quinta-feira, 24 de maio de 2018

APOIAR GREVE DOS CAMINHONEIROS PODE SER UMA CILADA, BINO!

Nem adianta tentar falar de outra coisa porque o assunto do momento é a greve dos caminhoneiros.
Aliás, nem exatamente isso: numa democracia (muita gente diz que estamos num estado de exceção) tão frágil quanto a nossa, num país que sofreu durante 21 anos uma ditadura militar (sem que nenhum torturador ou governante assassino tenha sido preso), em que generais fazem ameaças aos outros poderes, em que candidato a presidente homenageia torturador, o que está no ar, muito mais que a greve, é o golpe. O golpe dentro do golpe, pois golpe mesmo já tivemos, em maio de 2016. Só não foi militar. Agora tem gente pedindo um golpe militar, que eles preferem chamar de "intervenção". 
Vale lembrar que o golpe de Pinochet contra Allende no Chile começou com uma greve de caminhoneiros. E talvez o nome para isso que está acontecendo não seja greve (é greve quando são os patrões que mandam parar?), mas locaute, paralisação, ocupação de estradas. Mas o fato é que, sem caminhões, pode haver falta de abastecimento de alimentos, pode haver aeroportos parados. Para protestar, é bom parar o país.
Clique para ampliar
O problema é parar pra quê. Se for pra apoiar um golpe militar -- como vários caminhoneiros estão dizendo -- eu tô fora. Bolsonaro apoia esta greve. A mídia golpista apoia esta greve. É preocupante que parte da esquerda a apoie também, sem analisar o que pode estar por trás. Quando na vida estivemos ao lado de reaças?
Protestar "contra tudo que está aí" não é um discurso político, é um discurso alienado. É um discurso vazio de quem diz detestar a política, mas sempre tem lado. Em quem os caminhoneiros e outros "intervencionistas" nostálgicos da ditadura militar votam? Quem eles mandariam pro paredão se pudessem?
 

30 comentários:

Felipe Roberto Martins disse...

Compreendo Lola. Continuarei analisando e acompanhando a situação e o que está por trás de tudo isto. Abraços.

Anônimo disse...

Que essa "greve" só está tendo a força que tem porque as grandes empresas de trasporte estão apoiando, isso a gente sabe, nao é uma paralisação dos caminhoneiros, mas sim do setor de transportes, só que também aumentar combustíveis em mais de 50% em um periodo menor que um ano é absolutamente insustentável para qualquer um.
E o cidadão comum também está pagando um preço alto por tudo isso, para a Petrobras poder atender aos interesses dos seus acionistas.
Realmente dá medo saber onde isso vai parar e que uso politico vai ter.
Nosso país está mergulhando no caos e muita gente mal intencionada vai se aproveitar disso.

Anônimo disse...

Mas vale lembrar que nessa época lulo/dilma, tivemos o boom das commodities, aí é facil.....

Anônimo disse...

A grande maioria dos caminhoneiros são autônomos ou cooperados Lola, e mesmo se não fossem, estariam do lado de quem lhes gera emprego e renda. Se os empresários quebrarem os caminhoneiros vão trabalhar aonde?
O que está ferrando os trabalhadores e o estado e seus altos impostos sobre tudo, a sociedade cada vez mais esta entendendo isto , e por isto a esquerda está em declínio, pois ideologicamente quer tratar empresário e empreendedor como inimigo. Basta ver aqui ao lado na Venezuela a caca que deu isto.
As pessoas cada vez mais estão acordando para o fato que o que gera riaueri em uma sociedade e a produção e não o estado.

Felipe Roberto Martins disse...

Lola!!!
Olha o que achei:
http://www.bbc.com/portuguese/brasil-44244583
Só por Deus.

titia disse...

Não sei se vai chegar a um novo golpe militar, o exército brasileiro é o mais frouxo que existe, 99% é um bando de inúteis que só sabem bater em pobre desarmado. O golpe de 64 só ocorreu porque os Estados Unidos mandaram, e tiveram que mandar tudo pra cá, armas, manuais ideológicos, lista de livros proibidos, tutoriais de censura, até professor de tortura tiveram que providenciar ou a ditadura militar no Brasil seria a maior piada de todos os tempos. O exército brasileiro no máximo serve pra ser fantoche. Acho mais provável uma ditadura do empresariado, por mais ridículo que isso soe.

Anônimo disse...

Greve de qualquer tipo é um lixo semi-inútil que no fim só fortalece e beneficia o capitalismo e os patrões/exploradores, dando-os sobrevida, permitindo que eles continuem a explorar a população. Pois greve funciona dentro da lógica capitalista.

A única forma eficiente de minar de fato o capitalismo e esgotá-lo/destruí-lo é:

A sabotagem de todos os seus mecanismos fundamentais de funcionamento.

Ou seja, destrabalhar a lógica capitalista em seus vários níveis.

Por exemplo: levar à população acesso direto a bens e serviços.

Que é exatamente o contrário que está sendo feito nessa greve.

Obviamente isso não vai ser legalizado dentro desse sistema.

Uma revolução de fato que derrube o sistema vigente nunca será legal.

Nunca que o capitalismo vai legalizar os meios de sua própria aniquilação.

Quem deseja contribuir para o fim do sistema capitalista precisa estar ciente disso.

Anon A.

Anônimo disse...

"tivemos o boom das commodities"

mérito do próprio lula/dilma

seu energúmeno

Anônimo disse...

Quem sabe ler a sociedade já esta ciente que uma revolução anti estado se encaminha no nosso horizonte.

Anônimo disse...

Gasolina superfaturada,complexos petroquímicos superfaturados,refinarias,navios sonda superfaturados, tudo isto para bancar um esquema criminoso de corrupção entre caciques politicos...dai a gasolina e diesel ficam caros e a culpa e dos caminhoneiros reaças ???

Anônimo disse...

"tivemos o boom das commodities"

mérito do próprio lula/dilma"

Lula e Dilma são chineses? Capaz mesmo entregaram tudo para eles, desindustrializando o país, nos tornando o fazendão de matérias primas dos chinas.

Feanissil Twillena disse...

https://racismoambiental.net.br/2018/05/24/greve-dos-caminhoneiros-mostra-como-e-facil-parar-um-pais-sem-governo-por-leonardo-sakamoto/
Nao acho q eh uma coisa nem outra. Isso tudo parece muito complexo. Se uma das pautas eh regulamentar precos de combustiveis novamente, isso atende sim os interesses de empresas de frete, mas nao o capital internacional, que dependende da atual gestao neo liberal da petrobras. O que existe de perigoso nas reinvidicacpes eh a desoneracao fiscal dos combustiveis, o que vai zoar as contas publicas... mas também nos de esquerda nao podemos reclamar disso nesse pais pq esse tipo de politica foi feita em uns governos passados ai... entao eu acho complexo demais, ainda mais quando sindicatos filiados da cut se outras cateforias estao querendo entrar em greve.
O que parece gerar essa analise de que eh simplesmente um locaute, eh a semelhanca com o Chile (mas a conjuntura la era bem diferente da atual por aki - la o governa era o oposto do daki), o apoio de empresas (que na verdade pode ser explicado como uma jogada pra evitar q caminhoneiros repassem precos e para que eles aejam favorecidos por isencoes e pelo tabelamento de precos - q eh um interesse contrario ao grande capital) e a pergunta de onde "a direita quer chegar com isso" n pode ser respondida. Pensar que isso pode ser um estopin para golpe militar eh meio arriscar demais quando os militares tem seu candidato em primeiro nas pesquisas(ele apoiou esse movimento pq ele eh um oportunista do caralho). Em apoio a interesses neo liberais nao eh, pq a paita ja enfatiza isso, a n ser q seja a coisa muito bem planejada pra quebrar de vez a petrobras e vender ela - o que levaria ao agravamento da atual situação dos combustiveis e ao descontentamento maior de caminhoneiros e empresas do setor. Entao isso seria meio estranho, esse pessoal ia ter q levar algo muito bom em troca de ver os custos aumentando desse jeito. Entao eu realmente concordo com o Sakamoto nisso dai: esta acontecendo mesmo, nanao eh conspiracao. Mas também nao eh uma greve geral socialista. Eh um evento bem peculiar que parece trazer uma situação que coloca burgues nacional e trabalhadordtrabalhadorde um lado e capital internacional e governo neo-liberal do outro. Isso fica talvez mais claro quando vemos que o varejo alimenticio tem tomado muito prejuiso na atual gestao economica. O neo-liberalismo tende a nao ser alinhado com os interesses de certos setores da burguesia nacional - o que explica como houve 13 anos de centro-esquerda no poder. Mas precisamos ver os proximos dias pra ver no que vai dar pra saber algo a mais. Posso estar errada, mas acredito que esse movimento nao eh um lock out do mesmo jeito qur nao acho que ele eh uma greve solidaria em moldes socialistas. Ele eh um movimento de gente que tem interesses prejudicados pela atual gestao economica que nao eh compativel com todos os interesses burgueses, so com os que sao dominantes atualmente, mas que podem nao ser mais futuramente.

Feanissil Twillena disse...

Eh mais complexo que isso. Os caminhoneiros estao em aliança com as empresaa nessa conjuntura porque eles tem interesseinteresses em comum neste momento. Em outro eles podem nao ter mais. O que nao satisfaz ambas as categorias (caminhoneiros e empresas de frete) sao os efeitos causados pela alta do petreo e do dolar que nao sao amortecidos mais pela petrobras gracas a atual gestao liberalizante. Ai tem reinvidicacoes "societicas" ai no meio como congelamento do preço do disel - junto com a isencao de impostos... isso eh interesse comum entre caminhoneiros e empresas, pois as empresas nao querem que o aumento seja repassada pra elas obviamente e os caminhoneiros estao no limite - se eles nao repassassem, eles iam tomar prejuizo e ia dar merda, pq ja existe um excesso de oferta por parte dos camimhoneiros q ja se prolonga a muito tempo - o que os afeta a muito tempo, ou seja, eles ja sacaram que se poucoa pararem as empresas contratam outro mais barato - poe isso elws estao depredando quem continua rodando e bloqueando as estradas. As empresas resolveram parar pq antes o governo e a petrobras que elas, e elas tem muito mais a ganhar se unindo aos camimhoneiros do que a perder. Mas eu concordo com o resto e acho curioso a sua postura de defender a producao no final mesmo aparentando dedender o liberalismo economico (porque eu vejo liberais falando pouco isso).
Mas em fim, o movimento esta pedindo inrervencao estatal na economia. Mesmo contar impostos pra zero nesse caso swria intervenxao estatal, pq seria subsidio. A coisa que embanana mais eh que o sindicato dos petroleiros que eh bem mais a esquerda esta entrando em greve junto pedindo a volta da gestao "sovietica" da petrobras.

Feanissil Twillena disse...

Pode tanto ser verdade quanto oportunismo. Ainda acho que um golpe militar no Brasil atualmente seria algo bem sinistro pra opiniao publica internacional e pro mercado. Pelo contrario de 64, isso nao garantiria estabilidade nacional, soh jogaria o pais no limiar de uma guerra civil.

Anônimo disse...

20:16 - não idiota

mérito do lula/dilma terem sabido aproveitar a prosperidade agrária, sua anta

ao contrário de imbecis, feito fhc e temerda, q não só não saberiam aproveitar o tempo, como trariam ainda mais desgraça

seu burro

"desindustrializando o país, nos tornando o fazendão de matérias primas dos chinas"

agradeça aos parasitas dos rentistas e banqueiros, verdadeiros carrapatos no lombo do braZil

e agradeça aos direitebas e câncervas tb, um bando de gente alienada e idiota, comedores de bosta do bolsoasno

Anônimo disse...

Eu já tinha percebido o oportunismo por trás dessa greve, via até no facebook uns bolsominions comemorando um possível golpe militar, ainda bem que está sendo suspensa. Mas por outro lado é verdade, a ditadura militar iniciada em 1964 foi patrocinada por um dos blocos da guerra fria, que no caso, era os EUA, que agora não tem mais o menor interesse nisso.

Jhon disse...

Protestar " contra tudo o que está aí " É igual os protestos " contra a corrupção", todo mundo eh contra, mas isso significa o que em termos práticos? Eh igual protestar contra tristeza, todo mundo apoia, mas quais são os passos para lutar contra algo abstrato?
Bem, talvez a maior parte das pessoas não faça idéia de como transformar a indignação em ações concretas e transformadoras, e isso não seria perigoso pois fogo de palha acaba rápido. O perigoso é que existem pessoas que sabem bem como usar essa indignação vazia para conduzir a própria agenda, como aconteceu durante o golpe contra Dilma.

Só no dia em que pararmos de usar "ações politicas" e "politizado " como xingamento é que vamos poder mudar algo por enxergarmos q toda ação é política e em uma democracia, as mudanças tem q fazer parte do jogo político.

Rosilda disse...

Sim, concordo Lola.

E tenho certeza que é um locaute, não existe um movimento de trabalhadores tão homogêneo e organizado no Brasil. Há um comando desse movimento e quem está no comando são as empresas.

Li um comentário acima sobre o movimento pleitear controle de preços - hahahaha não é isso, eles querem subsídio para as suas atividades! É só isso mesmo. como sempre o 1% de ricos e poderosos quer o Estado enorme, mas só para si mesmo.

Eles fazem questão de dizer que não estão do lado do MST e nem dos sindicatos e até expulsaram o (convenhamos, ridículo e oportunista) Paulinho da Farsa Sindical quando ele tentou apoiar o movimento.

É um locaute. E pode servir, se não para intervenção militar, ao menos para decretação de estado de sítio e impedir as eleições.

Anônimo disse...

Titia eu geralmente adoro as suas respostas, mas devo discordar dessa, que foi uma merda. Nunca esperaria um preconceito gratuito desses. Aposto que nem sabe qual a função de um exército em um país, e está desfilando ódio a toa. Bater em pobre desarmado? Só isso que eles fazem? Me poupe da sua generalização ridícula
Bjos de luz

Renato disse...

Ok entendo sua posição e sua análise só queria que me respondesse uma pergunta:quando esquerda e direita vão fazer algo a favor do Brasil?não era o momento de todo mundo parar assim como acontece em países europeus onde as pessoas são melhores instruídas!? Tanto a esquerda como a direita não tem interesse na população pensa comigo caminhoneiros,bancários,correios,lojistas,metalúrgicos...se parasse todo mundo o resultado não seria melhor???Estão se apegando a questões partidárias e o meu bolso e o seu cada vez mais vazio!Tenho certeza que próximo ao dissídio bancos e correios vão parar como todo ano não seria a hora da gente se unir em prol de um objetivo além do nosso umbigo???

Anônimo disse...

titia, tenho que concordar com o anom das 12.48. seus comentários são geralmente muito ricos e com boas ideias, mas se expressar de forma irracional assim não dá certo, o que acaba te fazendo parecer somente uma "revoltz" ao invés da pessoa inteligente que vi em tantos outros comentários seus.
abraço, gostamos de vc.

Anônimo disse...

titia, continue expondo o que você realmente pensa e se expressando do jeito que quiser, querida, não ceda a pressões idiotas para te transformar no que outros querem que você seja, nem mesmo aquelas velhas pressões disfarçadas de apoio e cobertas por elogios vazios e carinhos falsos... e irracional é quem acha que pode mudar os outros ao bel prazer, em benefício próprio, para agradarem o ego deles, com manipulações tão patéticas, que só tem algum sucesso -- em reprimir as outras pessoas de se expressarem livremente e serem elas mesmas, aliás, essa é a "mudança" que eles conseguem obter -- pela força da repetição, por pura pressão em números.

você é única e maravilhosa assim, do seu próprio jeito, com seus próprios pensamentos.

beijos! desejo tudo de melhor a você, titia.

tchau.

Anônimo disse...

Por favor!

Anônimo disse...

Renato, isso que vc disse chama social-democracia, aqui os lunáticos chamam de venezualização do Brasil. Não da para conversar com gente que abandonou qualquer resquicio de racionalidade.

Anônimo disse...

O preço da gasolina era bem maior do que esse mostrado nos governos lula/dilma. Principalmente no governo dilma. Bem maior mesmo!!!

titia disse...

Obrigada, 15:50. Imagino se os dois comentários são do mesmo mascu, um zé ruela que vivia reclamando que eu era "grosseira" demais e causava má impressão. Beijos e tudo de bom pra você também.

12:48 e a outra viuvinha do exército cujo número não estou a fim de verificar:

Minhas opiniões sobre o grosso do exército brasileiro são baseadas em fatos. Durante a intervenção no Rio, eles foram atrás dos chefões do tráfico? Caçaram os peixes grandes do crime organizado pra meter na cadeia? Ou ficaram circulando nas comunidades, parando, intimidando e 'revistando' gente humilde que saía de casa pra trabalhar ou ir pra escola? Que diferença eles realmente fizeram? Nenhuma. Quando foi a última vez que o exército desse país fez algo realmente importante ou útil? Quando foi a última vez que essa instituição frouxa e corrupta combateu perigos reais, fez a diferença para melhor?

E a cara atual do exército brasileiro é o Bolsonaro. Um completo zero à esquerda que parasita o dinheiro público, usou de meios escusos pra meter a família na mesma boquinha e não contribui em absolutamente porra nenhuma pra sociedade. Uma instituição minimamente séria e que servisse pra alguma coisa jamais ficaria calada deixando-se representar por um bosta inútil como ele.

E como eu disse antes, o exército brasileiro é tão incapaz que nem a ditadura militar foi capaz de impor e executar sozinho. Meu argumento é a realidade, viuvinhas, e a realidade não é nada bonita pro exército brasileiro e nem pra beija-rabo de milico incompetente. Se me acham grosseira demais (é você mascu do mato?)sentem, chorem e bebam leite. Eu não estou nem aí.

Anônimo disse...

Traduzindo as falas dos homens sobre a "loucura" e "irracionalidade" das mulheres para a linguagem límpida e objetiva da realidade:

Quando eu digo que uma mulher é "louca" ou "irracional", o que eu quero dizer é que ela não deixa eu mentir na cara dela e que ela sabe que eu não posso ser confiado.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Eu também vou responder ao anônimo das 12:48, embora a titia já o tenha respondido.

O Exército Brasileiro, bem como as outras duas Armas,ensina nas suas escolas a Doutrina de Segurança Nacional. Esta tal doutrina foi elaborada no National War College, de Washington, Estados Unidos, e naturalmente não foi para defender a segurança nacional do Brasil e de outros países da América Latina, e sim a dos Estados Unidos. Ela criou a tese do INIMIGO INTERNO (desculpem pelo caps lock, mas não disponho de outra ferramenta para sublinhar uma ideia do texto). Essa tese foi criada especialmente para os Estados Unidos, que têm vários focos de tensão:

Iankees (norte) X sulistas

Católicos X protestantes

Brancos X negros

Negros X hispânicos, e outros, que não me ocorrem agora.

Todos esses focos podem criar uma desestabilização do país, acrescentando agora que há também os islâmicos em conflito com outras etnias e com o próprio Estado norte-americano.

Essa doutrina foi aplicada no Brasil, onde nunca houve focos de tensão. Na época em que os militares adotaram essa doutrina, não tínhamos quase nenhum foco de tensão. Como o povo foi escolhido como inimigo pelos militares, é natural que eles abusem dos direitos humanos de populações carentes. Fazem isso porque lhes ensinam que nós, do povo, somos seus inimigos e só queremos lhes fazer mal.

Anônimo disse...

"Islâmicos" não é etnia, é grupo religioso. Árabe é um termo muito mais preciso para se referir à etnia do que falar islamismo, que faz referência à uma religião.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Anônimo das 13:54

É só isso que você tem a reparar no meu comentário?