domingo, 21 de junho de 2015

NÃO SE TRANSFORMA A SOCIEDADE ENFIANDO GAROTOS DE 16 ANOS NA CADEIA

Dois comentários incríveis foram deixados num post sobre redução da maioridade penal:

Mônica:
"Não é colocando moleque de 16 anos na cadeia que as coisas vão melhorar.
Sim, existem adolescentes que estupram e matam, mas não podemos por em pé de igualdade com adolescentes que roubam e são pegos para transporte de drogas.
O índice de adolescentes que cometem crimes hediondos são 1% dos 1%, ou seja, são casos a parte.
Concordo que para esses casos a parte, para esses adolescentes que mataram, estupraram, deve haver uma penalidade maior. Mas não devemos levar junto um bando de adolescentes pobres que não sabem o que estão fazendo.
Lugar de criança e adolescente é na escola! 
Minha mãe é diretora de uma escola municipal que trabalha com tempo integral. Ou seja, as crianças estudam das 7:30 até as 17:30, com pausa para almoço, duas para o lanche e recreio e para os menorzinhos, horário da soneca.
E não para por aí, a escola também conta com várias atividades extracurriculares como esportes, desenho, informática.
Agora me diga, com tudo isso, quando essa criança terá tempo de cometer algum crime?
É exatamente assim que as escolas do Brasil estão precisando. O único jeito de reduzir a criminalidade é com educação, não prendendo jovens que deveriam estar na escola.
Além do mais, como dito no texto, todo mundo sabe que quem seria preso seriam os pobres e pretos. Se algum branquinho de classe média cometesse um crime, seria abafado por um 'inconsequência juvenil'.
Um exemplo muito comum é o revenge porn. A maioria das vezes são adolescentes que vazam a foto ou o vídeo da namorada. Mas esses ditos cujos nunca são pegos, presos ou julgados por isso.
A garota menor de idade sofre slut shaming, ninguém mais deixa ela viver por causa de um erro e o pivetinho que jogou sua foto da internet sequer tem passagem pela polícia. E se você questionar isso a resposta sempre vai ser: 'Ah, mas adolescentes fazem burradas mesmo.'
Enquanto isso, o garoto pobre que devia estar estudando e tendo uma perspectiva de futuro está nas ruas com seu futuro traçado por policiais e traficantes.
Não existe período mais delicado do que a adolescência, tanto no sentido psicológico quanto no biológico. É a época que eles começam a conhecer o mundo real e nada vale deixá-los em uma redoma de vidro, porque um dia ela quebra.
Eu vou falar aqui mais uma vez, apenas para refrisar: casos hediondos são crimes a parte que sim, merecem uma punição mais severa.
Mas não vá querer colocar todo mundo em um mesmo buraco por causa desses específicos. Não adianta ficar clamando por redução da maioridade penal achando que o Brasil vai se transformar em uma Suíça da noite pro dia.
A chave não está no sistema carcerário, está na educação. Essa é a chave para uma sociedade pacificada. Não enfiando um monte de garoto de 16 anos na cadeia."

Patrick:
"De todos os casos que são utilizados como exemplares de porque devemos reduzir a maioridade, nenhum deles envolveu um menor que se 'converteu' ao crime naquele instante e decidiu cometer um ato brutal.
Todos são casos envolvendo jovens com um largo histórico de infrações, que tipicamente vão aumentando de gravidade com o passar do tempo.
Normalmente, qual foi a ação do Estado (mínimo) ao longo dessa trajetória? Nenhuma! Zero.
Aliás, em a idade da maioridade se alterando, é exatamente isso que vai acontecer (nada), pois o índice de resolução de homicídios (pra citar o exemplo do crime mais grave) no Brasil mal roça os 10%. Então quem está impune hoje, continuará impune amanhã, independente da idade.
As alterações que precisam ser feitas para uma redução real da criminalidade passam por alterações nas organizações de assistência social e de segurança pública preventiva e investigativa, além de uma reorganização do espaço urbano.
Essas alterações custam caro (montar um estado de bem estar social, equipar uma polícia investigativa) e enfrentam forte resistência conservadora (mudança nas organizações, como a transformação da polícia militar numa polícia fardada civil de ciclo completo).
Mudanças no espaço urbano para torná-lo mais seguro também envolvem grande mudança no paradigma das cidades. Nesse sentido deixo como sugestão de leitura o clássico da jornalista Jane Jacobs, Morte e Vida de Grandes Cidades, que diz mais sobre segurança pública nas cidades do que tudo o que um brasileiro médio leu, viu ou ouviu na imprensa ao longo de sua vida.
(Dica de um prefeito que está tentando ir no sentido do que Jacobs já diagnosticou nos anos 1960: Fernando Haddad, sempre ele) 
Mas, lógico, é bem mais fácil escrever três frases num pedaço de papel, chamar de PEC 171, e levar a opinião pública ao engano."

87 comentários:

Fábio disse...

Qual a diferença entre um estuprador assassino, de 17 e outro de 18 anos?

Vamos abrir as cadeias geral, e por todos os latrocidas, estupradores e geral, nos cursos de humanas então, mas será que sem limites impostos, eles absolvem educação?

Eu converso muito com professoras do colegial,de escolas publicas, e elas me relatam uma realidade bem diferente da dos "iluminados utopicos, das ilhas acadêmicas de humanas"
Elas me dizem que o pior problema nas escolas publicas, são a falta de limites, a desestrutura familiar, as drogas, e o crime cada vez mais glamourizado na mente dos jovens.

Punição educativa não e vingança, e limite, e exemplo, e faz parte da educação também, um pai/mãe educa um filho não somente com amor, mas também lhe impondo limites claros.

Anônimo disse...

Digamos que eles estão certos, toda vitimizador, foi antes vítima: deixar os agressores impunes seria o mesmo que admitir que toda vítima tem o direito, por sua vez, de fazer outras vítimas. Levado o princípio ao pé da letra, estaria criado o moto-contínuo da violência. Pedir às esquerdas que raciocinem com lógica não é nem fácil nem difícil. É inútil.

Anônimo disse...

A valorização da familia, e dos valores sociais de paz e dignidade, e que devem serem levados em conta no quesito combate ao crime. Ate porque a escola ensina, A FAMILIA EDUCA.
Se os educadores de esquerda, quisessem mesmo com,bater a violência, eles fariam de tudo para atrair a familia para a escola, para acompanhar a educação do filho, e consequentemente se educar também. Mas não, o que vejo e estes educadores(doutrinadores) de esquerda, fazerem de tudo, para afastar o que chamam de "familia burguesa" da educação(doutrinação) de sus pupilos.

Anônimo disse...

Todo poder emana do povo na democracia plena, e quase 905 do povo e favor da redução, aceitem que doi menos.

Anônimo disse...

"O índice de adolescentes que cometem crimes hediondos são 1% dos 1%, ou seja, são casos a parte"

Excelente, então não vai lotar nada, como dizem por ai. Evamos proteger os demais jovens, que são a maioria das vitimas, desta minoria homicida.

Anônimo disse...

Não! Essa medida, por si, não “resolve” o problema da violência. Aliás, lançar tal questão é de uma desonestidade intelectual escandalosa. Não há “uma medida” para pôr fim ao problema; nem duas nem três. Nem dez. Trata-se apenas de não deixar na rua, impune, um assassino, depois dos quase nunca cumpridos meros três anos de internação. A vida humana tem de valer um pouco mais do que isso.

Anônimo disse...

Vejam o que encontrei no perfil da professora Lidia Telles, de uma escola publica de SP, e tirem suas proprias conclusões, de que afirma que "lugar de jovem inflator, e na escola"
_
Lidia Telles responde I:

1)"Se vc é comunista não poderia ter um facebook capitalista".

Pois bem vamos lá, primeiro que não há contradição. A ideia da implantação do socialismo prevê claramente que devemos usar as ferramentas desenvolvidas pelos opressores capitalistas contra eles próprios, faz parte desse ideal se apropriar dos meios de produção capitalista para destruir o próprio capitalismo. Logo, toda ferramenta capitalista também pode ser por extensão uma ferramenta socialista.

2) "Vc não aceita opinião contrária e ainda se diz democrática?"

Faz parte do processo revolucionário a implantação do Comunismo como objetivo final, porém, para tal sucesso temos que suprimir o Capitalismo. Ou seja, para garantir uma democracia futura e plena, primeiro devemos implantar a Ditadura do Proletariado onde podemos pela força tomar a propriedade do opressor e destruir seus valores éticos mais sagrados, como família e direito a propriedade. Somente com a supressão absoluta do opressor, podemos dar o passo seguinte para para instaurar uma democracia legítima.

3) "Que raios de professora é essa que fala essas coisas".

Devemos atacar e destruir o núcleo familiar para podermos enfraquecer o Capitalismo. A melhor forma de fazer isso é nas escolas, onde a maioria das crianças tem pouca capacidade de questionamento e não percebem que estão tendo valores socialistas implantados em suas mentes.

4) "Mas as escolas estão lixo, ninguém consegue dar aula, como vc conseguiria ensinar isso então".

É aquela história, ou pegamos de um jeito, ou pegamos de outro, mas vamos pegar.
Se o nível de disciplina da escola permitir a doutrinação marxista assim o fazemos. Se por um acaso a escola tiver problemas de disciplina então isso também é útil. Incentivar a rebeldia nas crianças desafiando professores é uma força sábia de criar futuros revolucionários que não aceitarão qualquer tipo de autoridade ou hierarquia.

5) "E como fica a educação das crianças?"

Nosso patrono Paulo Freire deixa bem claro "Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes".
Ou seja, não há necessidade de alguém "saber" realmente algo. Esta frase faz com que o professor fique no mesmo nível tanto que o aluno, ou seja, logo não uma hierarquia. E sem hierarquia o aluno não só não vai aprender a "respeitar" a autoridade como ainda poderá servir ao processo revolucionário cultural.

Anônimo disse...

Pesquise nos paraísos na terra, onde já estão livres da opressão capitalista e já têm sociedades "igualitárias" (Cuba, Coréia do Norte, melhores exemplos), qual a idade da maioridade penal.

Depois posta aqui pra gente.

Anônimo disse...

Anon 12:14, o que esperar de um povo que nasceu de violência e que perpetua ela todos os dias? Que ela seja eterna? As vezes o governo tem que ser feito pelo justo, não pela maioria. Se fosse dar espaço ao povo nesses casos, qualquer infração seria punida com linchamento e com morte. Te pergunto: Quer seguir rumo à barbárie?

Anônimo disse...

"Brasil vai se transformar em uma Suíça da noite pro dia."

Traz a fifa, o coi, a commebol, etc... que vira sim, essas entidades estao a serviço da suiça, onde fazem paises-sedes gastarem uma grana para organizar eventos milionarios, depois so passa para pegar o lucro isento de impostos!

Quem defende menor, tomara que um dia um garoto de 16 anos faça a limpa na casa de voces e depois toque terror!

Fábio disse...

Vocês insistem neste "Nem 1%" mas não isto só mostra que vocês não tem condições de educar nada. O jovem começa com um furto simples, não e punido, dai ele parte pro roubo qualificado a mão armada, não e punido, então ele agride alguém para roubar, não e punido, dai um belo dia, ele mata alguém, e a esquerda diz que isto de matar e minoria entre eles, mas não enxerga a escalada violenta, devido a falta de limites através da punição exemplar,e da recuperação pelo estudo e trabalho, independente da vontade do panado, ELE DEVE SER RECUPERADO, QUER QUEIRA, QUER NÃO.

Outra mentira, se refere a reincidência, não e que ela e baixa,mueito pelo contrariop, e que quando eles saem das intituições, e voltam a cometer crimes, eles já são maiores de idade, então não entram nas estatisticas de menores novamente

Anônimo disse...

A moça que postou tá mal informada.

O projeto que foi aprovado na comissão da Camara, reduz a maioridade penal apenas para crimes hediondos, estupro e roubo qualificado (ou seja, crimes violentos). Não vale para traficantes pé de chinelo e afins. Para estes outros casos existe um projeto do Senador José Serra que aumenta a quantidade de anos que o menor pode ser internado. Mas dentro das regras atuais.

Mesmo nos casos de redução, está previsto a separação dos menores de presos adultos.

Anônimo disse...

Eu acho que a redução deveria ser para crimes sexuais e violência domestica, só.Estas questões são de cunho historico institucionalizado, pelo machismo.
Nos demais casos, e questão de educação,e do fim da desigualdade capitalista, não de cadeia.

Não a redução.

Anônimo disse...

Esse número de 1% já foi fartamente desmentido na imprensa. Tanto que o próprio governo, que o lançou (e os papagaios do PT aqui repetem), nem toca mais nesse assunto de 1%, já mudou o discurso... tão atrasados.

Donatien Alphonse François disse...

Ninguém está dizendo que reduzir a maioridade penal para 16 anos vai acabar com a criminalidade, no máximo vai punir aqueles que quase sempre saem impunes pelos crimes que cometem, sim porque 3 anos de detenção por um assassinato é muito pouco tempo. É largamente conhecido que no Brasil cadeia não reeduca ninguém, cadeia serve para punir, para retirar da convivência social pessoas perigosas, claro que isso por si só não é o ideal, o sistema é falido e precisa de uma reforma. Dizer que vão prender apenas negros e pobres, é racismo de quem afirma isso, mesmo que fosse verdade eles pagariam pelo crime que cometeram, pois cada crime tem uma sentença, com os criminosos de 16 anos não seria diferente. Essa estatística de 1% é outra mentira muito divulgada, mas quem a afirma nunca apresenta a fonte, mas supondo que fosse, para a vitima é sempre 100%. Outra grande besteira é dizer que por ser menor eles não sabem o que estão fazendo, sabem sim, não são idiotas, são perversos, maldosos, sentem prazer no sofrimento da vitima, sabem que não vão pagar por isso, estou me referindo aos casos de crimes hediondos, dizer que vão sair pior da cadeia, é chamar toda a população do país de idiota na cara dura, pior que estuprar, torturar, apedrejar e matar garotas indefesas, tem coisa pior que isso? Pouco me importa a idade do criminoso, se comete os piores crimes, deve ser emancipado e preso como adulto, porém em lugares diferentes, para que pague pelo crime que cometeu e as famílias das vitimas tenham a sensação de justiça feita. Pobreza não é desculpa para virar criminoso, a maior parte das pessoas nesse país riquíssimo, é pobre e analfabeta, mas não são criminosos. Temos um problema gravidismo com trabalho escravo, infantil e prostituição de menores, mas ninguém vê essas pessoas virando bandidos, isso é uma questão de caráter, que os bandidos não tem, educação nenhuma corrige isso. Contudo, paralelo a isso, é preciso dar uma boa educação, de período integral, com atividades esportivas e culturais diversas, para que crianças e adolescente não fiquem expostos e se tornem presas fáceis de aliciadores, para que seus pais e responsáveis possam trabalhar tranquilos sabendo que seus filhos estão bem cuidados, bem alimentados e ao voltarem para suas casas tenham todos, uma convivência de qualidade. Punição e educação devem andar juntas, são duas faces da mesma moeda, não são polos opostos, são complementares.

Anônimo disse...

Nos demais casos, e questão de educação,e do fim da desigualdade capitalista, não de cadeia.
----

Blza. Então pra ser coerente, se, um dia, matarem o seu filho, o seu pai, ou a sua mãe , durante um assalto, vc tem que ir ao julgamento do meliante como testemunha defesa. E pedir a absolvição. Afinal, é só questão de educação e da desigualdade capitalista.


Fábio disse...

"Dizer que vão prender apenas negros e pobres, é racismo de quem afirma isso, mesmo que fosse verdade eles pagariam pelo crime que cometeram"
-
Tem toda razão cara,é eles podem então sacanear o sistema,como? NÃO COMETENDO CRIMES.

Anônimo disse...

A existencia de escolas não vai erradicar a pobreza em que a família desses adolescentes vivem. Eles estão na rua porque PRECISAM de dinheiro, dar aulas pra ele não vai gerar renda pra eles. Vai dar uma perspectiva de futuro? Pode ser, mas eles não podem viver de futuro, eles precisam de assistencia AGORA. Enquanto não haver uma forma legal de eles trabalharem e conseguirem dinheiro, eles vão apelar para as formas ilegais.

Anônimo disse...

Nem 8% dos crimes no Brasil, são solucionados, uma vergonha.

Então eu queria saber de onde tiram estes magicos 1%?:

Anônimo disse...

Donatien,

Esta claro que essa medida não é para "resolver" p... nenhuma. É somente para condenar e tirar de circulação assassinos que hoje gozam de total impunidade.


Mas, entenda, faz parte do jogo deles fingir que ignoram coisas que sabem perfeitamente (o nome técnico é desonestidade intelectual).

Anônimo disse...

"Tem toda razão cara,é eles podem então sacanear o sistema,como? NÃO COMETENDO CRIMES"
_
Há tá retardado, justamente o que o sistema gosta, de cordeirinhos pacificos, trouxa.

Anônimo disse...

Há tá retardado, justamente o que o sistema gosta, de cordeirinhos pacificos, trouxa.

-------

Eu entendi direito ou vc tá dizendo que estão certos ao cometer crimes e que se fizerem isso são "cordeirinhos pacíficos" ?

Tem coragem de botar isso no papel, e assinar embaixo ?

Ana disse...

Tá serto, o cidadão rouba, geralmente usa violência sem a menor necessidade, porque a vítima nem tentou reagir para eles terem alguma desculpa e tudo que deve ser feito é enfiá-lo na escola, e a vitima??? Foda-se claro, deve entender que o coitado n sabe o que faz, se foi aterrorizado, espancado, esfaqueado... n importa!
Para ser coerente nisso, deviam liberar todos os adultos que n cometerem crime hediondo, só adolescente precisa de educação???
É tão absurdo que nem sei o que falar direito, é impunidade descarada. A vitima literalmente não importa.
E enquanto os coitadinhos n aprendem o óbvio que todo mundo já sabe, podem roubar, traficar a vontade né? As vitimas que devem ser compreensivas. Puta merda...

Xavi disse...

Mas quem disse que a intenção da redução da maioridade penal é "transformar a sociedade"? O intuito da redução da idade penal e a aplicação da lei é a PUNIÇÃO do responsável pelo crime. A finalidade primordial é fazer cumprir a JUSTIÇA.

Jonas Klein disse...

Olha o nível de maniqueísmo e má fé, nos argumentos expostos neste post vão ao extremo.

Eu quase que nem li este artigo porque sabia que ia ter muita bobagem escrita, mas fiz um esforço e li tudo para refutar os argumentos de forma direta.

"Não é colocando moleque de 16 anos na cadeia que as coisas vão melhorar."

E é deixando bandido na rua que vão melhorar? ate agora se fez isso deixar bandido na rua e criminalidade só aumenta a cada dia.

"O índice de adolescentes que cometem crimes hediondos são 1% dos 1%, ou seja, são casos a parte."

Este numero já foi comprovado que e falso, pesquisem vai descobrir verdade. E mesmo que fosse verdadeiro, que importa se numero de crimes cometidos por menores de 18 anos e 70% ou 0001% do total, crime e crime e pronto, deve ser punido com máximo vigor da lei.

"Mas não devemos levar junto um bando de adolescentes pobres que não sabem o que estão fazendo."

Um vagabundo com 16 sabe não sabe o que faz KKKKKKKKKKKKKKKKKK isso chega a ser um deboche com inteligência das pessoas.

"Um exemplo muito comum é o revenge porn. A maioria das vezes são adolescentes que vazam a foto ou o vídeo da namorada. Mas esses ditos cujos nunca são pegos, presos ou julgados por isso."

sim por uma simples razão não tem lei, que puna isso com severidade, especialmente se falarmos de menoer3es de idade.

"ninguém mais deixa ela viver por causa de um erro e o pivetinho que jogou sua foto da internet sequer tem passagem pela polícia."

No mundo real isso não existe de forma generalizada, nestes casos tem gente que humilha a vitima, tem muita gente que apoia ela, quanto punição do idiota que que vazou as imagens, lembre-se do que disse acima.

"casos hediondos são crimes a parte que sim, merecem uma punição mais severa.

Mas não vá querer colocar todo mundo em um mesmo buraco por causa desses específicos."

Não vai se colocar todo mundo no mesmo buraco, pois cada crime tem a sua punição especifica, aproposito o projeto de redução da maioria idade penal, já prevê que menores de idade, vão ir pra cadeia só para menores.

"Todos são casos envolvendo jovens com um largo histórico de infrações, que tipicamente vão aumentando de gravidade com o passar do tempo."

Sim isso e porque o primeiro crime já não foi punido com rigor, pois se não o segundo crime provavelmente já não aconteceria.

Anônimo disse...

Acho que até aqui vai dar 80% a favor da proposta. Por incrível que pareça.

Anônimo disse...

Em 2014 foram 54 mil homicidios no Brasil, fora o numero exorbitante de outros crimes.
Eu gostaria de saber de quem votou, e ainda vota no atual governo, que diz que investiu como nunca antes em educação, e reduziu a desigualdade social, porque então a violência exprodiu no mesmo periodo? Não deveria ser o contrario? Ou será tatica revolucionária?

Zero disse...

do jeito que falam parece que vão por na cadeia todo e qualquer "jovem". e não os
piores.

já ouviram falar de coma induzido? pra depois executar os procedimentos do tratamento? então.

muita gente diz que jogar bandido de 16/17 anos não resolve. bem, é a solução imediata, depois que você tiver a situação sob mais controle você pensa em alternativas. mas primeiramente cadeia.

esses discurso pró menor infrator faz parecer que o bandido é "vitima" da cadeia.

e a vitima dele? que ele danou pra ter sido acusado e preso? ninguém se importa?

quem tem que ter apoio é a vitima do bandido e não ele.

eu concordo com muitas ideias "liberais" e de esquerda, menos essa....

Alessandro Bruno disse...

Eu não acredito nessa história de que quem comete crime é só pobre que não teve oportunidade na vida. Vocês se lembram do caso daquele Índio Galdino Pataxó que foi queimado em Brasília? Eram todos de classe alta e foram presos, o menor hoje quer ser da PF, e provavelmente vai conseguir porque saiu da cadeia como inocente 3 anos depois. Mesmo sendo um homicida que matou com requinte de crueldade por motivo fútil!

Anônimo disse...

Lola,
"O índice de adolescentes que cometem crimes hediondos são 1% dos 1%, ou seja, são casos a parte.". De onde vc tirou e afirma esse mentiroso índice? Do discurso da nossa PresidANTA???
Os jovens de 16 a 18 anos cometem os crimes COM A MAIOR BRUTALIDADE E SELVAGERIA possíveis, pois sabem da Impunidade, se é que vcs não sabem!!! Experimentem cair nas mãos de um bandido FPD desses. DEpois me digam se vcs vão continuar a tratá-lo como "menor infrator protegido pelo ECA, tadinho da criança!!!"

CADEIA NELES!!! Pára de defender bandido!!! CADEIA e, se possível, PENA DE MORTE aos crimes hediondos!!!

Blogueira PTista é foda!!!! Só repete merda!!!

Cão do Mato disse...

O pessoal que vive "argumentando" com a questão do "jovem preto e pobre " versus o "jovem branco e rico" quer o quê, afinal? Que o menor branco e rico seja punido como o preto e pobre ou que este último fique impune como o primeiro? Sempre fico na dúvida... Rsrs... Parece muito mais uma raiva contida com a impunidade do "mauricinho" do que indignação com a punição do "mano da periferia"... Com relação aos argumentos que invocam a importância da Educação, da assistência do Estado, de uma polícia mais preparada e humanizada, etc, etc, etc... Qual a novidade? Esse discurso é onipresente na boca de onze de cada dez candidatos a qualquer cargo eletivo! No caso específico da Educação, posso garantir que, tão importante quanto a Escola, é a família (e não estou me referindo à família no sentido piegas da "família tradicional " que os Malafaias da vida vivem propagando). Já tive a oportunidade de trabalhar em uma escola pública de São Bernardo do Campo e posso garantir que o apoio da família é condição fundamental para que o investimento na Educação não seja jogado no lixo. O que vi foram professoras dedicadas (apesar de mal remuneradas), além de uma escola bem estruturada, com laboratório de informática e biblioteca (e não era a única escola assim). Mas de que adianta tudo isso se a família vê a escola como um lugar para o qual ela manda o filho para se livrar dele? Na época de férias vocês não imaginam a quantidade de mães reclamando na secretaria, porque teriam que "aguentar " os filhos em casa...

Donatien Alphonse François disse...

Anônimo 12:44 Exatamente!


Fábio

Eu convivi a vida toda com negros e pobres, todos nós tivemos as mesmas oportunidades, a maioria se tornaram bons cidadãos, porque tem caráter, um ou outro virou bandido, mas nenhum desses era negro, era tudo branco, os que não foram mortos pela policia ou por outros bandidos, ficaram presos e cumpriram pena. Então quando alguém afirma que negros e pobres serão as "vitimas" do sistema, acho isso uma tremenda canalhice.

Anônimo disse...

Lola, como você teve coragem de publicar o comentário do Patrick?
É um sofisma atrás do outro, sem falar que suas asserções não guardam respaldo no mundo real.
Apenas como exemplo, cito o trecho em que ele diz que "...nenhum deles envolveu um menor que se 'converteu' ao crime naquele instante e decidiu cometer um ato brutal.
Todos são casos envolvendo jovens com um largo histórico de infrações, que tipicamente vão aumentando de gravidade com o passar do tempo."
Uma grande mentira! Trabalho no Ministério Público e já vivenciei "n" casos de atos infracionais graves (homicídios, latrocínios, roubos) em que o adolescente "inaugurava" sua vida criminosa em um desses atos infracionais graves.
E naqueles outros (sem dúvida, a maioria) casos em que se tratava de reiteração, aos adolescentes já haviam sido aplicadas (e devidamente fiscalizadas) as medidas sócio-protetivas mais brandas, exatamente as mesmas que os "inocentes úteis" de esquerda propalam como adequadas e suficientes e que fizeram o ECA ser propalado aos "quatro ventos" como uma das legislações mais modernas do mundo. Moderna, mas ineficaz!

Zero disse...

comentário inútil de 16:24 que provavelmente será apagado ¬¬

que tosquice....

esse é o nível da "direita" brasileira. pífia e parodia do Partido Republicano dos
EUA.

o que não sabem os brasileiros é que lá a própria direita "conservadora" é
satirizada por todos os meios.

Anônimo disse...

Colocar menor de idade na cadeia só vai tirar de circulação e não melhorar, vai sair pior do que entrou. Agora quem será preso? Menores de origem pobre ou miserável(pode ser negro, branco ou nordestino é pobre e não interessa), pois um menor rico pode cometer o mesmo crime, porém os pais tem bons conhecimentos com juízes, advogados, políticos, fica por isso mesmo. Justina no Brasil funciona e dá resultado para quem tem, agora para pobres demora ou não funciona, quem tem paga por ela e quem não tem padece o resto da vida na cadeia. Caso pena de morte fosse aprovada no Brasil quem iria para o corredor da morte? Pobre(branco, negro, nordestino, mulher), principalmente mulher para não parir mais pobreza e miséria que enfeia o país da nossa "zelite" estúpida com ares de superioridade, mas na Europa, Estados Unidos chamam de hienas emergentes.

Anônimo disse...

Toda essa discussão me lembra a chacina da Candelária. De lá pra cá o Estado nada fez para evitar com que mais jovens em sua maioria pobre e negra, entrasse no mundo do crime.
Volta e mais vejo muitos reacionários e conservadores claramente defendendo a morte desse específico grupo com a desculpa de que prisão e educação não adiante porque já tão "estragados", logo devem ser eliminados(=mortos). Porém quando algum jovem de classe média, como já apontado no post, comete algum crime, esses mesmos reaças passam a mão na cabeça.
Isso me faz lembrar que quando tava na escola(particular)lá pelos anos 90/2000, volta e meia algum colega(sempre de classe média)furtava os pertences dos outros colegas como canetas, lápis, borracha e até dinheiro! Ninguém nada fazia. Mas com os negros pobres a coisa era diferente.
Mas se estes últimos encontram-se "estragados" segundo essa reaçada de plantão, por que lá trás ninguém deu educação e vida digna a essa garotada?
A chacina da Candelária aconteceu há quase 22 anos. Não deu para fazer nada durante esse tempo todo? Os menores de idade de hoje não eram nascidos naquela época.

Anônimo disse...

Quanto comentário ignorante e reaça, hein?
Impressionante que os que mais se ofendem com essa assunto são justamente os homens/brancos/cis/héteros de classe média e em sua maioria racista/homofóbica/machista. Parece até que há um perfil de gente que ama odiar.
Acho que muitos dos comentários aqui publicados deveriam não ser, pois há tanto ódio e preconceito no mundo sobretudo na internet e acaba por ter aqui também?
Só vejo um monte de babaca com sede de sangue.

Jonas Klein disse...

Anon 17:23

Você e tão sega e doente por essa sua ideologia genocida, que você nem uma mentira acreditável consegue contar, veja o que você mesma diz?

"Isso me faz lembrar que quando tava na escola(particular)lá pelos anos 90/2000, volta e meia algum colega(sempre de classe média)furtava os pertences dos outros colegas como canetas, lápis, borracha e até dinheiro! Ninguém nada fazia. Mas com os negros pobres a coisa era diferente."

Quanto a serem negros não quer dizer nada, mas se eram pobre como estavam estudando num colégio particular, para ter oportunidade de roubar os pertences dos colegas?

Anônimo disse...

Jonas, seu nível de interpretação beira a -1.

Jonas Klein disse...

Anon 17:50

Agora que eu desmascarei você, não diante vir com palhaçada pra cá, você ate pode ter se expressado mal, mas da a entender no seu texto claramente que avia pobres e negros estudando e roubando, na escola particular que você estudava.

Se não quer correr o risco de ser mal interpretada, tenha mais cuidado com o que escreve da próxima vez.

Zero disse...

vejo uma deturpação grave aqui.

"reaça" e "conservador" é gente que discorda de DIREITOS civis à grupos que ele julga como "inferior". (casamento gay, por ex.)

agora exigir cadeia pra bandido não vejo como uma mentalidade conservadora e sim um
pensamento obvio...

não adianta vir com essa de "só menor rico sai impune"... ambos saem.

o pobre também. fosse verdade isso nós não veríamos menores cometendo crimes todos os dias e tempo depois tão solto na rua de novo.

até agora não entendo essa de "mas a cadeia não vai melhora-lo". ???

em que planeta cadeia é reabilitação? é PUNIÇÂO ! por crimes cometidos. ele não é a vitima.

"o Estado nada fez para evitar com que mais jovens em sua maioria pobre e negra, entrasse no mundo do crime."

é serio isso? o Estado é babá agora?

Antônia disse...

"Impressionante que os que mais se ofendem com essa assunto são justamente os homens/brancos/cis/héteros de classe média e em sua maioria racista/homofóbica/machista."

Quem te disse isso? O Instituto As Vozes me disseram? Pois eu sou mulher, negra de família humilde. Minha mãe era lavadeira e analfabeta, criou sozinha 5 filhos e nenhum deles virou bandido! Por isso eu me ofendo sim com esse papo de que alguém virou bandido porque era pobre, isso é uma falta de respeito com a grande maioria das pessoas humildes que são honestas e dão um duro danado pra sobreviver.

Anônimo disse...

Bom já me manifestei inúmera vezes sobre o assunto - crimes hediondos devem ter punições severas, independente da idade do/a executor/a. Que as circunstâncias levem alguém a roubar, traficar etc. é compreensível, mas apelar para a barbárie é algo que não deve jamais ser aceito em qualquer sociedade minimamente civilizada.
Também acho que menores não deveria ser internados junto com os adultos e compartilho da ideia de que se o Estado agisse efetivamente quando a criança ou adolescente cometesse um delito leve, a situação raramente evoluiria para algo mais grave.

Outra coisa: se por um lado os conservadores usam a miséria como desculpa para exterminar grupos menos favorecidos, há quem use essa mesma miséria para desculpar o indesculpável. Como a Antônia já disse aí em cima - esse tipo de argumento só reforça a ideia de que essas pessoas são incapazes de serem civilizados e conviver em sociedade.


Jane Doe

Anônimo disse...

Jonas, existe colégio particular barato. Meu marido é filho de pedreiro e costureira e estudou num excelente colégio particular no Rio de Janeiro (ao menos à época era, hoje não sei), o Pentágono. E ele tinha irmãos (no plural). Que também estudavam em colégio particular, creio eu. E acredita. Eram pobres.

Há escolas particulares caras que dão bolsas, também, principalmente as católicas jesuítas. Os negros nessas escolas são tipo três em 4000 alunos. Em geral, são esses bolsistas. E são completamente marginalizados pelos demais, inclusive alunos com maior poder aquisitivo e de pele bastante escura que tendem a lutar desesperadamente contra ser identificados como negros.

Cacau disse...

"Em artigo escrito em 2013 para o livro “Quase Noventa Anos, homenagem a Ranulfo de Melo Freire”, a presidente da Fundação Casa de São Paulo, Berenice Maria Gianella, afirmou que apenas 1,08% dos adolescentes cumprindo medidas socioeducativas de internação em 2012 respondiam por latrocínio, 0,57% por estupro e 0,78 por homicídio doloso (quando houve intenção de matar)."

Fonte: http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/05/saiba-quais-sao-os-reais-interesses-de-quem-e-a-favor-da-reducao-da-maioridade-penal/

Anônimo disse...

Quase toda a população é a favor da redução, então todas essas pessoas são homens, machistas, racistas...? Kkkkkkkk é um argumento mais furado q o outro.

Fabiano disse...

"Eu acho que a redução deveria ser para crimes sexuais e violência domestica, só.Estas questões são de cunho historico institucionalizado, pelo machismo.
Nos demais casos, e questão de educação,e do fim da desigualdade capitalista, não de cadeia.

Não a redução."

Isso é piada, não é? Se um adolescente matar uma pessoa, mas não estuprou, então está tudo certo? Se ele sequestrar, torturar, também está perdoado, já que se não foi violência doméstica nem estupro.

Taty disse...

Kkkkk VC é Vidente pra saber a cor da pessoa que está atrás do computador ou note teclando,sou negra e tenho muitas opiniões conservadoras.
Não é sede de sangue,é sede de justiça.
Estamos cansados de ver tanta impunidade.

Fabiano disse...

Com certeza a redução da maioridade penal não irá reduzir significativamente os índices de violência. Mas isso por si só não justifica que as coisas devem continuar como estão.

Manter um menor que comete um crime hediondo por apenas 3 anos numa instituição para menores (quando isso acontece!), também não reduz os índices de criminalidade. Logo é um argumento bastante falho.

Todo o código penal brasileiro deve ser revisto, e acabar com a monstruosidade da progressão da pena para pessoas que cometem crimes hediondos ou para reincidentes.

Anônimo disse...

É ingenuidade acreditar que a redução é a cura para tudo. Não vai diminuir a violência. Sem contar que sabemos muito bem quem irá para trás das grades e não serão todos os criminosos. Mas sim as pessoas de classe sócioeconômica baixa.

Anônimo disse...

Que maioria da população é a favor da redução?
Quem tem acesso a internet?
Quem engole tudo que a mídia diz sem o menor senso crítico?
Ou a maior parte da população incluindo aquela que não acessa a internet, que não lê jornal, que não vê muita tv e etc?
Vejo apenas uma parcela à favor e não a maior parte.

Donatien Alphonse François disse...

"É ingenuidade acreditar que a redução é a cura para tudo."

_ Verdade, câncer por exemplo, não vai curar nunca.

"Não vai diminuir a violência."

_A vá! É mesmo? Então é melhor soltar tudo então? Já que com cadeias lotadas a violência continuou a crescer?

"Sem contar que sabemos muito bem quem irá para trás das grades e não serão todos os criminosos."

_Se forem os mais perigosos já tá de bom tamanho.

"Mas sim as pessoas de classe sócioeconômica baixa."

_Ser pobre não é crime, mas matar, roubar, estuprar, torturar, sequestrar, sim, crime hediondo.

Donatien Alphonse François disse...


Anônimo 21:15

"Vejo apenas uma parcela à favor e não a maior parte."

_E você usa o olho de Tandera para ter a visão além do alcance, no seu mundo de fantasia? kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Quanto reacinha mordidinho.

Anônimo disse...

É muito incoerente quem diz que vai dar-se o fim da violência com a redução da maioridade penal. Então quer dizer que se forem presos os menores infratores a violência vai acabar?

Pq os bandidos adultos que são presos, quando são libertos (em sua maioria) saem piores do que eram..

Tem lugar no Brasil para manter esses menores encarcerados? Pq nem os criminosos adultos estão tendo lugar para cumprir pena direito, as cadeias estão lotadas, nem mesmo os locais para o menor infrator permanecer internado são suficientes!

Não vejo essa como uma solução pra nada, é como tapar o sol com a peneira mesmo. Com o nosso sistema, tenham certeza, o menor vai sair (em pouco tempo) pior que entrou, a violência não vai diminuir, vai é aumentar.

Se quiserem ver resultados eficazes, um primeiro ponto seria investir realmente na educação desse país, a educação transforma para o bem. Prisão não reeduca ninguém não, pelo menos aqui no Brasil eu não vejo essa realidade não.

Anônimo disse...

Pra quem ta falando nos comentários que a cadeia é PUNIÇÃO, acontece que a lei "visa" principalmente a ressocialização do criminoso, tanto é que a própria lei prevê que é inocente o acusado até que se prove o contrário, em via de regra a pessoa deve ser mantida em liberdade, e só presa caso seja muito necessário (só consultar o Código Penal, Código de Processo Penal que percebe-se claramente).

Acontece que essa não é a realidade. O preso além de sair pior do que entrou, quando sai não tem oportunidade nenhuma na vida para trabalhar ou recomeçar do zero. Imagina os menores, por exemplo um menor de 16 vai preso com essa idade fica 3 anos preso,sai de lá com 19 anos, idade de estar começando uma carreira, estudando, etc. Mas não o jovem vai sair delá sem nenhuma perspectiva pronto para continuar no mundo do crime.

Anônimo disse...

Se quiserem ver resultados eficazes, um primeiro ponto seria investir realmente na educação desse país, a educação transforma para o bem


Mas qual é o problema de vcs hein? Uma coisa n exclui a outra, pode muito bem melhorar a educação e ao mesmo tempo prender quem comete crime.
E enquanto a melhora da educação n surte efeito, esses coitadinhos vão poder fazer o que bem entenderem com a vida dos outros e ficar por isso mesmo???? pq culpa n é deles, é da falta de educação... hahahhahhahhahahah
E quando a educação melhorar e ainda tiver di menor cometendo crime, qual vai ser a desculpa esfarrapada para pintar eles de coitados???
É uma ofensa contra todas as vitimas e todos os pobres, minha família inteira é pobre e nem por isso saímos por aí roubando, matando.

Anônimo disse...

Sou feminista e concordo com muitas coisas da esquerda, mas essa história de não redução da maior idade penal simplesmente não me desce. Os argumentos são sempre os mesmos: só vai ser preso preto pobre, cadeia não resolva etc. Mas gente, na fase adulta, acontece a mesmíssima coisa, poucos brancos ricos são presos, quem realmente lota as cadeias são os pobres. Mas mesmo assim, vejo ninguém dizendo pra soltar bandido adulto da cadeia, mas com menor é outra história... E porque redução da maior idade penal é exclusão de investimentos na educação? Isso tá lembrando demais o velho discurso que usam pra manter o aborto criminalizado. "Ain se for legalizado, as muié não vão usar mais camisinha nem pílula, só vão abortar", e sabemos que não é assim, métodos anticoncepcionais podem E devem ser usados mesmo com a legalização do aborto.
Outra coisa que me assusta são as vítimas. Não que todos sejam assim claro, mas já vi muita gente passar mão na cabeça de menor infrator e simplesmente ignorar a vítima. Só me lembro do caso das meninas daquela cidadezinha do Piauí, não lembro o nome. Elas foram tirar fotos e no fim, foram espancadas, estupradas E arremessadas de um penhasco! Um crime hediondo desse e quem merece peninha são os menores, o único punido é o maior de idade que tava com eles.
Claro que acho que menor não tem que ir pra cadeia de adulto nem ter penas tão severas em crimes mais simples, mas em crimes hediondos como assassinato e estupro, por exemplo, acredito SIM que deva haver um rigor em cima disso.
E pelo tanto de notícia que ouço falar e vejo por aí, a grande maioria das vítimas de menores infratores é quem mesmo? Ah sim, mulheres e crianças.
Podem dizer que cadeia não resolve, mas continuar do jeito que está resolve porcaria nenhuma também.

Donatien Alphonse François disse...

Anônimo 22:45

"É muito incoerente quem diz que vai dar-se o fim da violência com a redução da maioridade penal."

_Ninguém nunca disse isso.

"Então quer dizer que se forem presos os menores infratores a violência vai acabar?"

_Não, não vai, da mesma forma que prender o adulto também não vai, mas ainda assim deve ser feito para manter a ordem, ou imperar o caos na sociedade.

"Pq os bandidos adultos que são presos, quando são libertos (em sua maioria) saem piores do que eram.."

_No entanto isso não é desculpara não combater o crime. Mas você afirma isso baseado em que exatamente?

"Tem lugar no Brasil para manter esses menores encarcerados? Pq nem os criminosos adultos estão tendo lugar para cumprir pena direito, as cadeias estão lotadas, nem mesmo os locais para o menor infrator permanecer internado são suficientes!"

_Basta construir mais presídios, isso não é desculpa para deixar de prender quem comete os piores crimes.

"Não vejo essa como uma solução pra nada, é como tapar o sol com a peneira mesmo."

_E qual é a solução, deixa-los fazer o que quiserem com a vida alheia, sem pagar por isso? Matar e estuprar então não é nada demais para você? Tem coragem de dizer isso para as vitimas, que a vida delas não significa nada, que o importe é deixa-los fazer o que quiserem?

"Com o nosso sistema, tenham certeza, o menor vai sair (em pouco tempo) pior que entrou, a violência não vai diminuir, vai é aumentar."

_Que seja, mudem os sistema todo, a ideia não é diminuir a violência apenas, mas fazer justiça. E novamente eu pergunto, você diz isso baseado em que afinal? No instituto as vozes me disseram?

"Se quiserem ver resultados eficazes, um primeiro ponto seria investir realmente na educação desse país, a educação transforma para o bem."

Isso é uma falacia monstruosa, os maiores facínoras que o mundo conheceu eram muito instruídos, todo o alto comando nazista era formado por pessoas intelectualizadas, que apreciavam musica clássica, arte e toda sorte de refinamentos, no entanto fizeram o maior massacre da História moderna, também conhecido como Holocausto Judeu, isso sem mencionar todas as demais vitimas desses desgraçados.

"Prisão não reeduca ninguém não, pelo menos aqui no Brasil eu não vejo essa realidade não."

_Então ninguém deveria ser preso é isso? Deveria ser feito um julgamento rápido e uma execução imediata? Ou nem isso? Quem sabe deixar tudo como está e cada um por si e deus contra todos? Seria uma solução adequada para você? Coloque uma coisa na sua cabeça, cadeia é punição, quem quiser passar longe dela que tenha uma vida honesta.

Donatien Alphonse François disse...

Anônimo Anônimo 22:58

"Acontece que essa não é a realidade. O preso além de sair pior do que entrou, quando sai não tem oportunidade nenhuma na vida para trabalhar ou recomeçar do zero. Imagina os menores, por exemplo um menor de 16 vai preso com essa idade fica 3 anos preso,sai de lá com 19 anos, idade de estar começando uma carreira, estudando, etc. Mas não o jovem vai sair delá sem nenhuma perspectiva pronto para continuar no mundo do crime."

_E é por isso que deveria existir aqui a pena de prisão perpetua para quem comete os piores crimes, independente da idade e gênero, deveriam passar o resto da vida na cadeia, trabalhando para se sustentar e pagar uma compensação financeira para as famílias das vitimas, essas são as pessoas que realmente importam.

camila santos disse...

Bem esse post foi uma piada, realmente eu acho que se deva sim cobrar mais educação mas quem comete crimes graves tem ir pra cadeia até quem comete crime leve tem que pegar uma pena maior também a pena pra crimes como roubo ta muito baixa aumentando a pena pra crimes assim fode quem usa menor. concordo com muita coisa da esquerda mas sem dúvidas nesse assunto vocês matam de vergonha. anônimo 18:25 qual é dificuldade em entender que os que MAIS se doem não quer dizer que só brancos se doem?

Doutrinador disse...

São realmente incríveis, mas pela quantidade de bobagens.
"Não é colocando moleque de 16 anos na cadeia que as coisas vão melhorar."

@ Sério, Mônica? Será que deixando o assassino impune as coisas vão melhorar?

"Sim, existem adolescentes que estupram e matam, mas não podemos por em pé de igualdade com adolescentes que roubam e são pegos para transporte de drogas."

@ Concordo, Mônica, e o Código Penal também não põe em pé de igualdade mesmo para adultos... leia lá e vc vai ver que cada crime tem uma pena específica. Assim, o adolescente assassino não terá a mesma pena que um que transporta drogas. Aliás, esse dificilmente será encarcerado. Pode ficar tranquila.

"O índice de adolescentes que cometem crimes hediondos são 1% dos 1%, ou seja, são casos a parte."

@ Mônica, esse índice é falso. Aqui em Fortaleza, dados reais apontam que chega a quase 30%. As pessoas aqui sabem disso na prática: o tipo que mais aterroriza é o "pivete" de bicicleta. QUando tem um pouco mais de idade já mete menos medo.

"Concordo que para esses casos a parte, para esses adolescentes que mataram, estupraram, deve haver uma penalidade maior. Mas não devemos levar junto um bando de adolescentes pobres que não sabem o que estão fazendo."

@ Não entendi a sua proposta, Mônica. Então vc é favor da proposta aprovada na comissão da câmara, é isso? Essa trata só de hediondos mesmo. Ou é a favor, desde que não se aplique a adolescentes pobres? Entendi pq a blogueira achou o comentário "incrível".

" Lugar de criança e adolescente é na escola! "

@ Também acho! E os que escolhem matar e estuprar devem responder por isso... olha como o mundo é mais simples do que se imagina.

"O único jeito de reduzir a criminalidade é com educação, não prendendo jovens que deveriam estar na escola."

@ Sim, educação reduz criminalidade, é verdade. Mas punição também. E os jovens eventualmente presos não deveriam estar na escola, e sim na cadeia.

"Além do mais, como dito no texto, todo mundo sabe que quem seria preso seriam os pobres e pretos."

@ A lei vale para todos, Mônica. É uma idéia que civiliza. Há mais pobres presos? SIm, pobres cometem mais crimes. É fato. Admitindo seu argumento, devemos revogar logo todo o Código Penal, não é mesmo...

"Eu vou falar aqui mais uma vez, apenas para refrisar: casos hediondos são crimes a parte que sim, merecem uma punição mais severa."

@ Enfim, parece que a moça concorda com a proposta que está na Câmara.

Doutrinador disse...

"Todos são casos envolvendo jovens com um largo histórico de infrações, que tipicamente vão aumentando de gravidade com o passar do tempo."

@ É verdade! Veja o que a impunidade faz. Tivesse sido punido exemplarmente lá atrás, talvez não chegasse ao crime grave. Em todas as infrações do histórico, o bandido viu que nada ia acontecer com ele; percebeu até que tinha um monte de babás disposta a defendê-lo, e foi em frente.

"Normalmente, qual foi a ação do Estado (mínimo) ao longo dessa trajetória? Nenhuma! Zero."

@ Antes o Estado fosse mínimo mesmo... daria conta melhor da segurança. Concordo, falta ação do Estado na "trajetória". Punindo os crimes.

"Aliás, em a idade da maioridade se alterando, é exatamente isso que vai acontecer (nada), pois o índice de resolução de homicídios (pra citar o exemplo do crime mais grave) no Brasil mal roça os 10%. Então quem está impune hoje, continuará impune amanhã, independente da idade."

@ Sim, o Brasil não consegue punir os adultos, então deve deixar adolescentes assassinos impunes também. Imagino aqui a blogueira lendo o comentário e achando "incrível".

"As alterações que precisam ser feitas para uma redução real da criminalidade(...)"

@ Desvio de assunto. Políticas de redução de criminalidade tem às pencas, pra todos os gostos. Muita gente dá pitaco. Esses exemplos aí podem funcionar? Até admito que sim. Mas não é disso que se trata. Redução de maioridade não é política de redução de crimes. Não vai "resolver" problema algum. Trata-se de não deixar criminosos graves impunes, acobertados pela idade. Pessoas de 16 e 17 anos sabem muito bem que matar e estuprar são crimes graves, e devem responder por isso.

"Nesse sentido deixo como sugestão de leitura o clássico da jornalista Jane Jacobs, Morte e Vida de Grandes Cidades, que diz mais sobre segurança pública nas cidades do que tudo o que um brasileiro médio leu, viu ou ouviu na imprensa ao longo de sua vida."

@ Como o rapaz é culto... lê coisas que o "brasileiro médio" jamais viu. É mesmo um iluminado, que enxerga a "verdade" muito além desse povinho. Pois a minha sugestão é diferente, que até já dei em outro comentário: vc de classe media que se diz de esquerda, que tal perder um pouquinho do preconceito em relação a "pobres e pretos"? No próximo feriadão, ao invés de ir a uma paradisíaca praia cearense, refrescando os miolos progressistas, venha passar uns dias na periferia de Fortaleza. No Bom Jardim. Nunca ouviu falar? Pois é. A ONG da qual faço parte, que tem sede lá, promove estudos sobre violência. Vc vai entender porque os "pretos e pobres", na sua larga maioria, também são a favor da redução.

Anônimo disse...

*thundera

Anônimo disse...

Donatien Alphonse François:

Você me questiona de onde tirei que o preso vai pra cadeia e quando é solto sai pior, isto é, continua cometendo crimes, bom tirei isso do meu cotidiano, trabalho na área criminal, e o que assisto é isso, o índice de reincidência é enorme!

Não estou te falando que é errado punir quem comete o ato ilícito, mas é errado transformar tudo em bagunça buscando-se resultados imediatos num país como o nosso. Por exemplo, vc diz que "Basta construir mais presídios, isso não é desculpa para deixar de prender quem comete os piores crimes." Ok, mas vc acredita mesmo que aq no nosso país tem-se investido para isso, o orçamento que é super mal investido, que nem a educação e saúde temos, vc acredita mesmo que serão construidos mais presídios se nem unidades de internação para os menores são suficientes?

Donatien, pense comigo, se tem menores infratores na rua hoje é pq TODOS NÓS falhamos em algo, sim pq todos somos responsáveis de alguma forma pelo modo como a sociedade caminha, então qual a mudança que deve ser feita para resolver isso, ora jogar esses menores todos na cadeia, é isso vai resolver com certeza, a violência só vai aumentar e os jovens que entraram roubando algo vão sair de lá estupradores, homicidas e etc.

Quando falo que educação, cultura, resolve algo, é pq é real! Pq vc acha que a violência face as mulheres é tão grande por exemplo? Pq as crianças foram ensinadas a agir de tal forma, pq não foram educadas contra a violência.

E é assim que funciona, valores, educação, cultura, resolve sim, jogar o menor em um sistema falido, so vai transformá-lo numa pessoa pior...Não é punição, acontece é a reeducação para o crime.

Anônimo disse...

"NÃO SE TRANSFORMA A SOCIEDADE ENFIANDO GAROTOS DE 16 ANOS NA CADEIA"

R: Transforma SIM!! Lugar de bandido assassino ladrão malandro FPD é na CADEIA!!! Não importa se tem 16 ou 18 anos. Bandido de 16 anos é bandido e pronto!!

A missão de perdoar bandido menor de 18 anos pertence a Deus... A nossa missão é promover o encontro!!!

Camila D disse...

Uma coisa que ouvi do Carlos Costa Beber numa palestra que ele deu há alguns anos e que concordo é que o jovem antigamente tinha muito mais noção de responsabilidade do que hoje.
Acho que essa permissividade em função da idade faz com que eles demorem muito mais a amadurecer para enfrentar os desafios da vida.
Ainda não tenho uma visão formada sobre a questão da maioridade penal, mas não dá pra negar que deixar as coisas como estão só tende a piorar a situação.

camila santos disse...

Mentira que os crentes descobriram o blog da lola...

Mila disse...

Apesar de ser contra a redução da maioridade penal como medida única, eu confesso que machuca saber que os adolescentes que violentaram aquelas meninas no Piauí não vão sofrer uma punição exemplar. Que daqui a um tempo vão sair e cometer atrocidades com outras. Idem com os que estupraram a menina dentro do banheiro. Idem com os que todos os dias cometem porn revenge e vão sair impunes pois são só "moleques". Me cansa de ver esses pequenos misóginos contando com isso para machucar outras mulheres. Não acredito em reabilitação social para crimes tão bárbaros.
A única coisa que eu tenho certeza é que desse jeito não pode ficar. O ECA foi pensado para um outro modelo de adolescência. Adolescentes dos anos 90 eram diferentes, assim como essa galera que nasceu nos anos 2000. Já disse aqui no blog, a minha opinião é de repensar o ECA e ver o que está dando certo, o que está dando errado (mas repensar de maneira ampla, não só colocando gente da bancada BBB) e acrescentar situações que os adolescentes atuais (revenge porn, por exemplo).

Camila D disse...

Off topic:

http://exameinformatica.sapo.pt/noticias/internet/2015-06-22-Google-vai-remover-imagens-de-revenge-porn

Anônimo disse...

Concordo com a Mila, logicamente precisamos de mais inteligência no combate á criminalidade, mas veja vem, isso não pode significar impunidade, e francamente, o que ocorre com um assassino que sai livre depois de poucos anos recolhido é sim impunidade.

Donatien Alphonse François disse...

Anônimo 09:26

O seu comentário é interessante por que aponta varias problemas que precisam ser solucionados e eu lhe apontei as soluções, se vão colocar em pratica já é outra discussão. Educação faz parte da prevenção, mas não resolverá por si só o problema todo, punição a quem comete crimes também faz parte, eles não podem sair impunes, reoficialização é a terceira via, todas essas medidas juntas podem fazer a diferença, sozinhas não. Eu não quero ver maconheiros sendo presos, quero ver estupradores, assassinos, latrocidas, incendiários, dizer que vão sair pior é piada, não dá para ser pior que isso e educação nesses casos passa por um bom tempo na cadeia. E não, não somos todos responsáveis, eu sou pai de cinco filhos, eduquei eles em casa, com pulso firme, botei de castigo quando precisou ser feito, disciplinei e preparei para vida em sociedade, respeitando o próximo para ser respeitado, não me culpe pelo fracasso dos outros em educar seus filhos. Resumindo meu argumento, eu acredito em educação como prevenção, punição quando necessário e ressocialização na cadeia, tudo ao mesmo tempo, se for preciso uma reforma no sistema que seja feita então, tanto melhor.


Anônimo 08:30
*thundera

Eu digitei thundera, mas o Google disse que é tandera, em quem você acha que vou acreditar?
*thundera

08:30

Donatien Alphonse François disse...

*reoficialização

Eu quis dizer ressocialização.

Anônimo disse...

E as meninas do Piauí? Já esqueceram delas? Perdem tanto tempo defendendo criminosos e esquecem das vítimas...

Lynne disse...

Gente, não é por nada, mas é meio "romântico" colocar cartazes de "ah, eu queria estar fazendo pedagogia" porque 1 - não é só adolescente que faz faculdade, tem pessoas mais velhas, presas, que também poderiam ter esse sonho de cursar uma faculdade e não podem pela mesma razão;

2 - muitos desses menores não querem cursar coisa nenhuma, se enfiaram no mundo do crime pra que? Pra cursar faculdade? Duvido. Eles desdenham de quem trabalha e estuda, pois acham que os "espertos" são eles que conseguem as coisas "facilmente".

3 - O sistema prisional realmente não recupera ninguém, apenas pune, mas é o que temos aí. Não tenho pena só por ser menor de 18, em poucos anos eles não vão mudar totalmente o caráter e sabem o que fazem, principalmente os que já tem mais de 13/14 anos.

@vbfri disse...

Típico pensamento da galera contra os direitos humanos:

"E as meninas do Piauí? Já esqueceram delas? Perdem tanto tempo defendendo criminosos e esquecem das vítimas..."

Ou seja: se você não falar de TODOS os casos, você está defendendo bandidos.

AFFFF.

Ana disse...

Descobri que na verdade sou ultra radical na questão da maioridade penal. Pra crimes hediondos, pelo menos. O negócio é que da mesma forma que um adolescente de 17 "já sabe" o que está fazendo, se diminuísse a maioridade pra 16, um adolescente de 15 também "já sabe". Caramba, criança de 6 anos "já sabe" que afogar o irmãozinho na banheira é errado! Pra crime hediondo, acho que deviam é suspender qualquer restrição de idade. Com internação psiquiátrica pra crianças de até 12 anos e uma punição bem mais severa E FICHAMENTO pra qualquer um de 13 pra cima.

Anônimo disse...

"@vbfri disse...
Típico pensamento da galera contra os direitos humanos:

"E as meninas do Piauí? Já esqueceram delas? Perdem tanto tempo defendendo criminosos e esquecem das vítimas..."

Ou seja: se você não falar de TODOS os casos, você está defendendo bandidos. "

É ISSO MESMO! A esquerda sempre vai sacrificar as mulheres para defender os crimes mais torpes cometidos contra elas.

Steve Best disse...

Fuck this corrupt, omnicidal, nihilistic, corporate-controlled, fascist world-system; you don’t reform evil, you destroy it. Not a chance in hell to create a culture of life until we destroy the culture of death.

Anônimo disse...

"O índice de adolescentes que cometem crimes hediondos são 1% dos 1%, ou seja, são casos a parte."

Mas para quem é estuprada por um adolescente, assassinada por um adolescente, tem a casa roubada por um adolescente com emprego de violência e arma, vê um adolescente participando do seu sequestro.......... para essa pessoa, esse 1% da improbabilidade é 100% de acerto na estatística.

Desculpa gente, mas esse argumento que "cadeia não é bom pra adolescente" serve para adultos também. O modelo penitenciário nacional é muito ruim, porque a sociedade assim o quer. A intenção nunca é recuperar e sim apartar da sociedade pelo tempo que a lei determina.

Isso dito, acho que sim, que adolescente que comete crime tem que ir preso e ser afastado do convívio social. Sou a favor inclusive da abolição do conceito de maioridade penal para esses crimes.

Anônimo disse...

Essa Lídia Telles que algum infeliz citou lá em cima é um fake zuero. Eu sempre morro de rir qdo encontro alguém que não percebeu isso. E detalhe: esse alguém não costuma ser da esquerda.

Donatien Alphonse François disse...

Só discordo dessa parte:

"O modelo penitenciário nacional é muito ruim, porque a sociedade assim o quer."

Quem faz a cadeia ser do jeito que é são os próprios presidiários, não a sociedade como um todo, não é nossa responsabilidade zelar pelo bem estar de quem só fez o mal.

Cacau disse...

Provavelmente a maioria dos que comentam aqui não tem filhos adolescentes, mas possivelmente convivem com alguns. Vocês acham mesmos que essas "crianças* devem receber o mesmo tratamento que um adulto, já tem o carater e a personalidade totalmente formados? Você n~protegeria seu filho de 16 anos? Não estou dizendo que devem ficar impunes em caso de erros e crimes, isto também não é proteção, o que acho é que a Fundsção Casa deveria cumprir seu papel de órgão corretor e educador, e, em caso de crimes hediondos acredito que uma análise psicológica e internação em clínicas específicas seria necessário, não creio que quem pratique certos crimes seja normal.

Agora imaginem os efeitos colaterais da erdução da maioridade penal:
http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2015/06/20/com-reducao-da-maioridade-jovem-de-16-anos-podera-dirigir-tire-duvidas.htm

Donatien Alphonse François disse...

Cacau

Eu não acho que caráter e personalidade formada, sejam critérios objetivos para se julgar alguém, tem muito adulto que se comporta como criança mimada e adolescentes muito maduros. A bem da verdade, pouco me importa se o bandido tinha completa noção do que estava fazendo, ou não, o que conta é a gravidade do crime, ao menos é isso que deveria contar. O que eu considero ideal, é que dependendo da gravidade do crime o menor seja emancipado para ser julgado como adulto, respeitando demais critérios referentes a idade, de modo que ele não fique em carcere com adultos de fato, que a pena seja punitiva e ao mesmo tempo que possibilite a ressocialização, mas que seja proporcional ao delito. Com relação aos efeitos colaterais, eles estarão livres para fazer o que já fazem, beber, se drogar, sair de casa legalmente, trabalhar, etc. a única novidade é que poderão tirar habilitação, mas até aí.... muitas águas vão rolar. Eu tenho três adolescentes em casa, fora os dois jovens adultos casados, um de 14, uma de 16 e outra de 18, sempre os protegerei, mas nunca passei a mão na cabeça quando fizeram coisas erradas, aprendi com meus pais que direitos são precedidos de deveres, quem quer respeito deve respeitar primeiro. Sei que muitos, se não todos os menores, são frutos de lares desfeitos, passaram muita coisa na vida, mas isso não justifica estupros e assassinatos.

Anônimo disse...

Esse argumento de "é 1%, é a exceção da exceção" é absolutamente PODRE, e provo:

"Qual é o nível de escolaridade do preso? O nível de escolaridade entre a maioria dos presos, em 2012, era o Ensino Fundamental Incompleto (50,5%). Do restante, 14% eram alfabetizados, 13,6 tinham Ensino Fundamental Completo, 8,5 haviam concluído o Ensino Médio, 6,1% eram analfabetos, 1,2% tinham Ensino Médio Incompleto, 0,9% haviam chegado a universidade mas sem conclusão, 0,04 concluíram o Ensino Superior e 0,03 chegaram a um nível acima de Superior completo."

http://professorlfg.jusbrasil.com.br/artigos/121932332/perfil-dos-presos-no-brasil-em-2012

0,04% da população carcerária tem o nível superior completo e 0,03%, acima.
Então quer dizer que essas pessoas não devem ser presas?

Vejam bem o que vocês estão defendendo, amigos...

Anônimo disse...

Quando qualquer tipo de crime só atende aos interesses políticos, então para o interessado não é crime. ESSA É A DIFERENÇA ENTRE INTERESSE POLITICO E IDEAL POLITICO.

Casais Sem Filhos disse...

Eu concordo plenamente com os comentários do texto. Quem afirma que não há prisão para menores no Brasil, tem que estudar mais o nosso Estatuto da Criança e do Adolescente, assim como o Direito Processual Penal. Trabalho com isso diariamente, e posso afirmar, como quem está dentro do sistema, que as pessoas presas no Brasil são pobres e muito pobres. Um adolescente que comete um crime hoje, qualquer que seja, poderá ser encarcerado assim como um adulto. Quem pensa que "medida sócio-educativa" não é igual a prisão, está completamente enganado. Gostaria que cada um colocasse a mão na consciência para se lembrar de quando era adolescente, quanta besteiras faziam. Agora coloque no contexto de ser criado numa favela, sem pai (porque a maioria não sabe nem que é o pai), com uma mãe que nunca está presente, e, quando precisa de um remédio pq está doente, quem irá pagar é o traficante e não o Estado. Esse adolescente, se não virar um "aviãozinho" do tráfico, será, praticamente, um milagre. E um guri desses, com 16 anos, deve ser privado do convívio em sociedade e passar de 5 a 15 anos preso??? Qual a chance de recuperação social desse adolescente??? Não é um tiro no pé do Estado, já que quando esse adolescente for solto cometerá mais e mais crimes??? O que falta no Brasil não são leis e sim aplicá-las de forma correta e coerente. O Estatuto da Criança e do Adolescente é uma das leis mais elogiadas no mundo todo. A solução do Brasil não é abaixar a maioridade penal. Essa medida só lotará ainda mais as cadeias, fazendo com que nós, cidadãos de bem, paguemos ainda mais impostos, numa "solução" tapa buraco.