quinta-feira, 16 de junho de 2016

FEMINISTA DE FACEBOOK

Comentário bem off topic deixado num guest post:

"Sempre que eu ou outra pessoa comentamos aqui sobre feminismo de facebook, alguém comenta (e entendo o argumento) que 'é minoria'.
Concordo em parte, realmente não sei dizer se tem muita força no mundo real, mas pelo menos na internet (não só face, mas internet geral mesmo) e em alguns coletivos feministas universitários, esse 'feminismo' ridículo tá cada vez ganhando mais força. Quando a Emma Watson lançou aquela campanha He for She, choveram críticas de pessoas a criticando, tipo 'Não considero feminismo essa branca cis hétero e rica', 'Cala a boca burguesa'. O pecado mor dela? Ela acha que homens deviam participar do feminismo, para desconstruírem seu machismo. Só isso. 
Mas não. essas 'feministas' querem feminismo clube da luluzinha, só entre mulheres, 'não existe mulher machista, existe mulher que reproduz o machismo', 'ai, mulher machista é cooptada pelo patriarcado', 'todos os homens são nojentos'... Fico pensando como querem mudar o mundo desse jeito. Seria massa um post da Lola (ou guest) falando sobre essa 'nova onda', porque sinceramente, tá cada vez mais forte em TODA a internet..." (B)

"B., A única vez que tive contato com esse feminismo que há tempos você vem falando foi num post sobre 'sororidade com a amante' na qual tinha menina defendendo que a comprometida não deveria tirar satisfações com a amante, pois 'ela é solteira e livre'. 
Sobre as críticas a Emma Watson, eu acho que galera por vezes vê cabelo em ovo e fecha os olhos para outras situações. Eu acho que os homens devem entrar em contato com o feminismo sim, afinal como vão desconstruir o machismo (vai cair do céu, pedir para um gênio da lâmpada)? Só não gosto quando homens (e mulheres também) silenciam mulheres ou querem dizer quando e como devemos nos indignar. 
Se bem que feministas também fazem isso (feministas magras mandando gordas emagrecerem; brancas minimizando as opressões das negras; ricas oprimindo pobres)". (Mila)

Euzinha: Não estou no Facebook, não vejo quase nada no FB (vez ou outra alguma coisa chega até mim, porque alguém manda), não tenho a menor ideia do que se passa por lá. Mas sei que "feminista de internet" (e imagino que isso englobe FB, twitter, blogs etc) é usado pejorativamente por algumas pessoas que não gostam de feminismo ou feministas. Eu sou geralmente incluída nessa categoria de "feminista de internet", como se fosse algum demérito. Então suponho que o "feminista de FB" vá pelo mesmo caminho. E não sei se o termo trata de mulheres que simplesmente comentam no FB ou de páginas feministas (muitas das quais fazem um excelente trabalho) no FB. 
Mas espero que todo mundo que me lê conheça minha posição a respeito desses temas que você mencionou, B.: eu quero homens no feminismo (não como protagonistas, mas existe protagonismo num movimento social?), eu acho que não dá pra mudar o mundo mudando apenas metade da população, é óbvio ululante que existe mulher machista, e considero essas besteiras de "homens são anomalias" (seja como brincadeira ou a sério) contraproducentes. E não tenho paciência com feminista que trolla ou ataca feministas. Evito ao máximo falar mal de alguma feminista. Se não concordo, não falo da pessoa. A gente já tem tantos inimigos -- por que vamos perder tempo e gastando energia brigando entre a gente?

71 comentários:

Anônimo disse...

Que post mais ruim, mais sem sentido e mais deslocado das questões sociais atuais. Nota 0!

Anônimo disse...

Eu ouço as vezes a expressão "feminista de tumblr" para se referir às misândricas que tiram selfie segurando caneca de male tears, defendem a ampla redução da população masculina (deixar em 10% da quantidade atual), etc...

B. disse...

"Eu ouço as vezes a expressão "feminista de tumblr" para se referir às misândricas que tiram selfie segurando caneca de male tears, defendem a ampla redução da população masculina (deixar em 10% da quantidade atual), etc..."

Tb já vi isso, coisa mais ridícula!

Anônimo disse...

"Não estou no Facebook, não vejo quase nada no FB (vez ou outra alguma coisa chega até mim, porque alguém manda), não tenho a menor ideia do que se passa por lá."

Deveria, Lola. Você passaria a entender a mecânica muitas vezes sórdida de certos ativismos e a forma terrível como as pessoas-nascidas-com-vagina estão tentando lidar com isso para parecerem mais "politicamente corretas" e, adivinhe, serem acolhidas por homens.

Anônimo disse...

Eu também ouço a expressão "feminista de tumblr", principalmente em fóruns americanos. Se refere a feministas radicais que incomodam demais os machistas. Foto de caneca de male tears deixa eles muito assustados. Eu não frequento o tumblr mas tenho muito simpatia por essas feministas só pelo que eu ouço falar.

Anônimo disse...

Internet dá voz às minorias mas tudo quanto é tapado vem junto no bonde. Na boa que nunca vi UMA feminista afirmar, em carne e osso, coisas estúpidas como "homem anomalia y", "reduzir homem a 10% da população", "cortar pinto de homem", "injeção de neutralizar testosterona", "homem é nojento e fedido" etc. Mas aí aparece amigo meu pra me contradizer quando afirmo "feminismo não é sobre ódio aos homens" com print de tonta que falou uma abobrinha dessas em alguma página da internet. E tem quem diga que devemos deixar que essas mulheres "expressem sua opinião" porque se não, estamos "silenciando" elas "da mesma forma que o patriarcado". Na boa, se criticar posição extremista e mal embasada é "silenciar", então também não reclamem quando alguém falar que "mulher é tudo interesseira", "toda buceta cheira a peixe", "mulher é menos inteligente que homem". Tudo "opinião", também. (e que fique claro que essa parte é só pras femistas que falam abobrinha e pras feministas ingênuas ou mal-intencionadas que acham que é ok elas dizerem isso)

Anônimo disse...

Acho o assunto importantíssimo! Já fui muito crítica com o ativismo digital, hoje acho que é importante é tento não ser ranheta com ninguém que fale de feminismo como movimento legítimo.

Não tem como negar, a Internet é uma ferramenta importante para a cultura e para o debate público, precisa estar lotada de opiniões feministas mesmo.

Agora não dá para esperar coesão de um movimento que, graças às deusas, tem crescido bastante. Olha, é meio raro eu afirmar isso, mas gente, fecho com as radicais nesse ponto: male tears, extermínio da população masculina, odeio homens, etc, etc, são opiniões de performance.

É para demonstrar o descontentamento com a opressão de gênero (pelo menos para mim). Não tem mulher matando homens por que eles são homens, ou estupro coletivo de homens causado por mulheres com base em manifesto feminista divulgado na internet.

Eu, particularmente, quero distância dos argumentos violentos, mas entendo que são importantes para quem tá conhecendo o feminismo e começando a purgar suas dores.

O que acho o fim da picada, de cair o cu da bunda mesmo, é a fiscalização da militância alheia.

Ai que preguiça de argumentos do tipo: isso não é feminismo, essa luta x é a mais importante de todas, feminismo genuíno nao defende isso, fulana não é feminista, odeio feminismo tal, etc, etc, etc...

Aff... fiscalizar a posição alheia é muito patriarcal para o meu gosto.

Anônimo disse...

"Eu ouço as vezes a expressão "feminista de tumblr" para se referir às misândricas que tiram selfie segurando caneca de male tears, defendem a ampla redução da população masculina (deixar em 10% da quantidade atual), etc..."

Concordo com a redução.Sobra mais mulher.

Anônimo disse...

Quase 90% dos casos relatos das feminista de facebook, blogs e afins são Fanfics. É a nova modalidade do feminismo Fanfic, uma guerra pra ver quem tem a história mais emocionante e que vai ganhar mais likes.
Tem atá historia da pequena sobrinha de 3 anos que encantada com o que a mamãe ensinou sobre feminismo elogia a titia por "quebrar paradigmas"... é o curioso caso da pequena criança gênio que sabe até o que é paradigma com 3 anos de idade!!!
Agora sobre a redução da população masculina para 10% !! huauhauhauhau! por favor me dêem um pouco dessa parada que vocês andam usando, essa é das fortes. Só isso explica essa alucinação coletiva na qual vocês vivem !!! Anda rendendo boas piadas no facebook !!!

Anônimo disse...

Gente, vcs estão acompanhando a série lançada pela marie clarie, que vai relatar a história (anônima ou não) de 33 estupros, um por dia, em "protesto" ao caso da menina que sofreu estupro coletivo?

Muitos relatos, como já é de se esperar, não contam histórias de mulheres que foram violentadas na madrugada em um matagal, e sim contam histórias de estupradores que eram da família, amigos, namorados, maridos, pessoas queridas e de confiança.

Alguns comentários são nojentos e dizem que não se trata de estupro.

Acompanhem.

http://revistamarieclaire.globo.com/Noticias/noticia/2016/06/33-estupros-um-relato-por-dia-leitoras-contam-suas-historias.html

Alícia

Anônimo disse...

"Deveria, Lola. Você passaria a entender a mecânica muitas vezes sórdida de certos ativismos e a forma terrível como as pessoas-nascidas-com-vagina estão tentando lidar com isso para parecerem mais "politicamente corretas" e, adivinhe, serem acolhidas por homens."

Você poderia explicar isso melhor?Também não estou no Facebook.

Anônimo disse...

Infelizmente o que vejo cada vez mais presente no facebook sao os movimentos sociais se moldando para agradar o opressor, eles estao manipulando direitinho e ninguem nota. Pego como exemplo o proprio movimento feminista, muitos homens adoram se declarar "feministos" na internet por que sabem que alem de ganhar popularidade se torna mais fácil também de agradar a namoradinha (sim, ja vi mt cara mega machista que paga de feminista na frente da namorada so para ela nao ficar com raiva), e assim o movimento vem se moldando cada vez mais, para memes, festas, enfim, coisas que a midia, e principalmente os homens, adoram. Eles não querem nos ver fortes e com um movimento serio, querem um movimento no qual eles possam brincar também, no qual eles possam continuar com seus privilegios, e quando vem uma mulher falar sobre assuntos serios, sobre o pribilegio masculino etc eles tentam calar a voz dela, chamam de vadia, falam que feminista radical não é feminista, etc, e muitas mulheres apoiam também, por que quando o movimento sai dos memes e parte pra algo serio as pessoas tentam silenciar.
Ontem vi um texto bem interessante no facebook sobre o LGBT e acho que o mesmo vale pro movimento feminista (infelizmente não lembro o autor):
"Glorificar a “Cultura Gay”.
Divas pop, memes engraçadinhos, glitter, bandeiras coloridas e gírias legais são elementos convidativos. Eles atraem vários heterossexuais que dizem estar no “Vale dos homossexuais”. É ótimo poder festejar com todo mundo, porém na hora da luta, os heterossexuais somem. Quando transformamos a festa em luta e pedimos mais direitos, estamos “engayzando” tudo. Ter a mentalidade de que gays, lésbicas, bissexuais e trans só servem para trazer sorrisos é inviabilizar nossa luta e o movimento."

Anônimo disse...

Tenho uma amiga que foi feminista há uns dois anos, participava de marchas pelo país, fazia arte e todo o mais, largou e entrou numa dessas seitas de hitlerismo esotérico.
Perguntando a ela, ela caracterizou a coisa como "a menina é sempre branca demais, magra demais, gorda demais, come carne demais, come vegetal demais, é radical contra transexual, lésbica contra hétero e bi, negra contra branca... Só faltava uma puxar o cabelo da outra e xingar de piranha.", e depois explicou a causa com umas teorias da seita dela lá. É isso.

Fernando Salvaterra disse...

Lola, sempre muito bom ler teus posts. Agora, fazia um tempo que eu não lia a sessão de comentários do seu blog. E, é impressão minha ou agora as(os) comentaristas anônimas(os) são maioria?
Abçs,

Anônimo disse...

"Concordo com a redução. Sobra mais mulher."
Viram? Nem eles liga pra isso. Aí fica um bando de feministas tomando as dores de homem. Tomem vergonha.

Quando um amigo seu chegar com um print dizendo que tem feminista que odeia homem diga que é verdade mesmo. Mulher/feminista nenhuma é obrigada a gostar de homem. Pergunte se ele não quer uns prints de comentário misógino porque vc tem uma coleção. Além disso não vamos mesmo tolir feministas para agradar ego de macho. Era só o que faltava.

Anônimo disse...

16:12, ótima fanfic. Só faltou desenvolver mais o final. Ficou meio inverossímil.

Anônimo disse...

"E não tenho paciência com feminista que trolla ou ataca feministas. Evito ao máximo falar mal de alguma feminista. Se não concordo, não falo da pessoa. A gente já tem tantos inimigos -- por que vamos perder tempo e gastando energia brigando entre a gente?"

Conheci o feminismo através desse blog. Transitei um bom tempo pelo feminismo liberal, depois pelo interseccional e, atualmente, depois de muito refletir, concluí, pasmem, que o feminismo radical é o mais alinhado ao meu ideário (não, feminismo radical *não* é contra homens, prostitutas e "trans"; as diferenças residem nas estratégias de luta e nas soluções para os problemas).

É no debate (saudável) de contrapontos que o movimento cresce e fortalece posições. Debater pressupõe ouvidos atentos, honestidade intelectual e disposição entre as partes para rever posições, se assim for necessário. Precisamos nos propor a conhecer a fundo o objeto de discordância e a realidade que nos cerca. "Atacar" o feminismo radical não produz debate; produz ruído, confusão e facções passionais. Gera afastamentos infrutíferos entre nós, mulheres, irmãs... a quem interessa esses afastamentos?! A quem interessa um movimento glamourizado, dócil, performista, dividido, ou como bem disse alguém ali em cima: para agradar o opressor (ou o patriarcado, se preferirem)?!

Anônimo disse...

Eu também vejo muita fanfic de homem. Homens dizendo que não podem olhar mais pra mulheres que são linchados nas ruas. Contam que convidaram uma mulher pra tomar um café e ela chamou a polícia. Ou que deram um bom dia a uma moça e ela o chamou de estuprador. Eles são muito criativos. São os mesmos que chamam todo caso de estupro, encoxada, assédio de "fanfic de feminista", porque obviamente essas coisas nunca acontecem de verdade. Ontem o profissão repórter foi sobre cultura do estupro. A repórter pegou um ônibus e perguntou a passageiras se elas haviam sido encoxadas ou abusadas no transporte público.. Só em um ônibus tinha 2 mulheres que foram abusadas na infância por parentes. Mas é óbvio que deve ser mentira. Elas foram plantadas lá por feministas pra contar essa historinha a troco de ganhar muito dinheiro e fama. Devem estar mais ricas que o Tio patinhas a essa hora.

Anônimo disse...

Os dois primeiros devem ser extremamente creepy. Do tipo que não ficam apenas olhando: já estupram com o olhar. E ainda fizeram isso com mulher acompanhada por gente que se importa com aquela vítima em particular. O cara do bom dia já deve ter fama de estuprador, coisa comum pra caras que já são creepy.

Em todo caso, é situação de extremo, que não acontece com qualquer cara (na verdade, apenas um em um milhão, se muito) e quando acontece é por culpa DELE.

Anônimo disse...

Não falei? Só na internet que quando você critica as reações "odeio homem, morram todos" aparece gente pra defender que isso é "ferramenta do patriarcado". Isso é coerência, pelo amor. Quer dizer que acho que exista "misandria" institucionalizada? Não. Quer dizer que vou pegar na mão da mulher que foi abandonada grávida pelo parceiro ou pra outra que foi estuprada pra ficar falando "aiiin, mas não odeie homens!"? Também não. Agora, ficar quieta quando alguma feminista tenta passar o discurso adiante? Aí posso abandonar o feminismo de vez pq de igualdade de gênero não tem nada.

Anônimo disse...

O que as "feministas" de pet shop de macho(que adoram ganhar biscoito deles)
Ainda não entenderam e que machismo, masculinidade e homem são sinônimos. E não tem este sentido de "reduzir o homem blah blah blah" mas sim deacoatrui-los através do escracho público e da rejeição social.em uma sociedade femibista não se admite mais a existência de homens como conhecemos mas sim de humanos mais ligados a feminilidade. E toda vez que se vê mulher tolerando, sentindo atração é pagando pau pra este homem atual que transborda machismo/masculinidade se colabora para o sistema que nos oprime.

Anônimo disse...

Pois pra mim 10% ainda é muito.

Anônimo disse...

Bombardeiros os meios de comunicação e redes sociais com casos bárbaros de violência contra mulher e estupros,nivele todos os homens da sociedades aos que cometem está barbaridade, planifique tudo o que é masculino a alfu ruim e monstruoso, crie em mulheres hétero um asco tão grande a homens que elas passem a abominar e não sentir mais atração pelo sexo oposto (eis a explicação, com homens não funcionaria com mulheres sim devido a natural baixa líbido)
Pronto, se tem o melhor mecanismo de controle de natalidade que pode existir, genial

Anônimo disse...

A heterossexualidade e o maior calcanhar de Aquiles do feminismo funcional, fora do mundo de oz dazinternets das redes social de vidinhas perfeitas no perfil. Esta é a verdade que todas pensam e ninguém quer tocar no assunto, "caso constrangedor na sala de jantar da família tradicional"
Entre todos os grupos oprimidos nós somos as únicas que se espera que sintamos atração é tenhamos sentimentos românticos para com nosso opressor, e isto é naturalizado de forma absurda no próprio feminismo, e como esperar que "zebras sintam atração por leões" absurdo.

Anônimo disse...

o que todos os comentários tem em comum: a preocupação com os homens.

não fico com raiva, só acho triste.

se os homens forem realmente seres humanos que nos enxerguem como iguais vão se revoltar com a situação injusta que vivemos.

implorar e fazer concessões não vai mudar nada. não dá para "educar" e "desconstruir" quem nem reconhece nossa humanidade.

educar e libertar mulheres é urgente. se os homens quiserem que venham junto, senão, que fiquem pra trás. nós não devemos nada a eles. eles nos devem.

cristã esquerdista disse...

Ai, gente, mas é tão legal tirar onda cunzômi!

Anônimo disse...

"Viram? Nem eles liga pra isso. Aí fica um bando de feministas tomando as dores de homem. Tomem vergonha."

Corrobro

Esses chorões dos omens reclamando, mas os próprios dizem q gostariam de serem os únicos omens na terra pra "pegar todas as mulheres do mundo", kkkkkk, uns imbecis

Não tenho dó de omen: "as feministas radicais que incomodam demais os machistas. Foto de caneca de male tears deixa eles muito assustados". E tem q ser assim mesmo

Anônimo disse...

"defendem a ampla redução da população masculina (deixar em 10% da quantidade atual)"

Não é 10% não amor, é a população INTEIRA, mas nenhuma de nós precisamos nos preocupar com isso, pq a responsável pelo extermínio masculino é da própria seleção natural. A gente vem dizendo isso há tempos, mas vcs ignoram e acham q nós somos loucas ou q estamos brincando, mas é vdd

Primeiro os maxos se tornarão completamente inúteis na natureza (pq semi-inúteis eles já são), e depois é extinção sumária, quem determinou isso foi a própria MÃE-natureza

Isso não é coisa de feminista, é da ciência mesmo

Anônimo disse...

"Ai, gente, mas é tão legal tirar onda cunzômi!"

Reitero, é uma DELÍCIA

Lana disse...

Faz tempo que eu vejo uma revolta anti rad e acho super triste. Eu discordo de muitas das pautas, mas não vou brigar com nenhuma delas por isso. Elas estão na linha de frente do feminismo - fazem um baita trabalho de debate, de problematização e de organização. São sempre rads que fazem vaquinhas para ajudar mulheres em fuga de maridos violentos, que recebem mulheres em casa muitas vezes sem conhecer, e se aparece uma advogada feminista viajando meio mundo para defender outra mulher, pode escrever: é rad.

Se homens e mulheres trans querem entrar na pauta, tem mais pelo menos 2 vertentes da nova onda abertas a recebê-los. O que não pode é a gente perder tempo brigando com outras feministas por questões alheias às nossas enquanto o machismo segue matando.

Ao invés de perder tempo brigando com a coleguinha pq ela não aceita homem na rodinha DELA, que tal conversar com uma amiga que reforça comportamentos machistas? Ou com aquela vizinha que sofre um relacionamento abusivo? Foco gente, foco.

Anônimo disse...

Sério que a moderação aceitou isso tudo de comentário bosta? Boa sorte com esse feminismo incomunicável e cheio de dedos apontados. Sorte que tem feminista que tá preocupada em ajudar mulheres e desconstruir masculinidade tóxica em vez de tirar selfie pra rede social e juntar pra falar mal das amiguinhas que não são "empoderadas" como elas.

Anônimo disse...

19:11

não é necessário nada disso não mascu

as mulheres normalmente já se sentem naturalmente enojadas pelos omens, em qualquer situação, até naquelas q parecem "suaves", vcs nos obrigaram a nos sentirmos assim, ficamos sem escolha

estupro, violência e tudo mais q nivela vcs omens, é só a ponta do iceberg

E os mascus já fazem um "belo" trabalho de convencer omens a detestarem mulheres, quem disse q não dá certo? Aliás, vcs omens não gostam mesmo de nós, fazem de tudo pra acabar com a nossa vida, "não funcionaria com omens" kkkk, não precisa "funcionar" nada seu besta, vcs já nos odeiam

Anônimo disse...

"Aí posso abandonar o feminismo de vez pq de igualdade de gênero não tem nada."
O meu feminismo não luta por igualdade. Luta por libertação e empoderamento das mulheres.

A sua luta por igualdade vai ser usada contra você. Vão dizer que se vc luta por igualdade deveria lutar por uma Lei João da Penha ou para mulheres serem obrigadas a servir o exército.

Anônimo disse...

"Pronto, se tem o melhor mecanismo de controle de natalidade que pode existir, genial"

Engraçado que sempre que uma feminista/mulher faz um comentário mais extremo sobre homens - geralmente depois de ler muita merda e agressão contra mulheres - homens surgem com esse argumento "e como as mulheres vão se reproduzir??" "e como vcs pretendem engravidar sem homem??"

Sempre tive curiosidade: vcs acham que mulher é obrigada a aturar homem e toda merda que vem com vocês (e não se faça de sonso que homens fazem um milhão de vezes mais mal a mulheres do que mulheres fazem a homens) em nome da reprodução da espécie?

Vcs acham que engravidar é nossa prioridade ao invés de paz, sossego, tranquilidade, felicidade?

Anônimo disse...

"Eu ouço as vezes a expressão "feminista de tumblr" para se referir às misândricas que tiram selfie segurando caneca de male tears, defendem a ampla redução da população masculina (deixar em 10% da quantidade atual), etc..."

Se eu estiver entre os 10%,concordo plenamente.

Anônimo disse...

21:27, com certeza mascu, vc estará entre o 90% dos outros trastes masculinos

Esses q dizem q querem estar entre os 10%, de fato, serão os primeiros a irem pro beleléu

Aliás, já disseram aqui e repito, não é nem 10% é ZERO ZERO ZERO ZERO

Anônimo disse...

"Se eu estiver entre os 10%,concordo plenamente."

Viram? Até eles gostam da ideia!
Esses 10% serão muito bem selecionados.. você com certeza não passaria na seleção.

Anônimo disse...

21:07, entre lutar especificamente pela emancipação feminina e ser omissa/falar que homem nenhum presta e todos deviam morrer tem anos luz de distância. Enquanto tem feminista batendo o pé que "isso é só reação do oprimido, não podemos criticar porque não tem homem nenhum morrendo e apanhando por causa disso", Bolsonaro tá moderando o discurso e usando as manifestações de tonta cagando na foto dele pra pintar o feminismo, entre outros, como movimento de rebelde sem causa que só quer causar nas redes sociais. E pra quem passa o olho nessa caixa de comentários, ó, acredita piamente na cortina de fumaça. Uso o viés do comentário "você devia estar ajudando a vizinha do marido abusivo em vez de proteger homem na internet" pra criticar justamente quem acha que militância é tirar fotinha de "male tears" e colar nazamiga pra ver quem humilha mais "uzômi".

Anônimo disse...

Quem nunca se divertiu com uma piada misândrica, q atire a primeira pedra

Anônimo disse...

A natureza está toda ligada paralelamente, intrinsecamente e simbioticamente à mulher:

Os ciclos fisiológicos e anatômicos da mulher são os mesmos ciclos da natureza e do meio-ambiente, a menstruação-fases da lua é só um dos exemplos

Omens são meros apêndices, aliás, os maxos de todas espécies vivas desse planeta são apenas acessórios. A eussociedade das abelhas não mente, uma espécie antiquíssima e milenar como a delas é o melhor exemplo de como a natureza realmente se originou e continua centralizada na mulher, e não no omen

Infelizmente, nós mulheres não nos damos conta do nosso potencial natural e mágico, somos as donas da vida (e isso não é nenhum tipo de exagero, é a realidade), mas nos permitimos ser sufocadas pelos omens, o machismo, a misoginia, o patriarcado e toda porcaria q parte deles.

Mulheres acordem, somos as protagonistas de todo sistema natural, não coadjuvantes como os omens querem q a gente acredite, lembrem-se, o X é um cromossoma muito mais antigo q o Y, a Eva-mitocondrial surgiu milênios antes do Adão-cromossomial, não o contrário como dizem essas instituições religiosas patriarcais. O patriarcado foi um golpe contra o nosso poderio justo e igualitário, agora vivemos essa barbárie alimentada pelo machismo e o capitalismo nojento.

Mas ainda há esperança, os omens se baseiam e se escoram em suas próprias brutalidades irracionais pra nos deterem, podemos não ter força páreo, mas temos toda a natureza, a Lua e a Terra ao nosso favor, e brutais nós tb somos, e até mais se quisermos. Podemos derrubar o patriarcado? Com a Lua e todas as divindades femininas ao nosso lado? Sem dúvidas. Então o quê estamos esperando?

Feminazi Satânica disse...

Na boa, ficar declarando ódio aos homens no facebook, pagar de "A mais feminista diferentona revolucionária whatever" na timeline, comprar canequinha de "male tears" pra ficar tirando fotinha hipster, é a maior prova da nossa derrota. Sabem pq? Pq na vida real, vcs não faze 1/4 do que pregam nas redes sociais. Continuam almoçando de cabeça baixa com o papai e irmãos mascus de vcs (admitam, a maioria ainda mora com os pais), respeitam e são totalmente submissas aos chefes, afinal, precisam do emprego, saem depois da faculdade pra choppada com os amigos da facul, etc... Aí muitas vezes apontam o dedo pra feminista estilo "Emma Watson", fazem pouco caso do ativismo dela, mas ás vezes é muitas vezes ela que coloca a mão na massa e faz algo realmente util pra luta.

E ó, nem tenho peninha de homem nenhum não, mas discurso sem ação, além de não valer nada, ainda nos ridiculariza. Pq se todas as mulheres que se dizem "misândricas" na internet, cortadoras de picas e etc, realmente se organizassem e fizessem o que pregam na vida real, nossa vida estaria bem melhor!

Anônimo disse...

Dá pra lutar por emancipação feminina, "ajudar a vizinha do marido abusivo" e tudo mais que o movimento feminista tem como pauta, e ao mesmo tempo sermos "cruéis" com os omens, nos banharmos em suas lágrimas e nos divertirmos fazendo altas piadas criativas contra os poços de fimose

Uma coisa não exclui a outra, há tempo pra tudo, há tempo pra lutar e há tempo pra relaxar rindo da cara de maxo (pq não neguem, é uma delícia)

Entendam isso, o mundo vai muito além dessa caixa de comentários, vcs estão se auto reduzindo aqui

Feminazi Satânica disse...

E ó, tem muita feminista na internet que gosta é de palco! Que só quer ganhar likes e falar mal das outras pessoas! E ainda vão lá, copia o trabalho de outras, leva o crédito e fica por isso mesmo. O feminismo tá podre!

Anônimo disse...

Não entendo essa necessidade de ficar regulando feministas. Eu acho que fazer piada cazamiga também é empoderar. Lembrem na adolescente que ouvia piada machista e fingia que achava graça pra não ser a chata na roda dos colegas. É em página de facebook que ela aprende que não é obrigada. Nem todas precisam ser revolucionárias. São dessas pequenas coisas empoderadoras que muitas meninas estão se reconhecendo como feministas cada vez mais cedo.

Anônimo disse...

Bem menos feminazi satânica, bem menos.
Aliás você mudou, né? Podia mudar seu nick pra Feminista Fofinha.

Anônimo disse...

a) Frequento páginas feministas na internet são muito boas e tem assuntos relevantes.

b) O chato é quando aparece machistas imbecis e mulheres conservadoras chatas que não entendem do assunto e atrapalham a conversa.

c) Lola o feminismo está sendo atacado pois está crescendo estão surgindo mais páginas no facebook apesar das críticas

Valeria disse...

Ou! Cheguei aqui pelo link do izzy nobre e acabei passeando pelos outros posts. Do seu texto, discordo apenas da sua definição de "feminista de fb". Acredito que seja um subtipo dos "ativistas de sofá" que se mostram indignados com qualquer situação atual e ficam propagando soluções, mas sem fazer realmente nada a respeito. Definitivamente vc não se enquadra nessa categoria.

Anônimo disse...


Misoginia (do grego misos = ódio + ginia = mulher) é o ódio, desprezo ou repulsa ao gênero feminino e às características a ele associadas.
Misandria (do grego misos = ódio + andros = homens) é o ódio, desprezo ou repulsa ao gênero masculino e às características a ele associadas.

Comentários

at 15: 03
"Concordo com a redução.Sobra mais mulher."
(sobre a redução da população masculina)


at 17:14
"Quando um amigo seu chegar com um print dizendo que tem feminista que odeia homem diga que é verdade mesmo."


at 19:04
"Pois pra mim 10% ainda é muito."
(sobre a redução da população masculina)


at 20:11
"Não é 10% não amor, é a população INTEIRA, mas nenhuma de nós precisamos nos preocupar com isso, pq a responsável pelo extermínio masculino é da própria seleção natural. "
(sobre a redução da população masculina)


at 20:57
"as mulheres normalmente já se sentem naturalmente enojadas pelos omens, em qualquer situação, até naquelas q parecem "suaves", vcs nos obrigaram a nos sentirmos assim, ficamos sem escolha."


at 22:21
"Aliás, já disseram aqui e repito, não é nem 10% é ZERO ZERO ZERO ZERO"
(sobre a redução da população masculina)

Anônimo disse...

Deveria, Lola. Você passaria a entender a mecânica muitas vezes sórdida de certos ativismos e a forma terrível como as pessoas-nascidas-com-vagina estão tentando lidar com isso para parecerem mais "politicamente corretas" e, adivinhe, serem acolhidas por homens.

eu acho foda esse povo que se diz ativista de alguma coisa mas na hora dos podres, ain nem to sabendo de nada.... tempo pra ficar fuçando em fórum de macho sustentado por mãe e procurando video de estupro pra assistir tem, tempo pra ver o que acontece debaixo dos panos do movimento que supostamente defende aí não tem não.... "deus" tá vendo essa zoeira ai companheiras

atualmente eu tenho frequentado mais grupos de rad mesmo nem tanto porque concordo com toda a ideologia mas porque nesses grupos eu posso falar!

em grupos mais "inclusivxs" se você pergunta sei lá de qualquer coisa que seja feminina exclusiva como coletor menstrual, falar de aborto, alternativas a anticoncepcional, indicação de médicas ginecologistas aí começa o PÕE TRIGGER WARNING, RESPEITA AS IRMÃS TRANS, ué pera feminismo não é sobre mulheres? Se trans mulher é mulher, que direito uma mulher tem de dar carteirada de oprimida em cima de outra por uma coisa que é da biologia, é do corpo, você não tem como escolher? Ah mas não pode, é biologizante e aí sabe o que começa? A racharem minas.

só que eu trabalho em um lugar cheio de mulheres trans e aí quando você vai conversar com elas, a coisa é totalmente diferente. Esses papos de ativismo, esses doutorados em gênero do Tumblr não são com elas, a maioria nem mesmo se diz mulher e ainda brincam com isso mas tudo numa boa, cada um sabe o seu espaço e sabe não atravessar o espaço da outra. Essas minas eu amo e abro minha casa pra elas. As transativistas de Facebook, não. Porque tudo acaba caindo numa merda de ego, de like, de discurso de lacração que além de ser uma bosta não ajuda ninguém, nem elas.

e pra variar né homem trans não existe, reparem a velha sistemática da sociedade operando.

então sei lá, acho que antes de sair apoiando qualquer fala aí de avatar seria bom conhecer um pouquinho como que as coisas funcionam mesmo ali por dentro do mesmo jeitinho em que se dedica a falar de macho, a saber o que macho tá fazendo, falando, os videos que eles postam, os planinhos malígnos deles, tirar os homens cis um pouco do foco né, vamos vencer essa socialização aí parceiras, senão todo dia vai ser um sete a zero e um movimento, que já não é muito unido, vai rachar ainda mais.

e não vamos nos esquecer que ~certos partidos~ abraçam esses avatares mais vocais só por interesse político mesmo, pra pegar voto

Anônimo disse...

Feminazi Satânica: Sua primeira fala me lembrou um post sobre sertanejo universitário, onde discutíamos a presença absurda de mulheres nas apresentações desses lixos. Aí tinha feminista dizendo que ia também e cantava/dançava as "músicas" pq era diversão descompromissada. Cada um na sua, mas quando me recuso a ir nessa onda, viro a chata, a radical que leva tudo ao pé da letra. Difícil.

Sobre feminismo de facebook, eu sou lá e na "vida real" também. Afinal de contas, foi através da internet que desconstruí a maior parte da minha própria misoginia.

Dan

Feminazi Satânica disse...

Anônima das 00:53, eu tenho esse perfil há anos, antes mesmo de vcs ficarem pagando de misandriquinhas no facebook. Mudei sim, mas não para a "feminista fofinha" que vc imagina. Aliás, sou fofinha pq não fico rachando as Emma Watson? Caguei litros!

Só acho que é muita falta de visão, muita falta de ação. Querem abolir o gênero e acabar com a masculinidade? Eu tb fia, mas curte só: Não. Vai. Rolar. Pelo menos não nesse século, não enquanto estivermos vivas.

Enquanto vcs curtem com a cara duzomi no facebook, pessoas como Bolsonaro crescem em sua popularidade e nos esmagam. Enquanto se banham em male tears (quais? Eles ainda são donos de tudo), estamos com um governo ilegítimo, que acabou com nosso ministério, que está cassando direitos trabalhistas sendo que boa parte dos chefes de família são mulheres. Enquanto ficam pregando morte de homens, mães NEGRAS e POBRES choram a morte de seus filhos dizimados pela polícia pelo genocídio negro.

Estamos fo.di.das e a culpa é nossa, da nossa falta de planejamento, falta de ação, falta de SENSO CRÍTICO.



Feminazi Satânica disse...

Dan

A internet e um veículo poderoso, mas infelizmente a maioria das pessoas não são capazes de, a partir dela, aplicar o conhecimento em suas vidas. Eu ainda sou das antigas, conheci o feminismo na faculdade, mas enfim, é tanta coisa errada que já abri mão. Vou continuar minha militância nos espaços que participo na universidade, ajudando as meninas que me procuram, mas não quero mais nada nem com facebook e nem com coletivo organizado.

Anônimo disse...

o que fazer com uma namorada machista?

(ela curti coisas como "eu não preciso de feminismo", "bolsonario", "nando moura", etc.)


preciso de dicas.(mandar ela estudar não funciona...)

Anônimo disse...

http://www.dailymail.co.uk/health/article-3340064/Experts-warn-toast-potatoes-cause-liver-damage.html

Sobre gordura no fígado.

Anônimo disse...

Feminista fofinha das 11:29, você é bem antiga hein? Desde a faculdade você é feminista.. isso foi quando? 1956? Antes de reclamar de misandria de facebook para de defender macho. Vai fazer bem pra você. Sabe o tempo da minha vida que vou passar criticando misândrica? Nenhum. Use o seu como bem entender. Quanto a Emma Watson, nunca a rachei. Até porque acho que ela nem sabe ler português. Mas explico pra meninas mais novas porque algumas feministas a criticam. Tem algumas que ainda não aprenderam que chamar os homens para nos ajudar não funciona. São ingênuas ainda. Uma feminista tão antiga como você já deveria ter aprendido isso. Ou o estado caótico em que as coisas chegaram não te ensinaram nada? Isso que é fé na raça masculina.

Quanto a sua cantilena pessimista só tenho a dizer que nunca foi fácil mas o feminismo nunca esteve tão popular no Brasil. As pessoas agora sabem o que é cultura do estupro. Mais mulheres sabem e mais vão se empoderar com o feminismo. O Bolsonaro é rechaçado até fora do Brasil por gente que importa. Os moleque que são fãs dele nem poderão votar em 2018. O EUA vai eleger a primeira presidente mulher. As mulheres são chefes de família. Não dependem mais de macho. E vc disse que eles dominavam tudo ainda, né?

Então mais uma vez menos, bem menos.

Enquanto tiver mulher perdendo tempo e energia defendendo homem mas as coisas demoram a evoluir. Mulher tem que aprender a não depender de homem, não defender homem, não esperar NADA de homem. Seria isso misandria?

Anônimo disse...

14:41, queria muito compartilhar desse seu otimismo cor de rosa. Quem não vai ter idade pra votar em 2018 são as feministas novinhas - página do Bolsonaro e Orgulho Hétero tá cheia de universitário, jovens fundamentalistas e adultos saudosistas que juram que tudo era melhor na ditadura. O Bolsonaro é rechaçado fora do Brasil assim como o Trump; curiosamente o último é o principal rival da Hilary Clinton. As pessoas sabem o que é cultura do estupro? Só quem já era feminista. Teve mulher machista e reaça falando que "não é bem assim" aos montes. As mulheres são chefes de família e continuam ganhando menos que os homens e fazendo jornada dupla. A sacralização do masculino continua dominando tudo, dissolveram o Ministério da Mulher, tão querendo aprovar Lei de Nascituro, aprovaram Estatuto da Família, continuam objetificando mulher em letra de música, continuam culpando mulher por estupro, continuam ganhando dinheiro com piada misógina, cunharam o termo feminazista e tem uma quantidade absurda de gente que realmente acredita que feministas querem impor "mulherismo" - e essas piadinhas super inocentes e engraçadinhas, que mal há nisso? de "morte auzômi", canequinha de male tears e "piroco não tem opinião nenhuma" (nem mulher, porque como vemos aqui, logo vem afirmar que "ela só diz isso pra ganhar biscoitinho de macho"), ó, ajudam pra caralho mesmo o movimento.
Para de bater em espantalho dando a entender que estamos chamando de misândricas as mulheres que não dependem de homem, não defendem homem e não esperam nada de homem. O que estamos criticando é quem acha que é inocente e compreensível falar as abobrinhas femistas porque "é só piada, não prejudica ninguém". Pode não matar homem, mas o feminismo perde força política com essa polarização inútil.
Como eu e a Feminazi dissemos, enquanto tem feminista achando de bonito a "nada demais" esse discurso femista "pra relaxar", o Bolsonaro tá sendo mais esperto e em vez de tirar fotinha de "female tears", tira é foto com gay e mulher que votam nele pra construir um novo discurso de que não tem naaada contra mulheres e homossexuais, imagina, o que ele não apóia é a militância dos grupos mal intencionados que tentam (nós, não eles) criar um vilão pra combater. E as fotinhas de canequinha, os prints dessas piadinhas engraçadíssimas pra relaxar, a "militância" que caga e desenha chifrinho de aimeudeus, é satã! em foto só vão ajudando ele e demais reaças a conseguir apoio.

Anônimo disse...

11:41, tenha consciência que as pessoas não mudam umas pelas outras num passe de mágica. Como eu suponho que o machismo dela não ameaça sua integridade física ou psicológica (se ela for daquelas que exige que você pague a conta, tenha um carro, queira sempre sexo e seja bombado como prova de masculinidade, cai fora), acho que você vai ajudar mais se mostrar que discorda quando ela fizer algum discurso na linha "mereceu ser estuprada", "mulher é tudo falsa e fofoqueira!", "na hora de dar, gostou, agora aguenta", em vez de mandar ela estudar.

Anônimo disse...

O termo "masculinidade tóxica" e na verdade uma falsa simétria porque na verdade toda masculinidade e tóxica de alguma forma, até em suas nuances que fomos condicionadas a enxergar como atraentes na verdade. A chamada atração que nos empuram giela abaixo a sentir por homens másculos e na verdade uma programação patriarcal para nós naturalizar no sistema machista. Eu pergunto sempre para as mulheres próximas a mim o exatamente as atrai em homens, nenhuma sabe responder, ou então dão respostas vagas tipo : "há sei lá lá, o jeito deles e tal"
Mas se o jeito deles e o pior que eles tem.
Elas não sabem responder porque quando são convidadas a pensar fora da caixinha percebem que não há nada de atraente en homens em suas masculinidades muito pelo contrário eles são e naturalmente assustadores para nós, eles nem fisicamente atraentes são as mulheres, o couro heterosexual se forem ver em sua mecânica e degradante as mulheres, um homens em cima de você invadindo seu corpo, empurrando o corpo dele com força contra o seu, descontrolado, sendo que o prazer feminino e todo concentrado no clitóris e na parte inicial da vagina, então eu pergunto para que a penetração ser cultuada no sexo casual se ela não está ligada em nada ao prazer feminino? Fora o inúmero risco de infecções, gravidez indesejada, lesões no colo do útero etc.
Portanto está mais que provado que o sistema patriarcal nos condiciona e nos faz uma verdadeira lavagem cerebral para nós naturalizar na opressão, e toda feminista deve sim se focar na desconstrução deste sistema para si e as demais.

Anônimo disse...

O que a feminazi satânica quer não é que feministas defendam homens. Ela quer mais ação. Ela quer que as feministas de facebook façam na prática tudo o que defendem na rede social.

E, na real, 14:41. É possível ser uma feminista mais atuante sem defender homem em nenhum momento. E de várias formas, como praticando a sororidade, por exemplo. Proteger a sua irmã não devia ser mais importante do que ficar se banhando em male tears? Até pode ser divertido, mas admita: discutir com machistas na internet é uma completa perda de tempo. Isso é apenas alimentar trolls na maior parte do tempo (em 99,99999...%).

Ou seja, você quer cortar picas? Vá lá e corte. Quer reduzir a população de machos? Compre uma metralhadora e abra fogo em um estádio de futebol ou em uma luta de MMA. Quer ajudar as irmãs a superarem o machismo? Tá esperando o quê? Mulher precisando de ajuda é o que não falta nessa sociedade machista.

Anônimo disse...

"mas quando me recuso a ir nessa onda, viro a chata"

"foi através da internet que desconstruí a maior parte da minha própria misoginia."

Fiquei confuso.Você é homem ou mulher?

Anônimo disse...

"Ou seja, você quer cortar picas? Vá lá e corte. Quer reduzir a população de machos? Compre uma metralhadora e abra fogo em um estádio de futebol ou em uma luta de MMA."

Ui,que medo!!!!

cristã esquerdista disse...

Um anom disse: "Quem nunca se divertiu com uma piada misândrica, q atire a primeira pedra"(sic). Falou td, mana! Caralho, essa é a realidade! Por causa duzômis, nós, mulheres, vivemos, desde os primórdios desta merda d humanidade,como coisas, seres piores, menos respeitáveis q animais(pra sociedade, afinal animais merecem mt amor). E quem disse q eles querem abrir mão dos 90% d privilégios em prol de 10% d agir do jeito q quiserem, sem aquele papo d "seja ômi!"? É raríssimo isso, cara, um bom exemplo são os esquerdomachos. Num viu aquele q inventou o caso d estupro da moça na UFG? Então! Sim, mas num tô dando desculpa pra gente acabar com os carinhas, ok, mas defendo a zueira vitalícia! Tem q rir msm! Eu falo essas coisas, msm, mas sou hetero, amo todos sem distinção d gênero, principalmente os ditos "feministos"; realmente, eles nos dão orgulho, apesar d não fazerem mais q sua obrigação.

Feminazi Satânica disse...

Anonima das 14:41

Procurando aqui onde foi que defendi homem. Procurando aqui onde foi que eu propus que dialogássemos com eles. Quando vc reler meu comentário e entender o que escrevi, a gente volta a dialogar.

Às outras anônimas, não sei se são a mesma pessoa, mas é por aí msm.

Anônimo disse...

Vocês estão fazendo uma caricatura de feminista que parece a dos mascus. O que eu mais vejo é feminista educada e paciente. Até demais. Não vejo como um discurso mais agressivo de algumas possa ser tão prejudicial. Assim vamos cair no estereótipo patriarcal que mulher tem sempre que ser dócil e boazinha. Mesmo que feministas fossem as criaturinhas mais fofinhas seríamos criticadas e atacadas da mesma forma. Vocês tem dúvida?
Eu acho que ficar regulando comportamento de feminista não é papel de feminista. Principalmente porque mulher costuma ter bom senso. Sabemos a hora de parar. Isso é uma coisa que homem definitivamente não sabe.

Anônimo disse...

"Ou seja, você quer cortar picas? Vá lá e corte. Quer reduzir a população de machos? Compre uma metralhadora e abra fogo em um estádio de futebol ou em uma luta de MMA."

ESSA NÃO.E AGORA,O QUE VAMOS FAZER.ELA VAI CORTAR NOSSAS PICAS.NÃÃÃÃÃÃÃÃO.

Anônimo disse...

Anônimo das 17:20: "Você é homem ou mulher? "

Sou mulher. Mulheres podem ser extremamente machistas, e olha que eu nunca fui cruel como tantas outras que agridem as outras por atenção de macho. Na escola era só o que rolava.

Dan

Anônimo disse...

Feministas magras mandando as gordas emagrecerem? O que acontece é justamente o contrário.

Anônimo disse...

Inclusive teve um grupo de feministas que fizeram cyberbullying em uma atriz do filme star wars por ela não ser gorda e por isso não ter uma ''beleza real''.

Anônimo disse...

"Eu acho que ficar regulando comportamento de feminista não é papel de feminista." Cagando regras sobre o papel de feminista. Como se vc mesma não atacasse aquelas que vc considera ''fofinha'' demais quando bem entende.

"Principalmente porque mulher costuma ter bom senso. Sabemos a hora de parar. Isso é uma coisa que homem definitivamente não sabe." Julgamento muito sexista.

cristã esquerdista disse...

Existe preconceito contra menina magra, sim, msm entre feministas, como se tbm ñ pudéssemos estar no padrão, espontaneamente ou ñ. Mulher machista, manas, é o q ñ falta! Difícil é encontrar feminista!
Pior coisa é disputa por macho. Eu q num me passo por isso, macho é q tem q me disputar. Kkk

Raven Deschain disse...

Tb acho que cê deveria dar uma olhada no fb Lola. N se compara o seu blog com a dimensão que as coisas tão tomando.

Eu ODEIO feminismo de facebook. Tudo um bando de mimada leite com pêra metida a "misândrica".