segunda-feira, 9 de março de 2015

"QUERO UM DIA NO QUAL NENHUMA MULHER CHORARÁ PELA SUA EXISTÊNCIA"

Maria Clara faz uma reflexão sobre o dia de ontem:

Primeiramente, feliz dia internacional da mulher. Pra mim 8 de março é dia de celebrar mulher que luta, e no meu coração você é um dos grandes exemplos de mulher completa, complexa, que se ama e que luta pelo seu direito de ser. Mas o motivo de eu ter deixado pra mandar essa mensagem tão tarde é porque hoje o dia pra mim foi de luto.
Mulheres bem comportadas raramente
fazem história
Por mais que eu tenha tentado entrar no espírito de celebração, me faltou algo hoje. Eu fiquei o dia inteiro em casa, pensando no porquê desse desânimo existencial em uma data tão específica, em um dia que deveria ter me inspirado. Passei o dia procurando uma resposta, e ainda assim continuei me sentindo como aquela criança que descobriu na ceia de natal que o Papai Noel é, na verdade, aquele tio chato numa fantasia alugada.
Campanha oportunista e equivocada
da Always sobre vazamentos
E não é que foi assim, de cara emburrada, lendo o meu Feed de notícias do Facebook, que a minha revelação ocorreu? O motivo de eu estar tão desanimada com o dia das mulheres é porque pouco importa se nós temos uma data para celebrar nossa existência, enquanto ainda temos que lutar por ela.
Mensagens contra machismo e
violência escritas em calcinhas
Nós, mulheres, temos que lutar para existir. Para ser, para sentir, para amar e ser amadas, para trabalhar e para ganhar um salário justo e para criar nossos filhos e para não ter filhos e para ser respeitadas e para não ser estupradas e para não morrer nas mãos dos homens que nos odeiam, mesmo quando nos amam.
Piada de jornal que inventa notícias
E essa luta cansa, Lola. Eu estou cansada. Eu tenho dezoito anos e carrego comigo centenas de histórias de horror que tenho ouvido de outras mulheres ao longo dos anos. E é ridículo, porque eu sou nova demais para carregar comigo todas essas preocupações, certo? Certo?
Muito grata pela "homenagem"!
É mais ridículo ainda porque estou em uma posição de privilégio. Eu sou jovem, branca, classe média, estudo em uma instituição de ensino superior pública de prestígio e estagio em um dos mais renomados escritórios do país. E nada disso me protegeu de ser vítima de violência doméstica. Nada disso impediu uma das minhas companheiras de luta, que desfruta dos mesmos privilégios que eu, de ter sido molestada. Nada disso me tira da minha posição de vulnerabilidade.
Paródia de revista como Noiva
para chamar a atenção para
noivas infantis
E chegar hoje e ter que ouvir parabéns e agradecer pelas flores enquanto eu ainda sou uma vítima dessa doença que é ser mulher na nossa sociedade me deixa com náuseas.
Então, porque você me deu voz pela primeira vez após anos de silêncio e repressão, eu vim aqui pra dizer pra você que meu coração está de luto. Porque nesse 8 de março, enquanto eu estava curtindo posts que me davam parabéns pelo meu dia no Facebook, uma mulher estava sendo estuprada. Ela estava sendo estuprada pelo simples fato de que ser mulher, o próprio fato que estamos celebrando hoje, coloca um alvo enorme nas costas dela.
Anúncio usa modismo do vestido
azul e preto ou branco e dourado para
denunciar violência doméstica
Esse é o motivo da minha tristeza, Lola. Eu não quero parabéns, eu não quero flores. Dos homens que vieram falar comigo hoje, eu quero um único presente. Eu quero um dia, um único dia, sem nenhum estupro. Nenhum, no mundo inteiro. Eu peço o mesmo que Andrea Dworkin pediu, e que ainda não conseguiu. Eu quero um mísero dia onde nenhuma mulher irá chorar pela sua existência, seu gênero, sua sexualidade. Eu quero um dia no qual eu não irei me sentir doente por ser mulher. E o oito de março, infelizmente, não foi esse dia para mim. Eu espero que um dia seja.

49 comentários:

Anônimo disse...

Recebi "parabéns" de uma pessoa que jura que toda mulher dirige mal (e repete isso sistematicamente, alto e em bom som).
Recebi "parabéns" de outro que acha engraçado mexer com mulher na rua, inclusive incentivou um subordinado seu a fazer isso.
Recebi da mesma pessoa (superquerido, por sinal) duas mensagens, uma repleta de clichês do tipo "é linda, mesmo quando chora", "forte na sua fragilidade", "nos dá a vida e cuida dela" e a outra "uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidade para admirar as partes isoladas. Feliz dia das mulheres".
É... povo num tá inteindêindo nada. Akh.

Anônimo disse...

Quanto drama,não cansa?

lola aronovich disse...

Quanta ignorância, anon das 13:41, não lê? A própria autora disse que cansa. Tente trollar de forma um pouquinho mais inteligente.

Anônimo disse...

Impossível, Lola. Quando o assunto é mulher, homem só consegue ser um idiota babaca com diferentes graus de misoginia.

Anônimo disse...

sinceramente,eu como mulher,me sinto ofendida com tanto vitimismo.Ah,então somos vítimas de homens opressores,ok,mas quantas vezes escutei de feministas que homens não podem ser ojerizados e nem punidos,mas "acolhidos " pelo movimento??? Me apedrejaram quando falei que etsupro tinha que ter pena de morte? O que esperam? que os homens sintam pena de nós e parem de nos oprimir??
cade nós mulheres rejeitando regras de feminilidades? ah,é tudo "escolha" não é? Todo mundo depilada,com vebelos longos e escovados,com roupas sexualizadas...e depois reclamam que somos sub-humanas? helloo! feminilidade nos torna sub-humanas!
Vi muitas vezes garotas aqui defendendo BDSB;depoiis reclamam da "cultura do esturpro"?

que tal fazermos um mea culpa e refletimos sobre nossa sublime colaboração com o machismo???

Anônimo disse...

'homem babaca se passando por mulher' detected.

Jonas Klein disse...

Boa tarde mesmo que atrasado parabéns pelo dia da mulher, a moça que escreveu texto seja ela quem for.

Eu vou comentar hoje, porque tem algumas coisas no seu texto que requerem observação:

"O motivo de eu estar tão desanimada com o dia das mulheres é porque pouco importa se nós temos uma data para celebrar nossa existência, enquanto ainda temos que lutar por ela."

Realimento o mundo complicado mesmo, agora acho que seria uma boa ideia você procura psicólogo para ajudar você se sentir melhor, não que o profissional vá fazer você muda de ideia ou desistir das suas lutas, mas te ajudar se sentir melhor mesmo em meio estes problemas.

"E nada disso me protegeu de ser vítima de violência doméstica. Nada disso impediu uma das minhas companheiras de luta, que desfruta dos mesmos privilégios que eu, de ter sido molestada."

Aqui vem a pergunta que não quer calar, isto foi denunciado a policia? e o correto nestes casos. Estas coisa lamentavelmente não protegem você nem ninguém de ser vitima de violência, agora um treinamento avançado de defesa pessoal e uma arma de fogo protegem muito bem.

Eu penso que toda a menina após 14 anos já deveria fazer treinamento de defesa pessoal.

"morrer nas mãos dos homens que nos odeiam, mesmo quando nos amam."

Amor e ódio não se misturam, mas amor e doença psicológica se misturam sim, e ódio também pode se misturar com doença psicológica.

"Eu quero um mísero dia onde nenhuma mulher irá chorar pela sua existência, seu gênero, sua sexualidade."

Eu sou bem mais ambicioso que você, eu quero anos décadas séculos e mais séculos sem que nenhuma mulher venha a chorar por estas coisas. Na parte dos estupros lamento informar, mas isto pura utopia nossa, quanto ao resto se um dia acabar o machismo estrutural que existe na sociedade, nenhuma mulher mais vai chorar por sua sexualidade ou gênero.

Mas isso só vai acontecer quando todas as mulheres deixarem de elas mesmas, alimentar o machismo estrutural que existe na sociedade.

Um abraço...

Anônimo disse...

Todo macho é um misógino. O que muda é o grau.

Anônimo disse...

Lola, alguma coisa a declarar do pronunciamento da Presidenta? E da reação da população fascista e machista?

Anônimo disse...

Eu acompanho o blog a pouco tempo mas já percebi que o Jonas pode até ter boas intenções mas viaja feio!!!! Arma de fogo? Sério? Estamos falando de mudar valores para um mundo melhor e mais justo e a solução (puxa Lola, porque você não pensou nisso antes?) é : arma de fogo! Ah.....

Anônimo disse...

E eu recebi uma mensagem de parabéns para nós mulheres, de uma mulher, que começava dizendo que fomos feitas para dar prazer ao Adão! E continuava pior falando das importantes figuras masculinas que parimos! Que beleza de "homenagem".....

Anônimo disse...

Se vc está cansada, eu então...

Feminismo = luta pra que as mulheres brancas tenham os mesmos direitos que os homens brancos.

Ps: o termo vai deixar de ter esse significado quando as ações abrangerem verdadeiramente a luta para que todas as mulheres tenham os mesmos direitos que os homens.

Arnold Sincero disse...

Deicharei minha rivalidade com a Dolores de lado para deixar a minha on menage para as mulheres:

Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.

Provérbios 31:10

lola aronovich disse...

Ai meu saco... Só tem troll aqui hoje?
Arnold, "on menage" foi forçado, hein? Nem um completo ignorante como vc escreve desse jeito.
O importante é que sua irmã esteja bem e continue feminista.

Daniel disse...

Anon das 15:06 e enquanto os valores não são mudados? O que uma mulher com 15kg de massa muscular, poderia fazer para enfrentar um agressor com 80kg de massa muscular?
-
Eu concordo que esta palhaçada de estupro tem que acabar e que esta palhaçada de "ela pediu mostrnado seu corpo" é uma babaquice sem tamanho. Muitos países onde as mulheres são obrigadas a ter roupas por todo o corpo e tem taxas de estupro exorbitantes. O estupro tem a ver com :

A ) O estuprador(principal culpado, que deve ser severamente punido)
B ) A cultura que relativiza e pune a vítima

Enquanto as mudanças não são feitas, eu sou a favor de que todas as mulheres possam se defender

L. G. Alves disse...

O dia 8 foi terrível. Os machistas ficaram ainda mais incomodados e com mais ódio das mulheres, especialmente das feministas, e invadiram páginas feministas para xingar, desprezar, caluniar, exibir seu ódio e desprezo, perseguir, ameaçar, etc E ainda estão lá nas páginas do Facebook. Hoje mesmo estava em atrito com alguns deles. Comentam cada absurdo que fico pasma. Chegaram a dizer que saíram do saco do pai e que mulheres estavam estuprando homens e mulheres.

Arnold Sincero disse...

Dolores, voçê é taun previsivel que me dá dó!

Aliás conta pra mim, que estória é essa de saco?

Claro que minha irma tá ontema, voçe pois minhoca na cabeça dela e mim fez sair de casa mas eu voltei só que agora eu jogo o jogo.

Fim da trégua! voce pediu!

Anônimo disse...

Bom entendo o sentimento que a autora do post tem...afinal recebemos parabéns por sermos tão lindas, serenas e suaves, por sermos boas mães e gerarmos a vida (todos os cliches possiveis sobre uma mulher)...
Esquecem que lutamos diariamente contra violência, para termos os mesmos direitos e pasmem até pra podermos decidir como vamos parir!!!! Afinal o protagonismo do parto hj é do médico...

O nosso direito a opinião é cerceado, é so dar uma olhada nos trolls que vêm aqui no NOSSO espaço NOS ensinar o que pensar...

Bem eu tb recebi Parabéns pelo meu dia, embora não use rosa e nem salto alto, e nem tenha gerado vida alguma... E depois disso o que aconteceu????NADA. O respeito e igualdade que queremos deve ser caçado na unha, mas isso é uma luta que não vai acabar tão cedo... foi luta de muitas e ainda é a nossa!!!!

Ahhhhhh Jonas Klein para com esse lance de defesa pessoal e esse bla bla bla, não se resume somente a isso a nossa luta. Se vc não entende vai pesquisar e ler um pouco antes de dar pitaco. td mundo aqui ja entendeu que vc quer que aprendamos a bater PRONTO!!!!
Só que não se resume a isso, quero direito igual, poder sair na rua sem a preocupação de que vou ser atacada, poder trabalhar honestamente e ser reconhecida, participar de qualquer mercado sem que haja essa distinção de coisas de homem coisas de mulher...

Carlos Theno Schmidt Filho disse...

Uma dúvida.
Vocês dizem que as mulheres ganham menos que os homens mesmo tendo as mesmas qualificações e trabalhando pelo mesmo número de horas, mas a lei proíbe que uma mesma empresa faça isso.

Então isso quer dizer que:
1) As empresas estão cometendo uma ilegalidade ao pagar menos para mulheres; ou
2) As empresas que pagam mais contratam mais homens, enquanto as que pagam menos contratam mais mulheres.

No quadro geral de salários, as mulheres ganharem menos que os homens deve significar que as mulheres não ocupam cargos que pagam muita grana.

Anônimo disse...

Diva

Para Anônimo das 15:00

Sobre a reação contra a Dilma acho uma questão ambígua porque NÃO sou a favor de termos pejorativos e sexistas contra ela, mas sou a favor SIM que que ela saia da presidência NÃO por ser mulher e sim por ser incompetente!
Houveram PÉSSIMOS presidentes(Sarney, Collor, FHC, Lula) todos HOMENS e apenas um deles saiu! A Dilma é péssima SIM! Ela foi conivente com a corrupção massiva da Petrobrás e do próprio partido, embora, quase todos outros também estejam super sujos!
Ela é péssima pq é uma péssima presidente, o fato dela ser mulher é IRRELEVANTE e infelizmente muito machista imbecil a culpa por este fato quando não admite que ATÉ HOJE o Brasil NÃO teve nenhum bom presidente e quase todos(justamente exceção da Dilma) eram homens e foram presidentes de merda igualmente!!
Sou contra as ofensas, mas a favor de um protesto inteligente e sorry quem defende a Dilma!
O apoio ou ataque tem que vir pela sua gestão não por seu gênero.


Anônimo disse...

Diva

Justamente o "choro" pela nossa simples existência me fez lembrar de dois acontecimentos contra as mulheres...

O primeiro( mais grave ) é de um Bispo da Irlanda(que até me surpreendi pelas leis de reprodução serem PIORES do que a do Brasil em vista que lá só mulher que corre risco de vida pode abortar!) que prega que "mulher que aborta por ter sido estuprada é porque quer se VINGAR do estuprador!! Que merda esse homem tem na cabeça?!!
Não basta a mulher passar pelo PIOR tipo de violência que não apenas ela pode passar, embora sejam a maioria(homens em minoria, crianças e até idosas), ainda por cima tem que vir um completo beato misógino e IMBECIL pra chamar as mulheres que abortam nesta situação de "vingativas"?!! PQP!!
É fazer TOTAL apologia ao estupro um infeliz desses!! Por essas e outras que acho que padres deviam casar pra se colocar no lugar de maridos, pais, cunhados e irmãos de vítimas, pq claro não tem como se colocar no lugar da mulher que engravidou em uma situação de tanta violência e humilhação!!
Aqui tá o link pra ler, refletir, e se revoltar(apenas os que tiverem consciência e humanidade, claro):

https://br.noticias.yahoo.com/terremoto-6-graus-sacode-noroeste-chin%C3%AAs-040846737.html


O outro caso aconteceu no Brasil mesmo em São Paulo.
Felizmente o autor, Matheus, afrontou o "artista de rua" que fez toda uma pregação de ódio às mulheres.
Aqui o link abaixo, pra refletir:

https://br.noticias.yahoo.com/blogs/matheus-pichonelli/o-palhaco-que-nao-amava-as-mulheres-005156158.html


Por essas e outras que eu digo. Tenho muito respeito e consideração pelas trabalhadoras covardemente assassinadas em uma fábrica de tecidos no dia 08 de março há anos atrás, mas eu preferia que nos respeitassem e tratassem com o mesmo valor dos homens TODOS os dias do ano, e não um mero dia onde recebemos presentinhos bobos e homenagens clichês.

Fica meu recado.

Diva

Anônimo disse...

Jonas,a questão das armas é muito mais complexa :
1-é proibido o porte de arma de fogo por civis no brasil
2-mesmo que alguma garota consiga comprar uma arma, como ela vai aprender a usar? Eu sei que existe lugar para treinar tiro, mas eles vão querer saber se você possui autorização do governo.
Mas concordo totalmente que é bom as mulheres aprenderem defesa pessoal, eu mesma faço junto com as minhas amigas e se tiver filha vou colocar ela para fazer também.

Anônimo disse...

Oi,a Raven tá por aí?

Carlos

Nelia disse...

Olá Lola, estive na encontro do Sesc Santana e até tiramos fotinha. Adorei te conhecer e também as outras palestrantes. Vai fazer um post sobre? Quanto ao dia 08 de março, não me causa muita espécie. Não sou ligada à datas institucionais, elas não me deixam especialmente feliz ou depressiva. Lembro de algumas datas em respeito às pessoas que me conectam a elas. Recebi florzinha de papel e bombom do RH no meu trabalho. Fiz cara de paisagem, comi o bombom e joguei a florzinha fora. Prefiro aproveitar temporada em torno dessa para comparecer a eventos que discutam a situação da mulher, assim como os ciclos de debates no Sesc. Meu namorido não pode estar comigo este fim de semana, e quando nos falamos por telefone ele disse que não ia me cumprimentar por esse dia porque todos os dias são das mulheres e o respeito tem que haver sempre. É por isso que amo meu namoridão. Hoje vamos nos ver e ele me trará flores, porém não é por esse dia em especial, é um costume que tem. Estou contando isso tudo porque sou feminista, porém não odeio todos os homens, odeio o machismo. É que vejo comentários como da Anon das 14:01 colocando todos no mesmo saco da misoginia. Lola, você acha que seu "maridão" é um " idiota babaca" e que é misógino em algum grau? Acho que quando aparece esse tipo de posição aqui você poderia instruir um pouco essas moças para não fazerem o mesmo jogo dos masculinistas, não acha? Beijão

Anônimo disse...

Concordo.

Anônimo disse...

Algum petista aí sabe dizer se a proibição do uso de armas de fogo por civis reduziu a violência no país?

Anônimo disse...

E difícil ser mulher. Eu que o diga morando sozinha num bairro barra pesada. Morro de medo

Jonas Klein disse...

Bom vamos por um pouco de ordem nesta zuera aqui.

anônimo das 13:41, se você acho que isso e drama e por que você a não viu ainda da um machista choramingando na web, aquilo sim que e um show de drama e coitadismo profissional, que chega a da pena de ver ridículo ao qual cara esta se submetendo.

Anônimo das 14:04, você disse tantas bobagem, mas tanta bobagem neste comentário que a única coisa que merece destaque e isso "etsupro" e "vebelos" eu sei que eu cometo os meus erros de português, mas chega me da um aperto no coração quando leia estas coisas.

Arnold Sincero, se você não tem nada que preste para dizer vaza daqui véio.

Anônima das 17:05, entenda uma coisas estupros não são provocados só por causa, deste lixo cultural chamado machismo, existem outras causas que fazem isto ocorrer, agora bom que se diga que se toda vitima ou na falta desta o seu familiar matasse um estuprador, hoje uma mulher poderia caminhar nua sozinha e de madrugada pela rua sem correr qualquer risco de ser estuprada.

Diva, eu tirei o meu chapéu pro comentário que você fez as 17:50, nota 10.

Anônima das 18:25 sim e quase totalmente proibido porte de armas por civis no brasil, e por culpa de quem? da esquerd9inha delirante latino americana, pense nisso quando for vota a próxima vez.

Anônimo das 20:05 pois é né, com palavra a petezada.


Por fim Lola, praque publica este monte de comentário de trolls aqui se você sabe que isso não agrega nada para o seu blog? e para mostra como tem gente idiota neste mundo, só que isso agente vê todos os dias por ai, logo não porque você permitir que seu blog, continue sendo uado como vaso sanitário por machistas, trolls, psicopatas de toda ordem, pense nisto

Boa noite

Raven Deschain disse...

Vai te catar, Carlos. u.u

Pois eu, de homenagem ao dia da mulher, recebi por uatis, de uma amiga que conhece o feminismo uma imagem de um pedaço de CARNE com os dizeres 'feliz dia da mulher'. Tipo... Meu cu. Na boa.

Anônimo disse...

O Jonas quer agora instituir a censura no blog da Lola!
Mas aí ela também não publicaria os seus comentários reacionários Jonas!
Pense nisso e boa noite

Anônimo disse...

Filhota, eu sou o menor dos seus problemas. Seu namorido é bacana com você. Isso não quer dizer nada para as outras mulheres. Não se engane. Lembro que eu frequento fóruns que não tratam de feminismo, portanto, não tratam especificamente do feminino. E eu vejo como homens "legais" tratam mulheres que eles não conhecem. O que eu disse é um fato. Homens são misóginos, o que varia é o graus.

Ah! Alguns misóginos são, também, psicopatas, como o tal do Guerra.

Suzana Neves disse...

É incrível como conseguem inserir a culpa é do PT em qualquer assunto,armas não protegem ninguém nessas horas tem é que dar joelhada nas bolas quero ver ter ereção depois disso.
Apoio totalmente a mulher do discurso tem que lutar mais não tem muita coisa para comemorar ainda.

Fábio disse...

"E chegar hoje e ter que ouvir parabéns e agradecer pelas flores enquanto eu ainda sou uma vítima dessa doença que é ser mulher na nossa sociedade me deixa com náuseas."

Sem querer ofender nenhuma feminista,mas a maioria das mulheres gostam de receber rosas dos homens.

Anônimo disse...

Raven, eu gostei de vc, sério. Em outubro devo ir à Curitiba, podemos bater um papo. Vc tem algo contra carioca?
Bjao
Carlos

Anônimo disse...

Esse Jonas Klein é a encarnação do homexplicanismo. O mais engraçado é que ele chega achando que tudo que tem a colocar é super pertinente e que ele está na posição de corrigir. Às vezes tenho a impressão de que ele acredita que já estão esperando ansiosamente o "parecer" dele.

E, cara, não, você não tem muito a dizer e claramente não é muito esperto. Observe e aprenda. Entenda que é isso que você precisa.

Anônimo disse...


Sou professora de História e acredito que temos o que comemorar.

a) No século XIX ao início do século XX, era normal e aceitável mulheres não estudarem, as universidades eram ambientes masculinos.

b) Atualmente aumentou o número de mulheres nos cursos de graduação e pós- graduação, estamos estudando mais e isso incomoda os machistas.

c) A lei Maria da Penha e agora o aumento da pena do femicídio deram mais gás a nossa causa, vamos comemorar.

d) Agora nossa luta deve ser o aumento nos salários, eu estudei e fiz pós, um porque devo receber menos que um homem, se tenho a mesma função dele ?

e) Lola sou sua fã não esqueça que quero ler o seu livro

Anônimo disse...

Gente, deixem o Jonas!! Ele é esforçado, vá. Procura ser educado e dá a opinião dele sem ofender ninguém. O que eu vejo sempre é meia dúzia de feministas adolescentes, cheias de raivinha, xingando o cara. Minhas caras, se vcs acham que ele é um troll, simplesmente ignorem. Ler este monte de comentários cheios ódio contra um cara, no mínimo, de opinião irrelevante me faz pensar que realmente o feminismo está "na moda" - como dizem os reaças - e a maioria das novas feministas ainda não entendeu a parada. Não adianta xingar o Jonas! Vamos atacar o patriarcado!



E aí Raven, uheuehue, arrasando corações pela caixa de comentários!! =P



Arnold Sincero disse...

Escuta aki ou senhor Jonas!

Raspa peito daki é voçe ou paspalhaun! Estou aki no blogue da Dolores(só ela escreve asim blogue) refuntando seus argumentos e dézmascaradando suas mentiras a muito mais tempo que voçe seu otário!

Voçe éh um palhasso da corte se naun percebeu, as feminazis aki batem paumas pra voçe dansar pra elas e voçe nem sim dá conta disçso!

Voçe naun aguentaria meio hora de embate intectual conmigo! ti desafio!

Raven Deschain disse...

Fábio, o problema não são as flores. O problema é o respeito que só nos é dado uma vez por ano e bem mais ou menos neh? Qual seria a dificuldade de respeitar uma mulher o ano todo? Pq é tão difícil entender que somos espancadas, estupradas, xingadas de todo jeito o ANO TODO? Não queremos flores. Queremos respeito, cacilda.

Nelia disse...

Eu na casa dos cinquenta e a moçoila(?) me chamando de filhota. Pois é, Anon de 10 de março de 2015 10:43, concordo com você, aqui está cheio de feministas de última hora cagando regra. Eu conheci meu namorido num chat bem banalzinho do uol, quando dava para frequentar esses chats, hj viraram antro de pessoas procurando por sexo fácil. Pois bem, conversamos por vários meses antes de nos identificarmos e ele poderia ter mostrado sua misoginia ali,se fosse misógino. Porém o que aconteceu é que conversamos de igual para igual em assuntos variados, como fazemos até hoje. O que me "pegou" foi sua extrema educação(polidez) e respeito pelas minhas posições. Pode ser que tenha algum comportamento machista introjetado, afinal cresceu num mundo machista, mas não se furta de discutir o assunto comigo. Agora, misógino ele não é.

Nelia disse...

Arnold Sincero, você escreve desse jeito de propósito, não? Não é possível errar tanto. E ainda quer fazer um embate intelectual, seja lá o que isso signifique para você. És comediante?

Anônimo disse...

O troll arnold, modifica a grafia das palavras claramente de propósito. Preocupa-se em preservar o "som", às vezes provoca uma espécie de duplo sentido como em "on menage". Porém, percebemos que a estrutura das frases é geralmente correta. Quando uma pessoa é, digamos, pouco alfabetizada, a estrutura das frases não tem sentido.

Não sei qual é a intenção do troll, mas ele deve divertir-se com as insinuações de que não sabe escrever.

Agora, o que eu tenho certeza é de que ele é muito desocupado. Deve ser triste ter uma vida tão vazia.

Luciana disse...

O Arnold é muitíssimo engraçado. Adoro ler os comentários dele e seus "erros" absurdos. Me poco de rir.

Nelia disse...

Lola, há algum tempo atrás vc disse que contaria a história do Arnold se a irmã dele autorizasse. Isto ainda tem chance de ocorrer? Ou já aconteceu e eu perdi?

Camila Lobo disse...

Obrigada, obrigada e obrigada por verbalizar o que todas nós sentimos todos os dias.

Priscilla Souza disse...

Chora pela existência?é brincadeira né?o que vocês estão fazendo pelas mulheres africanas?e pelas arabes?quais mulheres do Brasil choram por ser mulheres?criar diferenças imaginarias para prevalecer a razão do genero é de uma crueldade sem limites.dignos do trote que você acabou de falar....não.com certeza muito pior

Anônimo disse...

Lola, tu é bem seletiva na hora de apagar comentários com agressão gratuita né?

Anon 12 março 15:02. Eu tenho bastante raiva, pode crer, é um sentimento normal. Por outro lado, tenho, além da raiva, inteligência emocional para me comunicar com outros seres humanos de maneira mais assertiva e livre de violência - ao contrário de vc.

Acha mesmo que raiva faz alguém ser menos trouxa? Seguindo a sua lógica os mascus cão os caras mais espertos do mundo. Ter raiva é saudável, mas o que vai fazer a diferença no mundo é a maneira como vc trabalha e direciona essa raiva. Ficar aqui na caixa de comentários da Lola despejando suas frustrações emocionais em outros comentaristas certamente não vai acabar com o machismo.

Abraços, e cuidado com a gastrite.

lola aronovich disse...

Desculpe, comentarista das 9:12. Alguns comentários eu deixo passar sem querer, pela pressa mesmo. Esse era um super agressivo de um mascutroll que não deveria ter passado mesmo.

Priscilla Souza disse...

Violência?da uma olhada nos comentarios do post http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2015/03/guest-post-tamires-tenta-fugir-do.html.Se isso não é ódio em estado puro não sei o que é