segunda-feira, 2 de março de 2015

"A PESSOA TEM O DIREITO DE SER HOMOFÓBICA, RACISTA, MACHISTA?"

A D. escreveu sobre o que aconteceu neste último carnaval de Salvador:

Lola, querida, acompanho seu blog há alguns anos, e sou extremamente grata a você pelo seu trabalho e por todo tempo que você dedica a causas tão importantes. Resolvi te escrever porque estou atormentada por algo que aconteceu comigo, mas a violência não foi contra mim especificamente.
Explico: saí com alguns amigos do meu marido (programa que geralmente acho chato), e lá pelas tantas, na mesa do restaurante, um dos amigos dele resolveu iniciar aquele discurso de "eu não quero ter filho gay, eu não suporto ver gay se beijando, se eles querem fazer as coisas deles que façam pra lá, mas não consigo aguentar ver essas coisas, tenho que levantar e ir embora pra casa. Inclusive não vou mais em carnaval em Salvador porque só tem viado se beijando e isso é demais pra mim".
Eu realmente não consigo ficar calada nessas horas e o enfrentei. Disse que ele devia se envergonhar de falar coisas tão idiotas assim em voz alta, no meio do restaurante, para qualquer um ouvir. Que ele deveria fazer o exercício de trocar o alvo do preconceito de "eu não suporto gay" para "eu não suporto negro", se ele estaria repetindo tais absurdos. Falei que se tratava do mesmo preconceito, e ele negou veementemente, que a situação era bem diferente. E aí comecei a dar exemplos diversos, do tipo "se meu marido -- o amigo dele -- assumisse ser gay, se ele deixaria de ser amigo", e ele disse que provavelmente sim, porque não teriam mais assuntos em comum. Olha, foram diversos absurdos ouvidos naquela noite.
Mas o que eu percebi e que me deixou estarrecida, é que dos seis casais que estavam na mesa, ninguém demonstrou empatia com minhas ideias, e disseram que eu teria que respeitar a opinião do homofóbico. Inclusive meu marido (e eu escrevo isso com lágrimas nos olhos porque não esperava essa atitude dele) acha que todos têm direito à opinião e incômodo. Disse que eu estava histérica porque eu falei com o autor das afirmações que ele sim era o tipo de pessoa que eu não gostaria de ter por perto e que me incomodava estar junto.
Lola, o que eu queria saber: é exagerado contra-argumentar e achar que o outro não tem direito a ser homofóbico/ racista/ machista, etc? Ou desde que essas pessoas não "façam mal" à vítima do preconceito íntimo deles, eu devo respeitar tais pessoas? Tenho que respeitar a opinião preconceituosa como se tem que respeitar a opinião religiosa e política? 
Porque essa foi a conclusão das pessoas da mesa, de que se ele não faz mal a ninguém, devo respeitá-lo, assim como se respeita religião e política.
Gostaria mesmo de que você me esclarecesse e fomentasse essa discussão, se você achá-la relevante. Vai me ajudar muito.

Minha resposta: Que droga, hein? Você enfrentar um homofóbico num grupo de amigos, seu marido no meio, e ainda ser chamada de histérica (um adjetivo historicamente machista, já que é sempre associado a mulheres, até porque vem da palavra grega para útero). 
Não, não se tem que respeitar a opinião preconceituosa de alguém. Até porque não é opinião, é preconceito. E preconceitos devem ser combatidos. 
Você pergunta, inclusive, "opiniões preconceituosas devem ser respeitadas, como se tem que respeitar a opinião religiosa e política de alguém?" Devemos respeitar religiões, concordo, desde que elas não se intrometam num estado que deveria ser laico. Religiões devem sim ser criticadas quando fomentam violência e preconceito. 
Por exemplo, esta semana fiquei sabendo de um abaixo-assinado de alguns católicos que não aceitam que a PUC-Rio realize uma semana de celebração ao Dia Internacional da Mulher. A justificativa seria que o movimento "feminista possui bandeiras que são contrárias à fé católica". Querer proibir discussões no Dia Internacional da Mulher deve ser respeitado? 
E vemos a ação nefasta de Eduardo Cunha no congresso, colocando seus dogmas religiosos acima dos interesses de milhões de brasileiras. Se "respeitar" a opinião desses retrógrados é se calar, então não, não devemos respeitá-los.
E "opinião política" também tem limites. Defender o impeachment porque não votei na pessoa é um pouco demais. Nos EUA, existem grupos militaristas que treinam tiro ao alvo com bonecos do Obama e sonham em derrubar um governo democraticamente eleito. É a "opinião política" deles, ué? Deve ser respeitada?
Ou outro caso recente: o ex-ministro da Fazendo Guido Mantega foi ao Albert Einstein com a esposa visitar um amigo que sofrera um infarto. Lá, algumas pessoas gritaram pra ele, "Vai pro Sus" e "Vai pra Cuba". Decerto são opiniões políticas, mas devem ser respeitadas? 
Ou o médico gaúcho que recusou palestra em Pernambuco porque, após a grande votação de Dilma, ele não "pisaria nunca mais na vida nessa terra de m*rda". É uma opinião política. O médico tem todo o direto de recusar uma palestra, mas vai uma distância a escrever em sua rede social um julgamento preconceituoso.
O amigo homofóbico do seu marido não tem um carimbo na testa escrito "Homofóbico". Não existe patrulha de pensamento. Ele se revela homofóbico na hora em que expressa, através de palavras e ações, o seu pensamento. E, no momento em que se expressa, está sujeito a críticas. Racismo é crime no Brasil; homofobia, (ainda) não. 
Há também uma diferença entre preconceito e discriminação. Se o tal amigo se negar a dar uma vaga de trabalho para um gay apenas por ele ser gay, isso é discriminação -- e é proibido por lei, não é uma questão de opinião. Se ele tiver um estabelecimento comercial, um bar, por exemplo, e um casal gay for jantar lá e, no meio do jantar, eles se dão um beijinho (como fazem os casais hétero), e o dono do bar se recusar a atendê-los ou expulsá-los, isso é discriminação, também proibido. Não tem essa de "o bar é meu, faço o que eu quiser". O bar está assentado num lugar chamado mundo.
Homofóbico não é apenas aquele que bate com uma lâmpada na cabeça de alguém que está passando na Av. Paulista. Há várias formas de violência. Quem dá razão a esse tipo de ação também é homofóbico. E não, sua opinião não deve ser respeitada. 
Ninguém está obrigando seu amigo a passar o carnaval em Salvador, a ir numa parada gay, a ver na TV dois homens ou duas mulheres se beijando (vai ter que procurar muito). Uma coisa é "não gostar"; outra, bem diferente, é manifestar esse "desgosto", tão parecido com ódio. Respeito é obrigatório. 
Se ele estivesse numa ilha deserta sem internet e quisesse passar o dia berrando "Morte aos gays! Eu odeio vocês! Nunca mais pisarei em Salvador pra ver viado! Sou homofóbico, com orgulho!", talvez houvesse uma migração em massa dos pássaros para a ilha mais próxima, mas, de resto, ninguém daria a mínima. Como (infelizmente) ele não está numa ilha deserta, tem que se adequar à convivência de uma sociedade que deveria rejeitar o ódio (que não é maléfico apenas aos gays, mas à toda sociedade) e aceitar a diversidade.

79 comentários:

Anônimo disse...


""A PESSOA TEM O DIREITO DE SER HOMOFÓBICA, RACISTA, MACHISTA?!"

Sim, o que ela não tem e o direito de agredir, difamar nem perseguir ninguém moralmente. Assim como vocês esquerdistas tem o direito de serem anti cristãos, mas não tem o direito de proibir cristão de se expressar nem ter participação politica,de acordo com seus dogmas sociais.
O que você faria se algum professor pregasse o evangelho ao seu filho na faculdade? Provavelmente você lançaria mão de argumentos do tipo que os intelectuais lançam contra o ensino religioso: "O Estado é laico e blá-blá-blá... porque a liberdade de pensamento blá-blá-blá...". Se for para proibir Jesus, por que não proibir qualquer pregação?
Pergunto-me por que não proíbem professores de pregar o marxismo em sala de aula e toda aquela bobagem de luta de classes e sociedade sem lógica do capital? Isso não passa de uma crendice, assim como velhas senhoras creem em olho gordo.
Nas faculdades (e me refiro a grandes faculdades, não a bibocas que existem aos montes por aí), torturam-se alunos todos os dias com pregações vazias como essas, que apenas atrapalham a formação deles, fazendo-os crer que, de fato, "haverá outro mundo quando o McDonald"s fechar e o mundo inteiro ficar igual a Cuba".

Anônimo disse...

E "opinião política" também tem limites. Defender o impeachment porque não votei na pessoa é um pouco demais.
_
Não Lola, não por simples opinião, e por sua presidenta pravaricou, e presidente não esta acima da lei e da constituição.
Ela sabia desta putaria toda na Petrobras, assim como o bêbado também sabia.A mulé era da diretoria da Petrobras, e tudo parte do projeto de poder, eles não acham que e roubo, a mente distorcida desta gente, acredita que estava " financiado a revolução "
Ou vc acha que o irmão de porco do Genoino, estava levando dólares na cueca pra quem?

Anônimo disse...

O país esta rachado ao meio, não adianta vc tentar negar isto. Os eleitores dela não tem mais argumento para defenderem seu governo, só sobrou a massa manipulada pelo populismo do bolsa voto.
Insistir neste governo, e velar um morto por 4 anos, ate membros do partidão, malandros que são, já estão pulando fora.não chegamos nem na metade do primeiro ano deste mandato, e ate ministro esta desautorizado ela, dificilmente este governo chega ao fim.

Anônimo disse...

...Pergunto-me por que não proíbem professores de pregar o marxismo em sala de aula e toda aquela bobagem de luta de classes e sociedade sem lógica do capital?
Afff pq o Marxismo é o conjunto de ideias filosóficas, econômicas, políticas e sociais elaboradas primariamente por Karl Marx e Friedrich Engels e desenvolvidas mais tarde por outros seguidores.
Ngm tira Schumpeter da ementa escolar pq ele é capitalista e não tem nd demais , Nem Marx nem Schumpeter ngm prega o ódio. O que não valeé pintar o mundo conforme a sua tela , e é isso que o estado laico previne, que a realidade seja pintada de acordo com a minha religião.
Eu sou umbandista, se tds seguissem o que eu aprendi PRA MIM ia ser ótimo, a homossexualidade não é condenada no meu templo, é respeitada entendida como parte inerente da alma humana. Somos criados com bases na fé, caridade e fraternidade. Mas será que isso é bom pra td mundo???? Obvio que não PQ EU SOU EU E O RESTO DO MUNDO E O RESTO DO MUNDO... SIMPLES ASSIM...
Agora vem uma galera com esse papo de família tradicional daqui, destruição da família de lá, Proibição de Jesus... Jesus não tem nada haver com lei... valores pessoais se resumem à vc e aos limites da sua casa e SÒ!!!!

Anônimo disse...

Ouvi uma conversa no fds onde as duas pessoas (já idosas) conversavam sobre o filho de um "fulano" que é "bicha"... (desculpe os termos mas é pra retratar a forma de pensamento)...
As conclusões dos dois foram:
O hormônio do frango faz homens se tornarem gays, e mulheres que não comem mto frango são lésbicas...Sim SIm Ok...
Ter filho gay é castigo, alguma coisa os pais fizeram de errado pra não conter essa sem vergonhisse... E o frango???? Ou falta dele???
E o pior ainda bem que nosso filho nunca foi assim...(É ele não gosta de frango...)
Essa conversa aconteceu, agora imagine uma pessoa que cresce nesse ambiente... que tipo de pessoa vai ser??? Não é questão de ser ou não ser gay é questão de possuir empatia...

Anônimo disse...

O marxismo e uma bobagem, totalmente refutado pela história, onde houve tentativas de aplicação, em experimentações toscas.
Marx nunca foi economista, ao contrario de Schumpeter, as baboseiras de marx são irrelevantes, para estudos economicos.

Anônimo disse...

Que preguiçzzzzzzzzzzzz

Anônimo disse...

Marx formulou sim uma teoria que é reconhecida, Veja bem e interprete TEORIA, não estamos falando da aplicabilidade...
É bobagem hahaha tá ok opinião de machinho que manja muito das coisas... Respeito sua bobagem, ops opinião SERTO????
Macho se dói tanto com feminismo que lê mais o blog da Lola do que as próprias feministas... Deve ser pq o machismo não é baseado em nada consistente e coerente...

Anônimo disse...

Sou pró gays/negros mas não curto feminismo, obrigado por compartilhar a petição, nem tava sabendo dela, já dei o meu voto mesmo não sendo católico e sendo a favor do aborto. Feminismo não dá mesmo, sério!

Anônimo disse...

Feminismo clama por igualdade, pelo fim da dominação de um gênero sobre outro. Feminismo não é o contrário de machismo. Machismo é um sistema de dominação. Feminismo é uma luta por direitos iguais.

Tá cheio de Gente que acha que femismo é feminismo...

Anônimo disse...

Feminismo tem a ver com liberdade, com eu, você, elas e eles podermos todos viver e ser sem ninguém dando pitaco em como devemos nos portar, como devemos nos vestir, o que devemos dizer, do que devemos fazer com nossos corpos.

Anônimo disse...

Que coisa, fico me perguntando se para ser de direita é exigido atestado de ignorância... Reparem no português, na ortografia, e, sobretudo, na capacidade de articular idéias dessas pessoas que despejam preconceitos como se fosse algo perfeitamente aceitável, vejam o anom das 11:51 e 11:54. Nem consegui ir adiante na leitura. E a escolha dos adjetivos então? Quanta elegância! :)

Anônimo disse...

Feminismo tem a ver com liberdade, com eu, você, elas e eles podermos todos viver e ser sem ninguém dando pitaco em como devemos nos portar, como devemos nos vestir, o que devemos dizer, do que devemos fazer com nossos corpos

Deve ser por isso q a moça criticou o modo de ser,pensar e agir do cara kkkkkmk

Carol F. disse...

Não tem que aceitar nenhum comentário preconceituoso não, de nenhum tipo. A pessoa é que tem que ter vergonha de fazer. Da próxima vez ele vai pensar 2 vezes antes de dar showzinho de preconceito em público achando normal.

Esse blog está um pouco estranho, tem tanto anti-feminista que faz questão de ler e comentar que está parecendo aqueles políticos evangélicos que vivem só para falar de gays e persegui-los. Obsessão.

Anônimo disse...


O feminismo prega a igualdade de gênero e direitos das mulheres, vcs querem nos convencer que nossa luta é secundária. sinceramente vcs são cansativos e não têm argumentos

Anônimo disse...

Todo mundo tem o direito de ser o que quiser. Mas devemos lembrar que nossas ações e nossas palavras geram consequências e mais cedo ou mais tarde temos que arcar com elas (principalmente nós... pobres e classe média, pq os ricos não sofrem dessa realidade, né?).
Quer ser racista? Seja em seus pensamentos, mas coloque um filtro BEM GRANDE entre seu cérebro e sua língua. O mesmo serve para homofobia, machismo, e outros preconceitos idiotas.

Anônimo disse...

Aposto que se o Aécio tivesse sido eleito e a oposição quisesse o impeachment dele, blog da Lola seria o primeiro a apoiar.
Mas como é um "partido de esquerda" (???) como o PT, daí tá errado, pois a Dilma foi eleita democraticamente.
Odeio discutir política, mas acho que não dá mais pra se fazer de cego e achar que está tudo bem com a política brasileira, porque não está.

Adri.

Anônimo disse...

Engraçado, ele pode falar todas essas barbaridades dos gays mas ela não pode dizer que ele é um babaca preconceituoso? Merecia um "É só minha opinião, ué. Eu tenho o direito de achar que gente com o seu pensamento é babaca preconceituoso e tenho o direito de expressar minha opinião". Se eles podem...

Se macho me chamar de histérica, fica um mês dormindo no sofá. Sem dó.

Trollzin de estimação das 14:18 eu já disse, se ele pode ser babaca sob a desculpa de "É só minha opinião e meu direito de expressar" ela pode fazer o mesmo, ué. Sabe aquele ditado "Quem fala o que quer, ouve o que não quer"? Não quer ouvir nada, cala a boca.

Anon reacinha, perseguição aos cristãos? Sério? Você vai ficar de butthurt porque estão mostrando os podres das igrejas e elas estão perdendo o poder de mandar na vida dos que não são fiéis? Você está magoadinho porque não pode mais impor suas crenças sobre os outros e mandar quem não aceita pra fogueira? Ah, vá! Vai ralar um coco.

Anônimo disse...

Que coisa, fico me perguntando se para ser de direita é exigido atestado de ignorância... "

Porque claro, lucidez e inteligência é o fato dos de 'esquerda' chutarem covardemente um manifestante contrário e pregar o uso de um 'exército do MST' nas ruas caso a Presidente venha a ser responsabilizada pelos escândalos de corrupção que prosperaram enormemente no governo dela (NÃO DISSE QUE SURGIRAM, MAS QUE PROSPERARAM)

Carla A disse...

Esse "anônimo" sem coragem te ama muito Lola! Sinal de que vc. está corretíssima. Continue abrindo a cabeça das pessoas. Abraço

Anônimo disse...

"A pessoa tem o direito de ter absolutamente qualquer opinião sobre absolutamente qualquer assunto?"

Sim. No momento em que ela não tiver esse direito ao livre-pensar, estaremos falando do conceito de CRIMIDÉIA

Mas em um mundo ideal (portanto, que não existe), o direito do livre-pensar não é cartão verde para agir de forma escrota socialmente.

Você tem o direito de ser racista? TEM
Você pode discriminar no trabalho uma pessoa pelo simples fato dela ser negra? NÃO

Infelizmente, as duas coisas não costumam andar de mãos dadas.

Anônimo disse...

De pensar

Anônimo disse...

Exatamente Anônimo 15:33,mas quem acha q pode falar o q quiser e o outro tem q calar a boca são vcs feministas,n foi o cara q escreveu um post reclamando da opinião alheia,achando a todos devem pensar do jeito q vcs querem.

Nelia disse...

Nem todos tem que aceitar seu modo de vida,MAS tem que respeitar. Você pode não aceitar que alguém seja "gay", mas tem o dever de respeitá-lo como indivíduo autônomo.

Carlos Theno Schmidt Filho disse...

Nós devemos respeitar as pessoas, mas não suas opiniões e idéias. Deve-se atacar as idéias, não as pessoas que proferem tais idéias.

Por exemplo, eu respeitos as feministas, mas algumas idéias (todos os homens são machistas, nenhuma mulher é machista, homens não podem ser feministas) eu não concordo e nem respeito.

Carlos

Laura disse...

"A pessoa tem o direito de ter absolutamente qualquer opinião sobre absolutamente qualquer assunto?"

Sim. No momento em que ela não tiver esse direito ao livre-pensar, estaremos falando do conceito de CRIMIDÉIA

Mas em um mundo ideal (portanto, que não existe), o direito do livre-pensar não é cartão verde para agir de forma escrota socialmente.

Você tem o direito de ser racista? TEM
Você pode discriminar no trabalho uma pessoa pelo simples fato dela ser negra? NÃO

Infelizmente, as duas coisas não costumam andar de mãos dadas.

---------------------------------
Falou exatamente o que eu penso. Sou totalmente anti-homofobia, mas há um abismo entre se manifestar contra uma atitude e querer calar uma opinião. Senão vai ser muito 1984 feelings. Mas no âmbito das opiniões, quem fala o que quer ouve o que não quer. É direito de alguém dizer que odeia gays tanto quanto é direito do outro dizer que ele é um babaca por isso. E pros gays pode até ser conveniente saber logo a opinião dos outros, pra não se misturar com a gentalha.

Anônimo disse...

Trollzin das 17:18 a moça não disse que ele tinha que calar a boca. Disse que as ideias dele eram de um preconceituoso babaca-o que é verdade, e era direito dela dizer isso. Quando ele puxou o assunto, ele admitiu a possibildiade de encontrar alguém que não concordava e ser rebatido. Agora é o seguinte trollzin, ninguém é obrigado a pensar de determinada maneira. As feministas mostram seus argumentos e você decide se concorda ou não. A questão é que não é culpa das feministas se vc é tão babaca a ponto de ser incapaz de tratar outro ser humano com o devido respeito independente da sua sexualidade, cor, etc. então você não vai ouvir as pessoas te dizerem que você é legal, mente aberta, nada preconceituoso. Se você é incapaz de tratar outro ser humano com respeito por causa de sexualidade você É um babaca preconceituoso e é exatamente isso que vai ouvir. É a vida trollzin. Toma um cafézinho e supera.

Anônimo disse...



a) Sou negra e professora de História, enfrento racismo todos os dias, quer ser racista ? seja mas não atrapalhe a minha vida, me proibindo de progredir, porque o lugar dos negros é sempre secundário, quero e vou conseguir vencer.

b) Eu votei na Dilma e não me arrependo, acredito que este movimento de impeachment somente está ocorrendo porque um coronel mineiro perdeu as eleições e quer o poder de qualquer jeito

c) Os casos de corrupção no Brasil atualmente está tudo sendo investigado, a polícia federal trabalha prende e investiga, a privataria tucana, jamais foi investigada.

d) Eu analiso este congresso conservador, que atualmente pensa em gastar milhões na construção de um shopping, em um país mergulhado em uma grave crise hídrica, eu nunca vou votar em um conservador, eles somente pensam em si mesmos

Anônimo disse...

Ah, um PS. pro trollzin de estimação: quando você fala da sua opinião, você sabe que provavelmente vai encontrar pessoas que discordam de você, e deve estar preparado pra isso. Se não quer ouvir nada que contrarie sua opinião, mantenha a boca fechada. Não fale da sua opinião. Nem a mencione superficialmente. Nada. Silêncio absoluto. Porque, se falar, tem que estar aberto ao confronto. Se não quer um confronto, cale a boca e pronto. Sem debate.

Julianatsume disse...

Mas este post caiu como uma luva para minha pessoinha! Faz algumas horas que estava na parada de ônibus e tinha um velho reaça enchendo o saco falando um monte de besteira. Ele tava criticando a Dilma, até aí nada de errado, não é crime, mas sabe com que palavras? "Machuda isso, machuda aquilo, aquela machuda" affffffffff.
Aí uma mulher resolveu se meter e falou que a corrupção existia desde o tempo de FHC, ao que o veio chato disse: "ah, mas o FHC tem um diploma! o Lula é um ignorante e a Dilma é uma machuda" (pela 1152522 vez). Olha eu fiquei uns dez minutos na parada, mas porra, já tava com fome, cansada, ainda tendo que ouvir tanta merda!
Aliás os argumentos do cara: "o Governo tá cortando tudo, prejudica os pobres;" segundos depois, "bando de pobre miserável que vive de esmola", enfim reacinha desmiolado, nem valia a pena.
Eu não tenho a menor paciência para gente assim! fundamentalista então, saiu chutando.

nadiaschenker disse...

Kkkkkkkkkkk!!! Puxa, Lola. O Anon acusou o golpe! Kkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Sério é anon de 19:07,não é o que parece,já que ela e vcs ficaram putas porque as pessoas discordaram dela e a xingaram de histérica,assim como ela xingou o cara.
Não tenho o que superar,os hipócritas e incoerentes são vcs.Ficam com esse papinho de um mundo onde ninguém seja julgado,mas adoram julgar os outros e já começa com o seu achismo sobre como eu devo me comportar com a sexualidade alheia,baseado simplesmente no fato de eu discordar de vcs,respeitam muito mesmo.
Eu nunca vi problema nenhum em alguém ser gay ou lésbica,tenho uma prima e um primo gays,mas n sou tão arrogante quanto vcs para achar que todo mundo deve pensar igual,o cara apenas disse que n gosta de gays e fica longe deles,até aí não tem problema nenhum ou manter distância de alguém é homofobia e discriminação?
Detesto café.

E quanto a Dilma,vcs são petistas com certeza,cheio de merda sendo jogada no ventilador e mesmo assim fingem que está tudo bem.

Raven Deschain disse...

Opinião é que nem cu. Tome cuidado ao sair dando por aí, pq uma hora uma carcada vai doer. Simples assim.

André disse...

Para os coxinhas:
http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/proa/noticia/2015/02/lenio-streck-nao-ha-nenhum-elemento-objetivo-para-impeachment-4708988.html

André disse...

Num mundo perfeito deveríamos ser livres para ter qualquer ideia e proferi-las livremente. Num mundo onde discursos de ódio frequentemente se transformam em violência física e psicológica deveríamos ser mais cuidadosos com aquilo que falamos.

Crl disse...

Carlos Theno alguma coisa, nem toda feminista pensa isso, aliás. se você lesse o blog da Lola saberia disso

Anônimo disse...

Off Topic pra Lola: Só de curiosidade, lembro que você fez alguns posts sobre o Adrilles no início do BBB...Você tá acompanhando o que tá rolando? Não vale mais um post?

http://televisao.uol.com.br/bbb/bbb15/noticias/redacao/2015/03/02/tamires-diz-que-perdeu-a-paz-com-adrilles-odeio-esses-comentarios-pornos.htm

Luíza Esteves disse...

Os comentários tão um festival de falácias, heim. Tá rolando uma confusão entre o "livre-pensar" e liberdade de expressão.

Cada um é livre para pensar o que quiser, pois não existe "crimeideia" (conceito cunhado por George Orwell no clássico 1984), como já ressaltado pelo Anônimo das 16:25. No entanto, pensar é diferente de se expressar, que é o ato de exteriorizar o pensamento, que pode se dar por via oral, escrita, simbólica, etc.

O conflito se dá quanto à liberdade de expressão, que é um direito constitucionalmente assegurado. No entanto, esse não é o único ou mais importante direito, temos uma série de outros direitos fundamentais, que não podem ser violados sob o pretexto de cerceamento da liberdade de expressão. A liberdade de expressão acaba quando atinge a dignidade humana do outro. Acaba, quando a exteriorização de um pensamento se revela um discurso de ódio e perseguição contra as minorias. E homofobia é discurso de ódio.

Se a liberdade expressão não encontrasse limites, então nada me impediria, na legislação brasileira, de ter um blog com conteúdo nazista. Mas eu não posso ter, porque, nesse caso, o interesse de proteger as minorias contra o discurso de ódio nazista foi considerada mais importante pelo legislador do que a liberdade de expressão do disseminador do discurso.

Discurso de ódio tem que ser inibido sim, não adianta vir com papinho de que "é minha opinião". Se fosse assim, qualquer um receberia carta branca pra gritar por aí que odeia negros, judeus, etc. Isso não é "papo de feminazi". Vão estudar antes de falar abobrinha.

Mudando completamente de assunto: LOLA, VOCÊ NÃO VAI SE PRONUNCIAR SOBRE O SUPOSTO CASO DE ESTUPRO RELATADO EM REDE NACIONAL PELO ALEXANDRE FROTA? Estamos esperando um post sobre o ocorrido. Eu escrevi "suposto", porque, embora eu ache que há indícios fortes de que se trate de um relato de estupro, não há elementos suficientes para afirmarmos peremptoriamente que o crime ocorreu. Houve violência, mas não necessariamente estupro, porque não acho que o que ele tenha dito dê embasamento para afirmarmos com convicção que o ato sexual não foi consentido. Mas como há uma "aparência de estupro", ele deve ser chamado a depor e esclarecer o caso. Desde já, expresso meu total repúdio pelo modo como ele descreveu o caso, tratando-se ou não de estupro. Isso aqui não é zona pra saírem falando o que quiserem, ainda mais quando se trata de violência contra a mulher.

P.S.: É a primeira vez que comento no blog, mas já o conheço há anos e, recentemente, o tenho acompanho com frequência. Acho muito importante um espaço virtual como esse, tá de parabéns. Beijos!

Anônimo disse...

Isso até seria valido anon de 21:15,se ninguém aqui xingasse e ofendesse qualquer um contrário a sua sagrada opinião ou isso aí só vale para minorias ou com algo que seja crime? Feminista não tem muita moral pra reclamar de ofensas,se fazem isso direto.

Karina disse...

Querem proibir a pessoa de falar, mas não podem proibir que ela pense e sinta. Se a pessoa verbaliza seus sentimentos é possível iniciar um debate e levar talvez à uma mudança de pensamento, mas sufocar o que a pessoa sente - e achar-se no direito de chamar o outro de idiota como a moça do post fez - não leva a mudança nenhuma. A liberdade da pessoa expressar seus sentimentos e pensamentos é um direito humano que se encontra no mesmo patamar do direito de ir e vir. É um primado da democracia. A História mostra que não foram proibições que mudaram o mundo, mas o avanço das ideias em defesa do individuo.

Guilherme disse...

"Defender o impeachment porque não votei na pessoa é um pouco demais."

Dilma deve sofrer impeachment por ser cúmplice da roubalheira na Petrobras,como tem revelado os delatores da operação lava jato.É inadmissível que uma presidente cúmplice do roubo de uma estatal, visando o projeto de poder de um partido,permaneça no poder.Dilma e Lula devem ser punidos pelos crimes que cometeram.

lola aronovich disse...

Luiza, muito bom seu comentário. Estou sem tempo nenhum para escrever sobre o que Alexandre Frota falou no programa de outro nojentão, o Rafinha Bastos. Não vai dar, viajo na quinta, ainda tenho 2 palestras e meia pra preparar, 4 posts pra deixar agendados, aulas, aulas e reuniões. Vou precisar ver tudo que consigo fazer amanhã.
Sem chance de escrever um post, infelizmente.

Guilherme disse...

"Defender o impeachment porque não votei na pessoa é um pouco demais."

Por acaso o impeachment de collor também foi "um pouco demais".

Anônimo disse...

Gente preconceituosa tem mais eh que ser xingada e ofendida mesmo. Para ver se vira gente.

Anônimo disse...

A liberdade de expressao eh um direito que encontra limites em muitos outros, como a dignidade humana (principio basilar da Magna Carta). Nenhum direito eh absoluto. E ninguem tem o direito de proferir discurso de odio, como inclusive ja decidiu o STF.

Anônimo disse...

Sério mesmo que ainda tem gente que defende a Dilma?

O Collor caiu só porque foi denunciado pelo irmão e a ex-esposa. Contra a Dilma há muito mais acusações, mais sérias e fundamentadas.

E não é só o rombo na Petrobrás, não. E os aumentos absurdos da gasolina, impostos, eletricidade e tudo mais que vem imputido nesses aumentos? E a mudança na lei trabalhista, quando ela disse que não mexeria nos direitos? Está certo isso, falar uma coisa na campanha e 2 meses depois fazer o oposto?

Orahcio disse...

É como vovó dizia, só se respeita quem se dá ao respeito. Quando esse amigo começar a respeitar o direito dos casais homo, ai sim podemos tentar ouvir uma opinião dele que mereça respeito.

Anônimo disse...

Trollzin de estimação se você realmente respeitasse os gays não gostaria de ver um preconceituoso homofóbico e babaca falando mal das pessoas por aí. Afinal, se ele não quer ver beijo gay, sempre pode fechar os olhos. Pode manter distância, mas é bom pensar mil vezes antes de abrir o bocão pra ofender a dignidade humana de alguém. Aliás, diga o mesmo a respeito de pessoas negras. Vamos lá, faça isso. Diga que respeita os negros mas não quer ficar perto deles. Não faz? Por que? Ah, por que racismo é crime? É errado? Então por que homofobia não seria errado também? Ah é, porque não manda gente em cana. No dia que homofobia for crime tbm, aí vocês vãos segurar a língua. Pessoa legal, você. Muito legal mesmo.

E eu repito: por que ele pode dizer que tem nojo de beijo gay e ela não pode dizer que acha isso coisa de babaca? Por que você pode chamar feministas de hipócritas, incoerentes e até mesmo burras mas ninguém pode te achar um babaca e te dizer isso? Liberdade de opinião e direito de expressa-la é só pra poucos privilegiados agora? Aham, sei.

Não gosta de café? Toma toddyinho.

E não, eu não sou petista. Votei na Luciana Genro. Luciana 4president.

Fernanda disse...

Reforço tudo q a Lola e a Luiza disseram, mas gostaria de acrescentar q vc deveria ter uma conversa bem séria com o seu marido. Pois ele tentou inibir o SEU direito de expressão te ridicularizando e diminuindo sua opinião com esse "histérica" , q como falaram, é um xingamento extremamente machista q homens usam pra calar mulheres. Explica pra ele o q é silenciamento e como isso afeta mulheres (se não souber dá uma pesquisada). Ah e manda ele à merda também. De resto, obrigada por intervir no discurso homofóbico do outro cara, a população LGBT agradece.

André disse...

Caros coxinhas,

O Collor confiscou a poupança da população. Não tem nem sombra de simetria entre um CONFISCO DA POUPANÇA e um pequeno aumento do preço da gasolina (aumento que a imprensa e o PSDB vinham pedindo há tempos). Mas o que permitiu o andamento do impedimento do Collor foi a perda de apoio político e a materialidade de um crime (Fiat Elba entre outras coisas).

Wasp Salander disse...

Meus aplausos, Luíza!!!!! ;)

B. disse...

Me identifiquei totalmente com esse post, inclusive com a parte do marido.

Meu namorado tem amigos extremamente reaças. São evangélicos radicais, conservadores, preconceituosos com tudo que se possa imaginar. São racistas, machistas e homofóbicos. Acham que gay é relacionado a pedofilia. E por aí vai.

Eu cortei contato com eles e se meu namorado quiser ve-los, ele que vá sozinho, eu não vou mesmo. O pior é ele falando que eu não "entendo" eles, pq "foram criados assim". Se tem coisa que me irrita é desculpar o comportamento de alguém dizendo "ai, foi criado assim, tem que entender". Ok, né.

Entre esses amigos do namorado, muitas mulheres. Que falam absurdos iguais ou até piores do que os caras. Desejam estupro pras feministas, desejam que as mulheres que fizeram aborto morram com requintes de crueldade...Um nojo. E ainda tenho que ler em algumas páginas feministas que "não existe mulher machista". My ass.

Pryscila disse...

Existe uma diferença gritante entre opinião e preconceito. É de tatuar na testa! Adorei o post e me encorajei a reagir como nossa amiga diante dessas demonstrações de preconceito. Parabéns pelo post, Lola! Beijo!

Anônimo disse...

"Nas faculdades (e me refiro a grandes faculdades, não a bibocas que existem aos montes por aí), torturam-se alunos todos os dias com pregações vazias como essas, que apenas atrapalham a formação deles, fazendo-os crer que, de fato, "haverá outro mundo quando o McDonald"s fechar e o mundo inteiro ficar igual a Cuba".

Tá precisando ler mais amigo, não se limite ao Rodrigo Constantino, há um mundo de livros por ai.

Ana Kairalla disse...

A opinião da maioria do grupo nesta situação foi:
"se ele [o homofóbico] não faz mal a ninguém, devo respeitá-lo, assim como se respeita religião e política".
Se o gay não faz mal a ninguém, também deve ser respeitado, certo?
Outra frase citada nesta mesma mesa:
“eu não suporto ver gay se beijando, se eles querem fazer as coisas deles que façam pra lá, mas não consigo aguentar ver essas coisas”
Eu também não suporto homofóbico, se ele quer destilar o seu ódio e sua intolerância, que o faça pra lá, mas não consigo aguentar ouvir essas coisas.
Conclusão: os argumentos do homofóbico podem ser usados contra ele mesmo.

Anônimo disse...

Liberdade de pensamento: SAGRADA
Liberdade de expressão: tem limites sim

E basta reparar que as pessoas têm total liberdade de Gentilar ou Bolsonarar o quanto quiserem mas no ínfimo segundo que alguém se contrapõe, qual a primeira carta que sai do baralho?

E A MINHA LIBERDADE DE EXPRESSÃO?

Curioso que querem a liberdade de expressão pra si e o dever de concordância para outrem; tal direito, na visão dessas pessoas, corre por mão única.

Depois a gente não leva esse povo a sério e eles ficam se perguntando o pq.

Anônimo disse...

Para Luiza e quem mais possa interessar
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/03/02/opinion/1425304702_871738.html
Bj grande Lola

Anônimo disse...

Eu sei que na vida real o placar é desfavorável nessas questões, é muito comum (assim como na internet) que a minoria vocal se manifeste no lugar da maioria silente. Mas fica aqui a dica: nesse tipo de situação, não tente evangelizar o interlocutor mas simplesmente fale para a plateia. Você está, teoricamente, conversando e discutindo os argumentos com essa pessoa mas na realidade está fazendo a sua voz chegar a outros ouvidos mais interessados. O povo que ainda está em cima do muro, a pessoa que concorda com a sua ideia mas não sente a força do grupo necessária para se expressar também.

Não precisa chamar seu interlocutor de burro; quem escuta o papo tem condições de avaliar isso por si só. Ainda tem gente que acha bonito falar a plenos pulmões que prefere um filho morto a um filho gay mas tem muita gente que já não vê isso como razoável e muitas vezes não se manifesta porque a minoria vocal, escandalosa, "politicamente incorreta" ganhou um longo passe livre ao longo das décadas que, pouco a pouco está recuando e daí espernearem tanto no chorume de seus ideiais; que fiquem lá, são ideias fadadas a morrer de qualquer modo.

Quando a gente se cala, a gente tira poder de si e perde a oportunidade de empoderar quem pensa como nós. E as ações transformadoras da sociedade precisam acontecem em grupo, sempre. Dou até um exemplo: duvido que tenha alguma mulher aqui que nunca tenha sido assediada na rua e recebido os "elogios" com profundo desagrado. Foi necessário que as pessoas começassem a falar nisso e iniciativas do Think Olga surgirem para que o assunto fosse trazido à pauta e mais mulheres que não concordavam com esse papo de elogio em coisa que, na realidade serve pra intimidar, pudessem ter voz também e tirar essa questão da normalização invisível, do "a vida é assim mesmo".

Mulher é ensinada a vida toda a aceitar o silenciamento. Portanto, não se calem.

Anônimo disse...

Obrigado pela resposta,com "argumentos brilhantes",só confirmou o que eu disse.
Parece que é regra,na falta de argumentos,invente bastante e se faça de desentendida.
Não tenho nada contra gays,se você acredita ou não é irrelevante,sou racista é? kkkkkkk
Se alguém n gosta negros mas n discrimina eles,n vejo problema.
N me lembro de ter dito que ninguém pode dizer o que pensa sobre mim,o ponto é que vcs pensam isso,a prova é o post e os comentários,vc está só invertendo a situação.
Ela adorou xingar o cara mas quando foi chamada de histérica ficou puta.
Quanto a Dilma,falei no geral.

Anônimo disse...

... não adianta, né, trollzin? Você quer falar mal de todo mundo mas não quer ouvir de volta. Inventar? Não inventei nada, trollzin. Se você quer falar tem que ouvir. É assim que pessoas adultas sabem que o mundo funciona. Se você quer dar uma opinião, vai ter que ouvir inclusive quem é contra ela. O mundo não tem obrigação de se calar enquanto você dá sua opinião como se fosse algo muito importante. E se você disser que gays se beijando é nojento, vai ouvir que algumas pessoas te acham um homofóbico babaca por isso. É pura e simplesmente a verdade. Muito 2° série falar que eu inventei e me fiz de desentendida, quando só estou te explicando como um debate funciona na vida real. Conversa com mascu realmente não tem futuro. Lê os comentários aí, que um monte de gente já respondeu essa pergunta, e bota Tico e Teco pra funcionar. Pajear mascu não é comigo. Tenho vida.

Quanto ao histérica, não vou tentar te explicar a carga altamente machista desse xingamento, que desqualifica o interlocutor pelo seu gênero a fim de não precisar argumentar com suas ideias. É elementar.

Anônimo disse...

Caro Petralha.

O erro do Collor foi roubar diretamente de quem era rico. Se tivesse feito como o PT, desviar dinheiro das estatais para um projeto de poder hegemônico, enquanto atira migalhas para a população carente e implementasse politicas do agrado de grandes bancos e empreiteiras, teria concluído seu mandato tranquilamente.

Tanto é que hoje em dia o cara é senador, e apoia o pt!

André disse...

Caro coxinha,

Projeto de poder hegemônico é quase fofo. Mas sua preocupação com as migalhas que são lançadas aos pobres foi realmente comovente. Beijo no coração.

Anônimo disse...

gostaria de lembrar ás coleguinhas que exsitem muitos negros e homossexuais misóginos.Nós mulheres sempre tomamos as dores de tudo e de todos,e nem sempre temos o mesmo apóio de quem defendemos.

Anônimo disse...

"Feminismo tem a ver com liberdade, com eu, você, elas e eles podermos todos viver e ser sem ninguém dando pitaco em como devemos nos portar, como devemos nos vestir, o que devemos dizer, do que devemos fazer com nossos corpos."

mentira filhinha..quando mulheres agem de maneira que vcs não gosto,tipo serem contra aborto,vcs começam a dar piti.E se é assim,por que vcs ficam dando pitacos na vida de quem não gosta de gays,de mulheres religiosas,de homens rejeitam o feminismo,etc? Vcs podem fazer o que querem,os outros não? que democracia é essa?

Anônimo disse...

"O país esta rachado ao meio"

Hahahahahaha, nada mais engraçado do que esses coxinhas que aparentemente acordaram no ano passado e estão super desesperados com a situação do Brasil

B. disse...

"gostaria de lembrar ás coleguinhas que exsitem muitos negros e homossexuais misóginos.Nós mulheres sempre tomamos as dores de tudo e de todos,e nem sempre temos o mesmo apóio de quem defendemos."

O tom do comentário eu achei meio grosso, mas é algo que as vezes me faz pensar.

Anônimo disse...

"gostaria de lembrar ás coleguinhas que exsitem muitos negros e homossexuais misóginos.Nós mulheres sempre tomamos as dores de tudo e de todos,e nem sempre temos o mesmo apóio de quem defendemos."

Eu acho esse complexo de mãe do feminismo um CU e podem confiscar a minha carteirinha. Isso só serve pra dividir a causa em cada um puxando a brasa pra sua sardinha da opressão.

Anônimo disse...

Tá certo, Lolinha!
O mundo perfeito, pra vc, é o governo da mamãe Dilma + papai Lula, todos sendo gays ou lésbicas, com direito ao aborto, todo mundo sem trabalhar o ano inteiro e ganhando a bolsa-esmola pra sempre, vivendo de brisa....
ÊÊÊÊÊ pais de futuro!!!
Feminista tem bastante noção e inteligência!!! Vamos comemorar, moçada!!!
"Defender o impeachment porque não votei na pessoa é um pouco demais. Nos EUA, existem grupos militaristas que treinam tiro ao alvo com bonecos do Obama e sonham em derrubar um governo democraticamente eleito".
SE fizessem isso no Brasil seria um avanço. Os poucos que se levantam contra esse governo, contra essa sociedade podre (LGBT incluídos), contra o aborto, contra os folgados do nordeste que votaram na Dilma (não contra os TRABALHADORES do nordeste, que votaram contra a Dilma, OK, pq não sou preconceituoso, que fique bem claro) são CORAJOSOS e defensores do bem, e não são lixo pútrido como o resto do Brasil!!!
O rapaz da mesa deveria ser aplaudido pelo que disse, e a idiota que falou merda deveria ter a boca fechada pra não falar mais merda!!! Ainda bem que ninguém apoiou a debilóide esquerdopata feminista.
Aliás, Lolinha, me diga:
Porque PT + $$$ do povo trabalhador do sul/sudeste/centro-oeste + feministas + LGBT + corrupção + atraso + minorias + MST sempre andam de mãos dadas e sempre se apóiam???
Será pq são farinha do mesmo saco??? Folgados que ganham no grito sem trabalhar, sem honra????
Responda-me, por favor!!!

Anônimo disse...

Feministas entendem tanto como uma conversa adulta funciona q seus comentários xingando os outros são postados e a resposta a seus xingamentos são vetados.
E sim você somente inventou coisas q eu n disse,estou dizendo a séculos exatamente o q você disse,já q entendem tanto a dinâmica de uma conversa adulta para a se revoltar com a opinião alheia e ficar nervosinha por ser tratada tão bem quanto tratou o cara?
N adianta filha você claramente está fazendo malabarismos para parecer q eu disse algo completamente diferente do q eu realmente disse.
Cresça e apareça.

Rodrigo disse...

Esse mantra de liberdade de expressão pra defender preconceito é de uma canalhice sem tamanho. Se eu sair insultando a torto e a direito, posso levar processo por injúria, por que um insulto direcionado a todo um grupo deve ser tratado diferente?

E quanto à PRESIDENTA DILMA, esquece, pode chorar, pode espernear, pode se contorcer igual criança mimada quando não ganha o cupcake o quanto quiser, ela foi reeleita e fica por quatro anos, isso não vai mudar.

E eu votei nela e não me arrependo nem um pouco. Até 2018 amores!

Cássio Azevedo disse...

Lola, neste post resolvi comentar com os meus posts por causa, também, das respostas:

Sobre preconceito
http://meveumdramin.blogspot.com.br/2012/03/dia-intergalatico-das-mulheres.html

Sobre opinião
http://meveumdramin.blogspot.com.br/2012/11/ma-musique.html

Sobre política/preconceito
http://meveumdramin.blogspot.com.br/2014/10/democracia.html

Sobre religião
http://meveumdramin.blogspot.com.br/2011/12/le-fe.html

Sobre o impeachment
http://meveumdramin.blogspot.com.br/2015/02/impeachment-do-povo.html

Beatriz Correa disse...

"gostaria de lembrar ás coleguinhas que exsitem muitos negros e homossexuais misóginos.Nós mulheres sempre tomamos as dores de tudo e de todos,e nem sempre temos o mesmo apóio de quem defendemos."

Tem também muitos homens negros e homossexuais que não são misóginos, e tbm muita mulher que é tão machista que beira a misoginia.
E aí, vamos dar as costas pra eles?

Raven Deschain disse...

Tem tb muita feminista negra e lésbica. Mas que se foda neh? Deve ser lenda urbana.

Anônimo disse...

Ai, esses trolls... reclamando que querem xingar e xingar e xingar sem as feminazis malvadas responderem ou impedirem, e elas não dão direito deles mimizarem aqui... adoram ofender gays e mulheres, mas não falam a mesma m* a respeito dos negros porque dá cana (não porque eles não sejam racistas; são, mas racismo é crime). No dia em que homofobia e misoginia forem crimes, eles se matam porque não poderão mais odiar abertamente. A vida deles vai perder o sentido.

Ridículos. Parecem aquelas criacinhas que quando ouvem uma resposta tampam os ouvidos e saem gritando "Lálálálá, não tô ouvindo, não tô ouvindo, você é feia, boba e cara de mamão, não tô ouvindo, lálálálá!" Mas na hora que alguém enche o saco e diz "Então fica aí falando sozinho, bebêzão" é um "Ah, vocês não sabem conversar, não debatem, só querem xingar a gente só porque não queremos que as mulheres tenham direito a se expressar, blabláblá, mimimi, buábuábuá". Gente insuportável. Parece que nunca saiu do jardim e infância-e pior é que, mentalmente, não saíram mesmo. E já foi provado que crianças grandes feito os mascus são muito perigosas.

donadio disse...

Se os homofóbicos têm direito a serem homofóbicos?

Talvez, mas se é o caso, também se aplica o que eles dizem a respeito dos outros:

"se eles querem fazer as coisas deles que façam pra lá, mas não consigo aguentar ver essas coisas, tenho que levantar e ir embora pra casa."

Ou seja, se quiserem vomitar homofobia, vomitem pra lá, não na frente das pessoas civilizadas.

donadio disse...

"gostaria de lembrar ás coleguinhas que exsitem muitos negros e homossexuais misóginos.Nós mulheres sempre tomamos as dores de tudo e de todos,e nem sempre temos o mesmo apóio de quem defendemos."

Assim como existem muitas mulheres racistas e homofóbicas... E?

LUCIO SILVA disse...

Engraçado falam de não respeitar as pessoas que não concordam com vocês, mas ao mesmo tempo exigem respeito. Feminismo é isso, é extremista e autoritário, são fanaticas por suas ideias, já estão loucas e não sabem. FEMINISTAS ÃO TOMAR NO CU!

Anônimo disse...

Engraçado, Lucio, são os homens que adoram assediar mulheres na rua, humilhá-las, inferiorizar, agredir, estuprar, matar, aí quando dizem que as mulheres devem tomar cuidado com eles, ou quando uma diz q não confia em homem, não quer nada com eles, são os primeiros a chorar exigindo que não generalizemos. Era assim na minha escola tbm, meus bullies (todos homens) me perseguindo e atormentando dia após dia, e quando eu finalmente reagia, me agrediam e exigiam respeito. Bom, eu não respeito gente q não respeita. Machochinho, principalmente, q falta com respeito a mulher e depois vem se lamentar como vc fez, eu mando é tomar no rabo. E tome bem caprichado, viu?

carlosjose disse...

O GRANDE PROBLEMA É QUE CADA UM QUER IMPOR AO OUTRO A ACEITAR AQUILO QUE LHE É OPORTUNO.
CADA QUAL NO SEU QUADRADO, RESPEITANDO-SE MUTUAMENTE, PORÉM NÃO É NECESSÁRIO EXPOR VEEMENTEMENTE AQUILO QUE LHE ATRIBUI, SEJAMOS IMPARCIAIS AO EXPOR NOSSAS ESCOLHAS E EM RELAÇÃO A ESCOLHA DO OUTRO.
SER HOMOSSEXUAL NÃO SIGNIFICA SAIR POR AÍ ILUSTRANDO O HOMOSSEXUALISMO, COMO TAMBÉM SER HÉTERO NÃO SIGNIFICA TRANSAR COM UMA MULHER EM PRAÇA PÚBLICA PARA DIZER O QUE É, OU VICE-VERSA.
O GRANDE PROBLEMA É A EXPOSIÇÃO DE FORMA EXPLICITA A FIM DE AFRONTAR O PENSAMENTO DO OUTRO EM RELAÇÃO ÀQUILO QUE SE PENSA, OU SEJA, CRIAR POLEMICA.
NINGUÉM É OBRIGADO A GOSTAR DE MANEIRA IMPOSTA DAQUILO QUE NÃO LHE CONVÉM, QUANDO SE REFERE A COMPORTAMENTO SOCIAL, POR EXEMPLO: EU SOU HOMOFÓBICO, NO ENTANTO TENHO AMIGOS GAYS E NO ENTANTO OS RESPEITO ASSIM COMO ELES ME RESPEITAM E NÃO TOCAMOS NO ASSUNTO, VIDA QUE SEGUE.