quinta-feira, 1 de novembro de 2018

É PRECISO LEVAR A SÉRIO

Dois dias depois do pleito, já foram criadas pelo menos duas contas hilárias mostrando o arrependimento de eleitores de Bolso, o Jair me arrependi e o BolsoRegrets
Eles não estão felizes com a nomeação de Alberto Fraga (um que foi filmado reclamando do valor da propina, e que hoje cumpre pena em regime aberto) para ministro. E alguns descobriram agora que o mito quer juntar o Ministério da Agricultura com o do Meio Ambiente. Putz, vocês não viram os debates, mores?
As coisas não começaram bem. Aliás, nem começaram! Ontem ficamos sabendo de um secretário de uma pequena cidade de MG que gravou um vídeo dizendo que "o país mudou e agora nós vai perseguir mesmo", referindo-se principalmente a homossexuais. O vídeo vazou e o cara deu a velha desculpa de que "era zoação". 
Foi no momento que tuitei sobre o caso que a Jana entrou em contato comigo, falando de um texto que havia escrito para o Justificando. Perguntei se eu poderia reproduzi-lo no blog, ela permitiu. Jana Viscardi é doutora em Linguística pela UNICAMP, com passagem pela UniFreiburg, na Alemanha. Faz excelentes vídeos semanais sobre linguagem e comunicação no Youtube. Seu Twitter também é muito bacana.

Eu estava tendo uma conversa com um eleitor de Bolsonaro e dois elementos me chamaram atenção porque outras conversas que eu acompanhei ou vivenciei apresentavam essas mesmas duas características (dentre outras). Ficava no ar a ideia de que ou 1) não se deve levar tão a sério o que ele diz, por ser apenas “da boca pra fora” ou 2) as falas dele são frequentemente tiradas de contexto, por isso não são entendidas, junto com “ele faz teatro, é uma piada”.
Eu, como linguista, confesso a você que fiquei com a pulga atrás da orelha: será que estou sendo injusta ao criticar (e temer) as falas do candidato? Será que estou levando tudo muito a sério, sem “esportiva” nenhuma?
Pois aqui vem um spoiler: não, não estou sendo injusta e também não perdi a esportiva. Deixe-me explicar a você o porquê.
Em fala recente transmitida pela internet, o candidato diz, após falar sobre os profissionais do campo e a atenção que quer dar a esse grupo: “vamos botar fim em todos os ativismos do Brasil”. E continua dizendo que vai “tirar o Estado do cangote de quem produz”. Esse é o contexto da fala que afirma acabar com o ativismo. Nessa fala, o contexto não traz qualquer afirmação adicional que suavize ou modifique a noção de “botar fim” nos ativismos. E ela parece bastante literal –- ou você é capaz de reconhecer aí qualquer sentido metafórico para o emprego do termo?
Em outra fala recente, no Acre, Bolsonaro pega o tripé de uma câmera, aponta para cima, movimenta-se como se estivesse atirando e diz: “vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre”. É ovacionado em seguida. Ele, um candidato à presidência, exemplifica, encoraja, estimula e valida a violência através desse tipo de manifestação. O gesto, acompanhado da afirmação categórica de fuzilamento de um grupo de indivíduos, sequer há como ser compreendido, outra vez, metaforicamente. Qual metáfora carregaria a afirmação de fuzilamento, quando acompanhada do gesto que denota uma arma atirando?
Vamos supor, no entanto, que para os dois exemplos, o sentido metafórico seja possível. E seja algo como “não deixar aparecer”. Uma das características principais de uma democracia é justamente a existência de vozes dissonantes, de existências diversas que manifestem sua opinião e co-existam. Se um candidato à presidência propõe não deixar que esses discursos e vozes se materializem, onde estará a democracia?  
Trago aqui apenas dois exemplos, recentes, mas há inúmeros outros. Todos eles são representação da e estímulo à violência. E se é isso que o candidato oferece às pessoas, é isso que seus ouvintes podem levar em conta. Todas as nuances interpretativas são trazidas pelas pessoas que o acompanham e que, de alguma maneira, acreditam que ele não fará exatamente o que diz. Não são nuances trazidas da fala do candidato.
E se você chegou até aqui, atenção: a linguagem é a maneira como moldamos e construímos o mundo em que vivemos. É através dela que vamos nos entendendo como sociedade, como grupo.
Este caso aconteceu na 2a, e a Mari
conta aqui.
Quero crer que o próprio Bolsonaro não pegará uma arma e atirará em alguém que pensa diferente dele. No entanto, seu posicionamento –- seus discursos, seu comportamento, suas ações -– molda a sua posição como candidato e valida os discursos, comportamentos e ações de seus eleitores. Inúmeros deles podem se sentir seguros em manifestar posturas violentas e preconceituosas, dado que o candidato à presidência propaga atitude e discurso semelhantes, mesmo que “apenas de brincadeira”. Não à toa surgiram inúmeros casos de violência vinculados ao nome de Bolsonaro durante o primeiro e o segundo turnos.
Você poderá dizer: “mas, Janaisa, Jair Bolsonaro não tem controle sobre as ações de outras pessoas. Ele não as acompanha vinte e quatro horas por dia, não tem como saber o que acontecerá”. No entanto, ele carrega em seus ombros a responsabilidade sobre a maneira como aguça a violência em seus eleitores através de seus discursos. Assim como tem responsabilidade sobre a maneira como desautoriza a existência de diferentes grupos de nossa sociedade.
A linguagem é, neste caso, a materialização da violência.
O racismo, a homofobia e a misoginia não nasceram com Bolsonaro, isso todos sabemos. Seus discursos, no entanto, ao invés de minguarem essas manifestações, potencializam e justificam sua existência.
A linguagem, meus caros, é a cola que liga e molda uma sociedade. É de responsabilidade dos candidatos -– e de seus eleitores –- zelar para que suas manifestações não fortaleçam ou revivam posturas excludentes e violentas.
Não há como competir com a violência. Porque a partir da violência, não há discussão, não há reflexão. Há apenas imposição -– de ideias, de comportamentos, de discursos. E essa imposição se revela e se fortalece através da linguagem, da comunicação. E é isso que Bolsonaro, tristemente, representa. Por isso, eu só posso dizer a você: sim, é preciso levar as falas de Bolsonaro a sério, porque a violência que promovem é séria, muito séria.

45 comentários:

Anônimo disse...

Eu tô é surpresa dos eleitores dele estarem preocupados com a fusão dos ministérios, achei que não dessem a mínima pra isso. Ficaram idolatrando o cara, não foram atrás de saber as propostas, não cobraram que fosse ao debate, deu nisso.
Aliás gente está rolando um abaixo assinado no site Petição Pública contra a fusão dos ministérios, quem puder contribuir...

Anônimo disse...

Alberto Fraga nomeado ministro ??
Tem que rever essa informação aí.

WoW disse...

https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,fraga-diz-que-nao-sera-ministro-e-espera-rever-estatuto-do-desarmamento-em-2018,70002578639

Depois eles é que são do fake news.

Luciana Lorena disse...

Lola, qual você acredita ser a melhor abordagem para lidar com esses eleitores arrependidos do Bolsonaro?

Anônimo disse...

Torço para que os esquerdistas queimem bastante o Bolsonaro, até ele cair e assumir um militar no lugar.

Aí sim, o serviço estaria completo.

Continuem vermelhos.

Anônimo disse...

Os EUA e a China tem ministério de meio ambiente? Quanto países da Europa tem?

Anônimo disse...

Damage Control a todo vapor

Anônimo disse...

Dr Juiz Sérgio Moro para ministro da Justiça.

Muitos gostaram. Isso você não comenta?

Anônimo disse...

Estamos salvando essa postagem sua Lola, como diversas outras antigas, criticando por criticar o Presidente da República do Brasil. Vc vai responder por cada uma delas perante o ordenamento jurídico pátrio. Vamos ver até onde vai sua "coragem" e seu "ativismo". Vc vai pagar caro, muito caro, por sua falta de respeito!

Cristiane Lira disse...

Lola, acabei de ler seus dois últimos textos e fiquei sabendo que até aquele bolsominion de carteirinha, o Danilo Gentili, criticou a vigilância e filmagem de professores em sala de aula. Alguém comentou aqui que isto está parecendo cenário do filme 1984 como ele também falou.
Só acreditar em doutrinação comunista já é uma estupidez imensa e agora vem essa de intimidar professores dizendo o que eles podem ou não podem fazer. Sinceramente não acho que bolso é um assunto interessante para ser tratado com crianças. Quem faria isso? Mas aí falar mal de bolso em sala de aula agora é doutrinação também? Que viagem na maionese é essa? Quer dizer então que a criança/adolescente é "doutrinada" pelo professor, mas não é atingida pela "doutrinação" dos pais bolsominions e do meio fortemente bolsonarista do estado com maior números de voto em Bolsonaro? Que povo asno é esse? Isso já é caso pra camisa de força.
É óbvio que este é um governo de autoritários, mas o povo escolheu isso. Se querem o fim da liberdade estão colhendo já o quiseram plantar. E eu não tenho pena nenhuma de minions arrependidos (que são poucos).

Cristiane Lira disse...

Nós vivemos em uma democracia e os monstros autoritários tem o poder que foi dado a eles pelo povo.

Anônimo disse...

Mas mesmo a agricultura não se fundindo com o meio ambiente, o número de ministérios precisa diminuir e os cabides e gastos tambem.

Felipe Roberto Martins disse...

Ainda faltam 4 anos e dois meses. Não será fácil... Deus nos Proteja.

Anônimo disse...

E agora o Moro em Brasília... É essa a Nova Era que estavam falando?

Cão do Mato disse...

Sobre o nomeação do Moro, excelente texto do Sakamoto.
https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2018/11/01/ministro-moro-bolsonaro-nomeia-mais-um-que-

Anônimo disse...

O que eu disse foi sobre os ministérios da agricultura e meio ambiente mesmo, o abaixo assinado é sobre isso.

Anônimo disse...

Se professores se limitassem a falar mal do bolso n teria problema, mas já tem alunos filmando na sala de aula. Já vi uns dois professores esculachando aluno por apoiar o bolso, dando um piti, ameaçando tirar ponto. Aí chega a ser ridículo.
Eles n podem ser censurados e nem os alunos. Deixa eles achando q o bozo é incrível.

Anônimo disse...

Eleitores do Bolsonaro acreditam que a Mula-Sem-Cabeça se casou com a Caipora em despacho de santería liderado por Haddad:

https://www.revistaforum.com.br/pesquisa-aponta-que-837-dos-eleitores-de-bolsonaro-acreditaram-no-kit-gay/

Anônimo disse...

Raquel Dodge, a misógina do PGR, acaba de pedir a condenação de Gleisi Hoffmann.

Um absurdo.

Anônimo disse...

Lola, sinceramente ainda não vi nenhum minion arrependido. Só vejo-os idolatrando o Mico e aplaudindo todos os absurdos que ele faz.

Anônimo disse...

Eleitor de Bolsonaro arrependido onde? Até agora não vi nenhum.

Anônimo disse...

Pense e raciocine. Eis:
Um astronauta e engenheiro do ITA (Ciência) para o Ministério da Ciência e Tecnologia.
Um economista para o Ministério da Economia!
Um general para o Ministério da Defesa…
Um juiz especializado e experiente no combate à corrupção e ao crime organizado (além de ser um “soldado” corajoso) como Ministro da Justiça!!!!!
Puxa vida! Que brilhantismo!

Anônimo disse...

Ele pode ter dito isso, mas vi notícia de que ele estaria cotado para ministério. Então não é historinha de ZAP ZAP para eleitor com QI deficitário

Anônimo disse...

Aposto que os dois perfis são fakes.

Anônimo disse...

Moro no ministério da Justiça foi oportunismo. Moro é um aliado da direita que vai combater a corrupção só dos adversários. A corrupçao da direita vai rolar solta agora. Tudo pra debaixo do tapete .Seu mito de brilhante não tem nada. Não passa de um bronco. Está apenas sendo bem orientado para escolher esses ministros. E seus orientadores são brilhantes em serem canalhas tirando Moro da frente da lava-jato colocando-o como um aliado que jamais permitirá a investigação dos podres do novo governo. Nunca se roubará tanto nesse país .Paulo Guedes está com a mão coçando para pegar uma grana com as privatizações. Esse aí já está envolvido em casos de corrupção braba. As investigações serão suspensas devido ao ministério e ele vai ficar livre pra roubar muito com as privatizações.
E depois dos quatro anos ninguém do governo de Bozo será punido. Porque eles estavam apenas com dor de cotovelo por ter ficado fora da farra do PT. Querem a vez deles de roubar. Essa hora chegou. Mais uma vez o brasileiro é feito de paspalho.

Anônimo disse...

Ainda estou esperando a terceira guerra mundial que o Trump iria causar.

Anônimo disse...

https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www1.folha.uol.com.br/amp/poder/2018/10/edir-macedo-processa-haddad-apos-ser-associado-a-fundamentalismo-charlatao.shtml&ved=2ahUKEwjp3KDIiLbeAhWFiJAKHVdqBY0QFjAFegQIAhAB&usg=AOvVaw2Vm27UXt832OtObNMNKgkl&ampcf=1 Sejamos bem vindos ao fundamentalismo religiosista evangélico. Adeus brasil e hello Evanjeguestão. Ps: o b minúsculo é proposital.

Jujuba disse...

Esse blog está ficando chato, o único assunto agora é Bolsonaro. E tem mais, não me arrependo de ter votado nele.

Anônimo disse...

Campanhas:

− Filmar e denunciar falta de estrutura em escolas públicas (uniformes, livros, papéis, bibliotecas, etc.);

− Escanear e arquivar (com várias cópias em diversos sítios) livros de história, ciências, biologia, literatura, artes, etc., para salvar o conhecimento da censura (fazer o mesmo com outros tipos de documentos);

− Promover o amor, a solidariedade, a honestidade, a afetividade nas relações interpessoais (espero que, com bons exemplos, aos poucos, as pessoas se dêem conta de que não há nada construtivo na turma do coiso);

Anônimo disse...

ahahhaha, lolinha! quanta diversão! hahahahahahahahahahah

Anônimo disse...

Bolsonaro influenciado por evangélicos fortemente ligados a dogmas judaicos, declarou que vai seguir a iniciativa dos EUA de transferir a embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém.
isto vai atrair a fúria de Jihadistas sobre nós, o Brasil diferentemente dos EUA não tem estrutura, inteligencia nem experiencia para combater atentados terroristas.

Anônimo disse...

Porque é idiota e ainda vai se arrepender. Questão de tempo.

Anônimo disse...

Esse governo não vai durar muito tempo, do jeito que estão indo.

Machistas! Fascistas!

NÃO PASSARÃO!!!

Anônimo disse...

Lola seja sincera no fundo você admira bolsonaro você e toda a esquerda no fundo você queria ser casada com ele, ser primeira dama.

Bolsonaro foi genial, seus gestos foram mitimamente pensado pra ganhar o respeito das massas e ganhou.

Não seja hipócrita se bolsonaro fosse do psol ter ganhado com poucos recursos, sem tempo de tv, sem aliados enfrentando a perseguição da imprensa, partidos grandes, o fanatismo dos esquerdistas, e mesmo assim ser agraciado e vencer uma hora dessas você estaria elogiando ele aqui dizendo ter sido a maior vitória da população brasileira, uma eleição do povo para o povo.

Até agora bolsonaro não decepcionou escolhendo ministros pela competência e não por coloio político, só aí uma vitória pro Brasil que mesmo no PT era no toma lá da cá.

Você pode até não ver ou criticar por criticar mas também deve dar o braço a torcer quando o cara acertar e ser imparcial reconhecendo as coisas boas também ao invés de ficar só torcendo pra que tudo dê errado pra dizer eu avisei.

Anônimo disse...

Mascu olavete bolsominion detectado.

Cristiane Lira disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkk, adorei. É bem isso. Eles falaram tanto "a nossa bandeira jamais será vermelha" mas pelos rumos que estão tomando vão mudar até o nome do país. EVANJEGUESTÃO é o nome perfeito. Aqui só viverão os talebans cristãos. E monstros eram os islâmicos... Os talebans cristãos são iguaizinhos a eles. Bem vindos ao nascimento do país mais cafona do mundo.

Anônimo disse...

A corrupção não vai acabar é um jogo de interesses, parece que não existem pessoas sérias qd se trata de governo no Brasil. Aqui não se tem vergonha de roubar, e são os ricos roubando dos pobres, e tendo vários aliados com essas leis frouxas que temos por aqui. O Brasil é o prato cheio pra desgraça. É o país da falta de oportunidade e dos oportunistas.
Quem puder que saia daqui, isso não vai mudar,pois está comodo pra eles, e o Brasileiro não tem culhões pra tomar uma atitude drástica. Trata política como futebol elegendo candidatos por paixões, todos aliados do futuro presidente foram pra dentro não importando se era ex-ator porno ou jornalista. A política do café com leite continua...

Cristiane Lira disse...

Já que você falou para toda a esquerda e não apenas para a Lola, então eu respondo. Você confundindo as coisas. Reconhecer quando o Bozo eventualmente acertar não o torna digno de admiração nenhuma. A escolha do Moro foi genial mesmo. Só não sei se foi para o bem ou para o mal. Mas um homem que apoia a tortura e a ditadura, que fala todas aquelas barbaridades de hominídeo das cavernas,nunca será digno da admiração de alguém em sã consciência. Só desperta a repulsa.(a boca fala do que o coração está cheio. Bozo é das cavernas. Não deveria articular palavras. Só urrar como o Geraldo Wolverine no vídeo em que pede votos pro Bozo. Urrar é suficiente para hominídeos). Não dá pra torcer que tudo dê errado porque a própria esquerda vai se ferrar se isto acontecer. Seria estupidez desejar isto. Mas daí admirar o Bozo porque ele consegiu conquistar o taleban cristão e aquela gente muito, muito, muito incomodada com mudanças, ah... Espera sentado! Puxa o saco do Bozo você com seus amiguinhos adoradores de políticos (atitude ridícula). Ninguém admira aquilo pelo que sente nojo, asco, entendeu? Só tô rindo aqui com essa história da Lola, que parece está muito bem casada, querer ser a primeira dama daquela cavalgadura de dentes podres, kkkkkkkkk. Essa foi muito boa. Precisamos rir de vez em quando.
Homens como Bozo, os filhos deles, Alexandre Brocha e Cia, estes que tentam mostrar uma masculinidade exacerbada, acabam parecendo pouco masculinos. Caricaturas do masculino. Acho que Bozo e Cia ficam na frente do espelho dançando e cantando MachoMan do Village People para acreditarem que são machos. 😂

Anônimo disse...

Vc é ingênuo assim ou é novo aqui blog

Anônimo disse...

Você é um bolsominion fanático mesmo. A Globosta só faltou dá o cu pro Bolsonaro e vc dizendo que bolso foi perseguido pela imprensa. Vai se catar e arrumar o que fazer.
Vc fala de fanatismo de esquerdista quando os fanáticos de Bolsonaro tem um déficit cognitivo tão grande a ponto de acreditar em mamadeira com bico de pênis para crianças. O eleitor de bolso é tão burro, mas tão burro que não há nem um mérito em receber voto de gente com capacidade mental tão limitada. Bolso é o candidato perfeito para estes seres que o elegeram.

Anônimo disse...

Gente, temos que ajudar o PT a fechar as contas de campanha. Qualquer valor ajuda.

Anônimo disse...

Lola, comente sobre a proposta de abater qualquer pessoa portando fuzil de um governador ligado ao CAPETÃO Bolsonazi. Dar poder do estado abater qualquer jovem negro periférico e se der problema é só dizer que tava de fuzil e pior, alguém acha que os traficantes vão ficar morrendo sem revidar? Eles vão é fazer operações de "counter sniper" e vai ter até playboyzinho do leblon morto nesta troca de tiros.

donadio disse...

"Um astronauta e engenheiro do ITA (Ciência) para o Ministério da Ciência e Tecnologia.
Um economista para o Ministério da Economia!
Um general...
" etc.

Olha, ser engenheiro não qualifica ninguém para ser Ministro de C&T. Assim como o melhor médico não é necessariamente o melhor diretor de hospital. São competências diferentes.

Pode perguntar isso a qualquer aluno do terceiro ano de Administração. É uma dessas coisas comunistas que a universidade está doutrinando a juventude. Mas é também de farto conhecimento de todos até nas Forças Armadas. Ou porque você acha que o corpo de oficiais é diferente e separado do conjunto dos praças? Por que o melhor soldado não é necessariamente o melhor general.

Na verdade, longe de ser "brilhante", como você sugere, é na verdade uma concepção ingênua. Se há algo "brilhante" nessas nomeações, é de outra forma, não como administração, e sim como política. Quem, por exemplo, poderia rivalizar com Bolsonaro em popularidade entre os coxinhas? Sim, ele mesmo, Sérgio Moro. Então Bolsonaro tira o homem da sua zona de conforto e o joga na frigideira. Logo logo a incompetência administrativa, somada à falta de compreensão sobre as causas da criminalidade, vão mostrar o vazio do ex-juiz. Aí Bolsonaro vai poder jogar fora a casca. É um jogo que não tem como perder: se tudo der certo, o mérito é de Bolsonaro. Se tudo der errado, a culpa é do Sérgio Moro.

Isso, sim, é brilhante. Mas não é administração, muito menos "técnica". É política em estado puro. Por que é isso que Bolsonaro é, um político profissional.

donadio disse...

"isto vai atrair a fúria de Jihadistas sobre nós

A intenção é exatamente essa. Nada seria melhor para Bolsonaro que um atentado terrorista logo no começo do governo. Afinal, funcionou até para o Bush, por que não funcionaria para o Bolsonaro?

Tinúviel disse...

Muito boa a análise. Para contribuir, deixo o link de um texto do The Intercept, a respeito de como o discurso violento de Trump tem rendido frutos nos EUA. Qualquer semelhança não é mera coincidência.

https://theintercept.com/2018/10/31/agressores-extrema-direita-trump/