domingo, 22 de junho de 2014

A MORTE DE UMA INCENDIÁRIA

Ontem morreu a grande Rose Marie Muraro, uma das pioneiras do feminismo no Brasil. Ela tinha 83 anos. 
Já fazia tempo que não ouvia falar nela quando, em agosto do ano passado, o Correio Braziliense publicou uma matéria chamada "Rose Marie Muraro pede ajuda aos amigos para continuar produzindo". No texto, Muraro é descrita como bem-humorada, embora estivesse semiparalítica e quase totalmente cega (ela já estava com 42 graus de miopia). Dizia ela na entrevista, misturando tempos verbais no passado e no presente: "Sou uma maluquete. Gostei muito do que fiz. E ainda produzo porque só assim a minha vida faz sentido. No dia em que eu parar, morro". 
Apontada como uma das mais importantes intelectuais brasileiras do século 20, e uma das três únicas mulheres brasileiras a escrever uma autobiografia (dado surpreendente que mostra como a vida de mulheres não é vista como importante o suficiente), apesar das 4 mil publicações, Muraro morreu com uma "situação financeira muito delicada", já que estava debilitada e necessitada de assistência permanente, algo que nem mesmo seus cinco filhos e doze netos podiam lhe dar. 
Casada durante 25 anos com seu primeiro namorado, e divorciada na década de 70, Muraro se dizia uma "monógama serial", que só conseguia se apaixonar por um homem por vez. Nunca quis se casar de novo. Numa entrevista que deu ao jornal catarinense A Notícia em 2007, Muraro disse, entre várias declarações polêmicas: "Os homens são casadouros, as mulheres não. Os homens traem as mulheres para ficar no casamento e eles são polígamos. As mulheres traem os maridos para sair do casamento e elas são monógamas".
Numa outra entrevista, Muraro, questionada se o feminismo tinha a ver com a crise do masculino, respondeu: "Tem. O feminismo não é o que as pessoas pensam. O feminismo é só um movimento organizado das mulheres, mais nada. Não tem nada a ver com o plano pessoal da mulher contra o homem, mas sim, da mulher contra o sistema. Em geral, as mulheres e os homens se dão muito bem".
Junto com Leonardo Boff, com quem trabalhou durante 17 anos na Editora Vozes, Muraro foi responsável por dar corpo à Teologia da Libertação, doutrina de esquerda da Igreja Católica que insiste que, antes de se preocupar com a vida eterna, é preciso lutar pela vida agora, procurando um mundo mais igual e mais justo. O papa João Paulo II, o bonzinho, a expulsou quando ela publicou Por uma Erótica Cristã. Como escritora e editora, ela ajudou a trazer muitas ideias revolucionárias de fora pra cá.
Eu me lembro quando eu era adolescente, nos anos 80, e ouvia falar muito nela. Ela estava em todas. O único de seus 35 livros que li foi A Sexualidade da Mulher Brasileira, de 1983, que me ajudou demais a entender a sexualidade na minha juventude. O livro ocupava um lugar de destaque na minha estante, ao lado de O Relatório Hite (dois livros, da Sexualidade Feminina e da Sexualidade Masculina) e de Conversando sobre Sexo, da Martha Suplicy (pra quem não sabe, antes d'ela ser prefeita, senadora e ministra, ela foi sexóloga). 
Muraro deixa uma vasta obra e também o ICRM (Instituto Cultural Rose Marie Muraro), fundado em 2009 e tocado por uma de suas filhas. Além de conter o monumental acervo de Muraro, o ICRM também pretende ter uma biblioteca especializada em gênero e ser um centro de pesquisa. Vamos ver se esse importante projeto, que funciona com recursos próprios num imóvel cedido pela Secretaria do Patrimônio da União, agora se concretiza. 
Pelo Twitter, a presidenta Dilma lamentou a morte de Muraro, "ícone da luta pelos direitos das mulheres". Em 2005, Muraro foi nomeada pelo governo a Patrona do Feminismo Brasileiro. Entrevistada pela EBC, a professora Hildete Pereira de Melo, da Universidade Federal Fluminense, disse sobre a morte de Muraro: "Hoje, as mulheres estão órfãs". 
No documentário Memórias de uma Mulher Impossível (título de sua autobiografia), de Márcia Derraik, Muraro resume sua trajetória: "Eu fui por fogo no mundo". E pôs. Que sua chama continue incendiando a todxs nós.  

42 comentários:

Talita disse...

Obrigada pelo post, Lola!

Ontem quando li as noticias fiquei curiosa em saber quem era a Rose Marie Muraro já que nunca tinha ouvido falar...

Só de ler essa frase explicando o feminismo já virei fã: "Não tem nada a ver com o plano pessoal da mulher contra o homem, mas sim, da mulher contra o sistema. Em geral, as mulheres e os homens se dão muito bem". (Será que um dia vão parar pra tentar entender? Será que um dia vão parar de fingir que não entendem? Será que um dia poderemos parar de perder tempo explicando o que é?)

Também não sabia que ela estava envolvida com a Teologia da Libertação. Fiquei mais fã ainda!! (e vou procurar me informar melhor sobre ela ^^)

Queria aproveitar pra dizer que super te vi no post. Você também é uma incendiária, espero que nunca se canse do blog e da luta ;)

Jana disse...

Lola, por favor,
faça um post ou convide alguém para fazer um post que aborde de modo mais detido as ideia da Muraro! para as gerações mais jovens ela é quase desconhecida, imagine suas ideias, e no entanto parecem bem instigantes...

Larissa Petra disse...

Quem me deu a notícia foi meu pai, que desde a adolescência também é feminista (oq rendia algumas piadinhas dos amigos, mas ok), ele dizia que sempre a admirou tanto, via suas entrevistas na TV mulher, e a considerava umas das pessoas mais inteligentes do país.
Ele ficou super triste, assim como minha mãe que tornou-se feminista depois, e eu que apesar de ter 19 aninhos ainda, um bebê hauahua, fiquei super triste, o fogo da Muraro me incendeia todos os dias, e continuará incendiando, e continuarei fazendo com que esse fogo lamba para todos a mminha volta, quero ver um incêndio generalizado, que queime todo o patriarcado e destrua-o, construindo assim uma sociedade mais justa.

lola aronovich disse...

Claro, Jana. Gostaria muito de um guest post que falasse mais da Rose Maria Muraro, porque ela é realmente importante, e bem desconhecida entre o pessoal mais jovem. Ontem recebi um email de uma leitora pedindo pra falar da morte da Muraro. Isso é o melhor que posso fazer, porque estou completamente sem tempo. Mas peço encarecidamente a quem quiser e puder contribuir um guest post sobre as ideias dessa feminista tão relevante!

Anônimo disse...

revolucionária... homens e mulheres traem,mas homens são fdp polígamos e mulheres são santas monogâmicas.
e ainda tem homem vindo aqui falar que feminismo é coerente.

Sara disse...

Essa mulher era muito citada na minha juventude, mas nunca conheci um trabalho dela de perto.
Mas se era feminista é uma perda a se lamentar.

Anônimo disse...

Já tinha visto ela em muitos documentários e entrevistas dos canais futura, tv escola, e tv cultura, mas não sabia realmente quem era ela, nem da sua importância. E também não sabia que o Leonardo Boff era "metido" com esse tipo de assunto.

Anônimo disse...

OFF-TOPIC: você acha que a Dilma vai se reeleger, Lola? Estou ficando um pouco apreensivo com as quedas de popularidade, que já garantem um segundo turno, e com todas essas críticas ao pequeno crescimento e atrasos de obras...

Natalie disse...

"Não tem nada a ver com o plano pessoal da mulher contra o homem, mas sim, da mulher contra o sistema. Em geral, as mulheres e os homens se dão muito bem"

E mesmo assim tem homem que bate na tecla de que "feminismo é a superioridade da mulher". Lamentável.

Muraro era uma grande incendiária, grande feminista, grande revolucionária e grande mulher. E também uma grande perda. A luta continua, mas ela ficará para sempre na memória.

lola aronovich disse...

Anon das 16:56, eu acho inevitável que haja segundo turno. Lembre-se que nem o Lula, que é o Lula -- o presidente mais popular que o país já teve --, conseguiu se eleger no primeiro turno, então obviamente não será a Dilma, que está a anos-luz de distância em matéria de carisma, que conseguirá. Mas acho que sim, que ela ainda consegue se reeleger. Só que será bem mais difícil que em 2010, até porque Aécio é um candidato menos antipático que Serra (creio que Campos/Marina não irão muito longe).

Anônimo disse...

"Mas acho que sim, que ela ainda consegue se reeleger. Só que será bem mais difícil que em 2010, até porque Aécio é um candidato menos antipático que Serra (creio que Campos/Marina não irão muito longe)"

Concordo que ela consegue, e que o Aécio é a maior ameaça, mas eu não subestimaria o Campos e a Marina, porque eles tem potencial de tirar uma quantidade significativa de votos da Dilma no Norte e Nordeste, onde o PT sempre foi bem... E temos que lembrar que Minas, onde o Serra foi muito mal nas últimas eleições, provavelmente irá favorecer mais aos tucanos agora, já que o Aécio tem alta taxa de aprovação por lá. Posso estar completamente enganado sobre isso tudo, claro, politíca é difícil de prever, mas estou realmente preocupado. Especialmente se a Dilma ficar com uma imagem ruim e associarem essa imagem a toda mulher candidata daqui pra frente!

lola aronovich disse...

Concordo totalmente contigo. Não estou subestimando Campos/Marina. Certamente Campos tirará votos de Dilma no nordeste, principalmente em Pernambuco. Mas acho que a disputa ficará polarizada, mais uma vez, entre PT e PSDB, e, no segundo turno, grande parte desses votos que foram pro Campos voltará pra Dilma. E, sem dúvida, Aécio terá grande maioria de votos em Minas, seu colégio eleitoral. Muito mais do que teve Serra. E terá os votos de sempre do PSDB em SP. Lembre-se que o PT nunca ganhou no Estado de SP. Nunca, em nenhuma das vezes que Lula foi candidato (foi graças a SP que Collor ganhou, em 1989). O Rio ainda é um mistério, eu acho, mas é provável que Aécio tenham mais votos lá que Serra. Tudo isso somado fará com que o PSDB tenha mais votos (no 2o turno) que Alckmin em 2006 ou Serra em 2010. Por isso, acredito que será uma eleição muito mais difícil pro PT. Mas acho que ainda ganha (PSDB nunca mais, pelamor). Só que o PT terá que fazer uma campanha inteligente. Se só ficar comparando o governo atual com os anos FHC (algo muito distante pra boa parte dos brasileiros), danou-se.

Anônimo disse...

Os tucanos também sempre podem contar com a grande mídia para falar mal do PT... Lembra do tratamento completamente parcial que a Dilma recebeu da Veja e da Globo? E a oposição vive choramingando que a mídia é toda comprada pela esquerda! Ainda bem que esse povo não é nem de longe tão influente quanto costumava ser.

@dddrocha disse...

Que mulher, Lola... só fiquei sabendo da existência dela agora. É realmente lamentável o descaso com uma pessoa tão importante e tão inteligente, fiquei muito interessada na obra e legado dessa grande mulher, obrigada pelo belo post.

Anônimo disse...

garnde feminsita e grande intelectual...Claro! Ela repete as besrteiras do senso comum:

"Os homens são casadouros, as mulheres não. Os homens traem as mulheres para ficar no casamento e eles são polígamos. As mulheres traem os maridos para sair do casamento e elas são monógamas".

E ainda vem com aquela que hoemns e mulheres se dão muito bem,....putz,sempre aquela mania que muitos tem de dessassociar violência masculina do machismo.Ficarcalada perante o proprio sofrimento para não pertubar aharmonia é "se dar muito bem com o outro"?Quem é que nos bate,nops estupra,nos mata? Outras mulheres?? Como assim os homens não podem ser atacados?? cara,nunca entendi essa..e ainda querem acabar com violência doméstica!

Porra,Lola,te considero melhor intelectual que ela;pelo menos vc reconhece esse "detalhe".

Clarice

lola aronovich disse...

Dá um tempo, Clarice. Não é porque vc discorda de alguma coisa que Muraro disse que isso a desqualifica como grande feminista e grande intelectual. 4 mil publicações! Ela passou a vida inteira combatendo o senso comum.
Gente, vamos aprender a discordar! Serião, defenda o seu ponto de vista, mas sem cassar carteirinha feminista!

Verônica disse...

Lola, amei este seu último comentário.
A Rose marcou muito a vida da minha mãe - e por tabela, a minha também. Eu era criança. mas minha mãe lia a Rose e vivia discutindo as questões feministas com uma vizinha nossa, a Iara e até cm a gente. E foi por influência dela, que ela teve coragem de tomar as rédeas da própria vida e sair de um casamento infeliz.
Grande perda!

Anônimo disse...

Hj vi um site mascu,estão revoltados pq as mulheres estão dando mole para os estrangeiros ao invés de dar em cima do homem brasileiro.
E a vingança cruel deles ,é nos ignorar quando acabar a copa kkkkkkkkkk

Pâmela disse...

eu vi isso, Anon 21:27

um bando de mordidinho que não aceita que mulher tenha vontades...

ficam tudo chamando mulher de puta, vadia e afins e depois não entende pq são preteridos pelos estrangeiros....

eu to dando é risada...

eu moro na Inglaterra e meu marido é turco... a maioria das minhas amigas são brasileiras casadas com ingleses ou estrangeiros gerais...

meu marido já me perguntou na lata: o que os homens brasileros fazem para as mulheres quererem TANTO um estrangeiro????

Anônimo disse...


Pq será né Pâmela? bando de babacas,eu também quero um estrangeiro,de preferência coreano,são lindos demais kkkkkk

Anônimo disse...

um bando de mordidinho que não aceita que mulher tenha vontades...

ficam tudo chamando mulher de puta, vadia e afins e depois não entende pq são preteridos pelos estrangeiros....


kkkkkkkk Eu rio é da cara de pau de vcs,pq será que a mulher brasileira tem fama de puta pelo mundo afora?É pq a gente fala ou pq vcs dão para o primeiro gringo que aparece,com a esperança de conseguir visto grátis para outro país?
Um amigo meu americano,n me deixa mentir,veio para ver a copa mas tb para pegar mulher,pq ele sabe que aqui a coisa é bem fácil.

Anônimo disse...

Fui eu Lola que pedi e seu texto ficou muito bom sim, passou as informações iniciais e necessárias para "atiçar a curiosidade” de quem não a conhece (ou as suas obras), agora completo não ficou nem tem quem consiga tal proeza... Rose Marie não se esgota em um post... assim sugiro ao pessoal que leiam as suas obras. Sou de Campina Grande, Paraíba, aqui há um encontro anual chamado "Encontro para Nova Consciência" e Rose deu várias palestras por alguns anos seguidos, assistir uma palestra da Rose era como colocar um cinto de segurança e decolar, Rose englobava economia, ecologia, tecnologia e psicanalise, uma explosão de conhecimento e ativismo.
Ana Paula Marques.
www.youtube.com/watch?v=-G88hUS3LW0
www.youtube.com/watch?v=YzXPtUstbPU
www.youtube.com/watch?v=IoCk2TFro24

lola aronovich disse...

Pena que a coisa não é tão fácil pra vcs, né, mascutrolls? Se fosse, vcs não estariam reclamando...
Ah sim, brasileira transa com estrangeiro pra conseguir visto! Não tem outra explicação. Não pode ser só por querer transar!
Ha ha, até hoje lembro de um mascutroll que veio dizer que a Gisele Bundchen se casou com o jogador de futebol americano por causa do dinheiro. Quando o mascu foi alertado que, epa, a Gisele é muito mais rica que o marido, o mascu não se deu por vencido: "Então foi pelo Greencard". E ele não estava sendo irônico não. Mascus realmente acreditam nessas coisas. AHAUAUAHAUAHAUA.

Anônimo disse...

Seu amigo é um escroto e um perdedor, como você! Nenhum dos dois representa nada (exceto por imbecis).

Anônimo disse...

Gisele Bundchen deusa

Anônimo disse...

Nossa seu mascu de mierda, e daí que "aqui a coisa é mais facil"? Se ela quer dar, ele quer comer, ta todo mundo feliz. Porque insultar as mulheres que "dão facil"? NUNCA entedi isso.

E serio que elas só querem um visto para outros países? E o seu amigo americano, transa com a mulherda por que? Será que ele também não quer um visto pro Brasil?

Me poupe. Pleno sec 21 e tem piolhento ainda classificando mulheres como faceis ou dificies.

E vou te contar um segredo: eu tenho passaporte europeu, como metade dos paulistas, tenho ascendencia italiana. E sempre fiquei com um monte de gringuinhos, não porque queira pasasporte, mas porque quero conhecer um peesoal diferente desse bando de brasileiro machista.

Talvez teu amigo pegue mais mulher não porque é americano, mas sim porque não chama de vagabunda as meninas que transam com ele. Palhação.

Lia 38

Death disse...

"Os homens são casadouros, as mulheres não. Os homens traem as mulheres para ficar no casamento e eles são polígamos. As mulheres traem os maridos para sair do casamento e elas são monógamas".


Não acho que a Muraro quis validar algum conceito machista sobre casamento e traição, não sei se entendi bem o que ela quis dizer, mas pra mim foi algo como:

Homens quando sentem falto de algo, vão atrás desse algo em um relacionamento fora, mas não tem coragem de terminar com o casamento. Falta de coragem ou apenas comodismo mesmo... e julgam amarem várias mulheres simultaneamente.

Já as mulheres quando traem, é pq querem sair daquele relacioanmento que tb está lhes faltando em algo, dedicando exclusivamente em cada caso, portanto, precisando terminar um para começar o outro.

Claro que é uma definição meio genérica de como as coisas funcionam, mas não acho que nela possa se encontrar algum respaldo para defender violência doméstica ou algo do tipo! Nossa, ela era feminista, não faria tal coisa.

Ao invés de dar uma de Dado e falar que ela "traiu o movimento velho", acho mais proveitoso tentar interpretar e tirar algo de novo da sua fala.

Anônimo disse...

Engraçado que essas mulheres que babam estrangeiros sempre querem um europeu, ou mais raramente, algum dos asiáticos mais "branquinhos". Nessa copa, já vi um monte de turistas africanos para os quais elas não olham duas vezes, mas quando é um grupo de turistas, sei lá, alemães ou ingleses, aí só faltam babar. Racistas.

Anônimo disse...

10:23, vocês tb são racistas. Só querem nórdicas, loiras de verdade, com corpo escultural e rosto de miss universo. Vai se catar!!!

Anônimo disse...

"Só querem nórdicas, loiras de verdade, com corpo escultural e rosto de miss universo. Vai se catar!!!"

De onde você tirou tal constatação? Eu lembro muito bem na época da fama da Andressa Soares que eram as mulheres que não se conformavam que uma moça parda (?) sem "barriga chapada" virasse sensação nacional.

Anônimo disse...

Sensação nacional é uma coisa. Preferência dos mascus é outra. Não me enrola que eu não nasci ontem, amore.

Anônimo disse...

Ainda assim é notável a diferença de tratamento que as brasileiras dão para os latinos (excluindo-se os brancos argentinos), orientais e africanos e o recebido pelas estrangeiras de mesma proveniência por parte dos brasileiros.

Não me enrola que eu não nasci ontem. ;)

Paula disse...

eu tenho passaporte holandês e casei com um indiano!

e aí, mascuzada?

Ana Carolina Serrao disse...

Chatinhos esses caras....parecem ter as vidas tao vazias q para tentar preencher esse buraco se focam nas vidas das mulheres...

ThiagoE disse...

Rose Marie Muraro foi uma das maiores pensadoras do Brasil.
Mais do que feminista acadêmica, ela colocou em pratica seus estudos e crenças para ajudar o próximo. A biografia dela é fantástica, mesmo com todas as limitações físicas ela não deixou de ajudar os outros.

Recomendo muito aos que são católicos lerem sobre Teologia da Libertação. Porém já aviso que sua instituição religiosa será colocada em xeque.

Anônimo disse...

"10:23, vocês tb são racistas. Só querem nórdicas, loiras de verdade, com corpo escultural e rosto de miss universo. Vai se catar!!!"

Eu sou o anônimo que falou aquilo. Eu sou negão, com orgulho, e também prefiro mulheres negras! Querer corpo escultural e rosto de miss não é racismo, pois essas caracteríscias não dependem de raça. Agora, não posso falar por todos os homens. O que você está dizendo é que, se "os homens" são racistas, vocês também podem ser? Patético.

Nelia disse...

Lola, hj vi uma reportagem no DCM em que tomei conhecimento da história de perseguição à uma aluna universitária por seu prof. no curso de Direito devido suas diferenças ideológicas. O prof. liberal e machista e moça, Maria Clara Bubna, feminista participante de um coletivo e de esquerda. A reportagem: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/onde-esta-a-aluna-marxista-a-briga-entre-um-professor-e-uma-estudante-na-uerj/
Vc conhecia esses fatos? Se a convidasse acho que daria um ótimo guest-post.

Nelia disse...


Lola, ainda no assunto da Maria Clara Bubna. O prof. colocou um post machista no facebook, um coletivo feminista de outra faculdade fez uma nota de repúdio, ele acusou a estudante de estar por trás disso se fazendo de vítima quando foi ele que deu início a uma perseguição à estudante.Foi ajudado pelo "colonista" energúmeno da inVeja, quer coisa Constantino, que difamou a menina em apoio o prof reacionário. Ela passou a receber mensagens ameaçadoras, dizendo que devia ser estuprada e coisas desse calibre. Teve seu facebook hackeado e depois cancelado. Maria Clara ficou assustada e se recolheu por um tempo, afinal é uma jovem de 20 anos, estudante do primeiro período, portanto, o elo mais fraco. Mas ela voltou e resolveu se empoderar, divulgou seu manifesto "SOBRE O SILÊNCIO OU MANIFESTO PELA VOZ", que está no lik do outro post. Abriu nova conta no facebook. Diz que ainda recebe mensagens ameaçadoras. Aqui publicação do ComossomoX sobre o acontecido, onde reproduzem o post machista do professor:http://cromossomox.com.br/2014/06/post-machista-de-bernardo-santoro-irrita-feministas/

lola aronovich disse...

Oi, Nelia. Li o texto da Maria Clara no Cromossomo e tuitei ontem, dando todo apoio a ela. Na realidade, eu tinha me comunicado rapidamente com ela antes da publicação do post, e ela me ofereceu aquele texto pra ser publicado aqui como guest post. Eu achei que já tinha passado o momento, porque o chorume dos reaças já tem algumas semanas. Acho que foi erro meu. Mesmo assim, ela pode contar com meu apoio.

Anônimo disse...

Lembro até hoje da primeira vez que ouvi o nome dela, eu era muito jovem e um senhor lá pelos 65 me disse no meio de uma conversa algo como "mas já viu a cara dela, feia que nem o diabo". Eu não entendi muito aquela crítica 'tão profundo', mas vi que tinha algo MUITO errado...com ele, claro e fiquei muito curiosa em conhecer essa Muraro, não vi feiura nenhuma nela. Salve, Muraro!
Leila

lola aronovich disse...

Exato, Leila. E essas são as "críticas" tão embasadas que mascus e reaças costumam fazer a/sobre feministas. É tudo "feia, boba, chata". Turma da Mônica total!
Eu li na Wikipedia sobre a Rose Marie Muraro, mas não encontrei noutro lugar um trecho muito interessante: ela, que teve problemas de visão a vida inteira, desde que nasceu (era quase cega), num momento conseguiu fazer uma cirurgia que a fez ver melhor. Não sei os detalhes, não sei quando foi isso, não sei o grau de sucesso da cirurgia (ah, agora vi que a página na Wiki foi um pouco melhorada). Então, parece que ela fez a cirurgia na década de 90. Aos 66 anos, viu seu rosto pela primeira vez, e disse: "Sei hoje que sou uma mulher muito bonita".
Não precisa nem ter olhos pra saber disso!
Mulher bonita é a que luta! Todas nós somos lindas.
Horroroso mesmo é quem desqualifica pessoas baseado na aparência física. E quem se opõe à uma luta básica por igualdade.

Clara Lopez disse...

Li hoje esse artigo de Carla Nascimento e resolvi trazer pra seus leitores, achei muito bom. Abraço, Clara

http://blogdoims.com.br/ims/a-rose-muito-obrigada