segunda-feira, 8 de outubro de 2018

PASSAMOS PRO SEGUNDO TURNO! A HORA É DE LUTA E ÂNIMO

Estou feliz e aliviada!
Certo, talvez os eleitos para Assembleias Legislativa, Câmara dos Deputados e Senado tenham piorado. Ainda não sei. Já era ruim. 
E ninguém esperava que um partido nanico de aluguel como o PSL crescesse tanto. Mas o importante, importante mesmo, é que estamos no segundo turno!
Acha pouco? Pense nas opções. Pense como estaríamos hoje, agora, se Bolsonaro tivesse sido eleito ontem. Pense nos fogos de artifício. Nos tiros para o alto. Nos tiros nos cachorros. Nos tiros prometidos em gays, lésbicas, feministas.
Nem Lula conseguiu se eleger no primeiro turno! Por que um político medíocre e caricato como Bolso conseguiria?
Mas ele quase conseguiu. O risco foi real. Chegou perto. Quando começou a apuração, o Coiso chegou aos 49% (precisava de 50% + 1). Acabou com 46%, contra 29,3% de Haddad, 12,5% de Ciro, menos de 5% de Alckmin, 2,5% de Amoedo, e 1% de Marina, que teve menos votos que Cabo Daciolo e Meirelles. No final, acabou tudo ficando muito próximo ao que a pesquisa boca de urna do Ibope cravou.
Mas quer ver um cenário lamentável pelo lado da metade do copo cheio? Na realidade, Bolso não teve 46% dos votos. Isso foi o voto válido. A abstenção foi de 20%, a maior em vinte anos. Os votos brancos e nulos ficaram em cerca de 10%. Ou seja: do total, 32% dos eleitores votaram de fato no pior candidato de todos os tempos. Lógico que é muito. 10% já seria demais pra um cara desse calibre. Mas significa também que 68% dos eleitores brasileiros não votaram nele.
Faz tempo que a campanha de Bolso e seus bolsobots juravam que iriam levar no primeiro turno, antes mesmo de Bolso atingir os 20% nas intenções de voto. Nas últimas pesquisas isso não parecia impossível. Eles contavam com essa vitória ontem, pois sabem que o índice de rejeição a ele é enorme (sim, o índice de rejeição ao petismo também é. Vamos ver se é maior que a rejeição ao fascismo). Se você acha que Bolso não ter vencido ontem não foi uma derrota pra eles, veja que não houve comemoração da parte deles. Pelo contrário. Eles passaram o dia todo de ontem repassando fake news sobre fraude nas urnas eletrônicas. E, depois da apuração, se contentaram em xingar nordestinos.
Veja a live que Bolso deu à noite. Não uma coletiva, que isso é coisa de democrata. Um vídeo, só falando para os seus, sem responder perguntas. No vídeo, Bolso enigmaticamente diz que, se eleito, botará "um ponto final em todo o ativismo no Brasil". Isso foi uma mensagem cifrada para seu exército de fascistas, aqueles que se uniformizam de preto para ameaçar e atacar as pessoas "do mal"? Mas veja as feições de Bolso e seu ministro no vídeo. Parecem felizes pra você?
Os fascistinhas que me mandavam mensagens prometendo que 1964 renasceria ontem, que o pau de arara já estava preparado pra mim -- a falta da vitória ontem não foi uma tremenda ducha de água fria pra eles? Sob essa ótica, nós vencemos. Resistimos. Vamos sobrevivendo e lutando.
Óbvio que a vantagem pro dia 28 é deles. Nos últimos trinta anos, ninguém que venceu no primeiro turno perdeu no segundo. Eles só precisam de mais 4% dos votos válidos pra ganhar no final de outubro. E é possível que os votos de Amoedo e Alckmin vão pra ele. Mas não é bem assim. Segundo turno é uma nova eleição. Não é aritmética simples, é emoção. É voto a voto. Haverá debates. Eles terão que apresentar propostas. O arregão Bolso não conseguirá continuar fugindo.
E vamos trocar o disco, pelamor. Este não é o mesmo cenário de um ou dois meses atrás, em que Lula ainda tinha 40% das intenções de voto e Bolso suava para subir além do seu nicho. Talvez Lula já tenha transferido tudo que podia transferir. Agora Haddad precisa crescer por conta própria. Isso quer dizer: chega de visita a Curitiba, chega de gritos de Lula Livre. Pode animar a militância petista, mas nós vamos votar 13 de qualquer jeito. Temos que falar com os indecisos, com aqueles que estão tão desgostosos com a política que não se dignaram a ir às urnas.
Não aguento mais esse discurso de "Ah, se fosse o Ciro no segundo turno contra o Bolso, aí haveria chance". Não é o que as últimas pesquisas mostraram. Ciro estava tecnicamente empatado (assim como Haddad) nas simulações de segundo turno contra Bolso. Qualquer candidato que dispute com um sujeito que já está com 46% teria dificuldades. E, se Ciro não conseguiu chegar a 13% dos votos válidos no primeiro turno, não adianta chorar sobre o leite derramado, a culpa não é do PT, é de Ciro. Bola pra frente. Espero que ele declare apoio ao PT rápido. Espero que todos seus eleitores venham com a gente.
Sobre a Marina, não tem nem o que falar. Foi um fim melancólico. Ela acabou com 1% dos votos válidos. Ainda assim, espero que ela faça a coisa certa e se junte a uma ampla frente anti-fascismo.
Mas vale ressaltar: não são todos os eleitores de Bolso que são fascistas facínoras sem coração. Talvez a metade deles seja, e isso representa cerca de 25% dos votos válidos, um bocado de gente. Mas tem os que vieram com a "onda Bolsonaro" da última semana, tem os que votaram em quem o pastor mandou, tem os que não imaginam o mal que pode acontecer se Bolso se eleger.
Não há dúvida que Bolso teve uma vitória avassaladora em todos os outros campos. Fez do seu filho Flávio senador no Rio. Fez do outro, Eduardo, o deputado federal mais votado de SP. Tirou um senador atuante, histórico, fundamental, Eduardo Suplicy, e colocou em seu lugar um major ridículo. Transformou um partido insignificante como o PSL numa nova força. 
E tudo isso graças a quê? Ao brilhantismo de Bolso como orador? A sua esplendorosa atuação na Câmara durante 27 anos? Ao seu talento como conciliador? Não, né? Bolso não é nada disso. É um bronco, um ignorante em todas as áreas, sem exceção, o tio do pavê, um candidato tão sério quanto Tiririca (também eleito por SP). Mas ele conseguiu se fazer o representante moralista anti-esquerda (porque não é apenas anti-PT, é também anti-Psol, anti-ativistas, anti-qualquer tipo de defesa aos direitos humanos). Tem também seus discursos abertamente preconceituosos. Muitos votam nele não apesar das suas falas hediondas, mas exatamente por isso.
As eleições não foram muito boas pra nós mulheres. Nenhuma mulher foi eleita governadora no primeiro turno. Só uma, Fátima Bezerra, do PT, disputa o segundo turno, no Rio Grande do Norte. Se ela não ganhar, será a primeira vez desde 1990 que o Brasil não terá uma única governadora.
bancada feminina na Câmara cresceu nessas eleições: foi de 51 deputadas federais (do total de 513) em 2014 para 74. Mas se contarmos que entre elas estão bolsonaristas como Bia Kicis,  Joice Hasselmann, Caroline de Toni, e Carla Zambelli, não podemos comemorar muito. E ainda estamos distantes dos 30% (Janaína Paschoal, também do PSL, foi eleita a deputada estadual mais votada da história, com 2 milhões de votos, mais que o filho do Coisa Ruim, Eduardo).
Mas há várias boas notícias. Primeiro que, quando se fala tanto em antipetismo, vale lembrar que o PT elegeu a maior bancada de deputados federais (56 no total, 42 reeleitos e 14 novos, contra 70 em 2014), e 4 senadores (mesmo número que DEM, PSDB e PSL, e menos que o MDB, que tem 7, Rede, que tem 5, e PP, também com 5). PSL tinha um deputado e agora tem 52, a segunda maior bancada da Câmara, um dado sem dúvida assustador. O MDB foi reduzido pela metade. De votos por partido, o PT foi o mais votado, com 13,6%. E, no número de governadores eleitos no primeiro turno, PT e PSB são os dois partidos com mais governadores já eleitos (3 cada um). 
A melhor notícia foi o Psol quase ter dobrado seus deputados na Câmara: de 6 para 11! Foram eleitas grandes guerreiras como Samia Bonfim, Fernanda Melchionna, Aurea Carolina, e Taliria Petrone, todas assumidamente feministas. Joenia Wapichana é a primeira indígena deputada federal! Marilia Arraes chega à Câmara. Maria do Rosário, Jandira Feghali, Benedita da Silva, Luiza Erundina, Gleisi, Erika Kokay, e a minha candidata Luizianne Lins (a terceira deputada federal mais votada no CE) conseguiram a reeleição (sei que estou deixando muita gente ótima de fora. Fico feliz também pela reeleição de Jean Wyllys!). 
Outras boas notícias: SP elegeu a deputada estadual Erica Malunguinho (Psol) e passa a ter sua primeira deputada trans. A Bancada Ativista também foi eleita, e entre suas nove integrantes há uma trans, Erika Hilton.
Sara Winter, que faz toda sua carreira política em cima do antifeminismo, não conseguiu se eleger deputada federal no RJ.
Bom, mas e agora, como reverter o quadro? Como ganhar no dia 28 de outubro? Com ânimo e otimismo. Se cada um de nós tirar um voto do Bolso, ganhamos. 
Não é impossível de acontecer. Lembra do segundo turno entre Lula e Alckmin em 2006? Alckmin teve menos votos no segundo turno que no primeiro. É um caso raro, mas prova de que pode acontecer.
Tudo isso de pedir para que pensem na gente, na nossa sobrevivência, é muito importante. Você é gay e seus pais votaram em Bolso? Mostre pra eles que a sua vida está em risco. Você é feminista e seus amigos próximos gostam do Coiso? Leve as ameaças que você recebe até eles. Você é deficiente físico ou mental ou parente de deficiente? Demonstre as propostas (ou falta de propostas) de Bolso para essas pessoas. Você é negro? Fale com seus amigos e parentes como a sugestão de Bolso de eximir as polícias de qualquer responsabilidade (dar carta branca à polícia que mais mata no mundo) pode refletir na sua vida. E por aí vai. Isso pelo lado pessoal, da emoção mesmo.
O mesmo vale pras mulheres. Vamos continuar provando que nunca houve um candidato a presidente tão abertamente misógino como Bolso. Um candidato que diz que a filha nasceu de uma fraquejada, que disse (duas vezes, num intervalo de 11 anos!) para uma deputada federal que ela não merece ser estuprada por ser feia, que diz que mulher merece ganhar menos que homem porque engravida (e não há nada que possa ser feito a respeito), que diz que o "aumento do homossexualismo" é "culpa" das mulheres, que hoje trabalham fora de casa. E que conta com seguidores que passam 365 dias por ano atacando, ameaçando, xingando mulheres.
E vamos falar de economia. O que Paulo Guedes, cotado para ser ministro da Economia, tem em mente? A mesma coisa que o governo Temer. Vamos ver as sandices não muito populares que saem daqueles próximos a Bolso, como taxar todo mundo em 20% (pense, você que ganha um salário mínimo: dos mil que você recebe, 200 irão embora como imposto), ou o fim do décimo-terceiro salário. Vamos analisar como Bolso e o PSL votaram nas reformas do governo Temer, que foram péssimas pros trabalhadores. Agora Bolso terá que aparecer na campanha. E quanto mais ele aparece, mais besteira ele fala, mais ele arrisca cair.
Ontem à noite o brasileiro mostrou que o melhor do Brasil é o brasileiro (ou pelo menos 68% de brasileiros, ou quiçá apenas os nordestinos). Lançou uma hashtag hilária, a #FicaTemer. Eu ri alto quando vi. 
Passamos os últimos anos gritando Fora Temer, sem imaginar que sentiríamos saudades do golpista. Não sentiremos, a tag é irônica, mas reflete o nosso temor com um futuro fascista. Outras tags, como #PrayForBrazil e #RIPBrasil, são sinais de nosso desespero. Ainda podemos virar esse jogo!
Eu definitivamente pensava que seria mais fácil. Errei minhas previsões. Imaginava que Haddad terminaria o primeiro turno na frente de Bolso, e nunca pensei que o fascistoide sairia da sua bolha de 25%. Mas saiu. 
E agora vamos pra cima. #AgoraÉHaddad. O jogo só acaba quando termina! Temos três semanas de luta intensa pra salvar o Brasil. 

80 comentários:

Anônimo disse...

Eu tô com tanto medo, Lolinha. Em casa, cortei relações com meu pai. Ele, eleitor do Bolsonaro, ficou exaltado, gritou comigo e me chamou de fracassada, porque eu disse que ele estava, com seu voto, colocando minha vida em risco. Ele disse que eu mesma estava colocando minha vida em risco, com minhas atitudes e por ser feminista. Respondi que ele estava bem representado, porque agressor de mulheres votava em Bolsonaro mesmo (meu pai tem um reconhecido histórico). Esbravejou, me ameaçou, etc. etc. Ainda bem que não encostou um dedo em mim.

Beijo da Kah <3

Anônimo disse...

Mas convenhamos que pelo menos Janaína Paschoal é capacitada, preocupada com problemas sociais, inclusive os relacionados as mulheres, só não dá pra esperar que ela faça campanha a favor do aborto! Não acho que a escolha de Janaína é algo ruim. Além do mais estou comemorando que a ex de Bolsonaro e a Sara Winter caíram fora. Essas não são capacitadas e não passam de parasitas.

everton alves disse...

Boa tarde para todxs! Estamos todos com a cabeça cheia, depois desse domingo dia 07/10, que mostrou que o ódio propagado pelo coiso, corresponde a 46% dos votos válidos. É muita coisa, quase ele não ganha no primeiro turno. Creio que o momento agora é de procurar união entre a esquerda, e deixarmos diferenças ideológicas de lado para pensar no bem de todos. Inclusive dos bolsominions, que por ignorância não sabe o que fazem, falam aos quatros ventos. Essa é a hora da esquerda mostrar unidade, para barrar esse futuro tenebroso de um possível governo fascista/ditatorial encabeçada pelo coiso. Estamos tristes, sem muita esperança e aquela luz no fim do túnel está como uma vela acessa na escuridão. Essa vela é nossa, e a faremos brilhar mais radiante do que o sol de meio-dia. Tenhamos fé, pois só com o voto de cada um poderemos salvar o Brasil, dos que disseminam o ódio, a intolerância, a perseguição as minorias.

Raquel disse...

Estou apavorada também. Sou negra e minha mãe, negra também, votou no Bolsonaro com lagrimas nos olhos, porque a pastora mandou.

Elvis disse...

Lola, está difícil, felizmente meus pais e meus irmãos também são contra o Bolso e a maioria dos meus amigos. Mas tenho alguns amigos que têm certeza que o PT quer instalar uma ditadura comunista e que o Brasil vai virar a Venezuela se o Haddad ganhar, então está muito difícil dialogar. Quando a pessoa já comprou esse discurso anti-petista é muito difícil desfazer, ninguém quer estar errado né.

Estou fazendo o que posso, mas realmente não tenho muitos amigos ou mesmo conhecidos pró-bolsonaro e os que tenho estão nesse delírio anti-petista. Tem um amigo meu que disse que Lula está com sangue nos olhos porque foi preso e se o PT ganhar, ele vai ser solto e se vingar em cima do povo. É um nível de fobia ao PT muito alto.

Ezco Musaos disse...

Lola, ler seu texto é confortante depois da tragédia de ontem, mas minhas esperanças de que o Brasil será salvo do desgoverno desse monstro desaparecem cada vez mais. Minha família (graças a todos os deuses conhecidos) é majoriatariamente anti-bolsonaro, mas meu estado (Amazonas) foi um dos que mais deu votos para o abominável. Nunca imaginei que veria isso acontecer por aqui. E essa notícia do cachorro morto pelo bolsofascista na Bahia veio para coroar com "chave de ouro" esse dia tão "maravilhoso".

Anônimo disse...

A Ana Campagnolo foi eleita também , bolsominion de SC

Anônimo disse...

Parece que o candidato dos chans de odio tem chances de vencer no segundo turno né Lola. Parece que os seguidores desse candidato usam da mesma arma contra a esquerda (Fake News) que os mascus channers usavam em seus sites de odio contra você , Lola. So que a diferença e que milhares de Marcelos (Psys/Batores) estao ao mesmo tempo atacando seu candidato com as mesmas ferramentas que o Psy original usava (Internet, Fake News, difamacao,tudo pelo Lulz)e vc não pode fazer absolutamente nada, Lola.

Anônimo disse...

Ameaça é crime. Vá à polícia registrar uma ocorrência e pedir medidas protetivas.


Alicia

Anônimo disse...

Bom, ontem não consegui fazer nada além de acompanhar as eleições.

Eis o cenário que temos: bolsonaro x haddad.

Eu re-li o programa de governo de ambos no domingo, depois das eleições. Eu queria que algo me convencesse ali a votar no haddad, a ter confiança nele.

Mas mantenho minha anulação.

Me recuso a votar no Bolsonaro e isso não vai mudar.
Já votei no PT, mas sinceramente o programa de governo deles é assustador. Deu muito, mas muito mais medo do que o do bolsonaro.

O bolsonaro nada fala em nova constituição, pelo contrário. E felizmente, por mais falha que seja nossa cartinha magna, ela tem mecanismos muito inteligentes de preservação e impede alterações que visem reduzir ou excluir direitos individuais.

Uma nova constituição pode vir sem essa garantia (ou mesmo sem esses direitos!). E o programa do PT fala claramente em uma nova constituinte. Fala claramente em controle da imprensa e fala claramente em mudanças (assim, genéricas), no STF.
Eu não confio e gostaria que as pessoas lessem isso com desconfiança pq eh muito sério.

Então a minha recusa consiste nisso, além de obviamente todo o histórico ruim em relação a tratar o público como se privado fosse.

Não voto. Nem em PT e nem em Bolso. Me recuso a participar disso e boa sorte pro Brasil.

Admiro de alguém conseguir votar e dormir tranquilo.

Alicia

Anônimo disse...

Consegui que 3 pessoas antipt votem no pt no segundo turno. Um é meu marido direitista que votou em Amoedo. É possível ser direita e nao ser babaca ou fascista, acho que temos que ter esse feeling na hora de ver com quem vale a pena conversar. Desanular um voto e converter pra Haddad parece mais fácil.

Anônimo disse...

Eu não gosto mesmo do PT e odeio o Bolsonaro. Por isso nem vou perder meu tempo daqui a 20 dias de enfrentar trânsito, filas e tumulto pra ir votar em quem discordo e não gosto. Serei mais uma abstenção. O que vcs fizerem na urna não será minha culpa!

Anônimo disse...

Demorou para cortar relações com isso!

Anônimo disse...

Estive lendo o Powerpoint do Bolorasno ("Plano de Governo" Brasilien über alles), e vi que na página 32 ele defende latifundiários escravocratas e cultivadores de psicotrópicos ilegais (fim da EC 81).

Bolso garante: escravocratas e traficantes de drogas, vocês terão terras garantidas!

Anônimo disse...

Agora será difícil mesmo. Mas em 1998 Olivio Dutra fez 35% nas eleições para governador e o rival Antonio Brito do PMDB fez 46,4%. Apesar do favoritismo, Brito acabou perdendo a reeleição para Olivio que fez 50,78% no segundo turno!! É torcer para que algo semelhante ocorra, caso contrário a chance de não haver mais eleições no Brasil por muito tempo é bem real!!! O nível de violência deles é inacreditável e assustador!!!!

Anônimo disse...

Ah, Lolinha. Outro que caiu fora foi o Magno Malta, aquele facista do caralho. Fiquei com vontade de soltar fogos de artifício quando soube. Tomara que fique desempregado por uns 4 anos.

Anônimo disse...

Boa notícia será o dia em que a população não precise escolher entre um fascista e um partido corrupto, e possa decidir sem medo em quem votar. Até lá só desejo boa sorte a voces q estão luta pq eu não tenho esperança nenhuma.

Denise disse...

Ai, Lola, eu queria muito ter o seu otimismo, mas não tenho… A bancada de deputados eleitos é aterrorizante! Alexandre Frota como deputado federal??? Só faltou Danilo Gentilli pra completar o circo de horrores. PSL como segundo maior partido no Congresso?? Eu queria ficar feliz com o crescimento do PSOL, mas não consigo. Tenho pena desses guerreiros que vão ser massacrados no Congresso, que vão lutar, se desgastar, enqt o outro lado fascista só cresce. Essa eleição pra mim não foi sobre o crescimento da extrema direita, ou sobre o anti-petismo. Foi sobre o brasileiro mostrando a sua cara, deixando claro o que já há muito se sabia: que boa parte da população é racista, homofóbica, elitista e fascista. E o pior é ver familiares, (ex)amigos, pessoas que eu apesar de saber que eram de direita não imaginava que pudessem também ter essa enorme falha de caráter.

Eu tenho muita admiração por pessoas como vc, que seguem na luta, que mantém o otimismo. Porque eu sinceramente estou de ressaca, triste, cansada. Moro na Austrália mas visitava todo ano a família no Brasil, e agora perdi completamente a vontade de pisar no Brasil nos próximos anos. Pior é que eu voto aqui em Sydney, tive que dirigir por 1hr pra ir no Consulado voltar, debaixo de chuva, carregando meus 2 filhos pequenos, e agora me faltam forças pra fazer essa mesma viagem no segundo turno qd está bem claro qual será o resultado das eleições. Enfim, claro que no fim vou de qualquer jeito porque me recuso a eleger o Bolsonaro por omissão, mas vou desanimada.

O mais ridículo foi ter visto que a maioria dos brasileiros na Austrália votaram no Coiso, brasileiros que vivem aqui trabalhando mais do que as horas permitidas pelo visto de estudante, que violam as leis australianas rotineiramente (e bradam contra a corrupção do PT!), ainda que tenham sido recebidos de bom grado por um dos países mais abertos a imigrantes do mundo. Ou são brasileiros que quando tem visto de residência usufruem dos muitos benefícios sociais do governo, repudiam os políticos australianos de extrema direita. Esse é o eleitor do Bolsonaro, contraditório, porque no fundo podem dar o nome que for, mas o problema do brasileiro é e sempre foi ver o pobre ascendendo socialmente. Tudo que a classe média/alta mais tem ojeriza é ver pobre recebendo benefício social, frequentando os mesmos locais públicos, tendo direitos trabalhistas. Enqt no resto do mundo a extrema direita abraça a causa contra o perigo externo (imigrantes/refugiados), a extrema direita brasileira abraça a causa contra as minorias (mulheres, negros, homossexuais) e principalmente contra a classe pobre.

Denise disse...

O Anonimo das 15:08 é o tipico eleitor do Bolsonaro que nao sabe fazer uma minima interpretacao de texto! Tive a curiosidade de ler os programas de governo do Haddad nas páginas mencionadas e TUDO é deturpado!

“SEGURANÇA

- Bolsonaro: tolerância zero com o crime (pág 10) e redução da maioridade penal (pág 32)

- Lula/Haddad: desmilitarização das polícias (pág 31) e iluminação com led nas ruas (pág 54)”

A iluminação das ruas com led está em seção completamente diversa a da que trata da segurança, e fala apenas em iluminar melhor as cidades – o que é bem razoável. E na pg 31 não há proposta de “desmilitarização das polícias”. Mas pincando essas duas frases de efeito se manipula as massas a acreditarem que o projeto de governo do Haddad é contra punir bandidos. Quando é justamente o contrário! O plano de governo fala em liberar presos que cumprem pena por crimes irrisórios e sem violência para focar o dinheiro público nos crimes mais graves. E isso foi só um item manipulado dentre todas as asneiras que esse anonimo falou. Impressionante como essas pessoas são analfabetos funcionais!!!

Denise disse...

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/06/opinion/1538852257_174248.html

"Hitler não chegou ao poder porque todos os alemães eram nazistas ou anti-semitas, mas porque muitas pessoas razoáveis fizeram vista grossa. O mal se estabeleceu na vida cotidiana porque as pessoas eram incapazes ou sem vontade de reconhecê-lo ou denunciá-lo, disseminando-se entre os alemães porque o povo estava disposto a minimizá-lo. Antes de muitos perceberem o que a maquinaria fascista do partido governista estava fazendo, ele já não podia mais ser contido. Era tarde demais."

E a historia se repete...

Anônimo disse...

Vamos combinar que o PT fez por onde, né?

O governo Dilma foi desastroso e nos levou aonde estamos agora.

Anônimo disse...

Olha, a parte mais grave, que eh a nova constituinte e o controle da imprensa, infelizmente não foi manipulado. Tá lá mesmo.

Alicia

Anônimo disse...

Continuem rotulando, debochando, ironizando, ridicularizando, insultando e perseguindo todo mundo que pensa diferente da esquerda. Tá funcionando pra caramba.

Anônimo disse...

O cara rouba uma vez , não e punido com severidade" patrimônio bobagem". Rouba de novo, "crime de menor potencial ofensivo"
Na terceira vez comete um latrocínio contra uma vítima assustada.
...dava pra evitar esta porra não?!

Anônimo disse...

Denise, não sei se você conhece a "Teoria das Janelas Quebradas". Não se deve abrandar penas de quem comente delitos, sejam eles de que tipo for. Punir crimes menores para não ocorrer crimes maiores. Tolerância zero como disse Bolsonaro!

Avascon Silva disse...

Parte 1: Li hoje alguns textos que me ajudaram a entender melhor as coisas. Os três textos se complementam, e os três trazem o Whatsapp como o grande trunfo da campanha eleitoral de Bostonaro. Steve Bannon, aquele que ajudou Trump a ser eleito nos EUA e o Brexit a ser aprovado na Inglaterra, está ajudando Bosta. Os rastros que deixamos na internet, curtindo postagens no Facebook ou Instagram, fazendo comentários, compartilhamentos, etc., foram usados para traçar um perfil dos usuários das redes sociais e, com base nesse perfil, mapear aqueles que seriam mais ou menos suscetíveis a ser direcionados a votar no Troço. Com o perfil detalhado de milhões de pessoas, estão sendo elaborados conteúdos em vídeos, memes, e outras postagens, visando a disseminar medo e terrorismo pela desinformação, influenciando os resultados das eleições aqui no Brasil. Como muita gente só tem se (des)informado pelo Whatsapp, é por isso que o Coiso cresceu tão vertiginosamente. O Whatsapp é terra de ninguém. É um espaço cujo uso não é fiscalizado pela Justiça Eleitoral. Não tem uma regulamentação específica. Por enquanto, pode ser usado para o bem e para o mal, sem restrições. Somado a isso temos o contexto de crise política, crise econômica, crise na segurança e em diversos serviços públicos. As pessoas estão propensas ao pensamento mágico, a acreditar num salvador da pátria e a minimizar os riscos da chegada dos 02 Bocas de Esgoto (da boca do vice sai ainda mais merda do que da do titular...) ao poder. Estou desanimado. Votei em Ciro no 1º turno por vê-lo como mais habilidoso do que Haddad pra se movimentar num legislativo tão imundo como o nosso. Vou votar em Haddad porque no dia 28 teremos que escolher entre manter a democracia viva ou contribuir com sua morte, uma contribuição democraticida que se dará pela ação ou pela omissão (pela ação, votando no Traste, pela omissão, abstendo-se de votar ou votando em branco ou nulo). Eu quero que haja eleição em 2022. O PT, apesar dos muitos erros, já deu nos últimos anos muitas provas de respeito à democracia. Lula resistiu à tentação do 3º mandato, e não tenho a menor dúvida de que na época conseguiria apoio pra se tornar presidente mais uma vez. Dilma aceitou o impeachment duvidoso. E Lula aceitou a controversa sentença de Moro, posta abaixo até por direitistas como Reinaldo Avezedo. Já Boca de Esgoto 01 dá todos os sinais de que é um antidemocrata. Mesmo indo pro 2º turno questionou as urnas eletrônicas e dias antes disse que não aceitaria nenhum outro resultado que não fosse/seja sua vitória. Boca de Esgoto 02 já falou em nova Constituição elaborada por notáveis, sem participação popular, em autogolpe pelos profissionais da violência para proteger da anarquia o país (faltou esclarecer o que ele entende por anarquia...). É um sujeito que vai dar vários ministérios e cargos comissionados a militares. Chegando à alta cúpula do governo, essa gente não vai querer largar o osso nunca, nem que seja fazendo outra Constituição e dando um autogolpe usando o conceito vago de anarquia. Dando apoio aos parvos mas perigosos, como explica Vladimir Safatle, estão os Mercados, de olho em ganhar com o fim da gratuidade do SUS, das gratuidade das universidades públicas, com as privatizações e com as vendas de bens preciosos como o Aquífero Guarani. Estão também os donos dos agronegócios, ávidos por legalizar a grilagem (grilagem, como explica muito bem Eliane Brum, é a invasão das terras públicas da Amazônia. Invasões depois legalizadas; a legalização permite transformar em propriedade particular terras que em outros tempos haviam sido bens públicos).

Avascon Silva disse...

Parte 2: De olho em ganhar, também, com o fim de direitos trabalhistas, alguns deles aparentemente muito sólidos até há bem pouco tempo, como o 13º salário e a gratificação de férias. Em ganhar com a previdência privada também. Enquanto aprovam o Estatuto da Família, que põe os gays na marginalidade de novo para a alegria dos fundamentalistas cristãos, vão aprovar medidas que vão implodir a democracia e nos deixar mais pobres, e sem o direito de reclamar, pois a liberdade de pensamento e de informação estará com os dias contados no Brasil, caso eles ganhem. E quem ousar fazer protestos vai ser agredido/a ou morto/a pela polícia militar, que vai receber licença pra matar impunemente, e cujos componentes estarão muito felizes com seus aumentos salariais. Com certeza passarão a ganhar muito bem, pois uma ditadura civil só se mantém com o apoio dos braços armados do estado. O cenário é tão horroroso, mas parece tão próximo... Os links dos textos que li: 1) https://www.dw.com/pt-br/est%C3%A1-explodindo-uma-bomba-rel%C3%B3gio-que-ningu%C3%A9m-quis-ver/a-45794277?maca=pt-BR-Facebook-sharing ; 2) https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/08/opinion/1539019640_653931.html; 3) https://www.revistaforum.com.br/guru-da-ultra-direita-mundial-e-ex-assessor-de-trump-atua-na-campanha-das-redes-sociais-de-bolsonaro/ . Ainda tem este aqui, que diz que é bem mais fácil o Brasil se tornar uma Venezuela por Bostonaro do que pelo PT: 4) https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/08/politica/1539001055_896195.html?id_externo_rsoc=FB_CC .

Anônimo disse...

BOA NOTÍCIA:

Haddad desistiu de fazer Nova Constituinte:

https://www.brasil247.com/pt/247/poder/371566/Haddad-diz-que-n%C3%A3o-vai-propor-nova-constituinte-e-aprovar%C3%A1-reformas-por-emenda.htm

titia disse...

Minha maior esperança ultimamente é que os bolsominions se matem todos entre si no meio desse culto à violência e, quando o retrocesso terminar (porque eles sempre terminam) o mundo esteja mais limpo de gente imprestável e possa continuar a evolução natural. Eu sei, parece terrível dizer isso, mas deixei de me importar com a vida e o bem estar de quem quer o "direito" de agredir, violentar e matar o outro apenas por ser diferente. Quero mesmo que morram e não tô nem aí se me chamarem de feminazi; e a justiça poética da coisa toda é que eles vão morrer mesmo. Todos os bolsominions que não forem homens brancos, ricos e ditos héteros vão pagar muito, muito caro a escolha que fizeram. E espero que não encontrem solidariedade daqueles que oprimiram no dia em que a conta chegar.



Anônimo disse...

Isso e sério? Estou chocoda, com a capacidade de coerção!

Anônimo disse...

O que me diz do Rio Grande do sul? Esse maravilhoso estado habitado por "quase" europeus! É triste!

Anônimo disse...

Não estamos no campo tradicional de esquerda X direita, isso era no primeiro turno! Agora é uma questão de sobrevivência...

Anônimo disse...

Onde assino!! Leu meus pensamentos.

Anônimo disse...

Oi, Lola!

Veja o texto de Rafael Azzi "sua tia não é fascista", que está no 247.

Náy disse...

Lola, minha linda, Você foi muito ingênua. Eu nunca duvidei no potencial eleitoral do Bozonazi. Na cidade onde moro, inclusive, é raro ver alguem quw não vota nesse embuste. Ate quem votou em outro no primeiro turno ja disse que ira votar nele . Eu só consigo sentir raiva e um profundo rancor desse país fascista.

Anônimo disse...

Dúvida:

Por que Bolsonaro é o candidato predileto de bicheiros, milicianos, cafetões, sonegadores de impostos, escravagistas, latifundiários, entreguistas, neonazistas, militares corruptos, juízes criminosos, falsos cirurgiões, estupradores, torturadores e quejandos?

Felipe Roberto Martins disse...

Estou na torcida Lola pelo Haddad e Manu.
Abraços.

Anônimo disse...

Lola, diante do quadro atual, vc, que é uma pessoa de palavra, mantém suas declarações anteriores de que o Bolso nunca jamais ganha em um 2° turno, pq "A rejeição dele é altíssima, e mais alta entre as mulheres, que são os maiores numeros de eleitores do Brasil"? Vc dizia com confiança e até com certo tom de zombaria isso. Esse quadro se mantém? ( nunca passará )?

Anônimo disse...

Sempre... E estamos bem no meio da onda de retrocesso!

Anônimo disse...

Lola sempre leio teu blog respeitosamente.Mas peraí dizer que a culpa não é do PT e sim do Ciro? O PT então não tem culpa? O PT tá preocupado com o Brasil ou com o partido? Tantas pessoas admiráveis saíram do PT e fundaram o PSOL, procuraram outras vias de esquerda que não fosse se aliar com PMDB e aderir a corrupção. Pois na minha opinião, o PT tem grande responsabilidade na situação atual da.esquerda, ou será que governou por 14 anos e está inocente? Sinceramente, te achava uma pesquisadora, intelectual e pensadora, mas teu discurso está muito raso. Por favor...não publique meu comentário. Ah...hj Haddad novamente foi visitar Lula, super necessário né? A prioridade do PT não é Brasil ou democracia e sim o partido. Exausta.

Anônimo disse...

Sou professora de uma faculdade de playboy e perguntei numa turma de engenharia eletrônica, um curso de R$3000,00 de mensalidade quem eles votariam. Numa turma de 90%+ homem branco(tem um pardo e uma mulher lá), TODOS falaram que votariam no Bozonaro, muitos deles falaram que se o "maldad" fosse eleito, eles vazariam do país, muitos deles diziam ter direito a cidadania europeia e outros diziam que iriam pro Chile, Argentina e Uruguai. Quando dei aula num colégio de periferia, a maioria apoiava o PT. Quem quer Bozonaro é privilegiado.

Denise disse...

Alicia, eu não vi “controle da imprensa”, mas sim controle dos oligopólios nos veículos de comunicação, o q é bem diferente.

Qt a nova constituinte eu acho que é um ponto discutível. A CF foi elaborada no fim da ditadura e tem vários pontos obscuros e que dependem de regulamentação, o q dá margem a inúmeras discussões jurídicas e leis inferiores confusas e contraditórias. Talvez seja hora mesmo de atualizar a CF, principalmente em virtude do casamento gay, da difusão da internet, de novas questões que surgiram nos últimos 30 anos. E convocar nova constituinte não significa q o PT vai redigir a CF como bem entender! Não é esse o significado de “convocar constiruinte”. Mas enfim, eu acho que o PT foi infeliz de colocar isso no plano de governo, ainda mais no momento político atual e na absoluta incapacidade da maioria dos brasileiros de interpretar texto e pesquisar sobre um determinado assunto antes de vomitar correntes e mitos de internet (não me refiro a vc).

Denise disse...

Anônimo de 20:40: sim, dá pra evitar com educação de base, com redução da desigualdade social, com políticas públicas decentes de emprego. Agora evitar com aprisionamento desproporcional ao delito cometido (que só pesa sobre o pobre/negro, diga-se de passagem, porque nunca vi rico ser preso por crime pequeno contra o patrimônio), com condições desumanas em prisões superlotadas, com armamento da população civil, com redução da maioridade penal, etc, não vejo como evitar aumento da violência não...

Denise disse...

Não se trata de abrandar penas, mas de muitas vezes aplicar penas alternativas que já são previstas em lei, só não se aplicam a pobres. Porque rico tem pena abrandada a todo momento! Ninguém tá dizendo q não se deve punir crimes menores, mas a superlotação carcerária é uma fábrica de criminosos. A pena deveria ter 2 propósitos: punição e reabilitação, o q não ocorre.

A tolerância zero do Bolsonaro me parece mais “olho por olho dente por dente”, combater a violência com mais violência, o q não deu certo em lugar nemhum do mundo!

Hanna Ribeiro disse...

Ninguém com reijeição superior a 40% ganhou eleição. Nunca em toda a história. Mas se isso acontecer algo mt maior que "a palavra da Lola" será perdido. A democracia e os direitos políticos mais básicos estão ameaçados.

Marina disse...

Eu não entendo a birra que certas pessoas tem com controle da imprensa. Gente, calma!Controle de imprensa não significa necessariamente censura, oka?
Se tem um ponto em comum entre Bolsominios e a população sã, é q tds concordam que a imprensa é manipuladora. A questão de controle da imprensa é justamente isso, para que sejam criados mecanismos que a informação COMPLETA chegue na população e não de uma forma enviesada e deturpada para manipular pensamentos no sentido que o jornal/TV/rádio/etc querem. Obviamente que isso tem q ser MTO bem pensado para justamente não abrir brechas para possíveis censuras, mas alguma coisa há de ser feita, no mínimo educação para mídia, sei lá!
Aliás, comprem e leiam o excelente livro 'Gramática da Manipulação', da maravilhosa Letícia Sallorenzo!E leiam tbm o blog dela no ggn (https://jornalggn.com.br/blogs/madrasta-do-texto-ruim), é simplesmente sensacional e nos abre os olhos pra como somos facilmente manipulados pela mídia.

Avascon Silva disse...

Parte 1: Olá, Lola. Separei passagens dos textos que li. Sei que eleitores de Bolsonaro nunca lerão aqueles textos, nem inteiros nem partes. Mas não custa tentar.

Do texto da entrevista com Vladimir Safatle:

"A campanha do Bolsonaro parecia mambembe, amadora, feita às pressas. Mas começamos a perceber que não. Era extremamente organizada, pela qualidade do material que circulava. Os materiais que anularam a manifestação contra ele começaram a circular horas depois dos atos e eram extremamente bem produzidos. Eu me pergunto: quem foi o responsável? Em que produtora isso foi feito? Não se sabe nem quem é o publicitário do Bolsonaro. Será, então, que não haveria estratégia de campanha, ou, na verdade, ela está sendo pensada em outro lugar onde a gente não consegue sequer enxergar? Nada bate nessa história. São organizadas redes no WhatsApp com mais de 8 mil pessoas, que se articulam entre si e proliferam um conjunto enorme de imagens extremamente bem editadas por profissionais".

https://www.dw.com/pt-br/est%C3%A1-explodindo-uma-bomba-rel%C3%B3gio-que-ningu%C3%A9m-quis-ver/a-45794277?maca=pt-BR-Facebook-sharing

Do texto da Eliane Brum, "Como resistir em tempos brutos":

... "Sua candidatura interditou a discussão das ideias, a criação de um projeto para o Brasil. A campanha eleitoral ficou reduzida a uma batalha de memes e a ameaças “bíblicas” pelo WhatsApp, onde cheguei a receber uma mensagem que dizia o seguinte: “Já está encomendado daqui de Novo Hamburgo-RS, 100 touros para serem sacrificados para Satanás em favor do babuê Luiz Inácio Lula da Silva, bruxo, pela perturbação das eleições, e para favorecê-lo. Crianças também serão sacrificadas no altar de Belzebu”. E as pessoas do grupo de evangélicos, ligado à Assembleia de Deus, pareciam acreditar seriamente nisso. Várias pessoas deste grupo têm dificuldades para escrever, mas o português deste post era corretíssimo. Em áudios e vídeos amplamente disseminados pelo WhatsApp, líderes religiosos desenhavam o apocalipse caso Bolsonaro fosse derrotado —ou caso o PT vencesse. Sem serem incomodados pelas instituições que têm a obrigação de preservar a lisura das eleições".

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/08/opinion/1539019640_653931.html

Avascon Silva disse...

Parte 2: Esses artigos mostram que tem muito conteúdo circulando pela Whatsapp, outros aplicativos e redes sociais, de cuja existência eu nem suspeitava. Nunca recebi nada parecido com o que Eliane Brum narrou, sobre bois sendo encomendados pra serem sacrificados em rituais pagãos em que se celebram pactos com o Demônio em favor da candidatura do PT.

Mostram, também, que a campanha de Bolsonaro vem sendo alimentada anonimamente, como acontece com a Wikipedia, por pessoas e equipes que podem estar tanto aqui no Brasil como no exterior, como seria o caso de Steve Bannon e dos que trabalham para ele.

Até os hackers mascus podem estar unindo forças e ajudando seu ícone machista a conseguir votos.

O uso intensivo da internet e da tecnologia da (des)informação está tornando a campanha de 2018 uma campanha atípica, e explica o crescimento vertiginoso de Bolsonaro.

Eu estava me sentindo atordoado, pois não estava conseguindo entender essa explosão de votos ao Coiso.

No começo de janeiro comecei a ler "A República dos Sonhos" de Nélida Piñon; interrompi a leitura pois o livro é enorme e às vezes cansativo, apesar de interessante.

Retomei a leitura agora e recomecei exatamente em 1968, quando Breta, neta de Madruga, um espanhol que emigrou pro Brasil nos anos 1910 e fez fortuna, precisou fugir do Brasil pra não ser pega pela ditadura.

Fiquei surpreso com a sincronicidade, desse retomar a leitura exatamente naquele ponto, e com a percepção de que em janeiro eu não tinha grande preocupação com a possibilidade de Bostonaro se tornar presidente.

Para mim era algo tão remoto que não merecia minha atenção.

Pois é. Me enganei.

Agora fico pensando na possibilidade da vitória desse homem. Se ele ganhar, pergunto-me, o que estará de pé de nossa democracia já combalida quando chegarmos ao fim de 2019?

Será que ainda teremos Constituição de 1988, um STF defeituoso mas que está aí, decidindo, fazendo uso político de sua competência judicial, mas está aí, bem ou mal?

Não tenho certeza de mais nada. Mas agora já aprendi que bastam poucos meses para as coisas mudarem vertiginosamente.

É tempo de voragem.

Anônimo disse...


Estou com o coração partido, pois creio que o Haddad não terá qualquer governabilidade Lola, haja vista como as pessoas estão
E os deputados que o povo colocou lá.
Serão 4 anos de desespero econômico e social.
Mas não consigo pensar no que será com o Bolso na presidência.
Meeeu Deus a alternância seria tão saudável, o PT poderia ter feito uma reflexão e colado no Ciro.

Sandra

Avascon Silva disse...

Uma das melhores análises que vi até agora:

O sistema mudou completamente. Virou do avesso. O fato de Bolsonaro não ir ao debate da Globo, fazer lives e entrevistas em outros canais, não ter tempo nenhum de propaganda na TV e, ainda assim, ser o líder nas pesquisas, já deveria ser evidência suficiente disso. Não consigo evitar de pensar que aqueles candidatos tagarelando lá no debate, com seus paletós de sempre, seus púpitos cenográficos e cronômetros regrados, se tornaram algo jurássico, diante do novo esquema. O eleitor de hoje é um moleque da turma do fundão, dos mais desinteressados e inconsequentes. Bolsonaro pode ganhar essas eleições com memes e terrorismo via whatsapp. É ali o campo agora, onde o discurso pode ser qualquer coisa (contanto que agrade por um lado e aterrorize para o outro). Quando vejo pessoas achando que o despreparo dele em debates vai levá-lo ao fracasso, ou citando números de aprovação e rejeição nas pesquisas, conjecturas complexas, comparações com eleições anteriores, só consigo pensar que é um grande equívoco usar essas medidas antiquadas. Essa é a primeira eleição no Brasil onde esse novo modelo, quase animalesco, domina. Sequer a linguagem sobreviveu tal como a conhecemos (alguém aí conseguiu manter uma conversa lógica com um eleitor de Bolsonaro?). O meme levado a sério já é a falência do discurso. A linguagem tomou caráter animalesco, é só força. Mesmo o conceito de "fake news" me parece obsoleto, ou carecer de revisão. As palavras e imagens que se espalham por redes sociais não têm função de formar discurso, não são nem mesmo "news", são unicamente gestos de força. Como gritos de torcida. Ninguém precisa "acreditar" exatamente em todas as palavras berradas, apenas gostar de pertencer ao grupo que tem o berro mais alto. Esqueçam as medidas e referências que serviram até 2014. Eu não sei como esses novos esquemas poderão ser confrontados no futuro, mas não é com esses referenciais. A entrevista que o Michael Moore deu para o Democracy Now, falando sobre a vitória do Trump é fantástica para compreender esse momento (link nos comentários). O eleitor de Trump não acredita nele exatamente, não concorda ou morre de amores por ele, só ama poder chegar nas urnas e jogar um coquetel molotov no sistema que o ferrou até agora. E se esse eleitor pode se identificar com uma figura tão inadequada quanto ele, mas que tem o poder de sobrepujar e debochar do sistema, um tanto melhor. Quando Bolsonaro derrapa diante de uma pergunta difícil de economia, isso não é uma derrota dele, ao contrário do que muita gente pensa. Porque o eleitor dele também não entendeu a pergunta. A diferença é que agora não precisa ficar envergonhado por isso, pode tirar a desforra e se sentir forte. É uma lógica sórdida de desforra dos perdedores, em grande parte, o que vem acontecendo. Das pessoas que perderam todas as últimas eleições, que foram ridicularizadas em conversas sobre política, que não ganharam destaque nos últimos anos nesse campo, que nunca foram muito elogiadas no quesito sensatez, que viram suas posturas (machistas, homofóbicas, etc.) serem consideradas inadequadas, que deixaram de ser contempladas a favor de outros grupos sociais. Eles agora têm seu herói, o fracassado que, sem grandes esforços de articulação, revida e leva a melhor. Sabe aquele conceito de "representatividade importa"? Esse é seu evil twin. É preciso repensar até o uso da linguagem. Descobrir o que funciona, e não é a lógica (essa já foi pelos ares há muito tempo), não é a veracidade (os "fatos" agora podem ser escolhidos) e nem a coerência (essa, então, já está a sete palmos abaixo do chão). É um monstro de roupa nova, que a gente tem que descobrir como controlar. A raposa a dizer de novo - e de novo e de novo - que o céu vai desabar, para que as galinhas escolham ir até a toca dela. Como lidar quando as galinhas é que escolhem isso e nada tira da cabeça delas que o céu vai cair?

Rafael Gallo, escritor

https://www.youtube.com/watch?v=-x_qOJRXauQ

Anônimo disse...

E...por que o rico cometeria um crime pequeno contra o patrimônio?

Anônimo disse...

Hanna, Bolso tem 44% de rejeição e Haddad 41% de rejeição. Então qquer um que ganhe terá ganho com mais de 40% de rejeição. Só pra vc saber mesmo. Bj

Anônimo disse...

Bom, os nojentos/imbecis eleitores do Bolsonaro dizem que vão embora se ele perder ( coisa tão boa seria isso...)

E o que tenho visto aqui é que mulheres se preparam para ir embora do país, mulheres jovens, inteligentes e que simplesmente não precisam aturar esses merdas.

Eles que fiquem com as retardadas de direita, quando cansarem matam as imbecis ou mandam matar e vão comemorar com os amigos defensores da família, aqueles mesmos que elegeram o Frota.

Anônimo disse...

Denise , dois irmãos, mesma condição social, mesma educação. Um vira mecanico e outro vira ladrão.
Me explique o porque?

Anônimo disse...

Alicia, eu não vi “controle da imprensa”, mas sim controle dos oligopólios nos veículos de comunicação, o q é bem diferente.

"Qt a nova constituinte eu acho que é um ponto discutível. A CF foi elaborada no fim da ditadura e tem vários pontos obscuros e que dependem de regulamentação, o q dá margem a inúmeras discussões jurídicas e leis inferiores confusas e contraditórias. Talvez seja hora mesmo de atualizar a CF, principalmente em virtude do casamento gay, da difusão da internet, de novas questões que surgiram nos últimos 30 anos. E convocar nova constituinte não significa q o PT vai redigir a CF como bem entender! Não é esse o significado de “convocar constiruinte”. Mas enfim, eu acho que o PT foi infeliz de colocar isso no plano de governo, ainda mais no momento político atual e na absoluta incapacidade da maioria dos brasileiros de interpretar texto e pesquisar sobre um determinado assunto antes de vomitar correntes e mitos de internet (não me refiro a vc)"


Denise, isso é um equívoco.

As democracias mais sólidas do mundo tem constituições muito, muito antigas, de séculos. Ela não tem que prever tudo, tim tim por tim tim, justamente para não precisar ser mudada de década em década: a sociedade, os órgãos constitucionais, os aplicadores da lei e o congresso a interpretam, levando em conta s mudanças ocorridas ao longo do tempo. É só por esse motivo que foi possível reconhecer a união entre duas pessoas do mesmo sexo como sendo uma família, ainda que não esteja escrito em lugar nenhum.

A nossa constituição não é perfeita, mas é um documento muito bom, surpreendentemente bom, moderno. As mudanças que você mencionou não precisam de reformas tão profundas (uma nova CF) para virarem realidade. O constituinte deu margem, e isso é ótimo, para que leis infraconstitucionais acompanhem as inovações. Quando a constituição americana foi feita, sequer tinha energia elétrica. A constituição francesa é da época da revolução francesa.

Além disso, existem os tratados, que podem entrar no nosso ordenamento jurídico com o mesmo status de uma emenda constitucional sempre que o assunto for direitos humanos! É por isso que hoje é proibido prender alguém por dívida (embora, se vc procurar, isso ainda está lá, escrito na constituição). É por isso que em breve o aborto será descriminalizado.

Não subestime a capacidade da nossa carta magna se adaptar as novas realidades. Ela tem sim muita coisa que não deveria estar lá (porque não é matéria a ser regulada na constituição). Mas na parte de direitos individuais, garantias, direitos políticos, sociais, ela é praticamente irretocável. É um documento maravilhoso e uma das poucas coisas das quais o brasil deve se orgulhar.

Quando eu estudo constitucional chego a me emocionar com o fato de que ha tanto tempo atrás, antes de eu nascer, pessoas já pensavam sobre coisas tão importantes e com uma visão tão humana.

Pena que muita coisa está só no papel.

Alícia

Anônimo disse...

Lola, essas suas palavras desse post me deram muita força, fico feliz em ver que temos muitas chances de vencer.
Precisávamos dessas informações que vc colocou no post para nos dar um ânimo.
Estamos no caminho certo. Vai ser lindo.
Abraço e obrigado por tudo o que vc faz pela gente através do blog, é realmente muito importante.

Anônimo disse...

Eu também. O povo elegeu um candidato homossexual ainda por cima, fiquei surpresa

nando disse...

Boa tarde pessoal, primeiro ele já Desmentiu que vai implantar nova constituinte ,e quero falar de outro assunto os ditos espiritualistas recebendo mensagem do astral para apoiar Bolsonaro,são um bando de hipócritas, a espiritualidade não participa dessas coisas cada um tem as suas escolhas pessoais,as mais alta hierarquia espiritual respeitam as nossas escolhas e não induzem a nada.Procure saber se Bezerra de Menezes indicou algum político e olha que ele foi político dos bons,gente para .com essas mentiras

Anônimo disse...

Nando,

" primeiro ele já Desmentiu que vai implantar nova constituinte"

Na verdade, ele não desmentiu. Desmentir pressupõe que essa notícia - de uma nova constituinte - era falsa, fake news espalhada. Não era. Estava - e ainda está - prevista no plano de governo do PT.

O que haddad fez ontem foi - nas próprias palavras dele - voltar atrás quanto a esse assunto. Então, cuidado antes de chamar as pessoas que disseram que o PT pretende criar uma nova constituição de mentirosas. Não era uma mentira, o PT apenas disse que repensou esse ponto, resta saber se irão acreditar que isso é verdade.

Alícia

Hanna Ribeiro disse...

Eu estou sabendo. Mas o Bozo é o unico com mais de 40% em todas as pesquisas. TODAS.

Hanna Ribeiro disse...

Acho que vc já sabe a resposta...

titia disse...

Ah, nando, desde quando palavra de político vale alguma coisa? Ainda mais de um que descaradamente espalha fake News e conta mentiras sem pesar duas vezes em rede nacionl sobre a educação pública pra se beneficiar?

Anônimo disse...

Nem sua filha, nem sua namorada, nem sua prima, nem sua irmã

donadio disse...

"A constituição francesa é da época da revolução francesa."

A primeira constituição francesa é dessa época. Mas a que está em vigor é a de 1958.

Sportano disse...

Sim, Ciro venceria o segundo turno. Quer você queira ou não. Eu estou de consciência completamente tranquila. Votei em plano de governo e no único candidato que ganharia. Tem muito petista burro. Teclou 13 e vai ganhar 17. Falta de aviso não foi.

Ah, voto contra ele no segundo turno. E não. Ciro e o PDT não deveriam declarar apoio da forma como vocês querem. O PT sabotou o Ciro. A decisão do PDT foi a mais acertada : um apoio meramente protocolar, sem cargos, sem ministérios e sendo oposição caso o PT vencesse (o que não vai acontecer). Um apoio a HADDAD é muito mais contra o Bolsonaro.

De toda forma : "A culpa não é minha. Eu votei no Ciro Gomes".

Sportano disse...

Outra coisa, falou do PT e do PSOL e até do partido centro-esquerda mais "rapariga"(tenho consciencia do termo chulo e ofensivo, mas sem dramas, por favor) que tem : o PSB. Mas não falou do PDT e de Tábata.

mariana. disse...

Queria ter esse otimismo de vocês.
Ou não.

Pra mim os cenários futuros já estão muito claros:
a) Bostonaro ganha e vemos aí um Collor 2.0 (atualizado com muito mais misoginia, homofobia, racismo e autoritarismo do que o original), ou
b) Haddad ganha, os eleitores se revoltam (afinal, o bolso teve 44% dos votos no primeiro turno, tem MUITA gente apoiando irrestritamente esse homem e, no segundo turno, duvido que a diferença do haddad, se ganhar, supere os 10%, então quase metade dos votantes estarão muito insatisfeitos), o povo sai à rua protestando contra a fraude nas urnas exigindo uma recontagem (hello, protestos do impeachment), bolso acena como o salvador da pátria e mete um golpe na gente (com os militares, com o supremo, com tudo), e haddad, coitado, nem chega perto da faixa presidencial.

Votei Ciro porque tinha esperança de evitar esse 2º turno apocalíptico e também porque eu realmente acredito que ele era o melhor candidato, mas os petistas (cúpula do partido e militância) se recusaram a enxergar a força avassaladora do antipetismo e agora estamos aí, todos dançando na beira do abismo... Tivesse o PT deixado de lado, ao menos por uma eleição, essa sua ânsia pela hegemonia da esquerda, e quem sabe tivéssemos no horizonte a possibilidade de um presidente eleito que não atraísse o ódio de metade da população e do congresso. Agora só nos resta votar 13 e torcer entre o golpe eleito ou o golpe "pelo povo", sabendo que em qualquer hipótese quem mais vai pagar vai ser a população pobre, preta e periférica que o PT teoricamente estima tanto...

titia disse...

Desculpa, nando, achei que você estivesse falando do Bozonazi, que também arregou depois do vice dele falar em mudar a Constituição. Não percebi que era do Haddad.

E mariana. tô pessimista também. Acho que teria sido melhor o PT se retirar dessa eleição e apoiar outro candidato, porque FHC teve que entregar esse país como o segundo do mundo em desemprego para o povo enfim acordar e eleger Lula. Brasileiro é bicho de memória curta e burro. E foi burrice do Haddad botar nos planos de governo dele mexer nos oligopólios da mídia; mesmo insatisfeito com o governo Dilma, o povo só foi pra rua protestar e dar apoio ao golpe porque a Globo mandou. Agora ou Haddad volta atrás no plano de mexer na mídia ou a coisa vai ficar feia.

ibi disse...

Mídia - controle dos oligopólios nos veículos de comunicação.

No Brasil e demais países da América Latina, assim como nos Estados Unidos, a mídia não tem regulamentação alguma e se conduz por seus próprios interesses. Nos EUA quem denuncia muito a situação é Noam Chomsky.
Na Europa é diferente. E em alguns poucos países do restante do mundo. As empresas de mídia não fazem tudo o que querem, não manipulam e distorcem tão facilmente. Não existe propriedade cruzada, como aqui (é proibida pela nossa Constituição, mas é o que mais existe), ou seja, donos de TVs também são proprietários de jornais, de rádios, de portais gigantes de internet etc.. A Constituição também veda que parlamentares possuam empresas de mídia e... adivinhem.
Na época da reforma da previdência, até o Estadão noticiou os valores milionários que Temer mandou de dinheiro público às rádios de pequenas cidades do interior dos estados, de propriedade dos parlamentares alinhados com o Golpe, a fim de fazerem campanha pró-retirada de direitos.
O que o conglomerado Globo, demais emissoras e os grandes jornais e portais de notícia fazem não têm regulamentação e é só ver pela narrativa que construíram de que um tal partido seria o mais corrupto da História. Óbvio que não é, os anteriores no poder e os atuais cometeram mais desvios (são mais experientes, também), as gravações estão aí (até a Globo teve de mostrar), malas de dinheiro e tudo que todos viram.
Diretas-já na praça da Sé não foram mostradas pela Globo, que também escondeu o tamanho do #EleNão, dando bastante espaço para o coiso no mesmo dia, no JN (Alckimin não decolando, aderiram ao inominável, embora o discurso óbvio de ser contra o fascismo, posto em Malhação, na semana passada, para posar de boa, com desrespeito à História, dizendo que “milhares” de pessoas, judeus, ciganos, negros foram mortos pelo nazismo alemão – só judeus foram 6 milhões, como assim “milhares”? que desrespeito). Os políticos do PSDB são preservados de qualquer denúncia, vide Panamá Papers, Bonner omitindo os nomes dos partidos, porque não havia PT na lista e havia muitos nomes do PSDB.
O sistema globo não é só a TV, aberta e fechada, mas: TV Globo; Infoglobo; Editora Globo; Sistema Globo de Rádio; Som Livre; TV a cabo, por assinatura, que inclui GNT – Globosat News Television, Globo News, Telecine, Sport-TV e Multishow; Globo.com; Globo Filmes; Globo Condé Nast e Zap), configurando-se no maior conglomerado de mídia do Brasil e da América Latina. Estudos apontam que seja a segunda maior TV do mundo todo.
Ela tem 60% de toda a verba publicitária da área, no país. E de 60% a 80% de toda a população do Brasil (consideramos o “Brasil profundo”) têm como fonte de informação exclusivamente a Rede Globo.
É contra isso que os progressistas lutam, Alicia. E o que defendem (seguramente é o que consta no programa do Haddad) é a regulamentação, para que não continuem esses descalabros.
Quem inventa que isso seria censura são as grandes empresas da comunicação, o mesmo que fez os donos do grupo Clarin, na Argentina, para reverterem a regulamentação conseguida no governo Cristina Kirchner, com a Ley de Medios (e depois revertida por Macri, atendendo a seus amiguinhos, os proprietários).

Anônimo disse...

Lola estou sem esperança de um futuro melhor, obg por dar alento a nós.

Anônimo disse...

Olha Lola, votei no Ciro e tenho minhas ressalvas ao PT, mas concordo que não devemos ceder à essa onda de ódio.
Só que diferente de vc que pertence ao meio acadêmico, eu pertenço a uma camada mais pobre e tô cercada de bolsonaristas. É gente que não lê, não assiste um jornal, mas passaram a se achar experts em política depois de ver alguns vídeos no YouTube.

Fiquei surpresa e triste com demonstraçoes de preconceito de pessoas que eu jamais esperava. Não sei como a esquerda não se ligou nesse tanto de youtubers e páginas difamadoras de direita. Quer dizer, até se ligaram mas fizeram muito pouco pra rebater e agora a coisa está enorme e acho que fugiu do controle.

Hj mesmo eu tava conversando com uma colega e a primeira vez que falamos de eleição ela ia votar no Hadadd pelo ProUni e tal, eu disse que ia de Ciro. Daí hj já me disse que não ia mais votar no Haddad por causa de aborto, ideologia de gênero e já veio com uns papos de Venezuela, e apesar de não ser muito a favor do PT eu desmenti tudo o que sei que é mentira. Prefiro o Haddad que o Bolso apesar de tudo, mas tá complicado.

Pra mim uma das coisas decisivas na ascensão do Bolso e da direita foi essa história do kit gay e ideologia de gênero, isso junto com a crise. A esquerda devia ter esclarecido melhor a população do que se tratava isso. Sabe, tem muitas pautas que eu sei que são importantíssimas como o respeito aos LGBTS, mas nós temos um povo da idade da pedra, deve-se tomar muito cuidado na forma de abordar e introduzir esses assuntos pq acaba tendo efeito contrário e gerando mais preconceito.
Da mesma forma as manifestações feministas, qndo as mulheres saem nuas pra reinvidicar o direito ao seu corpo. Eu entendo e acho o máximo, mas é só um pequeno grupo que pensa isso. O resto das pessoas não enxerga e a mensagem fica restrita.
Os movimentos têm que compreender que algumas pessoas têm educação nível primeiro mundo, enquanto outras mal sabem interpretar um texto. E aí, como se comunicar com essas pessoas? Como passar a nossa mensagem da melhor forma? Acho que tem que ir com mais calma.

Anônimo disse...

Levante as mãos pro céu de ver pelo menos sua família livre desse mal. Eu não sou contra ninguém ser de direita, muito pelo contrário. Mas a maioria que segue esse cara só sabe propagar mentira e destilar veneno.

Anônimo disse...

Disse tudo que estou sentindo, minha maior decepção foram as máscaras caindo e o medo da economia piorar ainda mais, pq sou pobre e tenho filho pequeno.
Sinta-se abençoada por estar fora do Brasil pelo menos.
E não é só classe média elitista, o que dá mais raiva é o pobre que se acha rico pq compra umas bugigangas parceladas em mil vezes no cartão.

Meu irmão veio falar de cota racial, eu só perguntei pra ele pq ele não ia reclamar das milhares de pessoas de classe alta que estudam em faculdade pública de graça, e vem reclamar de umas pouquíssimas vagas que abrem por cota. Eu sou bolsista por cota social e no meu curso abriu uma vaga social e uma para negros. É tão pouco e o povo reclama igual papagaio pq ouviu de alguém.

Anônimo disse...

Concordo com vc. A campanha do segundo turno não é para os progressistas, estes jamais votariam no Bolsonaro. É para os indecisos, os do "centro". Essas pessoas são mais conservadoras. Eu entendo e também acho muito lindo e importante p o feminismo a reivindicação sobre o próprio corpo. Não vejo nada demais em uma mulher sem camisa na rua. Mas a maioria vê. E estamos tentando dialogar com a maioria.Isso não é abrir mão de uma pauta, é ter foco. O #elenão é um movimento de repúdio a Bolsonaro, seria legal se o foco fosse esse.

Anônimo disse...

Denise, fácil viver na Austrália e desejar o PT para nós,tenta você criar aí na Austrália algo parecido com o PSOL,MTST,PT,etc.Estranho que alguém que defende o petismo tenha ido morar na Austrália durante o governo petista.Por que você não foi para Cuba?

Anônimo disse...

Denise você me lembra artistas brasileiros:Vivem como milionários e dao uma de bonzinhos defendendo pobres.Entretanto,na hora dos impostos que serão usados para beneficiar os pobres sonegam.

Anônimo disse...

Pois é,ta funcionando tanto que mesmo só aparecendo alguns segundos na tv o Bolsonaro ganhou na primeira.Particularmente acho que ele nem deveria participar de debates, não serve para nada.O eleitor do Bolsonaro sabe em quem está cotando.

Anônimo disse...

Sai desta universidade,vai ensinar na favela

Denise disse...

Anonimo das 12:56: aqui na Austrália eu voto da mesma forma – no partido trabalhista. A diferença é que aqui, mesmo a direita estando no poder, não é esse fascismo conservador que ocorre no Brasil. A Pauline Hanson, senadora extremamente conservadora e de discurso racista, é alvo de chacota aqui, e não de idolatracão, como ocorre com o Bolsonaro.

Muito maduro esse discurso de “vai pra Cuba”. Não tem retórica mais inteligente, não? Outra coisa, deixa de ser covarde e assina seu comentario!

Aliás, eu não vim pra cá por causa do governo petista, na verdade estava muito feliz com ele. Vim por causa de brasileiros como vc, que elegem um Congresso cada vez mais conservador, por causa do jeitinho brasileiro que sempre me irritou, por causa da violência crescente que não vai melhorar tao cedo por causa de políticos como os que vc apoia que acham que violência se combate com mais violência ao invés de educação de base e programas sociais.


Anonimo das 12:59: certamente a mim vc não se refere. Pago impostos altíssimos, me recuso a dar o “jeitinho brasileiro” que muitos fazem aqui pra pagar menos, atuo como voluntária em projetos sociais, enfim, não “defendo pobre e vivo como milionária”. Até porque aqui na Austrália o abismo social é muito, mas muito menor que no Brasil. No mesmo restaurante chique vão desde ricos até pessoas que ganham um salário mínimo. Eu quando cheguei aqui já trabalhei de garçonete, babá, em loja de tacos (tudo trabalho digno aqui e que não é visto como subemprego), ao mesmo tempo que trabalhava como advogada de forma remota pro meu ex-escritório no Brasil. Quem sonega imposto, quem defende alíquota menor pra rico, é a direita brasileira, não a esquerda.

donadio disse...

"Denise, fácil viver na Austrália e desejar o PT para nós,tenta você criar aí na Austrália algo parecido com o PSOL,MTST,PT,etc.Estranho que alguém que defende o petismo tenha ido morar na Austrália durante o governo petista.Por que você não foi para Cuba?/'

No momento a Austrália é governada pelo Partido Liberal, mas até 2013 foi governada pelo equivalente local do PT, o Labor Party. Que aliás ainda governa três dos seis estados australianos e os dois territórios. Então ninguém precisa criar nada parecido com o PT na Austráli. Já existe, e é um partido muito bem sucedido eleitoralmente.

O PT para nós só trouxe coisas boas, investimento na educação, melhoria da qualidade de vida, melhoria da rede pública de saúde, etc. Não sei de onde vocês tiram essa loucura de que o PT foi ruim para o país.