quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

DA SÉRIE: SOU ECOLOGISTA, ENTÃO POSSO SER MISÓGINO E RACISTA

Vi um post da Elyana sobre o novo calendário da Pirelli, e só posso ficar imaginando a conversa entre o gênio que fotografou o calendário este ano e qualquer pessoa sensata.Peter Beard: “Quis mostrar a conexão entre dois mundos, o oásis atlântico do delta do Rio Okavango e o deserto Kalahari”.
Pessoa Sensata Respeitosa: “Ahn... É que, olhando assim, parece que um dos dois mundos tá violentando o outro. O Okavango estuprando o Kalahari”.
Peter: “Não, não, nada a ver. Perceba a entidade metafísica, sempre em movimento. Ela é uma escultura viva”.
Pessoa Sensata Respeitosa: “Mas Peter, parece uma escultura morta, ou em vias de ser morta. Meio que uma boneca inflável aterrorizada. É porque a Pirelli lida com borracha?”.
Peter: “Não, você não compreendeu. A modelo simboliza a destruição antropofágica da natureza no plano embriatório”.
Pessoa Sensata Desrespeitosa, chegando agora: “What the f***? Nenhum borracheiro vai querer pendurar esse troço horroroso em sua oficina”.
Peter: “As fotos são para pessoas que entendem de arte. O que eu acho dos borracheiros está nesta imagem. Perceba a modelo iluminada rodeada por hordas de selvagens primitivos”.Pessoa Sensata Desrespeitosa: “Ah, e essa modelo é branca, né? A que tá sendo atacada é negra. Isso é de um mau gosto atroz. E o que é esse elefante correndo atrás das modelos?”
Peter: “Ah, isso simboliza a minha tromba mesmo. Eu também tenho que me divertir na vida”.

48 comentários:

Chris disse...

Éin???

Esse calendário é real? Aquele que tem a presença de duas ou três modelos brasileiras?

Péssimo gosto. Péssimo.

Suzana Elvas disse...

Menina, que coisa me-do-nha... Me lembro do calendário Pirelli de 1995, que representava as estações do ano - era absurdamente lindo, maravilhoso. Do Richard Avedon.

Os calendários de todos os anos (inclusive esse que eu falei) estão aqui:

http://www.pirellical.com/

Bjs

Lila disse...

Simplesmente nojento, violento e chocante o calendário. E desde de quando a indústria da bocharra é ambientalista? Ah, se é piada, não tem a mínima graça. Adorei o seu sarcasmo no post.

Nalu A*) disse...

Que nojento esse calendário. E seu post, ótimo, como sempre, lola. Abraços

marjorierodrigues disse...

Que coisa horrível. Eu não sei pq esse povo da moda tem tanto fetiche em mostrar mulheres acuadas nas suas propagandas e ensaios.

A denise do sindrome de estocolmo tem um monte de exemplos assim lá no blog dela. Eu fiquei pasma. Como não sou ligada em moda, ficava meio longe desses anúncios. Mas é assustador.

Aline S. disse...

Não acredito que fizeram um calendário desses, completamente abusivo em tantos sentidos - gênero, raça, humanismo!!! E além disso, as mortes das artistas e ativistas Miriam Makeba (em novembro) e Odetta a lamentar.

Lola, já era, to acessando teu blog todos dias!! kkkkkk... Abração, até semana q vem! (Me avisa qndo tu chega)

Samantha disse...

Eh racista, eh nojento, eh preconceituoso... nao tenho palavras para descrever este calendario horrivel.

E muitas outras propagandas, que tb sao um desrespeito a mulher? Que mostram mulheres atiradas ao chao, com as pernas abertas, com cara de `morta`. O que que eh isso? Ninguem ve? Depois a gente que `v^e coisas".

Anônimo disse...

TOTALMENTE P O D R E !!!
Fatima.

Lari. disse...

Pelamor! Doentio isso. Ou algo do tipo. Péssimo gosto!

Lolla Moon disse...

Hahahaha, SÓ os que tem tromba se divertem, nessa vida. Como bem disse a Suzana, há calendários belíssimos da Pirelli (embora de certa forma sempre sendo uma variação daquele mesmo tema...), mas esse é de um mau gosto considerável. E esteticamente feio, mesmo.

Ale Picoli disse...

Poxa, eu tinha visto só duas fotos do calendário (uma delas, com modelos em uma árvore) e tinha gostado. Não tinha visto essas, são horríveis.

Giovanni Gouveia disse...

Calendários da pirelli são feitos para serem exibidos em borracharias, mas esse aí não vale o ar que infla os pneus...

Cereja disse...

Olha, uma coisa e' fazer uma obra dessas pensando em exibir em uma galeria de arte, museu etc, onde algumas atrocidades estao la' pra chocar e fazer pensar. Fazer fotos desse tipo pro calendario da Pirelli nao faz sentido nenhum, por mais que essa apelacao seja attention-grabber no final das contas quem e' que vai querer exibir isso na sua borracharia/local de trabalho? Espero que nao muitos.

Nao acho que a Pirelli precise apelar pra isso.

Luiz disse...

os borracheiros também vão achar o calendário broxante...

marjorierodrigues disse...

P/ Cereja:

o lugar onde se pendura essas fotos não muda seu teor. Estivesse numa galeria, seria igualmente racista e misógino. Não parece que essas fotos queiram "fazer pensar".

É por causa dessa idéia de que "arte é o que está na galeria" que tem um monte de gente colocando qualquer porcaria dentro de galerias e museus (como um cachorro morrendo, 7 mil maçÃs apodrecendo ou um velocista correndo entre as pessoas, tudo isso é verdade).

As pessoas não entenderam as vanguardas muito bem, eu acho. Virou tudo uma competiçãozinha pra ver quem choca mais. É por isso que, se vc perguntar, os fashionistas dirão que esse calendário é avant-guarde. Pq, pra eles, avant-guarde é qualquer coisa que choque, não importa por quê. O objetivo do calendário pirelli é presentear os clientes mais "ilustres". que que tem a ver isso com essas fotos? Que que tem a ver tudo isso com pneu? Acho que é só uma maneira de ser misógino e escroto e chamar isso de "arrrte". E, se vc não gosta, vc que é "uncool".

Chris disse...

Eu lembro que quando era mais jovem, aparecer no calendário da Pirelli era um 'must', tipo ser angel da Victoria's Secret, mas se eu fizesse parte desse catálogo aí, teria vergonha... Ah, teria.

Suzana, eu já conhecia estes link, tem vários lindos, né?

Bjs

Cereja disse...

Marjorie,

Concordo com voce, so' achei que a atitude to sujeito esta' mais pra alguem que faz algo pra chocar as pessoas e pra pendurar numa galeria do que a de alguem que esta' fazendo uma peca promocinal para uma empresa. Tambem acho que tem muita apelacao nas galerias e museus da vida e nao gosto desse tipo de coisa, me parece muitas vezes que e' so' uma tentativa vazia de chamar a atencao (mas tem uma coisa ou outra de arte de choque que eu acho que vale sim, so' nao e' o caso aqui). E esse truque la' ficou velho pra falar a verdade.

Enfim, achei que um profissional nao tem como usar a desculpa da manifestacao artistica "avant-garde" no contexto de trabalho dele. Nao achei que ele estivesse dizendo nada com nada com as fotos dele, mau gosto sem fim... e a Pirelli botando a marca dela nesse calendario.

Apelacao, pra variar, sem necessidade nenhuma.

JAMINE BRUNO disse...

pois e...por ser ecologista ele nao pode ser misogino e racista. vi uma reportagem na tv espanhola sobre este calendario...em todas as fotos que foram exibidas vi um ' elemento' nao consoante com os bons habitos de vida em sociedade...

Gi disse...

Ahaha! Pensei a mesma coisa quando vi algumas fotos numa matéria no caderno Ela do Globo. Tentei ver a tal arte. Fotos lindas, ok, a tromba-falus legal, mas um pouco de exagero começar a querer fazer política na moda e dar uma de bom samaritano. Não acredito.

lola aronovich disse...

Pois é, Chris, parece que é real sim, e tem modelo brasileira...


Su, é medonho mesmo!

lola aronovich disse...

Lila, a indústria da borracha não é ambientalista, mas o fotógrafo, é. Acho que a Pirelli deu total liberdade ao cara - que parece ser uma pessoa consciente e antenada normalmente - e o cara fez isso.


Nalu, obrigada, sumida!

lola aronovich disse...

Marjorie, é, esses anúncios e comerciais misóginos, que mostram mulher sendo estuprada, apanhando, ou cadáveres, são os piores. E que eles sejam tão comuns na nossa sociedade mostra bem como ela é misógina. Não tenho dúvida que esse calendário vai levantar mais protestos por ser racista (que é mesmo) que por ser misógino. Porque tudo bem odiar mulher! Tomara que algum dia a gente chegue a um nível que não seja mais tão tolerado pra propaganda depreciar mulheres.


Aline, que bom que vc já tá viciadona no meu bloguinho. Obrigada! Eu vou aí na quarta mesmo. Vai ter brigadeiro?

lola aronovich disse...

Samantha, pois é, o que mais me choca nesse calendário nem são as fotos em si. O chocante é que o fotógrafo não fez o troço sozinho. Isso envolve muita gente, uma equipe e tanto. Ninguém no meio do processo parou e disse: “Peraí... Essas fotos são misóginas e racistas e nojentas e neo-colonialistas”? Quando fazem todos esses comerciais horrorosos que vemos normalmente, NINGUÉM pensa “É, vai ter muita mulher que não vai gostar”? Sério que a misoginia tá tão enraizada na cabeça desse pessoal que eles não vêm nada de errado? Ou eles fazem uma modelo ser atacada por vários homens e ignoram que essa é uma realidade terrível pra muitas mulheres? Não consigo acreditar que haja pessoas assim, tão incapazes de olhar pra fora do próprio umbigo.


Fá, concordo.

lola aronovich disse...

Lari, é, qualquer anúncio que “glamuriza” um estupro é doentio mesmo.


Lolla, não é? Será que se a gente tivesse tromba a gente poderia olhar prum anúncio desses e pensar, “Ha há, que legal... Olha os peitões da mina, meu!”?

lola aronovich disse...

Ale, eu não vi todas as fotos, mas das que eu vi, todas me pareceram lamentáveis.


Gio, Luiz, espero que nenhum borracheiro pendure esse lixo nas suas oficinas.

lola aronovich disse...

Cereja, é, concordo com o que a Marjorie diz depois, e vi que vc concorda tb: uma obra assim não deveria ser exibida em nenhum lugar. A menos que seja como “Prova no. 52,345,781 de como a sociedade é misógina”.


Marj, é, eu não suporto esse tipo de arte, feita pra chocar. Pra mim arte-polêmica é meio ridícula. Mas, de novo: mesmo o pessoal que é “cool” e “artístico” não fica meio chocado com essas imagens não? Não param pra pensar que imagens assim podem inclusive trigger (engatilhar) traumas de mulheres que passaram por isso na vida real?

lola aronovich disse...

Chris, é? Eu nem me lembro. Nunca dei bola pra calendário de mulher nua.


Cereja, ah, isso sim. O calendário foi feito pra galera “pensante”, artística, cool... não pra borracheiro!

lola aronovich disse...

Jamine, mas a tv espanhola pelo menos mostrava um outro lado, alguém criticando? Porque vc vai no site da Pirelli e é só esse papinho da movimentação metafísica...


Gi, é questão de gosto, mas eu não achei nenhuma dessas fotos bonitas. Tentei ver sem ver a “mensagem” (o que talvez não seja possível), e as achei esteticamente medonhas também.

Débora disse...

Interessante isso que a Marjorie comentou, a arte hoje em dia quer sempre chocar. Paramos de expor o que sentimos para provocar os outros, e nesses tempos de competição patológica ninguém se preocupa se vai ultrapassar a linha do bom senso ou não.

Lila disse...

Lola, devo ter me expressado mal: sei que a Pirelli não é ambientalista, mas o objetivo de chamar um fotógrafo ecologista é justamente esse: a empresa quer passar uma imagem de antenada, de possuir responsabilidade social, de preocupada com o meio ambiente.
Me parece que nesse mundo de aparências da moda e da arte contemporrâne as imagens muitas vezes valem bem mais que a prática e o conteúdo, pelo menos p/ grande parte dos críticos de "arte", merchands, fashionistas e descolados em geral.
E detesto a polêmica vazia, o chocar por chocar, isso pra mim não é arte.

L. Archilla disse...

o pior é o cara se justificar dizendo que "é pra quem curte arte". ou seja, se vc não gostou, é pq vc não é muito culto... típico pseudo-intelectual.

já tinha visto as fotos num blog de moda e, embora as que aparecessem lá não fossem as piores, já dava pra ver o péssimo resultado. entre o pessoal que comentou, todos adoradores de moda, ninguém fez um comentário positivo.

eles entendem de moda e não gostaram. eu adoro arte e não gostei. será q alguém gostou além do fotógrafo? se bobear, nem as modelos...

Mei disse...

que m*!!!
eu entendo quase nada de arte, mas pra mim isso aí passa bem longe...
argh!

Babs disse...

Já faz bastante tempo que a publicidade se desprendeu de diversos valores, tais como a ética e a estética.
Sabe, desconfio que depois da tendência heroina-chic a moda atual investe na misoginia-chic. Essas insinuações de violência contra a mulher só aumentam...

Bjs

lola aronovich disse...

Não há dúvida que tem muita arte feita por aí ultrapassando qualquer barreira do bom senso, Débora.


Lila, é verdade. Eu também detesto essa polêmica vazia.

lola aronovich disse...

Lauren, ah é? Então até agora não existe uma só alma que tenha elogiado as fotos? Deve ser porque estão muito ruins mesmo.


Mei, como assim, vc não entende nada de arte? Pensei que vc fosse artista...

lola aronovich disse...

Babs, a própria moda heroin-chic já era uma violência contra as mulheres, pensando bem. Não sei se a misoginia na propaganda aumentou ou não. Só que, se a gente comparar com aqueles anúncios machistas da década de 50 (que só mostravam mulher como dona de casa), eles parecem tão inofensivos se comparados aos de hoje...

DIARIOS IONAH disse...

Faz muito tempo que eu não via fotos de tão mau gosto!

Lila disse...

Aff, depois tem "gênios" que dizem que violência contra a mulher é só agressão física. Esse calendário é como socos na cara, é tão forte que sinto a dor representada pela modelo.

Outro anúncio de achei de muito mal gosto. É impressionante o que esses artitas contemporrâneos fazem para chocar.
http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdEdicao=1112&IdCanal=6&IdSubCanal=&IdNoticia=95759&IdTipoNoticia=1

aegerr disse...

cara,
WTF???????

que coisa mais absurda, que coisa mais non-sense.

Tisc tisc pra Pirelli
E uma passagem para o manicômio mais proximo para esse cara

ps: aqui é a Leila no pc do namorado.. hahaha

lola aronovich disse...

Muito de mau gosto mesmo, né, Fátima?


Lila, pois é, não é só a agressão física que constitui violência contra a mulher. E imagens de violência às vezes podem ser tão perturbadoras quanto a própria violência. Quanto a esse outro anúncio que vc comentou, até entendo a intenção do artista, mas tá tudo muito confuso... A mensagem não fica clara de jeito nenhum.


Essa foi a minha reação também, Leila: wtf?

Mei disse...

hmm...acho que sou um pouco artista....

E mesmo sendo fotógrafa (*cof*), nunca tinha ouvido falar nesse sujeitinho aí. De onde ele veio?
Será que a Pirelli não conseguiu contratar um profissional decente????

Armageddon now, please!

luiza disse...

Meo Deos!
Não li a introdução do post dizendo que o diálogo era imaginário... hahaha... já ia tomar providências contra esse fotógrafo doente!
Coisa mais horrorosa do mundo...

Lila disse...

Eu achei esse outro anúncio do link que deixei de muito mal gosto porque parece que p/ alguns artistas só há um jeito de denunciar a exploração das mulheres na mídia: expondo-nos ainda mais. Simplesmente não entendo como isso pode ajudar.

lola aronovich disse...

Mei, não sei, eu não conheço muitos fotógrafos. Mas que eu saiba, ele é conceituado. Acho. Sei lá.


Luiza, que bom que vc acabou lendo a introdução e entendeu um post. Mas algumas das respostas dele eu tirei da página da Pirelli, acredite se quiser.


Lila, mais do que achar aquele outdoor de mau gosto, achei que não passa o que o artista quer passar. E assim não nos ajuda mesmo.

cavaca disse...

Eu li sobre esse calendário no jornal que é distribuido gratuitamente no metro, lá dizia da preocupação do fotogafo com os problemas ecologicos, basicamente. E tinha outras fotos mais suaves do que essas, por assim dizer. Mulheres sentadas ao lado de suricates, ou segurando as presas de elefantes.
Isso que é dois lados de uma mesma noticias...é por isso que não dá para acreditar em tudo o que vem escrito nos jornais.

Guta Gatuna disse...

A moda há muito mandou às favas o bom-senso. Foi-se aquela coisa de valorizar a beleza feninina. O resultado são essas monstruosidades, a degradação da imagem da mulher. Quanto mais objeto/abjeto, mais chique, mais desumano, melhor...

iaeeee disse...

Eu sempre reparo nessas coisas de preconceito,seja nos filmes ou em campanhas publicitárias. A ku klus kan tá viva, só pode.

Ana disse...

Hum.Pra começar, conheço um mooonte de mecãnico e borracheiro e a última coisa que eles gostam de ver é osso...e no calendário tá lotado.
Segundo: wtf selva e elefante e a mecanica do seu Raul aqui perto? Qual a conexão? O máximo que dá pra entender é quando a mulher tá correndo, pq ali a gente corre quando chega a conta, com aquela cara de sofrimento mesmo.
Terceiro: já fiquei em pagode ali depois que percebi que o carro não ia andar mesmo. Eles gostam de mulher FELIZ!

pra quem esse calendário foi feito, mesmo?