terça-feira, 5 de julho de 2016

FASCISMO INVADE A UNIVERSIDADE PÚBLICA

Diego Vieira Machado, aluno morto na UFRJ

O crescimento da candidatura de um fascista como Bolsonaro e a ilegitimidade do governo golpista estão fazendo com que muitos neonazistas deixem os porões e passem a atacar à luz do dia.
Eles veem as universidades públicas como locais não de liberdade e diversidade, mas de doutrinação marxista. Consideram alunos e professores seus inimigos, e sentem que precisam invadir esses espaços. Há vários registros de atos fascistas recentes em praticamente todas as universidades. Em abril cartazes exigindo "menos empoderamento, mais empauduramento", com uma foto minha e o logo de uma estrela sendo penetrada por um pênis, foram fixados na USP e na UFRGS. Ao seu lado, com o mesmo logo, cartazes de "Bolsonaro presidente". 
Mais ou menos na mesma época, o centro acadêmico de História da UFC foi invadido. Em maio, foram promovidos dois "rolezinhos do Bolsonaro", mas estudantes e professores da UFC não permitiram que entrassem no campus. 
A perseguição ao ator Ari Areia, que em maio apresentou parte de seu monólogo "Histórias Compartilhadas" durante um evento sobre sexualidade e gênero na UFC, faz parte deste contexto de intolerância. 
Em junho, um grupo de quinze ou trinta fascistas foi bem sucedido em invadir a UnB. Usaram uma arma de choque, atiraram bombas, e gritaram para os estudantes "Gay safado parasita! Maconheiro! Vai pra Venezuela! É Bolsonaro presidente, porra!"
Neste sábado, 2 de julho, o aluno Diego Vieira Machado, da Escola de Belas Artes da UFRJ, foi encontrado morto, com sinais de espancamento e sem calças, próximo ao alojamento universitário na Ilha do Fundão. Diego era negro, bissexual, nortista, cotista, e tinha recebido ameaças. Haverá um protesto amanhã às 18h na Alerj -- "que nosso luto vire luta". 
Reproduzo aqui o texto que a professora e pesquisadora Ivana Bentes, da Escola de Comunicação da UFRJ, publicou no seu Facebook ontem, que reflete os tempos perigosos que estamos vivendo. 

A direita organizada quer disputar as universidades públicas! Crime de ódio dentro do campus da UFRJ no Fundão, a criação de páginas na linha do movimento MBL: "UFRJ LIvre" e "USP Livre" pretendem dar voz a estudantes e professores universitários da extrema direita. Eles apagam grafites e pichações nos muros da UFRJ contra o golpe, contra Eduardo Cunha, contra os fascismos, são contra cotas, contra greves e se dizem "liberais" e utilizam o discurso da "segurança pública" para pedir mais polícia dentro do Campus e repressão a todo tipo de comportamento libertário, repressão ao uso recreativo de drogas, ao invés de debaterem a violência e as mortes diárias produzidas pela polícia na "guerra contra as drogas" em todo o Brasil.
Ao lado do campo cultural, as universidades públicas sempre foram um ambiente de autonomia e liberdade e do pensamento crítico; esse ataque retrógrado e conservador disfarçado de "liberalismo" é a chegada dos grupos da extrema direita, da direita ostentação e tem a mesma estética, moral e pensamento obscurantista da "escola sem partido" e do MBL, Movimento Brasil Livre.
Querem conquistar estudantes e professores universitários! Sujeitos históricos da resistência e do pensamento crítico no Brasil.
A morte do aluno de Belas Artes da UFRJ, Diego Vieira Machado, de 22 anos, negro, morador do Alojamento Estudantil, encontrado morto num mangue, com sinais de luta, sem roupa e documentos foi lamentada por todos, inclusive pelos "liberais" que clamam por mais polícia e segurança no Campus. Na real se trata não de um problema de segurança, mas de homofobia, racismo, ódio!
"Alunos denunciam a homofobia do crime, porque um mês atrás Diego e outros alunos cotistas, negros e gays da UFRJ, receberam email com ameaças, dizendo que a universidade não era o lugar deles. Diego era de Belém do Pará", informa a página Tem Local que mapeia os locais dos crimes de ódio contra LGBTs no Brasil.
Reforçamos o alerta do colega e professor Carlos Azambuja: "A GloboNews cobrindo o assassinato do jovem estudante no Campus cita na sua matéria a página 'UFRJ Livre', que foi criada apocrifamente por gente que provavelmente nem sequer pertence à Universidade e que defende a 'escola sem partido'". Obviamente, a emissora está empenhada em dar credibilidade a este grupo apócrifo e dar-lhe um 'status' de porta-voz autorizado da UFRJ. Vamos denunciar mais esta 'construção' desde do seu início!
Coxinhas pedem menos Paulo Freire,
mais Alexandre Frota
Os discursos de ódio, os crimes de ódio, o ódio às diferenças, o conservadorismo como base das violências e humilhações cotidianas infringidas aos outros é algo urgente a se combater em toda sociedade, mas com mais força ainda, na nossa casa, na universidade pública!
A UFRJ é um microcosmo da sociedade, precisamos reagir contra esse avanço obscurantista! 
#‎foratemer‬ ‪#‎UFRJlivredefascistas‬ ‪#‎UFRJ‬

98 comentários:

Cesc Biavati disse...

Só vou fazer uma correção.

Fascismo não tem nada a ver com isso.

Para ser um fascista você precisa acreditar piamente numa solução mágica constituída da união inseparável dos seguintes elementos:
1 - Nacionalismo xenófobo.
2 - Controle estatal -- às vezes militarização -- da economia.
3 - Partido de massas com uma doutrina uniforme obrigatória para a nação inteira. Adestramento da juventude na doutrina.
4 - Culto do chefe.
Se faltar um desses elementos, não é fascismo. Pode ser merda, mas não fascista.


Fascismo é uma doutrina completamente anti-liberal. Como pode misturar o liberalismo infanto-juvenil do pessoal do MBL com a doutrina fascista de Mussolini? Antes de ser fascista, ou melhor, criar essa ideologia dos "camisas negras", o próprio Mussolini era do partido comunista italiano. Ademais, Fascismo e Nazismo não são considerados ideologias de direita e, tampouco, de esquerda. São algo como uma "terceira via" que mescla elementos extremistas de ambos lados. O maior erro da esquerda é confundir drasticamente liberalismo com fascismo, ideologias totalmente antagônicas.

Com relação ao Bolsonaro, ninguém governa o Brasil sem ter apoio do congresso e jogar o jogo das raposas do PMDB.

Anônimo disse...

a) Lola eu estou estarrecida com os caminhos que o Brasil está tomando em nome da moralidade e os bons costumes estão incitando o ódio a homofobia racismo e machismo e a esquerda peca em não unir se.

Anônimo disse...

O Michel Temer é vice da Dilma. Se houve golpe, foi um autogolpe. Coisa própria do PT.

Universidade publica, ou seja, do povo, pregando o dia todos ideologia comunista não é fascismo também?

Anônimo disse...

Associar esse crime brutal e os Bolsonaretes à grupos liberais que querem simplesmente espaço nas discussões dentro da universidade é muita ignorância ou simples má-fé mesmo, naturalmente somado a um autoritarismo puro. Bela expressão de tolerância. Parabéns!

Anônimo disse...

Triste história, como qualquer história de crime bárbaro seja contra quem for.
mas vale salientar que isto e resultado de uma visão de alunos e docentes que transformaram a UFRJ numa verdadeira biqueira publica, uma ilha da fantasia ideologia, e de repudiaram a segurança publica la dentro. Eu não permitiria que um filho/a meu estudasse naquele lugar.

Anônimo disse...

De existe a extrema esquerda, a qual esses grupos representam muito bem, é claro que deve existir a extrema direita. E deve ser ouvida, sim. Afinal, isso é o exercício da democracia. Vcs querem ser ouvidos e eles também. O que agrada os ouvidos de vcs é lixo para os deles e vice-versa. Tolerância é isso.

Anônimo disse...

"repressão ao uso recreativo de drogas,"

Você manda um filho para faculdade e o professor ensina para ele que 'roga e recreação'
A senhora concorda com isto Lola?

Anônimo disse...

A UFF tb tá assim.
Há um tempo fascistas colaram em vários prédios, inclusive em cima de posts e cartazes e coisas do tipo da esquerda, cartazes escrito "menos Marx, mais Misses"
O povo achou um absurdo isso e todos foram retirados.

Anônimo disse...

Legal a homenagem, mas vocês vão fazer homenagem a jovem medica morta em um assalto há poucos dias no Rio também? Ou a adolescente de 16 naos morta com um tiro em outro assalto há pouco mais de um mês?

Anônimo disse...

bolsonetes é isso mesmo

lixos do brasil

Maria disse...

Meus pêsames à família da vítima. Espero que todos respeitam a família do rapaz e não utilizem essa tragédia como evento midiático. Que o Diego descanse em paz.

Dizer que movimentos de direita são fascistas, assassinos de negros mulheres e homossexuais é má fé. Na verdade, considerando o fascismo como radicalismo político autoritário e nacionalista, as ditaduras comunistas se enquadram perfeitamente, matando os cidadãos que se opõem ao governo.

Mas, independentemente se houve ou não motivação política, o Diego foi assassinado e os autores do crime devem ser punidos.

Sobre movimentos de direita dentro da universidade, na minha opinião, isso está de acordo com a teoria do pêndulo, do historiador Arthur Schlesinger. A teoria do pêndulo diz que o pêndulo sociopolítico descreve o humor natural da sociedade e este pêndulo tende a oscilar entra dois opostos, direita e esquerda, com certa periodicidade para alcançar o equilíbrio sociopolítico.
De acordo com essa teoria, num governo que tende à esquerda, a sociedade naturalmente vai se opor a política atual fazendo que o pêndulo balance ao lado oposto, da direita; para que, no futuro, haja um equilíbrio sem extremismo, seja da esquerda ou da direita. Quanto mais o pêndulo estiver tendendo à esquerda, mais a sociedade se tenderá à direita.

Se estivéssemos num governo de direita, o mesmo aconteceria, porém, a sociedade se posicionaria para a esquerda.

Para mim, está claro que isto está acontecendo no Brasil e no ocidente, de forma geral. Movimentos de direita estão acontecendo naturalmente como forma de balancear esse pêndulo.

Cesc Biavati disse...

Anônimo Anônimo disse...
A UFF tb tá assim.
Há um tempo fascistas colaram em vários prédios, inclusive em cima de posts e cartazes e coisas do tipo da esquerda, cartazes escrito "menos Marx, mais Misses"
O povo achou um absurdo isso e todos foram retirados.


O que tem fascismo a ver com Mises? É com um S só.


O que a Escola Austríaca tem a ver com a doutrina fascista ultra-estatista de Mussolini? Não que eu aprove esse tipo de comportamento. Mas eu quero entender a lógica.
Você devia xingá-los de libertários ou anarco-capitalistas. Fascismo tem porra nenhuma a ver com isso.

Anônimo disse...

Meus olhos estão sangrando após ler esse texto.

Por onde começar? Qual a pior parte?

Talvez o lamento da professora por grupos de orientação ideológica diversa da dela pretenderem "ter voz". Espero realmente ter entendido errado essa parte, espero de coração que a professora de comunicação não tenha querido dizer que quem pensa diferente do predominante não deva ter espaço nos debates em universidades.

Ou seria a pior parte a visão distorcida de que, independente da motivação desse homicídio, ainda que tenha sido um crime de ódio, como realmente parece ter sido, que a ausência de segurança no campus é sim um problema, e que talvez a presença da polícia tivesse sim evitado esse crime bárbaro. E tivesse também evitado um assalto, um estupro... Mas que importância tem isso se a contrapartida seria deixar de "fazer uso recreativo de drogas?" Ora, claro que isso não seria um preço justo a se pagar! Continuar fumando é um direito inalienável do universitário, querem a polícia longe dali, o que é um homicídio a mais ou a menos?"

Outra visão deturpada é a que fala dos policiais que matam na guerra contra as drogas. A nossa polícia é despreparada, recebe um salário ruim, é hostilizada e ameaçada. São seres humanos também. Erram pq tem uma responsabilidade para a qual não foram preparados. Não estou isentando eles de culpa, sei que cometem atrocidades e isso deve ser apurado e punido. Mas não vai acabar e não vai ser caso isolado, porque a PM está sucateada. É um problema estrutural. Fumar maconha enquanto isso não resolve nada.

Acho que a pior parte mesmo foi a tentativa de imputar um homicídio a esses grupos liberais de extrema direita (seja lá o que quer dizer isso, porque realmente são ideologias opostas). Clamar por segurança no campus, ser contra o PT, a favor do afastamento da dilma e votar no bolsonaro não fazem de ninguém assassino. É horrível fazer essa associação.

No mais, espero realmente que um dia voces entendam que facismo e liberalismo econômico nao tem nada a ver. Pessoas liberais não são facistas.

Alícia

Rodrigo Almeida disse...

Centenas de pessoas morrem por dia no Brasil por conta da violência, e oque a esquerda faz, pegam uma vitima, minoritária e transforma nesse circo ideológico, puro sensacionalismo.

Esquerda e sua falsa empatia com a vitima.

Anônimo disse...

15:36 e 15:20 suas antas

O próprio MIMIMIses apoioi o fascismo, suas mulas, vcs não entendem nada de história

Fascismo, nazismo (extrema-direita) é bem a cara de liberotário mesmo

bolçonetes é o pior câncer q a internet já conseguiu produzir nessa década

Anônimo disse...

"uso recreativo de drogas"
Começa com um baseadinho, pode chegar ate nisto:
http://tribunadoceara.uol.com.br/videos/barra-pesada/droga-que-induz-ao-canibalismo-e-apreendida-pela-1-vez-no-ceara/?cmpid=fb-uolnot

Cindy disse...

Mas gente :O

Anônimo disse...

Hahahah, quando eu li o comentário original, achei que era alguma parada machista sem muito sentido, tipo "mais mulheres decorativas (misses, tipo miss universo)". AGOOORA fez todo o sentido.

Mila disse...

Estudei em universidade pública e não via esse doutrinamento comunista como adoram pregar por aí. O máximo eram estudantes do DCE e afins, comunistas de iPhone. Na faculdade, tive mais contato com professores liberais ou da direita. Falam dessa tal doutrinação como se fosse uma lavagem cerebral, sendo que nas universidades temos contato com todos os tipos de ideologia: do comunista ao nazista. Ademais, concurso para professor não mede posicionamento político e é aberto a todos os que preenchem os requisitos técnicos, seja de direita ou esquerda.

Falando no estudante assassinado, vejo com preocupação essa loucura nazistóide que invadiu o Brasil. As opiniões retrógradas - e estou falando de gente que ainda considera negro sub-raça, feminista emasculadora de homens e gay como escória - não têm mais vergonha de dizer as atrocidades que pensam (disfarçadas da velha liberdade de expressão) e o pior, de agredir os que pensam ou são diferentes. Pelo lado positivo, é bom que essa galera pare de esconder seus preconceitos e se assumam os racistas, homofóbicos e misóginos que são sem as desculpinhas que sempre deram. O lado ruim? É ver que o "cidadão de bem" não é tão de bem quanto a gente pensa. E a cabe a nós decidirmos se vamos defender uns aos outros ou deixar que os berradores nos oprimam novamente.

Anônimo disse...

Centenas de pessoas morrem por dia no Brasil por conta da violência, e oque a direita faz, pegam uma vitima, majoritária e transforma nesse circo ideológico, puro sensacionalismo.

Direitopatia e sua falsa empatia com a vitima

Anônimo disse...

Mila o problema maior é... como vamos enfrentar isso??? Na base da educação o estado (direitista e câncervador) não deixa, o q nos resta? Revolução armada? Não seria uma má ideia

Mas uma coisa é certa: fascistas têm q morrer

Anônimo disse...

"O próprio MIMIMIses apoiou o fascismo, suas mulas, vcs não entendem nada de história

Fascismo, nazismo (extrema-direita) é bem a cara de liberotário mesmo

bolçonetes é o pior câncer q a internet já conseguiu produzir nessa década"

Corroboro (pra quem ainda não leu)

Anônimo disse...



a) Nestes momentos eu vejo a diferença da esquerda para a direita.

b) Os conservadores estão invadindo espaços com armas letais e exaltando um deputado conservador não me parece atitude de um grupo que quer um debate querem agredir quem tem uma linha de pensamento diferente.


Anônimo disse...

Muito triste o ocorrido, mas triste também e o analfabetismo funcional em nossas universidades.
Como Misses pode ser fascista se defende em sua tese o estado minimo?
Segundo Benito Mussolini, líder e criador do partido fascista italiano sua criação se resumia da seguinte forma; "Nada contra o estado, nada fora do estado, tudo pelo estado'
me respondam então como quem defende o liberalismo econômico pode ser fascista?

Anônimo disse...

Livre e critico pensamento que não admite o contraditório? Não senhora o que existe ali e doutrinação e aparelhamento ideológico sim.

Anônimo disse...

É triste, revoltante, que existam esses grupelhos intolerantes nos campi de universidade do país. Há 20 anos saí da universidade e não havia nada disso, a diversidade era bem tolerada. Hoje, lixos como esse bolsolixo, que nem o nome dele eu escrevo, apostam na completa ignorância de História e ódio de seus 'seguidores'. Essas pessoas acham que ódio, violência e agora homicídio é liberdade de expressão. Não é, é crime. Da Justiça Divina ninguém escapa. Carma é implacável. Se forem do tipo que tem em outras universidades, a essa hora já devem ter fugido até para o exterior, pois são covardes. Mas eu desejo que não tenham um segundo de tranquilidade para o resto de suas vidas, e que vejam a face inerte de Diego a todo momento em suas mentes. Que não tenham paz, para onde quer que fujam. Deus está no comando. Ele é o Rei, o dono de tudo.

Anônimo disse...

(Viviane)
Alicia, não tenho palavras para descrever o NOJO que sinto de você agora.
Quer dizer então que "estão tentando imputar um homicídio aos grupos liberais"? Ah, coitadinhos, tão inocentes!...
Qual a parte de "docentes e alunos da UFRJ receberam e-mails com ameaças desses grupos" você não leu? Não tem desculpa, o mesmo Google que eu tenho você também tem. Se você é arrogante o suficiente para nos dizer que "precisamos entender" qualquer coisa, deveria ao menos ler a história toda... Ou fingiu que não leu?

titia disse...

O mundo é mesmo uma merda, mas não surpreende que o facismo esteja voltando. A geração bolsonete é composta de merdinhas inúteis, restos de aborto que não contribuem pra sociedade, não fazem bem a ninguém, não ajudam em nada, só estorvam, que querem desesperadamente se iludir de que eles prestam pra qualquer coisa que não seja virar adubo e vem com essa palhaçada facista, se dizendo "cidadãos de bem", "trabalhadores honrados", dizendo que sustentam o país (HUAHUAHUAHAUHA não conseguem pagar nem o próprio condomínio atrasado em 14 meses porque comprou um iPhone de seis mil pra se exibir pros outros pleyba) e os outros são gays, vagabundos, vadias, parasitas que consomem seus suados impostos (porque pobre não paga imposto, né, já que não consome nem arroz e feijão) e não fazem nada, mesmo que essas pessoas estejam trabalhando, estudando (como fazia o aluno assassinado, ao contrário dos vagabundos inúteis bons pra nada sustentados pela mamãe que o mataram) e lutando pra que esse mundo seja um lugar melhor.

Mas pra quê né, melhorar o mundo pra quê? Imagina se esses desperdícios de molécula perdem seu status? Nãããão, que morram todos os gays, negros, pobres e mulheres do mundo mas não mexam no meu pseudo status de "casta superior". Por que essa gente não se mata logo? Só servem pra estorvar, não fazem nada que preste, nenhum vai fazer falta e o mundo seria muito melhor sem eles.

A todos os racistas chorões paga pau de racistas assassinos, A MORTE DE DIEGO VIERIA MACHADO NÃO É EXCEÇÃO, porra! Procurem em qualquer mapa da violência, a morte de pessoas como ele (negro, pobre, orientação sexual diferente da hétero) são A ABSOLUTA MAIORIA DAS MORTES VIOLENTAS! Foi um crime de ódio e mais nada, e botar panos quentes ou tentar fingir que não foi exatamente isso é aplaudir assassino, é ser cúmplice de cada criminoso que espancou não só o Diego mas várias outras pessoas negras, pobres, homossexuais, bissexuais e mulheres só porque acha que ter um pau, pouca melanina e carteirinha de sócio de igreja o faz superior aos outros.

Cresçam e virem gente, seus babacas. Em algum momento da vida vocês não terão ninguém pra limpar suas bundas. Cresçam.

Anônimo disse...

Joseph K

Sobre a definição de fascismo, pincei um texto do facebook do professor de teoria política da UnB, Luís Felipe Miguel.

"É um risco fazer de "fascista" um simples equivalente, mais enfático, para "autoritário" ou "intolerante". Mas tampouco dá para exigir que todas as características dos fascismos da primeira metade do século XX sejam preenchidas, caso em que faríamos do fascismo um fenômeno histórico ultrapassado.
Uma definição de fascismo exige a combinação entre o culto à violência e a defesa intransigente da manutenção de hierarquias sociais que são sentidas como ameaçadas por movimentos igualitários em ascensão. É um movimento reacionário (no sentido preciso da palavra), anti-igualitário, de direita extremada. Falar em "esquerda fascista", como ocorre algumas vezes até em discursos bem intencionados, é portanto uma contradição. Há esquerda autoritária e intolerante, mas ser fascista é privilégio da direita.
Entendido o fascismo dessa forma, tudo indica que bolsonaristas e olavistas se encaixam com perfeição no figurino.

Cesc Biavati disse...

O Liberalism-Conservative (Pondé e Olavo defendem) não tem absolutamente nada a ver com o Fascismo italiano. Olavo de Carvalho é adepto do discurso republicano, em especial, do jornal Fox News. Desde quando Russek Kirk, Edmund Burke, Roger Scruton são fascistas? Vocês esquerdistas abusam dos termos com o propósito de difamar liberais clássicos. Daqui a pouco Ronald Reagan e Tatcher vão ser taxados de fascistas. Lembre que NENHUM FASCISTA DEFENDE ESTADO MÍNIMO. Para um fascista, o Estado é o absoluto. Não é atoa que Mussolini dizia: Tudo no Estado, nada contra o Estado, e nada fora do Estado.

Olavo defende justamente a visão do americano comum mediano: Sim aqueles do interiorzão do Texas da vida. Aquilo é fascismo? Só se for na sua bunda.

Anônimo disse...

"Os fascistas do futuro se chama a si mesmo di antifascistas''- churchill

Maria disse...

Simplesmente manipularam completamente o significado do fascismo para encaixar no vocabulário esquerdóide como forma de xingar a direita e os liberais.

" Há esquerda autoritária e intolerante, mas ser fascista é privilégio da direita."

De onde tiraram isso? Que lógica é essa?

Ainda sou obrigada a pagar impostos para financiar esse tipo de discurso.

Anônimo disse...

"É um risco fazer de "fascista" um simples equivalente, mais enfático, para "autoritário" ou "intolerante". Mas tampouco dá para exigir que todas as características dos fascismos da primeira metade do século XX sejam preenchidas, caso em que faríamos do fascismo um fenômeno histórico ultrapassado.
Uma definição de fascismo exige a combinação entre o culto à violência e a defesa intransigente da manutenção de hierarquias sociais que são sentidas como ameaçadas por movimentos igualitários em ascensão. É um movimento reacionário (no sentido preciso da palavra), anti-igualitário, de direita extremada. Falar em "esquerda fascista", como ocorre algumas vezes até em discursos bem intencionados, é portanto uma contradição. Há esquerda autoritária e intolerante, mas ser fascista é privilégio da direita.
Entendido o fascismo dessa forma, tudo indica que bolsonaristas e olavistas se encaixam com perfeição no figurino."

Corroboro

Ruth disse...

Tbm fiz universidade federal e nunca me senti ameaçada pelo "monstro da doutrinação marxista".Para mim foi um espaço de sducaçao e de liberdade de pensamento.Agora..perguntar o q tem a ver o assunto, c/ Bolsonaro ?? Um cara q prega o ódio à td e a todos q sejam, pensem e hajam de forma diferente ..q prega a marginalização do que ele não considera "normal"...Apoiar o Bolsonaro é apoiar sua forma de pensar e ele pensa de forma à incentivar o ódio e o preconceito. Acho que nosso país é melhor que isso...O mais assustador é q esse tipo de pensamento está se alastrando como uma praga!!

Anônimo disse...

Ah, a velha tática de fingir que nazismo/fascismo é fruto da esquerda <3 Acho incrível que ninguém fala abobrinha de "se pensar bem, comunismo é de direita", mas fingir que fascismo é "esquerdista" pra poder ser facista sem a ojeriza que vem com a designação "fascista/comunista"? Check!
Manifestação com bomba e ameaça de morte, gente, que fofo! Super inocente, esse pessoal só quer mostrar a "opinião", tadinhos!
Em tempo, eu defendo até a morte que bolsonete tem todo direito de expressar opinião e colar cartazinho "bolsonaro presidente" se assim bem entender, por mais estúpido que eu ache. Agora, da mesma forma que eu critico quem caga na porra da foto do bolsonaro, colocar estrela do PT atravessada por um pênis é de uma simbologia que vai bem além de "direito de expressar minha opinião".
Alícia, o que fode essas manifestações da direita (além dos imbecis do empauduramento e das armas, mas gosto de pensar que nem todo "direitista" é desse nível de estupidez), é que as premissas são injustificadas. Onde que a universidade é comunista, caralhos? Por que é pública? É pública e "meritocrática", já que entra quem tem nota no ENEM. Onde que tem doutrinação marxista? Nas faculdades de exatas e saúde nem se ouve falar de sociologia nenhuma. Nas humanas, estuda-se Marx, assim como Durkheim, Weber, Hegel e com certeza muito mais na faculdade de Sociologia. Menos Paulo Freire? Que defende a ideia perigosíssima de que a educação reflete a sociedade e que só há mudança com uma pedagogia crítica? A gente é bombardeado de propaganda liberal o tempo todo. Quando escola e universidade, espaços de crítica por excelência, mostram que liberalismo econômico não é "estado natural", não é "receita de sucesso" e que países democráticos não são tão democráticos assim, o pessoal tem que sentar a bunda pra estudar e embasar a crítica, em vez de querer "menos marx e paulo freire". Se querer tirar marx do currículo não é opressão e um passinho de teste pra suprimir as ciências humanas (curiosamente, fechar/impedir currículo de sociologias sempre foi característica de ditaduras de direita), o que é? Deixar de estudar fascismo ou colocá-lo como "ideologia da esquerda"? Esse pessoal não tá revoltado com "doutrinação comunista" porcaria nenhuma (se essa doutrinação fosse mesmo tão onipresente, não tinha o tanto de besta achando que PT é comunista). É o backlash de reconhecer que o Brasil é racista, classista, misógino e homofóbico e tentativa de silenciar essa conclusão.

titia disse...


1 - Nacionalismo xenófobo - Coxinhas bradam "Eliminação dos esquerdistas! Pelo Brasil! Nós somos mais brasileiros que esses viados, pretos e vadias que só parasitam o sistema e sugam meus impostos! Morte aos ratos do nordeste! Fora canalhas!".

2 - Controle estatal -- às vezes militarização -- da economia - um circo disfarçado de impeachment foi armado pra controlar a economia, que estava se voltando demais para tirar os mais pobres da miséria total e agora, graças a uma ação altamente suspeita do Estado, vai voltar a se centrar em manter os privilégios e o pseudo status de "casta superior" da elite oligárquica brasileira.

3 - Partido de massas com uma doutrina uniforme obrigatória para a nação inteira. Adestramento da juventude na doutrina - Bolsominions. Nada mais é necessário dizer.

4 - Culto do chefe - Bolsominions².

Não, imagine, nem de longe estamos tendo um caso de fascismo aqui...

Me pergunto se esse sujeito é só muito ignorante, do tipo que não enxerga um palmo adiante do próprio nariz, ou se é má fé mesmo. Ou talvez seja um daqueles vagabundos que é pago pelo governo pra espalhar essas besteiras por aí.

titia disse...

Maria, meu amor, eu sou obrigada a pagar impostos pra que você possa cagar machismo pela boca e pelos dedos. Eu sou obrigada a pagar impostos pra limpar as pichações que os bolsominions espalham por aí. Eu sou obrigada a pagar impostos pra que mascus defendam extermínio de mães solteiras e chamem crianças de porra alheia. Eu sou obrigada a pagar impostos pra que os bolsominions e mascus sejam socorridos quando causam um acidente, embora o mundo vá ser melhor sem eles. Sou obrigada a pagar impostos pra que fascistas possam disseminar suas ideologias de ódio por aí. Pare de reclamar de barriga cheia. Aliás, quem se espevita todo ao ouvir alguém constatar uma verdade, é porque vestiu a carapuça sozinho, viu?

Anônimo disse...

"Esse pessoal não tá revoltado com "doutrinação comunista" porcaria nenhuma (se essa doutrinação fosse mesmo tão onipresente, não tinha o tanto de besta achando que PT é comunista). É o backlash de reconhecer que o Brasil é racista, classista, misógino e homofóbico e tentativa de silenciar essa conclusão."

Impressionante como vcs conseguem exprimir exatamente tudo o q eu penso, palmas, parabéns <3

Esquerda é assim mesmo

direita é só gente burra e alienada, jamais conseguiriam argumentar nesse nível

Anônimo disse...

Gente... Li nos comentários acima que "eles (os de extrema direita) não podem ter opinião agora ? Nem nas universidades públicas ?"

Bom, pode, mas é claro ! Vivemos em um sistema democrático ! Mas o problema é que bem... Vocês, que perguntaram isso, não leram o post, definitivamente.

Me recuso a crer que vocês acham que MATAR alguém do lado oposto seja uma maneira de expressar sua opinião. Bom, uma novidade para vocês : não é !

Respeito é ótimo, e deve acontecer de ambos lados, indiferente da política escolhida... Aliás, leiam o post. Vão descobrir que não atacaram o cara por ele ser apenas de outra vertente política. Meus profundos sentimentos a família.

E falaram também que a direita é liberal ? Sério ? Okay...

Bem, curiosamente, hoje estava conversando com um cara de direita a respeito de uma pesquisa que não tinha nada a ver com política (e não muito confiável) que dizia mais ou menos assim : "50% dos homens já traíram" e tinha mais alguns dados a respeito... Aí do nada ele fala exatamente isto : "As mulheres não deviam se preocupar com isso. Elas deveriam se preocupar com o avanço da homossexualidade, pois aí elas terão que dividir para poder conquistar os homens".

Tipo, oi ? Bem, super liberal o cara né ? Enfim, este não foi o único de direita "liberal" que eu conheci. Sinceramente, até hoje nunca vi um movimento que pregasse a liberdade e igualdade em um movimento de direita...

Mas, sei lá, talvez eu esteja enganado. Eles querem tanto o respeito às suas opiniões, mas será que fazem por merecer ? Claro que fazem ! Vocês não viram as ameaças aos estudantes ?!? Isso que é respeito ! (Sarcasmo, gente, sarcasmo)

E em relação ao mimimi desnecessário de que isto não é facismo (até porque é, ou seja, rasguem o c* com a unha de ódio, que ñ mudará tal fato), façam me o favor... Cresçam e leiam mais livrinhos de história e filosofia que depois conversamos.

~A.A.

Anônimo disse...

A.A., quando se fala em "direita liberal", entende-se que estamos falando de economia. Julgo eu que quando se fala de direitos sociais, o mais comum é usar os termos progressista/conservador. Assim, o cara que você narrou provavelmente é economicamente liberal (o estado interfere o menos possível na economia) e socialmente conservador (o estado deve agir na manutenção da ordem social vigente). Pelo menos acho que é isso.

Anônimo disse...

Estes liberais fascistas me dão muito medo é precisam serem impedidos de propagarem seu ódio. Imaginem o pesadelo de vivermos sob o liberalismo econômico de países capitalistas fracassados como Canadá, Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia, Coréia do Sul, Singapura, Japão, Alemanha, que horror seria minha gente

Anônimo disse...

23:40 nenhum desses países são liberais economicamente e muito menos conservadores (com exceção dos asiáticos), seu liberotário de merda

Enfia aqueles índices de burrice econômica no seu nariz¨, MIMIMIses aqui não cazzo

Anônimo disse...

Eu to de saco cheio de gente (de qq lado) usando "fascismo" como xingamento sem nem saber do que está falando.

Maria disse...

Eu não quero ser obrigada a pagar pelo que não quero, assim como você não quer ser obrigada a pagar pelo que não quer. Ótimo! Demos o primeiro passo para o liberalismo econômico. Deixem com que as pessoas pagam pelo o que ela quer e não as obrigue a pagar pelo que não quer.

Quando uma pessoa diz "Morte aos fascistas!" é liberdade de expressão ou legítima defesa?

Ah, mas nem todo mundo da esquerda pensa assim. Só algumas pessoas que pregam morte aos fascistas, a esquerda é um espectro amplo com várias vertentes. Que coincidência, o mesmo se aplica para a direita.

Raven Deschain disse...

Cesc, obrigada, eu ia dizer isso sobre o fascismo. A banalização da palavra tá trabalhando contra a esquerda.


Quanto a Bolsonaro, gente, pfvr, ele não me burro de se candidtar com esses processos nas costas. Pra quê? Pra perder a imunidade parlamentar?

Anônimo disse...

A cara de pau da direita é extrema. Me choca que, diante de um crime possivelmente motivado por ódio político e de gênero, a direita insista na falácia de "ain, a gente não se identifica com o fascismo italiano". Ignoram que o emprego de fascismo transcende o sentido estritamente político, sendo que é popularmente usado para movimentos autoritários, como bem explicado pelo prof Luis Felipe Miguel.

Quando não insistem neste espantalho, tira-se o c* da reta ao alegar que a direita neo-liberal e conservadora social está por trás disso. Claro que não vão admitir num ambiente de esquerda que a direita é mãe dessa onda autoritária que surgiu no Brasil e no mundo. Possível até que joguem para o colo da esquerda, igual fazem com o nazismo.

A outra falácia (para mim a que extrapola o senso do ridículo) é a de que a direita só quer ter voz nos ambientes acadêmicos? Oi? Agora ter voz é sair espancando aluno porque ele não concorda com a sua visão de mundo? É entrar numa universidade pública armado com tasers e barras de ferro deliberadamente num espaço conhecido por ter alunos com ideologia contrária para intimidar e depredar? Fazem isso e depois acusam blackblocs e MST de vandalismo. Espero que os defensores da direita me respondam qual a lógica disso.

Por fim, pessoas de direita que se dizem direitas: manifestar-se e ter opinião é um direito de qualquer um. Porém, quando nossas ideias começam a alimentar ódio e aversão por qualquer um que pense diferente, levando gente a agredir e até matar, está na hora de repensar o quão democráticos vocês estão sendo.

Vívian disse...

Eu também estudei numa universidade pública e num curso extremamente conservador (Direito). Também não via toda essa doutrinação marxista-comunista-lulista. Meus colegas, a maioria da direita, conseguiam expor sua opinião livremente em sala de aula, inclusive em assuntos de direitos humanos. Tinha gente da extrema esquerda até grupinhos neonazistas. Liberais, conservadores, sociais-democratas, esquerda-reformista...
Apesar de eu achar a esquerda revolucionária-universitária utópica e ingênua, nunca tive meu direito de ir e vir atrapalhado pelas manifestações deles. Nunca fui acuada, ameaçada e intimidada por eles.
A direita tem toda a liberdade de participar das lutas estudantis, o problema é que nunca se interessaram ou se sentiram contemplados por elas. Ultimamente, é um grupo que está ganhando mais força e isso é importante para o processo democrático. Ter "voz" na universidade é crucial se for feito pelas vias democráticas.
Outra coisa completamente diferente é chegar invadindo ca para agredir estudantes que não concordam com a sua ideologia. Isso é autoritarismo, vandalismo e baderna.

Anônimo disse...

Curioso que os mesmos aqui que se dizem anti fascistas admiram Getulio vargas e a sua CLT que foi baseada na carta de lavoro de Mussolini.

Anônimo disse...

Não não são mesmo não são socialistas anti capitalistas estes países. Só na mente de gente saída de universidades federais mesmo.

Anônimo disse...

"Sinceramente, até hoje nunca vi um movimento que pregasse a liberdade e igualdade em um movimento de direita..."

Você nunca verá isso em um movimento de direita pois isso não existe. Impossível você ter liberdade e igualdade ao mesmo tempo. A igualdade é sempre uma imposição. As pessoas são diferentes, agem de maneiras diferentes, pensam de maneira diferentes, as pessoas não são iguais. Se você impor igualdade a elas, elas não serão livres.

Fabrício disse...

Lola. Não Deixe este espaço virar o fórum do Yahoo, cheio de reaças canalhas vomitando ódio e mais ódio e propagando mentiras e desumanzinado assassinatos, deizndo que homofobia e outras coisas não existem. Nunca vi tantos reaças fazendo comentários sobre uma postagem sua do que este aqui.
Ainda estão reclamando que se deve ter tolerância e democracia para os discursos de ódio que propagam aqui.
Apague por favor.

Anônimo disse...

Não fiquei sabendo da morte desse estudante, muito triste mesmo.
Me sinto muito mal por saber que os que dizem "cidadão de bem" são capazes de fazer isso pq uma pessoa é gay =(
mto triste mesmoooooo

Anônimo disse...

Defender o Estado mínimo é uma coisa. Ser um assassino, arrogante, estúpido, se achar no direito de matar um cotista, um bolsista, porque se beneficia de inclusão criada pelo estado é outra bem diferente. Assassinato, violência, tortura, ofensas não são liberdade de expressão, são crimes. Desejo aos covardes fascistas assassinos, que jamais escapem da prisão mais inviolável do mundo: a mente. E lhes desejo que terríveis lembranças da violência que praticaram os assombrem dia e noite, em seus pensamentos e pesadelos (que os tenham muitos e diariamente), estejam onde estiverem, que a imagem do corpo inerte de Diego lhes venha à mente o tempo todo, enquanto viverem suas miseráveis vidas.

Anônimo disse...

08:24 vc é muito BURRA, pqp

Anônimo disse...

Olha, tá uma falta de leitura geral, tanto esquerda quanto direita, as pessoas escolhem um cardápio de simpatias e colam um adesivo vermelho ou azul na testa, e passa atacar as pessoas que escolheram outras ideias no cardápio.

Lógico que a universidade tem responsabilidade nisso também.

Rafael

Cesc Biavati disse...

Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é. - Lênin

Não adianta você chamar um conservador liberal de fascista porque ele não o é. Nem, tampouco, liberal-libertários porque eles não são. Liberalismo econômico é oposto ao estilo corporativista e capital-estatal do Fascismo e Nazismo e, claro, do socialismo;comunismo.Ambas correntes da Direita (sejam liberais e conservadores) defendem o Estado Mínimo e, alguns mais radicais defendem um mini-estado ou estado zero, como por ex, os minarquistas e anarcocapitalistas.

Querem falar de "motivação homofóbica" no caso do assassinato do estudante de letras, Diego Vieira Machado, até acho bastante pertinente. Há ódio. Há gente doida. Há psicopatas.
Agora, falar que o crime tem a ver com conservadorismo é de uma irresponsabilidade inominável.
Essa associação entre direita conservadora e homofobia por parte da mídia não passa de canalhice oportunista. São jornalistas ideologicamente comprometidos capazes de instrumentalizar a tragédia alheia para vender a superioridade moral de sua causa.
Se o problema é a homofobia, então é a homofobia de quem pratica o crime de homofobia e não "a direita homofóbica". Engraçado que quando se trata do islamismo homofóbico, a responsabilidade só pode ser também da "direita homofóbica"

Anônimo disse...

Ah, entendi ! Obrigado pela correção Anônimo... Achei mesmo que o pessoal se referisse ao fato de serem liberais no sentido social - não no econômico.

Mas o que eu queria dizer é que, como vc falou, eles defendem o Estado mínimo, certo ?

Isso é uma coisa.

Agora, ser um assassino, uma pessoa que acha que tem o direito de matar um cotista, um bolsista, ou sei lá o que, pelo fato dele se beneficiar de uma política de inclusão criada pelo estado é algo totalmente diferente... (Você acredita que a justificativa é que a pessoa beneficiada está "gastando os impostos deles" ?)

E isso foi feito por um pessoal de direita.

Não vejo como eles querem ser respeitados fazendo coisas desse tipo - atos bárbaros e cruéis.

Certo... Provavelmente deve ter algumas pessoas de direita que não são extremistas assim, mas todos eles possuem os ideais conservadores (veja os líderes de direita da atualidade !) - e os defendem acima de tudo, não importa o quão ultrapassado isso seja.

E você não acha isso, no mínimo, contraditório ? Defender a não-intervenção do estado na economia, mas sim, no âmbito social ? E, além disso, este grupo coloca o patriotismo e os valores religiosos e culturais tradicionais acima de quaisquer projetos de reforma da sociedade.

Isso não me parece certo. Principalmente vendo a atitude dos membros desta vertente política...

~A.A.

Anônimo disse...

10:47 tá, mas na hora q é pra ser contra cotas ou qualquer outro direito social, o q a direita mais sabe dizer é: "priviléjiu, somos todos ~iguais~"

Essa direitalha é muito cínica mesmo, deus me livre

Anônimo disse...

14:37 a maioria da direita é homofóbica e racista, nem vem

10:47 na hora q é pra ir contra os direitos sociais aí é: "ain, somos todos iguais"

Além de tudo a direita tb é CÍNICA q dói

Anônimo disse...

Poxa, então o lema da França é apenas uma droga de contradição ?

Sabe, igualdade não é uma imposição. Igualdade, segundo o dicionário é o fato de não se apresentar diferença de qualidade ou valor, ou de, numa comparação, mostrarem-se as mesmas proporções, dimensões, uniformidade...

Isso não me parece uma obrigação, a não ser que você queira ser maior e melhor que as pessoas que você está sendo comparado... Isso é ganância, meu caro... Tome cuidado para não confundir as coisas...

Claro, as pessoas são diferentes - mas onde você leu "impor a igualdade" ? Isso seria uma ditadura !

Mas calma lá ! Quero que todas as pessoas tenham o mesmo valor, sendo rica ou pobre. Quero que as pessoas sejam reconhecidas pelo seu talento, e não por ser filho (a) do "Fulano de Tal". É neste sentido que prego a igualdade. Igualdade de direitos e deveres. Isso não é ruim. É mais que justo.

Liberdade, bem, é o direito das pessoas serem como você falou : diferentes. E o respeito com TODOS os tipos de pessoas também deve existir.

Ainal, se somos todos livres - porque tal pessoa não poderia ser livre da maneira que quiser ?

Mas o problema, caso não tenha entendido - é que a desigualdade social acarreta outros fenômenos igualmente preocupantes numa sociedade, trazendo malefícios à população.

Percebe-se, através de pesquisas, estudos e levantamentos feitos por órgãos competentes, que os países onde a desigualdade é elevada, também registram índices igualmente elevados de outros fatores negativos, tais como: violência e criminalidade, desemprego, desigualdade racial, guerras, educação precária, falta de acesso a serviços públicos de qualidade, diferenciação de tratamento entre ricos e pobres, entre outros...

Isso fere o nosso direito a liberdade, também. Além de vários outros.

Ou seja, a liberdade e igualdade estão juntos - e devem continuar assim.

Somente assim nos será garantido certos direitos que não são defendidos pela direita...

~A.A.

Anônimo disse...

Uma amiga mora nos alojamentos e conhecia o Diego de vista. Realmente é mto brutal a morte dele. O Rio como um todo é mto brutal... Enfim, ainda não me acostumei... pela descrição, realmente parece crime de ódio e a polícia vai apurar. Mas do que eu sei 'extra mídia', pode ser que tenha sido uma mistura da homofobia, personalidade agressiva e uso de drogas (pesadas e frequentes). A universidade no RJ é o local menos homofóbico que já vivi. Tem mto homossexuais assumido lá e as manifestações de afeto entre eles é frequente e explícita. Mas por outro lado, se ele estava na linha de frente no ativismo, é bem provável que a relativa aceitação que se tem da homossexualidade lá tenha se tornado em ódio por parte dos mais extremistas. Pelo menos acho que a polícia vai empenhar bastante esforço pra apurar.

Anônimo disse...

Cesc, primeiramente, estou com preguiça de te explicar... Vou apenas copiar dois comentários lacradores...

Anônimo :
"É um risco fazer de "fascista" um simples equivalente, mais enfático, para "autoritário" ou "intolerante". Mas tampouco dá para exigir que todas as características dos fascismos da primeira metade do século XX sejam preenchidas, caso em que faríamos do fascismo um fenômeno histórico ultrapassado.
Uma definição de fascismo exige a combinação entre o culto à violência e a defesa intransigente da manutenção de hierarquias sociais que são sentidas como ameaçadas por movimentos igualitários em ascensão. É um movimento reacionário (no sentido preciso da palavra), anti-igualitário, de direita extremada. Falar em "esquerda fascista", como ocorre algumas vezes até em discursos bem intencionados, é portanto uma contradição. Há esquerda autoritária e intolerante, mas ser fascista é privilégio da direita."

E um da "titia".

"1 - Nacionalismo xenófobo - Coxinhas bradam "Eliminação dos esquerdistas! Pelo Brasil! Nós somos mais brasileiros que esses viados, pretos e vadias que só parasitam o sistema e sugam meus impostos! Morte aos ratos do nordeste! Fora canalhas!".

2 - Controle estatal -- às vezes militarização -- da economia - um circo disfarçado de impeachment foi armado pra controlar a economia, que estava se voltando demais para tirar os mais pobres da miséria total e agora, graças a uma ação altamente suspeita do Estado, vai voltar a se centrar em manter os privilégios e o pseudo status de "casta superior" da elite oligárquica brasileira.

3 - Partido de massas com uma doutrina uniforme obrigatória para a nação inteira. Adestramento da juventude na doutrina - Bolsominions. Nada mais é necessário dizer.

4 - Culto do chefe - Bolsominions².

Não, imagine, nem de longe estamos tendo um caso de fascismo aqui..."

Entendeu ou precisa desenhar mais ?

Anônimo disse...

Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é. - Lênin

Anônimo disse...

15:38 Lênin nunca disse isso seu lixo

Não basta a direitalha ser cínica e canalha, são burros tb

Anônimo disse...

Sim, igualdade de oportunidades ou igualdade perante a lei, sem dúvida, deve estar junto com a liberdade.

Ao dizer que liberdade e igualdade não podem coexistir foi no sentido de igualdade como finalidade.

Exemplos:
Cota para mulheres no congresso é imposição.
Devemos dar oportunidades para as mulheres ingressarem na política, caso desejarem.

Salários iguais para homem e mulheres é imposição.
Devemos pagar o salário de acordo com a produtividade da pessoa, independente se for homem ou mulher.



Anônimo disse...

Cesc Biavati, é claro que existe esquerda racista, homofóbica e misógina.
Mas sabe pq o pessoal atribui a homofobia à direita conservadora?

Pq é a direita conservadora cristã quem mais pratica atos homofóbos. É a direita conservadora cristã quem mais ataca homossexuais por "ser contra a Bíblia". Os paladinos da bancada evangélica/moralizadora, Bolsonaro e Feliciano, são os que mais se posicionam contra o homossexual. Até hoje, nunca vi pastor ou gente da bancada da bala se posicionar contra seus companheiros de partido ou ideologia quando estes atacam os homossexuais.
As próprias pessoas de direita que atribuem tudo o que possa resvalar levemente em homossexualidade como "coisa de esquerdopata". A direita também vive a dizer que a esquerda doutrina crianças para serem homossexuais. Assim como no seu comentário, tem muito simpatizante da direita que acusa a esquerda de promover o islamismo sem uma análise pouco mais profunda que um prato de pires. Sabe, as grandes nações capitalistas fazem/fizeram acordos com islâmicos e tem muito do sangue de inocente nas mãos dos governantes dessas nações. O que parte da esquerda quer é que vocês tentem diferenciar Estado Islâmico de Islamismo. Sem entrar no mérito de religiões, mas não é justo uma mulher usando um hijab receber pedradas de ocidentais e ser acusada de terrorista.
Não querem o rótulo de homofóbicos, preconceituosos e racistas? Que tal parar de vincular tudo o que prega o respeito entre os seres humanos de diferentes procedências e vivências? Pq isso agora virou coisa de esquerdopata não é mesmo? Vc é cristão e sabe de uma pessoa que pregava justamente isso? Jesus Cristo. Cristo seria considerado um comunista esquerdopata doutrinador do PT pelos cristãos hoje em dia. Me parece irônico, para dizer o mínimo, que principalmente os cristãos hoje façam exatamente o que Cristo pregava.

Anna

Anônimo disse...

"Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é."

Um ditado muito válido para a direita né?

Acusam a esquerda de ser corrupta, ter político de estimação, agir na baderna e violência dos que pensam o contrário...

E fazem exatamente o mesmo!

São igualmente corruptos, adotam político de estimação (essa seita Bolsonaro está ganhando níveis messiânicos - nem o "populista" Lula teve tão devotos assim), agem com baderna e violência, não aceitam que ninguém tenha opinião contrária...

Cesc Biavati disse...

E qual o problema de se posicionar contra o ato homossexual? A Igreja Católica também condena o ato homossexual. Homossexualismo é pecado para o Cristianismo.A própria bíblica condena tal ato, mais especificamente em levíticos. Ou seja, velho testamento judaico.. Se não fosse Paulo desvincular o Cristianismo do Judaismo, os homossexuais seriam mortos até hoje, porque a fé judaica, tanto no velho testamento quanto no Talmud e seus outros livros, despreza e aprova a morte de homossexuais. Jesus jamais falou contra homossexuais no NOVO TESTAMENTO. O Testamento do Deus Vivo.

Não, não chame Jesus de comunista petista esquerdopata. Não é porque Jesus curava mendigos, aleijados, prostitutas, gays e todos pecadores com o propósito de ensiná-los o verdadeiro amor de Deus, automaticamente o faz comunista. Ainda mais porque Jesus mesmo disse: Dai Cesar o que é de Cesar e a Deus o que ´de Deus. Pelo contrário, os regimes comunistas/socialistas perseguiram e dizimaram homossexuais, principalmente na URSS e Cuba, este último Che Guevara chegava a fuzilá-los. O que Feliciano luta, por ex, é contra a abertura de precedentes que certas decisões "juristocratas" estão causando nesse país. Um bando de 11 velhos de togas agindo em nome de um país, sendo que sequer foram votados. Pessoal pega certas falas do Feliciano e trechos de entrevistas do Bolsonaro e começam a distorcer tudo.

E o que você acha que um cristão deve fazer? Você é cristã? Você acha que Cristo é como um hippie maconheiro libertário dos anos 70? Aquele que diz "Esses profetas, "brother", Buda, Maomé e Jesus são tudo igual e paz amor, mano. Você acha que cristão tem que ser um mongol assim? Conte-me outra.

O próprio Cristo disse: Não penseis que vim trazer paz à terra. Não vim trazer paz, mas a espada. Com efeito, vim contrapor o homem ao seu pai, a filha à sua mãe e a nora à sua sogra. Em suma: os inimigos do homem serão os seus próprios familiares. Aquele que ama pai ou mãe mais do que a mim não é digno de mim. Aquele que ama filho ou filha mais do que a mim não é digno de mim. Aquele que não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim. Aquele que acha a sua vida, vai perdê-la, mas quem perde a sua vida por causa de mim, vi achá-la.

Não adianta pintar Jesus como pintam Frei Beto e toda teologia da libertação.

Cesc Biavati disse...

A esquerda tem algo que a direita, historicamente, não tem, criatura. A sementinha do "espírito revolucionário". Táticas revolucionárias como esta a qual Lenin diz, se encaixa muito bem com o que fazem com o termo "fascista".

E parem de preocupar com o Bolsonaro. Se ele é tão medíocre, por que falam tanto nele? Ademais, ele não iria conseguir governar um congresso totalmente peemdebista. O PT bem que tentou, mas pisou na bola com essas raposas. Se Bolsonaro conseguir sequer apoio do PMDB, aí vocÊs se preocupam. Não gosto do Ciro Gomes, mas ele é cobra e provavelmente comeria o Bolsonaro pelo ânus como fez com o fraquíssimo Rodrigo Constantino. Mas sério? Medo do Bolsonaro? Hahahaha. Cuidado que quanto mais se falam nele, mais ele cresce.
Na verdade, eu, sendo de Direita, acho o Bolsonaro bem fraco para ser até de Direita porque ele é apenas um papagaio. Boslonaro perde muito tempo dando trela para entrevistinha idtoa de Sonia Abrão, Superpop, Ratinho e essas porcarias televisivas. Prefiro o Ronaldo Caiado a ele.

Anônimo disse...

"Me recuso a crer que vocês acham que MATAR alguém do lado oposto seja uma maneira de expressar sua opinião. Bom, uma novidade para vocês : não é !"

É CLARO QUE NÃO É.

MAS:

1) quem, afinal, matou o estudante?
2) foi um crime de ódio? aposto que sim, e vamos partir da premissa que foi.
3) Sendo um crime de ódio, quem deve ser punido?
(x) Quem matou o estudante ( ) os administradores de páginas com conteúdo de direita
4) lembrando: "conteúdo de direita" é algo muito abrangente. É gente que é contra marx e a favor de mises OU estamos falando de eleitores do bolsonaro? Ou estamos falando de gente que odeia gays e e faz postagem de ódio na internet?
6) se foi a última opção, ainda sim, as pessoas que fazem postagens homofobicas tem q ser punidas pelos crimes que cometeram, e não por assassinato (a não ser, claro, q fique comprovado que cometeram o homicídio).

alícia

Anônimo disse...

Uma sociedade retrógrada e intolerante, ainda presa a vícios tão mesquinhos e valores tão reacionários. Os reaças não aguentam ver as transformações sociais que põem em xeque antigos plutocratas. Partiram para o vandalismo virtual e violência física, não satisfeitos com o rancor e as ameaças que despejam feito lixo derramado nas mídias sociais.

São jovens que, a exemplo da canção "A Dança" da Legião Urbana, foram descritos por Renato Russo como "indivíduos que se acham tão modernos pela questão da idade". Tinham o verniz do visual arrojado, tatuagens, palavrões, jeitão bagunceiro, das diversões, do humor corrosivo, do jeito animado e do aparente dom de comunicabilidade.Há psicopatas que surgem de pessoas animadas, descontraídas e muito faladoras. Gente que adora contar piada e parece muito alegre, simpática e divertida.

Fora dos limites digitais, quatro suspeitos de terem matado Diego Vieira Machado estão sendo investigados. Seriam quatro universitários, e não se sabe se eram rapazes pouco enturmados ou se são pessoas de grande carisma social.

Em tempos de plutocracia, devemos tomar cuidado justamente com os que são extrovertidos demais e muito carismáticos. É preciso tomar cuidado com quem detém prestígio e poder. Afinal, é um Brasil desgovernado através de um projeto político cheio de ideias retrógradas. Um governo temeroso (em todos os sentidos) respaldado pela "galera irada" que pediu para esse cenário político fosse consolidado.

Machistas, homofóbicos, racistas, patriarcalistas, patrimonialistas, incapazes de ver a hora e a vez daqueles que não são a sua turminha nem os pretensos detentores de poder decisório. É lamentável que haja gente que não aguente os novos valores sociais e que ficam com mesquinharia.

A própria sociedade machista também não aceita que homem possa se relacionar sexual-afetivamente com homem. E aí acabaram com um universitário que tinha a orientação homossexual. E era negro. E aí tem o caso do racismo, que não aceita que negros ultrapassem os limites dos papéis pré-determinados pela sociedade plutocrática. Negros e negras só podem rebolar, jogar bola, fazer papel de escravos, garis ou domésticas, e isso quando não há coisas piores como se prostituir, ser vítima de pedofilia quando menor de idade etc. Quando esses limites são ultrapassados, a rebeldia plutocrática dos reaças entra em ação com seus atos vingativos.

Muitos desses valentões são gente considerada "divertida" e "animada" nas redes sociais. Daí o "sucesso" desses atos tão mesquinhos, tão covardes, tão humilhantes, tão perversos. É quando cai a máscara do "irreverente admirável" e seus amigos "igualmente divertidos". Demonstrando-se homofóbicos, machistas, racistas e outras posturas reacionárias.

Tudo a ver que haja um governo temeroso que quer retroceder o país. A sociedade que apoia esse projeto de poder é retrógrada e, em diferentes episódios, mostra o seu grau de intolerância social e não-aceitação das transformações que aconteceram em nosso país e que ameaçam ser revertidas.

Infelizmente, há quem acredite ser possível fazer uma marcha-a-ré da História. Mas a ditadura militar já ensinou que esse caminho é perigoso e desastroso. Daí que a marcha-a-ré de 1964 e 1968 só conseguiram provocar mais crises. A de 2016 não será diferente.

Anônimo disse...

Pesquisa no Google que tu paga menos mico querida, aceita... Disse sim, bjs no core recalque !

Anônimo disse...

E a propósito, sou de esquerda. Aceita que dói menos KKKKK

Anônimo disse...

Bem, você vai ter que me desculpar, mas não concordo com seus exemplos...

Olha, os homens são promovidos mais facilmente, continuam ganhando mais e são a maioria esmagadora no topo da hierarquia corporativa, isso não é segredo para ninguém, certo ?

Com objetivo de deixar este cenário mais igualitário, muitos países têm adotado sistema de cotas para mulheres... Mas é importante destacar que ninguém as obriga a participarem - assim como não obriga os homens a isto - apenas dá a oportunidade delas participarem da política da mesma forma que os homens participam. Não é imposição. Isto é algo que o feminismo lutou durante muito tempo para que acontecesse, sabia ?

Não vejo como obrigação, mas como uma conquista das mulheres que almejam tais cargos a décadas, mas sempre foram impedidas pelos caras que estavam no poder... É uma chance de igualdade entre nós - homens e mulheres. Não seria perfeito ?

E em relação á seu segundo ponto, eu o compreendi perfeitamente.

Mas, suponhamos que um cara tenha a mesma formação que uma mulher. Ambos são destinados a um determinado cargo.

Mas, em tal cargo (não importa qual seja, tais fatos que relatarei ocorrem em TODOS os cargos, sem exceções) as mulheres recebem, em média, apenas 83,9 unidades monetárias por 100 unidades monetárias recebidas pelos homens, de acordo com a CEPAL.

Se a remuneração recebida por ambos os sexos por anos de estudo são comparadas, observa-se que elas podem ganhar até 25,6% menos do que seus colegas do sexo masculino em condições semelhantes !

Quero a igualdade em que a mulher e homem receba 100% do salário do cargo. Entendi o que você quis dizer, que profissional ruim deve ganhar menos independente do sexo...

Porém, creio que, se tal cargo determinou o salário específico - ambos tem que recebê-lo igualmente e sem alterações no mesmo. A solucão para os funcionários ruins ? Primeiro avisa eles. Depois, ou melhoram, ou rua !

Qual o sentido de defender a igualdade sem igualdade ? Precisamos pensar no contexto, e escolher o caminho mais lógico a se seguir.

~A.A.

Anônimo disse...

cesc biavati fala muito e fala bosta (nem li e nem lerei)

e esse 16:50 é outro q fala até pouco, mas fala bosta tb

Mais um vez: q SE DANE O CATOLICISMO (doença mental), fascistas tem q morrer, e fascistas são de direita

Anônimo disse...

cesce fala demais, e fala muito porcaria tb, pqp, nem perco meu tempo lendo esses vômitos, como um lixo desse passa pela moderação? tenha santa paciência

Anônimo disse...

bolçomerda é pior q a bosta do cavalo do bandido, um vômito humano

Anônimo disse...

religião, homofobia, direitismo

são doenças mentais

Anônimo disse...

Cesc... Você sabia que existem ateus ? Pare de levar as coisas para o lado religioso !

Que Deus é este que permite tanta dor e maldade ? Que Deus é este que se cala diante das atrocidades humanas ? Que Deus é este que permite o sofrimento dos inocentes ? Como explicar os genocídios ocorridos na Bíblia e os atos bárbaros feitos pelos humanos por tal religião (a única correta dentre as outras duas mil existentes, né ?) ? E são tantas e tantas coisas que ficaria aqui até amanhã as listando...

Mas enfim, Levítico é o livro que condena a homossexualidade, correto ? (E eu creio que a Bíblia seja o Livro de todas as Igrejas...)

Porém ele também condena :

Não comer carne de porco (Levítico 11:07)

Não comer alguns frutos do mar (Levítico 11:12)

Não comer fruta de uma árvore com menos de três anos (Levítico 19:23)

Não fazer o cruzamento de raças de animais (Levíticos 19:19)

Não cultivar duas plantas diferentes em um mesmo jardim (Levítico 19:19)

Não semear a Terra mais do que sete anos (Levítico 25:04)

Não usar uma vestimenta tecida com fios diferentes (Levítico 19:19)

Não cortar o cabelo (Levítico 19:27)

Não raspar a barba (Levítico 19:27)

Não fazer tatuagens (Levítico 19:28)

Mas porque será que só a homossexualidade é lembrada ?

A coisa mais engraçada do mundo é cristão falando em Biologia ! Já que, segundo eles, Jesus nasceu de uma mulher virgem e Adão veio do barro e a Eva foi criada da costela de Adão... Bem, cadê a Biologia nisso ? Me poupe...

Aliás, vocês sabiam que o comportamento homossexual já foi observado em cerca de 1.500 espécies ? Isso é biologia. Pasmem !

Tenho certeza que já falei isso em algum outro post... Assim como todas as coisas são ditas, e ninguém ouve, é preciso recomeçar (triste sina de um feminista ??)

~A.A.

Anônimo disse...

Vergonha alheia desse cesc biavati.

Cesc Biavati disse...

6 de julho de 2016 21:21


Todas suas citações são do velho testamento e são costumes judaicos (levítico). O novo testamento não tem nenhuma dessas citações e sequer Jesus chega a falar sobre homossexuais. Apenas fala sobre atos sexuais ilícitos que se encontram no Evangelho de Mateus. Sim, eu sei que existem ateus, inclusive já fui ateu e niilista ainda por cima. Não sei porque tanto ódio, pois não xinguei ninguém aqui.

E o que tem a ver existir cavalos marinhos ou golfinhos gays com a sociedade humana? Não tem sentido esse argumento seu. Partir da premissa que se existem na natureza, também é válido para a sociedade humana é uma interpretação darwinista puramente biológica da vida. Raciastas também pensavam assim com relação ao extermínio de raças inferiores, pois era natural da própria espécie humana evoluir. O próprio Darwin afirmou isso em seu livro "The Descent of Man (A Descida do Homem)".


Anônimo disse...

O Brasil vive uma de suas piores crises econômicas, mérito do PT e seus 13 anos de populismo, gastos desenfreados, um Estado aparelhado, muita corrupção, incompetência e um fascínio pelo socialismo. O resultado prático é desemprego, inflação (tudo mais caro) e falta de poder de compra nas camadas mais pobres da população. Mas e claro para esquerda a solução e mais populismo e mais utopia tosca.

Maria disse...

Como descrito cientificamente pelo psiquiatra Lyle Rossiter, o esquerdismo que é uma doença mental.

Para salvar-nos de nossas vidas turbulentas, a agenda esquerdista recomenda a negação da responsabilidade pessoal, incentiva a autopiedade e outro-comiseração, promove a dependência do governo, assim como a indulgência sexual, racionaliza a violência, pede desculpas pela obrigação financeira, justifica o roubo, ignora a grosseria, prescreve reclamação e imputação de culpa, denigre o matrimônio e a família, legaliza todos os abortos, desafia a tradição social e religiosa, declara a injustiça da desigualdade, e se rebela contra os deveres da cidadania. Através de direitos múltiplos para bens, serviços e status social não adquiridos, o político de esquerda promete garantir o bem-estar material de todos, fornecendo saúde para todos, protegendo a autoestima de todos, corrigindo todas as desvantagens sociais e políticas, educando cada cidadão, assim como eliminando todas as distinções de classe. O esquerdismo radical, assim, ataca os fundamentos da liberdade civilizada. Dadas as suas metas irracionais, métodos coercitivos e fracassos históricos, juntamente aos seus efeitos perversos sobre o desenvolvimento do caráter, não pode haver dúvida da loucura contida na agenda radical. Só uma agenda irracional defenderia uma destruição sistemática dos fundamentos que garantem a liberdade organizada. Apenas um homem irracional iria desejar o Estado decidindo sua vida por ele, ao invés e criar condições de segurança para ele poder executar sua própria vida. Só uma agenda irracional tentaria deliberadamente prejudicar o crescimento do cidadão em direção à competência, através da adoção dele pelo Estado. Apenas o pensamento irracional trocaria a liberdade individual pela coerção do governo, sacrificando o orgulho da autossuficiência para a dependência do bem-estar. Só um louco iria visualizar uma comunidade de pessoas livres cooperando e ver nela uma sociedade de vítimas exploradas pelos vilões.

(Sinopse do livro: The Liberal Mind: The Psychological Causes of Political Madness, de Lyle Rossiter)

Anônimo disse...

Cesc você carece de um problema de interpretação

Todos os atos que Jesus praticou, o acolhimento que ele deu às minorias tratavam-se de atos humanitários que demonstram imensa compaixão com o ser humano. Quando um grupo de pessoas se preocupa com homossexuais, pessoas de rua, prostitutas, doentes e outros excluídos da população, a própria direita conservadora taxa esses comportamentos de esquerdopatas e comunistas, quando são atos simplesmente humanitários.
Não jogue esse discurso na minha boca, são vocês mesmo quem se vangloriam do politicamente incorreto e de que qualquer um que se importe com grupos marginalizados é comunista esquerdopata. Novamente te convido à reflexão: quem está ojerizando grupos sociais, inclusive com esse discurso de "não gosto do ato sexual homossexual" e usando isso para agredir e perseguir as pessoas? Sinceramente, espero que vocês reacionários e conservadores comecem a repensar o discurso que estão repetindo. Não adianta ir à missa todo domingo e criar filho para apedrejar prostituta.

Anna

Anônimo disse...

E a propósito, Cesc, sou judia. Não acho minha religião perfeita, mas critico e muito o que as pessoas tentam fazer em nome da religião, inclusive, utilizar-se dela para justificar atos pavorosos e desumanos. Critico religiosos hipócritas que se colocam num pedestal e apontam o dedo para o erro alheio, mas não suportam que dedos sejam apontados para eles mesmos. Critico quem enche a boca para falar de Cristo, mas tem ojeriza ao tipo de pessoa que ele ajudava.
Outro erro seu, que corrobora meu discurso, é acreditar que qualquer um que aponte os erros da direita + seja feminista e/ou pró-homossexuais ou qualquer coisa que desafie o sagrado homem branco cristão ocidental, é de esquerda, é comunista, é hippie. É uma questão de direitos humanos que transcende ideologia política. Infelizmente, há pessoas com o pensamento igual ao seu que acham que não oprimir ou pregar discurso de violência é ser de esquerda.

Anna

Anônimo disse...

Anna, sua colocação é perfeita. Deixo abaixo parte de um texto da Luísa Gadelha (que trata do ódio reaça à fala da Mônica).

"É vergonhosa a maneira como a direita brasileira vem se comportando: sem checar os fatos, distorce discursos e pautas dos direitos humanos que deveriam estar presentes em toda e qualquer sociedade, e transformam-nas em temas exclusivos da esquerda. Desde quando a luta por mais direitos como a igualdade de gêneros, igualdade racial, casamento homoafetivo e afins é coisa de 'comunista'?"

Se isso é ser comunista, todos deveriam ser comunistas.

Anônimo disse...

O problema não está na luta por mais direitos, o problema é utilizar a luta por direitos para destruir a moral judaica/cristã, a família e a propriedade privada e assim facilitar a implementação do comunismo. Tudo isso de forma sorrateira e implícita, sem que a maioria da população perceba. Quem leu Gramsci sabe disso.

Anônimo disse...

Desde quando a luta por mais direitos como a igualdade de gêneros, igualdade racial, casamento homoafetivo e afins é coisa de 'comunista'?"


Exatamente, mas é que aqui seguem um lunático chamado Olavo de Carvalho, adepto de teorias conspiratórias de todas as formas.

Anônimo disse...

"moral judaica/cristã, a família e a propriedade privada"

todos esses lixos tem mais é q se lascar

Anônimo disse...

depois dessa, nada mais me convence do contrário q câncervadorismo (como o nome já indica) e direitismo são DOENÇAS MENTAIS

Fascistas morram, por favor

Anônimo disse...

"É vergonhosa a maneira como a direita brasileira vem se comportando: sem checar os fatos, distorce discursos e pautas dos direitos humanos que deveriam estar presentes em toda e qualquer sociedade, e transformam-nas em temas exclusivos da esquerda. Desde quando a luta por mais direitos como a igualdade de gêneros, igualdade racial, casamento homoafetivo e afins é coisa de 'comunista'?"

Se isso é ser comunista, todos deveriam ser comunistas."

CORROBORO

Anônimo disse...

Alícia...

Primeiro, vamos ao post :

"Em junho, um grupo de quinze ou trinta fascistas foi bem sucedido em invadir a UnB. Usaram uma arma de choque, atiraram bombas, e gritaram para os estudantes "Gay safado parasita! Maconheiro! Vai pra Venezuela! É Bolsonaro presidente, porra!"

Agora tenha em consideração que Bolsonaro é um líder de direita, logo, seus seguidores também. Eles agem em nome da direita, correto ? Pregam seus valores, certo ? (Qual a lógica de seguir um grupo se você não concorda com ele ?)

E a direita coloca o patriotismo e os valores religiosos e culturais tradicionais acima de quaisquer projetos de reforma da sociedade, né ?

Claro que, como você falou, alguns não são tão extremistas assim, mas compartilham o mesmo ideal, os mesmos valores (conservadores, devo dizer)...

Mas como levar a sério os que você disse serem os verdadeiros membros da direita se os outros têm tais discursos preconceituosos ? Eles não são um todo ?

Se todos os membros agissem com respeito, creio que poderíamos dialogar e vermos algo que acabasse com tal rivalidade de direita e esquerda. Mas enquanto alguns de seus membros agirem assim, não terá como...

E em relação ao caso, membros de direita ameaçavam o cara, e após a maneira que ele foi achado morto, ficou claro que algum grupo extremista de direita fez isso. Por causa de seus valores e ideais, suponho...

~A.A.

Anônimo disse...

Ué, então o Velho testamento, a primeira parte do livro bíblico, não deve ser levado a sério pelos cristãos ?

Você disse que devemos ignorar o fato de tais coisas estarem no Velho testamento, não é ? É velho mesmo ! E é do povo judeu (o que deu origem ao cristianismo) - eles são totalmente diferente de vocês !

E o Novo Testamento, que foi escrito uns 300 anos depois do Velho, é o mais correto - o mais atual !

Aliás, você sabia que a Bíblia têm uns 2000 anos de existência ? Seguindo tal lógica, deveriam ter sido criados outros capítulos, mais atuais !

Afinal, os tempos mudam, não é ? Te garanto que os valores do Novo Testamento não são tão novos assim... Devemos levar em conta mesmo assim ? Ainda de acordo com sua lógica, não, não devemos !

E não é ódio, é o fato das suas idéias serem tão absurdas que não dá pra engolir... Pesquisa mais antes de falar abobrinhas... Poupa a gente de ter que ler essas coisas aburdas e sem contexto.

Aliás, quis dizer que VÁRIOS animais tem tais tendências homossexuais. O que deve significar que é algo natural né ? Ou eles também precisam da cura gay ?

É essa a relação com o humano. Não deveríamos criticar algo que é, biologicamente e psicologicamente falando, natural !

Ah, e a teoria de Darwin pelo menos teve lógica, ao contrário da Bíblia, né ? Afinal ele estudou e procurou comprovar suas teorias... Apresentando algumas provas concretas. Já a Bíblia fala que Jesus nasceu de uma mulher virgem, não ? Algo que deveria ser humanamente, cientificamente e biologicamente impossível... Que curioso ! Mas cadê a prova que isso realmente tenha acontecido ? Huh ?

E nos comparar com nazistas, é ironia né ? Um povo que não tinha um pingo da noção que temos de direitos humanos, liberdade e igualdade ? E sendo que lutamos por isso ? Aliás, você ouviu as histórias de pessoas alemãs que ajudaram os negros e judeus nessa época ? Antes do mimimi, teve sim, é SÓ pesquisar... E você também percebeu que o pessoal oprimido pelo nazismo é o mesmo que lutamos para que tenham direitos respeitados ? Bem... Ótima piada !

~A.A.

Anônimo disse...

11:13 Vamo lá

-Como gays terem os mesmos direitos civis que heteros iria destruir a família? Muito pelo contrário, teríamos novas famílias com pais dispostos a adotar crianças jogadas fora pelos heterossexuais.
- O fim da violência doméstica destroi a "família"? Bem, se pra você é mais importante ter o papai batendo e violentando a esposa e os filhos for sinônimo de felicidade, espero que essa família vá para o ralo mesmo.
- Dar maiores oportunidades aos pobres de estudar e possuírem um emprego digno é destruir a família? O certo seria manter a concentração de renda, para estimular que pais de família desesperados para manter os seus entrem para o sedutor, porém perigoso mundo do crime. A direita neoliberal deveria gostar de mais pessoas com acesso à renda, consumindo, gerando empregos...

Anônimo disse...


Sobre os atos da UNB:

"Em junho, um grupo de quinze ou trinta fascistas foi bem sucedido em invadir a UnB. Usaram uma arma de choque, atiraram bombas, e gritaram para os estudantes "Gay safado parasita! Maconheiro! Vai pra Venezuela! É Bolsonaro presidente, porra!"

Lembre-se que antes dessa manifestação houveram episódios de violência em manifestação em apoio a monarquia:
http://www.metropoles.com/distrito-federal/video-manifestacao-de-apoio-a-monarquia-termina-em-porrada-na-unb

E ainda, uma jovem de direita foi agredida verbalmente num debate:
https://www.youtube.com/watch?v=lycvcEqGjZ4

Há violência e ódio em ambos os lados!

Anônimo disse...

cesc=maria

Anônimo disse...

Esses ditos ''monarquistas brasileiros'' são ridículos, vomitam tanto a mesma ladainha sobre os países escandinavos terem monarquia para justificar a idolatria deles pela família bragança e pelo séc XIX, mas o que menos querem aqui é um país progressista como são os países desenvolvidos que tenham monarquia.

Anônimo disse...

Me emociono quando vejo Janaina Pascoal tão objetiva e focada no seu trabalho. Se todas as mulheres fossem como ela, o Brasil estaria melhor!