segunda-feira, 13 de junho de 2016

AS AFINIDADES DO ATIRADOR

Muitos reaças ficaram felizes com o massacre homofóbico na boate em Orlando ontem. Sério mesmo. Primeiro, porque matou gente que eles não gostam muito (afinal, se você for gay, fique em casa. Se foi a uma boate gay, já é ativista social).
Familiares de vítimas se desesperam
Segundo, porque o atirador era muçulmano. Desta forma, eles não precisam falar sobre controle de armas nos EUA. Basta afirmar que não haveria ataques em massa se todos os muçulmanos fossem expulsos da Europa e EUA. Parece que reaças atualizaram seu velho slogan de "armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas" para "armas não matam pessoas, muçulmanos matam pessoas". 
Vale lembrar da satisfação dos reaças quando imigrantes muçulmanos atacaram mulheres na Alemanha durante o final de ano. Para os conservadores, foi mais uma oportunidade de pregar sua xenofobia ao mesmo tempo em que tentaram reforçar sua masculinidade, aos berros de "Deixem-nos proteger as mulheres desses homens escuros". 
Homenagem na Austrália
E, claro, qualquer ataque como o de Orlando serve para atacar feministas. Reaças realmente pensam que feministas têm alguma afinidade com islâmicos! Eles não veem que quem têm características em comum com ideias misóginas e homofóbicas não somos nós, mas eles. 
Porque, né, quem precisa da homofobia islâmica quando temos aqui no Brasil a nossa homofobia cristã? Os comentários nos portais de notícia traziam barbaridades como essas:

Esse tipo de manifestação preconceituosa aparece rotineiramente em qualquer caixa de comentários. Vem de reaças, de mascus, de gente de direita, eleitores de Bolsonaro. E esses caras nem ficam corados ao culpar o islã (ou ao jurar que Omar Mateen era de esquerda! Pra eles, o Partido Democrata é de esquerda!).
Muitas vezes sequer sabemos a religião do atirador, porque a mídia não fala. Sabe quando a mídia sempre menciona a religião do atirador? Quando ele é muçulmano. 
Até ontem, o pior massacre nesses moldes (mass shootings, contabilizados dessa forma quando há mais de quatro vítimas fatais) havia sido o de Virginia Tech, em 2007, com 32 vítimas. Quantos massacres há de fato depende do cálculo. Em geral, se houver mais de quatro vítimas, é massacre (isso não inclui chacinas entre gangues, tiroteios que começaram como outro crime, tipo roubo, ou assassinatos envolvendo apenas a família do atirador). Este estudo é bastante completo. Este também, atualizado diariamente, que aponta que o ataque em Orlando foi o número 132 só este ano. 
Ao contrário do que querem fazer crer os reaças, o denominador comum entre os ataques não é a religião, e sim o que é usado para matar -- a maior parte é cometida com armas de fogo obtidas legalmente. Outro denominador comum: quase todos os atiradores são homens (de 126 casos analisados, apenas 3 de 129 atiradores eram mulheres). Muitos têm distúrbios mentais.
Entre 1980 e 2005, 94% dos atos terroristas nos EUA foram cometidos por pessoas (vamos falar a verdade: homens, praticamente todos eles) não muçulmanas. Ah, na Europa também é assim. Aliás, um dos maiores ataques europeus foi o de 2011 na Noruega, em que o mascu Anders Breivik matou 69 jovens trabalhistas. 
Realengo, RJ
No seu manifesto, ele declarava que os inimigos eram o islã e o marxismo cultural, e exigia a deportação de todos os muçulmanos da Europa. Na época, um apresentador de TV reaça declarou que era injusto chamar Breivik de cristão. 
Hoje Breivik é ídolo entre os mascus. Muitos sonham em cometer ataques para matar "a escória", ou seja, feministas e esquerdistas. Eles discutem essas fantasias e promessas abertamente nos chans, e tentam convencer quem quer se matar de, antes, cometer algum atentado -- "Vá, mas leve a escória junto", costumam dizer eles. Todos lamentam apenas não terem metralhadoras e semi-automáticas. Por isso, estão ansiosos com a liberação das armas.
 
E um massacre nesses moldes vai acontecer cedo ou tarde. Algum dia um desses caras cumprirá a promessa. Um deles já cumpriu: Wellington Menezes, que em abril de 2011 matou dez meninas e dois meninos numa escola em Realengo, onde ele havia estudado anos antes. Wellington era um mascu, e hoje é inspiração para vários.
Embora Mateen tenha sido investigado pelo FBI por comentários contra colegas de trabalho (na firma de segurança em que trabalhava, ele expressava seu ódio por gays, negros, mulheres, e judeus), a polícia não viu motivos para indiciá-lo. Tanto que ele pode comprar armas tranquilamente uma semana antes do ataque. 
dificuldade de parar esses atiradores, que quase sempre agem sozinhos, é que não costuma haver comunicação falando do ataque (e é complicado: aqui no Brasil, em fóruns reaças que prometem atentados, o que pode ser feito para impedi-los?). 
Mateen se dizia membro do grupo terrorista Estado Islâmico, e o grupo, após o ataque, afirmou que foi um ato deles. Mas um diretor do FBI declarou que Mateen se radicalizou sozinho, pela internet: "Não vemos nenhuma indicação de que isto foi um ataque dirigido do exterior, e não vemos nenhuma indicação de que ele fazia parte de alguma rede terrorista"
Líderes muçulmanos nos EUA condenaram o massacre e o Estado Islâmico: "Vocês não falam por nós. Vocês não nos representam. Vocês são uma aberração. Vocês não falam pela nossa fé". 
Memorial em Orlando
A ex-esposa de Mateen disse que que ele não era muito religioso nem dava qualquer indicação de ser islâmico radical. Ela foi repetidamente agredida por ele durante seu casamento de quatro meses. O pai de Mateen disse o mesmo: que o filho não era religioso, mas era homofóbico. Ou, pelo menos, que havia ficado incomodado ao ver dois homens se beijarem ("ficar incomodado" é homofobia).
Surgiram rumores de que Mateen era frequentador da Pulse, boate gay que atacou. Se for verdade, nada que surpreenda. Muitas vezes a homofobia vem de gente que não consegue se aceitar.
Obama disse num discurso, "foi um ato de terror e um ato de ódio". Mas seria bom mencionar o nome desse ódio: homofobia. Trump, tentando lucrar politicamente com o ataque, declarou que Obama está envolvido com o terrorismo islâmico e pediu para que ele renunciasse a presidência (é sempre aquela ladainha conspiratória de que Obama não seria americano). 
Orlando
A tentativa dos reaças agora é repetir que este não foi um crime de ódio, e sim um simples ato terrorista (aparentemente só é ato terrorista quando é cometido por islâmicos). Talvez todos os massacres sejam atos terroristas, ué. E todos envolvem ódio. Mas este foi um massacre que tinha como alvo os gays. Afinal, alguém não abre fogo numa boate gay nos EUA querendo matar só americanos. A pessoa quer matar gays. 
Assim como, se abrisse fogo numa sinagoga, seria para matar judeus. Assim como, quando abre fogo numa aula de aeróbica, é para matar mulheres
Além de homofóbico, o massacre em Orlando teve também motivação racista, pelo jeito. Muitas das vítimas eram latinas (mexicanas, cubanas, porto-riquenhas etc), pois a boate estava comemorando "Noite Latina". 
E é o seguinte: não estou aqui "defendendo muçulmanos". Não tenho apreço nenhum por qualquer religião. Pra mim, todas as religiões são machistas e homofóbicas. Por que costumo falar mais da religião cristã? Porque ela é a religião predominante no nosso país, no nosso continente, aliás. Porque não tá cheio de muçulmanos no nosso Congresso pra controlar o corpo das mulheres. Aqui quem faz isso é padre e pastor. Pastores que acusam a comunidade LGBT de estar se vitimizando e se promovendo com o ataque!
Se não estou defendendo muçulmanos, o que estou fazendo? Desmentindo reaças. Mateen era muçulmano, e também homem, homofóbico, misógino. Ele tinha muito em comum com reaças. 

115 comentários:

titia disse...

Depois esses lixos estão se lamentando que as pessoas os chamam de monstros, de doentes, que as mulheres não querem nem dar oi pra eles, que eles não conseguem um relacionamento decente com nenhum ser humano. Essas pilhas de bosta fermentada são mais infantis que crianças de 4 anos, uns desperdícios de oxigênio que querem que o mundo se dobre à sua vontade, que querem ser venerados somente por terem pênis, que se acham superiores a todos e ficam irritadinhos por não serem venerados como deuses, sem saber que o mais microscópico micróbio do mundo ainda vale mil vezes mais que eles.

Quanto ao bosta assassino, a religião é apenas a desculpa, o motivo "superior" pelo qual eles justificam sua maldade. Os que matam em nome do cristianismo também não creem nele; apenas o usam como pretexto, e religiões que exaltem e a violência e a opressão sempre fornecem desculpas perfeitas. O que eles querem é matar; a moral, a sociedade, o cristianismo, o islamismo, nada disso importa pra esses monstros. O que eles querem é fazer mal, destruir, matar, oprimir. Covardes.

Anônimo disse...

Obrigada pelo texto. Ajuda a botar a cabeça de volta no eixo pq é tanta merda dita sobre esse caso que às vezes você não sabe mais se tá vendo coisas ou se o errado é o certo e vice versa.
Impressionante qt ódio esse tipo de caso tem e qt de ódio desperta em gente mesquinha.
A humanidade se ideia.

Anônimo disse...

No primeiro parágrafo: diz que gente de esquerda não defende muçulmanos.

Nos parágrafos seguintes: defende muçulmanos.

Pois é.

Anônimo disse...

Depois chamam de radicais quem afirma que homem e doença social.

Anônimo disse...

Trocando Ala por Deus e Maomé por Jesus, todos os misóginos e homofóbicos são exatamente iguais. São apenas 6 por meia dúzia. Mas os mascus de sempre adoram distorcer tudo e inventar que as feministas estão ''defendendo muçulmanos'', sendo isso uma tremenda mentira, pura mentira. Mascus tomem vergonha na cara, vcs e esses seu ídolos tipo bostanaro e cia, vcs sim e as bancadas BBB (bíblia, bala e boi) são os maiores oportunistas e estão pouco se lixando para as vítimas, ainda mais sendo gays, pessoas que vcs odeiam. Estão usando este crime para posarem de ''bonzinhos'' que vcs não são e nunca foram e ainda disseminar mais preconceitos, mais mentiras e violência.

Anônimo disse...

Ah Lola, acho essa questão toda muito complicada, de se ele era "só" racista e homofóbico ou se havia componente do islã no meio disso.

Esse vídeo é bem conhecido, e acredito que você já deve ter visto: https://www.youtube.com/watch?v=fbUgbQ1cOE0. Nele o palestrante diz claramente que os muçulmanos devem aplicar as punições previstas no Alcorão no mundo (min 1:50, eu acho), e TODOS os que estão lá concordam com isso.

Ouço muita gente dizendo que o islã é amor e tal, mas só o que vejo são atrocidades ainda piores que nas outras religiões. Sou homossexual, e tenho muito medo de pra onde caminhamos com toda essa condescendencia com barbaridades cometidas por religião, dentre elas, as do islã.

Anônimo disse...

As declarações do bolsonaro não deferem muito dos pensamentos do autor dessa chacina, o bostanaro sempre declara que os gays, incluindo crianças que ''aparentam'' ser gays, devam ser tratados com muita violência física, como espancamentos. Fazendo a alegria dos seus seguidores igualmente sádicos.

Cão do Mato disse...

A mídia não menciona a religião no caso de outros atentados por um único motivo: quem comete atentados por motivos religiosos é só muçulmano. Atentados terroristas com motivação cristã, judaica ou budista são muitíssimo mais raros.

Anônimo disse...

Ataque contra cristãos deixa 65 mortos e 300 feridos no Paquistão
http://m.folha.uol.com.br/mundo/2016/03/1754511-explosao-em-parque-no-paquistao-deixa-mais-de-50-mortos.shtml
Dois pesos e duas medidas por razões diversas e distintas tem sido a balança aferidora no que concerne ao valor de vidas que são perdidas, por causa do fanatismo, da intolerância, da indiferença e da ignorância que impera em nossos dias.
minha reflexão remete não necessariamente à questões religiosas, políticas, ou a q diz respeito à homoafetividade, mas ao valor que deve se dar à vida humana independente do que a pessoa faz, do que ela crê, da religião que professa, onde a pessoa está inserida geográfica/socialmente, ou da maneira como ela direciona sua sexualidade. A vida das pessoas é sagrada! E qualquer forma de crime que que avilte o valor da vida humana deve ser digno de nossa atenção, repúdio e consternação, E não e declarando guerra aos cristãos e o cristianismo que você vai conseguir um mundo melhor Lola, e o cristianismo se baseia no novo testamento, ao nivela-lo ao velho testamento no seu julgamento a senhora se iguala aos fundamentalistas que critica.

Anônimo disse...

Um dos fundadores do instituto millenium, o Guilherme Fiúza cometeu uma gafe dizendo que o New York Times é de ''esquerda'' e financiado pelo PT. Daqui a pouco dirá que o PT, surgido em 1980, é o culpado pela crise da Bolsa de Valores de Nova York em 1929 e inventar que o atirador da boate pulse era afiliado.

Anônimo disse...

O oportunista do trump não esperou nem um dia em usar a tragédia para se promover na campanha presidencial.

Anônimo disse...

Gays em países cristãos reclamam que ofendem e discriminam eles. Gays em países islâmicos não reclamam de nada porque se souberem que eles são gays vão os apedrejar até a morte. Não tem comparação, é como comparar o racismo na União Européia atual com o racismo na Alemanha nazista...

Anônimo disse...

Vida longa aos que vc, Lola, chama de "reaças" ou "mascus". São eles os poucos homens bons, trabalhadores e decentes que ainda restam no mundo.
Gays e sapatões devem se isolar da sociedade e viver exilados quietos em seus cantos, pois não são aceitos e não são bem vindos em nosso mundo. Isso é fato.
Feministas podem ser aceitas com parcimônia, desde que se atenham à causa e não provoquem tumulto ou desordem, nem atentem contra a moral e os bons costumes.
A miscigenação deve ser controlada de forma a não obscurecer uma cultura já pré-estabelecida no local. Imigrantes tem obrigação de se adequar à sociedade que os acolheu. Não podem sequer pensar em mudar a cultura destes. Se não gostarem, que dêem meia volta e sumam para o buraco de onde nunca deveriam ter saído.
Com essas regras simples, viveríamos em um mundo menos violento.
Vcs feministas contribuíram, e muito, para que massacres como este existissem. Se fossem menos esquerdistas e menos radicais, talvez isso não teria acontecido. Mais 50 mortes nas costas de vcs e de seus esquerdismos. E contando...

Anônimo disse...

Afinidades do atirador

http://gawker.com/orlando-shooter-was-reportedly-a-regular-at-pulse-and-h-1781920316

Orlando Shooter Was Reportedly a Regular at Pulse and Had a Profile on Gay Dating App

Nossa mas que surpresa heim

Anônimo disse...

As feministas, socialistas e LGBTs odeiam o cristianismo e os cristãos, odeiam porque eles não se encaixam na utopia que querem traçar p-ara sociedade. Os islamitas são inimigos dos cristãos, logo se eles fizessem o favor de se aniquilarem com seus inimigos seria um favor para as feministas, socialistas e LGBTs...porem faltou combinar com os islamitas, para eles tanto feministas quanto socialistas e LGBTs são nas palavras deles "cães s infiéis" se duvidam busquem na história, vejam o que aconteceu com os comunistas que apoiaram a revolução islâmica no Irã, foram todos enforcados pelo novo regino depois da queda do Xá.

Anônimo disse...

"Mas este foi um massacre que tinha como alvo os gays. Afinal, alguém não abre fogo numa boate gay nos EUA querendo matar só americanos. A pessoa quer matar gays."

Engraçado, foi basicamente o que Trump disse:

"Our nation stands together in solidarity with the members of Orlando's LGBT Community. This is a very dark moment in America’s history. A radical Islamic terrorist targeted the nightclub not only because he wanted to kill Americans, but in order to execute gay and lesbian citizens because of their sexual orientation. (...) It is an assault on the ability of free people to live their lives, love who they want and express their identity."

Anônimo disse...

"Quanto ao bosta assassino, a religião é apenas a desculpa, o motivo "superior" pelo qual eles justificam sua maldade. Os que matam em nome do cristianismo também não creem nele; apenas o usam como pretexto, e religiões que exaltem e a violência e a opressão sempre fornecem desculpas perfeitas. O que eles querem é matar; a moral, a sociedade, o cristianismo, o islamismo, nada disso importa pra esses monstros. O que eles querem é fazer mal, destruir, matar, oprimir. Covardes."

Discordo, isso pode até ser verdade para alguns, mas acredito que a vasta maioria desse tipo de terrorista acredita firmemente na sua religião, e que têm certeza de que estão fazendo algo correto. A capacidade da religião de distorcer o raciocínio das pessoas, além de promessas de vida após a morte e uma recompensa especialmente gloriosa para mártires, devem ser decisivas ao convencer alguém a se explodir.

Anônimo disse...

Lá vem os comentários aprovados de trolls misóginos, homofóbicos e racistas como o 21:38.

Anônimo disse...

DEVEMOS LUTAR POR UM PAIS SECULAR
PAIS CRISTÃO,MULÇUMANO,JUDEU EH TUDO A MESMA COISA

NAO SE PERDEGUE TANTOS OS GAYS E MULHERES AQUI,NAO POR CAUSA DO CRISTIAMISMO QUE EH TÃO DANOSO QUANTO TEMPO ISLAMISMO

James disse...

discordo que o cristianismo eh majoritario no nosso hemisferio (o sul). é majoritario no hemisferio norte (USA, Russia, Europa). no sul, temo que a briga seja entre maomé (oriente medio) e hinduismo (India), sem falar na China que nao sei a religiao majoritaria.

Anônimo disse...

Quase todas as religiões pregam violência como forma de "purificação" e sofrimento como forma de atingir o "reino dos céus".

Católicos inventaram as mais horrendas formas de torturas, queimaram milhões de pessoas, degredaram, estupraram, mutilaram e causaram genocídios. Durante a caça as bruxas em Salem, até mesmo cães que tinham "olhar demoníaco" eram enforcados... para vocês verem o nível de demência dessa gente. Tudo em nome do todo poderoso. E eles continuam fazendo isso até hoje. Os métodos podem ser outros, mais sutis, mas ainda o fazem...

O Islã está passando pela mesma fase agora. Tudo em nome de Alá. O mesmo nível de demência. E vão continuar fazendo igual no futuro.

E sempre haverá alguém para justificar, amenizar apaziguar. Afinal, devemos respeitar as crenças e cultura...

Nenhuma religião é sobre amor e paz. Haverá pessoas pacificas no meio. Mas religiões em si nunca trouxeram nada além do pior do ser humano.

Jane Doe

Anônimo disse...

Amores, vcs viram as fotos do cara? Viram como a barba dele tá aparadinha, xuxuzinha e sabiam que pros muçulmanos fazer a barba é humilhante? Então. Porque esse cara é tão "muçulmano" quanto a cambada de "cristão" que nunca vai na igreja, que transa fora do casamento e acredita em horóscopo. A mídia querendo defender que o ataque foi por motivos religiosos é cortina de fumaça; o Estado Islâmico viu a ótima oportunidade de fazer marketing pra sua cruzada "anti-ocidente" e aproveitou a deixa pra chamar pra si a responsabilidade do massacre. Que desvantagem eles teriam?

Anônimo disse...

Em decorrência do frio intenso na cidade de São Paulo, o Salão do Chá, do nosso Convento São Francisco, está acolhendo emergencialmente irmãos moradores de rua. Assim, estamos pedindo DOAÇÕES DE SABONETES, CREME E ESCOVA DENTAL, PRESTO BARBA E SHAMPOO (preferencialmente pequenos, como aqueles de hotel). As doações poderão ser entregues no Largo São Francisco, 133, São Paulo - SP, na portaria do nosso Convento. Amanhã queremos acolhê-los com uma boa refeição, banho, corte de cabelo e um local seguro e protegido para dormir. Contamos com a ajuda de todos.
https://scontent.fplu1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/13407149_1346459892047406_6934660328849971673_n.jpg?oh=11877bf37eb8e846c93316f3062b61f3&oe=580625D0

Anônimo disse...

Religião não distorce a cabeça de ninguém. A cabeça da pessoa que é "distorcível" kkkkkkkkk.

Quem tem propensão a fanatismo, sempre será. Por futebol, por videogame, por crença, por exercícios físicos, ideologias políticas, opções alimentares... todo mundo aqui conhece ao menos UM fanático de perto. E que ninguém diga que "não se mata por essas coisas" que é uma mentira imensa. Agora, quem não tem, não tem. Moro numa região cheia de muçulmanos, pessoal super entrosado com os modos brasileiros, ninguém cria caso com nada e o respeito prevalece. Aliás, já entraram em mesquita? Eu já. Fui tratada feito uma rainha, o setor das mulheres tinha chá, bolacha, chocolatinhos e os homens mantendo uma distância tão respeitosa e completamente não hostil de nós que deu até um alívio do que estamos acostumadas por aqui.

Pra ser uma pessoa podre por dentro, ninguém precisa de religião. E o caso do camarada aí não foi de religião, foi pq era uma bee enrustida que não sabia lidar com a própria natureza e, por um infeliz acaso, morava em um lugar em que até criança ganha arma de presente.

A religião pode favorecer um certo mindset mas a deturpação vem de dentro da pessoa.

Anônimo disse...

Chamaram Jesus de misógino. Desafio essa pessoa a encontrar um texto que contenha misoginia nas palavras de Jesus. Jesus ok não Paulo de tarso qu2 fique bem claro

Anônimo disse...

O blog da Lola é ótimo e tem comentaristas de muito bom nível. Mas tem uns pedaços de bosta rondando por aqui que puta que pariu. Sei que a Lola e a equipe de moderação prezam pela liberdade mas seria muito, mas muito bom que comentários lixo carregados de ódio e preconceito tivessem o destino que merecem, nos poupando de ler tamanho chorume. Não se trata de censura mas de bom senso, uma questão de dar vez e voz a quem merece. À merda esses trolls do caralho.

Anônimo disse...

Anon das 06:52 eu também acho que o perpetrador assassino era um egodistônico.

Anônimo disse...

Vocês não conhecem o islã e medem eles pelo que conhecem de conceito nos código de conduta ocidentais. Na nossa sociedade a verdade e imutável, Aristóteles já dizia sobre "o homem virtuoso" e aquele que vive condizente com o que prega, ou seja, verdadeiro em seus pensamentos e ações sem meias verdades. Os muslins tem na sua sociedade o conceito que chama de Taquia, que também e citado em muitas suras do Corão. nele desde que seja dentro de um contexto em deseja da Jihad pode-se utilizar de meias verdades. "Os incredulos vivem de enganos, Allah trata de engana-los"
No conceito de Taquia um muçulmanos pode se fazer de amigo de um infiel mas desde que em seu coração ele o amaldiçoe. Por exemplo a história famosa entre eles de dois vizinhos, Um palestino muçulmano e outro judeu, um dia em uma conversa o muçulmano disse ao judeu porque ele não se convertia ao islã, o judeu respondeu "por conta da bebida, se eu me converter ao islã não poderei mais beber" nisto o muçulmano diz "Tudo bem somos amigo, se vc se converter e continuar bebendo será um segredo nosso"
O Judeu topa e faz o juramento a Allah, nisto o o muçulmano lhe diz "Agora que vc e muçulmano não poderá mais beber, porque nós podemos mata-lo por harãn (pecado) e se voltar atras e deixar de ser muçulmano podemos mata-lo por abandonar a religião o que e proibido no islã. No conto e descrito que o vizinho muçulmano tinha ganho mais uma alma para Allah.

Anônimo disse...

Jesus teria vergonha desses "cristãos" de hoje.

Olívia disse...

O ato terrorista ocorreu justamente na área “Gun Free” dos EUA. Muito provavelmente, se o ataque fosse no Texas, teriam matado o terrorista no momento que ele desse o primeiro tiro. Desse modo, ao invés de termos 50 mortos, teríamos 2 (o terrorista e a primeira pessoa que o terrorista atirou).

Olívia disse...

Homofobia Cristã? No cristianismo há uma grande diferença entre pecado e pecador. O cristão odeia o pecado, e, para o cristianismo o ato homossexual é pecado, assim como o adultério. Em contrapartida, o cristianismo ama o pecador, portanto ama o homossexual. Se há cristãos homofóbicos, eles não estão condizentes com o cristianismo.
Agora, no Alcorão nó temos os seguintes trechos:
“Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111”. “Tu deves matar quem deixar o Islã. Alcorão 2: 217, 4:89”. “Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4”. “Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5”. “Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60”.
Você quer mesmo comparar a Cristianismo com o Islamismo?

Anônimo disse...

Os ''cristãos'' de ontem tbm aprontavam das suas 08:59.

Anônimo disse...

Anon das 08:40 defendendo abertamente a censura? PQ?
Vcs não aceitam ler opiniões divergentes das suas?
Vcs querem ler somente o que agradas aos seus olhos e fingem não existir milhões de pessoas que pensam e se expressam de forma diferente? Vcs querem viver em um mundo "perfeito" onde só exista os comentários de vcs? Vcs não aceitam o contraditório?
Isso aí é coisa de gente m-i-m-a-d-a e egoísta. Vcs defendem a tal "tolerância" mas são extremamente intolerantes com os comentários que não se alinham aos seus, expressando toda a sua censura imotivada e infantilizada. Cresçam, crianças.

Olívia disse...

De acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), a taxa de homicídio nos EUA é de 4,2 por 100.000 habitantes, enquanto que no Brasil é 21. No Brasil a taxa de homicídios é quase 5 vezes maior que nos EUA.
Pergunta: O maior problema é excesso de armas nos EUA ou é a falta de arma no Brasil?

Anônimo disse...

Por mais que uma pessoa já tenha tendência a ter uma mente perturbada, a religião influencia sim.

Olívia disse...

Anônimo at 08:58, exatamente!

A grosso modo, para o islã, ou você é terrorista ou você concorda com o terrorismo. Se você for islã e não estiver de acordo com isso, você será um alvo para eles, pois é pecador. É impressionante como as pessoas não enxergam isso. A Europa está sendo dominada pelo islamismo e ainda protege os islãs e se você falar mal é islamofobia.

Olívia disse...

Anônimo at 04:26

Você acha mesmo que se o cara tivesse barba enorme ele entraria nos EUA ou andaria tranquilamente nas ruas americanas? Ele aparou as barbas para um "bem" maior. Nada mais digno para ele.

Luciano Silva disse...

Lola, concordo praticamente na íntegra com o seu texto. Inclusive queria recomendar esse pequeno texto e vídeo que estão linkados aqui sobre o tema, para você e para os leitores: http://www.vice.com/pt_br/read/orlando-massacre-pulse-contra-os-lgbt

Só queria, entretanto, chamar a atenção para um pequeno trecho do seu texto, no qual você diz: "Não tenho apreço nenhum por qualquer religião. Pra mim, todas as religiões são machistas e homofóbicas."

Eu concordo que muitas religiões são machistas e homofóbicas, mas acho que a generalização é desinformada. Dentro do cristianismo existe também um movimento forte contrário ao machismo e à homofobia, existindo inclusive algumas igrejas de princípio evangélico que aceitam abertamente homossexuais, sem qualquer expectativa de "cura". No mais, dentre as comunidades de matriz africana e no espiritismo, pelo que diz minha experiência, o machismo e a homofobia também são discutidos de maneira aberta. O Santo Daime, do qual faço parte, também prega uma política de acolhimento geral, sendo certo que o respeito pela atitude alheia em relação à sexualidade é um valor importante para a comunidade.

Apenas dando um toque para reflexão mesmo; evitar a generalização torna o texto mais preciso e mais leve.

No mais, só te agradeço pelo trabalho. Recomendo esse blog para todo mundo que quer abrir um pouco a mente, e posso dizer que muita coisa que li aqui me ajudou a pensar um pouco fora da caixa. Você faz um belo trabalho de apresentação ao feminismo aqui. Não pare nunca.

Abraço e fica com Deus! :-*

Anônimo disse...

Out of toppic: Lola, que tal dedicar um posto pra essa campanha??

http://www.auditoriacidada.org.br/derrubaoveto/#wpcf7-f8274-o1

Anônimo disse...

ô babaca das 09:19, opiniões diferentes, desde que fundamentadas e com um mínimo de respeito, são aceitas e bem-vindas. Agora lixo, preconceito, misoginia, homofobia, discurso de ódio, faça-me um favor: guarde para você mesmo ou enfie no meio do seu cú. Aqui seu chorume não é bem vindo. O blog não é latrina para você e gente da sua laia vomitar merda. Vá chorar no seu chanzinho de bosta que é lugar quente.

Osir Gonplei disse...

Agradeço o texto pois esclarece de fato muitas coisas e retira a confusão do caso todo, pontos importantíssimos são discutidos aqui e me auxiliam no lembrete de que estamos no lado certo da história quando não enxergamos este evento como só mais um ataque terrorista.

Mas também sou contra o ataque aos cristãos, evangélicos ou quaisquer outros, não gosto de generalizações, é assim que começa o ódio de um grupo social por outro e isso nunca acaba bem. Temos que combater ódio e discriminação não importando a origem ou o alvo e pronto.

E os comentários absurdos que vejo aqui me assustam sim, mas prefiro vê-los do que me iludir ao pensar que estas pessoas não existem então agradeço por permitirem a liberdade de expressão.

Anônimo disse...

09:10 não me sinto nem um pouco obrigado a ser tolerante com os intolerantes. Não gostou? Vaza. Gente bitolada, preconceituosa, ignorante não é bem vinda aqui e não deveria ter espaço para bostejar.

Anônimo disse...

"O cristão odeia o pecado, e, para o cristianismo o ato homossexual é pecado, assim como o adultério." Agora imagine se fossem homofóbicos hein. Bizarro ler asneiras como essa neste blog.

Anônimo disse...

O que o Estado Islâmico e outras organizações terroristas ou fundamentalistas fazem é recrutar jovens, na maioria de origem muçulmana, que não tem fortes ligações com a religião e de alguma forma "desajustados" ou mal adaptados à sociedade ocidental. Tentam acolhe-los numa espécie de irmandade, e apresentam conceitos distorcidos da religião islâmica, com o objetivo de transformá-los em soldados para servir aos objetivos políticos dessas instituições. No Brasil, algumas vezes vemos coisas parecidas, obviamente em menor proporção, com casos de ataques a templos de religiões de origem afrobrasileira por parte de cristãos fundamentalistas.

Anônimo disse...

Nossa que interessante, agora os cristãos viraram ''muy amiguinhos'' dos homossexuais apenas porque o seu nível de homofobia é mais ''light'' em relação a dos muçulmanos. Nossa que grande favor vcs fazem aos homossexuais, que bonzinhos, discriminam, mas pelo menos deixam eles vivos, não é mesmo? Realmente os gays devem muito a vcs cristãos por tanta bondade. Comovente! SQN! Não sei se isso é pra rir ou pra chorar. Tragicômico.

Olívia disse...


Anonimo at 11:20

Acho que você não entendeu o meu comentário ou eu me expressei errado.
No cristianismo qualquer ato sexual fora do casamento é pecado, pois viola o 6º mandamento, "Não pecar contra a castidade". O fato de ser homossexual ou heterossexual não importa. Ambos é pecado. Por isso que o cristão não aceita o ato sexual, seja ele homossexual ou heterossexual, fora do casamento.
Agora, o cristão não vai odiar o homem ou a mulher heterossexual que pecar contra a castidade ASSIM COMO NÃO VAI ODIAR o homem ou a mulher homossexual que pecar contra a castidade.
Lendo esse blog me parece que há muito mais ódio em vocês em relação com os cristãos do que os cristão com os homossexuais.

Anônimo disse...

Ora ora, então agora a bancada da bíblia resolveu posar de tolerante aos gays, quanto oportunismo e presunção. E ainda acham que estão fazendo um grande favor aos gays poupando suas vidas e integridade física e que os gays devem gratidão por isso. Sendo que suas vidas e integridade física deveriam ser direitos universais por serem tão humanos quanto qualquer um, ainda mais em um estado (que deveria ser) laico. Por tanto, gays não devem nada a ninguém, muito menos a bancada da bíblia. Não é de tolerância que gays precisam, mas principalmente de respeito. Sim, acima de tudo, respeito! Aprendam.

Anônimo disse...

"Agora, o cristão não vai odiar o homem ou a mulher heterossexual que pecar contra a castidade ASSIM COMO NÃO VAI ODIAR o homem ou a mulher homossexual que pecar contra a castidade."
E era para odiar? Por que?
Quanto mais vc tenta se explicar, mais besteira vc diz e mais essa merda toda fede.

Anônimo disse...

Aqui no Brasil acho que a IURD estava tentando emplacar algo bizarro do tipo ''gladiadores do altar'', medo!

Anônimo disse...

"'O cristão odeia o pecado, e, para o cristianismo o ato homossexual é pecado, assim como o adultério.' Agora imagine se fossem homofóbicos hein. Bizarro ler asneiras como essa neste blog."

Qual é a asneira aqui? A frase está totalmente correta, essa é a posição do Cristianismo, quer você goste ou não.

Olívia disse...


Ver a esquerda criticar os valores cristãos não é novidade para ninguém. Estão seguindo direitinho a cartilha de Marx.

Mas, antes de chamaram chamar os cristão de homofóbicos e defenderem os islã, estudem o que os ditadores comunistas/socialistas faziam com os homossexuais. Ou vocês acham que em Cuba, Rússia, China e Coreia do Norte os homossexuais sempre tiveram seus direitos, foram respeitados e os ditadores sempre os apoiaram?

Há centenas de prisões de homossexuais em países comunistas. Há milhares de mortes de homossexuais em países islâmicos. Agora, diga um cristão que matou um homossexual pela religião.

Anônimo disse...

Lola, parabéns, você foi citada como uma das 12 mulheres mais influentes da internet

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/lista-12-das-mulheres-mais-influentes-da-internet-por-nathali-macedo/

Anônimo disse...

"Chamaram Jesus de misógino. Desafio essa pessoa a encontrar um texto que contenha misoginia nas palavras de Jesus. Jesus ok não Paulo de tarso qu2 fique bem claro"

Jesus claramente apoiava as leis de Moisés:

"Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele. Mas, se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?" (João 5:46,47)

E, de acordo com as leis mosaicas, toda mulher menstruada é ritualmente imunda, assim como tudo o que ela tocar (Lv 15:19-23), mulheres que dão a luz são imundas, se o bebê for um menino, a mãe estará imunda durante 7 dias e deve ser purificada durante 33 dias; mas se for uma menina, a mãe estará imunda durante 14 dias e sua purificação será durante 66 dias (Lv 12:1-5), as mulheres são propriedades de seus maridos tanto quanto casas, bois e jumentos (Dt 5:21), se um homem reclamar que sua esposa não era virgem, e se os pais dela não conseguirem apresentar um prova de sua virgindade, ela deve ser apedrejada até a morte (Dt 22:13-21), se uma noiva virgem for estuprada na cidade e não gritar alto o bastante, então os homens da cidade a apedrejarão até a morte (Dt 22:23-24), e muitos, muitos, MUITOS outros exemplos. Jesus estava OK com isso.

Anônimo disse...

Amam os homossexuais desde que eles não pratiquem a homossexualidade, ou seja, desde que não amem alguém do mesmo sexo, não tenham relações sexuais, ou seja, não vivam a própria sexualidade, sejam castos e infelizes. Isso não é amor, desculpe. É hipocrisia. Seria o mesmo se eu dissesse que amo os cristãos, mas que não aceito a prática do cristianismo. Você se sentiria respeitada? Não, né? Imaginei.

Anônimo disse...

Discurso de ódio não é opinião e não merece respeito.

Anônimo disse...

Ainda bem que não sigo estas loucuras. Guardem-as para vocês, não tentem se meter na vida dos outros e estará tudo certo. Ninguém é obrigado a seguir o seu livro "sagrado".

Anônimo disse...

Infelizmente, Olívia das 11:41 se há ódio dos homossexuais em relação a alguns cristãos é um ódio justificável. Um ódio de quem sente-se tolhido seja por leis defendidas pela "bancada evangélica", seja por ataques verbais. Sabemos que a religião não condena expressamente o homossexual e sim a homossexualidade mas na prática o homossexual é quem acaba discriminado.

Anônimo disse...

"Por mais que uma pessoa já tenha tendência a ter uma mente perturbada, a religião influencia sim. "

Besteira. Quando A PESSOA é perturbada, ela se perturba até com gatorade.

Tenho contato direto com muçulmanos e a maioria da maioria da maioria desaprova todas essas merdas aí, só querem ser deixados em paz.

Depois que vem pro Brasil então, aí já era, vira brasileiro.

Olívia disse...

Você é livre para aceitar ou não o cristianismo. Se você disser que ama os cristãos mas não aceita o cristianismo, isso seria ótimo, pois não haveria esse discurso de ódio com o cristianismo. Assim como há muitos ateus que não aceita o cristianismo mas não possui discurso de ódio com os cristãos. Isso é ótimo. Cada um é livre para aceitar a religião que quiser e fazer o que quiser. O que não pode ser feito é dizer que cristão tem ÓDIO pelos homossexuais. Isso é mentira!

Diga um ato de ÓDIO com homossexuais que cristão fez em NOME DO CRISTIANISMO.





Anônimo disse...

Diga um ato de ÓDIO com homossexuais que cristão fez em NOME DO CRISTIANISMO.

Não precisa ir muito longe. Só a bancada da bíblia dá um farto material lutando para restringir os direitos dos homossexuais. Nem vou mencionar a desonestidade intelectual (leia-se canalhice) do Feliciano em alguns de seus tweets sobre o recente atentado, inclusive uma das ilustrações deste post mostram uma de suas pérolas apoiadas por milhares de "cristãos". Se isso não for ato de ódio, não sei o que seria um ato de ódio para você.

Anônimo disse...

"Qual é a asneira aqui? A frase está totalmente correta,essa é a posição do Cristianismo, quer você goste ou não."
Pois então, eu acho a posição do cristianismo uma verdadeira asneira. Não gosto, não concordo, não aceito e vivo em um estado LAICO.

Charle Coimbra disse...

Homem não é doença social, machismo sim. Generalizações como essa não contribuem em nada. Tenho certeza q a autora, de quem vc é leitora, não concorda com vc.

Anônimo disse...

"Besteira. Quando A PESSOA é perturbada, ela se perturba até com gatorade.

Tenho contato direto com muçulmanos e a maioria da maioria da maioria desaprova todas essas merdas aí, só querem ser deixados em paz.

Depois que vem pro Brasil então, aí já era, vira brasileiro."

Que bonitinho, que fofo, mas vc mesmo admitiu que tem uma minoria da minoria de muçulmanos nada ''paz e amor'' não é mesmo? E essa minoria faz um grande estrago e isso de besteirinha não tem nada.

Negar que o fanatismo religioso não interfere no psicológico de uma pessoa é muito egoísmo, ignorância, superficialidade e irresponsabilidade da sua parte. Pois existem inclusive vários artigos muito sérios de psiquiatria e psicologia sobre a interferência do fanatismo religioso em graves transtornos mentais. Se procurar se formar de verdade vai encontrar. Se essa sua conversinha não for apenas cinismo da sua parte para fazer uma trolladinha de brincadeirinha, de besteirinha.

Anônimo disse...

Nossa, cristão bonzinho e muçulmano bonzinho, existir existem, mas são mais raros que achar mesa em restaurante no dia das mães.

Anônimo disse...

Não sei qual a pior aí, sé a alice dos muçulmanos fofinhos ou a alice dos cristãos fofinhos.

Anônimo disse...

Isso aqui já virou um quintal desses fanáticos trolls, cínicos e sádicos.

Anônimo disse...

Ataque contra cristãos é ruim tanto quanto, mas se for por na balança, nenhuma religião na história matou tanta gente como a cristã.

Anônimo disse...

A culpa pelos ataques em Orlando e das armas. Assim como a culpa pelo 11de setembro e dos aviões.

Anônimo disse...

É fato comprovado que reaças e mascus não trabalham, vivem as custas da mãe (que ironicamente é uma mulher) e quem deseja mal aos outros e fica feliz com tragedias como essa certamente não é pessoa boa e muito menos honesta pois vivem se escondendo atras da tela de um computador na hora de comemorar. Mascus e reaças são os seres mais podres e covardes que esse mundo da atualidade pode ver, pois quando algum deles cria "coragem" não é pra viver a própria vida e sim pra executar um massacre seguido de suicídio.
E detalhe que todos seguem ideais de direita.

Anônimo disse...

E Maomé teria orgulho dos muçulmanos de hoje.

Anônimo disse...

Ainda bem que a psicologia luta muito para se manter longe da influência e domínio dessas bancadas da bíblia e similares. Já basta o fenômeno bizarro do caso marisa lobo.

Anônimo disse...

Achar que trump esta preocupado com os lgbts por causa disso (nem foi pra tentar se promover né) é o mesmo que achar que bolsonaro esta preocupado com as mulheres ao defender a castração química em estupradores. Independente de você concordar ou não com esse método, tem que prestar atenção nas intenções por trás delas. Tenho cetteza que nenhum deles vai fazer vida de mulher ou lgbt nenhum melhor

Anônimo disse...

a) Lola cada dia sou mais sua fã.

b) Os conservadores querem impor sua ideologia não estão preocupados com as vitimas

c) Eu sinto pelas vítima e vejo com preocupação o estado laico brasileiro sendo destruído com leis como cristofobia e estatuto da família

Anônimo disse...

Fanatismo religioso e suas consequências nefastas sendo tratado como exceção em vez de regra? Isso só pode ser de má fé.

Anônimo disse...

Mas esse é o problema de muito cristão. Eu concordi com vc, mas muitos querem levar a bíblia tão ao pé da letra que sequer percebem que muitas passagens escritas por outros não condiz com aquilo que Jesus, o filho de Deus que veio para a remissão dos nossos pecados, pregou.
Jesus não incentivava ódio ao próximo, aquele que consideramos diferente. Se as pessoas seguissem apenas a palavra do filho de Deus, que é aquele que lhe é mais próximo, muitos problemas não existiriam da forma que existem hoje.

Anônimo disse...

"Discurso de ódio não é opinião e não merece respeito."

É claro que discurso de ódio é opinião, do que diabos você está falando? A questão é que nem toda opinião merece respeito.

Anônimo disse...

Esse papo de ''mulher tratada como rainha'' é um clichê bem conhecido no estado islâmico. Inclusive muitos terroristas do EI usam essas ladainhas para aliciar garotas através de redes sociais.

Anônimo disse...

Com prazer, 09:10.

E isso é só um aperitivo do que existe de ódio na bíblia:

"A feiticeira não deixarás viver." Milhares de mulheres inocentes sofreram mortes bárbaras por causa deste verso. [Êxodo 22:18]

"O que sacrificar aos deuses e não só ao SENHOR será morto."[Êxodo 22:20]
Não permita que outros adorem um deus diferente. Destrua todos os seus altares e imagens. [Êxodo 23:24]

Se um homem fizer sexo com outro homem, ambos morrerão. [Levítico 20:13]

Mulheres com "espírito adivinho" serão apedrejadas até a morte. [Levítico 20:27]

Qualquer um que blasfemar será apedrejado até a morte pela sua comunidade. [Levítico 24:16]

Se você ouvir falar de uma cidade onde outro deus é venerado, destrua todos na cidade (até mesmo os animais) e queime tudo! [Deuteronômio 13:12-16]

Odeie o pecador - ou Deus despejará sua ira sobre você. [II Crônicas 19:2]

Pensa que é só no AT?

Jesus diz, "Quem não é comigo é contra mim." [Mateus 12:30]

Com sua habitual intolerância, Paulo condena os homossexuais (inclusive as lésbicas). Esta é a única referência clara à lésbicas na Bíblia. [Romanos 1:26-28]

Todo o mundo terá que adorar a Jesus - querendo ou não. [Filipenses 2:10-11]

Todo não cristão é mentiroso e um anticristo. [I João 2:22, I João 4:2-3]

Raquel disse...

Lola, está circulando um vídeo/charge no facebook, uma discussão entre um cristão reaça texano e um muçulmano, ambos armados e fundamentalistas. Um quer matar o outro até que descobrem que têm muito em comum, o óbvio! O problema é justamente esse fundamentalismo.
Não gosto de falar em nome das religiões porque conheço muitos ativistas católicos e por incrível que pareça, até evangélicos. Mas a bancada evangélica é realmente um retrocesso, uma ameaça aos nossos direitos mais básicos, e eu até diria uma crueldade. Assim como muitos padres, pastores e outros dirigentes que fazem crueldades em nome de Deus ou da religião.
Sou umbandista e sei que mesmo em nosso meio e até no Candomblé, também há misoginia e homofobia, e como há.

Um grande abraço,

Raquel

http://www.familiabenedito.com.br/search/label/Identidade

Anônimo disse...

"Jesus não incentivava ódio ao próximo, aquele que consideramos diferente. Se as pessoas seguissem apenas a palavra do filho de Deus, que é aquele que lhe é mais próximo, muitos problemas não existiriam da forma que existem hoje."

Alguns amáveis pensamentos de Jesus:

"E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim."(Lucas 19:27)

"Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo."(Lucas 14:26)

"Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; e assim os inimigos do homem serão os seus familiares.Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim."(Mateus 10:34-37)

"E, se a tua mão te escandalizar, corta-a; melhor é para ti entrares na vida aleijado do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga." (Marcos 9:43)

"Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno. E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno."(Mateus 18:8,9)

"Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o."(Mateus 19:12)

"E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais que fazer. Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei."(Lucas 12:4,5)

Isso é só uma minúscula amostra...

Anônimo disse...

Só tem ateu arrogante aqui. Eu fico com Cristo

Anônimo disse...

Anônimo das 15:43, você copiou tudo da mesma página sem um mínimo de esforço, devia pelo menos dar crédito aos autores originais, cara de pau.

Anônimo disse...

Pelo visto cheguei tarde para comentar aqui.

Acho uma perda de tempo ficar culpando, de um lado a religião islâmica, de outro, culpando a direita.

Devemos atribuir essa atrocidade a quem a cometeu: Omar Mateen.

Não, não estou desculpando o discurso de ódio da direita conservadora cristã e nem fazendo vistas grossas aos ensinamentos obviamente horríveis extraídos do Alcorão. Repudio ambos, e reconheço a influencia que ele tem nos discursos de ódio e outras atitudes condenáveis que vemos todos os dias por aí.

Mas nem todas as pessoas que desaprovam o casamento gay viram assassinos de gays. Nem todo cara que faz piadinha machista bate na mulher. Nem todo muçulmano explode metade da rua. Indivíduos são responsáveis pelos próprios atos, ainda que influenciados por inúmeros fatores (um dos mais importantes é a religião).

Mateen talvez não fosse tão muçulmano assim, mas por outro lado mil terroristas eram, e fizeram o que fizeram atendendo aos mandamentos de sua fé, como cristãos fizeram ao longo da história inúmeras atrocidades. Outros pregaram o amor ao próximo. São os indivíduos os responsáveis pelos acontecimentos. Isso é assumir o rumo que o mundo toma, chamar a responsabilidade para cada um de nós.

O islã tem sim muitos ensinamentos ruins, mas as pessoas só levam ao pé da letra o que querem levar.

No mais, claro que condeno discursos de ódio. Claro que torço o nariz quando minha avó define casamento como sendo entre homem e mulher, ou quando meu padrinho diz que é ok ser gay mas não precisa ser uma bicha louca, ou quando as minhas vizinhas que frequentam a igreja querem salvar o filho da fulana da rua de baixo que tá se perdendo porque tem um namorado. Não concordo com essas pessoas, mas elas não mataram outros seres humanos por eles serem gays. Bolsonaro não fez isso. O islã não fez isso.

Ainda que seria mais fácil se as religiões fizessem discursos mais paz e amor, mais tolerantes, ainda sim existiriam pessoas más. Mas ainda sim existem pessoas boas, por influencia da religião ou não.

Sobre armas, como já foi dito, era uma área gun-free. O atirador viajou vários e vários quilometros e adentrou na boate, mesmo isso sendo proibido. É uma crime inócuo.

Alícia

Anônimo disse...

Anon disse:
"A culpa pelos ataques em Orlando e das armas. Assim como a culpa pelo 11 de setembro é dos aviões."

Ótimo! Muito bom! Só assim mesmo pra tentar mostrar pra esses esquerdistas que esse discurso de "mimimi armas matam" é uma balela. Armas, aviões, carros, fogões, churrasqueiras, interruptores, cadeiras, facas e tudo o mais também mata? Ou são meros objetos inanimados que SE MAU UTILIZADOS por seres humanos podem ser letais?
Chega a ser deprimente ter que enfiar isso goela abaixo da esquerda.

Anônimo disse...

No Brasil 75% da população é analfabeta ou anafalbeta funcional, isto é, não conseguem interpretar um texto jornalístico e fazer operações matemáticas básicas.
Quantas pessoas são capazes de interpretar um texto tão complexo como a bíblia?
Deixem a interpretação da bíblia para os exegetas.

Anônimo disse...

(Viviane)
Anon 08h40 e outros que se queixam do mesmo: vamos lembrar que a "equipe de moderação" deste blog se resume à própria Lola e à Samantha (amiga dela que se ofereceu para ajudar). Até onde eu sei, ambas trabalham e não recebem um centavo para escrever e moderar o blog.
Acho, só acho, que seria bom quem critica sugerir soluções. Alguns já deram ideias a respeito...

Anônimo disse...

Percebe-se pelos posts de ontem e de hoje que a quantidade de feministas que comentam está bem menor que o normal.

A falta de argumentos "politicamente corretos" para interpretar e para prevenir casos como o de Orlando deixa clara a impossibilidade de se seguir à risca a cartilha da esquerda no mundo real, fora dos centros acadêmicos e das páginas do face. As comentaristas sequer expuseram os batidos argumentos desarmamentistas, cientes do desgaste que tais teses incoerentes sofreram nas últimas discussões.

Quando nos deparamos com problemas reais, bastante diversos das "micro-agressões", da "falta de empatia" e afins, não há como fugir do fato de que a "sociedade ocidental opressora" ainda oferece as melhores condições de vida no mundo contemporâneo, inclusive para mulheres e para minorias.

Anónimo disse...

Vc fazer algo que atenta contra a natureza pode ser considerado algo ruim? Claro que sim neh!!!Agora as pessoas tem o livre arbítrio....nossa eh tao logico :( triste ler vcs mesmo,deu preguiça de responder cada merda que cada uma de vcs falou.

Anónimo disse...

Putz ,isso eh um blog que o intuito eh o crescimento das mulheres e do ser humano pra vivermos bem em sociedade.....apenas pensei que fosse isso ;)

Anônimo disse...

Ou pode ser que as feministas simplesmente se cansaram de debater com quem não tem cérebro e acha que tem o melhor argumento do mundo. Leve isso pra vida: nem sempre ficar sem debater com quem não achamos valer a pena é falta de argumentos, mas apensa falta de paciência ou mais o que fazer ou até gente melhor pra debater e realmente ter uma discussão saudável.
"Viu, vc nem respondeu meus argumentos feminazi"
Sim sim, durma bem com essa conquista que eu ja perdi tempo demais escrevendo pra vc. Agora vou ali conversar com os adultos.

Anônimo disse...

Viviane, não distorça o que foi dito. Em momento algum critiquei a Samantha ou a Lola. Frequento o blog há anos e posso imaginar a árdua tarefa de moderar os comentários. Apenas disse que seria muito bom (e seria mesmo) que discursos de ódio fossem excluídos, porque pouparia tempo de quem vem aqui buscar informação e aprender. A solução já foi proposta. Acredito que você saiba distinguir uma sugestão de uma crítica destrutiva.

Anônimo disse...

Opinião de merda. Satisfeito?

Anônimo disse...

Existem animais homossexuais. A homossexualidade é natural SIM, pois é encontrada na natureza. O que é um atentado à natureza é esta sua burrice. Mesmo existindo seleção natural, ainda nascem boçais como você.

Anônimo disse...

Junta a homofobia, mais um louco fanático pelo islão e mais a facilidade de portar fuzis, só poderia resultar nisso mesmo

Aos idiotas, o filho da p&ta terrorista comprou as armas em Orlando, nessa é cidade é LEGAL comprar qualquer tipo de arma

Agora a culpa é de quem tava na boate, pq lá era proibido usar armas? Mas é o mínimo q se espera de um local como uma boate, NÃO TER ARMAS (exceto a segurança)

A culpa daquelas pessoas q morreram dentro da igreja ano passado, é delas tb? Pq numa igreja é logicamente proibido usar armas

Vcs são extremamente idiotas e desonestos

Patricksama disse...

Vocês todos deveriam ser mais humildes viu um acusando e generalizando a crença do outro . A perversidade esta em todo lugar pq são praticadas pelos humanos nada e perfeito nem os movimentos ... Muito triste a desonestidade e maldades de vcs

Anônimo disse...

Um não justifica o outro

Anônimo disse...

E de novo. Não foi da boca de Jesus que saiu a condenação à homossexualidade. Mas os cristãos de hoje em dia se negam a ver isso.

Anônimo disse...

Ignorancia dizer isso se vc afirma q ele é um fanático religioso

Rafael Cherem disse...

Noves fora as bobagens da reaçada, a esquerda sempre passa a mão na cabeça do islamismo,quando é justamente a religião que bate de frente contra tudo o que pregamos, de forma paulatina, para frear talvez a islamofobia, nos damos as mãos a todo o tipo de atraso pregado nas mesquitas do mundo, e para variar, sempre que um ato desse acontece vem os líderes da fé dizerem que era só um doido, alguém que não entendeu a mensagem do profeta. Antes de Orlando, nas mesquitas do mundo, alguém estava dizendo que homosexualidade vai contra deus. Pensem nisso. Não é coisa de fundamentalista, é coisa de religião, esse câncer.

SECRET FACE disse...

pros que falam ''psicotico tem que ser trancado'' etc eu soube hoje que uma garota de 7 anos ta sendo forçada a tomar a mesma droga psiquiatrica que sou forçado. cade o feminismo pra proteger a garota?

Anônimo disse...

"Existem animais homossexuais. A homossexualidade é natural SIM, pois é encontrada na natureza."

Existem animais que nascem sem membros ou com duas cabeças.

SECRET FACE disse...

se eu nao portasse facas pra me defender eu sofreria bullying ate hoje. pau no cu de quem é contra armamentismo. os alfas vivem me batendo por eu ser doente mental, se nao fosse as facas que carrego eu seria saco de pancada.

Anônimo disse...

Lola, o massacre é totalmente misógino. O assassino nem era religioso. Mas o islã e o cristianismo fornecem ódio de sobra para esse vermes. Por isso e pelos comentários desses pastores malditos, tenho certeza de que o malafaya teve uma ereção como esse massacre covarde.
E que o feliciano tá com o ânus piscando até agora com o tesão que ficou com a matança!

Anônimo disse...

Homossexualidade não é deformidade nem doença, seu boçal.

Anônimo disse...

Preciso desabafar o NOJO que estas páginas esquerdistas tem me dado ultimamente. É sério. Eu até simpatizo muita coisa dessas ideologias, mas esse troço de querer usar o Cristianismo como bode expiatório pra tudo já tá dando no saco. Quando um muçulmano comete um ataque, querem passar a culpa pra homofobia. Okay, até vai essa discussão, mas quando o Breivik fez os ataques na Noruega, esquerdista nenhum hesitou em dizer que a culpa era do Cristianismo. Aliás, tem muita página esquerdista fazendo o paralelo nojento de querer dizer que a culpa dos ataques era porque o atirador vinha de um país que tinha o Donald Trump, e consequentemente, a culpa dos ataques era do fundamentalismo cristão (!)

Não, não estou dizendo pra esculacharem os islâmicos, estou de saco cheio de sempre acessar as páginas de vocês e vocês sempre colocarem todo mundo como farinha do mesmo saco, esse pensamento como se um grupo tão grande e de tanto tempo de história fosse mesmo essa coisa homogênea. Odiar todos os cristãos por causa de algumas pessoas que você conhece e por causa da imagem que a mídia passa é tão coerente quanto a pessoa que diz odiar mulheres porque sofreu nas mãos de algumas, ou pelas idiotices disseminadas no imaginário popular acerca delas.

Existem os alienados, mas tem muita gente no meio cristão querendo diálogo SIM, pode ter sido falta de sorte, mas também pode ter sido falta de visão ao espelho mesmo. Com os muçulmanos e tantos outros grupos difíceis de lidar, diálogo. Com cristãos, "tem que acabar mesmo".

Não é "cristofobia", mas é que é um porre você conhecer tanta gente não vota no Bolsonaro, que defendeu a garota estuprada por 30 caras, que não se enquadra no esteriótipo do "cristão conservador bitolado", ser esculachado por causa de NADA, simplesmente por ser cristão e ter nascido em uma época de nojeiras como o Edir Macedo, Marco Feliciano e Valdomiro Santiago. Injustiça sempre causa raiva, muita raiva mesmo.

Mas, o que posso fazer? Daqui a pouco vão citar algum caso de algum cristão que perseguiu cultos afro-brasileiros, ou dizer que fulano ou sicrano sofre mais, ou que fez coisa X, Y ou Z... enfim, ignorar o que foi dito no texto inteiro, generalizando da mesma forma um grupo enorme e incluindo mesmo as pessoas que procuram conciliar sua fé ao bem-estar social. Por que a mídia sempre mostra o muçulmano como vilão, mas daí vem a história do "nem todo muçulmano"... mas, quando a esquerda mostra todos os cristãos como vilões de tudo, aí pode! Aí vem justificativas como "cristãos são um grupo grande", ou alguma experiência pessoal (sem dados científicos, estatísticas ou qualquer outra coisa que são pedidas na hora de falar de qualquer outro grupo) ou coisa do tipo, como se algo justificasse generalizações apressadas e os xingamentos contra gente que não fez nada.

Triste. Mas posto isso pois tenho a esperança de que alguém interessado em ver o outro lado da história vá refletir ponderamente sobre isso...

Anônimo disse...

(Viviane)
Caramba, anon de 20h07, não estou brigando com ninguém para você vir com quatro pedras na mão! Apenas respondi a você e a vários outros que fazem as mesmas críticas, como se estivéssemos em um portal de notícias que, entre outras coisas, recebe patrocínio e tem, de fato, uma equipe de moderação. Mas, quando você fala que a solução já foi proposta, se refere à exclusão de discursos de ódio? Espero que não, pois isso implica em dizer que a Lola mantém esses comentários porque quer... A questão é como fazer isso.

Anônimo disse...

(Viviane)
O mesmo que você diz sobre mesquitas pode ser dito, sem tirar nem pôr, sobre as igrejas. É a esquerda que defende o islã ou a direita que os ataca para atender aos interesses geopolíticos dos EUA?

Rafael disse...

Estás a esquecer o terrorismo de Estado promovido por Israel e as diversas milícias cristãs que banham a África de sangue.

Anônimo disse...

"Homossexualidade não é deformidade nem doença, seu boçal."

Por muito tempo foi considerada uma doença. E sabe por que não é mais assim? Razões políticas, basicamente isso. Se um grande número de esquizofrênicos se organizar e dizer que o que têm não é uma doença, apenas uma "orientação mental", e acusarem os psiquiatras de preconceito, após um tempo esquizofrenia seria considerada normal e haveriam kits esquizofrênicos distribuídos nas escolas.

Anônimo disse...

12:35

pois é, e é natural tb, seu lixo

tipo vc, um mascu doente mental nasceu, mas fazer o quê? continua sendo natural

e vc 16:20 é só mais um mascu, benzadeus não ter armas nessa sua mão de bosta, provavelmente teríamos mais um massacre realizado por um omen, pra variar

Anônimo disse...

Cara, você que é o doente. Nada do que fala faz o menor sentido. Vá se tratar desta sua preocupação com a vida sexual/amorosa alheia.

Anônimo disse...

19:39

só foi considerada doença por razões políticas, seu bostinha, para de falar merda

Antes de se quer existir psiquiatria era absolutamente normal, só depois dessa praga surgir é q com razões políticas foi considerada uma doença. Por bom senso, essa tese foi derrubada, e voltaram a considerar da maneira q sempre foi: natural e normal

Anônimo disse...

19:39, sabe o que também não é natural? Internet. Vai parar de usar pra manter a coerência de "o que não é natural é ruim e não deve ser incentivado?". Então deixa todo mundo transar com quem quiser e bem entender (e consentir, antes q venha o mimimi "aiiiin, pedófilo, zoofilia!"). E homossexualidade é doença por que diabos? Dói? Dá amnésia? Cansaço? Mata/sequela se não tratada? A pessoa fica com limitações que impedem ela de trabalhar/estudar? Toma vergonha nessa cara e para de fiscalizar o sexo alheio.
18:22, alguns discursos recorrentes da esquerda tb me incomodam. Mas me incomoda também tanta gente acreditando que esse ataque em específico foi por causa da religião muçulmana. O cara ia em mesquita? Cadê a barba dele? Como que casou com uma não-muçulmana antes? O contato com páginas da ISIS pode ter influenciado? Claro que sim, a violência pode ter encantado ele. Mas muçulmano ele não era.
Ao pessoal que cisma em querer colocar feminismo contra o Islã porque "no Alcorão a mulher é escrava, o horror, o horror!". O argumento é que na Bíblia, ao pé da letra (sem o "ain, mas é metáfora"), mulher também é ser humano de segunda linha. Sim, concordo, cristão no geral é muito mais tolerante que muçulmano no geral. Mas já explicaram acima: não é porque a Bíblia é um livrinho fofo de paz e amor - não é. É porque os países cristãos passaram por revoluções culturais e tecnológicas que apoiaram o secularismo e a população passou a repudiar a interpretação mais literal da Bíblia. O caminho semelhante não acontece no Oriente Médio (alô Turquia e Afeganistão dos anos 60!) porque, por interesse econômico e político das potências, bombardeia-se o Oriente Médio, apóia-se políticos corruptos em troca de favores, coloca-se a cultura árabe como violenta e opressora pra justificar as invasões militares (e num grau menor, um feminismo pedante que quer arrancar a burca das muçulmanas em vez de reconhecer a legitimidade de um feminismo islâmico). Territórios arrasados por guerras constantes são terreno fértil pra regimes totalitaristas e fundamentalismo religioso. Justifica os massacres, significa que quero dar chazinho e abraço em terrorista? Não, tem é que se ferrar mesmo. Mas colocar muçulmano como inerente e inevitavelmente violento só alimenta o ódio que serve de discurso pros líderes terroristas e aponta o genocídio como única possível solução.

Anônimo disse...

6:52, foi tratada que nem uma rainha na mesquita? Dentro de casa vc também seria tratada como uma rainha. Rainha do lar. Amélia. Pra quem se contenta com chocolatinho tá ótimo.

Anônimo disse...

Assim, acho louvável a tentativa da moça de mostrar que muçulmano não é tudo violento e fundamentalista e que tem sim, os acolhedores e tolerantes. Mas eu ri do "até chocolatinho" xD. De fato, lembra um pouco as bolsonaretes que dizem que não são nem um pouco oprimidas, imagina! porque o namorado/marido "as ama", paga salão de beleza e leva pra viajar no fim do ano.