domingo, 7 de dezembro de 2014

LIÇÕES QUE UM PROFESSOR NOS ENSINOU

Comentário lacrador que está rolando no Feice, de um cara chamado Luis Cotinguiba:

Nos últimos dias, aprendemos um montão de coisas:
1. Misandria é um grave problema e precisa ser urgentemente combatido, sobretudo pela esquerda esclarecida
2. Escracho só é válido contra militares torturadores da ditadura ou professores com preconceito de classe, racistas, machistas e homofóbicos de direita, senão é campanha pra destruir reputação
3. Existe feminismo bom e feminismo dumal, e quem decide isso é uzomi
4. O pessoal NÃO é político: a lacuna entre discurso e prática nem importa
5. Da mesma maneira que ~feminazi~ significa que lutar pela igualdade entre homens e mulheres é tipo invadir países e exterminar povos, a denúncia de assédio pelo feminismo ~misândrico~ equivale ao linchamento de negrxs nos EUA
6. Mandar foto de pinto não requisitada em rede social não é assédio
7. Meninas menores têm plena consciência e controle da situação quando se envolvem com caras 30 anos mais velhos. Relações de poder: que que isso? Se a lei diz que somos todos iguais, então somos todos iguais, ué
8. Marido "corno" com arma na cabeça da mulher é uma amenidade, motivo de riso
9. A culpa é do PT
10. Só que não

105 comentários:

Anônimo disse...

Seria bacana chamar um(a) advogado(a) ou jurista para fazer um guest post esclarecendo minuciosamente quais crimes o professor cometeu até para servir de referência no futuro caso existam outras situações parecidas. Ou no caso dele não ter cometido crime algum, que é o que mais parece, como as pessoas que se sentem vítimas podem agir dentro da lei, sem correrem o risco de tomarem processo por imputações falsas. Seria de grande utilidade pública porque casos assim não são isolados.

Jonas Klein disse...


Eu sei que você quis ser sarcástica Lola, mas para que isso?

Mas vamos aos tópicos um por um.

1 - misandria e tão grave quanto misoginia, som muda vitima e o impacto social disso, mas você mesma concorda que todo problema merece ser resolvido independente do numero que pessoa que ele atinge né???

2 - quanto ao escracho, não bem por ai Lola, mas e perto.

3 - eu acho que todo feminismo autentico e bom, o problema e algumas pessoas que estão infiltradas no movimento feminista.

4 - não entendi bem o que você quis dizer nesse tópico.

5 - a palavra "feminazi" e tão tosca, que num blog feminista jamais poderia aparecer na área de conteúdo, nem parta debochar de quem usa essa expressão para atingir as mulheres.

6 - se manda foto de pinto não solicitada não e assedio, o que será então? sujeito que disso que isso não e assedio, e porque não mandaram uma fotos destas para a espessa dele, o dia que mandarem quero ver esse sujeito dizer que não e assedio.

7 - meninas menores ate podem ter consciência e controle da situação, quando se envolvem com caras 30 anos mais velhos, mas na maioria das vezes elas não tem consciência nem controle da situação, pois inda não foram instruídas para isto.

8 - marido com arma na cabeça da mulher. pode ser motivo de risos na cabeça de psicopatas apenas.

9 - será culpa do PT? 12 anos de governo, e pouco ainda para fazer alguma coisa???

10 - isso tudo precisa ser analisado com mais calma, não e só dizer não e pronto.

Boa tarde.

Anônimo disse...

Muitas mulheres questionam e discordam de algumas feministas e quando o fazem são automaticamente chamadas de homem/mascu pelas feministas.
O tempo todo varias feministas falam em culpa e de alguém que deve ser considerado culpado de algo de qualquer maneira para que outra possa ter o direito de ser considerada vitima. Afinal não ha vitima sem um culpado."Se fulano não é culpado, então vc pessoa malvada esta automaticamente culpando as vitimas." "Se quem eu quero que seja culpado não é considerado culpado então isto é a a mesma coisa que culpar as vitimas". Entendeu? Isso é automático. Chamar de criança birrenta é ofender as crianças. Adulto birrento é muito pior. Sera que a Dilma e o restante do pt repetem e concordam em tudo o q que as blogueiras feministas dizem? Seria a Dilma e o restante do pt machistas, misóginos e culpados? Seriam culpadas todas as mulheres que não se identificam com tudo o que as feministas dizem? Ou seriam vitimas?
Uma mulher que é acusada de ser um mascu apenas por não concordar com tudo o que uma feminista diz, seria uma culpada.

Anônimo disse...

estão falando daquele cara que fez uma charge, sobre feminismo.

D Stoffel disse...

O que esperar de uma pessoa que defende o vovo que mostra o pinto na internet, esse 10 cm avelar é digno de vergonha alheia kkkkkk

Anônimo disse...

"misandria e tão grave quanto misoginia,"

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

ai migs, assim não dá pra te defender

Anônimo disse...

sabe quantas pessoas morreram de misandria este ano zero e misoginia e homofobia várias,agora cala a boca

Anônimo disse...




devia ter um grupo no whats up pra compartilhamento de foto de mascu vagabundo e ainda podiamos manda pras mamaes deles

Anônimo disse...

"devia ter um grupo no whats up pra compartilhamento de foto de mascu vagabundo e ainda podiamos manda pras mamaes deles"

Teve uma b(v)logueira estrangeira que recebia n ameaças de estupro pelas redes sociais, aí ela teve a ideia sensacional de começar a falar com a mãe desses caras e mostrar o que os bonitinhos andavam fazendo na internet.

Essa moda DEVERIA MUITO pegar.

Tamirovsk disse...

Hey Lola! você viu o autor da charge se retratou!
http://latuffcartoons.wordpress.com/2014/12/07/uma-retratacao-as-mulheres-feministas-ou-nao/

Afinal, sobre o feminismo decidimos nós :)

Anônimo disse...

Achei graça ele fazendo aquela listinha escrotazzzzz e falando claro que gosto de sexo fio! isso agente já sabe pela cara ou melhor pela foto do dito cujo, falar isso é a mesma coisa que um estuprador falar que gosta de estuprar.

Anônimo disse...

Impressão minha ou o tal Klein não entendeu nadica de nada sobre o que a Lola reproduziu neste post?

Mallagueta Pepper disse...

"misandria e tão grave quanto misoginia"

Beleza, então vamos fazer um joguinho: quantos homens são mortos todos os anos por causa da misandria?

Anônimo disse...

Latuff se retratou só porque não aguentou a pressão femininja em cima dele. De resto, é só um machinho como outro qualquer que decide o que é ou não feminismo, nos termos dele. Um típico FEMINISTO, defendendo o amiguinho Professor Aloprado.

Anônimo disse...

Esse Jonas Klein só abre a boca pra ser pedante e falar merda do que não sabe... sério... até acho que ele não tem má intenção, mas ô sujeitinho que quer sempre dar a opinião com tom de autoridade! E parecer que ele NUNCA ENTENDE que não foi a Lola q escreveu os posts! Já vi ele fazer isso umas 3 vezes ou mais! Bora ter mais atenção antes de ficar excitado pra ser o primeiro a comentar?
XIIC

Anônimo disse...

misandria e tão grave quanto misoginia

Misandria está para misoginia assim como unicórnio está para cavalo.

Anônimo disse...

Acho que foi bom, Lola, vc ter ajudado a desmascarar o Idelber, porque ele usa a aura de feminista de esquerda dele para atrair parceiras para um jogo que elas pensam no início ser apenas de seduçao, mas que é um jogo tipo BDSM sem que elas sejam avisadas disso. Mas o efeito desejado -- que ele nao possa mais enganar mais ninguém -- já foi obtido. Nao seria hora de parar com esse auê? Afinal, o que se deseja mesmo, nao basta neutralizá-lo na web, é preciso acabar com ele?

Anônimo disse...

Nao seria hora de parar com esse auê?
não quando as mina transam com o namorado são hostilizadas por terem feito sexo,
e porque com veio do pau mucho deveria ser diferente ele ainda tem sorte que nenhuma mulher vai ameaça-lo de estupro igual os homens fazem com nós.

Anônimo disse...

O feminismo é ridículo.E essa discussão mais ainda.Agora vão querer delimitar os limites do desejo e do sexo de mulheres e homens.

Já delimitam há muito tempo o que homens e mulheres fazem ou não na cama isso se chama hetero normatividade onde cada um cumpre seu papel, e isso é uma das pautas feministas.

Anônimo disse...

esse cara tá queimado é só colocar idelber avelar no google e tem várias pages dizendo professor e assédio.

Anônimo disse...

Cada um faz o que quiser na sua vida privada, agora o feminismo quer controlar a vida das pessoas no âmbito privado.Hipocrisia, o sexo continua um tabu, a liberdade sexual não passa de uma farsa
smooth operator

Jonas Klein disse...

Olha garotas vocês são uns amores, mas tem horas que voes são patéticas.

Vamos para debate então.

anônimo das 15:30.

Onde se falou em homofobia neste artigo? ser não se trato disso no texto isso não esta em discussão.

Mallagueta Pepper

Ótimo eu sei que aproximadamente 90% das vitimas de assassinato no brasil são homens, eu e vocês sabemos bem porque a proporção, e de cerca de 9 mortes de homens para 1 morte de mulher, por isso eu nem me preocupo com esse detalhe.

Agora eu faço a pergunta por acaso todas as mulheres que são vitimas de femicidio (inventarão isso agora), são vitimas de misoginia? você acreditam mesmo que todas ou maioria das mulheres quem são mortas são vitimas de misoginia?

As senhoras aqui sabem mesmo o que misoginia e o que misandria?

Caso não saiba aqui vai definição certa de ambas, dentro da língua portuguesa.

http://www.dicio.com.br/misoginia/

http://www.dicio.com.br/misandria/

Se observarmos definição de misoginia, nos concluímos que quem agride uma mulher por ela ter lhe traído, deixado, roubado, agredido fisicamente essa agressor não pode ser acusado de misoginia só por causa disso (e a maioria das mulheres que são vitimas de assassinato, morrem em função por estes motivos), pois a agressão ocorreu não por causa da vitima ser mulher, mas por ela ter feito algo que motivou agressão (detalhe eu não estou aqui justificando a agressão),
mas não necessariamente por ela ser mulher.

Eu disse que misandria e tão grave quanto misoginia, porque tirando questão sexual, as duas são quase a mesma coisa agora eu fiz uma ressalva dizendo, muda impacto social (leia-se numero de vitimas, agressividade etc.) disso.

Por tanto não distorção as coisa que eu disse.

Anônimo das 15:49, eu sei que as vezes eu me atrapalho um pouco, mas e bom você lembrar que quando algum endossa o discurso de outra pessoa, ela esta fazendo quase mesma coisa que dizer aquilo, por tanto não esta de tudo errado o que disse.

Jonas Klein disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Esperem que se amem, porque um esquerdista traído deve dar muita dor de cabeça para essa gente.

Anônimo disse...

eu queria socar esse cara ele disse que gosta de anal bdms vamos ver se gosta mesmo.

Paz e amor!

André disse...

Vaca amarela pulou da janela, quem responder troll primeiro come a bosta dela. 1, 2, 3.

Anônimo disse...

Ele é ESQUERDISTA. Interessante como as feministas e as cabeças de hidras se relacionam. Não defendo o cara, mas dá pra ver como essas feministas se comportam como polícia.

Daniele Lemonje disse...

Eu acho que liberdade de expressão não pode ser criminalizado. Se começar a considerar essa frase ou aquela frase ilegal em breve seremos uma ditadura horrível. Devemos olhar essas probições do ponto de vista de quem está forçando a lei, os seus amigos ou os seus inimigos.

Se você defende a criminalização da liberdade de expressão está autorizando os seus inimigos criarem leis que criminalizem o que você pensa.

E quanto mais falta a liberdade mais intenso é o abuso.

André disse...

Tamirovski,

Que bom que ele se retratou, mas que pena que foi preciso um batalhão de mulheres inteligentes para fazer um cara familiarizado com a defesa dos oprimidos conseguir enxergar um erro tão grande. Não sei se é pra ficar otimista ou pessimista quanto ao rumo da humanidade.

Anônimo disse...

Quando um homem esquerdista se revela um mascu, isso deve dar muita dor de cabeça para essa turma mesmo. Primeiro foi o Netinho espancador e agora vem esse cara.
Como se já não bastava a decadência do pt na politica com tanta corrupção.

Anônimo disse...

Agora vai ter um manual para fazer sacanagem, com diretrizes, regulamentos, como na idade média.Muitos desse blog são adeptos do BDSM, mas fariam o Marques de Sade gargalhar de galhofa
Elas ( as feministas ) se dizem libertárias, mas são um bando de facistas e agora esse falso moralismo ridículo.
smooth operator

Anônimo disse...

Eu na condição de homem tomei a minha decisão a muito tempo atrás. Procurei um médico e pedi uma medição para supressão da libido. Algumas doses e acabou todo esse problema e conquistei a minha liberdade. Estou a mais de 10 anos sem relação sexual, mais de 10 anos sem me preocupar com esses problemas fóbicos sociais. A raiz de todo fobia social está na sexualidade. O impulso sexual causa ansiedade, revolta e rebelião. As vítimas da tirania genital são convertidos(as) em guerreiros de sua própria causa. Masculinistas e feministas, esquerdistas e direitistas, misândricas e misóginos, PUAs e falhos, baladeiras e religiosas. A dualidade humana é causada pelo impulso sexual. A liberdade está ao alcance de qualquer homem e mulher na supressão da libido por meio de medicamentos. Eu usei e aprovo.

Anônimo disse...

Esse chororô pelo professor passa-pinto ser desmascarado ainda não acabou? Caramba, é muita gente com rabo preso viu? Provavelmente todos fazem a mesma coisa q ele e tem medo de serem denunciados depois da repercussão do caso. Cadê essa mesma revolta quando uma mulher é vítima de revenge porn? Quando uma menina menor de idade é exposta pelo ex canalha? E mais patético ainda são os abusadores enrustidos se assumindo em público, reclamando que as feministas querem cercear a sexualidade-como se abuso fosse apenas uma faceta da sexualidade humana perfeitamente normal e saudável. Idelber & similares, façam o favor de ir se tratar e deixem as pessoas em paz.

Anônimo disse...

Anônimo 18:49
Pare de apelar, ninguém é santo, seja homem ou mulher

Anônimo disse...

o último comentário foi meu, smooth operator

Lívia disse...

Gente

Eu tô com medo de ser estuprada. O povo de casa fica falano que eu tenho que ir no hospital porque to com umas dor estranha no bucho. Só q se os estudante de medicina estupra todas as amiga de escola imagina o q eles não deve fazer com a gente quando tamo anestesiada. Medo de ir nesse hospital e um médico botar a mão nas minha teta e ficar apalpando. Medo de tomar alguma injeção e ser estuprada por um médico tarado. Eu já li um monte de caso de gente q é estuprada em hospital e tem até aquele Roger Abelmashi que fazia filho nas mulher que ia fazer consulta com ele.

Anônimo disse...

Jonas Klein disse tudo sobre o mínimo de q mulher só e morta pq o mundo e machista e misógino.
Mas quando e mulher matando homem e um crime normal,deve ter seus motivos.

Anônimo disse...

Data Latuff sinalizando pra onde vai a opinião pública:
Assediador cagando regra e dando carteirada: 50 likes
Mulher supostamente feminista reproduzindo machismo, defendendo assediador e dizendo que o código penal é a solução pra todos nossos problemas: 98 likes
Charge cretina falando de feminismo do mal segundo o critério duzomi: 2940 likes
Omi se apropriando da treta entre as trans e as radfems pra passar pano pra outro omi: 283 likes
Homem se retratando porque percebeu que tá errado (pedir desculpas não diminui ninguém, ao contrário!): 10813 likes <3

Fica a dica pro Girafales.

Anônimo disse...

Essas porras de manifestação de internet não dizem nada, até porque o "bundalismo" se instalou na internet que tá ficando cada vez mais careta e hipócrita
smooth operator

Anônimo disse...

Vejo que a situação está critica. Observando enquanto varias alas marxistas se atacam mutuamente. Sinal de decadência. Consequência de extremismos e oportunismos.

@dddrocha disse...

Lacrou mesmo!

Ana Nazaré disse...

Nossa nao acredito q tem gente q ainda qr defender o cara... oh myy goddeess

Verô! disse...

Eu acho que isso pode servir de lição para todas nós. Devemos realmente discutir com muita seriedade a participação de homens no feminismo.

Eu particularmente já tenho minha opinião. Esse caso do professor não foi o primeiro e nem será o último. Para toda regra existe uma exceção, mas a regra indica que homens são "feministas" até onde é conveniente à eles. Ao menor sinal de um confronto com o privilégio masculino deles eles recuam e nos chamam de "feminazis".

Feminismo de mulheres e para mulheres!

Verô! disse...

Jonas Klein, vai plantar batatas! Você não pauta NADA e nem vai nos ensinar o que é feminismo.

Anônimo disse...

Ta impressionada com o tanto de gente que ta engolindo essa tal "retratação desse Latuff. Só eu achei aquele post e nova charge muito sarcásticos?
Eu realmente acredito que ele tava mais zombando da reação das feministas àquela charge polêmica do que se retratando de verdade.

Anônimo disse...

Tem mulheres tbm que são feministas quando convêm a elas e ainda tem mulheres que odeiam feministas e algumas mulheres que ate são baba-ovo de mascu. Tem mulheres que gostam do feminismo, mas que não concordam com tudo que as militantes e blogueira feministas dizem. Mulheres são muito mais do que as feministas quererem limita-las a serem.

Anônimo disse...

Ainda tem a misoginia das feministas em relação a mulheres que não seguem algum padrão das militantes e blogueiras feministas, começando pela aparência física e que são ate acusadas de serem homem/"mascus" quando não se identificam com alguma opinião vinda de uma militante e blogueira feminista e se atreve a questionar essas opiniões.

Verô! disse...

Ó céus! Anon das 22:07, feministas não querem limitar mulheres a serem nada, feministas querem que mulheres tenham total autonomia e liberdade para serem o que quiserem. E quando falo em autonomia e liberdade quero também dizer que feministas acreditam que essas duas idéias só são possíveis quando todas as mulheres tiverem consciência do que as oprime. Sem consciência não existe autonomia, não existe liberdade.

Firewest disse...

Só discordo do PT, que em 12 anos alguma influencia tem nos males desse país.

Ana Lúcia O disse...

Testando método de comentar daqui

Anônimo disse...

Engraçado seu comentário vero,feministas n querem limitar nada...Deve ser por isso q fui chamada de mascu várias vezes por discorda da maioria e uma feminista histérica q frequenta o blog a tal sawl me desejou só o melhor por ter discordado de um post:queria q eu arrumasde um homem bem ruim e me fudesse bastante pq era isso q eu merecia por n ser feminista,claro,quem discorda só pode ser machista ou mascu e tudo com s permissão da Lola q aceitou as merdas q ela disse e claro ignorou minhas respostas
vi aqui mesmo feminista dizendo q dona de casa e parasita e vagabunda,falei com a Lola sobre isso,ela negou e apagou o comentário pq eu n achei mais
O feminismo e uma piada.
Contando os segundos para ela apagar o q eu disse.

Anônimo disse...

Na repercussão do caso do Latuff, muitas feministas têm afirmado que misandria é tolerável e justificável. Isso confirma que muitas das feministas não estão interessadas em combater o Machismo, mas sim combater os homens.

Se você é homem, e tem interesse em apoiar o feminismo, veja o recado que as feministas têm para você:

https://pbs.twimg.com/media/BssjQmkIcAAh9Ci.jpg:large

André disse...

Olha, como homem que já sofreu assédio sexual no trabalho por parte de mulheres eu sempre costumo dizer que muitas vezes a diferença entre oprimidos e opressores é a vantagem numérica, ou poder. Sim, homens deveriam defender leis contra assédio sexual e discriminação pelo fato de que NÓS iremos precisar, e de que isso vai ser cada vez mais necessário com o avanço das mulheres no mercado de trabalho.

Claro que como os homens ainda detém a maior parte do poder é claro quem acabam sendo as grandes vítimas. Embora sim, a estrutura machista da sociedade pode ser sufocante para os homens também.

Por outro lado, na boa, usar o termo "misandria" para o que ocorre aqui é ofensivo para homens que sofreram violência sexual na mão de mulheres, por exemplo. E claro, as feministas agiram corretamente.

Se as feministas tivessem deixado isso passar elas teriam sido acusadas, com razão, de hipocrisia.

Verô! disse...

Anon das 23:46, que suponho ser a mesma das 22:07

Se você fica com raiva de um comentário de uma feminista e condena todo o feminismo por isso lamento informar que o que te falta é maturidade mesmo. Tchauzinho p/ você.

_____

O discurso da “misandria” é o backlash do século XXI, me assusta ver feministas caindo nessa pasmaceira. Vide a Cynthia e as demais defensoras do Idelber.

Vamos manter a união afastando o que tem causado discórdia: feministos e esquerdomachos!

Anônimo disse...

Eu não sabia que Sade era um autor referência de esquerda e do feminismo, para ser citado como defesa ao lado de "Beauvoir, Butler, Muraro, Irigaray, Michele Barrett, Chodorow, Mary Wollstonecraft e tantas outras que me ensinaram a pensar e ler o mundo".

Anônimo disse...

Menina, só sei que estou chocada com esses dados sobre misandria. Um Maracanã INTEIRO vazio de vítimas é muita coisa. Juliana está desmaiada com esses dados alarmantes.

Anônimo disse...

As meninas vivem fazendo isso no site feice. Mascu fala merda elas printam e mandam pra geral: mãe, namorada, tia, amiga, chefe.. quem encontrarem.
Como eu adoro essa misandria hihihihi

Anônimo disse...

Quem responder ao Jonas vai comer cocô. Tá avisado.

Anônimo disse...

Lola

Tem um caso superinteressante do Afeganistão que mostra o poder da mulher mesmo na sociedade mais masculinista do planeta. Apesar que os europeus que criaram o Estado Islâmico estão conseguindo ser pior fazendo até mesmo mutilação genital nas cristãs que nada tem haver com o Alah deles.

Uma mulher afegã chamada Reza Gul da cidade de Farah estava em casa quando uma milícia talibã entrou na vila e meteu esculacho geral na galera. Ela viu o filho dela ser arrastado e assassinado pelos fanáticos. A senhora chagou as duas filhas e as três pegaram seus fuzis AK-47 e combateram o grupo por 7 horas seguida. Resultado, as três ficaram vivas para contar a história e 25 fanáticos encontraram Alah e outros tantos feridos.

Por isso que eu defendo um marco legal garantindo o porte de arma para mulheres. Isso seria o fim do assédio, do estupro e dos abusos. A mulher pode ser mais fraca que um homem mas a arma elimina a diferença de força, idade, gênero, raça, opção sexual. Todos são iguais perante a invenção de Samuel Colt.

Anônimo disse...

Vou dizer para vc, Idelber, o desenrolar dessa história: vc vai ganhar judicialmente; será pouco dinheiro, não tanto quanto vc julga, pois há muitos atenuantes para as denunciadoras;mas elas não vão gastar um centavos sequer, pois tudo será pago em campanha pela net, de simpatizantes dela, feministas ou não, mulheres e homens. Ponto. Agora, para vc, Idelber, a coisa só tende a piorar, já que vc, sem nenhum pingo de inteligência, optou por essa tática pobre de aterrorizar as denunciadoras para que novas denúncias não aparecessem. Pode não aparacer agora, mas com a campanha de doações pela net,quando as outras vítimas verem que a coisa não é tão desabonadora para elas, as denúncias surgirão e o assunto pode até chegar a aparecer em um desses domingo espetaculares da vida, loucos por barracos assim (me assombra não ter aparecido ainda). E então, meu caro Idelber, será mais pedras em sua sepultura profissional. Vc perdeu uma ótima oportunidade de acabar com isso, se tivesse feito um texto com certo humor, admitindo a coisa, sem propriamente fazer uma mea culpa, mas nunca, nunca, tendo ameaçado juridicamente as mulheres. Elas não sofrerão nada, vc, tudo. Mas, pelos textos que li seu, vi o pior pecado do ególatra: a falta absoluta de humor.

Anônimo disse...

Cont.: sua resposta foi tão desprovida de inteligência, que vc citou Sade para falar de feminismo (!!!!!!); vc disse que a culpa foi delas por não terem te bloqueado, assumindo que o homem tem todo direito de falar barbaridades e mostrar o pau para as mulheres (!!!!!); que vc, mediante tais ações e perspectivas, sabe, pois, mais de feminismos do que elas (!!!!!); além dessa tentativa cômica de juridiquês tolamente equivocado ("ata notarial"!!!!). Isso não foi linchamento, foi suicídio!

Anônimo disse...

offtopic, mas interessante, afinal, é do povo quando interessa, mas incorpora o pior das elites : http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2014/12/08/jefferson-ironiza-o-triplex-de-lula-piada-pronta/

Jonas Klein disse...

Anônimo das 19:42
O que eu quis dizer e que lamentavelmente e comum mulheres serem assassinadas pelas mais diversas razoes, agora mulheres ser assassinada só por ser mulher isso não e tão comum assim, eu não tenho afirma isso baseado em dados estatísticos, mas acho e mais fácil alguém ser morto (a), por causa da homofobia, do que uma mulher ser morta só por ser mulher o que ai sim iria caracteriza a misoginia. Agora crime é crime não interessa quem cometeu.
Verô! Quanto ao ser comentário das 21:27,
Isso ate pode ser verdade, mas você também entra nessa.
Anônimo das 00:07
Eu não sou feminista, e acho que nunca vou ser agora você pode medir um movimento com base na ação de algumas pessoas que fazem parte dele, o problema e que no mínimo a metade das mulheres que estão dentro do movimento feminista, não são feministas mesmo e isso e só ler os comentários que aparecem aqui que já se constata isso, ate por isso que a maioria da população tem uma visão negativa do feminismo,
Anônimo das 03:05
Em parte você tem razão, só que por mais que a lei permitisse nem sempre as mulheres poderiam anda armadas (especialmente se estivermos falando de armas de fogo), por isso treinamentos de defesa pessoal como Krav maga, são ate mais importantes para a maioria das mulheres do que o porte de arma.

Carol F. disse...

Jonas, seu achômetro não é necessário, existem estatísticas que mostram que mulheres são mortas só por serem mulheres. Chama-se feminicídio, ou femicídio.

Anônimo disse...

Ahahaha EXATO

Anônimo disse...

Anon das 18:53 ou smooth, como quer que você queira ser chamado: quem tem fetiche de verdade não sai mostrando foto de pinto pra gente aleatória na internet, nem usa do seu cargo pra dar carteirada, nem usa um movimento social sério pra acusar os outros de serem moralistas a fim de que as vítimas cedam a uma prática sexual com a qual não estão confortáveis. O nome disso é abuso e assédio sexual. E quem acha que isso é normal é um assediador enrustido: tá só esperando achar alguém numa condição vulnerável pra fazer a mesma coisa. Quem tem fetiche vai atrás de pessoas que concordam e também gostam, talvez usando fóruns, sites e comunidades dedicadas àquilo na internet; sonda, conversa, faz alguns acertos e só então, com a concordância expressa e o consentimento dx parceirx, vai pra prática (inclusive mandando foto íntima, se x outrx PEDIU). De resto, é assédio sexual e abuso. Se um estranho te mostrasse o pinto na rua, estaria tudo ok pra você? Não? Então faça o favor de não defender vagabundo e, se acha esse tipo de coisa normal, ir se tratar também.

Letícia Arcanjo disse...

Por que meu comentário não foi postado?

Anônimo disse...

Lola, você viu a página "Girafales Amansado" no Facebook? The zoeira never ends!

Anônimo disse...

Só queria saber uma coisa: Qual é a pesquisa que mostra que zero homem morre por misandria? Poderiam postar um link, por favor?

É que eu já fiz algumas pesquisas sobre isso, mas achei absolutamente nada indicando um número confiável sobre isso. Somente feministas que acham que misandria não existe é que afirmam esse número, sem indicar qualquer estudo comprovando tal cifra.

Anônimo disse...

Bom dia a todxs!

Lola, se puder, dê uma olhada nesse texto -> http://libertariosdaamerica.wordpress.com/2014/12/05/sobre-machismos-e-racismos-ou-de-como-e-necessaria-a-coerencia-e-unidade-do-discurso-dos-ddhh/

Anônimo disse...

Anônimo das 10:11, você é careta e falso moralista. E Para o feminismo sempre há um só lado da moeda.E não vou me tratar, minha vida sexual é excelente por sinal
smooth operator

DENIS disse...

Decepcionado com o Professor Pirulito Marxista e seus discípulos black PIPI de fora blocks. Sempre discordei da "ideologia" do professor, mas sempre gostei de seus textos e fiquei triste quando ele parou de atualizar o blog do biscoito. E tb me decepciono com o Latuff. Como continuar a admirar aqueles traços maravilhosos, bem humorados, sua posição e ativismo em prol das minorias e lembrar deste texto defendendo o (na minha opinião) indefensável!?
Pra mim a analogia sempre foi clara, mas hoje acho que o nome do blog BISCOITO FINO E A MASSA na verdade fazia alusão á outra coisa.

thaís macedo disse...

Tenho calafrios com esse tipo de post baseado no sarcasmo porque fico imaginando os comentários do pessoal que não entende a ironia.

Anônimo disse...

Eu tinha 15 anos e me envolvi com um homem mais velho. Totalmente ciente de tudo oq estava acontecendo. Foi um relacionamento totalmente consentido. Durou até uns meses atrás (hj tenho 19) foi algo bom e aprendi muito. Não se pode julgar toda garota pq ela tem 15 anos.

André disse...

13:31,

Que bom que você não se sentiu explorada, mas se tivesse já sabe quem iria te dar apoio e quem iria te xingar.

Ana disse...

Anon das 6:52/6:57

Concordo inteiramente com seu comentário. E como o Girafales é inteligente, ele mesmo vai cair em si e voltar atrás (nao reconhecer isso; mas deixar a açao cair, ou até, se vencer, dar uma de magnânimo, fazer um bonito discurso contra o poder punitivo do sistema, etc, fazer discurso ele faz bem, e "perdoar" a indenizaçao).

Melhor para ele seria parar a açao, sem falar nada com ninguém, açoes demoram a ser julgadas, né? Porque senao haverá outro grande reboliço, com recolhimento de fundos para pagar as indenizaçoes e olha o nome dele na boca do sapo novamente.

Agora, também acho que está na hora de parar de ficar futucando o assunto. Ele já está desmascarado, nao enganará mais ninguém. E a própria Lola já disse que o que quer nao é que ele seja demitido. Se eu fosse ela pararia, nao gostaria de ter estragado totalmente a vida de alguém, nem mesmo a de um cretino como ele.

Para os que nao podem dispensar uma puniçao, ele já foi punido, é viciado em militância na web, e as coisas vao ficar difíceis para ele, a cada vez que fizer um desafeto vai ouvir essa história de volta.

Anônimo disse...

"Um cujo gosto consistia em escarificar obriga duas mulheres grávidas a brigarem em um aposento, com punhais. Elas estão nuas; ele as ameaça com um fuzil apontado para elas, caso elas não se empenhem. Se elas se matarem, é o que ele quer; caso contrário, ele irrompe no aposento em que se encontram, com uma espada na mão e, após matar uma, estripa a outra e lhe queima as entranhas com ácido."

É. Usar Sade como um parâmetro de comparação comportamental talvez não tenha sido a mais apropriada das ideias.

Anônimo disse...

Mas o que realmente me chamou atenção na resposta foi o fato de ele reivindicar o Marquês de Sade como parâmetro de condutas sexuais. Ficando no terreno jurídico, que é o que ele elegeu pra fazer sua defesa, se alguém fizesse tudo que tem nos livros do Sade esse alguém iria zerar o código penal brasileiro, ao menos no que diz respeito a crimes sexuais, sem falar em assassinatos, torturas, etc. Uma coisa é revisitar Sade como literatura demolidora da moralidade da época, outra coisa é usa-lo numa argumentação sobre o que é aceitável ou não, seja em termos jurídicos ou éticos. Sade descreve e defende (em obras ficcionais, com desdobramentos filosóficos) todos os tipos de abuso e opressão imagináveis num contexto sexual, consentimento passa longe, assim como qualquer outro limite... Quer dizer, não tinha nada neste mundo que fosse mais inadequado pra defesa de alguém acusado de abuso do que isso!!!

Anônimo disse...

Ih, olha aí, gente, o Idelber apareceu aqui pra comentar! É o anon de 11:43 ou smooth-ninguém-se-importa, que chama de moralista quem não acha assédio sexual coisa normal e quer que todo mundo ou concorde com o que ele faz ou se cale e não diga nada contra. Utter fail, colega. Isso vai continuar sendo assédio sexual e canalhice. As pessoas vão continuar denunciando e vão continuar ensinando as moças a mandar gente como você pastar. Mas não chore, é só comprar uma boneca inflável, ela sempre vai ser muito compreensiva, silenciosa e vai responder exatamente como você quer ao seu assédio...

Anônimo disse...

Ai que misandria maravilhosa
https://m.facebook.com/1605278533033810/photos/a.1605280116366985.1073741828.1605278533033810/1606599909568339/?type=1&source=46&refid=17

:D

Anônimo disse...

Ninguém esta julgando a garota de 15 anos mas o homem 30 anos mais velho que namora a garota de 15 anos.

Anônimo disse...

Boneca inflável anônimo 19:09? hahahahahahahahahahahahahahaha, q faço tantas mulheres felizes quantas elas me fazem feliz.
Elas gostam de sexo, não é hipócrita como você.Vai pastar você com seu falso moralismo
smooth operator

Anônimo disse...

"Anônimo 8 de dezembro de 2014 20:35 disse...

Ninguém esta julgando a garota de 15 anos mas o homem 30 anos mais velho que namora a garota de 15 anos."

Dá na mesma. Porque você julga indiretamente a moça. Dizendo veladamente para ela que ela é uma incapaz, que ela foi usada, etc. Não respeita os sentimentos da moça e nem a sua autonomia de fazer escolhas.

A sociedade menospreza a adolescente. Lhe tirando a sua autonomia.
Sempre foi assim, dos amores proibidos aos casamentos forçados.
As pessoas amadurecem arriscando, quebrando a cara e levantando. Veja na natureza. Ninguém fica paparicando os filhotes o tempo todo. Eles são estimulados a arriscar.
O pintinho que precisa quebrar a casca do ovo, a águia que deixa o filhote com fome para ele começar a caçar comida, nem que seja próximo do ninho.

E cá entre nós, esse professor só estava levando toco da moça. Se ele não fosse o bambambam da esquerda e professor nos EUA, ela tinha mandado ele tomar no c*.

Tinúviel disse...

Nossa, que pregui de ler os comentários do Jonas Klein zzzzzzzzz

Anônimo disse...

Quando eu tinha 15 anos eu me achava bem adulta. Aí eu cresci e vi a diferença. Sério, não existe nada que justifique isso.

O problema é que tem gente que acha normal, que é112 ok. Por que será, né?

Anônimo disse...

A infidelidade feminina é amplamente aceita em nossa sociedade e acobertada. Faz sentido ter um relacionamento sério a essa altura do campeonato?

Anônimo disse...

Simplesmente inacreditável como as pessoas estão cegas com esse caso.

Proponho uma analogia para ajudar a enxergar.

Vamos imaginar que uma pessoa de esquerda e historicamente alinhada com o movimentos anti-racistas tivessse enviado piadas racistas -por exemplo, piadas de judeu em campo de concentração = para companheiros judeus, pela internet.

E que os companheiros judeus primeiro ficassem sem-graça e surpresos, sem saber o que pensar - porque não estavam esperando isso do companheiro de esquerda. E algumas piadas até podiam ser engraçadas. Porque ninguém está livre de algum dia rir de piada errada.

Mas que, depois de algum tempo, conversando com outros companheiros judeus, soubessem que era prática comum do outro enviar piadinhas racistas para eles pela internet. E nisso, tivessem ficado indignados, e resolvessem publicar prints com as piadinhas.

Agora vamos imaginar que em reação a isso, outros companheiros de esquerda, tradicionalmente alinhados aos movimentos contra o racismo, tivessem dito: -

- "Nossa, mas que ABSURDO vocês invadirem assim a privacidade do companheiro, divulgando sua caixa de mensagens privada".
- "Era só uma piadinha, perderam o senso de humor?"
-"Eu vi muito bem, um de vocês no começo riu".

E toca uma semana de companheiros acabando com a alma de todos os judeus que se sentiram ofendidos, por serem radicais, sem coração e malvados com o coitado do companheiro que gosta tanto de piadinhas e só estava no seu sagrado direito de rir dos judeus, só um pouquinho, que não tira pedaço, seus mal-humorados.

Foi mais ou menos isso o que rolou.

Tomem vergonha!!!

Anônimo disse...

Boa analogia, anônimo. Só q o professor Girafalo ñ estava fazendo piada.

Anônimo disse...

- Não vou comentar sobre o tal professor, pelo pouco que li já deu pra ver que o cara assediou a garota pra quem ele mandou as fotos.
Sobre as imagens do post e sobre misandria: uma coisa não precisa ser institucionalizada para acontecer, homens não precisam ser oprimidos para sofrerem misandria, vide as muitas feministas (pelo menos as da internet) que querem que todos os homens morram e declaram ódio a todos eles até sem motivo.

Sobre os crimes de abuso sexual, estupro, assedio, etc; as mulheres, na minha opinião e segundo pesquisas (não só as brasileiras que são atrasadas e só focam nas mulheres), continuam sendo a maioria das vítimas. Porém isso não justifica uma ideia cada vez mais disseminada em blogs e sites (e até autoridades) de que homens são sempre os agressores e mulheres sempre as vítimas. Isso exclui não só os homens mas também mulheres que foram vítimas de outras mulheres. Não atribuo isto ao machismo ou ao patriarcado, porque dá a impressão de que o homem é o culpado de tudo (até quando é a vítima) e pode chegar até a inocentar mulheres que abusaram atribuindo o ato à opressão (que não existe no ocidente) que sofrem. Como a atriz Lena Dunham que publicou no próprio livro que abusou da irmã.

Este texto é grande e está em inglês mas tem muitos links úteis. E o número que usam (1 em 33) quando falam dos homens que são vítimas é da década de 90 e dos EUA, este 1 em 6 é desse ano, porém também é dos EUA (já que no Brasil não fazem pesquisas parecidas). E aqui tem uns depoimentos de homens e mulheres que já foram abusados e/ou estuprados Sem contar que pela lei desde 2009, homem pode ser passivo e mulher a ativa no crime de estupro, então não venha dizer que mulher não pode estuprar.

Da mesma forma que eu acho misoginia dizer que mulher não pode dormir com alguém sem querer compromisso ou que ela é de alguma forma inferior ao marido, também acho misandria dizer para um pai que ele não pode nem trocar as fraldas das filhas porque ele vai abusar delas. Dizer que não existem feministas que falam mal de todos homens por serem homens ou das mulheres que não concordam com o atual estado do movimento é fechar os olhos para a realidade e justificar atos que deveriam ser reprovados

Anônimo disse...

Ao Anônimo das 15:42

Você disse: "... e pode chegar até a inocentar mulheres que abusaram atribuindo o ato à opressão (que não existe no ocidente) que sofrem"

E eu quero acreditar que não entendi. Do jeito que você colocou a frase acima parece que você está dizendo que não existe opressão contra as mulheres no ocidente.

a não ser que você seja um marciano, não é possível que seja isso que você quis dizer... foi???

Anônimo disse...

sou o anon das 15:42. Na minha opinião opressão é falta de direitos(de trabalhar, à saúde, educação,etc - com exceção do aborto que eu acredito que deveria ser descriminalizado) ou de outras oportunidades. De uma maneira geral, pelo que disse acima, na sociedade ocidental as mulheres não são oprimidas por falta de direitos mas sofrem sexismo

Anônimo disse...

anon das 17:44, acho que não me expressei bem quando mencionei aborto, quis dizer que esse é um direito que as mulheres aqui no Brasil não tem por completo, pois só tem naqueles casos específicos em lei.

Anônimo disse...

https://www.facebook.com/FilhoDoFreud/photos/a.370989496293531.83264.370967912962356/814297288629414/?type=1&comment_id=815300328529110&notif_t=like

Anônimo disse...

O fascista radfem ganha adeptos enquanto passa incolume à critica. A agressão e a intolerancia criam um paradoxo insoluvel para um grupo que reivindica libertação. No exterior ha tempos são rebatidas, mas por aqui parece q ta todo mundo com o cu na mão pra ter coragem de criticar essas meninas brancas racistas, elitistas e alienadas.

Anônimo disse...

Não sei pq a fúria com a charge. Ela representa o que está no manifesto SCUM, texto louvado por boa parte do feminismo radical. O texto dele foi um fracasso. Mas a charge é um imenso acerto e liberdade de expressão, aliás

Anônimo disse...

Misandria é um problema tão verdadeiro quanto o impacto ambiental pelo aumento da população mundial de fadas.

Anônimo disse...

Caralho como o povo que comenta aqui é BURRO
Não sabe identificar sarcasmo nem quando esfregam na frente da tua cara

ass: sopa_de_letrinhas

Anônimo disse...

'Quando eu tinha 15 anos eu me achava bem adulta. Aí eu cresci e vi a diferença. Sério, não existe nada que justifique isso.

O problema é que tem gente que acha normal, que é112 ok. Por que será, né?'


Simples, pq é mais fácil enrolar uma 'mulher' de 15 do que uma de 30.
A escória da sociedade adora novinhas pq as mais velhas já entendem a merda que esses caras são.

ass: sopa de letrinhas

Anônimo disse...

A arraia miúda fala e fala que a Lola é isso e aquilo, mas a verdade estampada neste post é que um possível título para um filme sobre a Lola é "Matou um professor otário e foi tirar férias". Por isso que sou fã declarado dessa mulher.

Ass: Gustavo

Anônimo disse...

taquem pedras à vontade, mas, essa de que os homens não podem criticar a prática e as correntes feministas me parece uma bobagem imensa. o feminismo discute a humanidade, e os homens tem todo o interesse na sua elaboração. o feminismo não é só das mulheres, como o socialismo nunca foi só dos operários.

donadio disse...

"Agora eu faço a pergunta por acaso todas as mulheres que são vitimas de femicidio (inventarão isso agora), são vitimas de misoginia? você acreditam mesmo que todas ou maioria das mulheres quem são mortas são vitimas de misoginia?"

Jonas, feminicídio não é o ato de matar uma mulher. É o ato de matar uma mulher por ela ser mulher.

Se uma mulher é assassinada por reagir a um assalto, ou numa briga de trânsito, ou por que ficou devendo dinheiro a traficante, etc., isso não é feminicídio.

Feminicídio é quando alguém mata uma mulher por que acha que ela é sua propriedade, ou por que ela está vestindo uma roupa que o assassino desaprova, ou por que está namorando um negro/judeu/japonês/torcedor do Coríntians.

Entendeu?

Agora faça as contas. Dessas mulheres que são vítimas de 10% dos homicídios no Brasil, quantas são assassinadas por dívidas, brigas, resistência a assalto, e quantas são assassinadas por que alguém - pai, namorado, mãe, marido, ex-marido, apaixonado platônico, etc., quer mandar na sexualidade delas?

E quanto aos homens que são vítimas de 90% dos homicídios no Brasil, quantos são assassinados devido a brigas, dívidas, resistência a assaltos ou à polícia, etc.? E quantos são assassinados por que estão namorando alguém que papai ou mamãe não aprovam, ou por que a namorada/noiva/esposa não suporta a ideia de separação, ou simplesmente por que está usando um short curto demais?

donadio disse...

"Só queria saber uma coisa: Qual é a pesquisa que mostra que zero homem morre por misandria? Poderiam postar um link, por favor?

É que eu já fiz algumas pesquisas sobre isso, mas achei absolutamente nada indicando um número confiável sobre isso. Somente feministas que acham que misandria não existe é que afirmam esse número, sem indicar qualquer estudo comprovando tal cifra.
"

Eu também nunca vi nenhum estudo mostrando que chá de asa de morcego não cura espinhela caída.

O que, partindo do seu raciocínio, deve significar que chá de asa de morcego é a cura da espinhela caída.

No planeta Terra, porém, é inexplicavelmente tido apenas como consequência do fato de que a hipótese nem sequer merece ser levada em consideração...

O mundo é injusto com quem acredita em bicho papão. Né?

Lana disse...

"pq é mais fácil enrolar uma 'mulher' de 15 do que uma de 30."

sopa de letrinhas, engano seu. Você menospreza as mulheres jovens. Colocou até 'mulher' entre aspas.
Não é porque a garota não alcançou a maioridade civil que ela seja menos mulher.
Mas, respeito com elas, por favor.





Lana disse...

*MAIS respeito por elas, por favor.

Anônimo disse...

Lana, minha senhora, 15 anos NÃO é mulher. É menina. Menina que está começando a crescer, a mudar, a descobrir que um dia será mulher, que começa a aprender sobre seu próprio corpo e relacionamentos. Não sei que tipo de gente perturbada acha que uma menina de 15 anos pode ser considerada mulher, e não sei o que você viveu na sua vida pra achar que 15 anos já se é adulto, mas lhe garanto que aos 15 uma menina não está nem perto de ser uma mulher. Você diz "homem de 15 anos"? Acha que aos 15 um menino é homem? Não? Então por que uma menina seria mulher aos 15? Não, colega, isso é uma ideia literalmente medieval, e só deixa as pessoas mais tolerantes ao abuso e à violência sexual contra adolescentes.