segunda-feira, 16 de julho de 2018

OS CICLOS ECONÔMICOS DA AMÉRICA LATINA

Estamos vivendo tempos tristes de retrocesso em toda a América Latina. E tem quem quer manter a direita no poder. Não dá pra entender o porquê. A menos que a pessoa seja rica, nada justifica colocar a direita no governo.
Agora me passaram a versão brasileira:

domingo, 15 de julho de 2018

COPA DO MUNDO ACABA HOJE: VAI/VALEU FRANÇA!

Daqui a pouco termina a Copa do Mundo de futebol masculino, e vou ficar com saudades. Não entrei direito no "espírito da Copa", mas um evento internacional que só acontece a cada quatro anos quase sempre me cativa. Pelo menos em 2020 tem Olimpíadas (em Tóquio, eu tive que checar).
Não foi uma Copa marcante. Talvez o jogo mais emocionante tenha sido Alemanha e Suécia, ainda no começo. Não foi apenas o Brasil que esteve longe de ter uma grande equipe. Argentina e Alemanha também não tiveram, e ficaram de fora da competição antes mesmo que o Brasil. Nossa derrota não foi tão traumática, não foi um 7 a 1. A gente supera. 
Hoje eu torço pela França. Totalmente. Parece ter o melhor time, fora que não dá pra torcer pra Croácia, que tem vários jogadores envolvidos com nazismo e xenofobia. Além do mais, conheço muito mais franceses do que croatas, e amo Paris. 
E o Mbappé é lindo, o jogador mais bonito desta Copa, disparado (apesar de já ter dado vários indícios de ser quase tão insuportável quanto o Neymar).
Fora isso, compare a diversidade étnica e cultural da seleção francesa com a croata. Fico com a França, mil vezes.
Não dou a mínima que a França tenha nos vencido na final da Copa de 1998, na própria França, ou que ganhou da gente nas quartas-de-final da Copa de 2006, na Alemanha. Não sou rancorosa. Ontem levei quinze minutos pra lembrar que a Bélgica ganhou do Brasil num jogo da semana passada (e a Bélgica mereceu ficar em terceiro).
E vocês, acompanharam esta Copa? 
Nós dois em Icaraí do Amontada.
Passamos dois dias maravilhosos lá
Eu estava viajando, voltei na quinta. Na terça estava em Icaraí de Amontada (espero falar um pouquinho desta viagem maravilhosa amanhã) e, como não tinha TV no quarto da pousada, eu e o maridão fomos assistir França e Bélgica num restaurante (vazio), comendo deliciosos espetinhos. Deve ter sido a primeira vez que vimos um jogo da Copa num restaurante. Isso sim será marcante.
UPDATE (depois do jogo): Foi uma final empolgante, um super jogo de futebol, com muitos gols (6 no total), gol contra, falha feia do goleiro, ninguém desistindo... 
A França teve sorte ao resistir aos ataques croatas nos primeiros quinze minutos. O juiz argentino errou ao marcar a falta de Griezmann, que rendeu o gol inaugural da partida. A Croácia empatou com um golaço. 
Não achei que foi pênalti (pra mim foi mais bola na mão do que mão na bola), mas Griezmann, o nome do jogo (difícil decidir, porque teve Modric e Pogba também), marcou e fez 2 a 1. 
Depois vieram dois belos gols de Pogba e Mbappé. Acho que estava caminhando pra uma goleada da França, mas o goleiro francês Lloris cometeu erro na saída da bola e Mandzukic se redimiu pelo gol contra ao fazer 4 a 2. Aí foi emoção até o fim de jogo. 
Pogba comemora o terceiro gol.
Depois, na comemoração do título,
ele brilhou ao procurar os haters
Parabéns, França, pelo bicampeonato! Agora a França, assim como Uruguai e Argentina, tem duas Copas cada. Ainda vai levar um tempão pra chegar ao número do Brasil (cinco), Alemanha e Itália (quatro). 
Mas não acredito que a próxima Copa será em novembro (de 2022)! Tô tão acostumada a ver Copa durante as férias escolares... Desde que eu era criança era assim. 

sábado, 14 de julho de 2018

CURTINDO A FOTO DO CRUSH

Nem deveria ser notícia, mas virou, porque é divertido: esses dias, um dos filhos "não fraquejados" de 
É Melhor Jair se Acostumando a Ficar sem Mandato, Eduardo, curtiu uma foto de Lula em praia do Piauí (onde estive semana passada), quando o ex-presidente ainda podia ir à praia. 
Eduardo disse que foi sem querer. E todo mundo disse que o que ele fez é comum -- a pessoa fica stalkeando o crush e, acidentalmente, com o dedo coçando, curte a foto (eu não sei muito bem como funciona isso de curtir e mal sei o que é crush, mas tenho certeza que vocês entendem). 
E aí Gilmar fez o melhor cartum sobre o assunto (acima). 

sexta-feira, 13 de julho de 2018

MISOGINIA, A VINGANÇA DOS NERDS

Não sei se foi alguém aqui nos comentários ou no Twitter que recomendou esses poucos comentários da comediante e jornalista americana Dana Schwartz sobre a misoginia dos nerds. A tradução foi cortesia de um leitor antigo e querido, o Koppe.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

TRATAMENTOS DE BELEZA NATURAIS PARA CAPITALIZAR EM CIMA DA SUA INSEGURANÇA

Desconfio que algumas dessas coisas existam...

quarta-feira, 11 de julho de 2018

POR QUE MENINOS NÃO PODEM SE INSPIRAR EM HEROÍNAS?

 O Koppe encontrou e traduziu esses ótimos quadrinhos do cartunista Damian Alexander (e ainda fez um álbum no Imgur). O original pode ser lido aqui









terça-feira, 10 de julho de 2018

GATOS, AGENTES INFILTRADOS CONTRA O CAPITALISMO

Na próxima reencarnação eu quero nascer gato. Mas não um gato espião. Um gato que não faz nada mesmo (com humanos bacanas para me servir).
Senhor, senhora, ou senhorio, felino, não reconhecerás

segunda-feira, 9 de julho de 2018

A HIPOCRISIA DOS HOMENS QUE SÃO CONTRA A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO

Não precisa falar mais nada.

sexta-feira, 6 de julho de 2018

SURINAME DO SUL

Ricardo Coimbra, inspiradíssimo (clique para ampliar).

quinta-feira, 5 de julho de 2018

O QUE GAROTOS PODEM SER

O que quiserem. Assim como as garotas. O que conservadores temem tanto? A liberdade? Vamos nos despir das nossas camisas de força de gênero. 

quarta-feira, 4 de julho de 2018

IRLANDA, UM DIA O BRASIL CHEGA LÁ

Clique para ampliar

No final de maio, depois de muita luta, a Irlanda finalmente conseguiu legalizar o aborto. Duas semanas depois, foi a vez da Argentina (pelo menos passar o projeto na Câmara de Deputados pela primeira vez em sua história). Um dia a gente chega lá. Mas pra isso teremos que lutar muito. 

terça-feira, 3 de julho de 2018

INCELS: O GOVERNO PRECISA INTERVIR

Incels, como vocês sabem, são "celibatários involuntários", ou seja, mascus que odeiam todas as mulheres porque nenhuma se aproxima deles nem pra falar "oi", quanto mais pra transar com eles. 
Quando incels não estão odiando mulheres ou planejando matá-las, eles se comunicam de um jeito muito, muito esquisito (alguém conseguiria traduzir todos esses termos bizarros pro português?).

segunda-feira, 2 de julho de 2018

"SOMOS NÓS PROFESSORES QUE CONVENCEMOS CRIANÇAS A TROCAR FUZIS POR LIVROS"

Semana passada, a Câmara de Vereadores do Rio aprovou um projeto que taxa inativos da Prefeitura. Houve protestos dos servidores públicos. Como explicou o professor Ubiratan:
"No entorno da Casa, o funcionalismo cobrava o livre acesso às galerias. Houve tumulto e policiais militares usaram spray de pimenta e bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes. Um professor da rede municipal de Educação chegou a ser detido, escapou dos militares e se abrigou em um gabinete. No meio da confusão, os PMs entraram na Casa atrás do servidor. O professor em questão trabalha na mesma escola que eu. A PM foi extremamente violenta conosco".
Por causa da violência a professora Renata Pessoa escreveu este texto:

Caro policial militar, quando você agride um professor que está exercendo seu direito constitucional de se manifestar pacificamente em contrário à retirada de seus direitos, a única coisa que você consegue é mais um fuzil virado contra você! Sim, isso mesmo! Nós, professores, somos os ÚNICOS que AINDA tentamos diariamente fazer a diferença nas vidas de tantas crianças que vivem nas comunidades. 
Somos nós a última linha de frente, os únicos que ainda nos importamos em levá-los a buscar uma vida digna ao invés de ceder aos apelos da criminalidade. Somos nós quem os convencemos, dia após dia, a trocar fuzis por livros. É graças ao nosso esforço diário, constante, que muitos se encaminham para o bem. 
Mas quando você nos agride, escondido na desculpa de "seguir ordens" -- que ordens? Agredir um inocente? Não deveria ser PROTEGER? -- você agride a si mesmo! Você permite que aqueles que estão no poder tornem o nosso trabalho cada vez mais difícil! Agredindo e aprisionando um professor, você agride e aprisiona sua voz, seus ideais, seu esforço, sua vontade, sua dedicação àquilo que faz. 
Quanto mais professores sem direitos, desmotivados, maior o número de jovens nas ruas. Não se esqueça, é das armas desses jovens que partirão as balas que irão tirá-lo de sua família, ou a seus filhos! E não se esqueça, são aqueles a quem você tão prontamente obedece, que permitem que essas armas cheguem nas mãos desses jovens. Portanto, não me peça para clamar por justiça em seu funeral... Você calou a minha voz!

sexta-feira, 29 de junho de 2018

E OS TRABUCOS QUE BOLSO QUER LIBERAR?

Pedi pro Craudin escrever um post sobre a discussão que rolou no Twitter:

Durante a semana, dando a minha habitual passeada no Twitter, vi um tweet da Lola (dentro do assunto da tentativa de massacre que o programa Roda Viva, da aparelhadíssima TV Cultura, fez com a Manuela D´Ávila na noite de segunda, 25/6), botando o deputado Jair Bolsonaro numa situação hipotética parecida. O tweet é esse:
(Na hipótese remota do Bolso ter coragem de participar de um debate, o #Rodaviva convidaria uma feminista p/entrevistá-lo? #ManuNoRodaViva)
Como de costume, fui dar uma olhada nos comentários e, claro, lá temos os defensores de sempre do nobre legislador que nunca aprovou nada em trinta anos de casa. Um deles levantava uma questão muito cara ao candidato:
(Eu acharia excelente. Pois aí podia jogar na cara dela o PL 5398/13 e ver a reação dela sobre isso. Existe cultura do estupro ou cultura da impunidade? E pq a mulher não pode se defender com uma arma? São projetos que ele tem (que é para o bem de vcs) e vcs não citam.)
Então vamos lá. O PL 5398/13 é um projeto de lei do deputado que prevê a castração química de estupradores, condicionando o voluntariado à liberdade condicional. Foi proposto em 2013, arquivado, desarquivado e devolvido. Provavelmente não será votado nunca, já que é… meio nazista (além não funcionar, não resolver, e de não compreender o que é o estupro, mas eu chego lá). Vamos a ele:
Autor
Jair Bolsonaro - PP/RJ
Apresentação
17/04/2013
Ementa
Altera as redações do parágrafo único do art. 83, dos arts. 213, caput e §§ 1º e 2º e 217-A, caput e §§ 3º e 4º, todos do Decreto-lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 e a do § 2º do art. 2º da Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990.
Explicação da Ementa
Aumenta a pena para os crimes de estupro e estupro de vulnerável, exige que o condenado por esses crimes conclua tratamento químico voluntário para inibição do desejo sexual como requisito para obtenção de livramento condicional e progressão de regime.

Bom, de um deputado que, no exercício da coisa pública, disse à também deputada Maria do Rosário que não a estupraria "porque ela não merece", não dá pra esperar muita coisa, né? Mas pelo menos saber que ninguém estupra por tesão nem oportunidade, e sim por uma relação de poder com a vítima, por uma tentativa de subjugá-la, isso pelo menos a gente esperava. Mas a legião de fãs do homem parece que não vê a hora de jogar esse PL na roda, sempre que o assunto é "mulher".
E segue o baile. A conversa continua assim (veja acima):
Bruna: Amigo o melhor para a mulher é não ser estuprada!
Phabllo Ricardo: Eu concordo plenamente. E ela ter o direito e a opção (caso queira) de portar um arma é melhor ainda, pois assim ela poderá se defender no ato, evitando-o.
Aí chegamos num ponto nevrálgico, também muito caro aos eleitores do deputado: o direito ao porte de armas pela população civil. 
Para isso, Bolsonaro soltou mais uma de suas jabuticabas, o PL 7282/14, tentando empurrar que “poderá ser concedido porte de arma de fogo para pessoas que justificarem a necessidade para sua segurança pessoal ou de seu patrimônio”.
Esse projeto tenta alterar a Lei 10.826, o Estatuto do Desarmamento, de 2003. Porém, malandramente, ninguém contou aos bolsominions que o PL apenas: "Altera a redação do art. 6º, da Lei 10.826, de 22 de dezembro de 2003, para disciplinar a concessão de porte de armas aos integrantes dos órgãos de segurança pública e demais cidadãos em decorrência de sua atividade."
Isso inclui um monte de gente, como membros do exército, seguranças e até fazendeiros, mas não o cidadão comum. Enfim, é uma discussão longa e há gente que manja muitíssimo mais que eu pra falar sobre isso. Mas dei meus pitacos, e aqui estão eles. Coloquei em tópicos, e tentei me cercar de fontes confiáveis (sem fake news, por favor!).
As pessoas acham que é só levantar uma pedra que sai um trabuco de baixo. Além das armas serem caríssimas, tem que ter treinamento, manutenção, lugar pra guardar... uma mulher em um relacionamento abusivo vai comprar uma arma como? Como vai manter? E se não usar a culpa é dela?
O povo acredita piamente que o Bolsonaro vai virar presidente e no dia seguinte sair distribuindo revólver pra todo mundo. Tem que mudar a lei 10.826, reformar a lei de crimes hediondos, fazer talvez até mais um referendo. Uma Taurus .38 bem básica custa mais de 3.000 pratas (pesquisei e tem uns mais baratos, mas é tudo no Mercado Livre, achei meio estranho, mas não sou do metiê)
Se você fica uma semana sem fazer manutenção, a arma engripa. Quase ninguém tem sangue frio pra atirar em alguém, grande parte das pessoas mesmerizam! Aí é mais uma pessoa morta, mais uma arma no mercado negro.
E mais uma coisa: presidente NÃO MUDA LEI, tem que votar um moooonte de vezes, passar por juristas, verificar a jurisprudência. Decreto-lei é lindo, mas não serve pra isso. Se o povo vai votar no homem por causa de revólver, é bom Jair desistindo.
"Ah, mas os militares". Meu amigo, na ditadura ninguém tem acesso a armas. Acreditam mesmo que os caras vão tomar o poder à força e deixar a população cheia de trabucos? Me poupem.
Dei uma pesquisada também sobre números de estupros no país. Dados do IPEA, de 2014 (o mais atualizado que achei):
70% dos estupros no Brasil são praticados contra crianças e adolescentes. Vamos armar as crianças, sim, vai dar SERTO.
"24,1% dos agressores das crianças são os próprios pais ou padrastos, e 32,2% são amigos ou conhecidos da vítima". Vamos atirar no papai e no titio sim, amiguinho!
Dados aqui, ó.
É isso. A impressão que eu tenho é que os bolsominions acham, sinceramente, que no dia 1 de janeiro de 2019 o mito vai sentar na cadeira da presidência, os comunistas vão simplesmente SUMIR NO AR e vai cair R$ 10.000,00 na conta de cada eleitor (só pra começar) pra comprar seu trabuquinho de estimação. É dose.