sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

MAIS UMA MARCA ORGULHOSA DE SEU MACHISMO E IGNORÂNCIA

Ontem mal cheguei perto da internet, mas fiquei sabendo por cima de uma marca de móveis de inox cujo dono primeiro fez um comentário machista afirmando que só homens eram bons em design. 
Tipo assim
Uma moça, a Bruna, não se surpreendeu ao perceber que, seguindo a ideologia do dono, a propaganda da marca também é machista, pois objetifica as mulheres (o típico "vamos usar mulheres em pose sexy pra vender qualquer coisa"). E deixou um comentário na página. 
A marca, então, além de insistir no sexismo e responder com sarcasmo, ainda fez um desafio. Se Bruna conseguisse baixar as avaliações da marca pra 1.1, ela ganharia um cupom de 10 mil reais pra gastar na empresa. 
Se não, a marca doaria uma quantia pra uma instituição de caridade que não tem nada a ver com a história e não deve estar gostando muito de ter seu nome associado a uma marca que tem orgulho de ser machista.
Claro que, assim que os reaças ficaram sabendo disso, foram lá aumentar a nota da empresa. Afinal, pra reaça, tudo que for contra o feminismo é digno e fofo (aí cai por terra aquela afirmação ignorante que eles fazem sempre: "Machismo, feminismo, é tudo a mesma m*rda". Reaça prefere machismo mil vezes! E não vai aprender nunca que feminismo não é o oposto de machismo). 
Eu vi rapidamente uma página reaça que está dando a maior força pra marca. Lá, uma mulher perguntou sobre a propaganda: "Por que não colocar um homem com trajes de banho ou mesmo um casal?". E um cara qualquer respondeu: "Porque mulheres são mais bonitas e fazem as coisas vender mais. Você deveria se sentir elogiada, já que admitimos que vocês embelezam as coisas. Na árvore da vida, os homens são as raízes, as mulheres, as flores", disse o machista disfarçado de filósofo. E há montes de comentários acéfalos do tipo "Feminina, não feminista". 
Não sei se vale a pena repercutir a marca, porque certamente é isso que ela quer. Como a gente sabe, machismo sempre ganha fã clube. 
Bom, felizmente uma leitora querida, a AnaLu, que é publicitária e mestra em Antropologia Social, escreveu um guest post sobre o caso:

Mulher não é boa em design, diz
dono de loja de móveis
Vi o caso da Alezzia e precisamos ver este caso com muita atenção e cuidado.
O que pensar de uma marca que contrata um social media misógino, machista e sexista para gerenciar suas redes sociais e ainda por cima, endossa e incorpora o discurso preconceituoso deste profissional em uma "campanha" publicitária absurda?
Me preocupa bastante ver que um comentário a respeito do machismo que vemos no design (e também na comunicação) tenha sido usado para virar um desafio de likes e avaliações. 
A Alezzia transformou o comentário de uma mulher em um desafio. E não sei dizer o que é pior nessa história: a falta de retratação por parte da Alezzia ou o envolvimento de entidades que nada têm a ver com a história. 
​Gente, não é questão de avaliação. Não é nem mesmo uma crítica aos móveis produzidos por essa empresa. O que está em questão é o discurso machista, a fala agressiva com as várias mulheres que criticaram a postura da marca diante da fala machista de seu social media. Eu, como publicitária, tenho vergonha de ver isso em nosso meio. Eu não fiz a avaliação da página porque vejo que isso tem fortalecido muito mais a marca do que qualquer outra coisa. 
Não se trata de dar um vale para fulana ou ciclana. Porque dar um vale é fácil. Dar respeito a uma mulher, pelo visto, é mais difícil para a Alezzia. Dá pra ver isso pelas peças das campanhas publicitárias.
Me preocupa ver como as marcas tem lidado com as críticas das minorias. Me envergonha ver esse tipo de coisa. Repito: não se trata de ajudar a AACD, não se trata de provar que a marca vende bem e tem consolidação no mercado. Se trata de respeito. Apenas!

93 comentários:

Anônimo disse...

Seguindo a lógica do "se vc é contra o aborto, não aborto ", poderíamos fazer o seguinte, se vc é contra a marca ou acha ela machista, não compre.

Anônimo disse...

Tem nem preocupação quanto a isso, Anon das 15:41, não compramos e nem de graça queremos.

Anônimo disse...

Se for assim então você pode começar a usar sua lógica aqui, se não gosta do conteúdo, não leia é muito menos comente.

Anônimo disse...

O cara fez essa "aposta" porque ele usa vários bots para avaliar a própria loja, existem muitos serviços (geralmente mais barato na China) que vende likes, acumulando com os machistas que descobriram a página com certeza vai ficar acima de 1.1.

A esquerda é muito boazinha, enquanto não aprenderem as táticas sujas da direita, sempre irão perder em espaços virtuais.

Anônimo disse...

A maioria dos estudantes de design no Brasil e no mundo são mulheres,dedicadas e trabalhadoras e um cretino ignora toda a criação delas para a glorificação arrogante dos machos. Eu tenho NOJO de todas as sociedades que ignoram todo o trabalho duro,estudo e persistência das mulheres para ficar falando MERDA. Não comprei nada dessa empresa e nunca vou comprar e se reclamar só vou comprar móveis feitos por designs mulheres.

Anônimo disse...

É assim que vemos o paradoxo da nossa sociedade. As mulheres que são as maiores consumidoras e eles idiotas fazem esse tipo de coisa. Acho bom, porque se continuar assim as únicas empresas que não vão falir vão ser as mais "feministas" ou que pelo menos não coloque o c* na reta por menosprezar alguma mulher.

Anônimo disse...

Foda-se.

titia disse...

Pela foto que não diz absolutamente nada a respeito da qualidade do produto, pelo próprio produto (é o cabideiro mais feio e brega que já vi), pela qualidade do marqueteiro e mais do que tudo, pelo móvel que já mencionei ser pavoroso (e sabemos que foi um homem que fez), dá pra perceber que essa loja não presta. Combina com a criatura abominável que colocaram pra fazer propaganda; em geral quem apela é porque não tem nada que preste pra vender. Que o diga a Risqué com sua campanha furadésima "Homens que Amamos". Quem tem coisa boa a oferecer não precisa botar mulher pelada na propaganda.

Quanto ao pseudo designer com dor no rabo, é bom ele ir chamar a mamãe. Pelo fedor, a fralda tá cheia.

Anônimo disse...

gente, melhor fingir que não aconteceu nada se perguntarem, pq a resposta da loja foi SENSACIONAL, podiam ter dormido sem essa, pensem da próxima vez antes de dar piti por NADA - repito: nada. Esse mimimi não salva mulher nenhuma de relacionamento abusivo, violência doméstica, abuso sexual, estupro. Concentrem-se no que vale a pena e parem de fazer marketing gratuito para lojas machistas/capitalistas.

Alícia

Anônimo disse...

LOLA, OLHA QUE LINDO!!!!

http://www.hypeness.com.br/2016/12/conheca-o-femitaxi-o-app-de-taxi-exclusivo-para-mulheres/

LOLA, FIQUEI ATE EMOCIONADA A VER ESSA NOTICIA, NOS MULHERES UNIDAS SOMOS MAIS FORTES! BEIJOS!!!!!

titia disse...

P.S. Um móvel tão pavoroso quanto esse tinha que ser coisa de homem mesmo.

Anônimo disse...

(Viviane)
O problema, pessoal, é que essa é uma estratégia de propaganda: "falem bem ou mal, mas falem de mim". Quanto mais as feministas fizerem textos em blogs e facebook, mais a marca ficará conhecida. Triste demais, mas isso é capitalismo...

Agora... o que esse bando de reaças ganha em ajudar esse cara? Há um termo chulo prefeito para isso: "gozar com o p*** alheio".

Anon de 16h58, quem tem ética realmente não sabe jogar sujo. Como diria Darcy Ribeiro, "detestaria estar no lugar de quem me venceu".

Anônimo disse...

(Viviane)
Bem lembrado, Titia! Os esmaltes da Risqué são tão fuleiros quanto a tal campanha.

Anônimo disse...

(Viviane)
Depois eu falo que essa Alicia é troll e ainda levo pedrada...
*se duvidam, leiam o comentário dela no post anterior, sobre o Masterchef.

Anônimo disse...

Mas reaças/mascus só gozam com o pau alheio mesmo, vivem à vida dos outros e só sabem reverenciar macho.

Anônimo disse...

Descobriram já a aposta, espalharam pelo 55chan e estão fazendo todos os retardados votarem em cinco estrelas. Tsc, tsc.

Já era de qualquer forma.

Anônimo disse...

Que gente sem mais o que fazer! Entendo que votar uma ou cinco estrelas na página não custa nada, mas olha o tanto de retardado comentando por lá, discutindo um contra o outro ou simplesmente mandando memes idiotas. Aquilo lá não serve para NADA, só para extravasar a raiva mesmo (rir também, em alguns casos). Sinceramente, acho que teria sido melhor aquela pessoa não aceitar a aposta. Isso vai atrair muita atenção para a empresa -- é um marketing barato e imoral --, podendo até atrair clientes por isso, e acredito que muito mais do que o número que pessoas que vai deixar de comprar lá. Duvido que alguma entidade faça alguma coisa. Muita gente ainda não vê problema com aquele tipo de propaganda! Eu, pessoalmente, me incomodo, mas não causaria bagunça por isso, tampouco me daria ao trabalho de ir lá xingar. Entendo que devemos acabar com este problema em nossa sociedade (desrespeito pelo sexo feminino), mas eu realmente acho que só o tempo pode resolver isso, educando as novas gerações e esperando a antiga morrer junto de seu pensamento retrógrado. Assim, esse tipo de empresa não se sustentaria pela falta de clientes que os novos valores causariam.

Anônimo disse...

Qual a porcentagem dos consumidores de móveis? Quem escolhe e compra móveis é quem mesmo, homem ou mulher? O social mídia misógino da marca deveria pensar melhor nisso. A punhetagem dele não atrai quem gasta dinheiro na lojinha bosta dele: as mulheres.

Anônimo disse...

O que a página está fazendo é ilegal em dois sentidos: no Facebook (trocar curtidas por alguma coisa) e entra na categoria de promoção ilegal na legislação brasileira, passível de aplicação de multa pela Caixa Econômica Federal. Assim sendo, o que aconselharia fazer é, primeiramente, denunciar para a Caixa Econômica (tirem os prints de tudo, da história desde o começo, do dono da loja - ele que é o "social media - dizendo que mulheres não servem pra design porque tem muita gente achando que o problema foi pelas fotos em si, que são de mau gosto mas a questão nem foi assim que começou) e depois no Facebook. Mas primeiro a Caixa, porque assim o proprietário da loja vai ter que pagar multa. Inclusive eu nem denunciaria no Facebook, só na Caixa, vai doer ($$$) bem mais pro geniozão do marketing aí.

Anônimo disse...

As mulheres são as consumidoras também, possuem o direito de comprar na loja que quiser, e caso ela faça uma propaganda idiota, podem muito bem deixarem de comprar.

Anônimo disse...

Eu espero que tenha aqui em Goiânia também, não apenas em São Paulo ou no Rio.

Anônimo disse...

Quero ver essa loja conseguir sobreviver de mascus no futuro. Independente das estrelas,nenhuma mulher inteligente vai comprar de um cara que humilhou as designs e as mulheres em geral.

Anônimo disse...

Só completando com links e mais informações:

Ouvidoria Caixa - 0800 725 7474 - dias úteis, das 09:00 às 18:00.

Diga que uma empresa no Facebook está fazendo uma promoção não registrada de 10 mil reais e utilizando nome da AACD, que já disse não estar participando disso aí.

Dá MULTA, não esqueçam, é melhor que simplesmente denunciar no Facebook.

Nem precisa entrar no mérito do machismo, falem apenas da PROMOÇÃO NÃO REGISTRADA (todassssssssss precisam ser, isso de "curta minha página e concorra a um sorteio" é, na maior parte das vezes, ilegal se não registrar a promoção na Caixa e, portanto, passível de multa).

A Caixa tem página no Facebook, denunciem lá também.

Linkedin do dono da empresa e social media: https://www.linkedin.com/in/alexandre-nascimento-5a481613

E se alguém tiver curiosidade, não precisa passar isso pra Caixa é só pra saberem como de fato essa coisa começou, foi assim:

https://s29.postimg.org/svnt2x26v/Screen_Shot_2016_12_16_at_5_50_37_PM.png

Mas não é por esse mérito que se pega esse cara. É pela promoção ilegal mesmo.

Aprendam a bater onde dói meu povo e em se tratando de ÓME, geralmente é no bolso.

Anônimo disse...

E não vamos nos esquecer de outra coisa, no RECLAMEAQUI não tem como ele pagar pra reviews positivos e nem tem como apagar reclamações, fikadika.

Anônimo disse...

Isso mesmo. É o paradoxo da sociedade,ser machista mas esquecer que mais da metade das mulheres trabalham e possuem renda própria e ser o maior tipo de consumidor na maioria das coisas.

Anônimo disse...

a) Lola gostaria que vc fizesse um post sobre a suspensão do deputado Jean Willys eu acredito que estão exagerando muito.

b) Sinceramente estou preocupada com os caminhos que o Brasil esta tomando todos acreditam que possam ser racistas machistas e homofobicos valendo se das leis da livre imprensa confudem liberdade com direito de ofender as pessoas

Anônimo disse...

A mulher pousou lá PORQUE ELA QUIS. O CORPO É DELA. GANHOU DINHEIRO E PONTO FINAL.

(Acho que as vezes é inveja do corpo bonito da moça.)

A PROPAGANDA ESTÁ ATRAINDO HOMENS, QUE VÃO COMPRAR MÓVEIS PRA CASA, COISAS QUE ANTIGAMENTE ERA "COISA DE MULHER" COMPRAR MÓVEIS PRA CASA.

Cadê o nosso Progressismo???

A Loja faz o que quiser com ela. Se isso vai prejudicar ela, AZAR O DA LOJA.

Querem fiscalizar a mulher que posou por conta própria e tão com inveja do corpaço dela.
O CORPO É DELA.

Mya disse...

Eu que trabalho no ramo de divulgação acredito que, em relação a divulgação da marca, a estratégia foi excelente.

Mas, porém, entretando, todavia. ...
Tenho certeza que em breve o número de vendas cairá.

Não pq desrespeitaram as mulheres em si, mas pelo destrato com seus clientes (que em grande parte são mulheres).

Foi a estratégia mais idiota que já vi: destratar o público que mais compra esse tipo de produto e pedir ajuda pra mascus que nem mesmo sabem quais produtos a marca vende.

A repercussão é momentânea, as vendas é que definira o ganhador dessa batalha.

Anônimo disse...

Um cara imbecil disse que os trabalhos das mulheres publicados no grupo que ele participa não eram tão bons quanto os dos homens; aí uma suposta feminista ficou com revoltada e começou a brigar com ele, fazendo uma disputa imbecil para se vingar dele, chamando um monte de gente e depois mentindo dizendo que ele disse que ''mulheres não prestam para serem designers'' (pois não foi isso que o idiota disse). Uma briga por causa de egos feridos de dois vermes, de dois ridículos que só querem chamar atenção, e por isso tem feminista vindo na página da AACD EXIGINDO que ela tome posição na briga de dois vermes malditos. Eu nunca vi algo tão baixo na minha vida! Mesmo que aquele otário tenha usado o nome da instituição para ganhar essa aposta, essas feministas psicopatas e egoístas não tem o direito de vir perturbar a AACD querendo envolvê-la na briga daqueles dois cânceres arrogantes. Por favor feministas, tenham respeito pela AACD, se vocês quiseram comprar essa briga imbecil e se rebaixarem ao mesmo nível larval daqueles dois, não venham querer exigir isso da AACD. Dinheiro honesto vindo da venda de móveis é sujo? Se fosse doação de um traficante as feministas e seus ''feministos'' estariam aplaudindo e apoiando. A maioria das feministas estão atacando a empresa mais pelo comercial em si do que pelo comentário do babaca lá.

Anônimo disse...

Vivi, eu tenho minhas dúvidas se essa "Alícia" é realmente a mesma pessoa que comentava antes. Em todo caso, adoro quem fala que "ain isso é perda de tempo" e não mexe um dedo pra "coisas que realmente importam".

Anônimo disse...

Pelo menos os dois babacas pagarão no bolso pelas suas idiotices. Eles humilharam TODAs as mulheres,não apenas as feministas, não nos culpe pela escrotidao deles. A maioria dos designs são mulheres,você acha que elas aceitariam isso caladas? Que algum filho da puta rebaixe nosso trabalho sem medo? Precisa reclamar mesmo,estou cansada da passividade de passar pano nas merdas que os homens fazem.

Anônimo disse...

Nao achei pavoroso.
Achei a propaganda horrível, mal mostra o material.
Nao compraria por causa dessa propaganda, nem se colocassem a mulher nua, só compro se estiverem explícitos detalhes técnicos produto e não da modelo.
Ainda tem muito homem besta que compra produto por mulher gostosa na publicidade, fazer o que, as empresas fazem o que o mercado (que é ditado pelo interesse das pessoas) procura.

Anônimo disse...

Acho que vendia mais se botassem uma GORDA em cima da mesa

Anônimo disse...

No futebol, as grandes rivalidades se dão entre as maiores equipes.
Qual o maior rival do Palmeiras? O Corinthians.
E o maior rival do São Paulo? O Corinthians.
E do Santos? O Corinthians também.
Note que nenhum desses clubes tem por maior rival a Portuguesa ou o Juventus da Moóca.
Claro, ter por maior rival um time pequeno somente "apequenaria" o próprio time.
Transportando tal metáfora futebolística para a vida, observo que o feminismo somente se apequena a cada dia.
Ora, a que se dedica boa parte do feminismo de hoje?
A patrulhar todo tipo de idiota, fracassado, inútil (e até mesmo doentes mentais), pessoas que são desprezadas ou ignoradas pelo restante da sociedade e que somente obtem a atençao das feministas de feicibuque.
Enfim, escolham melhor os combates a serem travados. Tem muita coisa importante acontecendo no mundo.
(Carles)

Anônimo disse...

Também gostaria que a Lola fizesse um post sobre ele ! Não é fácil ser Jean Willys no Brasil...

E outra, também tenho medo - muito - do futuro deste país. Se piorar, já tenho outra cidadania prontinha na carteira !

Camille disse...

Estou pensando nessas formas de mobilização na internet e realmente seria interessante que especialistas fizessem um texto sobre como impedir q a reação saia pela culatra.

A marca pode contabilizar isso como? Ainda me sinto cética, já que os produtos são ruins, etc. Mas tanta gente está garantindo que nem sei de mais nada.

Camille disse...

Sua tentativa d imparcialidade deixou de colar nas frases finais, Anônimo das 9h16.

Aa críticas sobre a propaganda da marca são legítimas. Não existe Conar?

Anônimo disse...

O início da treta acabou se tornando irrelevante para as próprias feministas e o que mais está no Facebook são críticas delas a respeito da modelo e da propaganda, inclusive a modelo é proprietária da empresa. O grande ponto é que estão utilizando de um modo muito baixo e sórdido para prejudicar a empresa porque um funcionário idiota falou algo estúpido e que a empresa, diferente das outras quando são atacadas, não se calou. Assassinato de reputações por esse motivo é coisa de gente com tendência totalitária. O que ele falou não justifica que um monte de psicopatas que nunca utilizou o serviço meta o pau em uma empresa que não é feita apenas por ele. Nem justifica que ataquem a instituição AACD querendo proibi-la de receber as doações, pois tem feministas cheias de presunção acreditando que a empresa só fez a doação para provoca-las sendo que já faziam antes.

Anônimo disse...

Desculpa gente mas esse é um marketing da Behance que saiu do controle (informação de insider).

Alguém se lembra da chuva de Mentex? Tipo isso.

No mais, a multa da Caixa Econômica procede, já que a promoção é ilegal, sendo ou não ação de marketing. Não denunciem ao Facebook, a página precisa ficar lá um tempo até a CEF aplicar a multa que, por sinal, é pesada.

Anônimo disse...

Preciso desabafar:

Vcs realmente sao MASSA DE MANOBRA. E vou explicar.

Nessa onda de politicamente correto, o dono da loja fez uma metodo de tentativa e erro.

Arriscou fazer isso propositalmente pra ver se repercutia e CONSEGUIU. A loja ficou conhecida.

So resta saber se vao lucrar com isso e tenho quase certeza que sim. Vao vender mais.

Vcs foram USADAS.

As prostitutas sao usadas mas pelo menos ganham dinheiro.

Vcs nem isso ganharam.

So me resta rir.

Anônimo disse...

Um designer faz um comentário de mal gosto e machista num grupo de designers e uma moça se incomoda. (várias se incomodaram mas essa levou pro pessoal mais que as outras)
O que a moça fez?
-Prestou uma queixa-crime por discriminação?
-Denunciou o post ao facebook para que ele fosse apagado?
-Demostrou, baseada na sua capacidade de designer, que o desinger em questão estava falando besteira?
NÃO
A moça em questão vasculhou o perfil do designer até achar seu trabalho, levantou um exercito de feministas para atacar a página que esse designer administra, o acusando de machismo, misoginia, preconceito, violência(?) e mais um monte de ismo que você possa imaginar.. um verdadeiro terrorismo virtual..
A dona da marca é uma mulher que possui 40 funcionários e está lutando contra a crise.. e não se calou perante o terrorismo virtual das feministas.
Ela prometeu doar 22mil reais para a AACD caso sua popularidade voltasse ao status de 4,6 no facebook, caso contrário ela doaria 10 mil a moça que iniciou o ataque..
O que a moça do ataque fez ao perceber a popularidade da marca crescendo?
-Atacou a página da AACD junto com seu exercito de feministas exigindo que ela não aceitasse a doação!!

Anônimo disse...

E dá para ficar surpreso com essa atitude, vindo desse bando de psicopatas?

Anônimo disse...

16:15, As mulheres que são as maiores consumidoras de móveis no Brasil. Quando a loja ver o quanto de dinheiro que perdeu, veremos quem está sendo idiota...

Anônimo disse...

16:26, não, a dona da marca não é uma mulher,o Alexandre que é o CEO da empresa. É apenas uma mentira que estão fofocando, e descobrir onde o machista trabalha e sua família é o melhor jeito de mostrar para os outros quem ele realmente é, vide feministas americanas que mandaram as mensagens de ameaça para as próprias mães dos covardes. Os machos procuram dados pessoas de feministas todo momento, qual o problema?

Anônimo disse...

O consumidor que escolhe os produtos que vai comprar ou não. A maioria desses consumidores são mulheres, e mesmo assim, paradoxalmente as empresas humilham e denigrem a maior fonte de dinheiro. Depois, as mulheres alertam as outras sobre essas empresas infelizes e são criticadas e humilhadas novamente. Devemos dar um basta nisso, a única maneira de barrarmos esse tipo de constrangimento é pelo BOLSO, daqui para frente a empresa que sair da linha vai ser punida sim. Pode ter a liberdade de expressão que quiser, mas se vai falir ou não com a perda de grana, é outra história.

Anônimo disse...

Carles, nós vamos falar sobre o que quisermos. Sobre estupro,assédio moral e sexual,violência,diferença salarial,misoginia na história,sobre mulheres determinadas,machismo nas redes sociais e jogos,misoginia na filosofia e machismo na propaganda. Não é você que decide sobre o assunto tratado então sugiro a encontrar um espaço mais apropriado para você mesmo fora daqui.

Anônimo disse...

17:28, faça a gentileza de reler o que escrevi.
Evidente que vocês podem falar sobre o que bem entenderem. Estamos em uma democracia, e não sou eu quem vai interditar o debate, como você tenta fazer comigo ("sugiro a encontrar um espaço mais apropriado para você mesmo fora daqui."). Aliás, o que mais vejo no feminismo de feicibuqui é esse tipo de atitude autoritária e intolerante ao contraditório. Por quê eu tenho que sair daqui? Só pode comentar aqui quem está de acordo com as suas ideias? O próximo passo vai ser me chamar de "estuprador em potencial" e coisas do gênero.
Saudações.
(Carles)

Anônimo disse...

Carles, sua opinião não me interessa,seus sentimentos não me interessam e eu estou pouco me lixando com atitude autoritária. Feministas recebem xingamentos o tempo inteiro e quer saber? cansamos, Quero mais que você se foda. Procure outro lugar para tirar suas dúvidas,outras pessoas, mas já estou pouco me fudendo para a opinião de vocês. Vai chorar em outro lugar.

Anônimo disse...

" atitude autoritária e intolerante ao contraditório" Eu sou autoritária mesmo e daí? Parece que se não for na porrada nada acontece né? Tem que ser assim mesmo, estou cansada de vagabundos que xingam até a puta que pariu e esperam gracejos. Que se fodam, se odeiam mulheres namorem logo um macho e nos deixem em paz.

Miriam Andrade disse...

Nossa que absurdo! Quer dizer que não vamos conseguir arruinar a empresa de uma mulher retrograda, pelo crime horrivel de usar mulheres bonitas como forma de propaganda?
Tem mais é que jogar um monte de agua salgada na loja deles pra estragar tudo!

Eu tinha visto um vídeo recentemente, que mostra situações como esta, que acontecem uma instituição machista ataca feministas assim.

https://youtu.be/l7NBrV5TNwA?t=1m6s

Anônimo disse...

No caso do design, pra mim ele apenas fez uma constatação.

Anônimo disse...

Talvez eles queiram atrair o público masculino? Acha mulheres consumistas?

Anônimo disse...

Falaram a mesma coisa sobre mulheres votarem no Trump...

Anônimo disse...

Como não? É uma foto de um móvel de metal na praia... Em contato com água,sal...

Anônimo disse...

Sou de esquerda mas a esquerda atual é burra. É burra porque não sabe se mobilizar do jeito certo como a direita faz (cadê o exército de fakes da esquerda? o exército de lulaminions online? esquerda não tem 4chan porque? porque só a direita tá recrutando adolescentes ultimamente? qual o futuro da esquerda nesse país quando 90% dos jovens são alienados e a direita consegue dialogar melhor com eles?). É uma esquerda burra porque não sabe escolher as brigas certas. É burra porque usa argumentos ridículos em debates, não tenta se colocar no lugar do outro pra poder pensar "ele vai rebater assim, então vou modificar meu argumento pra isso etc". Essa esquerda burra não tem chance contra uma direita mobilizada. O futuro da esquerda no país vai se restringir a intelectuais da academia, classe média de rede social e deu, não vai ter massa, não vai ter poha nenhuma de esquerda nas ruas, é a morte da esquerda, enquanto não mudarem essa mentalidade, enquanto não aparecer um líder de esquerda pra jogar essa verdade na cara das pessoas, a esquerda morreu.

Anônimo disse...

Miriam Andrade, não foi apenas pelas mulheres na propaganda. Na verdade começou com uma afirmação de que mulheres não são capazes de serem boas designs entre outras escrotices.

Anônimo disse...

Lola, a empresa Alezzia só tem a agradecer vc e as feministas e os demais que foram la reclamar.
A página deles que tinha apenas 20 mil curtidas,já chegou a quase 100 mil, e com certeza venderam mais moveis com esse ativismo sem sentido de vcs.

A Alezzia agradece!!!!!!!!

Anônimo disse...

Espero a Alezzia agradecer quando começarem a perder dinheiro do público alvo: MULHERES, que independentemente de serem feministas ou não, não gostam de ter seus trabalhos relegados a merda, assim como aconteceu pelas designs. Não vi nenhuma das pessoas que curtiu essa merda criticando o que o dono da loja,Alexandre,havia falado. É assim que vocês veem as mulheres trabalhadoras em geral,como merdas? Esse meninos birrentos estão precisando apanhar.

Anônimo disse...

Alezzia pode agradecer o quanto quiser, não é e nunca foi calando a nossa boca que o machismo foi derrotado. Podem continuar se matando pra promover essa marca chula que a gente segue lutando.

maxwellman disse...

Deixei meu comentário lá, e recebi inúmeros comentários contra. É bizarro! Não apenas homens, mas mulheres também estão me criticando. É bem estranho ser chamado de escravoceta sendo que a coisa mais difícil para mim é arranjar uma namorada.


A Lola deve ter um estômago de aço para aguentar este tipo de gente.

Anônimo disse...

Talvez eles queiram atrair o público masculino? Acha mulheres consumistas?

As pesquisas mostram que as mulheres compram mais em produtos de necessidade da família como alimentos,roupas,materiais e móveis. Em parte, porque é esperado pela sociedade que a mulher arque pela responsabilidade de cuidar da família. Mas para essa empresa querer realmente ganhar o público masculino,os homens teriam que sair da casa da mãe ou deixar de parasitar as esposas, porque são elas que fazem as compras,e não o macho mimizento da casa.

Anônimo disse...

Desde quando o feminismo precisa estar totalmente ligado a esquerda? Lutamos pela qualidade de vida das mulheres e não por um sistema econômico em particular.

Anônimo disse...

Só queria entender alguém comprar mais uma coisa por ser anti-feminista. Sério. Não é como se os móveis fossem diamantes que acabaram de ser descobertos... Será que tem homem que pesquisa na internet por marcas que afrontaram o feminismo e tem um orgasmo comprando um cabideiro feio? Que vida é essa?

Anônimo disse...

Acho que tudo, até foto de mulher quase nua segurando cabideiro, deve ser discutido. Mas às vezes dá uma vergonha alheia pelo estardalhaço que as pessoas fazem...

E daí se um tiozão ignorante fala bobagem? Precisa comprar uma briga tosca que se sabe que não leva à nada?

Anônimo disse...

Dei uma olhada nas páginas de homens que xingam feministas no facebook. A maioria são meninos jovens, muitas vezes com um pano tampando o rosto,parecendo terrorista, xingam mulheres de vadias mas são totalmente obcecados por pornografia e jogos. São totalmente depravados e sem um futuro sólido,muitas vezes postam comentários deprimentes e suicidas. No final,são um bando de filhinhos da mamãe que pagam de conservador mas adoram funk e prostituição,e sinceramente,daqui alguns anos ou todos eles vão morrer (por se suicidarem) ou vão virar uma nova classe de desempregados recalcados que odeiam tanto mulheres quanto homens.

Miriam Andrade disse...

Ao vivo! Lacrou

Anônimo disse...

Eu concordo com algo que foi dito aqui, não dá pra ser passiva, esses babacas só escutam no grito.
Para os machinhos que vieram reclamar, dar palpite no que o feminismo deve ou não fazer: FODA-SE.
Ir em página machista conscientizar outros homens ninguém quer, né?
Só o feminismo tem que ceder porque os pobres homis podem ficar magoadinhos se as feministas jogarem verdades na cara deles, porque os pobres homis não sabem o que fazem ou dizem.
Que se foda.
E daí que vocês se magoam? Mulheres são estupradas e mortas por seus parceiros e vocês dizem que é vitimismo.
Foda-se o sentimento de vocês. Tá achando ruim? vaza do blog e de páginas feministas e vão para páginas machistas que lá vão encontrar mascus que idolatram pênis que nem vocês. Mulheres não devem mais aceitar e apoiar as merdas que vocês fazem ou dizem.

donadio disse...

Curto e grosso, a qualidade dos produtos dessa marca é duvidosa. Se fossem bons, venderiam bem sem precisar apelar para o nu feminino. Como o produto deve ser uma merda, precisam colocar mulher bonita pouco vestida pra tentar enganar o consumidor.

Eles estão agora animadinhos com uma campanha abertamente política de defesa do status quo. E vão se ferrar a longo prazo, ainda que façam uns trocados a mais nas próximas semanas.

donadio disse...

"Desde quando o feminismo precisa estar totalmente ligado a esquerda? Lutamos pela qualidade de vida das mulheres e não por um sistema econômico em particular."

Ou seja, pela igualdade entre patroas e patrões, e entre empregados e empregadas. Questionar a brutal desigualdade entre patrões e empregados, ou entre patroas e empregadas, aí não, que nós não somos de esquerda, né?

Feminismozinhho aleijado esse daí...

Anônimo disse...

Prezadas 18:27 e 18:32,
Em nenhum momento faltei com educação em relação a vocês ou a quem quer que fosse.
Uma vez mais, vocês manifestam postura autoritária e agora grosseira e destemperada, com a adição de xingamentos gratuitos e de baixo calão.
Lamento informar que pessoas como vocês contribuem para a sedimentação do estereótipo da "feminista histérica que odeia homens".
Pessoas como vocês, intolerantes e autoritárias, afastam outras mulheres do feminismo.
Parabéns.
Saudações
(Carles)

Anônimo disse...

22:14, foi exatamente esse o tom de meu comentário inicial, ontem pela manhã.
Observo há tempos que a quase totalidade desses misóginos de internet são fracassados, derrotados, inúteis, idiotas, adolescentes problemáticos e até mesmo pessoas com sérios distúrbios mentais (como aqueles que foram presos pela PF).
E, em minha opinião (que estão tentando censurar), as feministas perdem tempo demais patrulhando e antagonizando com esses tipos, que no mais das vezes são desprezados pelo restante da sociedade. Em síntese: só quem dá ibope pra essa corja são as próprias feministas.
Cordiais saudações
(Carles)

Anônimo disse...

Claro, porque são feministas que matam, estupram e mutilam homens todos os dias em todas as partes do mundo, não é mesmo?
Que dó dos pobres homis que só querem seu direito de chamar mulheres de vadias e controlar a vida sexual delas sem serem criticados ou de usá-las como objetos ou de criticá-las e esperar que elas aceitem tudinho como animais domesticados.
Sinto muito se você não foi recebido com biscoitos, mas tenho uma dica: você pode cair fora do blog a qualquer momento. Ninguém vai te impedir, pelo contrário: Damos o maior apoio pra você vazar daqui. Seu conselho continuará sendo ignorado com sucesso, então pra quê perder tempo? Por que não vai lá conscientizar seus colegas machistas?
Deixa eu adivinhar: você é um mascu querendo dar palpite no feminismo, mas o machismo tá tudo ok, né?
O problema é mulheres não mais aceitarem caladas as ofensas, os abusos, as mortes e não no machismo que ofende, mata e usa mulheres, né?

Milton disse...

Meu corpo, minhas regras
Sua empresa, minhas regras
Sua propaganda, minhas regras
Seu Facebook, minhas regras
Sua opinião, minhas regras
Sua piada, minhas regras
Seu corpo, minhas regras

- Danilo Gentili

lola aronovich disse...

Nossa, que gênio esse Gentili, hein?! Um filósofo! Não sei quem é mais inteligente, o cara ou os que o seguem.

Anônimo disse...

^^^^ ad hominem! ^^^^

Anônimo disse...

Na árvore da vida as mulheres são as raízes, o tronco, os galhos e as flores.Os homens são os lenhadores.

Anônimo disse...

Proguessimo reaça.
Nada contra ela.tudo contra a loja.
tchau.

vivian disse...

Lola, pode fazer um update no seu post?

Não é o social mídia da marca que é machista, e o proprietário da marca (CEO).
Fiz uma análise da linguagem e a mesma linguagem que está circulando em prints dele por aí é a mesma dos comentários que estão sendo deixados na página, e também é a mesma da descrição da persona no site.

Sem falar que eles estão induzindo os leitores a achar que a modelos das fotos é a dona do negócio, sendo que a própria modelo admitiu em seu perfil pessoal que é apenas a modelo.

Desonestidade intelectual sem fim.

Anônimo disse...

Que Caixa o que, não fale merda.

Anônimo disse...

Fiz uma análise da linguagem... Uau! Agora mudou tudo.

Anônimo disse...

"Curto e grosso, a qualidade dos produtos dessa marca é duvidosa. Se fossem bons, venderiam bem sem precisar apelar para o nu feminino. Como o produto deve ser uma merda, precisam colocar mulher bonita pouco vestida pra tentar enganar o consumidor."

Também acho uma falta de respeito com nós mulheres. Concordo com tudo que você disse.

Há um documentário que fala muito bem disso:
https://www.youtube.com/watch?v=AhI925pQNBA

Anônimo disse...

viviane,

eu não comentei nada no post do masterchef, vc tá esquizofrênica comigo.

beijão e feliz natal.

alícia

Anônimo disse...

Deve ser porque são elas que são ameaçadas de morte por eles ne? A lola vive postando sobre os homens que a ameaçam, muitas já reclamaram disso inclusive eu, mas amadureci e consegui ver o lado dela que independente de quão irreal a ameaça, ela não pode simplesmente aceitar passivamente isso e fingir que nada aconteceu, está no direito dela processar e reclamar.

Unknown disse...

O que importa para ela, é que outras se calem. Resposta sensacional para machista, não aprovo, discordo e debato na Internet o quanto eu quiser.

Anônimo disse...

"Anônimo18 de dezembro de 2016 09:12
Eu concordo com algo que foi dito aqui, não dá pra ser passiva, esses babacas só escutam no grito.
Para os machinhos que vieram reclamar, dar palpite no que o feminismo deve ou não fazer: FODA-SE.
Ir em página machista conscientizar outros homens ninguém quer, né?
Só o feminismo tem que ceder porque os pobres homis podem ficar magoadinhos se as feministas jogarem verdades na cara deles, porque os pobres homis não sabem o que fazem ou dizem.
Que se foda."

Olá, sou um machista e estou me desconstruindo ao longo dos últimos meses, em grande parte por ler o blog da Lola.

Essa passagem acima me chamou a atenção. Eu poderia entrar no espaço machista, mas o que eu poderia usar de argumento para conscientizar os machistas de lá? Inclusive eu conheço esses espaços.

Anônimo disse...

Também tentei avaliar o ocorrido como profissional de comunicação. Por mais que a gente veja o machismo escorrer nas peças publicitárias, essa foi uma das vezes que me questionei se a pessoa por detrás disso é realmente um profissional com formação.
Me pergunto isso pois linguagem nos meios sociais é uma coisa básica. Não se trata de utilizar memes para ser engraçadinho. Passa por uma infinidade de aspectos: ser cortês e atencioso com o cliente; buscar resolver eventuais problemas com a máxima celeridade possível; saber se comunicar com seu público (saber quem é o seu público também ajuda). Inúmeros cases de social media que tentaram ser engraçadinhos e curtir com a cara do cliente estão aí para ensinar as empresas a pensar trinta vezes antes de postar um conteúdo ou bolar uma campanha. A linguagem utilizada na peça é chula, digna de moleques zoeiros de 15 anos e não um profissional que espera-se ter alguma qualificação e noção do quão um marketing negativo pode gerar para a imagem da empresa. Não galera, nem sempre o "falem mal, mas falem de mim" vale para a publicidade, especialmente quando caminhamos para uma era onde as empresas querem pagar de socialmente e ambientalmente responsáveis.

Anônimo disse...

"Ain suas psicopatas assassinas de reputação" - sobre feministas boicotarem marcas misóginas no fb sem praticar crime.

Sobre os ataques virtuais e até reais que feministas sofrem pelos mascus e que configuram crime - cri cri cri. Nenhuma palavra.

Hipocrisia mandou beijos.

Anônimo disse...

Essa história se desenvolveu por 3 motivos: analfabetismo funcional, carência e vontade de achar chifre na cabeça do cavalo. Porque se lerem o que o rapaz escreveu vai perceber que na página que ele frequenta tem mais homens postando trabalhos de designers e que na opinião dele são bons. Aí ele deixa a pergunta se os homens são melhores? Alguém provou pra ele o contrário. Alguém fez o teste que ele sugeriu. Com certeza não. Mas como não sou nada e nada serei fico na dúvida. O que seria um bom trabalho de designer gráfico. Vão na dita cuja da página e verifiquem e depois passem o resultado. E por último que a modelo eh gostosa isso ela eh...

Anônimo disse...

15:28,

Os mesmos argumentos que estão te conscientizando. Espalhe a palavra pra eles como a Lola espalhou pra você.

donadio disse...

"^^^^ ad hominem! ^^^^"

Não, filhote. Isso não é um ad hominem.

Ad hominem é assim:

- O Danilo Gentili disse que vai chover.
- Ah, então vai fazer sol, por que o Danilo Gentili é um imbecil.

É uma falácia, por que o fato do Gentili ser um imbecil comprovado não significa que ele vai necessariamente errar na previsão do tempo.

Mas a forma do raciocínio da Lola é exatamente o oposto:

- O Danilo Gentili tem tais e tais opiniões (que são todas obviamente opiniões imbecis).
- Bom, se o Gentili pensa dessa forma, então ele é um imbecil.

Entendeu, ou vai me trazer papel e lápis colorido?

Anônimo disse...

"O que seria um bom trabalho de designer gráfico."

Se isso é uma pergunta, a resposta é: não uma gostosa segurando um cabideiro no meio do mato.

Só é uma imagem relevante pros punheteiros de plantão, mas dificilmente meia dúzia de frustrados infantilizados conseguiriam sustentar uma marca. Fora que tem coisa bem mais "ousada" em site pornô.

João Luiz Pereira Tavares disse...

Viva 2016!

Em 2016 houve fato fabuloso sim, apesar de Vanessa Grazziotin falar que não, dessa forma assim:

"O ano de 2016 é, sem dúvida, daqueles que dificilmente será esquecido. Ficará marcado na história pelos acontecimentos negativos ocorridos no Brasil e no mundo. Esse é o sentimento das pessoas", diz Grazziotin.

Mas, por outro lado, nem que seja apenas 1 fato positivo houve sim! É claro! Mesmo que seja, somente e só, um ato notável, de êxito. Extraordinário. Onde a sociedade se mostrou. Divino. Que ficará na história para sempre, para o início de um horizonte progressista do Brasil, na vida cultural, na artística, na esfera política, e na econômica.
Que jamais será esquecido tal nascer dos anos a partir de 2016, apontando para frente. Ano em orientação à alta-cultura. Acontecimento esse verdadeiramente um marco histórico prodigioso. Tal ação acorrida em 2016 ocasionou o triunfo sobre a incompetência. Incrementando sim o Brasil em direção a modernidade, a reformas e mudanças positivas e progressistas. Enfim: admirável.

Qual foi, afinal, essa ação sui-generis?

Tal fato luminoso foi o:

-- «Tchau querida!»*

[(*) a «Coração Valente©» do João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© 'vale por um bifinho'. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA].


Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê. Chega de po**a-louquice.

A volta de decoro ao Brasil.

Feliz 2017 a todos.

pfcrezende disse...

" E não sei dizer o que é pior nessa história: a falta de retratação por parte da Alezzia ou o envolvimento de entidades que nada têm a ver com a história. "

Tipo você. Vai cuidar da sua vida. Abaixo ao feminazismo. Viva a liberdade de expressão.