terça-feira, 15 de setembro de 2009

SARAH, COMEDIANTE FEMINISTA

Se o seu inglês não for muito bom, leia o post antes de ver o vídeo.

Acho que nunca falei como eu amo a Sarah Haskins. Ela é uma comediante americana que toda semana junta uns comerciais e programas de TV e faz um comentário temático, e invariavelmente feminista, sobre o que viu. Estranho, eu sei, porque desde quando feminista tem senso de humor? Eu acho a Sarah absolutamente hilária. Nem sei quais são os meus favoritos (eles duram menos de dois minutos, mas são em inglês, sem legendas, e demoram um pouquinho pra carregar, pelo menos no meu computador-lesma). Adoro um em que ele mostra comerciais de carros direcionados às mulheres. Sabe como são essas propagandas, né? As mulheres praticamente têm um orgasmo múltiplo ao acariciar cada detalhe do interior do carro (o clímax é a alavanca de câmbio, lógico). A mesma reação feminina se repete nos comerciais de produtos de limpeza pra casa. O quê, vai me dizer que você nunca teve um orgasmo ao limpar o fogão? Só se você for frígida, querida, porque nos comerciais toda mulher tem enorme prazer ao esfregar os azulejos do banheiro! (Sarah tem duas falas fabulosas: “Os homens precisam ter um carro pra conseguir transar com as meninas. Mas agora você também pode ter um carro e transar... com o carro”. E “Crianças, saiam da garagem! Sua mãe precisa de um tempo sozinha com o carro”).
Um dos programinhas mais recentes da Sarah fala dos comerciais que vendem homens como seres totalmente incompetentes. Sabe modelo Homer Simpson? Esse aí. E eu morri de rir, não sei se por que pensei no maridão, ou porque toda a edição e o roteiro da Sarah são formidáveis. Vou só falar um pouquinho pra auxiliar quem não domina o inglês. O segmento é sobre “Doofy Husbands”, maridos patetas, desastrados. Sarah começa dizendo que ser mulher não é fácil, já que a gente trabalha e cuida dos filhos e da casa, sem a ajuda daquelas bestas conhecidas como... nossos maridos.
Apesar desse clichê de que “homens são burros e inúteis que só pensam em cerveja e cujo pênis controla o intelecto” ser péssimo (e injusto) pros homens, ele até pode ser útil na manutenção do status quo. Afinal, uma mulher precisa de um cara tão incompetente assim pra ajudar nas tarefas domésticas? Nah, melhor deixar o sujeitinho problemático assistindo TV enquanto a gente faz tudo sozinha... O primeiro pedacinho de comercial do segmento da Sarah mostra um pai tentando preparar o café da manhã dos filhos, que olham assustados. Sarah diz: “Gastei cinco anos pra fisgar esse cara. O motherf***er não sabe nem preparar café da manhã”. Ela se frustra que os homens não consigam fazer as coisas, porque, afinal, lembra de como o seu amor era nos comerciais antes de se casar? Ele andava em carrões, paquerava mocinhas, se divertia com os amigos... Tudo acabou quando ele conheceu você e se casou. “E agora ele é ligeiramente mais burro que um cachorrro”. Hahahaha. Aí aparece um comercial da Walmart com uma mulher que fez as compras pra uma ocasião especial... e o marido precisa checar o calendário na geladeira pra ver se não é o aniversário dele! E ainda bem que há uma mulher pra cuidar do marido desastrado, ou senão ele seria capaz de matar a família inteira por uma tigela de pipoca. Tá, não vou traduzir tudo. Mas Sarah diz: “Se você não aguenta mais, você tem duas escolhas: você pode se divorciar dele, ou você pode esperar que a incompetência dele tome conta do problema por você”. E corta pra um comercial em que um barbudo muito desastrado chega em casa, destruindo coisas e contando pra mulher que conseguiu um emprego numa firma de demolição. A mulher ainda pergunta se ele vai trabalhar num escritório ou na área com dinamite, e quando ele responde que é a segunda opção, ela procura “seguro de vida” na internet. E aí Sarah termina: “Amor! Por favor, vá pegar o trenó que nosso filhinho esqueceu em cima do telhado!”.
Tem também esse daqui, sobre creminhos. Ou este, sobre chocolate. E este aqui, sobre o Número 2, que traz uma verdade universal: “Todo mundo faz cocô... Menos as mulheres”. Ah, dá pra passar o dia todo gargalhando.

13 comentários:

Lord_Anderson disse...

hehehehe

Hilario

Pena que não tem nada assim no Brasil.

Pelo menos não conheço.

Fabiana disse...

Vou conferir, Lola. O difícil vai ser entender todas as piadas, devido ao meu inglês babilônico.

Mas eu achei uma coisa muito esquisita nas fotos que vc postou da Sarah, ela é muito bonita. As feministas não são todas ogras?

Der Hexenhammer disse...

É tiGela.

Mei disse...

hahaha...muito bom!!!! E não dá pra ver só um ou dois vídeos...a gente quer ver todos! Adorei!

dolcinha disse...

Ela é demais! Linda, Engraçada e FEMINISTA! Os sexistas de plantão vão achar que isso é montagem, como diria aquele certo padre "Isso non ecziste!"!
Adorei!

Liliane disse...

Ai, ai, esse video me pegou.. Moro na America do Norte (em Montreal) e muitos, mas muitos dos comerciais na televisao mostram os homens como uns retardados.
Nao gosto nem um pouco quando meus filhos adolescentes assistem a isso.
Dizem que o humor nao deve ser politicamente correto, mas...quando eh demais, a gente nao ri.
Confesso que tenho vontade de ser machista na frente desses comerciais, e feminista no Brasil, onde o corpo feminino eh eternamente um objeto.

Christina Frenzel disse...

Lola, AMEI, hilário mesmo!!!

Não a conhecia, mas já firei fã

beijos enormes,

Mica disse...

Não assisti pq não roda aqui no trabalho, mas adorei o seu texto e fiquei super curiosa. Quero conferir em casa.

E mudando de saco pra mala, Lolinha vc já assistiu Deixe Ela Entrar (Let the Right One In)? Eu assisti domingo e fiquei encantada..até escrevi uma crítica mequetrefe no meu recém inaugurado bloguinho.
Quando vir para o Brasil será que tem como vc criticá-lo?

babsiix disse...

Mica, comentei sobre esse filme com a lolinha há um tempo! É realmente muito bom! Pena q ela n se anima a ver e escrever p gente..

D disse...

não tem a menor graça e não é por ser "feminista"...

roberta disse...

Fiquei fã também!

Ligia BM disse...

A do birth control é uma das melhores... kkkkk...

Leio Lola Leio disse...

Puxa vida! Pena que não encontrei vídeos dela com legenda! =(