terça-feira, 13 de dezembro de 2016

PEC 55: COMO SERÁ O AMANHÃ?

A PEC 55, antiga 241, também conhecida como a PEC da Morte e a PEC do Fim do Mundo, foi aprovada hoje no Senado, em segundo turno, com margem folgada. 
E dane-se o que o povo acha. Um governo ilegítimo, golpista, sem voto (porque ninguém votou no Temer, ninguém elege vice, ou os reaças que votaram no Aécio sequer se lembram quem era seu vice?), determina o que acontecerá com o país não só durante sua "gestão", mas também por duas décadas, quando não estiver mais no poder, se deus quiser. 
Aprovação da PEC no 1o turno:
povo protesta do lado de fora
Sinceramente, se uma chapa antes das eleições adotasse o discurso oficial, transmitido pelo governo e pela mídia, e dissesse "O país está quebrado por causa do PT, gasta demais, então precisamos de um teto para limitar os gastos", seria eleita? E olha que esse é o discurso oficial. Não é a verdade direta, que seria: "Precisamos garantir o pagamento dos juros da dívida para os banqueiros, então vamos cortar investimentos em saúde, educação, infra-estrutura, assistência social, saneamento básico, enfim, em tudo que não seja juro da dívida, pelos próximos vinte anos". 
(Uma dica: sempre que você ler "gastos" em saúde e educação, e não "investimentos", desconfie). 
Pesquisa Datafolha diz que 60% dos quase 3 mil entrevistados é contra a PEC 55. Na enquete do Senado a desaprovação foi muito maior, com 345.718 votos contra, e apenas 23.770 a favor. E, mesmo assim, os senadores decidiram aprovar uma medida quase unanimemente rejeitada. 
Não por coincidência, hoje é o aniversário de 48 anos do AI-5, o ato institucional número 5, decretado em 13 de dezembro de 1968. Foi o golpe dentro do golpe, um decreto que endurecia ainda mais a ditadura e rasgava a Constituição. Neste 2016 com carinha de 1964, a PEC 55 age como o golpe dentro do golpe. Como disse o senador Lindbergh Farias, "esse é o AI-5 dos pobres". Não há dúvida alguma que essa medida trágica e antidemocrática afetará mais diretamente os mais pobres (ou seja, mulheres e negros). As conquistas sociais da última década serão rapidamente revertidas. E, de todas as regiões, quem sofrerá mais será novamente o Nordeste.
Tirando a mídia, o governo golpista, o Congresso vendido e os reaças (que vêm a PEC como uma oportunidade de ouro de "diminuir o Estado", eufemismo para privatizar tudo), todo mundo adverte que a medida não apenas será ineficiente para conter despesas, como também acabará com setores fundamentais para o desenvolvimento e a redução das desigualdades sociais do país. A diretora global de Educação do Banco Mundial, Claudia Costin, por exemplo, declarou: "O Brasil continuará com o desastre educacional que tem hoje. Normalmente, quando países têm problemas fiscais, ao menos os mais desenvolvidos, eles preservam a educação dos cortes. O Brasil optou por não fazer isso. É uma grande pena". 
Já o relator da ONU classificou a emenda constitucional como o pacote de austeridade socialmente mais regressivo do mundo. Philip Alston não poupou palavras: a PEC é uma violação dos direitos humanos. "Essa é uma medida radical, que denota ausência de qualquer sentimento e compaixão. É completamente inadequado congelar apenas os gastos sociais e amarrar os braços dos futuros governantes por duas décadas".
O retrocesso vivido no Brasil é tão gigantesco que, não sei se você lembra, dois ou três anos atrás uma das pautas de vários movimentos era garantir que 10% do PIB fosse obrigatoriamente usado na educação. Aliás, isso foi aprovado no Plano Nacional da Educação (já sepultado). Agora, com a PEC 55, decreta-se o fim da educação pública. 
E óbvio que os próximos golpes dentro do golpe serão a o fim dos direitos trabalhistas e a reforma da previdência (mentindo descaradamente que a previdência está quebrada, então é melhor que você morra antes de poder se aposentar para que, sabe, a previdência continue a existir, mas temos aqui bons planos de previdência privada à sua disposição; além do mais, especialistas na Globo News têm a solução: é só você guardar um milhão de reais -- mais a inflação -- que você pode sacar 5 mil por mês dos 60 anos em diante). 
Anúncio de previdência
privada em notícia sobre
"crise da previdência"
O cenário é realmente desesperador, e dá um novo sentido ao termo "idiota útil" (termo criado pelos reaças para designar feministas e demais ativistas sociais, que lutam em favor de causas, segundo eles, orquestradas por uma nova ordem mundial -- reaças adoram teorias da conspiração). Idiota útil, pra mim, é qualquer um que que não seja rico e apoie a PEC 55 e seu consequente desmantelamento do Estado. Porque, sei lá, se você é banqueiro, a PEC pode ser boa pra você. Afinal, vai garantir que os juros sobre juros de uma dívida corrupta serão pagos religiosamente a você. Se você é dono de empresas privadas de saúde e educação, a PEC certamente te trará grandes lucros. Porém, se você não faz parte desse 1%, você terá seus direitos diminuídos pela PEC -- por duas décadas. E não será bonito.
Eu só consigo começar a vislumbrar o que isso vai significar diretamente na minha vida. Faz dois meses, eu e o maridão cancelamos nosso plano de saúde. Agora que o maridão chegou aos 59 anos, o plano ficou caro demais. E, se já temos dificuldade para pagá-lo hoje, imagine quando eu também atingir essa idade. Não dá pra dedicar 40% da nossa futura renda num plano (além disso, eu sempre me senti desconfortável pagando plano. Saúde tem que ser gratuita e acabou. É meu direito, direito de todos, ter um SUS de qualidade). 
Na universidade, com a PEC 55, existe o risco real de vários campi fecharem as portas, por simplesmente não conseguirem se manter. Letras é o maior curso da UFC, mas sabemos que o governo golpista não tem o menor apreço por licenciaturas. 
De cara, ficará difícil, pra não dizer impossível, que eu consiga a tão esperada progressão funcional, quando, a partir de março de 2018, eu iria de professora adjunta para associada. Não haverá dinheiro para progressão dos servidores. Teremos nossos salários congelados por vinte anos e, como não aceitaremos isso calados (espero), faremos greves e mais greves (quem viveu os anos FHC nunca se esquecerá).
Além de sermos punidos com congelamento de salários, tampouco poderemos contratar novos servidores (é o fim dos concursos públicos). Quando um professor se aposentar ou morrer, não poderemos fazer uma seleção para substituí-lo. Vamos ter que nos desdobrar e cobrir as horas dele, até que não sobre ninguém.  
Verbas para pesquisa e congressos? Bolsas para pós-doutorado? Esqueça. A desculpa será sempre "Não há dinheiro", que será repetida à exaustão, até que a gente pare de pedir. Se não acabarem com a Capes e o CNPq antes. 
E isso que estou falando só de mim, de como a PEC afetará a minha vida num futuro próximo. E eu estou numa posição privilegiada. Ganho bem, tenho estabilidade no emprego, e pretendo parar de trabalhar bem antes da PEC deixar de existir. Mas e os jovens? E meus valentes alunos da periferia, que sonhavam com a oportunidade de serem os primeiros de suas famílias a se formarem numa universidade pública? Que sonhavam com um futuro mais digno? Qual o futuro de toda uma geração? Como estará nosso país daqui a vinte anos?
E os políticos reaças, a mídia, nos fazem de palhaço. Nas eleições de 2018, você vai ver, todos os candidatos se posicionarão contra a PEC 55. Duvido até que alguém venha com o discurso de "remédio amargo, mas necessário". Mentirão na cara dura, dirão que sempre foram contra corte de investimentos em educação e saúde. E, mais uma vez, vai caber à gente lembrar. A gente, que lembra do AI-5. Que tem memória. Que ainda insiste em sonhar e lutar.

51 comentários:

Anônimo disse...

O vice ilegítimo nos foi enfiado goela abaixo pela sua Dilma que o fez seu vice porque o Lula e o PT precisavam se perpetuar no poder a qualquer custo. Honestamente, você não tem o direito de falar o que está falando.

Anônimo disse...

a) Eu não acredito que eu ainda leio este tipo de comentário. Temer foi eleito para vice e agiu como um traíra ninguém podia prever este fato

titia disse...

Como será o amanhã?

Uma merda, basicamente.

O país vai afundar. E devemos isso aos direitistas imbecis mamãe-quero-ser-corte, que não queriam dividir o shopping com a empregada e nem ver o porteiro no aeroporto. Os que não são nem nunca vão ser milionários. Que nunca vão ser convidados pra um jantar por um milionário. Que nunca vão conquistar uma milionária/um milionário. Que nunca vão fazer um amigo milionário que lhes dará carrões, grana e acesso à corte. Os que nunca vão ser promovidos à corte junto com esses nobres aristocratas que tanto defendem por mais que façam birra e batam o pé. Os que não vão ser promovidos a membros da corte nem ganharão rios de dinheiro e abraços de gratidão dos ricos só porque os estão defendendo. Os que vão pra bosta junto com os outros pobres e esses ilustríssimos cortesãos pelos quais eles lutam irão baixar as calças e dar uma cagada nas suas cabeças.

As baratas torcendo pelo chinelo que se fodam, então. Tê doida pra dizer "Eu avisei" pro primeiro direitista fodido que reclamar da diminuição dos concursos.

Cão do Mato disse...

Mas não há a possibilidade de se mudar isso nos próximos Governos? Uma "PEC da PEC",que anulasse esse teto de investimentos?

Anônimo disse...

Os reaças que votaram no Aécio

Que dizer que mais de 50 milhões de brasileiros são reaças?

Anônimo disse...

Para com essa narrativa de "sem voto", todo mundo sabe que é só pela narrativa e nem a esquerda acredita nisso

Temer teve voto e o Brasil não é uma "República absolutista", tem os 513 deputados e 81 senadores que foram eleitos e tem muito voto sim e aprovaram a PEC

A esquerda ficou tanto tempo tão obcecada em eleger o Lula que esqueceu que existe Legislativo

Anônimo disse...

"E devemos isso aos direitistas imbecis mamãe-quero-ser-corte, que não queriam dividir o shopping com a empregada e nem ver o porteiro no aeroporto. Os que não são nem nunca vão ser milionários."

TODO MUNDO sabe que esse discursinho é fabricado e vcs repetem como papagaio, ninguém acredita nisso

a "direita" não quer "ser milionária" nem "não ter contato com empregada", nós queremos não entregar 5 meses por ano do nosso trabalho pra Governo gastar, nós queremos um Governo que interfira o mínimo possível na nossa vida pq gostamos de liberdade

Parem de projetar suas fantasias em nós

Anônimo disse...

O temer foi o vice escolhido pelo pt exatamente para agradar o eleitorado do aécio e assim ter mais chances de ganhar a eleição, tanto que foi justamente os perdedores inconformados que foram pedir o impeachment para que a versão alternativa do aécio, o temer, virasse o presidente golpista.

Anônimo disse...

" a "direita" não quer "ser milionária" nem "não ter contato com empregada", nós queremos não entregar 5 meses por ano do nosso trabalho pra Governo gastar, nós queremos um Governo que interfira o mínimo possível na nossa vida pq gostamos de liberdade"

e o babaca ai acha que o titio Temer vai melhorar isso? ou será seu papaizinho Aécio?

Governo Dilma não foi perfeito, mas ela não foi corrupta nem agradava à empresas, ao contrário do PSDB e PMDB.

Muito tem que ser melhorado, mas não com golpes de Estado ou com discursinhos de "Você SA" como o pessoal da direita adora.

Cão do Mato disse...

E por acaso não foi a direita reaça que cunhou pérolas como "Bolsa Vagabundo", "aeroporto agora parece rodoviária","cotas é racismo ao contrário", "hoje em dia qualquer um tem carro"... A direita não quer ser milionária, só quer que os pobres continuem no lugar "de onde nunca deveriam ter saído..."

Anônimo disse...

PEC foi aprovada, seus esquerdistas!
Vocês que amam pobreza, vai ficar pra próxima.

Falta só Bolsonaro 2018, ou melhor, JUSTUS 2018, hahaha.

Chega de esquerda. Estamos completamente f*didos se continuar desse jeito.

titia disse...

18:05, a anon de 18:15 já lhe respondeu brilhantemente, eu só quero repetir porque adoro ver direitista acéfalo estrebuchar: você realmente acha que Temer vai deixar de consumir cinco meses do seu trabalho com impostos? Impostos que todos sabemos que ele não vai gastar pra melhorar a vida do povo - a sua, inclusive, porque embora queira se fingir de casta superior você é povo também. Mas vá, vá aproveitar a "liberdade" que o governo Temer vai lhe conceder. Quando você finalmente desabar, eu estarei aqui pra dizer "eu avisei".

Anônimo disse...

Cara, desculpa, mas vc é muito inocente, muito bestinha! Procura se informar melhor é passar a pensar. Você ta precisando.

ricardo disse...

Lola, ate que concordo com algumas opiniões suas, mas vc dramatiza tanto que não da para não ler seu texto sem rir de tão ridículo que soa

Anônimo disse...

Mais um bobinho que não aprendeu a pensar.

Anônimo disse...

Agora esse aqui não é bobo nem inocente, é um doente mental!

Hele Silveira disse...

Tem horas em que chego a duvidar do que li, rsrsrs.

Oh, Anon... "e devemos isso aos direitistas imbecis mamãe-quero-ser-corte" é um comentário dirigido A QUEM? Adivinhe?

Que bom que você mesmo responde, no final da sua fala: "nós" (direitistas imbecis mamãe-quero-ser-corte), ahahahahahah...

Continue nesse nível de argumentação. Precisamos rir, mesmo, kkkkkkkkkkk.

Anônimo disse...

Concordo titia

Anônimo disse...

a) Sinceramente eu sinto um sentimento dúbio por um lado preocupação com o nosso futuro mas por um outro lado estou gostando de ver a classe média pão com ovo levando na cabeça para aprender que não é rica que não tem o direito de chamar os beneficiários do bolsa familia de vagabundos pois eles tb dependem de politicas governamentais.

Anônimo disse...

(Viviane)
Titia, sobre seu último parágrafo: aqui de boas aguardando a concursada Alicia pedir exoneração do cargo e distribuir currículos pelas empresas...

César Andrade disse...

Sim :)

Anônimo disse...

A galera da esquerda sabe nem quanto rende um FGTS, não sabe o que é taxa selic e outros assuntos de economia IMPORTANTÍSSIMA pro ser humano.

Em vez de colocarem isso na escola, querem colocar ideologia de gênero. Putz, que piada.

Eles acham que isso é "coisa de rico"....

O pobre é ESSENCIALMENTE de DIREITA, no sentido de trabalhar pra conseguir seu sustento.
A galera da esquerda são mimados e NUNCA tiveram que trabalhar pra sustentar a vida. Por isso são de esquerda. Todos "riquinhos", mimados e ETERNAMENTE universitários. Eles tem medo de se formar e encarar a vida como ela é. Por isso nunca se formam. O pai deles representa o estado.

Pobre de direita é altamente plausivel.

A proposito, que texto mais dramalhao, começando pelo titulo... voces nao mudam. é facil ver. sempre o mesmo tipinho. falta só o cabelo azul. sempre os mesmos.

Esquerda só serve em epocas de vacas gordas, pois o brasil tem dinheiro e pode gastar com besteirois.
Em crise, minha amiga, a historia ja disse: a sociedade fica conservadora.

estou ansioso pra ver um brasil de direita. algo novo. e não essa merda que sempre foi.
ai vem um idiota e fala: "e a ditadura militar?"
ali foi uma "guerra" entre dois lados extremos. a esquerda não era nada boazinha e santa. tinham só terroristas, no sentido literal da palavra.

já deu pra vcs...

Anônimo disse...

câncervadores como o próprio nome já diz, são um CÂNCER, nesse e em qualquer outro país do mundo

Fora teMERDA, desde q esse lixo entrou td piorou, Volta Dilma

Anônimo disse...

"já deu pra vcs..."

é, "já deu" pra nós e pra vc tb, seu estrupício, tu vai se danar muito, governos (mer)direitistas só fizeram caca no poder: ditadura militar, FHC e agora o teMERDA, q está fazendo o favor de acabar com o q resta do país

É por isso q o ("esquerdista") Lula é o mais cotado pra ser presidente do país pela terceira vez, mas como vc é muito burro e tapado por essa sua ideologia CÂNCERvadora, não se deu conta disso ainda. Por isso q eu sempre digo, (mer)direita é trombose política, olha o q sai da cabeça desses excrementos

Anônimo disse...

Você trabalha?e em quê?

Anônimo disse...

An0nimo 17:39

Não precisava prever, era só um partido integro como o PT não colocar um bandido do PMDB como vice; entendeu ou quer que eu desenhe? Foi isso que deu a ganancia do PT.

Assinado: Anônimo 17:11

Anônimo disse...

Lola, pena vc ter cortado o plano, são mto abusivos,mas nesse cenário penso q vale a pena se desdobrar qdo possível pra pagar um. E previdência vou buscar uma privada tbm, infelizmente. Temos q entrar na dança né.

Vamos retroceder mto e os pobres vão sofrer mais - de novo. Logo chegarão na clt... Já não sei se quero ter filhos,cenário completamente desanimador.

gabs

Anônimo disse...

"porque ninguém votou no Temer, ninguém elege vice"

É sério que esse tipo de argumento tá valendo? Não recebi esse memorando. Porque moramos no Brasil e aqui acontecem umas coisas engraçadas, tipo, VICE ASSUMIR O CARGO. Sarney, Itamar, Kassab e por aí vai. Pode olhar no Google que é verdade.

Quem quer subverter a CONSTITUIÇÃO dizendo que um preceito CONSTITUCIONAL não é válido apenas quando convém, olha, checando meus arquivos aqui vi que existe um nome pra isso: GOLPISTA.

Se fosse um vice que atendesse aos interesses do que você chama de esquerda, aí seria uma pessoa ultra legítima que todo mundo votou nela, que absurdo e coisa e tal?

A esquerda tá esse suspiro de merda no Brasil por conta de discursos assim. Então por favor, jamais se cale.

E aproveita e usa bastante o lema do "Não Passarão". Porque é impressionante como tá passando tudo, gente! Machistas, Temer, PEC, tapetão nos 3 poderes... excelente grito de guerra esse.
-

Anônimo disse...

E eu dou risada que se fala de um jeito como se o Temer tivesse colocado uma arma na cabeça do Lula, da Dilma, de todo mundo e dito: vou ser vice dessa porra tudo ae.

donadio disse...

"Os reaças que votaram no Aécio

Que dizer que mais de 50 milhões de brasileiros são reaças?
"

Esse pessoal que aprendeu lógica com o filóstrofo Olavo de Carvalho...

"Os deputados que votaram contra a PEC" - quer dizer que todos os deputados votaram contra a PEC?

"Os americanos que votaram na Jill Stein" - quer dizer que a Jill Stein foi eleita?

"Os corintianos que participaram da baderna" - quer dizer que nenhum sãopaulino participou?

"Os médicos pediatras que se opõem à circuncisão dos recém nascidos" - quer dizer que só médicos pediatras são contra a circuncisão, ou que só pessoas que são contra a circuncisão são médicos pediatras?

Curto e grosso, meu: não, nem todos os que votaram no Aécio são reaças. E nem todos os reaças votaram no Aécio. Mas há um subconjunto significativo de pessoas que, a) são reacionários; e, b) votaram no Aécio. E a imensa maioria deles não tem a menor idéia de quem era o candidato a vice na chapa de mil libras. Que é o ponto do texto.

E você, que provavelmente clamava em altos brados que a educação no Brasil ia mal por causa do PT, e que o PT fazia a educação ir mal de propósito, por que só assim ganhava eleição, está contente agora com o que o pessoal que você ajudou a colocar no poder fez com a educação brasileira?

Anônimo disse...

Feliz com a vitória do TCHURURURU #vaideisy mas admito que fiquei desapontada com umas coisas. A primeira, que ela é evangélica. A segunda, que ela já se declarou frontalmente não-feminista.

http://emais.estadao.com.br/blogs/gabriel-perline/irma-de-marcelo-xinga-jurados-veja-o-que-rolou-nos-bastidores-da-final-do-masterchef-profissionais/

Chato isso né, a pessoa passa altas merdas na vida por ser mulher e não se toca?

Anônimo disse...

"governos (mer)direitistas só fizeram caca no poder: ditadura militar, FHC e agora o teMERDA, q está fazendo o favor de acabar com o q resta do país"

Olá, fantoche.
FHC e Temer de direita?? hahahaha, meu deus... Ai meu brasil, até quando?

Por conta da ditadura militar, que o proprio nome diz, foi uma ditadura.
Ditadura não é exclusivo da direita, sua imbecil. Ditaduras são suscetiveis tanto em extrema de direita e extrema esquerda, que são a mesma coisa, por sinal.

Sabe o q eh mais enfadonho nessa discussao? Que a parte mais dificil fica pra mim, que tenho que explicar isso para ignorantes como vc.
Vc fica com a parte facil, de falar asneiras e imbecilidades. Isso é facil.

titia disse...

É a velha história, Viviane: o brasileiro no geral quer Estado mínimo quando se trata de contribuir mas quer Estado máximo quando é pra arranjar emprego público. A mesma lógica infantil de querer tudo sem contribuir com nada. Fico pensando que o primeiro passo pro Brasil sair do buraco é que os brasileiros cresçam, sabe? Não só de corpo mas psicologicamente também. Que parem de agir como criancinhas mimadas com barba e passem a agir como adultos.

17:49 não nem todos são reaças. Tem alguns que são burros, tem outros que são arrogantes, tem alguns que são cabeça oca, tem os que são babacas...

Ao anon revoltadinho de 18:05: papo de esquerdista nada, meu amigo. Quem inventou esse papo de direitista mamãe-quero-ser-corte fui eu mesma, que apoio plenamente o estado de bem estar social porque já foi PROVADO que isso funciona pra todo mundo. E eu não estou projetando minhas "fantasias" sobre vocês não, colega. Eu não faço questão de ser rica. Eu não ligo de cruzar com a diarista no shopping, nem que o porteiro do meu prédio esteja viajando de avião. Eu não me importo que parte dos meus impostos seja investido em garantir que as crianças do país tenham escola de qualidade e pelo menos três refeições por dia. Não tenho nada contra bolsa família, claro que com fiscalização severa pra evitar fraudes. Não tenho nada contra ser colega de faculdade do filho do pedreiro. Quem estrebucha só de ouvir falar em bem estar social é você.

21:40 ué proponha acrescentar economia ao currículo escolar. Reúna a sua comunidade, manda uma carta pro seu representante no governo. Só tem um probleminha, amore, gente que entende de economia costuma se preocupar com o modo como o dinheiro é gasto, e... você realmente acha que um governo corrupto liderado por um sujeito com a ficha suja antes, durante e provavelmente depois da presidência vai querer gente que entende de economia fiscalizando o gasto com os impostos?

Anônimo disse...

A única coisa que me intriga é que normalmente quem critica a PEC fala que é errado pagar juros a rentistas. Não existe a opção de dar calote nessa dívida sem quebrar o país. Em vez de "rentistas", leiam "correntistas". Porque é disso que se trata. Quando o governo pega empréstimos dos bancos, ele não está devendo para o banqueiro. Deve ao banco!

Os bancos brasileiros trabalham com um índice de alavancagem de 11%. Em outras palavras, a cada R$ 100,00 emprestados, R$ 11,00 são do banco e R$ 89,00 são de quem tem dinheiro lá. Rentistas ricos? Também! Mas também o dinheiro de qualquer pessoa que tenha saldo ou aplicação no banco. Em resumo, se o governo ou qualquer outro grande devedor dá um calote, o banco simplesmente quebra. Ele não terá o recurso para devolver aos que tem aplicações, poupança ou um simples saldo em conta corrente.

Seu saldo é pequeno, então não tem problema o banco quebrar, certo? Errado! Se você trabalha em uma empresa, ela tem os recebíveis no banco. A grana das vendas será depositada no banco. A compra com cartão de crédito será creditada no banco. Se um banco quebra esta empresa não vai ter o dinheiro para te pagar o seu salário. Simples assim.

Então por favor, parem de dizer que bancos devem sofrer calotes. Isso não seria bom para ninguém!

Anônimo disse...

O pior é o mundo desabando nas nossas cabeças e as pessoas ainda discutindo de quem é a culpa, de quem votou na Dilma ou de quem apoiou o impeachment.

Foda-se, infelizmente não importa mais. Agora já era. Era hora das pessoas se unirem e lutarem contra esses absurdos. A hora do nhenhenhem eu não votei na Dilma, eu não votei no Aécio já passou...

Anônimo disse...

Esse sorrisinho arrogante foi o que causou a derrota da esquerda.

Anônimo disse...

"FHC e Temer de direita?"

SIM, é-feitic(eiro)i e teMERDA são (mer)direitistas

típico de (mer)direitistas fantoches, marionetes e ludibriados feito vc negar q trastes políticos foram de (mer)direita, é uma tentativa de fuga da realidade, pra evitar lidar com o fato de q (mer)direita e câncervadorismo no poder EMPORCALHA

A situação real, a do éfeitici e da ditadura milica são uma prova

E não basta a (mer)direita ser cínica, oportunista, negacionista e viverem dentro de uma bolha impenetrável, pq basta eu negar q os políticos são direitopatas q eu evito macular a minha ideologia, me torno "isento" e "imune" às críticas, é só mentir dizendo q "nenhum" político é de direita; ah vão à merda

Além de td são hipócritas (hipocrisia e direita é pleonasmo, né?), pq adoram falar q o PSDB é de "extrema-esquerda" e outras falácias, mas não perdem uma única oportunidade sequer de votarem e fazerem campanha pro PSDB. direita boa essa, hein, fazem campanha gratuita pra candidatos de "esquerda" feito o psdb e votam nesses trastes sem pestanejar; dessa direitalha não dá pra esperar nada melhor mesmo, o mínimo de coerência ainda é muito pra essa camabada

Anônimo disse...

O título do texto poderia ser "Governo declara descaradamente que vai continuar a dar as tetas a quem manda nessa porra toda". Não há democracia! E isso não vai ficar assim!

Anônimo disse...

a) Qual o problema de uma pessoa com boa situação financeira ter uma preocupação social ser a favor de projetos siciais? Que argumento bobo rico de esquerda.

b) Existe dois tipos de pobre de direita a classe média pão com ovo que acredita que é rica que sustenta os vagabundos do bolsa família e etc. Mas existe as pessoas mais simples que caem na pilha que apenas o PT é corrupto pois está na capa dos jornais e infelizmente estes cidadãos não lêem o jornal todo para saber que o PP PMDB e PSDB tb estão envolvidos.

c) Sinceramente eu até acredito que estes movimentos conservadores existam pessoas preocupadas com corrupção mas eu já ouvi conservadores exclamando pérolas que agora tudo vai voltar ao seu lugar quer dizer eles querem privilégios não lutar contra a corrupção

Anônimo disse...

Caros ignaros:

Esquerda e direita não existe num país individualista como o Brasil. Só existe o que me prejudica e o que me favorece. Daí saem os resultados das eleições. Parem de discutir o sexo dos anjos.

Anônimo disse...

Complementando: se levarmos em consideração o conceito de esquerda de direita originado na revolução francesa, a direita é sempre quem senta ao lado do rei (do governo) a direita, ou seja, o PT era a direita até o dia da queda da Dilma, a partir desse dia voltou a ser esquerda.

Anônimo disse...

Nem essa PEC, nem a reforma da previdência serão suficientes para sanar as contas públicas. Não há outra saída a não ser auditar a dívida. Será que essa dívida pública não chegou onde chegou porque foi incorporando dívidas de grandes empresas, como a Globo? Há um tempo atrás, na época da Dilma, saiu uma lista de grandes devedores do governo: ao todo, deviam quase um trilhão de reais, suficiente para sanar 25% da dívida brasileira. Será que o Banco Central não faz apostas equivocadas em operações de câmbio, de propósito, perdendo bilhões? Uma aposta errada dessas e lá se vão bilhões de reais, que poderiam ser aplicados na saúde e educação. Essas políticas são planos econômicos, é um sistema, criado por pessoas, seres humanos. Não sei como dormem À noite!

Anônimo disse...

Enquanto vcs falam da PEC da Morte...

vocês viram as notícias que chegam de Aleppo?
Uma enfermeira escreveu uma carta de suicídio porque era o único jeito de ela não virar escrava sexual dos homens do estado islâmico.
Pais de família pedem autorização dos líderes religiosos para assassinar suas filhas, esposas e irmãs para evitar que elas sejam capturadas e transformadas em escravas sexuais do estado islâmico.

Mas a PEC da morte é que afeta os servidores públicos (eu).

Alícia

Anônimo disse...

O mais bizarro é saber que até agora o governo não tinha um limite para os gastos. Antes tarde do que nunca.

titia disse...

Alicia, me desculpa, mas que porra uma coisa tem a ver com a outra? Sim, a situação na Síria tá ruim, mas isso significa que os brasileiros devem baixar a cabeça e aceitar a exploração e o descaso? Ah, pare de lutar por seus direitos que em outro lugar tá pior? Parece até um mascu. Se todos pensassem como você ainda haveria escravidão e nós nunca teríamos adquirido sequer o direito de votar. É triste a situação da Síria, mas esquecer nossas lutas porque lá eles estão sofrendo mais não vai ajudar os sírios em porra nenhuma e vai prejudicar ainda mais os brasileiros.

Anônimo disse...

As feministas agora estão revoltadas porque a moça do masterchef disse que não se considera feminista e nem quer ser usada como símbolo do feminismo.

Anônimo disse...

Essa PEC é um desastre. Mas não dá para fingir que ela "surgiu do nada". Ela é uma reação à administração irresponsável e criminosa dos últimos presidentes. Aumentaram gastos sem que existisse receita para cobri-los, abusaram da máquina pública para se perpetuarem no poder, chafurdaram na lama da corrupção.

Isso não significa que os que hoje ocupam o poder, tanto no executivo, quanto no legislativo, sejam melhores. ~Estão todos no mesmo nível de cinismo, canalhice e incompetência.

O brasileiro, mais uma vez, vai pagar por ser semianalfabeto político.

Anônimo disse...

E por que não cobram imposto sobre a renda obtida com ações empresariais? Desde 1995, no governo FHC, os acionistas não são mais tributados. Mas as empresas e os acionistas são pessoas diversas, umas são pessoas jurídicas, os outros, pessoas físicas, de modo que não justifica isentá-los de tributos alegando-se que as empresas já os pagam. Os acionistas têm que pagar também, do mesmo jeito que os trabalhadores têm que pagar imposto de renda. E o imposto sobre heranças, por que não aumentam? Por que não acabam com a imunidade tributária dos templos religiosos? Por que não cobram os tributos sonegados e as multas dos sonegadores? Por que os empresários do agronegócio pagam menos encargos sociais pra previdência? Por que será que tudo o que recairia sobre quem tem mais dinheiro não vai pra frente? Enfim, infelizmente o "governo oculto do país" conseguiu dividir a "plebe rude". Enquanto isso seus componentes (os do "governo oculto", não os da plebe...) vão fazendo a festa. Nós, "os de baixo", sofremos com a crise econômica que eles agravaram pra derrubar um governo, fomos roubados por todos os esquemas de corrupção, e seremos os únicos a pagar para tirar o país do buraco em que "os de cima", principalmente, nos enfiaram. E ainda tem gente que se acha o máximo por chamar quem discorda dessa situação de "peteba", "petralha", "mortadela"... Até o Pobre do D. Paulo Evaristo Arns não conseguiu escapar da burrice dessa gente. Ele foi contra a ditadura e a favor dos direitos humanos, então só pode ser um "comuna peteba". Então merece ser apedrejado, esculhambado até revirar no caixão. É mole ou quer mais?

Anônimo disse...

O Judiciário, o Ministério Público e a Defensoria Pública da União ainda têm a esperança de que o Supremo Tribunal Federal os livre dessa PEC por causa da autonomia administrativa e orçamentária desses órgãos. Ou seja, estará nas mãos do próprio Judiciário se livrar do arrocho fiscal, libertando a si e aos demais órgãos com as mesmas garantias e prerrogativas previstas na Constituição. Já os servidores do Executivo, coitados, nem essa esperança têm. Realmente serão anos sem progressões funcionais. Para compensar a limitação do crescimento orçamentário, a solução dos políticos vai ser, no ensino superior público, cobrar mensalidades. No SUS, vai ser ou a recriação de uma CPMF ou a comparticipação. Aliás, recentemente já li artigos falando que uma das opções pro SUS não morrer de vez vai ser a cobrança de uma comparticipação... O que revolta é que ninguém vê movimento pra aprovarem um imposto sobre grandes fortunas. Sempre alegam que esse imposto não resolveria o déficit fiscal do governo. Mesmo que seja verdade, ele seria moralizador, pois daria à sociedade o recado de que não apenas os trabalhadores em geral terão que pagar a conta por uma crise econômica nitidamente agravada pra derrubar Dilma e o PT. Está certo que o PT fez muita cagada no governo, mas uma presidenta não é uma rainha. O legislativo boicotou o governo Dilma para as coisas ficarem bem ruins e a população apoiar cegamente a queda dela. O legislativo e grandes grupos como Editora Abril e Rede Globo, que usaram os escândalos de corrupção para fazer a população ter ódio do PT e culpá-lo com exclusividade por toda a cultura de corrupção que está muito longe de se restringir ao setor público do país. E enquanto a gente se xinga de peteba, mortadela e coxinha, o "governo oculto" está unidíssimo pra aprovar medidas que o torna ainda mais rico às custas do nosso empobrecimento, gerando mais concentração de renda e desigualdade social e, com isso, ainda mais violência, impunidade e desesperança. Enquanto eles jantam pratos caros com a bonita, recatada e do lar e o marido mordomo da Família Adams dela, nós é que somos lascados...

Anônimo disse...

Essa PEC é realmente preocupante. Com a aprovação dela entraram na UTI tanto a gratuidade do ensino superior público como também a gratuidade e, por isso, universalidade do SUS (se for preciso pagar, mesmo uma comparticipação, o SUS, além de deixar de ser gratuito, vai deixar de ser universal, já que quem não puder pagar não vai poder usar).

Anônimo disse...

Feliz por constatar vida inteligente por aqui..
Lola, como sempre fica quietinha,se fingindo de morta, quando o comentário não lhe interessa. ..