domingo, 31 de julho de 2016

BREVES E DESLUMBRANTES FÉRIAS DE JULHO

Por do sol na Praia do Guajiru, CE. Foto do Silvinho, vulgo maridão

Ainda estou um pouquinho de férias, mas viajar, viajar mesmo, já acabou. Só um final de semana numa praia próxima a Fortaleza antes de começar as aulas.
Maridão tirando foto de
pedra opressora 
Como eu já disse, tive e terei poucas férias este ano porque substituí uma colega na coordenação, em fevereiro, para que ela pudesse tirar sua merecida folga. 
Portanto, agora em julho, foram apenas dez dias de viagem com o maridão. Primeiro fomos a Quixadá, no sertão cearense. 
É uma cidade ajeitada, que já tinha me causado boa impressão quando estive lá pela primeira vez, em novembro, para um lindo congresso de gênero no sertão! 
A cidade é toda rodeada por montanhas de pedra, chamadas de monólitos. E eu nunca vi tantos urubus juntos na vida. Adoro urubus, acho as aves bonitas quando estão paradas, e magníficas quando planam no ar. 
Quixadá é a cidade de uma das maiores escritoras brasileiras, Rachel de Queiroz. E tem o Açude do Cedro, o açude mais antigo do Brasil, começado a ser construído em 1880, e pode se tornar Patrimônio Mundial da Unesco (a solicitação já foi feita).  
O açude é o principal cartão postal da cidade. É majestoso e vale a visita, mesmo que, por causa da seca, ele esteja com pouca água. 
De lá dá pra ver a Pedra da Galinha Choca, um monólito que realmente tem esse formato, e que o maridão ficava chamando de águia. 
Ficamos no que parece ser o maior hotel de lá, o Vale das Pedras, com duas piscinas convidativas. Eu só posso reclamar do barulho (por que o pessoal de hotéis e pousadas acha que precisa ter música alta tocando o tempo todo? Eu gosto tanto do silêncio!), das poucas tomadas no quarto, e dos pernilongos. Tinha muitos na cidade, inclusive dentro do quarto. 
Depois fomos para Jericoacoara. Estivemos lá pela primeira vez há 3 anos e meio, só por dois dias. Agora ficamos quatro dias, o que é bem melhor.
Jeri deve ser a cidade turística mais cara do Ceará. Não há muitos hotéis ou pousadas em promoção, principalmente agora em julho e agosto (e o pessoal me contou que a cidade está sempre cheia de turistas. Não conhece baixa estação). 
É uma vila em Jijoca, com apenas um quilometro quadrado de área. Mesmo assim, tem 280 pousadas, segundo o guia, e uma excelente infra-estrutura de restaurantes. 
Não que a gente foi a esses restaurantes. Creio que só comemos sorvetes. Muitos sorvetes. 300 reais em sorvetes, pra duas pessoas, em quatro dias. Faça os cálculos. Cada copinho de 180 ml (três sabores) saía por R$ 14. 
Eu comendo 3 sabores de sorvete de
chocolate
O Gelato Grano é o melhor sorvete do Ceará, sem qualquer sombra de dúvida, e arrisco dizer, do nordeste. Falam tão bem de algumas sorveterias de Maceió, que são boas mesmo, mas não chegam perto dessa marca. Quando fomos a Jeri em 2012, tinham acabado de inaugurar a loja, bem na praça central. Agora abriram uma outra lojinha mais perto da praia. Fora de Jeri, só em Teresina, por enquanto. 
Jeri é cara porque é o preço a se pagar para ficar num paraíso sem carros. Pra chegar a Jeri tem que passar por um parque ecológico, o que pra gente, com o nosso carrinho Uno Mille, só é possível se for dirigido por um guia. Se não vai atolar na areia o tempo todo. Depois tem que deixar o carro no estacionamento da vila (R$ 10 por dia). Pra fazer passeios, tem que contratar buggy e/ou guia. 
Eu com nosso guia, Zé Carlos, na entrada de Jijoca
Da outra vez, em 2012, fomos com buggy. Desta vez um guia, o Zé Carlos, nos levou no nosso carro, por R$ 130 pelo dia, pra ficar a nossa disposição. Tem que ir a lugares incríveis como a Lagoa Azul (com pouca água agora, mas perfeitamente aproveitável) e a Lagoa do Paraíso.
Eu entrando na Lagoa Azul
O guia nos contou que um italiano pagou 9 milhões de reais pela Lagoa do Paraíso (ou um grande pedaço dela) e vai construir um resort por lá. Eu sou totalmente contra a privatização desses espaços públicos. Por enquanto, qualquer um pode estacionar e entrar. 
Lagoa do Paraíso: quem precisa ir ao Caribe?
Ficamos na Pousada do Papaya, muito boa, com um ótimo café da manhã. Dormi super bem. Nos quatro dias em Jeri, não vi um único pernilongo.
Jeri é um lugar especial, incrível, único. Acho que precisamos voltar lá a cada dois ou três anos.
Mesas pintadas em restaurante em frente à praia em Jeri
Como Jeri é bastante longe de Fortaleza (300 km de distância, dá entre 4,5 e 5 horas de carro; estamos acostumados a praias mais próximas), compensa parar em alguma cidade no meio do caminho. 
Nascer do sol (só o maridão tá vivo nesse horário) na espetacular Guajiru
Da outra vez, ficamos na badalada Flecheiras. Agora, em Guajiru. 
Por do sol em Guajiru. O pontinho no sol é alguém fazendo kitesurfing ao fundo
Na realidade, Flecheiras, Guajiru e Mundaú (que ainda não conhecemos) fazem parte do município de Trairi. A praia de Guajiru é fabulosa, mas peca no quesito de restaurantes. Há pouquíssimas opções durante a semana. 
Nos hospedamos numa boa pousada, a Surf Village, que tem três piscinas e está com um preço promocional incrível: pagamos R$ 200 por duas diárias. 
Guajiru tem um por do sol fantástico, como pode ser visto nessas fotos do maridão.
Considerando tudo, nossa viagem de dez dias custou R$ 2.800. 1.560 de estadia 
(480 pelas quatro diárias em Quixadá, 880 pelas quatro diárias em Jeri, e 200 pelas duas diárias em Guajiru), 300 de gasolina, 270 com guia e estacionamento em Jeri, e 660 em comida (quase metade disso em sorvetes em Jeri). 
Jeri
Pra quem planejava conhecer Aracaju (que não é longe de Fortaleza), não tá caro. Mas se comparar com o que pagamos até agora pelas duas semanas que tiraremos em Santiago e Buenos Aires, em janeiro de 2017 (já gastamos R$ 3.060 em estadia e passagens aéreas, se bem que aproveitamos as milhas; vai faltar gastos com comida, transporte interno e excursões), não é barato.
Foi excelente pra repousar, repor as energias, nos desligar do mundo, e fazer uma comemoração prévia dos nossos 26 anos juntos (nosso "aniversário" é 11 de agosto). 
Casal velhinho romântico em Quixadá
E vocês aí do blog nem notaram que eu tava viajando, né?

18 comentários:

Anônimo disse...

O Ceará é uma delícia.Lola confesso que acho estranho quando vc coloca os valores das suas despesas de viagem. Fica parecendo que estar prestando contas por estar viajando.

Anônimo disse...

Acho q ela faz isso para dar uma noção de custo para quem se interessar em viajar também

lola aronovich disse...

Isso mesmo, anon das 20:09! Eu detesto posts que falam de férias e não mencionam custos, então tento não repetir o que pra mim é um erro. Fora isso, muitos desses posts de viagens que coloco aqui (quase sempre nos finais de semana, dias em que blogs morrem) são mais pra registro próprio. As fotos ficam aqui arquivadas, mais fácil de procurar.

Luciana disse...

Eu Adoro seus posts de viagem. Da uma vontade danada de conhecer o Nordeste!

Anônimo disse...

Ferias merecidíssimas para a Lolinha e o maridão!!! =D

Também adoro urubus!!! Quando estava na faculdade eu cuidei de um filhotão com a asa machucada!!!

Aproveita aí, Lola... come sorvete até sair pelas orelhas!!! 0/

Jane Doe

Julia disse...

Dá uma dó quando vejo vc comendo só sorvete de chocolate. Eu sei que vc é chocólatra mas vc não provou nem um pouquinho sorvetes de frutas exóticas ou típicas da região? Sorvete de chocolate tem em qualquer sorveteria. Tá, parei.

Claire disse...

Tem que colocar os preços mesmo, ainda mais eu que amo viajar e direto procuro promoção... se eu me interessar, pelo menos vou saber se está ao meu alcance

Anônimo disse...


lindas fotos! merecido descanso. beijo! Iza

Fernanda Vilar disse...

Que delícia! E que linda você está nas fotos, adorei a de camiseta branca com chinelos na mão e o reflexo na água. Pode imprimir e colocar no porta retrato de Diva!
Muito obrigada pelo cuidado com a postagem sobre viagens, nos inspira e nos dá uma noção do quanto se gasta.

beijo

Bia N. disse...

Fotos lindas, Lola! O Silvio tem o maior talento pra fotos, né? E que foto maravilhosa sua de branco. Que pernas! Coloca essa em um porta retratos

Anônimo disse...

Lola, está preparada para perder o seu emprego?

Temer vai acabar com esse ninho ideológico que são as universidades públicas.

Izabel disse...

Uaaal que delícia. Lola eu também sou do tipo que amaaaa silencio em viagem.
Que lugares deliciosos.
É legal sim colocar os valores, assim outras pessoas podem se programar também ;)

Anônimo disse...

Pois eu gosto muito quando coloca os valores... amo viajar e o post se torna ainda mais útil! Lindas as fotos!

Eu mesma disse...

Lindo lugar! Deu vontade de conhecer, é bom ver os preços para poder se programar. Mas 14 reais num potinho de sorvete??! Eu ia sair de lá falida, amo sorvete e provavelmente só compraria de chocolate kkkk n sei se sou chocolatra, n como chocolate sempre mas se for comprar sorvete ou qualquer doce tem que ser de chocolate.
Q bom q voltou Lola!

Anônimo disse...

Lola, vc adorou o sorvete né?
Saiba que isso é fruto da iniciativa privada dentro de uma economia de sistema capitalista

Blanca disse...

Lola, que delícia de post! Que fotos MARAVILHOSAS! Você está linda. Um beijo. <3

Guidi Vieira disse...

Lola, estas fotos são pura covardia <3
Ceará é puro amor!

Anônimo disse...

a) Lola adoro seus posts boas férias.