sexta-feira, 29 de julho de 2016

IMAGINA UM SERVIDOR PÚBLICO MISÓGINO E RACISTA

De um chan mascu. Linguagem pesada, misógina, racista. O pior dos mundos:

Matematicofag: Não há saída, Psy. Nós perdemos. Podemos até esbravejar aqui, mas todas as nossas vitórias são pírricas.
A boceta ganhou, meu caro. O poder da boceta é inexorável. Essas vadias que você acha que "superou" no concurso terão vidas mais felizes e realizadas, com amigos, festas, carinho genuíno, interesse, mimos e experiências interessantes. Elas curtirão a vida em baladas violentas regadas a drogas e sexo. Nós nunca teremos isso. Nós perdemos. Nós dois e a grande maioria daqui perdemos.

Marcelo: Quanto a isto, você tem razão, matemáticofag. O mundo se tornou mangina e escravoceta por regra.
A questão é que você como funcionário público, você está no controle do gado. O gado é terceirizado e não tem capacidade técnica para passar no concurso.
Você nunca trabalhou em órgão público? Imagina, o gado todo tendo você como chefe.
Se você quiser foder o gado, basta mostrar que eles estão fazendo o serviço errado. A empresa terceirizada é 'glozada' e multada. O gado leva esporro duas vezes, um de você e outro do judeu que quer lucrar com o contrato público. Matemáticofag, é uma delícia.
Corgis são fofos, misóginos não são
Você chega na merda tipo as 11 horas, fica no café comendo. Enquanto isto, o gado está lá trabalhando feito escravo, correndo para fazer o que você manda. O gado pode te odiar, pode te xingar por trás, mas eles não podem te demitir. E você pode fazer desta vida feliz deles um verdadeiro INFERNO NA TERRA. Vai por mim, matemático, seja servidor público. Não é nem pelo dinheiro, e sim pelo prazer de torturar a escória.
Quando eu trabalhava como terceirizado no STJ, eu vi funcionários públicos torturando e humilhando o gado. Imagine vadias burras, pretos pé rapados, literalmente a escória.
Fantasia mascu que nunca será
realizada
Os caras chegavam na merda e começavam a 'glozar' contratos. Falavam que o serviço estava errado e que o STJ não ia pagar. E na geral, eles estavam certos porque o serviço estava uma bosta mesmo. A empresa contratou putas e o lixo que não tinha fundamento técnico nenhum, então só faziam merda seguido de merda.
O judeu da empresa querendo lucrar o máximo possível escolheu a dedo o lixo. Ninguém com conhecimento para fazer a merda queria trabalhar pelas esmolas que ele estava pagando. Absolutamente ninguém. A não ser gente que tava começando agora.
Eu culpo o movimento feminista
pela minha infelicidade
Imagina você lá, matemáticofag. Imagina estas 'analistas de TI', engenheiras e o caralho. Você só chega pra elas e diz que tá tudo errado, que é pra refazer e que se não fizer até o final do dia vai glozar a porra toda.
Ai quando estas vadias abrirem a boca, você cala elas com argumentos técnicos e diz que elas deveriam saber o que estão fazendo. Você só vai trabalhar 6 horas por dia, enquanto o gado vai ter que trabalhar no mínimo umas 10. E eles vão ganhar umas 4 vezes menos que você.
O lance de ser funcionário público não é a estabilidade, digo, não é só ela. Tem todo o agregado, tem o poder que vem junto. O poder de pisar em cima do gado. É como uma arma e um título do estado. Você pode trazer a sua infelicidade para o gado, pode trazer todo o seu sofrimento para estas vadias.
O prazer, matemáticofag, o prazer é melhor que sexo cara.

Matemáticofag: E de que adianta, meu caro? Ok, você vai lá e "gloza" a merda das vadias. Elas ficam frustradas e tudo mais.
Mas aí o que acontece? Vocês dois vão para a casa.
Ela chega em casa, abre o Facebook e tem 60 likes novos em suas fotos. No mínimo 5 manginas diferentes irão ligar oferecendo um ombro amigo, carinho e palavras de suporte, tirando, é claro, as 30 mensagens diferentes de apoio no Facebook e Whatsapp. Quatro bombados marginais estarão disponíveis para ela extravasar a frustração com sexo violento e brutal. O chefe dela irá mandar um SMS para ela dizendo que "está tudo bem" e que as coisas serão resolvidas. O namorado beta irá enche-la de presentes, carinho, atenção e irá dizer que "aquela viagem para Paris que você sempre quis" vai sair esse ano.
Nós? Chegaremos em casa, entraremos para nosso quarto escuro, abafado e fedorento, abriremos o computador e viremos postar nesse "chan". Depois, a noite, vamos tocar uma punheta para o vídeo de uma mulher mutilada.
Ninguém gosta de misóginos
E atrás de todo jorge há uma vadia. Como já relatei aqui algumas vezes, eu também fui usado por uma vadia vagabunda, que abusou da minha inocência, me usou como escada emocional e intelectual para subir, se casou com um estrangeiro e hoje vive no bem bom no exterior enquanto eu estou aqui, pensando em uma maneira indolor de me matar. Ao mesmo tempo, os irmãos desgraçados dela me humilharam, riram da minha cara. Eu só queria UMA coisa, e é matar a vadia. A murros. 
Quero sentir meu punho quebrando os ossos dela, quero sentir a carne dela amortecendo meus socos. Eu quero ter o prazer de ver ela gritar. Depois eu envio a cabeça dela por correio para seus irmãos vagabundos. E aí? E aí eu posso me matar. Foda-se.

Ou é possível substituir todo este
texto por um vídeo de 40 segundos
Marcelo: Eu invejo sua bondade e inocência, matemáticofag. Você é um homem bom. Eu era igual você, mas acredito que as torturas psicológicas que me submeteram me fizeram desenvolver distúrbios anti-sociais.

Marcelo passou num concurso público no ano retrasado. Ainda não foi chamado e, com sorte, nunca será.

78 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, fico com mais odio ainda quando leio que mulher que "abusa da inocencia de um HOMEM BOM", deve morrer. O cara é tãooo bonzinho, tão coitadinho que fala que a mulher que usou ele de capacho deve morrer espancada.

Anônimo disse...

Serviço publico não e feito para ser feudo feminista.

Anônimo disse...

Nem vou entrar no link proposto, mas tenho certeza que se trata de um texto apócrifo que ninguém sabe a origem. Há uns anos, procurei mais informações sobre a "história" e não consegui nada além de páginas apócrifas ou misóginas ou as duas coisas republicando o texto.

Quanto ao post, homem misógino é o que não falta no mundo. Muitos, inclusive, se escondem sob o rótulo de esquerdistas, progressistas, ateus, filósofos, intelectuais, artistas...

Diria, inclusive, que homem misógino é a regra.

Anônimo disse...

Que horror, lamentável... Como um ser humano pode ter tanto rancor assim?

Anônimo disse...

Uma delegada de uma cidade do Rio Grande do Sul, ou seja, uma funcionária publica, prendeu por desacato e espancou um idoso surdo e com mal de Alzheimer só porque ele entrou sem querer na sala dela. Entenderam que uma mulher que vive reclamando da violência dos homens foi quem fez essa barbaridade. Vou ressaltar o que já disse aqui: "não se trata de raça, gênero, classe social, etc. Se trata do ser humano; há os que são bons e há os que não são e ideologias não são capazes de selecionar quem é quem".

Anônimo disse...

Uma quarta feira a noite na vida de um jovem casal>
DIÁRIO DELA…

No domingo à noite ele estava estranho. Saímos e fomos até um bar para tomar um drink.
A conversa não estava muito animada, de maneira que pensei em irmos a um lugar mais íntimo.
Fomos a um restaurante e ele AINDA agindo de modo estranho.
Perguntei o que era, e ele disse que nada, que não era eu. Mas não fiquei muito convencida.
No caminho para casa, no carro, disse-lhe que o amava muito e de toda
sua importância.
Ele limitou-se a passar o braço por cima dos meus ombros.
Finalmente chegamos em casa e eu já estava pensando se ele iria me deixar!
Por isso tentei fazê-lo falar, mas sem me dar muita bola ligou a televisão,
e sentou-se com um olhar distante que parecia estar me dizendo que estava tudo acabado entre nós. Por fim, embora relutante, disse que ia me deitar.
Mais ou menos 10 minutos ele veio se deitar também e, para minha surpresa
correspondeu aos meus avanços, e fizemos amor. Mas depois ele ainda
parecia muito distraído e adormeceu.
Comecei a chorar, chorei até adormecer. Já não sei o que fazer.
Tenho quase certeza que ele tem alguém e que a minha vida é um autêntico desastre.

DIÁRIO DELE …

O meu time perdeu. Fiquei chateado a noite toda, também com aquele técnico burro. Pelo menos dei umazinha.
Mas ainda tô puto… time de merda!

Anônimo disse...

13:01

Essa pode até ser uma característica feminina, mas quem também costuma ficar "mirabolando" e inventando paranoicas são os mascus.

Anônimo disse...

Não é lugar de gente doente, sem respeito pelo próximo e pela dignidade da pessoa humana. Caso dos mascus. Todo lugar é lugar de feminismo. Chora!

Cesc Biavati disse...

Quanto ao post, homem misógino é o que não falta no mundo. Muitos, inclusive, se escondem sob o rótulo de esquerdistas, progressistas, ateus, filósofos, intelectuais, artistas...


Nietzsche, Schopenhauer, Voltaire, Descartes, Rosseau, etc.....figuras que os ateus e progressistas adoram abrir a boca para falar em nome da Razão e Ciência, mas que não passam de verdadeiros misóginos e machistas e o pior de tudo: Feminista que cita Nietzsche. (HAHAHAHAHAHA)

Mas é claro, opressor só Jesus e a Igreja - a qual elegeu Maria, a maior mulher de todas religiões e da fé católica.

titia disse...

(Suspiro desanimado) Quer dizer que esses dois leem o que escreve e não acham nada demais? Não veem porque as mulheres querem manter distância deles? Não entendem porque são motivo de piada? Não conseguem compreender porque despertam repulsa nas pessoas com um mínimo de consciência? Eu fico me perguntando como, COMO alguém consegue ser tão egocêntrico e mimado depois de burro velho. COMO esses bostas não conseguem entender que o mundo não gira ao redor dos pintos deles? Que eles não são mais bebês pra terem essa postura ridícula? Esses idiotas provam duas coisas, na minha opinião estritamente particular: que aborto tem que ser aprovado pra ontem e que precisamos urgente de um psicotécnico pra maternidade\paternidade.

12:57:

-Funcionário Público de Conceição do Jacuípe agride mulher grávida no mercado municipal - www.berimbauemfoco.com.br › Berimbau

- Funcionário Público agride idoso após entrevista | Canguçu - www.cangucuemfoco.com.br/2015/06/funcionario-publico-agride-idoso-após-entrevista

- G1 - Com golpe de pá, funcionário público agride colega de trabalho - g1.globo.com/.../2015/11/com-golpe-de-pa-funcionario-publico-agride.colega.de.trabalho

- Servidor público é flagrado agredindo aluno em van escolar - noticias.r7.com/cidades/servidor-publico-e-flagrado-agredindo-aluno-em-van-escolar.

- Funcionário público desacata policial, diz que manda na cidade e agride uma jovem - https://mutumnet.wordpress.com/2012/02/06/funcionario-publico...

Pastor e funcionário público agride o próprio pai com cabo de aço - www.goionews.com.br/noticia/2013/12/30/2104/pastor-e-funcionario...

Se preocupe não meu amor, vocês machochinhos sempre estarão no topo do pódio.

Anônimo disse...

post de qualidade hein lola

Samantha disse...

Não sei para qual concurso público Marcelo passou massss... ele não foi considerado inimputável em um processo penal por conta de problemas de ordem mental?

Se ele foi, dificilmente ele vai ser chamado para ser empossado. Isso porque é requisito previsto em lei que o funcionário tenha aptidão física e mental compatível com o cargo que ele vai assumir.

Não bastasse isso, boa parte dos concursos exigem as famigeradas certidões negativas criminais, coisa que, se bem me lembro, Marcelo tampouco tem.

Sonhar é de graça né?

Anônimo disse...

que pessoas doentes, até difícil acreditar que isso é real. eu teria pena se não soubesse que eles podem ser violentos. medíocres.

alícia

Anônimo disse...

glosar empresa é dificil pra caralho, não e facil assim nao gente~

Anônimo disse...

Olha, sou funcionário público e nunca tratei mal ninguém.

Fico feliz por não ter tido filhos, pois o pai de um fracasso desses deve sofrer muito por ter filho retardado. botar uma besta dessas mundo não é alegria pra ninguém.

Seu blog tem muita coisa legal, não concordo com tudo, mas reconheço o valor.


Procure fazer alguma grana com o blog. Não é vergonha divulgar conta para depósito, vender camisetas e canecas com sua mensagem. Peça dinheiro sem ter vergonha.

Abraços,

Ex Socialista

donadio disse...

Glosar empresa requer que você demonstre que a empresa não cumpriu o contratado. Não é um ato arbitrário. E você precisa ser fiscal do contrato, coisa que a imensa maioria dos funcionários públicos não é. Eu por exemplo sou funcionário público federal há quase trinta anos e nunca fui fiscal de contrato. Achar que você vai ser nomeado funcionário público e vai sair glosando nota fiscal requer metade da produção mundial de maionese para a viagem. E se o funcionário público glosar errado, a empresa vai à justiça e ganha a diferença, e o funcionário público (ir)responsável pode ser submetido a processo administrativo disciplinar, sem prejuízo de uma ação regressiva da União se houver prejuízo.

Não vou nem comentar as demais loucuras, por que espero que sejam óbvias - a ideia de que o dono da empresa é judeu, de que a maioria dos servidores públicos é mulher ou preto, que todo funcionário público é chefe de alguém, e que se for chefe pode mandar fazer o que quiser, que a estabilidade é absoluta, que não há controles, que funcionário público pode chegar no trabalho às 11 horas, enfim, os rapazes não têm noção nenhuma da realidade, são completamente lunáticos.

Esses caras precisam ser internados, diga o movimento antimanicomial o que disser.

Mila disse...

Não sei de onde tiram tanto poder de funcionário público. Na real, o serviço público está cheio de gente sem vinculação ocupando cargos altos e com o "benefício" de não precisar seguir a lei, como é o nosso caso. Não conheço um órgão público que os servidores não lutam por mais servidoresservidores de carreira como gestores e não por indicação política. A maioria se mantém no serviço público por pura politicagem, o velho QI. A vantagem do serviço público e da estabilidade é que sendo servidores não dependemos de QI para nos manter no cargo.
Eu achei que os mascus eram liberais e que mamar no Estado (aka passar por méritos num concurso público sem indicação política) era coisa dos esquerdopatas e feminazis.

Anônimo disse...

Exatamente isso que o donadio disse, eu trabalho no setor de contratos e glosar a empresa é um c*~
Fora que em caso de, atraso de entrega por exemplo, vc tem que dar um prazo de 5 dias pra empresa se defender, tem que envolver as vezes até a procuradoria do orgão pra só entãããão vc poder fazer a aplicação da multa (que a empresa pode recorrer).
Sancionar empresa então, nossa...
e muito burocrático e é um cú, não é só pq vc quer não. eles tiram essas ideias das mentes doentes deles, só pode.

@vbfri disse...

Donadio falou tudo o que eu queria dizer.

Mas só pra deixar mais claro, vou expor algumas coisas:

Sou servidora pública há 10 anos. E, por um acaso do destino, caiu um contrato para o qual serei fiscal. Como o Donadio falou, glosar um contrato está longe, muito longe de ser algo fácil assim. E ser chefe, também. E chegar às 11... Sério... Em que mundo?

Em que mundo, pergunto a vocês, um servidor público, que chega às 11h da manhã, que fica ainda só de blablabla no café, vai ser colocado para ser chefe de alguém e para ser fiscal de contrato? Aliás, ser fiscal de contrato é um trabalho que normalmente não é dado a chefe e não é dado a gente que fica de blablablá. O chefe que indica uma pessoa de sua confiança para ser fiscal. E a responsabilidade do contrato é bem grande.

Olha, pelo menos no órgão onde eu trabalho, nós temos uma coisa linda chamada ponto eletrônico. A corregedoria também não tem muita pena de servidor folgado não...

E eu já vi com meus próprios olhos servidor estável ser demitido após PAD.

Então, se a pessoa acha que serviço público é um lugar onde vc pode fazer chacrinha e ficar sem trabalhar (e ser promovido a chefe ou ser escolhido para ser fiscal de um contrato) e um lugar onde impera a impunidade, pense novamente.

A cada dia que passa, vejo mais e mais gente se dando muito mal por pensar que dá pra ser um péssimo servidor.

Ah. E tem uma coisa linda que tem ganhado mais e mais destaque e se chama "assédio moral".

Se você assediar moralmente um servidor (ou uma servidora) a pessoa pode se voltar contra você e aí... e aíiiii... bye, bye serviço público.

bye bye estabilidade.

@vbfri disse...

E o que a Mila falou...
Que merda é essa desses mascus que reclamam de quem mama na teta do estado e agora querem ser servidores públicos?
Ah, nem!!!
A gente não precisa de vocês por aqui não.
Ah.
E outra:
Cada vez mais tem mais mulheres do que homens entrando no serviço público. Principalmente em cargos de nível superior. Principalmente em concursos de grande concorrência.
Beijo.

Anônimo disse...

Marcelo era contratado do STJ, mas desempenhava tarefas de menor aprendiz e, por ser explorado e ter um trabalho irrelevante, criou essa imagem onírica do serviço público. BURRO.

Samantha, eu ia dizer justamente isso: passar é uma coisa, ser nomeado é outra e tomar posse é outra ainda. Só pelo fato de ter antecedentes criminais e por obviamente não ter aptidão mental para exercer qualquer cargo, Marcelo não tomará posse.

Marcelo, é melhor você procurar um emprego na iniciativa privada, hein. Aliás, já passou da hora de você parar de mamar nas tetas da sua mãe, não? Seu boçal.

Anônimo disse...

Outra coisa, não sei se esse retardado leu o edital, mas existe algo chamado "investigação da vida pregressa".

Dêem um google no nome desse fodido "Marcelo Valle Silveira Mello". Vejam se alguém com o mínimo de capacidade cognitiva aprovaria essa aberração.

é um merda mesmo.

Anônimo disse...

Nem todo concurso tem investigação de vida pregressa, se não constar no edital ele irá tomar posse.

Anônimo disse...

Impera na sociedade a visão de que o servidor público é vagabundo, o que é um equívoco. É claro que existem muitos maus servidores (assim como na iniciativa privada tem gente que só está lá por causa de alguém influente), mas há bem mais mecanismos de controle: avaliação de desempenho, PAD, ponto eletrônico etc. A estabilidade não é tão absoluta.
O servidor tem de fazer tudo o que está na lei. Ou seja: cumprir sua jornada direitinho, férias de 30 dias e faltas apenas justificadas.
Ou seja, servidor incompetente não se cria no serviço público se a lei for seguida. Aliás, o serviço público neste processo de se portar como empresa privada também incorpora alguns vícios, especialmente com o loteamento de cargos em comissão por pessoal via indicação política, muitos dos quais sem vinculação ou identidade com o órgão. Em vez da realização de um instrumento válido e legítimo como o concurso, que visa selecionar candidatos por mérito, prefere-se terceirizar serviços inclusive para atividades finalísticas.

Anônimo disse...

O cara pra ser demitido em um PAD só fazendo muita merda.
A real é que todos coçam o saco mesmo. O salário também é maior que o da iniciativa privada judaica.
No Bostil o lance é ser servidor público e viver dos impostos pagos pelos coxinhas retardados judeus otários.

Anônimo disse...

Isso é relativo. O rapaz que queimou o índio Galdino passou num concurso para a área policial (não sei se chegou a tomar posse) sem realização de prévia investigação de vida pregressa.
Dependendo ele pode até tomar posse. Mas vá ele achando que chegará lá mandando em deus e o mundo (tem estágio probatório antes) e achando que pode trabalhar três horas por dia.

Anônimo disse...

Pegar avaliação ruim pode implicar na redução de gratificação de desempenho individual. Perder dinheiro nunca é legal.
Salário da iniciativa privada é menor? Diga isso para um médico por exemplo. Tem também das condições de trabalho não serem sempre as melhores. O salário da iniciativa privada flutua e é mais flexível a negociação de aumentos, ao contrário do setor público no qual os salários recebem reajustes muito pontuais.

Anônimo disse...

(Viviane)
É verdade, anon 17h58, só concursos das áreas policial, militar e judiciária fazem essa exigência.

Anônimo disse...

12:57 se não se trata de gênero porque a maioria esmagadora desses crimes são cometidos por homens? Mulheres podem ser ruins tanto quanto homens e até mais, mas não chegam a fazer a merda que os homens fazem toda hora. Isso me lembrou um caso de uma mulher que foi acusada de abusar de uma menina no comentário um homem disse "as coisas tão mudando, as mulheres cometem esse crimes tanto quanto os homens" já tem um mês que vi essa notícia e até hoje nesse site não tem nenhuma nova notícia de estupro cometido por mulher, enquanto vemos notícias todos os dias desses crimes cometidos por homens.

Anônimo disse...

A maior mulher abaixo dos homens né cesc

Kittsu disse...

Uau. E os malucos se surpreendem porquê ninguém quer ficar por perto...

Anônimo disse...

Sobre mulheres no serviço público, é questão de tempo que elas sejam maioria. De acordo com matéria do Correio, "de cada 10 pessoas aprovadas em seleções para cargos na administração federal, sete são do sexo feminino. A tendência, dizem especialistas, é de que, em pouco tempo, elas passem a ser maioria nos três poderes."

Por que conseguem? Porque são mais dedicadas aos estudos. Tanto que são maioria nos cursinhos.

http://concursos.correioweb.com.br/app/noticias/2016/07/18/noticiasinterna,36402/maioria-em-salas-de-cursinhos-mulheres-dominam-vagas-em-concursos.shtml

Miriam disse...

Caramba, quanto ódio nesse coração, né? toda essa raiva, todo este rancor, que se avaliar com sinceridade, não dá nem pra ter duvida por que ninguem gosta dessa gente.

De um lado você vê essa gente fracassada, escrota, gente ruim de coração mesmo, que fica se reunindo na internet para atazanar, criticar, censurar e possivelmente até machucar outras pessoas que não concordam com elas.

Do outro lado, tem o Marcelo e os amigos dele.

Paulo Cunha disse...

Uau.

Anônimo disse...

29 de julho de 2016 13:01 - O que temos nesta ilustração?

- De um lado uma mulher que se relaciona com uma PESSOA, uma mulher interessada no que o homem sente, desejosa de participar da vida dele, chateada com a frieza e a indiferença do parceiro.

- De outro lado um homem que se relaciona apenas consigo mesmo, que mal enxerga aquele objeto que está ao seu lado, objeto reduzido a uma cavidade úmida e quente na qual ele enfia o pau, objeto que ele não considera digno nem mesmo de saber que a derrota do seu time o deixou chateado. O homem não enxerga a parceira nem mesmo na hora do sexo, que nem é uma relação entre duas pessoas, mas "umazinha".

Ilustração perfeita da mulher e do homem.

Anônimo disse...

Se esses são os bons, me avisem quando os maus chegarem pra sair correndo, rsrs...

Anônimo disse...

Esse aí conhece rotina de funcionário público por série da Globo, rsrs...
A maior vantagem de ser funcionário público é estabilidade. Só isso. Até as melhores oportunidades costumam ser dadas para cargos de confiança, funcionários não concursados que são amigos de alguém...
Pode até chegar atrasado todo dia, não vai ser mandado embora, mas em pouco tempo, vai passar a ter essas horas descontadas em folha no final do mês. Se bate ponto, no primeiro mês já está se ferrando...

Anônimo disse...

Cesc,

O islã, Judaismo e Cristianismo tem a mesma base: São a descendência de Abraão. São monoteístas e religiões patriarcais. Na maioria de seus segmentos ignoram a força e o papel da mulher. Mas, isto nem sempre de acordo com o livro central (Biblia, Torá ou Corão), mas de acordo com interpretações e outros livros que são adotados pelas religiões, escritos por seguidores. A medida em que o fundamentalismo ganha espaço, as mulheres são ainda mais cerceadas e subjugadas.

Há segmentos cristãos que não reconhecem mulheres como autoridade. Há Igrejas evangélicas que não permitem o ordenamento de mulheres como Pastoras e a Igreja Católica nunca teve uma Papisa. Ou teve? Há controvérsias sobre a existência da Papisa Joana (ou Gilberta?). Mesmo que tenha havido, foi uma e o fato de sua história ser tão controversa, já é sintomático. E não há Madres.

Já no Judaísmo há a diferença nas orações diárias matinais. Os homens oram: “Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do Universo que não me fizeste mulher”. As mulheres oram: “Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que me fizeste segundo Tua vontade”. Horrível, não?

Já no Islã, não são todas as Mesquitas que permitem que a presença da mulher. Ou seja, elas oram em casa.

E a Teologia Feminista, desde suas origens, encontra muitas afinidades fundamentais com as idéias desses filósofos que você citou.

E não, o pessoal que você citou não era machista e misógino... Ao contrário de você, né ? E se forem, ao menos tinham algumas idéias lógicas, ao contrário de uma história mitológica que tenta explicar tudo, e que é mais machista que todos eles...

Feminazi Satânica disse...

Engraçado como homem lida com a virgindade e com um chifre.

Ninguém dá mais importância para budeta do que esses mascus.

Ninguém é mais escravo de buceta do que eles.

A buceta é o amor impossível deles. Como não conseguem ter nenhuma, acabam ficando até doentes.

E esse Marcelo... Pfffff! O maior virjaum que esse país já viu.

Ei Marcelo (sei que vc está lendo), vc é o maior virjaum que eu já conheci, cara!

Parabains

Anônimo disse...

A idéia de felicidade do cara é receber likes no Facebook... Não é de admirar que esteja na merda. Às vezes me pergunto se eles queriam ser os tais marginais que supostamente transam com a personagem deles ou ser a própria. Merecem a porcaria de vida que têm.

Dan

Moonkult disse...

eu ja fui masculinista mas só não sou mais porque eles saõ extremament culturais e isso restringe a liberdade. algo que descobri esses dias, é a ideia de que relacionamento ja é uma forma de poder, poruqe submete a mulher ao poder de um homem. na verdade o que cria a misoginia é a propria ideia de relacionamento, eu tive um tempo de misoginia devido a isso. cultura não é natureza, cultura é sempre algo artificial usado pra manter um sistema baseado na opressão funcionando. ninguem é dono de ninguém, por isso as ideias do nessahan alita sao incompletas, ele é preso a conceitos culturais, masculinismo é falho, e é adaptado ao sistema, nao é algo subversivo como eles dizem ser.

e quanto esse marcelo, a vida dele se limita a se vingar do passado? eu ja fui assim, mas se pensar de maneira profunda e filosofica, o ser humano nao passa de materia morta, assim como tudo ao redor, os predios, as arvores, o mar, o cosmo em geral, isos é uma maneira gnostica de ver o mundo, que me da uma saude mental maior. por isso toda vingança é sujar a si mesmo, de sangue, é como matar a si mesmo.

Moonkult disse...

é vazio se gabar pelas coisas que esse cara se gaba, sao coisas muito fúteis. por isso me afastei do meio masculinista. faz sentido se gabar por causa de alguma coisa?

ninguem é melhor por ter tal emprego. cada um se adapta a sua propria realidade. em vez de olharem para o outro, olhem pra si mesmos.

Moonkult disse...

se o cara diz merdas como ''eu sou melhor por ter tal emprego, vou humilhar outros que tem emprego pior'', ou masculinistas dizendo coisas como '''sou machista porque a mulher deve ser submissa na relação'', isso prova que quem diz coisas assim nao tem nada dentro de si, ou seja, noa tem uma individualidade. submissão é relaçao de poder, logo destrói a liberdade. nao existe nada pior pra propria individualidade do que querer controlar as pessoas, mandar nas pessoas.

na verdade o que alimenta a competição extrema na humanidade é a ideia de relacionamento. e eu nao creio na eugenia, no materialismo, logo nao creio na teoria da evolução. a teoria da evolução é baseada no tempo linear, quando em tempos ancestrais o humano vivia de acordo com o tempo cíclico antes do cristianismo, isso ja quebra a ideia da eugenia e do materialismo.

Anônimo disse...

É muito triste ver alguém inteligente e cheio de potencial ficar cultivando rancor de ofensas imaginárias. Pior ainda é a criatura ficar na internet batendo em espantalhos.

donadio disse...

"Aliás, ser fiscal de contrato é um trabalho que normalmente não é dado a chefe e não é dado a gente que fica de blablablá. O chefe que indica uma pessoa de sua confiança para ser fiscal. E a responsabilidade do contrato é bem grande."

E é só ônus. Você não ganha um centavo a mais para ser fiscal, não conta ponto para promoção, não te dá direito a redução de horário. Em alguns órgãos pelo menos, você sequer recebe treinamento para a função; tem de ir adivinhando o que é que precisa exigir, o que pode e o que não pode. Errou, o a CGU te pega, o TCU te pega, e você se incomoda uma barbaridade, tendo que explicar tudo que fez e por que, com risco de PAD e ação regressiva.

Claro, tem aquela satisfação de obrigar a empresa a cumprir suas obrigações trabalhistas, de exigir que repassem o INSS e o FGTS dos seus funcionários, enfim, de fazer cumprir a lei e punir os tratantes, os sonegadores, os escravocratas que atrasam salário, os pilantras e sacripantas de todo tipo. Mas a incomodação é muito maior, o risco não é desprezível, e um imbecil que escreve e assina que vai glosar empresas para sacanear com as "vadias" que trabalham nela e com o "judeu" que é dono, nunca vai chegar perto de fiscalizar coisa alguma.

Esse sujeito é um "psicopata desorganizado". Tem aquele psicopata que é capaz de ficar dez anos na cadeia se comportando direitinho, pra garantir progressão de pena e sair o mais cedo possível pra voltar a delinquir - esse é o "psicopata organizado". O "psicopata desorganizado" não aguenta frustração, não consegue ficar dez minutos sem fazer besteira, perde o controle e surta. É o caso do Marcelo Psycl0n. É tão desorganizado que é incapaz sequer de manter os seus "planos infalíveis" em segredo; escreve e põe na internet para todo mundo ver.

donadio disse...

"O rapaz que queimou o índio Galdino passou num concurso para a área policial (não sei se chegou a tomar posse) sem realização de prévia investigação de vida pregressa."

Ele era o único menor do grupo. E, sendo menor, tem a vantagem de que a condenação não consta na "vida pregressa". Não é caso do Marcelo Psycl0n, que já era bem grandinho quando foi processado e condenado.

donadio disse...

"De acordo com matéria do Correio, "de cada 10 pessoas aprovadas em seleções para cargos na administração federal, sete são do sexo feminino."

Mas, infelizmente o Correio não detalha isso por cargo e nível. Sim, as mulheres são ampla maioria na base do serviço público. No topo - diplomata, analista de orçamento, procurador, analista fiscal, delegado de polícia federal, as carreiras "típicas de Estado", enfim - nem tanto. A igualdade não é um processo automático, não vai se dar sem luta.

donadio disse...

Para você ter uma ideia, aqui - http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=24/07/2015&jornal=3&pagina=125&totalArquivos=212 - tem uma lista de aprovados num concurso do MPF. São 54 aprovados; 39 homens e 15 mulheres.

Charle Coimbra disse...

Qual a finalidade da publicação desse post? Depois de já ter mostrado esse absurdos desses manés outras vezes?

Anônimo disse...

Rir.

Anônimo disse...

Eu sou funcionário público federal de nível superior e já frequentei fóruns masculinistas. A verdade é que sempre culpei as pessoas pela minha solidão e falta de amigos, mas na verdade o problema sou eu, que sou muito fechado e tímido.

Atualmente continuo solitário, mas não frequento mais esses fóruns e tento não culpar os outros por meus problemas. De vez em quando tenho recaídas, mas estou na luta. Também estou estudando para tentar assumir uma carreira jurídica, com especial foco nas carreiras de Delegado e Promotor de Justiça.

Anônimo disse...

Na verdade, Nietzsche falou mal de mulheres inúmeras vezes mas sempre num viés de pessoalidade. Nietzsche faz parte de uma corrente chamada irracionalismo filosófico que é totalmente anti-científica. Mas ele tem uma teoria que prega a autonomia. Não gosto da filosofia dele como um todo mas sim, essa parte pode ajudar e muitoooo o movimento gay e o feminista pelo simples fato de pregar uma sociedade de formação de pessoas autônomas e não submissas. Ainda vou explorar melhor esse tema pq a ignorancia é grande.

Tem que separar o joio do trigo!!!

Anônimo disse...

Sobre a igreja catolica, judaica e islã. São todas de origem patriarcal e pregam a submissao feminina. Na tábula das naçoes nao aparece nenhuma mulher só a descendencia masculina, como se isso fosse possivel kkkkk. A esposa de noé nao tem nome nem rosto, nem as esposas dos filhos dele que ninguem sabe como surgiram. A historia bíblica é contada como se só existissem homens e na descendencia de noé nao tem uma filha mulher sequer. Mas seus filhos se casam com mulheres sem nome e que ninguem save de onde vieram. Uma historia sem logica nenhuma. De onde viriam essas mulheres se esses patriarcas nao tiveram nenhuma filha? Elas brotam de arvores? Isso por acaso nao é machista?

Cesc Biavati disse...

Nietzsche pode ajudar muito o movimento feminista e gay. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

A mulher foi o segundo erro de Deus.
Friedrich Nietzsche

As próprias mulheres, no fundo de toda a sua vaidade pessoal, têm sempre um desprezo impessoal - pela mulher.
Friedrich Nietzsche

Comparando no seu conjunto homem e mulher pode dizer-se: a mulher não teria engenho para se enfeitar se não tivesse o instinto do papel «secundário» que desempenha.
Friedrich Nietzsche

Onde amor e ódio não concorrem ao jogo, o jogo da mulher torna-se medíocre.
Friedrich Nietzsche

Há mulheres que, por mais que as pesquisemos, não têm interior, são puras máscaras. É digno de pena o homem que se envolve com estes seres quase espectrais, inevitavelmente insatisfatórios, mas precisamente eles são capazes de despertar da maneira mais intensa o desejo do homem: ele procura a sua alma - e continua procurando para sempre.
Friedrich Nietzsche

"As sair para o encontro com uma mulher. Não se esqueça de levar o chicote"
Friedrich Nietzsche


Nietzsche, além de racista, aristocrata, pagão anti-cristão, adepto da teoria do Super-Homem (posteriormente influenciou até o ideal ariano de Hitler), era 100% misógino. Morreu mediocremente devido a um cancro que tinha no cérebro decorrente de uma sífilis que pegou de alguma puta em bordéis alemães. Muito de seu ódio se deu por conta dos tocos e foras que tomou de Lou Salomé. Então, Nietzsche é importante para o movimento gay e feminista? KKKKKKKKKKKKKKKK

Vocês são doentes, só perdem dos ateus.

Anônimo disse...

Dizer que o nietzsche é importante para o feminismo foi a coisa mais idiota que já ouvi mas agora falar "vocês" na maior generalização é ridículo, eu nunca falaria uma merda dessa. Você é religioso né cesc? Vocês religiosos não tem pra falar mal dos ateus, são os campeões em falar merda.

donadio disse...

"O cara pra ser demitido em um PAD só fazendo muita merda."

O problema é que pelo visto você está planejando fazer muuuuuuuuita merda. Que, somada com a merda que você já fez na vida, é mais do que o suficiente para ninguém te dar uma chefia nem uma fiscalização de contrato. E vai nessa de chamar todo mundo de puta e de judeu, e arranjar briga com todo mundo, pra você ver se não pega um PAD rapidinho.

Vai te tratar, cara. Você precisa. Mesmo.

Anônimo disse...

Por que ainda deixam os comentários deste lixo?

Anônimo disse...

Alguns tópicos de um fórum mascu:

"mimi não tenho namoradinha"
"travestis são melhores que mulheres"
"mulheres são inferiores"
"mulheres são bosta"
"odeio gays"
"travestis são melhores pois são homens."
"sou virgem, bv e não saio de casa e quero me matar"
"não aguento mais essa vida"

titia disse...

Quer dizer que Nietzsche era um mascu? É, cada dia você aprende algo novo...

Anônimo disse...

Eu não sei o que é ser mascu mas em questão de misoginia nietzsche era campeão, o cara odiava mulheres. Engraçado que nietzsche ta entre os mais lidos pelas mulheres, parece que mulher gosta de homem que odeia mulheres.

Anônimo disse...

Aiaiai Cesc...
A cada dia que se passa vai falando mais m* ! Você fez algum doutorado disso ? (Se sim, parabéns pelo profissionalismo).

Cristão adoora falar isso do carinha, por causa de... Bem, segundo o filósofo especialista em Nietzsche Oswaldo Giacóia, da USP, o Super Homem (ou Além do Homem) poderia ser representado por aquele que encarara a vida sem as muletas que o homem usou até hoje para poder suportar a existência, como a religião ou a moral, por exemplo. Segundo Nietzsche, estas muletas seriam uma negação da morte. Seria por causa dessa negação que as pessoas acreditariam em falsas promesas como o paraíso, por exemplo. Portanto, o Super Homem seria um ser superior, uma ideia melhorada de nós mesmos: não na força, mas no psicológico. Ou seja, por Nietzsche ser contra o que os crentelhos pregam, eles criaram essas falácias a respeito do cara.

A afirmação que fez na obra O Anticristo, de que “Deus está morto”, causa mini enfartos nos cristãos até hoje. A principal ideia que o filósofo atacava era a da moral cristã. Para ele, os cristãos não são bons (ou tentam ser) porque se preocupam com o próximo. Eles são bons porque têm medo de queimar no inferno. Não é uma bondade genuína. Segundo ele, é nesse medo da punição em que se baseia toda a fé cristã. Por isso, ele propôs uma ideia de ética que dependia simplesmente da própria pessoa — que não deveria acreditar em recompensas além da vida ou em deuses que o tratassem como gado. Ou seja, a pessoa seria boa simplesmente porque assim ela se sentiria bem consigo mesma e não porque uma entidade superior e vingativa puxaria seu pé à noite.

Ele não via sentido em negar o sexo, o corpo e o amor. O filósofo se perguntava: “Que validade tem, afinal de contas, ser cristão se este vive ameaçado pela terrível punição de ser excluído da presença de Deus se não se comportar ‘bem’?”. Isso sem falar na noção de culpa que vem de brinde. Por isso, Nietzsche defendia o fim da moral cristã, atacando sua principal incentivadora: a Igreja ! E qual é a alternativa que a Igreja faz para derrotar seus supostos inimigos ? Simples. "Demoniza" eles !

Na obra A Gaia Ciência, Nietzsche nos presenteia com um exercício mental intrigante: “E se um dia um demônio se esgueirasse em tua mais solitária solidão e te dissesse: ‘Esta vida, assim como tu vives agora e como a viveste, terás de vivê-la ainda uma vez e ainda inúmeras vezes: e não haverá nada de novo, cada dor e cada prazer (...) há de retornar (...). Não te lançarias ao chão e rangerias os dentes e amaldiçoarias o demônio que te falasse assim? Ou viveste alguma vez um instante descomunal, em que que lhe responderias: ‘Tu és um deus e nunca ouvi nada mais divino!’”. A forma como você reagiria à proposta do demônio diz muito sobre o modo como você leva a vida e faz questionar (muito) sobre o rumo que dá a ela e como toma suas decisões.

Queria ver a resposta de certas pessoas... Mas a de algumas é até previsível, não é, Cesc ?

Anônimo disse...

A divisão entre filosofia e misoginia em Nietzsche parece clara : em poucas
palavras, não existe motivo algum além da misoginia para que o filósofo atribua ao homem uma importância maior que a mulher. Seu pensamento, no entanto, deixando a misoginia de lado, traz uma intensa valorização do feminino.
Frente aos valores modernos e democratas, a misoginia faz Nietzsche negar a mulher os direitos iguais e dar a ela um papel inferior na sociedade; por outro lado, a crítica aos valores modernos faz uma denúncia positiva às mulheres, reivindicando o valor das diferenças, abrindo espaço para a afirmação das mulheres enquanto mulheres, não enquanto “iguais aos homens”.
A crítica nietzschiana a ideia de essência dissolve as identidades como
verdades e transforma-as em interpretações culturais; é a cultura que inventa o homem e a mulher, estes não existem em si. Com isso, Nietzsche dá o primeiro passo para uma discussão muito atual sobre gênero e identidade, suas reflexões a esse respeito podem ter sido o embrião da atual teoria queer, por exemplo. E seria apenas por preconceito que Nietzsche ainda enxergasse qualquer superioridade no homem, pois o cerne de seu pensamento indica o diverso, um fluxo de vontades e afetos que podem se manifestar de forma superior (artista, fértil) ou inferior (niilista, estéril) e que, a rigor, qualquer indivíduo pode representá-los, independente de sua sexualidade.
A partir de seus valores, sua balança – o homem como vontade e a mulher
como docilidade –, e das características orgânicas procriativas – o útero e a
ausência do útero –, junto a sua misoginia, Nietzsche toma partido pela
superioridade do “homem fértil”, ou da “mãe fálica”, como tipo de homem para uma cultura superior. É necessário afirmar que tomar qualquer partido, machista ou feminista, sobre uma fertilidade da cultura, implica num patriarcado ou matriarcado, isto é, a noção de superioridade de um dos sexos, pautada evidentemente em
interpretações a favor ou contra um gênero sexual.
Nietzsche foi misógino, mas seu pensamento certamente não é machista nem feminista; com efeito, até prima por um espírito feminino nos indivíduos. O que é curioso em Nietzsche é que, mesmo exaltando os aspectos femininos, digamos assim, seus preconceitos o punham numa trama direcionada ao homem, não a
mulher; o preconceito e a libertação do preconceito se entrelaçam na obra de
Nietzsche. Ao criar seu “eterno feminino”, não como verdade, mas como foco interpretativo, Nietzsche tentava fixar uma imagem elevada: as mulheres deviam conservar essa feminilidade – e portanto não querer direitos iguais aos dos homens, rejeitando a esterilidade dos ideais modernos – ao passo que os homens deviam buscá-la – assim rejeitando também a esterilidade do ideais modernos.

Mas, justamente por fixar, Nietzsche recai em seus preconceitos, fixando-os
também em seu discurso. A mulher ativa em sua feminilidade, o homem dominador, por se lançar ao feminino de modo a conquistá-lo num jogo eterno, como um guerreiro. Assim, Nietzsche tira da mulher, ou ao menos coloca em segundo plano, sua feminilidade – transformando-a em ornamento do homem.
Se o homem é o “animal estéril”, há de se convir que pela própria análise
nietzschiana seria a mulher, e não o homem, a protagonista da existência, coisa que o filósofo fez questão de rejeitar.
Ele não queria admitir que o Além-do-Homem era a mulher...

Anônimo disse...

Nossa, mas vc é MUITO inocente mesmo.

SOCIOPATAS tem bem mais chance de subir em empresas e ter cargos de liderança.

Anônimo disse...

Se a mulher for rejeitar o que é misógino, teria que começar com as religiões monoteístas. As três grandes são misóginas. Assim, seria absurdo existirem mulheres cristãs.

Todo homem é, em alguma medida, misógino.

Anônimo disse...

Uma pessoa aí em cima colocou umas fontes de que mulheres passam mais em vestibulares/concursos e isso é a pura verdade.

Daqui a alguns anos, mulheres vão tá em massa nos trabalhos.
Parabéns para elas.

Agora imagino...
Poucos homens vão ser disputados a tapas e a maioria vão ser "descartados".

Acho muito difícil uma mulher se relacionar sério com um homem "inferior" financeiramente.
No começo, é possível.
Mas depois, não aguentam mais.

Se for se relacionar com ele, é pq enxerga alguma "esperança" nele, seja se formando em um curso bom financeiramente e etc.

Vai sobrar MUITO homem.
O que pode acontecer de que serão invertido os papéis: mulher provedora e homem "em casa".
A mulherada não vão aguentar esse papel de ser provedora.

Ou então nada irá mudar.
Pouco homem pra muita mulher.

Apenas teorias...

Kittsu disse...

Que eu me lembre ele não entrou, não, viu?

Anônimo disse...

"SOCIOPATAS tem bem mais chance de subir em empresas e ter cargos de liderança." 11:45

Esses sociopatas a que você se refere são notoriamente carismáticos e possuem grande poder de convencimento e de persuasão, o que, convenhamos, não é o caso dos mascus. Eles só ocupariam posições de destaque no funcionalismo público, e apenas se já não tiverem sujado suas fichas criminais.

Anônimo disse...

Nossa, que bosta de teoria. Só pode ser coisa de mascu chorão.

Anônimo disse...

faz um post sobre pornografia

Anônimo disse...

Os mascus podem se relacionar com bonecas/robôs sexuais.

Anônimo disse...

Meu querido, mulheres já são chefes de família há milhares de anos, e muitas vezes sem a ajuda de ninguém. Esse conto da carochinha de que mulheres no passado eram donas de casa e o homem provedor nem foi a organização familiar mais recorrente na história humana, se vc pegar todas as sociedades, todos os continentes. Nem aqui no Brasil, sob o domínio do padroado português, era desse jeito que pintam. Relaxa que o mundo não vai acabar

Anônimo disse...

Ele obviamente escreveu a fala das 2 pessoas. os dois são ele

Anônimo disse...

Esse verme não tem certidão da antecedentes criminais negativas!
Seu fudeu!!!!
Vai chorar muito verme sujo!!!!!

Estudou pra continuar sendo um verme sujo punheteiro!!!!kkkkkk

Seu eu morasse na cidade dele, dava uma sova nesse verme!

Anônimo disse...

Divulga mais que tá pouco, Lola! Eles precisam de você!

Anônimo disse...

Sou funcionário publico desde os 18 anos. Já assumi 5 cargos publicos em diferentes estados e secretárias. Hj sou chefe de todos minha cidade. E sou mascu. Totalmente contra esquerdismo e feminismo. Quando vejo que a pessoa é esquerdista, sempre sai mais caro as multas.

Anônimo disse...

07:17, fanfic bem curtinha hein mascu?

Mas assumindo que seja verdade, tá ligado que o que vc diz fazer viola totalmente os deveres do servidor público e cabível PAD com todas as sanções previstas e sem prejuízo de ação penal civil né? Assumindo é claro que vocês mascus são os bichos mais loroteiros do mundo. Pra compensar o lixo de vida que vcs levam né

Anônimo disse...

Por que a maioria dos masculinista é mitomaniaca? É sintoma da doença?

Hele Silveira disse...

Kkkkkkkkk... quem tem chefe é índio, mascu, rsrsrs. Mas a sua fala foi divertida. Quer dizer que foi chefe em diferentes estados, com letra minúscula? Que estados? Físicos da matéria? Rsrsrs... Foi chefe em diversas "secretárias"? As multas "sai", Sr. Grande Chefe duma "cidade toda", kkkkkkkkk?... Vá sonhando, afinal, sonhar é de graça.