terça-feira, 9 de dezembro de 2008

MEU AMOR CAMPEÃO!

Silvinho posa com o troféu em seu escri

Estou ainda mais orgulhosa do maridão que de costume. Ele foi jogar um torneio em Lages (serra catarinense) no final de semana, e voltou de lá como campeão catarinense de 2008. Ele já havia sido vice-campeão, mas campeão mesmo é a primeira vez. E ele ainda trouxe um cheque de mil reais! Devo confessar que o troféu não me fez sorrir tanto quanto a bufunfa, mas eu sou uma besta capitalista (só na esfera privada; no coletivo, sou socialista). Aqui há uma pequena matéria que saiu no Correio Lageano (tem uma foto também), e no blog dele, o All That Chess (belo nome! Adivinha quem criou?), ele analisa sua última partida no torneio (depois ele jura que coloca todas). Quem sabe mexer as peças deveria dar uma olhada. E quem não sabe, tá na hora de aprender, né? Xadrez é tão gostoso! E eu sempre achei isso, muito antes do maridão ser campeão. Godois (vice), Silvinho, e Marcão (terceiro), lá em Lages, no domingo

25 comentários:

Masegui disse...

Silvinho,

Parabéns, Mestre!

Agora não tem desculpa, vamos beber até cair! Peça à chefona aí uma parte da grana (uns 300 merreis dá) e vamos comemorar... você o título catarinense e eu o 40º lugar na semifinal do mineiro!

Ps.: Convida o Pernambucano Duma Figa, ele é gente boa! (ih, será que 300 vai dar?)

Ps2: Você paga a conta!

lola aronovich disse...

Impressionante! Tem homem que não pode ver dinheiro que já quer torrar tudo em cachaça...

claudiamay disse...

Parabéns!

Todo dia me aparece um incentivo novo para voltar a jogar. Resta saber se eu ainda sei algo além dos movimentos das peças...

Anônimo disse...

Hhahahahah adorei a idéia do Masegui! Meninos... ah como eles são felizes, com facilidade. Fui lá conhecer o blog do Silvinho e deixei meu recado.Bj da Fatima.

Débora disse...

Parabéns ao maridão.
O meu vive dizendo que vai me ensinar (ele me enrola e acaba jogando videogame) porque a nerd cabeçuda aqui abriu mão, no colégio, de aulas de xadrez por aulas extras de física. E nem adiantou porque eu nunca ganhei uma olimpíada de física (nem cheguei perto), devia ter escolhido aprender xadrez.

Barbara disse...

Parabens, marido da Lola!!!

(aprender xadrez? imaginar 20 jogadas a frente e pensar em todas as possibilidades de um movimento? nao, obrigada. Meu cerebro doi soh de pensar... :)

Deixo isso pros mestres

Serge Renine disse...

Parabéns ao Silvio Aronovich! Campeão de xadrex é uma coisa muito, muito, chique!

Se sobrar um pouco dessa bufunfa, caso você, como solicalista, não saiba como gastar, pode mandar pra mim.

Bárbara Dayrell disse...

Lolinha, primeiro, parabens para o maridao!!! Campeonato de xadrez nao deve ser nada fácil... eu nao sei jogar direito, mas o meu marido adora... ganha todos os jogos (mas so joga contra o pai ou o irmao...hehehhe).
Segundo, acho q sou parente distante do seu marido!!! Tb sou Cunha Pereira! Ê mundinho pequeno!!!
bjinho

Serge Renine disse...

Aronovich:

Por essa última foto, o Godois e o Marcão, respectivamente, não ficaram nada felizes com a colocação deles.

Andrea Cristina disse...

Aff!!! Que orgulhosa!!!
Agora vê se pára de tirar sarro das fotos dele, viu?

Serge Renine disse...

Aronovich:

No livro 007 Contra Goldfinger o vilão mais carimático é o Kronsteen, comparsa de Ernst Stavro Blofeld, jogador de xadrez checoslovaco.

No cinema ele foi interpretado pelo ator Vladek Sheybal, mas o personagem perdeu muitas características e ficou meio bobo.

Mei disse...

eeeh..parabéns!!!

eu joguei xadrez pela última vez há tanto tempo...nem sei se lembro mais. Meu maridon é bom nisso também!!
É bem gostoso jogar e as peças ficam lindas em fotos - tenho até um álbum no meu flickr!!

L. Archilla disse...

eu adoraria jogar xadrez, pena q sou desprovida de raciocínio lógico...

Liris Tribuzzi disse...

Parabéns pro maridão da Lola!!!

Jogar xadrez é fácil, terrivelmente difícil é jogar BEM xadrez...

Como vão torrar a grana???

Gi disse...

Que bom! Parabéns pra ele! Meu namorado adora jogar xadrez. Tentou me ensinar outro dia, mas estava mais interessado na partida com um amigo do que me mostrar tudo.

Li "Le Joueur d´échecs" de Stephhen Zweig (um dos meus escritores preferidos),um livro que não é sobre o xadrez em si, mas sobre um famoso jogador, um observador e sobre a inteligência e suas maneiras diferentes de exisir no mundo. O livro é rápido e ótimo.

Lila disse...

Êeee! Parabéns ao Sílvio. Eu sou da turma que acha xadrez difícil e portanto ele tem a minha admiração.

Giovanni Gouveia disse...

Eita, parabéns, deve ter sido pedreira, mas valeu a pena...
Eu "jogo" xadrez desde meus 8 anos, mas joguei co relógio pouquíssimas vezes, e também fico perdidinho naquelas combinações letra número que mapeia todo o troço, na época de escola técnica tinha um amigo (falecido, por sinal) que ficou conhecido como "p4" porque jogava dizendo a posição das jogadas. E jogar com mestres e grandes mestres deve ser uma maratona cerebral à qual eu não devo estar preparado...
E, masegui, pra essa birita aí tem que pensar na passagen (moramos em três estados diferentes), e Lola, O mineiro da cara de padre não propôs torrar tudo com cana, mesmo pq o que se pode fazer com cana é diluir :P, mas apenas 30% :D

cavaca disse...

Parabéns ao maridão, ganhar dinheiro fazendo aquilo que gosta é a melhor coisa que há. Existe agora um campeonato sul americano de 10.000 reais ou algo assim?

Lolla Moon disse...

"Impressionante! Tem homem que não pode ver dinheiro que já quer torrar tudo em cachaça..."

HAHAHAHAHAHAHAHAAHHA

e mulher também, lola. não se esqueça de moi.

Lolla Moon disse...

Por falar em esquecer, esqueci-me eu: PARABÉNS, ganhar é sempre mais gostoso do que competir. ;)

Masegui disse...

Giovanni (PDF),

Eu tava pensando o seguinte: já que vc vai descer pra SC, passa aqui e me dá uma carona...

iaeeee disse...

É tão bom quando alguém que a gente ama ganha algo! Parece que foi gente que ganhou também, o que não deixa de ser verdade.
Parabéns maridão da Lola!

Renata disse...

Opa Lola!

Saudades do Marcão... ele era meu treinador... vc sabia disso né?
Saudades da minha época de enxadrista... acho que joguei por Lages durante uns cinco anos... e também ganhei minhas matérias no Correio Lageano... chique, não?

Um abraço,
Renata.
www.oraculodelesbos.blogspot.com

Chris disse...

Parabéns, Marido-da-Lola!

Quanto ao 'search engine', G-zuis, que coisa mais bizarra...


Beijos

lola aronovich disse...

Gente boa, muito obrigada a todos que comentaram e que mandaram parabéns. Não vou responder a um por um porque estou sem tempo, pra variar. Tenho que terminar um capítulo da tese até segunda... Mas comentando assim, pra todos, quero dizer que pedi ao maridão pra responder, mas obviamente ele não quis (acho que tem a ver com ele não saber digitar - demora bastante pro catador de milho escrever algumas linhas). Quanto a jogar xadrez, esse mito de que todo jogador de xadrez é um gênio e que xadrez é um jogo dificílimo interessa aos jogadores de xadrez, por um lado (é legal que todo mundo assuma automaticamente que vc é inteligente), mas por outro, não ajuda a popularizar o esporte/jogo/arte. E seria ótimo pra todo mundo se xadrez fosse mais popular no Brasil, porque realmente é um jogo muito legal, um ótimo exercício pra mente. Aprender a mexer as peças é fácil. Jogar bem é outra coisa, mas não é necessário. Portanto, joguem, que é uma delícia! (e viciante, eu que o diga. Perguntem ao maridão quantas horas por dia, durante o meu mestrado, eu ficava jogando xadrez online...).