domingo, 20 de julho de 2014

"E VOCÊS MENINAS, COMO PAQUERAM OS HOMENS?"

Assim. E como funciona! (mas pergunte-se: funciona pra quê?)

O post sobre cantadas foi um show de recalque de mascutrolls que obviamente não acreditam que a maior parte de mulheres detesta grosserias
Um deles perguntou nos comentários: "E vcs meninas, como paqueram os homens? Mas quando digo paquerar, digo tomar a iniciativa, e não ficar fazendo pose, como se fosse a bola de ouro da FIFA, esperando que ele tome a iniciativa, pelo 'maravilhoso premio que é vc'".
Duas moças responderam usando fina ironia que mascus, com sua inteligência limitada, não vão entender. Vamos aguardar os gritos de "misandria!" e "incitação ao crime".
Fabi: "Já que quer saber como eu paquero os homens, vou te falar. 
"Primeiro eu escolho um cara na balada com roupas de grife, que tenha atitude e liderança. Daí seguro ele pelos cabelos enquanto ele estiver passando, coloco minha mão entre as pernas dele e digo 'Vou te chupar todinho'. Se ele me afastar ou me olhar com cara de prêmio bola de ouro Fifa, torço o braço dele até quebrar ou dou um murro no nariz dele, afinal: como ele pode me desprezar?"
Ira ou Nia: "Não sei as outras, mas eu brado 'AÊ, GOSTOSO' e meto a mão na bundana dele, se ele ousar repudiar minha atitude, delicadamente o ameaço com minha peixeira, enquanto afirmo: 'Vai mesmo regular mixaria? Tá se achando, hein, guri?'. Nunca obtive sucesso; talvez alguns homens prefiram ser tratados como gente. Natural, afinal quem os entende? C* doce, no fundo eles gostam de abusos, né? Obs.: Tive a sorte de encontrar bons professores."

125 comentários:

ThiagoE disse...

Ok, a resposta irônica foi enviada para quem está endereçada.

Agora sem ironias e extremismos:
Como vocês mulheres se aproximam dos homens?
Já sentiram alguma vez que foram descortês?


Só por curiosidade.

Anônimo disse...

kkkkkkkkk ah é assim mesmo que todos homens cantam as mulheres,a gente chega junto metendo a mão em suas vaginas,puxando cabelo,torçendo o braço e se tivermos afim ,as obrigamos a transar ali mesmo no meio da balada....

cantada e assédio/agressão são coisas diferentes mas isso vcs n são capazes de entender.
já vi mulher dizendo que se sentia oprimida e ofendida,até se o cara dissesse "vc é bonita".
daqui a pouco, um homem olhar para uma mulher será considerado agressão.

Anônimo disse...

Feminista paquerando uzomi?
Kkkkkkkkkkkkkkkk, sabe de nada inocente! Kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Eu amei as respostas. Só mesmo mascu pra não entender depois dessa...

Erres Errantes disse...

hahahahaha, ótimas respostas.

Anônimo disse...

Eu acho que deveríamos desistir delas. Eu há mais de um ano, depois de muito treino, consigo nem mesmo olhar para mulheres na rua. Não é impossível. Acho que o ideal é que os dois lados se ignorem nesses aspectos eróticos, assim impedimos que os direitos das mulheres sejam violados e promovemos o fim da propagação da violência.

Anônimo disse...

O jeito é não falar, olhar pro chão, colocar um fone de ouvido e interagir só pela web no S5, por que tá dificil.

O fim disso será a paz oprimida, e vigilância liberada.

Anônimo disse...

FEMINISTA LOLA INCITA MULHERES A ABUSAREM SEXUALMENTE DE HOMENS. MANDEI SUA PAGINA PARA O MP, PODE AGUARDAR INTIMAÇÃO.

Anônimo disse...

Eu acho cantada uma coisa meio ridícula. Quando realmente estou afim de um cara, dou uma mãozinha p ele não precisar passar por isso.
Agora, se é um babaca, eu deixo ficar me cantando, não vai dar em nada mesmo e eu me divirto :P

Anônimo disse...

Falando do tempo! Óbvio!

Como eu não sou de frequentar baladas e ~a noite~, sempre comento do clima.

O rapaz está no ponto de ônibus, chego e comento olhando para o rosto dele "Nossa, que vento não é mesmo?!". Funciona até em elevador.

Se o cara continuar a dar trela pra conversa, continuamos a conversar. Se o assunto morreu ali ou ele não quer continuar ou está pensando em outra coisa. Não insisto, por razões.

E ah, pessoas com fone de ouvido dificilmente querem ser incomodadas.

O resto é saber desenvolver e levar a conversa.

Danilo disse...

Resposta: Muitos homens interpretam a "pegada" como um comportamento ditatorial. A pegada é um ato de coerção. Mas isso funciona em muitas situações. A mulher é assediada por um cara e tenta se afastar dele. Subitamente, o cara tenta beija-la a força. Ela vira o rosto. Mas o cara continua tentando e finalmente consegue. A mulher aceita o beijo e então engata o beijo e continua beijando ardentemente como se a coerção não tivesse existido.

Muitas mulheres se rendem a este ato de coerção dos homens e depois gostam. Quando eu era novo fiz algumas vezes isso e muitas vezes eu conseguia pega-las e depois elas gostavam. Parece que as mulheres nas baladas e micaretas preferem um comportamento agressivo do que o homem chegar todo "bonzinho" e perguntando: de onde é; vem muito aqui? e blabla...e todas aquelas receitas de bolo que os homens acreditam pra pegar mulheres.

Mallagueta Pepper disse...

ThiagoE, vou te perguntar a mesma coisa: como os homens se aproximam das mulheres? Vc consegue dar uma única resposta objetiva que englobe todos os 3,5 bilhões de homens que existem na terra? Não?

Eu tb não tenho como te dar uma única resposta que se aplique a todas as mulheres porque como seres humanos, cada uma tem suas diferenças e seu jeito de ser. Mas uma coisa é certa: enão é dessa forma grosseira que vc viu nas duas respostas.

Como vivemos numa sociedade machista, que não costuma aceitar com naturalidade que mulheres tomem a iniciativa, então muitas vezes nós fazemos isso de uma forma mais sutil e discreta. Muitas, inclusive, conseguem fazer as coisas como se o homem estivesse tomando a iniciativa, não elas, porque muitos de vcs infelizmente vive na idade da pedra. Mas, claro, isso não é uma generalização e não se aplica a todas as mulheres. São apenas os casos que eu já observei na minha vivencia.

Anônimo disse...

Quando será que esses caras vão entender as pessoas emitem códigos visuais? Se alguém deseja contato visual, interesse, demonstra. Isos é universal a homens e mulheres. Se alguém dá abertura, você chega falar com a pessoa e pronto. Isso exclui falar o que quer que sej a aalguém que está caminhando/indo pro trabalho/supermercado/passando, sem a pessoa sequer ter tido conhecimento da sua presenca e demonstrar interesse por voce. Ou pior, ter demonstrado medo. E isso se aplica a homens e mulheres. Afinal, voces homens estao elogiando somente as bonitas né? Imagina as mulheres assediando o cara mais bonito da rua, ele vai desdenhar do mesmo modo que as mocas bonitas fazem com vocês.

Mallagueta Pepper disse...

Anonimo 14:25, quem não entende a diferença de cantada e assédio/agressão são vcs, porque mesmo quando relatamos casos de violência, homem falando besteira e até agredindo, vcs vem com esse mimimi de que nem dar cantada pode mais. Vc mesmo mostrou isso claramente com sua resposta, pois nós mostramos dois exemplos de agressão e vc vem falar em cantada e paquera.

Agora, experimenta ter uma pessoa te olhando como se quisesse te arrastar pro mato e te violentar até a morte. Sabe aquele olhar de tarado, vidrado, fixo em vc sem nem ao menos tentar disfarçar? Aquele olhar feito não apenas pra olhar, mas pra intimidar, inferiorizar, deixar a pessoa com medo? Pois é. Vc ia gostar se alguém te olhasse dessa forma? Ia se sentir confortável?

Pois bem. Aprenda mais essa: olhar discretamente sem incomodar a pessoa é uma coisa. Girar a cabeça como a garota do exorcista e dar aquele olhar vidrado é outra muito diferente. Ninguém é mercadoria ou obra de exposição pras outras pessoas ficarem olhando. Só porque uma pessoa está na rua, não quer dizer que seja propriedade publica. Essa pessoa, seja homem ou mulher, ainda continua sendo uma pessoa que merece ter seu espaço respeitado.

Pra entender um pouco mais sobre como as mulheres são tratadas, te recomendo a página no FB Cantada de rua - conte o seu caso. Ah, claro, esqueci. Vc vai achar que é tudo frescura de feminazi chata misandrica que não quer ser abordada de jeito nenhum. Pois é. Cada pessoa vê as coisas de um jeito.

Anônimo disse...

E pro sujeito que disse que deveria desistir, sim, desista! Ninguem é obrigado a ficar com ninguem só porque esse alguém deu em cima. Não entendo esse draminha bobo de vocês, esse discurso é ridículo. A paquera é tão natural, as pessoas se gostarem. E pra voxês só funciona se você mexer com alguém passando na rua e dali com certeza é pra cama, ou pro altar. Pelo amor de deus.

Cão do Mato disse...

Eu tenho a impressão de que existe algum jogo de RPG onde as cantadas são desse jeito. E essas minas passam a maior parte do tempo jogando...

Anônimo disse...

Jaja um mascu coloca isso nometendo a Real falando com toda certeza de que as feministas so paqueram assim. Esse caras sao mentem na cara dura.

Anônimo disse...

Ah para o cara que esta curioso. Quando eu era adolescente, eu era muito timida. Eu encontrava o telefone do rapaz que eu estva afim, falava que gostava dele e se ele queria bater papo comigo. Falavamos por semanas ate eu ter coragem de ir em um encontro. Era bem divertido. Acho que nunca fui incoveniente. Quando eu sentia que o cara nao estava afim e papo, eu partia pra outra. Quando cresci, eu sorria para o cara e ele vinha conversar comigo. Ah ja mandei bilhetinho atraves do garcom tambem kkk. Agora casei e tenho que conquistar o mesmo homem varias vezes, mas de formas mais atrevidas kkk.

Patty Kirsche disse...

Eu sou tímida; costumo convidar os rapazes para mostrar o corpo pra mim através da webcam e guardo as imagens pra me vingar deles caso me desprezem no futuro.

Anônimo disse...

Ainda tentando desconstruir o mito do maníaco do parque, Lola? Veja o caso de Rodger:

http://www.byroncrawford.com/2014/05/tragic-irony-girls-want-to-bang-elliot-rodger-now-that-hes-dead.html

Quando ele era um garoto tímido e com problemas, nenhuma mulher o queria. Bastou que se tornasse um psicopata assassino, que virou atraente.

Mulheres gostam de marginais, de vagabundos e de toda a escória. É por isto que o patriarcado emergiu, não há como construir uma sociedade onde a mulher tem o direito de escolha pelo simples fato da mulher sempre escolher o pior, colocando em risco a própria civilização onde a mesma está inserida.

Léty Hyuuga disse...

Quando eles estão indo andando à algum lugar, diminuo a velocidade do carro e fico acompanhando eles, encaro com um sorriso no canto da boca (bem no estilo "se eu te pego, te arrebento") e pergunto se querem uma carona. E quando eles fazem cara de feia e dizem que não, eu digo "então vai pro inferno, seu puto mal comido" ou "anda com essa regata exibindo os músculos, e não quer que mecham". E se ele responder,vou seguindo ele por uma boa parte do caminho,até ele apressar o passo, assustado.

OBS: Eu vou e volto andando da academia, todos os dias, e já fizeram isso comigo várias vezes.

Sara disse...

Thiago E 14.25hs
cada mulher deve ter seu jeito, mas no meu caso, apenas me fazia notar procurando ficar próxima do cara q me interessa, no momento em q casualmente os olhares se cruzassem eu dou um sorriso discreto, geralmente depois disso se o cara tem interesse tb, ele toma a atitude de vir falar comigo.
Nunca tive coragem de chegar diretamente em nenhum cara, mas acho q se a mulher prefere assim, é um direito dela.
Mas nesses assuntos, acho q a natureza tem muito a nos ensinar.
Observando os animais como se comportam na natureza, geralmente são os machos q se exibem para conquistar a fêmea, e a iniciativa geralmente parte deles tb.
Isso não precisa ser uma regra, mas pra mim sempre funcionou.
Só q a possibilidade de um cara interpretar os sinais q uma mulher emite de interesse ou desinteresse é grande, e ele tem q aprender a lidar com frustrações, bem como mulheres q não consigam impressionar o cara q lhes interessa.
O problema é q parece q ha muitos homens q não suportam um não.

Anônimo disse...

Vou discordar da Sara, apesar de normalmente concordar com os posicionamentos dela por aqui.
Acho bem errado tentar espelhar no comportamento humano os padrões da natureza e biologizar isso. Acredito que a biologia só serve para as diferenças físicas elementares, psicologicamente eu penso ser bem possível passar por cima dela.
Acho que tanto homens quanto mulheres tem perfeita capacidade de abordar alguém que lhe interesse, assim como ambos os gêneros podem ter traços de personalidade que facilitem ou dificultem a abordagem propriamente dita.

lola aronovich disse...

Sai pra lá, doente misógino das 18:12. Isso é o melhor que vc pode fazer pra provar seu ponto? Deixar um link pra um blog mascu? As referências que vcs mascus colocam nos seus textos (quando colocam, claro) vêm direto do Instituto de Pesquisa Mascu As Vozes Me Disseram, né? Que nem aquele outro mito das feministas serem contra a pílula masculina, que vcs inventaram e divulgaram. Tente encontrar UM link pra esse mito (a menos que seja desmentindo) que não venha de páginas mascus. Não existe. A mesma coisa com o mito do maníaco do parque. Um sujeito desconhecido escreveu um livro obscuro falando das toneladas de cartas que o maníaco recebe na prisão. Alguém já leu esse livro? O cara entrevistou o maníaco? É um estudo científico, com alguma credibiliade?
Eu li os comentários em vários vídeo do Elliot Rodgers e boa parte era "E ele nem era feio!" ou "Ele era até bonitinho". Vc ir de "Ele era até bonitinho" pra "Se Elliot tivesse sobrevivido haveria uma fila de mulheres pra transar com ele na cadeia", hum, é uma conclusão absurda e típica de mascus.
Se houvesse qualquer verdade nessa estupidez de "mulheres só gostam de psicopatas", vcs mascus não teriam problema nenhum em atrair mulheres. E tudo que os outros homens não psicopatas teriam que fazer seria matar um montão de gente e esperar seu harém com 100 virgens na cadeia.
Muita gente (imagino que mais homens que mulheres) tem uma curiosidade mórbida por serial killers. Isso não quer dizer que essas pessoas queiram transar, casar ou namorar com os caras. Repito: Charles Manson é cultuado por muitos. Há um monte de filmes, livros, músicas sobre ele. Vc realmente acha que esse fã clube dele é formado só por mulheres? Se bobear o maníaco do parque tem muito mais fãs misóginos e "adoradores de Satã" que fãs mulheres...

Rebecca Souza disse...

Eu realmente tenho vergonha um pouco do meu modo operandis,mas,ah,eu depois que me descobri bi,dou em cima de homens como dava antes em cima de mulheres.
Eu sei que das duas formas estou errada,tando quando dava em cima de mulheres de uma forma um pouco persistende,como de homens.
Luto muito pra não fazer este tipo de coisa.
Confessso que realmente fico envergonhada :(

Cão do Mato disse...

Então vou você só se aproxima de alguém se houver contato visual amigável? Lamento, mas suas chances são muito pequenas. Muitas vezes a pessoa precisa saber que há o seu interesse. Aí ela pode passar a te ver com outros olhos...

Sara disse...

anon 19.08hs
Apesar de sermos racionais, não deixamos de ser animais tb, e o sexo heterossexual é uma impossibilidade para uma fêmea que não consiga estimular o macho q lhe interessa.
Infelizmente isso não vale para os machos, esta ai o estupro, para provar essa realidade, é claro q isso se refere mais a interação sexual entre homens e mulheres e não a paquera, mas tem influência direta.
Portanto apesar de respeitar todas as formas que os casais encontrem para se aproximar, eu tenho como norma para mim, a maneira q expliquei acima no outro comentário.

ThiagoE disse...

Anônimo 15:40
Falando do tempo! Óbvio!
Como eu não sou de frequentar baladas e ~a noite~, sempre comento do clima.
Se o cara continuar a dar trela pra conversa, continuamos a conversar. Se o assunto morreu ali ou ele não quer continuar ou está pensando em outra coisa. Não insisto

Falar sobre o tempo é uma linguagem fática, serve somente para iniciar uma conversa. Maneira sutil de tomar iniciativa. Conversar com quem quer nunca matou ninguém.


Mallagueta Pepper disse...
ThiagoE, vou te perguntar a mesma coisa: como os homens se aproximam das mulheres? Vc consegue dar uma única resposta objetiva que englobe todos os 3,5 bilhões de homens que existem na terra? Não?
Como vivemos numa sociedade machista, que não costuma aceitar com naturalidade que mulheres tomem a iniciativa, então muitas vezes nós fazemos isso de uma forma mais sutil e discreta. Muitas, inclusive, conseguem fazer as coisas como se o homem estivesse tomando a iniciativa, não elas, porque muitos de vcs infelizmente vive na idade da pedra.

Na verdade eu só queria saber da sua própria abordagem, não de forma genérica das mulheres.
Mas você não acha que ser "sutil e discreta" em parte não é reproduzir o padrão de mulher passiva ditado pelo machismo? Claro que nada impede de a mulher querer ser assim, mas você não acha que na maioria é reprodução da mulher submissa que espera a corte? (inclusive corte é algo pavoroso)

Anônimo 17:35
Ah para o cara que esta curioso. Quando eu era adolescente, eu era muito timida. Eu encontrava o telefone do rapaz que eu estva afim, falava que gostava dele e se ele queria bater papo comigo. Falavamos por semanas ate eu ter coragem de ir em um encontro. Era bem divertido. Acho que nunca fui incoveniente. Quando eu sentia que o cara nao estava afim e papo, eu partia pra outra. Quando cresci, eu sorria para o cara e ele vinha conversar comigo. Ah ja mandei bilhetinho atraves do garcom tambem kkk. Agora casei e tenho que conquistar o mesmo homem varias vezes, mas de formas mais atrevidas kkk.

Nada mal, apesar de tímida você toma a iniciativa.
Vou ter que concordar contigo, conquistar a mesma pessoa todos os dia é muito mais difícil.

Sara
cada mulher deve ter seu jeito, mas no meu caso, apenas me fazia notar procurando ficar próxima do cara q me interessa, no momento em q casualmente os olhares se cruzassem eu dou um sorriso discreto, geralmente depois disso se o cara tem interesse tb, ele toma a atitude de vir falar comigo.
Nunca tive coragem de chegar diretamente em nenhum cara, mas acho q se a mulher prefere assim, é um direito dela.
Mas nesses assuntos, acho q a natureza tem muito a nos ensinar.
Observando os animais como se comportam na natureza, geralmente são os machos q se exibem para conquistar a fêmea, e a iniciativa geralmente parte deles tb.
Isso não precisa ser uma regra, mas pra mim sempre funcionou.


Pois é, cada um tem seu direito de chegar diretamente ou não.
Eu sei que você falou que não é regra, mas é bom tomar cuidado para não antropomorfizar os comportamentos de alguns animais para justificar a dimensão psicológica humana. Não estou querendo criar um especicismo de dizer que o ser humano é melhor, mas sim dizer que ele é único.
Em parte é o que o anônimo das 19:08 falou.

Anônimo disse...

Oi, Sara, sou a anônima.
Concordo que pro sucesso da relação sexual heterossexual é preciso que o "macho" sinta atração, mas a paquera é justamente o momento onde um pergunta pro outro se existe a tal atração. Por isso acho que qualquer gênero pode abordar pra saber se existe a recíproca a princípio.
Como disse, acho que deveria ser mais uma questão de personalidade que de gênero. Se a sua personalidade te leva a portar-se como você descreveu, sem problemas, você deve fazer como achar melhor, o que eu discordo é a analogia animal para justificar o padrão de comportamento.

Ráisa Mendes disse...

"Eu sou tímida; costumo convidar os rapazes para mostrar o corpo pra mim através da webcam e guardo as imagens pra me vingar deles caso me desprezem no futuro."

ahahahahahahahhahahahahahahahhahah!!!
Isso mesmo Patty Kirsche!!!

Já cheguei em homem em balada sim!
Perguntei morrendo de vergonha: "Você está acompanhado?"
Daí ele: "Agora estou."

=D

Raven~ disse...

Oras. Eu tenho uma curiosidade enorme por psicopatas. Tenho livros e mais livros. E o tal de Elliot era bonitinho mesmo. Tou querendo dar pra alguém?

Quanto a cantadas.. Uai, sempre fui muito direta. Do tipo: Quero te beijar. Sempre deu certo. Nunca precisei matar ninguém. Se o cara ou moça dizia que não era não, uma risada e outra pessoa.

Anônimo disse...

É foda esse compasso de espera que nós mulheres temos que aguentar quando estamos loucas de tesão ou apaixonadas por um cara.O patriarcado não admite que a mulher tenha desejos,é como se ao chegarmos nos homens "perdemos um pouco o valor"parece que eles vão nos enxergar meia boca.Poucos homens sairam das cavernas.Eu estou super afim de um caro no trabalho e não posso chegar,tenho que segurar meu desejo porque ele pode assustar e eu chegar pra ele como "mercadoria de segunda".Não tem jeito,o mundo é cruel com as mulheres.

Anônimo disse...

O site citado não é um site mascu, Lola. Alguns comentários femininos estão no nível "bonitinho", mas há outros onde as mulheres afirmam abertamente que ele é sexy e gostoso. De qualquer forma, antes de se tornar um psicopata nem 'bonitinho' ele era.

http://www.infowars.com/in-death-girls-and-boys-swoon-over-santa-barbara-mass-murderer/

Uma hora você afirma que masculinistas são psicopatas, outra, você os expõe como ridículos. Um sujeito que fica chorando por causa de uma mulher é apenas infantil e imaturo, jamais um psicopata.

Se Rodger fosse preso, primeiro haveria um enxurrada de cartas, depois um série de vadias aleatórias iriam ficar aparecendo no presídio querendo conhece-lo.

Masculinistas estão no deserto sexual justamente por serem emotivos e melosos, por ainda acreditarem na existência de uma mulher decente que não seja vagabunda. Eles sabem que isto não existe, mas continuam tentando se enganar. Renegam a misoginia sendo que ela é a base das sociedades antigas, as mesmas que deram origens aos pilares das civilizações humanas.

Quero lembra-la que Roma caiu quando começou a abraçar o multi-culturalismo e os direitos das mulheres. Ou seja, basta que o feminismo avance um pouco para que a civilização acabe por desmoronar. Veja a civilização islâmica, são misóginos, nunca abriram mão disto, e bem, estão conquistando a Europa.

Anônimo disse...

Se houvesse qualquer verdade nessa estupidez de "mulheres só gostam de psicopatas", vcs mascus não teriam problema nenhum em atrair mulheres. E tudo que os outros homens não psicopatas teriam que fazer seria matar um montão de gente e esperar seu harém com 100 virgens na cadeia.
---

Interessante você citar isto, Lola. Veja as taxas de natalidade nos países da Europa. Veja as taxas de natalidade no Japão. Porque você acha que estes países estão literalmente morrendo? Isto surgiu depois desta onda de feminismo, desta insurgência contra a família e o patriarcado.

Mas as taxas de natalidade na comunidade muçulmana nunca caíram, aliás, é uma das mais altas. Logo logo os muçulmanos irão se tornar maioria na Europa. Justamente os muçulmanos, que são abertamente misóginos e violentos. O Europeu, que é 'tolerante' e 'honesto', bem, este que se foda. Como Rodger bem notou, quem está transando com as loiras são os sem-futuro, os vagabundos, os pilantras.

Você disse uma verdade mesmo tentando ironizar. Pelo visto, se o cara quiser ser 'pegador' o único jeito é este mesmo, abrindo mão do trabalho honesto e virando um vagabundo. Caso contrário a vida dele estará resumida a se casar com uma mulher velha e gasta que entregou sua beleza da juventude justamente para estes pilantras, e agora está a procura de um trouxa para sustenta-la.

A sua própria usuária confirma que achou Rodger bonitinho. Não digo que isto seja uma declaração que ela está disposta a transar com o mesmo, mas que é um sinal incontestável que o valor dele como homem aumentou. Nenhuma de suas usuárias achou o mascu que choramingava pela mulher bonitinho, e sim infantil e ridículo. E se ele tivesse se tornado um psicopata? Ah, ai as coisas mudam de figura.

Aninha disse...

Falar do tempo é sensacional! Também tem a tática de contar uma piada sem graça; se a outra pessoa se esforçar para rir, provavelmente está interessada e aí dá para ser um pouco mais direta ehehe

E por fim, sempre dava para convidar do nada para algum programa cultural que você descobriu que a pessoa gosta depois de fuçar as comunidades do Orkut (descanse em paz, velho amigo)

Anônimo disse...

Ah, só para acrescentar. O site citado por você teve o domínio registrado por uma MULHER.

http://whois.domaintools.com/charlesmansonfanclub.com

O nome dela é Nikki.

lola aronovich disse...

Mascu sancto das 22:09, claro que o site citado é um site mascu.
Sério? Vc considera que todas as mulheres só gostam de psicopatas e que isso vai acabar com a civilzação, tudo isso baseado em alguns comentários em vídeos do YouTube? Comentários que podem ter sido escritos por mascus, inclusive? E mesmo que alguém considere um cara sexy, não quer dizer que está louco(a) pra transar com ele(a). Há mulheres que de fato sentem-se atraídas por psicopatas, mas obviamente é uma parcela ínfima. E acredito que elas sofram de alguma síndrome de "vou salvar aquele cara", "vou transformá-lo num carinha bom", muito mais do que "Oba, psicopatas, que delícia!"
Qual a contradição em te achar psicopata E ridículo? Por acaso vc acha que psicopatas só inspiram terror e medo? Pra mim, um doente como vc me inspira pena.
Agora vá embora. Fique aí trancado no seu porão esperando os islâmicos acabarem com a sua civilização.

Sara disse...

anon 22.09hs no q depender de mim farei todo o possível para aniquilar com essa civilização baseada na misoginia e machismo.
De todas as coisas estupidas q já vi mascus latindo, essa sua ganhou.

Anônimo disse...

As mulheres são seres emotivos, portanto gostam de tudo que é proibido. São semelhantes a crianças. Se você diz para uma criança que tal coisa é perigosa, ela é justamente atraída pelo perigo.

Não seja infantil, Lola. Agora mascus controlam toda a Internet? Estão controlando inclusive o perfil da Raven?

Eu não devo temer a invasão islâmica, quem deve teme-la é você e suas colegas. O que você acha que os muçulmanos irão fazer com mulheres que participam da marcha das vadias? Pois é. E é o homem branco e conservador que é opressor.

Anônimo disse...

mallagueta

vcs que realmente n entendem,a mulher do post fala da agressão como se fosse uma cantada,paquera e uma coisa é bem diferente da outra.
mas parece que para vcs qualquer abordagem do homem sobre a mulher é agressão,opressão.
somente ironizei em cima da ironia dela.

o resto do seu comentário nem vale a pena,mais suposições ridículas sobre a vida dos outros.

lola aronovich disse...

Cara, vc é doente. E eu não devo mesmo estar muito bem pra deixar um mascu sancto comentar no meu blog e ainda respondê-lo. Mas é a última vez. Primeiro vc diz que as mulheres são como crianças. Na linha seguinte me diz pra não ser infantil. Decida-se, imbecil. O que a Raven tem a ver com a história? Uau, ela achou o Elliot Rodger bonitinho, então isso é prova incotestável que 1) ela iria visitá-lo na cadeia e transar com ele, se ele estivesse vivo, e 2) todas as mulheres fariam o mesmo. Vc não entende que o fato do Rodger não ser feio nem pobre arruina toda a argumentação de vcs mascus de que mulheres são interesseiras e fúteis? Havia um cara com um carrão, dinheiro, família que trabalhava em Hollywood, e o cara era virgem?! Explicação pra isso: porque ele era um cara bonzinho, e mulher odeia cara bonzinho! Se ele fosse um psicopata (quer dizer...), aí haveria montes de mulheres atrás dele! Ele não era um cara bonzinho. Vc não é um cara bonzinho. Mascus não são caras bonzinhos. E é por isso que vivem nesse deserto sexual (palavras de mascus, não minhas). Porque vcs são anti-sociáveis, cheios de ódio, repelentes de pessoas -- não só de mulheres, mas de homens também. Muita gente consegue ver de longe um cara nojento. Não importa que tenha carrão ou não seja feio -- a maior parte das pessoas não quer contato com gente assim.
Aí vc usa um exemplo estapafúrdio como as taxas de natalidade em países muçulmanos pra dizer não sei nem o quê. O que vc quer dizer, que os homens muçulmanos são psicopatas e por isso as mulheres muçulmanas continuam tendo filhos com eles?
Ah é, sem dúvida, o único jeito de um cara conseguir mulher (que não seja velha e gasta, essas nem contam) é cometer um atentado e sobreviver. É bem isso que a gente vê no dia a dia.
Ninguém achou o mascu do chorume bonito porque não existe foto dele, ô doente! E te asseguro que todas as leitoras daqui continuam achando Elliot Rodger repulsivo.
Vc sabe que o único lugar em que as pessoas não te acham doente é nesses fóruns que vc participa, né? Lá sim vcs podem fazer planos de como vão matar gente e finalmente se tornarem bem sucedidos com as mulheres.

Anônimo disse...

Mascu 22:20, nós mulheres temos critérios pra escolher homem. Não basta ser "loiro" e "bonitinho" para cairmos de amores. Sim, o Rodger era bonitinho e rico e tinha um carrão e isso não atraiu mulheres porque, veja só, ele era maluco. E misógino. E arrogante.

Enquando vocês mascus estão olhando se a mulher é "gasta", não-virgem, ou não-cu rosa, nós temos critérios um pouquinho mais elaborados..

Anônimo disse...

esse 22:20 é o tal Marcelo Melloide não é? É típico dele escrever esse tipo de merda.

Bom, seguinte figurinha: Não tá contente? Mude-se para os países muçulmanos e quem sabe para o inferno. É perda de tempo explicar coisas para sanctos, realmente não tenho paciência.


Só algo que eu achei interessante... Será que esse figurinha acharia legal se as coisas fossem invertidas nesses países muçulmanos? Tipo... Legal imaginar a mulher na rua gritando:
" Quer ácido na cara seu filho da #@!$?, volta pra casa e vai consertar a resistência do chuveiro seu lixo que é só pra isso que tu serve"


huehuehuehue

Anônimo disse...

Não que muçulmanos sejam psicopatas, Lola. A sociedade muçulmana se multiplica por ser misógina e patriarcal. No ocidente, não se pode mais ser misógino nem patriarcal, ao menos não publicamente.

Como as mulheres sempre escolhem os piores. É desta forma que psicopatas se tornam sex-symbols. Ou é o vagabundo, ou é o idiota, ou é o bandido ladrão assassino doente mental.

Eu estou afirmando das taxas de natalidade de muçulmanos em países da EUROPA. Eles se multiplicam em lugares tais como a Suécia, elogiados por você. Enquanto o homem sueco toma remédios para amamentar, o muçulmano se multiplica.

Anônimo disse...

Anônima das 23:18

Ninguém sabia que Rodger era misógino pois o mesmo ficava enfurnado em fóruns onde mulheres não participam.

Os vídeos deles estavam no ar sem nenhum comentário. Bastou que se tornasse um psicopata, para que mulheres aparecessem lá dizendo que ele era bonitinho. A grande pergunta está no ar? Porque elas não apareceram quando ele não tinha se massacrado inocentes?

Anônimo disse...

O que eu entendi com a comparação com os muçulmanos que o mascu fez é que as européias por terem acesso a controle de natalidade (e ao mercado de trabalho forma e direitos) estão tendo menos filhos ao contrários das mulheres muçulmanas por motivos de não ter escolha (não todas, mas a maioria desses países muçulmanos misóginos são mais atrasados e pobres).

Que mulheres ocidentais deveriam estar com a barriga no tanque e parindo filhos um atrás do outro pra fazer frente "invasão muçulmana".

Ele está usando os muçulmanos como o bicho papão que vai nos pegar caso continuemos nos comportando "mal", exigindo tantos direitos.

Anônimo disse...

Anônima das 23:40

Estes muçulmanos citados vivem na Europa. Não podem ser considerados mais pobres. Bem, as mudanças recentes implementadas pelos esquerdistas não tem dado muito resultado.

Crise econômica mundial, taxa de natalidade despencando.

lola aronovich disse...

Mascu sancto das 23:28, vc não pode estar falando sério. Vc diz q Rodger ficava enfurnado em fóruns onde mulheres não participam e pergunta por que as meninas não comentavam nos vídeos dele. Ahn, porque ele ficava enfurnado em fóruns misóginos e as mulheres nem sabiam da existência dele? E as poucas que o conheciam ao trocar meia dúzia de palavras com ele notava que ele era um fracassado misógino? Não, não, deve ter outra explicação!

No Twitter, uma leitora querida perguntou se vc pode indicar alguma bibliografia dizendo que as feministas acabaram com Roma. Ela é historiadora e tal, mas mesmo assim, não sabia.

lola aronovich disse...

Tá com toda pinta de ser o Marcelo, anon das 23:24. Mas tem vários mascus sanctos e channers que pensam exatamente igual a ele. O único diferencial dele é que ele já foi preso. E que ele tem 500 mil na conta. Mas todos moram no porão no apê da mamãe.


Anon das 23:40, esse discurso de "imigrantes islâmicos e negros se reproduzem como ratos e vão dominar a Europa em poucos anos" é típico dos neonazistas. Grande parte dos mascus sanctos são neonazis. Esse aí não tá falando nada minimamente original. É o mesmo discurso de ódio e lunático de sempre.

Becx disse...

Kkkkkkkk....kkkkkk fala sério!

Anônimo disse...

Tem uma tal de Ta-chan que comenta aqui de vez em quando que pode dizer o que quiser pra mim. :v Que garota magnética!

Anônimo disse...

http://heartiste.wordpress.com/2010/12/27/feminism-responsible-for-the-fall-of-rome/

Há um livro que inclusive foi citado em um debate com um sujeito auto-denominado "nerderudito", mas ele apagou as postagens.

É lógico que a senhora vai citar este blog como masculinista, e tentar desqualificar o argumento através de ad-hominem. Ainda irei procurar o tal livro e irei expor aqui. Ele vai de civilização em civilização mostrando que toda vez que mulheres conseguem direitos, a derrocada se torna inevitável.

O feminismo é apenas um sintoma de uma doença muito mais grave. É o sintoma da queda dos valores morais, das tradições, e do que significa a sociedade em si.

Danilo disse...

Resposta: Acho curioso as feministas falarem pouco do Dick Masterson um machista super conhecido nos Estados Unidos. Porém, até que faz sentido as feministas não colocarem Dick Masterson no centro das atenções como outros pelo mundo afora. Dick Masterson é um cara casca grossa e materialista em nível máximo e a mulher é mero detalhe na vida dele.


Sobre Elliot Rodger ele era um almofadinha bundão que invejava o sucesso sexual de outros homens. Não é necessário ser o gênio da psicologia para saber que ele era fracassado tristinho achando que as garotas tinha obrigação de lamber a bunda dele.

Danilo disse...

"Porque vcs são anti-sociáveis, cheios de ódio, repelentes de pessoas -- não só de mulheres, mas de homens também. Muita gente consegue ver de longe um cara nojento. Não importa que tenha carrão ou não seja feio -- a maior parte das pessoas não quer contato com gente assim"

Resposta: Neste aspecto você tem razão, a maioria dos ditos sanctos são fóbicos sociais ou "eremitas" urbanos. Os caras da Real antiga adoram baladas e vivem pegando mulheres. Os sanctos até criticam eles porque eles são "das noitadas".

Carol disse...

Eu prefiro "cantar" os novinhos(pré adolescente indo pra escola, sabe?)seguir eles por alguns metros declarando em voz alta o que eu faria com o corpo deles, muito fácil ás 7 da manhã, uma pena que nenhum caiu nas minhas graças até hj costumam sair correndo completamente assustados, por quê será?


__________________________

Mudando um pouco o assunto do post, deem uma olhadinha na nova campanha publicitária da Always:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=XjJQBjWYDTs

Uma das melhores que já vi até hoje, destrói essa visão que somos forçadas a acreditar, de que fazer algo "como uma garota" é negativo.
"Correr como uma garota é correr pra ganhar a corrida."

Raquel disse...

Como o ThiagoE perguntou de maneira educada, vou responder.

Eu concordo com a anôn de 15:40; não me aproximo de pessoas que estão ouvindo música ou pelo menos fingindo que estão, elas não querem ser incomodadas. Quando eu ouço, também não quero. E também não me aproximo quando a pessoa está conversando com outras, porque sinto que incomodo. Já se EU fosse um homem não abordaria uma mulher sozinha em uma rua deserta por exemplo. Pq não iria querer que a mulher ficasse com medo pensando em um assalto, estupro etc. Mas isso td falo eu, Raquel, que só fui a balada uma vez para buscar uma amiga. Não sei como chegaria em alguém em um ambiente desses. Não tinha parado pra pensar nisso até então.

Costumo ir a shows de Metal, e nesses shows (pelo menos até agora os que eu fui) vejo e sinto na pele as abordagens grosseiras: puxão de cabelo, mão na cintura, beijo forçado... Contato físico de primeira com alguém que tu nunca viu, não sabe se a garota é lésbica, se teria um namorado, ou simplesmente não quer ficar com ninguém, e vai logo prendendo o rosto ou puxando o braço, é o cúmulo. Quando acontece isso me tira do sério.

As características que me chamam a atenção em um cara são bem particulares, e hoje com vinte e um anos conheci poucos por quem me interessei de verdade. Sempre fui tímida e tive uma educação bastante rígida com toda aquela história de "não, não, não, isso ou aquilo é errado, você é menina" que conhecemos bem, tanto que fiz balé por anos sem gostar realmente porque tinha que aprimorar gestos e ser delicada. Essas cobranças só contribuíram para me fechar ainda mais. Só na faculdade que tive coragem de chegar em um cara, antes deixava que chegassem em mim, só trocava olhares mesmo - mas convenhamos que nem sempre aquela pessoa que você está interessada é a que vai chegar em você.

Sempre olhava para um rapaz que passava quase todos os dias perto do meu bloco, me interessei mas não sabia de que curso ele era, nome, se tinha alguém... Pelo jeito dele eu teria que agir porque o cara parecia ser mais tímido do que eu, andava olhando pro chão.. Até que eu o encontrei estudando sozinho na biblioteca; quando ele ia sair e foi entregar os livros, eu cheguei perto já do lado de fora, dei um sorriso e puxei assunto perguntando sobre o que ele estava lendo e tal, e fomos andando e conversando sobre botânica (não manjo nada disso mas blzz), dai eu pensei " é agora ou nunca" e antes de nos despedirmos, disse na maior que não sabia o pq mas que tinha ido com a cara dele antes mesmo da gente conversar, que tinha achado ele bonito e queria saber se teria chance de rolar algo mais (falei exatamente assim, q vergonha haha) ou só amizade, ou nenhum dos dois. Ele ficou sem graça, deu uma risadinha, mas disse que não tinha namorada e que poderíamos conversarmos mais... Trocamos números, na mesma semana ele me ligou, saímos, ficamos e desde então namoramos, isso aconteceu há 3 anos.

Se eu percebesse que ele não estava gostando da conversa, desinteressado, olhando pros lados, eu daria um "tchau, vou indo, a gente se vê" e cairia fora. Para uma primeira tentativa de aproximação da minha parte acho até que não fui TÃO tosca assim, ehuaha.

É isso.

Raven~ disse...

Sai daí, mascu maluco. Eu disse que tenho curiosidade por psicopatas. Mas psicopatas do nível Hannibal Lecter. Coisa q nenhum fracassado como vcs pode um dia sonhar em ser. E como a Lola genialmente disse, achar alguém sexy ou bonitinho não é passe pra transar. Pode continuar sendo o Senhor Doido de Pedra sem me citar, eu hein?!

Raven~ disse...

Aff já disseram várias vezes mas pelo visto vou ter que repetir. CARALHO, VÊ SE ENTENDE, SENÃO VOU DESENHAR O BATMAN NO EXCEL E COLAR AQUI.

Ser bonitinho, ou rico, ou sexy, NUNCA foi pré-requisito pra sexo. Ser legal, sim.

Não venha me dizer "quando o Elliot era niceguy" - pq, porra, ele nunca foi. Niceguys não ficam pela internet se lamentando que não conseguem meter. Nem xingam mulheres. Muito menos as matam.

E tb não sei que caralhos vc ta enchendo o saco aqui, se somos gastas e velhas e logo seremos dominadas pelo islamismo. Vá se foder.

Anônimo disse...

Para o mascu miolo mole que comentou às 22:09 e acho que continuou comentando o tempo todo; a China imperial caiu. O Japão feudal caiu. A Mesopotâmia caiu. A Assíria e o Egito antigo também ruíram. O regime social da Idade Média ruiu. Assim como maias, astecas e incas. O que essas civilizações tem em comum? Yup, exato, NENHUM direito para as mulheres. Quantas vezes vc vai ter que estudar história pra que seu neurônio solitário entenda de uma vez que NENHUM MODELO SOCIAL DURA PRA SEMPRE? Todos esgotam, e o nosso também vai se esgotar e ruir. ponto. E é URGENTE reduzir a natalidade humana em todos os lugares do planeta porque, não sei se você percebeu, mas o mundo tá acabando. A humanidade está consumindo os recursos da Terra em excesso e muito mais rápido do que eles podem se renovar, então é pra parar de parir sim. Ah, e não precisa se preocupar com a invasão muçulmana; se as coisas continuarem como estão, dentro de 50 anos não vai ter água nem comida suficiente pra todos. As pessoas vão se matar e os muçulmanos vão estar sujeitos a morrer de fome e sede como qualquer outra pessoa do mundo.

Anônimo disse...

(P/ anon 20/7 22:20)
Ah! Queria transar com "as loiras" e "ser 'pegador' ", mas não consegue... Que problema sério na vida! Coitadinho!
LOL, muito LOL

Sara disse...

E que vc sugere anon 23.25hs
Que nós mulheres validemos uma sociedade ocidental machista e misógina para fazer frente a disseminação muçulmana machista e misógina????
Tudo bem q todas aqui já sabem q mascus são meio desprovidos de inteligencia, mas dessa vez vcs se superaram, que vantagem Maria leva??? trocar 6 por meia duzia???

Anônimo disse...

Mascu não chora "por causa de uma mulher", mas sim, abre o berreiro quando uma mulher o trata de forma igualitária. Isto é, conforme, primeiro, o que elas querem pra vida delas - tentando ainda não magoar; segundo, conforme os sinais que o mascu, idiota como é, manda (=de que elas são um lixo se não lamberem os pés dele) [ambos exemplificados pelo caso do tiozão do post dias atrás], ou, terceiro, quando as mulheres tratam-no da maneira como eles próprios tratam as mulheres [óhóhóh] (nem foi o caso do tiozão porque houve um "nem aí" dos dois lados - com exceção da enxurrada de ligações num curto espaço de tempo da parte do tiozão).
Mascus estão no limbo por serem dementes e vagabundos, e por projetarem todos os problemas do mundo nas mulheres. "Emotivos e melosos" só se for na hora de ficarem metendo a real uns nos outros (expressão mascu, não minha). Estão no limbo por invejar e sonhar com uma idealizada sociedade extremamente misógina em todos os sentidos e detalhes. Ou seja, por serem lunáticos, não saberem se relacionar de igual pra igual com mulheres, e apresentarem um discurso contraditório em relação ao que fazer diante da "realidade" (que, como doentes, veem distorcida - agora com inveja do que IMAGINAM que muçulmanos estejam a praticar na Europa: misoginia: tomada, nesse delírio, como base da "civilização"; incluído no delírio a espetacular e complexa "explicação" para o fim de "Roma").

lola aronovich disse...

Mascu sancto das 00:27, Hearstite não é apenas um site mascu/PUA, como foi, durante anos, um dos principais sites mascus americanos. Exatamente como eu disse: vcs mascus não conseguem inventar uma ridícula teoria da conspiração e citar fontes que não sejam mascus. As únicas fontes que vcs têm são do Instituto de Pesquisa Mascu As Vozes Me Disseram. No post que do Hearstite ele linka pra um LIVRO -- publicado no Reddit. A explicação dele é que esse tipo de análise inovadora -- as mulheres causaram a queda do império romano e estão causando a queda da América -- é tão inovadora que nunca seria publicada no New York BETA Times. Bom, até livros "provando" que o holocausto nunca existiu são publicados, sabe? E não só publicados na internet. Existem razões para que "livros" idiotas que só inventam idiotices sem nenhuma base na realidade (tipo Nessahan Alita) só sejam publicados na internet. E essas razões não são "análises tão inovadoras são demais pra essa sociedade beta".
Minha parte preferida desse livro que vc citou é que depois da queda do império romano votamos a viver em cavernas. Agora TUDO faz sentido!

Anônimo disse...

Este é o livro, Lola:

THE FATE OF EMPIRES
and
SEARCH FOR SURVIVAL
Sir John Glubb

http://www.rexresearch.com/glubb/glubb-empire.pdf

Ele vai detalhadamente de civilização em civilização mostrando como o feminismo foi responsável pela queda destes lugares.

Ah, o Sir John Glubb era masculinista também. Depois de Gramsci você jamais irá ver um estudo deste nível em uma Universidade já que elas se tornaram um templo do marxismo cultural. A Fundação Ford só patrocina estudos feministas e esquerdismo em geral.

Anônimo disse...

Assustadora essa fixação em ter filhos...

Anônimo disse...

A Raven é a minha comentarista favorita desse blog. Eu fico ligeiramente excitado toda vez que ela xinga um otário desses.

Mallagueta Pepper disse...

Anonimo 23:08, vc é que não entendeu a ironia do post. Ela estava sendo ironica, pois na vida real mulher não chega atacando um homem como muitos de vcs fazem.

E se vc é tão perfeito assim em diferenciar cantada de agressão, por que diabos vem achar ruim quando falamos de agressão e vem com mimimi "ain, nem posso paquerar mais ninguem, meldels, vou morrer!"

São vcs quem confundem as coisas, criatura, porque acham que falar besteira e agredir é dar cantada.

o resto do seu comentário nem vale a pena,mais suposições ridículas sobre a vida dos outros. .

Ao invés de dar argumentos decentes, a criatura simplesmente foge com o rabinho entre as pernas com essa conversinha ridícula de "ain, não vale a pena, mimimi". Típico de masCuzinho criado a leite com pera e sustentado pela mamãe. Ops, fiz uma suposição ridícula sobre sua vida? Foda-se. Estou cagando e andando pra vc.

Anônimo disse...

Lola, lembrei de você na semana passada. Eu estou estudando com um mascu!

Eu estava lá lendo um livro enquanto a hora passava e o professor não chegava, tédio bateu, quando notei uma conversa acalorada ao meu lado entre o tiozão da sala (sempre tem um) e um outro cara lá, nossa sala tem 90 pessoas e as que estavam na sala olhavam pra trás por causa do bate boca... Enfim, o cara lá estava falando pro tio como casar hoje em dia é prejudicial para as finanças do homem, que ele não tem nenhuma vantagem, só prejuízo em pagar pensão pra vagabunda (falou assim mesmo). Que as mulheres não prestam e que tempo bom era o do avô dele em que era respeitado como homem e que a sua avó (coitada dela) sabia se por no seu lugar. Sério. Pra piorar o tiozão é daqueles que ADORA cantar as ninfetas ou na linguagem mascu "betas que aumentam o ego da mulher" kkk, foi perguntar pra mim que estava perto, o que eu achava e tal. Eu só disse: É mesmo, não case. Não quer casar não case. Lolaaaa, não tava em vibe de discutir não. Só falei isso. O cara lá ficou puto da vida. Ele disse que era um absurdo uma mulher dizer pra um homem não casar (?), que poderia ser eu a prejudicada (onde que está o preju em não casar com alguém que tem uma mentalidade dessa? me diz se vc souber de alguma Lola) e bla bla blá. Aí eu disse: Você não quer, vai casar obrigado? Não. O que eu acho vai mudar algo na sua vida? Não. Então, não case e nem tenha filhos pra estudarem em escolas e univ esquerdosas. Não precisa de tanto ódio nesse coração, cuidado com o infarto pq né, vc não quer parar em um hospital cheio de seguidores do Che né (coisa que ele também diz. médico = maconheiro marxista) KKKKK. O tio riu, ele ficou puto achando tudo muito absurdo (provavelmente foi me chamar de vadia e reclamar muito nos fóruns), e eu pensando que meu deus, os mascus são reais mesmo! Na verdade ele queria mesmo que eu falasse que não era bem assim, pagasse de exceção, incentivasse ele a casar, siga seu coração e mais mimimis. Sem essa, se acha tudo uma merda, vá para as colinas e evite contato social mesmo. Bjs, adoro o seu blog!

Anônimo disse...

Já eu curto a Mallagueta.

lola aronovich disse...

Nossa, anon das 11:10! Vc conversou com um mascu ao vivo! É raro isso, porque eles sabem que serão esculachados, então disfarçam as ideias e só se abrem (eles chamam de "meter a Real") com um cara que passou por uma desilusão amorosa ou quando tentam humilhar mulheres e acham que não tem nada a perder (tipo: criando perfil falso em Badoo, Tinder etc só pra chamar as mulheres que se aproximam deles de balzacas velhas e gordas e interesseiras). Sempre me lembro de uma fala em SIlêncio dos Inocentes, quando um psiquiatra fala de serial killers: "It's so rare to capture one alive". A mesma coisa com um mascu.
Mas muito interessante o mascu ter ficado revoltado com vc por vc CONCORDAR com ele. E olha que vc só disse "Se não quiser casar, não case". Eu já digo que dou todo o apoio para que um cara como esse não se case e muito menos se reproduza. Mas vc foi mais sutil, e mesmo assim ele ficou indignado. Porque eles partem do princípio que toda mulher está desesperada pra casar, que casar é uma grande coisa pras mulheres, e péssimo pros homens, e que, se os homens se recusarem a casar, nós mulheres entraremos em desespero. Eles se sentem muito mal se não forem vistos como "prêmios".
Da próxima vez mostre que você sabe que ele é um mascu. Diga algo como: "Metendo a real, hein, mascu?" Só que só se vc estiver com outras pessoas. Esses tipinhos podem ser perigosos.

Anônimo disse...

Em relação a cantadas femininas, já fui abordado por algumas mulheres, agarrado e beijado em bailes funk aqui no Rio. Achei muito bom, espero que esses eventos se repitam milhares de outras vezes. Mas eu estava sarado, o peitoral marcava a camisa. Elas em geral tinham bebido um pouco.


No entanto, eu sou meio velhinho, cresci numa época em que o homem procurava aumentar seu poder de atração e status se tornando interessante para as mulheres. Na minha época os homens aprendiam a tocar violão, a jogar volei, a surfar, a fazer qualquer coisa para deixar de ser um bobo. Foi isso que fez a civilização avançar.

No entanto, grande parte dessa geração atual quer facebook e videogame o dia inteiro, não fazem nada, só ficam em frente da tela. Só reclamam da vida e acham o mundo injusto por não terem um harém de panicats.Isso é idiotice em estado bruto.


Esses garotos bobocas foram educados pela tv, a família deve ter negligenciado e muito a educação deles. É muita besteira que se houve, é muita palhaçada que se escreve em forum de otários. Os mascus se acham superiores por saírem da Matrix... Os outros homens de bom senso são manginas. Esse troço foi inventado por um retardado que vive à custa da mãe, o Sílvio Koerich...


O chato é que tudo de errado agora culpa do Comunismo. A destruição da família é vista como culpa do PT.Esse povo da Direita tá paranoico.


Por fim, acredito que comunicação com os ´órgãos de segurança e com o Poder Legislativo pode ajudar a esclarecer a população de seus direitos nesses casos.

normalidaderealidade disse...

Eu dou oi, converso, eventualmente chamo pra sair... Acho que tá na hora de modernizar minha abordagem, sou muito antiquada. Vou tentar começar pegando na bunda e perguntando "e aí, vai liberar ou não?"

Talvez parar de encontrar pessoas em lugares propícios - deve ser muito romântico seguir desconhecidos em ruas vazias, tantos homens que fazem isso não podem estar errados, podem?

Perguntar "onde você mora?" "onde você estuda?" "você mora sozinho?" logo de cara pro rapaz saber que estou disposta a levar até as últimas consequências (BWAHAHAHA *risada maligna*)

Fazer um discurso de meia hora a respeito da friendzone no primeiro encontro, só pra deixar ele super tranquilo ao saber que não tomo não como resposta.

Abordar um cara que já ficou com outra menina na balada, porque se ele ficou com uma deve ficar com todas, aquele vadio.



PS: Eu escrevi um texto sobre um dia no qual eu e uma amiga *quase mexemos com um menino na rua, e escolhemos não mexer mesmo sem nunca termos refletido sobre assédio.
http://normalidaderealidade.wordpress.com/2014/06/21/o-dia-no-qual-eu-quase-mexi-com-um-garoto-na-rua-ou-empatia-e-tao-simples-assim/

Anônimo disse...

Algumas mulheres querem muito casar, ter filhos e um marido presente emocional e financeiramente.


Outras mulheres querem seguir uma carreira e ter dedicação ao trabalho como ideal de vida.


Os mascus, para variar, estão confundindo as coisas. O comportamento de algumas não quer dizer que TODAS agirão da mesma maneira.

Acho importante tentarmos influenciar os meios de comunicação para mostrar formas alternativas de vida e de relacionamento. Nem todo mundo quer casar.


Homem feminista

Anônimo disse...

mallagueta

Se vc n me falasse que ela não estava falando dela eu nem teria percebido kkkkkk pelo visto vc só entende ironia quando convém,porque eu ironizei também,já que ela diz,é assim mesmo que nós homens cantamos as mulheres.
Ela só afirmou que é desse jeito que homens em geral paqueram mulheres,associando paquera com abuso.

E quais argumentos incríveis vc quer que eu combata? Pq que não vi nenhum,só baboseiras que vc inventou,baseados em nada.
Me conhece?Me viu atacando uma mulher?Olhando igual um psicopata,filmou tudo? Não.

Outro "argumento" incrível...
"criado a leite com pera e sustentado pela mamãe"

Adoro leite com pera mas com maçã é melhor e felizmente já moro sozinho,mamãe não me sustenta mais.
É isso aí,quem não tem argumento tem que inventar,nada de novo.

Anônimo disse...

Uma vez ul cara por quem eu estava interessada - ele era engenheiro mecanico - disse: " se eu pudesse, seria botanico."

E eu respondi no bate e volta: e se eu pudesse, seria uma flor!

Ele me olhou sem graça, minha amiga escondeu a cara de vergonha.

E minha cantada podre não funcionou. Acho que porque ninguém gosta de cantada podre memso. ( e também, achoque ajuda o fato de ele ser gay, mas isso eu não sabia na época...)

Lia38

Danilo disse...

"O feminismo é apenas um sintoma de uma doença muito mais grave. É o sintoma da queda dos valores morais, das tradições, e do que significa a sociedade em si."

Resposta: Feminismo não tem nada haver com a queda dos valores morais. A queda dos valores morais é um efeito colateral do secularismo e capitalismo. A fragmentação de tradições religiosas e a banalização dessas tradições é um resultado do Secularismo. O secularismo também significa a perda dos valores espirituais das religião. O que ajudou a destruir a educação religiosa foi o secularismo.

A interferência do capitalismo sobre os valores morais é que hoje as pessoas preferem adotar um modelo de vida consumista e materialista. Em outras palavras, as pessoas as pessoas deixaram a ética religiosa em prol o consumo das coisas. Logo, as pessoas tornaram-se egoístas e estão consumindo coisas e produtos que entram em choque com a religião.

O feminismo não teve grande importância para a falência dos valores morais. No máximo uns 3%

Anônimo disse...

"O feminismo não teve grande importância para a falência dos valores morais. No máximo uns 3%"

3,5%

lola aronovich disse...

Ah, eu acho que o feminismo contribuiu uns 4% para a falência dos valores morais, vai.

DE ONDE VCS MASCUS TIRAM ESSAS ESTATÍSTICAS?

Hoje eu vi a MELHOR estatística mascu, e tava num vídeo mascu no YouTube. Aliás, duas:
"95% dos homens sofrem acidente de trabalho".
E, preparem-se:
"80% dos homens cometem suicídio".

Eu fiquei preocupada. Espero que vcs homens fiquem bem. Liguem pro CVV, por favor. Não façam isso não.

80% parece ser um número mágico pros mascus. Tipo aquele "20% dos homens pegam 80% das mulheres". E agora temos essa dos 80% dos homens cometerem suicídio.
Mascus se superam a cada dia.

donadio disse...

"De qualquer forma, antes de se tornar um psicopata nem 'bonitinho' ele era."

Acho que você quer dizer "antes de se tornar um assassino", porque doente mental (não sei se psicopata ou outra coisa) ele já era havia bastante tempo.

Mas, sim... antes de se tornar mundialmente conhecido como assassino, ele era um completo desconhecido; como é que alguém ia ter uma opinião a respeito da beleza (ou falta de) dele se não tinha antes visto a foto da figura?

Antes de se tornar mundialmente conhecido como assassino, ele aparentemente era conhecido por um pequeno número de pessoas (família, colegas) como uma pessoa muito perturbada, um esquisitão, e/ou um chato de galochas que não tinha assunto.

Essas eram as pessoas que o conheciam de fato, sabiam como ele era, como agia, pelo que se interessava, sobre o que falava, etc. E regra geral não gostavam dele.

Agora que ele é famoso, tem provavelmente um número grande de pessoas que "gosta" dele, acha o máximo ele ter matado gente, odiar mulheres, ser meio doido, ser esquisitão...

Claro, de seis bilhões de pessoas que o conhecem agora, vai haver duas ou três mil que entram nesse hype. Mais ainda por que é seguro: já está morto, não vai matar a moçoila depressiva que curte preto e misantropia, não vai matar o mascu desequilibrado que curte ódio às mulheres, não vai matar mais ninguém.

Mas dois ou três mil em 6 bilhões é um em cada dois ou três milhões. Em cem ou duzentos que o conheciam antes do killing spree, isso seria 1/10.000 pessoas - um décimo de milésimo de pessoa...

Anônimo disse...

80%???
agora fiquei preocupada
quem poderá os salvar?
vou ligar pro meu pai, irmão e amigos hj, saber se eles estão bem, vai que né.... ):

Anônimo disse...

O post da a entender que TODOS os homens agem de forma grosseira ao flertarem. Muito tendensioso e discretamente misandrico, tipico das feminazis. Dai depois reclamam quando falam que toda mulher é vadia, interesseira.
Homens podem ser generalizados, mas azmuié nunca né?!

SDDS COERENCIA

Mallagueta Pepper disse...

Anon 11:57

Típica desculpa de quem só entende a ironia muito depois dos outros, fala um monte de besteiras e depois não quer assumir a própria burrice:

"ain, eu tb tava sendo irônico, vc não percebeu, mimimi...

Kkkkkkkk! Eu me acabo de rir com os masCuzinhos! Alguém precisa tirar um tempo e explicar pra eles que ironia não é simplesmente falar um monte de besteiras e depois tirar o corpo fora.

Death disse...

"Quero lembra-la que Roma caiu quando começou a abraçar o multi-culturalismo e os direitos das mulheres. Ou seja, basta que o feminismo avance um pouco para que a civilização acabe por desmoronar. Veja a civilização islâmica, são misóginos, nunca abriram mão disto, e bem, estão conquistando a Europa."


Então praticar o machismo é tipo jogar WAR?

"Seu objetivo é ofender uma pedestre na rua ou passar a mão nas partes íntimas de alguém na balada - Objetivo concluído: Conquiste o mar Báltico, África ou a rua da sua casa; a escolha do jogador"

PS: o Serviço da CVV é ótimo.

Mallagueta Pepper disse...

80% dos homens se matam? Então eles estão fazendo genocídio com eles mesmos? Seria um suicídio em massa? Até que seria bom se todos os masCuzinhos começassem a se matar.

Claro que a gente ia ficar sem bobo da corte pra zoar, mas acho que ter um planeta mais limpo e livre de pragas compensa bastante.

Mas eu gostaria de saber de onde eles tiram essas estatísticas malucas. Alguém devia avisar pros masCuzinhos que baseados são feitos com maconha, não esterco.

Anônimo disse...

Nao entendi direito. 95% dos homens sofrem acidente de trabalho, ou 95% das pessoas que sofrem acidente de trabalho sao homens?
Porque ha uma grande diferença de interpretaçao na forma como a frase é escrita.

E sobre a regra dos 80/20%, isso é uma teoria conhecida como curva ABC, utilizada no comercio inclusive. Ela afirma que 20% dos elementos desencadeiam 80% dos acontecimentos, e vice versa.

donadio disse...

"http://heartiste.wordpress.com/2010/12/27/feminism-responsible-for-the-fall-of-rome/

Há um livro que inclusive foi citado em um debate com um sujeito auto-denominado "nerderudito", mas ele apagou as postagens.

É lógico que a senhora vai citar este blog como masculinista, e tentar desqualificar o argumento através de ad-hominem. Ainda irei procurar o tal livro e irei expor aqui. Ele vai de civilização em civilização mostrando que toda vez que mulheres conseguem direitos, a derrocada se torna inevitável.
"

Olha, eu sou formado em História. E posso te dizer que a queda do Império Romano não teve uma só causa; foi todo um conjunto de fatores.

Mas eu diria que principalmente o Império Romano era uma sociedade escravocrata, e portanto dependia da importação constante de escravos do seu entorno.

Só que esse entorno foi gradualmente se armando contra as incursões predatórias dos romanos. E, à medida que o império se expandiu, foi ficando mais distante. Chegou a um ponto em que a importação de escravos se tornou contraproducente.

E aí abriu-se o caminho para a crise. Por que, além dos problemas causados pela crescente escassez de escravos, o Império Romano também tinha assistido a uma monumental concentração da propriedade fundiária, e à expulsão dos pequenos proprietários. O que resultou numa crise das legiões, cuja espinha dorsal tinha sido o campesinato. Mas com o campesinato destruído, como disse Tibério Graco, "os legionários que conquistam o mundo para Roma não têm onde encostar a cabeça para dormir". Daí o uso crescente de mercenários estrangeiros nas legiões. Daí a dificuldade cada vez maior de usar as legiões contra outros estrangeiros.

Dizer que o Império Romano caiu por que os direitos das mulheres aumentaram é ridículo. Até por que, quando o Império Romano caiu, no final do século V, os direitos das mulheres tinham aumentado muito em relação à Roma republicana, mas ainda eram significativamente menores do que os direitos das mulheres viriam a ser no Islã, na Idade Média ocidental pós Peste Negra, ou na Renascença. Para não falar da França revolucionária ou da Inglaterra capitalista. Todas "civilizações" com enorme potencial expansionista, todas civilizações que reconheciam às mulheres mais, e não menos, direitos do que o Império Romano da época da sua dissolução.

Anônimo disse...

É preciso atacar as convenções burguesas ultrapassadas como a monogamia. Dessa forma a sociedade se livrará de alguns entulhos.

As formas de vida alternativas devem ser propagadas para que os reaças fiquem mais e mais baratinados. Além disso haverá mais liberdade de escolha para as pessoas médias.


Muitos homens usam as mulheres como trofeus para se exibir para outros homens. O prazer não vem do sexo, o prazer vem de se sentir superior.


Já fui assediado, agarrado e gostei muito. Espero ser agarrado na balada de novo, até vizinha separada já bateu na minha janela querendo uns beijos. Para isso malho pesado e faço dieta com disciplina, quero agradar a vida das mulheres.

Os mascus em geral são magrelos/gordinhos, nerds e bobocas. De outro lado, nunca vi marombeiro reclamar de falta de mulher como esses masturbadores solitários.

No mais o blog está show de bola.
Parabéns, Lola.

Kittsu disse...

"Uma vez ul cara por quem eu estava interessada - ele era engenheiro mecanico - disse: " se eu pudesse, seria botanico."

E eu respondi no bate e volta: e se eu pudesse, seria uma flor!"

HAHAHAHA! gente, mas que imaginação e resposta rápida incríveis. Não dou conta não. As vezes alguém vem com uma dessas cantadas engraçadas e eu morro de rir, mas também fico sem saber o que fazer e sempre saio pela tangente como se não tivesse entendido Rs. Mês passado uma vizinha de outro prédio notou minha ausência (fiquei um mês fora) e foi perguntar pro namorido, enquanto ele brincava com nosso cão: "o cachorrinho tem telefone?"
Véi. Virei fã da guria, cacete, que coisa! Eu nunca consegui isso! Hahaha

Anônimo disse...

Lola, acho que vc devia olhar para homens que apoiam as mulheres e divulgá-los no seu blog. Há muitos exemplos na hj em dia. Poderia ser uma forma de lutar contra os mascus.

Qualquer forma de relacionamento que mude os paradigmas machistas pode ser exaltada na luta contra os injustos.

Abraços,

Anônimo disse...

Pra quem perguntou sério sobre paquera, já pensaram em puxar assunto de preferência sobre algo no contexto, tipo: a cerveja tá gelada? (se estiver perto do bar), ou o que vc está achando desse DJ (se estiver perto da pista) ou qualquer coisa do tipo. Se o assunto rende é só sair pro abraço. Se não rende, desencana. Depois de uma ficada, nada como um email convidando pra uma cerveja. Se rolar, rolou. De qualquer forma nunca achei balada o melhor lugar pra paquera. É bom pra dançar, se divertir mas não muito pra paquerar.

donadio disse...

"Este é o livro, Lola:

THE FATE OF EMPIRES
and
SEARCH FOR SURVIVAL
Sir John Glubb

http://www.rexresearch.com/glubb/glubb-empire.pdf

Ele vai detalhadamente de civilização em civilização mostrando como o feminismo foi responsável pela queda destes lugares.

Ah, o Sir John Glubb era masculinista também.


Bom. O que que eu posso dizer.

John Glubb, também conhecido como Glubb Paxá, foi um oficial do Exército Britânico, um soldado profissional e um historiador amador. Sua obra histórica é de menor importância, sendo pouco citada por outros historiadores.

Ninguém o considera um historiador importante, a não ser talvez quem não tem um bom conhecimento de história.

Do que eu li do link que você postou, trata-se de um epígono de Gibbons com influências de Spengler, firmemente situado numa tradição de historiografia idealista bastante vulgar.

Mas, embora eu não leve Sir John Glubb a sério como historiador (nem eu nem ninguém, aliás), não posso deixar de citar a conclusão do livrinho dele:

"Decadence is due to:
Too long a period of wealth and power
Selfishness
Love of money
The loss of a sense of duty.
"

Decadência, diz ele, é devida aos seguintes fatores:

- um período excessivamente longo de riqueza e poder;
- egoísmo;
- amor ao dinheiro;
- a perda do senso de dever.

Com o devido respeito a você e a Sir John Glubb, tudo isso é trivialidade; ou não explica nada (o egoísmo não estava presente na fase de ascensão, não era aliás o principal motivo para querer submeter o resto do mundo?), ou demanda uma explicação subsequente (por que as pessoas se apaixonam pelo dinheiro, ou perdem o senso do dever?)

Mas o que eu não vejo aí na lista Glubbiana de causas de decadência é justamente o feminismo, ou o aumento dos direitos das mulheres.

"Depois de Gramsci você jamais irá ver um estudo deste nível em uma Universidade já que elas se tornaram um templo do marxismo cultural. A Fundação Ford só patrocina estudos feministas e esquerdismo em geral.

Sim, depois de Gramsci - e, para ser justo, mesmo antes dele - você não vai ver um estudo deste nível - superficial e amadorístico - em uma universidade. Não por que elas sejam "templos do marxismo cultural", mas por que um estudo deste não atende aos requisitos de qualidade dos departamentos de História de grande maioria das universidades. Talvez dê para dar um "C" para passar raspando num curso introdutório nos primeiros semestres da graduação, mas não tem cabimento como monografia de bacharelado, para nem falar de pós graduação.

Beatriz Correa disse...

ThiagoE

Respondendo à sua pergunta:
Já faz tempo que não paquero, pois estou num relacionamento monogâmico há mais de 2 anos, mas quando eu me interessava por um cara, eu me aproximava e puxava conversa, geralmente sobre a festa, ou sobre algum amigo em comum (eu raramente ia em baladas, eu curtia mais sociais na casa de amigxs)

Btw, foi assim que conheci meu atual namorado ;)

Anônimo disse...

Muitos homens gostam do assédio feminino direto, pois além de fazer bem ao ego e ser socialmente bem visto, é uma situação muito prazerosa.

No entanto, as mulheres podem detestar esse tipo de coisa. Trata-se de uma invasão, uma agressão. Não se justifica.


Alguns mascus se revoltam por causa da solidão, mas não atentam para o bom senso. De tanto ficar na web, repetem idotice atrás de idiotice.

Anônimo disse...

Essa do cachorrinho é meio velha....

donadio disse...

"80% dos homens se matam?

(.......)

Mas eu gostaria de saber de onde eles tiram essas estatísticas malucas.
"

"Estatísticas" são interessantes para manipulação por que são fáceis de serem fabricadas. E por que muitas vezes são difíceis de ser entendidas.

Acho que o primeiro problema é responsável pela maioria das "estatísticas" mascus (ou radfems, por falar nisso).

Mas neste caso me parece mais ou menos óbvio que o problema é o segundo. Alguém leu em algum lugar que "80% dos suicídios são cometidos por homens" (o que eu não se se é verdade, mas não parece implausível) e concluiu que "80% dos homens se suicidam", o que evidentemente não é possível.

Analfabetismo funcional, me parece. E incapacidade assustadora de entender o que uma "estatística" dessas significaria se fosse verdade...

Anônimo disse...

Não sou masculinista e nem feminista, só queria desabafar e passar um pouco de minnha história de vida. Eu desisti, e quem me pede conselhos, já falo para desistir. Sou "XY" como vocês costumam falar, e há muito, já desisti de relacionamentos. Nunca tive ficadas na adolescência pois meu pai sempre me ensinou que "romance adolescente é coisa de playboy", e mesmo quando fui contra suas ordens, nunca consegui nada pois elas sempre preferiram os aspirantes a traficantes locais. Acho que duas mulheres já devem ter chegado em mim, mas não as conhecia, e não se fala com estranhos. Na faculdade já tentei me aproximar de duas mulheres, o que me rendeu muitos problemas, me chamaram de stalker(algo que confesso que ri, pois pensei que se tratava apenas de uma classe no jogo Ragnarok Online), tiveram uns professores que foram falar comigo, inclusive a diretora que é feminista, e aprendi que me relacionar na faculdade é errado. Não precisam me dar conselhos pois não me preocupo mais com isso, encontrei um médico que após eu implorar me prescreveu fluoxetina e ciproterona, o que destruiu tanto minha libido tanto quanto desejos eróticos.
De minha história de vida o que eu tiro é que essas relações são perigosas e animalescas, e devem ser evitadas ao máximo, assim, acabaremos com assédio, estupro, revoltas e problemas emocionais. Eu estou bem, minha vida é estudar e trabalhar, e acredito que amor e erotismo são doenças como quaisquer outras.

Anônimo disse...

Olha o comentário do 13:52.

Claro que ele vai ser contra as convenções tradicionais, claro que será.

O padrão de homem que ele é, é o padrão que MAIS SE BENEFICIA com essas mudanças.

Se eu fosse um alfa, óbvio que quanto mais libertino, hedonista e luxurioso fosse o mundo melhor seria pra mim.

Eu ganharia SEMPRE, ganharia MAIS E MAIS. Se bem que já é essa a vida desses homens. Até meninas feias só estão aceitando agora homens bombados/bonitos/altos.

Eles NUNCA SERÃO CONTRA o feminismo pelo simples FATO de SEMPRE GANHAREM MAIS SEXO.

Os bombados/musculosos/altos da próxima geração serão ainda mais felizes que os dessa geração, e assim por diante. Esses caras vão transar com 3, 4, mulheres diferentes por dia (se é que já não o fazem).

Ele fala que os caras são magrelos ou gordinhos, mas ele desconsidera o quesito rosto/altura. Quesitos que NÃO PODEM ser alterados.

Nem venham falar em plásticas, porque um feio não fica bonito, fica no máximo decente.

Danilo disse...

"Muitos homens gostam do assédio feminino direto, pois além de fazer bem ao ego e ser socialmente bem visto, é uma situação muito prazerosa."

Resposta: O cara tem que ser muito bonito ou muito forte pra sofrer assédio direto das mulheres.


Resposta2: Sobre uma anônima que disse que a maioria dos mascus são nerds ou gordinhos e os bonitões não reclamam tanto de mulheres. Piada pronta, o número de homens bonito e com corpo musculoso que reclamam de mulheres é bastante alto. Só frequentar as academias e você observa essa dinâmica. Obviamente, eles não são tão volumosos quanto os nerds/e gordinhos.

Anônimo disse...

Hahaha... Depois que eu confessei minha incontida admiração pela Ta-chan, outrxs comentadorxs resolveram fazer o mesmo!

Se a Lola resolvesse ressuscitar aquela agência, iria levantar uma grana, o que não falta é gente querendo ser apresentada às leitoras dela. Hehe!

Kittsu disse...

Sim, e super cafona. Acho que ter coragem de usar isso de verdade deixa a coisa toda mais hilária e quixotesca rsrs

Lucas Pin disse...

Lola, pq deixar esses mascus chatos comentarem? Esses caras ai que mascuzaram no tópico só falaram asneira e desviaram um assunto que é muito bacana de ser tratado COM COERÊNCIA, pq olha coerência mandou um alô nos comentários deles, por favor pondere melhor essa questão, acho que já deu de mascu aqui no blog enchendo o saco com opinião que nunca muda, só piora.

ON TOPIC:

AINDA BEM que essa cultura machista está acabando e muitas mulheres estão tomando a iniciativa, eu mesmo sempre fui mais reservado e nunca fui muito de tomar a iniciativa, e pior ainda em lidar com sinais, sempre fui um tapado ambulante com esses tais "sinais", e mesmo quando eram olhadas mais firmes onde eu via que rolava interesse sempre me retraia e raramente chegava, mas até que dava certo :), minha sorte foi que minha ex e minha atual namorada que chegaram em mim. Sempre adorei essa ideia de a mulher poder ter liberdade de chegar no cara sem esse julgamento de "mulher fácil". Se todos os homens que tem o mesmo problema que eu soubessem o quanto o feminismo pode ajudá-los neste ponto, deixando com que as mulheres sejam livres para chegar em quem queiram sem serem julgadas, eles viriam pro lado bom da vida e largariam do machismo já!

E mulheres, sempre que sentirem vontade, cheguem, combatam esse preconceito idiota, jamais se retraiam, o mundo fica muito melhor quando vocês tem voz e podem ser quem querem e fazer o que quiserem, as relações ficam mais abertas e calorosas e tudo melhora!

Luiza Original disse...

Cara, eu me acabo de rir cada vez que vejo o donadio respondendo cada post maluco de mascu hahahaha, ele dá cada voadora que chega a dar dó!

Marina P disse...

Bom, eu sou lésbica. Costumava paquerar puxando uma conversa normal após notar algum sinal de que podia me aproximar, geralmente uma troca de olhares se a mulher fosse desconhecida. Se fosse apresentada por alguém era mais tranquilo, porque geralmente já haveria um início de conversa. Eventualmente eu achava que uma mulher tinha me dado uma brecha pra me aproximar mas via que na hora da conversa não era bem isso e aí fazia amizade ou nem isso, só me afastava. Sei lá, acho tão simples isso, tão óbvio..... em vez de chamar de gostosa e falar sacanagem, é só tentar puxar uma conversa normal e aí se tiver clima a aproximação é natural, ué!

Anônimo disse...

Caro donadio.

Veja a página 16 do livro de Glubb. Ele explica a parte das mulheres serem responsáveis pelo declínio de impérios.
O trabalho de Glubb não agrada departamento de história porque eles se renderam ao politicamente correto.

Anônimo disse...

Já eu curto a Mallagueta.

Anônimo disse...

Fico ligeiramente excitada quando o Donadio fala de História com tanta propriedade..

Anônimo disse...

Alguns dos argumentos do donadio são muito bons, quando quer ele rebate argumentos rasos com um 'tapa na cara'. Hoje foi o caso.

Anônimo disse...

A única coisa que vi até agora é Donadio repetir a cartilha gramcista dos cursos de História. Em nenhum momento o mesmo refutou os argumento de John Glubb, apenas se utilizou de ad-hominem.

O problema é que escritas como a Glubb são como um verdadeiro soco no estômago para a gentalha do politicamente correto. Úteis mesmos são os escritos da sexóloga "Martha Suplicy" que se propõe a ensinar crianças a arte sexual.

Você não irá achar livros de John Glubb em cursos de História, da mesma maneira que você não irá encontrar livros da Editora Revisão no Brasil. Os esquerdistas censuram estes livros, impedindo até mesmo que sejam debatidos.

Hawaken N disse...

Obrigada por responder Lola!
Sou a anônima das 11:10 que estuda com um mascu.
Nem nos meus piores pesadelos eu imaginaria que isso acontecesse.
Pra mim eles eram lenda urbana, mas eles existem!LoL

Também fiquei surpresa quando ele se revoltou porque eu CONCORDEI com ele. Coerência kd?

Realmente, o mascu em questão só mete o 1 real dele para outros homens, eles não falam dessas merdas para mulheres. Esse cara só rebateu comigo um pouquinho de sua misoginia porque ficou surpreso por eu ter cagado e andado para a revolta dele. Ele esperava que eu dissesse ao tiozão "ah mas não são todas as mulheres que são aproveitadoras etc" eu não. Rebato misoginia com cinismo mesmo. Agora eu realmente apoio a sua campanha, #mascusnaocasem! Como o tio me deu razão e riu do mascu, aí ferrou entende? O orgulho de mascu foi ferido mas ja já ele recupera e sai destilando a 'real" novamente. Parece aqueles pregadores chatos... Hahaha Na hora que falei do "esquerdismo" senti que ele mudou a expressão porque usei um termo conhecido deles, usei "gayzistas" também (que pra mim é o pior) e ele ficou mais surpreso ainda. kkkkk Acho que teve um lampejo de "será que ela sabe"? Esta sendo bem engraçado. Quanto a ter cuidado, eu tenho. Na verdade eu só reparei na existência desse cara no dia da confusão mesmo, nesse dia cheguei atrasada e sentei em um lugar diferente. Que azar viu. Depois durante uma conversa com algumas meninas, descobri que elas discutiram com ele também, só que elas ainda tiveram a paciência de rebater sabe? O chororô dele com elas foi por outros assuntos (mulher em cargos de chefia só esta lá pq deu pra alguém) mas em todos eles estão envolvidos o tema mulher né, e TODOS os argumentos dele batem com os mascus. Ele é guerreiro de 1 real mesmo. E na minha mente só martelava o "ninguém merece, eu sei desse papo a tempos, já esta velho" mas para a galera que estava chateada com a pregação do cara, não está. Ele ainda deve ser novato pra sair falando assim. De qlqr forma, obrigada pela ajuda Lola! Foi aqui que soube que existia essa loucura toda. Meu radar infectomascu esta mais ligado do que nunca. Vou comentar mais. <3

Anônimo disse...

Simples vire muçulmano, mude-se para um país de maioria muculmana ( Europa não vale, tem que ser de origem) e viva a vida como eles, menos um idiota no Brasil e como consequência brasileiras mais felizes por um babaca como vc estar tão longe de nós!!!!

Anônimo disse...

80% dos homens cometem suicídio? What the Kuja? O_o

Isso parece coisa de mascu que não tem qualquer noção de interpretação de textos, que leu que a maioria dos suicídios são cometidos por homens (o que é verdade) e entendeu que a maioria dos homens comete suicídio (o que é completamente falso).

Aqui no Brasil a proporção dos suicídios fica perto do 80/20 mesmo. Mais exatamente 78,1% dos suicídios são cometidos por homens e 21,9% por mulheres. Mas a taxa de suicídios é de 8,4 para um grupo de 100.000 homens e 2,3 mulheres por 100.000. Muito baixa para dizer que 4/5 dos homens cometem suicídio. Nem na Coréia do Sul, o país com maior número de suicídios, a situação é tão grave assim.

De onde tirei essas estatísticas? Mapa da violência, página 142, tabela 5.5.1. O arquivo PDF pode ser acessado no endereço abaixo: http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2014/Mapa2014_JovensBrasil.pdf

E eu imagino que se o que o mascu escreveu no youtube fosse verdade, teríamos um sério problema populacional. Sério ao ponto de ameaçar a sobrevivência da espécie humana em várias regiões, que seriam populadas apenas por mulheres. Não que as mulheres não consigam viver sem homens, mas com apenas mulheres no local, não haveriam bebês. E sem bebês, a população humana morreria naquela geração.

L. G. Alves disse...

"Tudo o que pensamos é determinado, e encerrar uma discussao com " mas eu depilo porque gosto" torna a discussão tao profunda quanto um pires. " Pronominadíssima sua analise - só que não. Querida, é o que acontece quando se está numa sociedade. Mas achar que alguém continua a fazer algo porque se tornou um robozinho é uma puta falta de respeito com o outro que você sequer conhece. Parece ser incapaz de imaginar que, sim, depois de ler e conhecer os debates feministas, a pessoa continua a querer se depilar porque se sente bem assim. Não adianta esse discurso todo de que "fomos educadas para nos depilar". Vou continuar gostando de me depilar, você gostando ou não disso. Eu escolho se quero ficar peluda ou não, se quero depilar tudo ou deixar uma pequena floresta lá embaixo. Não é machista ou feminista que vai ditar o que eu devo fazer.

Anônimo disse...

PARA MASCU RIDÍCULO E MAL AMADO DE TANTOS HORÁRIOS INCLUINDO O DE 20 de julho de 2014 23:25

Vei se é muito BURRO!!
Primeiro GENERALIZAR não só mulheres, mas, homens, crianças, idosos, etnias, etc é coisa de IMBECIL(o que claramente é o teu caso)!
Sua mãezinha é uma interesseira vagaba afim de psicopatas criminosos?!
Ué, vc não generalizou?!
Segundo: Mascus como vocês estão LONGE de serem bonzinhos!! Vocês tratam mulher como lixo, como depósito, como objeto, agridem, violentam e até matam e depois ficam pagando de bonzinhos?! VSF cara!!!!
Terceiro: existem SIM mulheres apaixonadas ou atraídas por criminosos mas advinha TAMBÉM existem homens atraídos e apaixonados por mulheres que cometeram crimes, veja o excelente programa da GNT Paixão Bandida e engula tuas generalizações de merda!!
Quarto: quem disse é que motivo de orgulho ser MISÓGINO?! Desde quando? Desde "pesquisa vozes me falaram"? kkkk
Misoginia = ódio às mulheres.
Não sabia disso? Então volta pra escola babaca!!
Sabe porque sociedades africanas(não todas) e muçulmanas(também não todas) são tão: atrasadas, miseráveis e em colapso social? Porque são misóginas!!
NUNCA, seu fracassado ignorante de merda que sociedades de Primeiro Mundo como EUA: Canadá, Europa, Japão(que antes que venha como mimimi, sim teve história de machismo como qualquer outro país e agora é uma sociedade quase totalmente igualitária), Austrália, etc sucumbirão diante de países miseráveis e atrasados!!
Por acaso você acha normal: uma menina de 5 anos ter o clitóris mutilado?! Uma criança de apenas 9 anos ser obrigada a casar com um homem de 30 e morrer na "lua de mel"?! Uma mulher não ter o direito de: estudar, trabalhar, votar e ser tratada como um pedaço de carne pelo marido e pelos parentes dele?! Uma mulher mesmo vestida de burca da cabeça aos pés ser violentada por uma gangue de monstros misóginos?!
Se você acha tudo isso normal, vai para um sanatório ou se mata, enfim, deixe em paz as mulheres saudáveis que querem distância de um LIXO como você!!
Quinto: pra odiar tanto as mulheres, ou vc é um recalcado doente mal amado que foi CORNO e por isso despeja seu ódio em todas as mulheres, ou você é uma bichona enrustida que sente tesão por seus iguais, ou quem sabe você não seja tudo isso, mas, antes de tudo você é um fracassado de merda!
Sexto: eu poderia desejar que vc tivesse uma filha pra pagar com a língua, mas, não desejo que qualquer criança de qualquer sexo que seja tenha um doente mental misógino, mal amado cheio de ódio como "pai"!
Sétimo: Sim, há mulheres que se envolvem ou se envolveram com mascus e advinha, eu fui uma!!
Meu primeiro marido(que se passava por "bonzinho") transformou minha vida em um inferno! Só quando aprendi a ter amor próprio me livrei do traste e hoje amo e sou amada por um homem de verdade(coisa que você NUNCA SERÁ).
Sétimo: um pouco mais de paz, amor e sanidade na tua mente cara! Deixa de ter tanto ódio contra quem não fez nada contra você, assim vc se tornará um ser humano melhor.

Metendo a REAL em você!!

Sawl - always the Rebel



Anônimo disse...

É sério que precisa de curso pra saber como abordar decentemente uma pessoa? Tutorial? Video-tutorial? Walkthrough? Deve ser uma estratégia da natureza pra conter a superpopulação mundial com o nascimento dessas gerações leite com pera, bem enfurnadinhas em casa, obesas, hikikomori. Prefiro um hikikomori que um estuprador de balada, admito.

donadio disse...

Opa, ganhei uma porção de elogios logo num post sobre como as mulheres paqueram os homens. Hmmm...

donadio disse...

"Veja a página 16 do livro de Glubb. Ele explica a parte das mulheres serem responsáveis pelo declínio de impérios.

O trabalho de Glubb não agrada departamento de história porque eles se renderam ao politicamente correto.
"

"A única coisa que vi até agora é Donadio repetir a cartilha gramcista dos cursos de História. Em nenhum momento o mesmo refutou os argumento de John Glubb, apenas se utilizou de ad-hominem.

O problema é que escritas como a Glubb são como um verdadeiro soco no estômago para a gentalha do politicamente correto. Úteis mesmos são os escritos da sexóloga "Martha Suplicy" que se propõe a ensinar crianças a arte sexual.

Você não irá achar livros de John Glubb em cursos de História, da mesma maneira que você não irá encontrar livros da Editora Revisão no Brasil. Os esquerdistas censuram estes livros, impedindo até mesmo que sejam debatidos.
"

Não sei se esses comentários foram feitos por uma única pessoa, ou duas.

Mas o Glubb não explica como as mulheres seriam responsáveis pela decadência de impérios, nem mesmo na página 16. Comenta isso em relação a dois "impérios" (num estudo que pretende abranger onze), o Romano e o árabe, mas num nível de superficialidade atroz. Sobre Roma, é uma frase, com a extensão de duas linhas. Sobre Bagdá, é um pouco maior, mas nem um pouco mais conclusivo. Havia, segundo ele, mulheres advogando e dando aulas nas universidades, e um movimento para que elas pudessem ser juízas (que aliás, segundo ele mesmo, não foi bem sucedido). Logo depois, governo e ordem pública entraram em colapso, e uma invasão bárbara acabou com a festa. Em lugar nenhum ele explica como mulheres darem aula em universidade poderia causar uma invasão estrangeira. Não é nem que dê uma explicação inconvincente. Ele nem tenta.

Não fiz nenhum ad hominem. Glubb não é um historiador sério ou importante. Não argumenta os seus pontos-de-vista. Não há argumentos para debater, ou refutar, por que simplesmente não há argumentos.

Que outros "livros" o Glubb escreveu, além desse panfleto que pretende explicar a história da humanidade em 25 páginas?

Junto com mulheres advogando, outro dos horrores que assolaram Bagdá às vésperas de sua queda foi a semana de cinco dias. Entretanto, os EUA se tornaram uma grande potência depois de adotarem a semana de cinco dias, portanto, qual o problema?

Mas mesmo assim é injusto por o pobre Glubb no mesmo balaio da Editora Revisão. O Glubb foi um historiador amador, superficial, cujo trabalho não se baseia em nenhuma pesquisa aprofundada (e é por isso, não por sua falta de correção política, que não é estudado na universidade); o S. Castan é um mentiroso profissional, um falsário em termos de História. E isso o Glubb, com todos os seus defeitos, não era.

As universidades continuam a estudar e debater historiadores conservadores e reacionários, começando pelos antigos gregos e romanos (Tucídides, Políbio) e continuando até os mais recentes, como por exemplo John Keegan ou John Lukacs. Ser de direita nunca foi impedimento para ser historiador e reconhecido academicamente. Ser superficial, não pesquisar, não ser capaz de situar a documentação no seu contexto, isso sim, desqualifica o trabalho de qualquer um na academia. Mentir abertamente, negando a veracidade de fatos históricos bem conhecidos, como a Editora Revisão, mais ainda.

********************

Peço desculpas se deixei alguém ligeiramente excitada com este comentário. Foi sem querer querendo... XD

donadio disse...

"Mas achar que alguém continua a fazer algo porque se tornou um robozinho é uma puta falta de respeito com o outro que você sequer conhece."

Olha, eu penso que a questão não é se somos robozinhos. A questão é termos consciência das nossas determinações.

Eu uso calças, não uso saias. Uso roupa cinza, azul, preta, branca, marrom, não uso roupa cor-de-rosa ou amarela. Não ando nu. Não me depilo, a não ser no rosto. Enfim, me trajo dentro do estereótipo. E não tenho vontade nenhuma de mudar isso.

Mas sei que esse meu "querer" me foi inculcado pela educação, pela família, pela televisão, que não é um querer abstrato. Não sou um robozinho porque o meu querer não é (no que toca à roupa) transgressivo; mas também não sou um pequeno deus autônomo que faz o que bem entende e só por coincidência o que eu bem entendo é o que não choca a sociedade...

E penso que refletir sobre isso não faz nenhum mal. Num extremo, pode talvez fazer a gente experimentar o que nunca experimentou antes. No outro extremo, pode apenas fazer com que a gente re-decida - aí de forma mais livre do que antes - continuar a fazer o que sempre fez. Em qualquer caso, pode nos ajudar a evitar posturas agressivas em relação aos outros que eventualmente fazem diferente do que a gente faz.

Kittsu disse...

Donadio, você deveria virar um psicopata pra eu poder te enviar cartinhas de amor.
(pfffhuhuauhuh)

lola aronovich disse...

Donadio, querido, vc é homem ou mulher? Acho que vc já falou uma vez e eu esqueci... Hoje já apareceu um troll dizendo que vc é a finada Niemi. Conheceu?


Ha ha, verdade, Kitsuu! Se Donadio virar um psicopata matador de mulheres, aí as feministas aqui do blog farão fila pra fazer visita íntima pra ele na cadeia. Se agora já tem um monte de assanhada, imagina quando ele deixar de ser um cara bonzinho?

Anônimo disse...

Não sabia que psicopatas eram atraentes à feministas. Interessante...

donadio disse...

Kittsu disse...
"Donadio, você deveria virar um psicopata pra eu poder te enviar cartinhas de amor. (pfffhuhuauhuh)"

lola aronovich disse...
"Donadio, querido, vc é homem ou mulher? Acho que vc já falou uma vez e eu esqueci...

Para responder às duas de uma vez... eu sou um psicopatO.

Quén, quén.

"Hoje já apareceu um troll dizendo que vc é a finada Niemi. Conheceu?"

Não... e com certeza não sou ela.

"Ha ha, verdade, Kitsuu! Se Donadio virar um psicopata matador de mulheres, aí as feministas aqui do blog farão fila pra fazer visita íntima pra ele na cadeia. Se agora já tem um monte de assanhada, imagina quando ele deixar de ser um cara bonzinho?"

O problema é que eu sou um psicopato esperto, não vou para a cadeia, aí não tem como receber visita íntima...

Anônimo disse...

Mascus (ou GDRs) não são, nem de longe, os montros que vocês pintam.
Tome-se por exemplo sua atual liderança, formada por substratos de diversas camadas da sociedade, cujas raras semelhanças são possuírem baixa instrução, sub-empregos, limitadas ou inexistentes habilidades de sociabilização, e o desejo incontido de provar na internet a masculinidade que não exercem na vida real.

Os atuais expoentes da real vão desde um fiscal de ônibus, passando por um segurança de metrô, chegando a um analista de suporte técnico, um vendedor de roupas e, em seu auge, um comissário de bordo.

Ensino superior? 99% não tem. Namorada (real)? Idem. Jogam bola aos sábados, fazem churrascos aos domingos, comem todas (as que não cobram)? NÃO!

As opiniões, os conselhos, e as "dicas" que publicam são, em última análise, fantasias que criaram para si mesmos quando imersos no mar de literatura da tal "real".

Fora os relatos, que realmente são dignos de análise, todo o restante do que dizem é mera conjectura, pois não há nada em suas pobres vidas pessoais que os credenciem para tanto.

Isso porém não lhes rouba o mérito de, sob certas circunstâncias, levantar o moral de homens abalados por relacionamentos infrutíferos.

A real é como o vinho. As primeiras duas taças são bem-vindas e agradáveis. Embebede-se, e terá a ressaca mais brutal de sua vida.

Kittsu disse...

Se adoramos psicopatas? Óbvio que sim. Se os imbecis teorizam merdas como essa, é claro que se trata da verdade incontestável e nenhuma de nós jamais seria irônica ao tratar deste assunto! Que bom que você tem uma capacidade de abstração tão avançada para não se enganar quanto a isso :)

Raven~ disse...

Opa. Todo mundo elogiando comentador e eu perdendo uma dessas?

Tenho um amor profundo e verdadeiro pela Kittsu e a Notyourmari (que tá sumida... :( )

u.u

Anônimo disse...

engraçado, tem um monte de site de mulheres bonitas e prisioneiras que mataram muitas pessoas e mesmo assim vários homens falaram que namorariam ou teriam relações sexuais com elas

cogumelolouco.net/lindas-perigosas-prisioneiras-mais-lindas-dos-eua/