquilo porque se quer, o problema - e acho dificil alguem discordar disso - é fazer algo UNICA e EXCLUSIVAMENTE para agradar ao outro...
Pq se além de querer meu cu o cara ainda EXIGIR que eu faça lavagem eu mandaria ele a merda...
E que fique bem claro q isso é pq EU sou contra qq procedimento médico desnecessário...

Felipe B disse...

Você é feia! Você é feminista! E por consequência não teve ter uma macho que te ature... Relação se constrói a dois... o homem que explora uma mulher não mereçe ser feliz... e uma mulher que se julgue maior ou melhor que o homem... merece um consolo.