domingo, 20 de novembro de 2016

SEGUIMOS NA LUTA

Hoje é uma data importante, Dia da Consciência Negra. Falarei mais disso amanhã. Pelo que estou vendo no Twitter, uma coisa é certa: sempre que houver gente lutando contra o machismo, contra o racismo, contra a homofobia, haverá reaças lutando contra a gente que luta. E depois eles se ofendem ao serem chamados de machistas, racistas, homofóbicos.
Bom, em primeiro lugar, permitam-me vender meu livro, que não é exatamente meu, mas tem um artigo lá escrito por mim, além de 22 outros artigos, um prefácio do Lula e uma entrevista com a Dilma.  
Compre o excepcional Golpe 16custa R$ 43 pelo correio, e você o recebe na sua casa com uma dedicatória caprichada. Você só precisa depositar o valor na minha conta no Banco do Brasil, agência 3653-6, conta 32853-7 (está no meu nome oficial, Dolores), ou na minha conta no Santander, agência 3508, conta 010772760, mandar um email pra mim (lolaescreva@gmail.com) com o comprovante ou foto do comprovante, e o seu endereço. 
Com a ajuda da Sofia, finalmente cheguei a 60 exemplares vendidos. Agora só falta vender 40. É que recebi em consignação (eu fico com metade, ou R$ 17,50, de cada livro vendido) cem exemplares, e acho chato ter que devolvê-los. Um blogueiro vendeu oitocentos exemplares, e duvido muito que o blog dele seja doze vezes maior que o meu, que conta com 400 mil visualizações de página por mês. 
Mas, sinceramente -- e eu não minto --, eu nem tentaria vender o livro se eu não tivesse orgulho de fazer parte desse projeto, se o Golpe 16 não fosse ótimo e importante. E por isso gostaria que mais leitores e leitoras minhas adquirissem o livro. Como um reconhecimento dessa importância.
E agora vou contar com um pouco mais de detalhes o que disse rapidamente na segunda, quando comentei sofre uma nova onda de ataques que estou sofrendo. Se já não bastasse a situação do país ser desanimadora, ainda tem o cenário da internet, que reflete a crise moral que o Brasil atravessa.
Do penúltimo sábado pra cá, mascus fizeram com três leitoras minhas o que fazem comigo há seis anos. Chama-se doxing, que é descobrir e divulgar dados de uma pessoa, para que grupos organizados e criminosos possam, juntos, atacá-la. Então fizeram montagens pornôs dessas leitoras, colocaram seus telefones residenciais em sites de prostituição, enviaram mensagens com ameaças de estupro e morte. Várias dessas mensagens foram enviadas com cópia pra mim. 
Perfil falso no meu nome e
ameaça corriqueira:
"Vamos abater o porco"
Como os planos de ataques sempre se originam num chan mascu chamado Dogolachan, costumo enviar os dados do criador do chan para as vítimas, para que elas possam fazer boletins de ocorrência contra um dos responsáveis. Mas eu, pessoalmente, já registrei nove BOs (o primeiro em janeiro de 2012), e nada acontece. Não há investigação, muito menos punição para esses criminosos que fazem de atacar mulheres sua maior missão na vida. 
Então eu, que sempre encorajo meninas e mulheres a criarem blogs e vlogs na cara e na coragem, com seus nomes e rostos, começo a repensar isso. Porque, numa terra sem lei, ser uma mulher sem medo é ser alvo de vários crimes que permanecem impunes. E é impressionante -- até entre familiares, amigos e colegas, a primeira pergunta que te fazem (e que às vezes não é feita, mas pensada) quando você conta que está sendo alvo de ataques na internet, é: "Mas o que você fez?" Aí você pode optar por responder: "Sou mulher" ou "Sou feminista". 
Levou três dias e dezenas ameaças
para o Twitter tirar este perfil do ar
Uma repórter de uma rede de TV que veio em casa me entrevistar (e que nunca tinha ouvido falar do meu blog) já abriu a entrevista com essa pergunta. Numa palestra minha pra advogadas, uma advogada, integrante da Comissão de Mulheres da OAB, me fez essa pergunta: "O que você fez para ser atacada assim?" Outra perguntou: "Por que você foi falar de masculinistas?" Eu respondi: "Porque eu tenho um blog feminista e acho relevante denunciar grupos organizados que atacam e ameaçam mulheres na internet. Você preferiria não saber que eles existem? Além do mais, eu já era atacada por eles muito antes de falar neles no meu blog, só não sabia que eram grupos organizados".
Ameaças da última terça, 15/11: "Eu ainda vou estuprar a Lola", "Tu só vai ter sossego no dia da tua morte, Dolores!", "Vamo te tortura ate teu ultimo minuto de vida" (sic), etc
Em janeiro, este bloguinho vai fazer nove anos. Vai certamente chegar aos 9 anos. Não sei se chega aos dez, mas vamos lá, mês a mês, ano a ano. Eu sou muito cuidadosa com o que publico, e uma das provas disso é que, nesse tempo todo (uma eternidade em termos de internet), estou respondendo a apenas um processo na justiça. Como este mundo é surreal e cheio de gente sem noção, quem me processa é logo um mascu que esteve preso por mais de um ano por sua participação num site de ódio que eu ajudei a denunciar, em 2011. 
Alguns dos vídeos do mascu
me difamando
Assim que ele saiu da prisão, em 2013, me enviou um email dizendo que iria me processar. A ação chegou no começo deste ano. Ele pede 41 mil reais de indenização. Consegui duas excepcionais advogadas, que me recomendaram pedir reconvenção, ou seja, eu processo o salafrário, que só no passado gravou 25 vídeos me xingando e caluniando (entre mil e outros crimes que saíram da cabecinha dele, ele me acusa de matar seu pai, de comprar meu diploma, de não saber falar inglês, de roubar verba pra compra de livros pra biblioteca da universidade, de receber dinheiro do governo para fazer o blog, de ser uma nazista que fugiu pra Argentina, de ter casado com meu marido -- que, segundo o psicopata, é pedófilo e estelionatário -- para obter cidadania brasileira etc). O criativo mascu continua fazendo vídeos contra mim até hoje.
Em maio, eu pedi a colaboração de vocês para pagar os R$ 983 da reconvenção. E vocês demonstraram muita generosidade e contribuíram com cerca de R$ 1.400 (em janeiro, como sempre faço, mostrarei a vocês os valores exatos do que ganhei com o blog este ano). 
Agora, a primeira audiência do processo está marcada para meados de abril, e pelo menos uma das advogadas (que não mora no Paraná) terá que ir para São José dos Pinhais. Preciso arcar com passagens e hospedagem, e torcer para que eu (eu gostaria de depor!) possa falar por via conferência, sem ter que ir pra lá. 
Uma boa notícia em
2016: deputada ganha
processo contra
blogueiro mascu
Não posso contar tudo (minhas super advogadas já não vão gostar deste post), mas sei que vou ganhar o processo. Conto com quatro testemunhas incríveis (dois deputados, um delegado, um professor -- não vou nem dizer o gênero, para não haver especulações) que conhecem o caso todo e vão depor em meu favor. É muito mais que uma questão financeira (quero ganhar para pagar as advogadas e aumentar as doações que já faço a ONGs). Quero ganhar para que sirva de exemplo de que vídeos e textos difamadores e ameaças e crimes que mascus cometem com regularidade não ficam impunes. 
Já que a polícia não faz nada, ou quase nada (a Operação Intolerância, que prendeu os dois mascus, foi há 4,5 anos; de lá pra cá, apesar das dezenas de novas denúncias, nada), quem sabe adianta alguma coisa processar civilmente e mexer no bolso deles. Mas é difícil. Vocês veem, leva tempo e custa dinheiro. 
E, como mascus são fracassados por definição, não costumam ter nada em seus nomes. Logo, ganhar a ação não é garantia nenhuma de que receberei a indenização. Ainda assim, quero processar mais mascus. 
Só de mencionar que preciso de contribuições, duas leitoras maravilhosas depositaram R$ 200 cada na minha conta. Quem puder ajudar, peço que colabore com a quantia que puder no PayPal ou numa das minhas duas contas: Banco do Brasil, agência 3653-6, conta 32853-7, ou Santander, agência 3508, conta 010772760
E, mesmo quem não possa ajudar financeiramente, peço que ajudem divulgando os posts, comentando no blog, dando apoio, enfim.
Ah, antes que me esqueça, participarei de algumas atividades esta semana, e vocês uqe moram no Ceará estão convidadxs. 
Na quarta, dia 23/11, às 20:30, estarei na Unichristus para a mesa "Manda nudes: violação de privacidade e crimes online". Na quinta, 24/11, às 16h, vou coordenar a atividade de greve no Bosque, CH1, UFC, com o tema "Discutindo gênero e feminismo através do filme Thelma e Louise". Na sexta, 25/11, 14:30, desta vez na Faculdade de Farmácia, vamos ter uma roda de conversa sobre "Por que ser feminista". E no sábado, 26/11, às 15h, farei parte da jornada pedagógica do projeto social "Ainda existe amor em Fortaleza", com o tema "Sexualidade e resistência feminina numa sociedade machista", no Colégio César Calls, em Fortaleza. 
Seguimos na luta!

24 comentários:

alessandro bruno disse...

Força Lola, tem muita gente torcendo por você até quem você não imagina.

Anônimo disse...

"Não posso contar tudo (minhas super advogadas já não vão gostar deste post), mas sei que vou ganhar o processo"

Lola, tenho duas décadas de advocacia. Não existe causa ganha.

lola aronovich disse...

Obrigada, Alessandro!


Anon das 19:07, sei que não existe causa ganha. As próprias advogadas já me disseram isso. Mas seria uma injustiça tremenda se eu perdesse, então não quero sequer pensar nisso.

lola aronovich disse...

Ah, e pro Gogogo, que está me mandando comentários não aprovados: crápula, eu não tenho medo de vc. Vc é que tem medo de mim, como já deixou claro. Eu não tenho medo de ameaças, vou ter de processos? Vem me processar, covardão. Aliás, por que será que o idiota deixou de falar no processo contra a IstoÉ? Não eram 50 mil ganhos de indenização? Conta pros seus seguidores acéfalos o que aconteceu, Rambo do Teclado.

Denise disse...

Força, Lola! O seu blog é de extrema utilidade e eu sinto muitíssimo que esses desocupados mascus te persigam tanto. Imagino o seu desanimo em continuar a luta, eu sinceramente não sei se teria aguentado tanto. Vc é uma guerreira! Estou torcendo para que a Justiça faca Justiça e vc ganhe essa ação! (apesar de também achar que esses perdedores não vão ter bens nenhum pra te pagar uma merecida indenização)

Anônimo disse...

alguem sabe me explicar qual problema desses caras? quero um resposta seria...

Anônimo disse...

Lola querida,
Não é justo que as pessoas te ataquem dessa forma. O seu blog é incrível e tão importante para mim quanto para as suas demais leitoras.
Não entendo como algumas pessoas são incapazes de atividades racionalmente lógicas, mas sei que você se sairá bem em relação a esse tipo de situação.
Sei o quanto é doloroso ser ofendida dessa forma e, as vezes, essas coisas nos levam a questionar coisas que não deveriam ser tocadas dentro dos nossos corações. No entanto, tenho certeza absoluta que as suas leitoras vão te dar o amparo necessário para passar por essas situações sem traumas psicológicos de dimensões grandes demais.
Um beijo.

Edson disse...

Lola,

Acredito que esse livro seja ótimo, mas eu tenho mais interesse de comprar um livro desse tema quando houver um distanciamento maior do golpe. Porque o golpe foi praticamente ontem, acho que será mais interessante comprar um livro análise depois das eleições de 2018. Pq o golpe terá total influência na próxima eleição presidencial. Por esse motivo que não comprei esse livro.

Espero que vc não fique chateada com esse comentário.

lola aronovich disse...

Ok, Edson!

Muito obrigada, Denise e outras pessoas.

O problema desses caras, anon das 20:45? É uma frustração eterna misturada com um sentimento de merecimento (entitlement, em inglês). Por nascerem homens, acharam que mereciam entrar fácil numa faculdade, conseguir um bom emprego com ótimo salário, sair com belas mulheres. E aí viram que o mundo não lhes deve nada. Pessoas saudáveis conseguem lidar com as frustrações sem descontar o ódio nos outros. Mas mascus culpam mulheres, negros, gays pelos seus próprios fracassos. Eles nunca têm culpa de nada. Veja o caso do "líder" deles, o senhor das moscas. Ele ataca pessoas com sites de ódio há anos. Aí quando finalmente acontece alguma coisa (ele é condenado por racismo e preso e condenado por outro site), a culpa não é dele, que passou anos atacando e ameaçando pessoas, mas das vítimas dele, de quem ele passou a vida atacando e ameaçando. Ele nunca vai se curar. Sempre foi ostracizado pela sociedade. A única coisa que ele sabe fazer é odiar.

lola aronovich disse...

Que IstoÉ em recuperação judicial o quê, Gogogo! Você não fala a verdade nem pros seus seguidores acéfalos, não é? O bom de ter um bando de fracassado te seguindo é que eles não questionam nada, aceitam as suas mentiras, as suas traições. Veja o caso do Kyo. Foi xingado de tudo quanto é nome por vc, vc fez campanha contra ele, pediu para que ele cometesse suicídio... E aí vc o chama de volta pra moderação e ele volta com o rabinho entre as pernas, como se nada tivesse acontecido. O mesmo com o "Capataz", que fez acordo com vcs depois de meses de fracassados ameaçando a filha dele de estupro e ejaculando numa foto dela. Ele só voltou a brigar com vc agora. Minha torcida é que os dois cumpram suas promessas vazias e se matem. Mas não, não vai acontecer. Se vcs se encontarem num ônibus de novo vai ficar um tirando fotinho do outro e depois postar no chan. Bando de covardes!
Fala a verdade, Batoré! A IstoÉ ridicularizou os advogados de vcs, riu da ação, exigiu que o processo fosse arquivado porque não tinha base alguma e exigiu que vc pague os honorários dos advogados da revista (o que não deve sair barato). Expectativa: "Duh, vou ganhar 50 mil de indenização da IstoÉ, hue!". Realidade: "Vou ter que pagar os honorários dos advogados da revista".
Você é um fracasso ambulante, Gogogo! Coloque logo todos os bens em nome da sua mãe que também te detesta e morre de vergonha de vc -- antes que o promotor de SC ganhe a ação milionária contra vc, antes que a Globo ganhe...

Anônimo disse...

É impressionante o que a falta de caráter ou de um cérebro faz com esses sujeitos fracassados, em vez de procurar algo construtivo (pra eles mesmos) na vida, ficam nutrindo um ódio que se eles forem pensar bem (se é que são capazes de pensar) nem sabem porque o sentem. Triste pra eles é que o feminismo e a coragem dos que apoiamos causas justas é infinitamente mais forte que o ódio e a burrice. Criem vergonha seus mascus de merda!

Hele Silveira disse...

Resposta séria sobre OS MASCUS? Rs, mil perdões, mas é até engraçado. Seriedade é para quem TEM, não para quem QUER. Os problemas dos mascus são ELES MESMOS. Não se aceitam, projetam, o complexo de inferioridade, o pinto pequeno e o bolso menor que o pinto imperam. Resta o que? A internet, rs!

Hele Silveira disse...

Mascus, mascuzinhos, rsrsrs.... Será que ainda não perceberam que o que nos mata, nos alimenta? VOCÊS estão nos alimentando, seus tontos, rs. Na boa? A gente até gosta. É divertido ver vocês esperneando e se esforçando mais que dançarina de pole dance. Dança, mascuuuuu, rsrsrs! Ah, é claro... sou BISNETA E NETA de negras (lindas, maravilhosas, inteligentes e INDEPENDENTES). Amo e honro a consciência que é nossa!

Anônimo disse...

Lola é meio difícil de engolir um prefácio do Lula,um homem que temb várias acusações contra ele, realmente alguns esquerdistas possuem seu bandido de estimação

Hele Silveira disse...

Acorda, pessoa! O Golpe 16 foi dado CONTRA O POVO! Crise vagabunda, de araque, onde NUNCA falta dinheiro para o bolso de quem governa! E NÃO EXISTE "DINHEIRO DO GOVERNO", pra quem acredita nesse absurdo (digo porque há quem acredite, inclusive conhecidos). NÃO EXISTE "DINHEIRO PÚBLICO"! Esse dinheiro é TEU. É meu. É nosso. É do povo que levanta cedo, toma duas ou três conduções, carrega marmitas. É NOSSO, PORQUE O CONQUISTAMOS TRABALHANDO. E, nesse contexto, ALGUÉM ainda questiona prefácio do Lula? Ah, vá! Questione esse FINGIMENTO de crise que aí está, para todo trabalhador. Porque para "a elite", não há crise. NUNCA HOUVE. E enquanto nos importarmos com prefácios, em vez de questionar o que ouvimos, NUNCA HAVERÁ.

Anônimo disse...

olha, uma mascu se dando mal, nada de novo sob o sol

espero q queimem no inferno

Hele Silveira disse...

Retificando: o que NÃO nos mata, nos alimenta. E a conclusão é óbvia.

Anônimo disse...

Força Lola!
Seu bloguinho ajuda tanto aqui do outro lado! Vc não faz ideia de como!
Uma pena que só posso ajudar com boas vibrações, pois ultimamente estou no processo de entrada no doutorado (vc deve saber muito bem como é...)
Queria poder ir em um destes eventos e te dar um enorme abraço!! Pena que não estarei em Fortaleza!

Anônimo disse...

Lola, parece q a Melinda Gates vai se candidatar à presidência em 2020, ficou sabendo? A M. Obama declinou

Anônimo disse...

Ódio gera ódio.
Cansei de acompanhar esse blog. Me desculpe.
Muita energia negativa que tem por aqui.

Isso acaba um pouco me afetando também.
O ódio é quase que um vício.

Acredito muito em energia: que energia ruim gera energia ruim e energia boa gera energia boa.

Eu sei que o machismo existe, que é algo ruim, mas não quero mais me alimentar de coisas ruins.

Um abraço a todas.

Anônimo disse...

"Cansei de acompanhar esse blog. Me desculpe.Muita energia negativa que tem por aqui. (...)Acredito muito em energia: que energia ruim gera energia ruim e energia boa gera energia boa." 13:25

Concordo inteiramente. Trolls histriônicos, tanto feministas quanto anti-feministas, enchem esse espaço com xingamentos e provocações desnecessárias, impedindo o debate produtivo. A moderação dos comentários, que antes me parecia incômoda, agora se mostra insuficiente.

S. disse...

Lola querida, torço muito que você ganhe esse processo. A sua vitória representará a vitória de todas nós, mulheres. (assim que puder, farei minha contribuição)
No mais, torço muito por você, na sua vida pessoal, que você tenha sempre essa força incrível, essa energia boa e generosa, que tudo o que você fez e faz aqui no seu blog, por todas as mulheres, volte de alguma forma para você.

Marcia disse...

Lola queridona, estamos com você. Deixa só o salário cair, com a primeira parcela do 13, que vou fazer coro a essa bela sororidade feminista, você merece muito!

Anônimo disse...

Lola!!!! mUITA fORÇA!!! Eles vão adorar os processos pq terão o que fazer nessa vidinha insignificante deles!!!