sexta-feira, 2 de maio de 2014

"VERGONHA DA MINHA PARTE ÍNTIMA"

Almodóvar e a vagina gigante no set de Fale com Ela

T. me enviou essas dúvidas:

"Lola, admiro muito seu trabalho e sempre leio o blog. Não sei por onde começar, tenho muita vergonha de falar sobre o assunto e sinto que está atrapalhando minha vida pessoal. Sou jovem, tenho 18 anos, passei no vestibular na universidade federal, estou muito empolgada com isso e tenho muitos casos com meninos, mas aí que está o problema: não consigo levar nenhum relacionamento para frente, pois travo. Muitas vezes são pessoas que eu gostaria de ter um relacionamento mais sério, mas a gente sabe que para isso acontecer tem que rolar sexo.
Eu não tenho problema com sexo, sinto muita vontade de fazer, mas o grande problema é que tenho muita vergonha das minhas partes íntimas, da minha vagina, eu tenho os lábios grandes. Pode ser paranoia da minha cabeça ou sei lá o quê, mas eu não me sinto à vontade, não consigo me imaginar nua na frente de um cara. Já pesquisei na internet sobre o assunto e vários sites dizem que é normal. Tenho vergonha de dizer para minha mãe que quero ir na ginecologista e falar sobre isso. Não sei o que fazer, Lola. 
Quero muito ter um relacionamento sério, gosto muito de um menino, um dia vai ter que rolar, e eu não sei o que fazer... 
Já li bastante, sei que nem todas as vaginas são iguais mas eu não consigo me sentir bem. Já pensei em cirurgia, mas como vou falar isso para minha mãe? Eu tive experiencia sexual uma vez e foi horrível, eu fui pra casa de um amigo e a gente ficou. 
Bebi um pouco e rolou, fiquei morrendo de vergonha de dizer que era virgem mas tive que dizer, aconteceu e depois a gente nunca mais se falou direito, não sei o motivo... mas na minha cabeça foi por causa da minha parte íntima. Lola, isso é normal? Tomei uma coragem absurda para falar isso mas preciso de um conselho."

Minha resposta: T., se tem algo atrapalhando sua vida pessoal, você precisa tentar resolver isso o quanto antes, né? Você já tem 18 anos, então pode marcar uma consulta numa ginecologista sozinha. Você não precisa necessariamente falar com a sua mãe. Mas certamente você terá que deixar a vergonha de lado e falar com alguém (a ginecologista, por exemplo). Se sua mãe for uma pessoa próxima de ti, se vocês têm uma relação de amizade, tente conversar com ela.
Sim, o que você está passando é bastante comum. Muitas mulheres têm vergonha da vagina, a acham feia, errada, com lábios exagerados. E lógico que ter esse tipo de pensamento atrapalha a vida sexual! Afeta muito a autoestima. Você tem que ver o quanto essa percepção é "coisa da sua cabeça", ou se há realmente qualquer coisa de errado. Por isso, é fundamental que você encontre um/a ginecologista de confiança.
Se você e seu ginecologista chegarem à conclusão que você tem lábios grandes, e que isso atrapalha o sexo, comece a pensar numa cirurgia. Só que eu acho, a julgar pelo seu email, em que você demonstra tanta vergonha -- vergonha do seu corpo, vergonha de mencionar a palavra vagina, vergonha de falar com a sua mãe, vergonha de ficar nua na frente de um cara, vergonha de ir ao ginecologista --, que o problema é muito mais psicológico que físico. Você provavelmente teve uma educação muito repressora em relação a sexo. E sua mãe deve ter uma parcela de culpa nisso.
Escrevi sobre cirurgias de padronização de vaginas aqui. Se a gente tem padrão de beleza até pra cotovelo, por que não teríamos pra vaginas? É o eterno lucro em cima das nossas inseguranças. O Brasil já é um dos recordistas nesse tipo de cirurgia para vagina, puramente cosmético. Acho que você tem que analisar por que precisa tanto se encaixar num padrão.
Se é normal a gente achar que nosso corpo está cheio de defeitos? Ô, é a coisa mais normal do mundo! É o que nos ensinam a achar, pra que a gente possa consumir mais e mais, em busca de uma cura para problemas inexistentes. É o que o capitalismo faz: inventa falhas em busca do lucro. Você passa anos da sua vida sem saber que aquela parte do seu corpo era inadequada. E, de um dia pro outro, você aprende que precisa resolver urgentemente o maior problema da sua vida. 
Pior é que esse tipo de lavagem cerebral não é nenhuma novidade

79 comentários:

Ana Eufrázio disse...

Engraçado você fazer uma postagem sobre a dificuldade com as genitais, escrevi exatamente sobre a mesma coisa. Um relato bem difícil. Sobre o dia em que um garoto me abusou de mim e colocou que minhas genitais eram fedorenta.

Jacque Cética disse...

Diria que é "normal" no sentido de que milhões de mulheres passam por isso.Passei a minha infância inteira ouvindo da minha mãe e outras mulheres;lavando fede,imagina sem? tira a mão daí,é feio e sujo e etc...depois de adulta os ensinamentos vêm dos homens;só querem as rosadinhas,fechadinhas,cheirando a alma de flores e qualquer coisa fora disso é feio e nojento,assim fica muito difícil vc gostar da sua vagina e acreditar que possa existir algum ser humano que goste.Já fiquei muito paranoica com relação a minha vagina ( a cor,o cheiro,os pélos) não deixava nem meus namorados fazerem oral em mim (quando acontecia,ficava tão desconfortável que nunca senti nada)e a maneira que achei de lidar com isso foi não deixando mais nenhum cara fazer oral em mim ( já aviso de antemão que não gosto)enfim,só mais um dos inúmeros efeitos colaterais desse sistema machista/sexista em que vivemos.


ps: Não sei se tem muito haver mas,uma coisa que tem me incomodado bastante é ver algumas meninas nos espaços feministas virtuais,ironizando as radfems chamando-as de feministas xoxotistas,bucetistas ( desdenhando de textos que tentam empoderar as mulheres em relação à vagina/menstruação e por ai vai)me pergunto se precisamos mesmo disso num meio feminista?

D Stoffel disse...

O pior de tudo é que os homens querem que a mulher engula o gozo, que eu acho nojento e muitas mulheres também afinal é o gozo que saí e tudo que saí do corpo não é pra ingerir além de poder contrair doenças. E depois vem cheio de frescuras falando que vagina fede ¬¬ e que prefere até anal porque a vagina não é tão apertada.
Conselhos pra esses cara vira gay

D Stoffel disse...

E ainda tem um detalhe quando a mulher fala que prefere pênis grande eles não gostam e ficam falando casa com um jegue. E tem todo aquele discurso de que mulher gosta dos normais pra fazer os homens não se sentirem mal, e tem muitas que gostam do normal, mas não tem nada de mal uma mulher gostar de grandão, os homens tbm gostam de peitão e ninguém manda casar com uma vaca.

Talita disse...

Gostei mto do último parágrafo do texto, principalmente dessa parte: "Você passa anos da sua vida sem saber que aquela parte do seu corpo era inadequada. E, de um dia pro outro, você aprende que precisa resolver urgentemente o maior problema da sua vida."

Me lembro mto bem que até outro dia ter frizz nos cabelos não era uma preocupação, ninguém nem ligava pra isso. A mesma coisa pra "axila manchada". São coisinhas tontas que todo mundo sempre teve e nunca ligou e que de uma hora pra outra o povo fica QUE HORROOOOR ¬¬
Isso porque a maior parte dos "defeitos" que temos vem do uso de produtos que estragam nosso cabelo/corpo e depois a mesma empresa faz um novo produto pra que esse defeito seja corrigido.

Sabe uma outra coisa que eu fiquei pensando enquanto lia o post: Scarlett Johansson pelada no cinema. O povo viu a foto e saiu noticiando como se fossem meninos de 14 anos "olha, ela tá pelada!!!", e na sequencia quem lia essas matérias idiotas ficava olhando pra foto e falando que ela tava feia aqui e ali... GENTE! A lavagem cerebral é TÃO feia e pesada que o povo faz de tudo pra nos fazer infelizes com os nossos corpos e nós, na sequencia, saímos por aí procurando "defeitos" em todos os cantos. É triste saber que entender que beleza ideal não existe é algo MUITO complexo e que demanda mta 'pensação'.

Imarough disse...

Nossa que pacotão na foto kkkk
Também já fiquei encanada e não era nada.
As mulheres tão cada vez mais preocupadas com sexo/corpo só pra agradar o homem, o que eu não vejo mal mas tá passando do limite tudo é um tal de pra o cara não largar e trair que preferem sofrer a ficar sem um homem pra chamar de seu.
E os homens tão se achando tanto que hoje em dia preferem que a mulher dê em cima porque não querem tomar iniciativa.

Lara disse...

Gente, vaginas tais como os seios são diferentes essa ideia de inadequação como disseram é apenas para nos deixar frustradas e com isso gastarmos nosso dinheiro com intervenções das quais a maior parte das mulheres não precisam.

Uma coisa que tenho observado é a vergonha de se denominar o órgão genital feminino isso acontece tanto com homens quanto com mulheres essa é uma coisa absurda, fica parecendo que a palavra é um palavrão.

Amelie disse...

Acho que a maioria das mulheres tem aquele momento de olhar para os seus seios e sua vagina e achar que tem alguma coisa errada com eles.

Acho que isso acontece pois a maioria de nós tem poucas oportunidades de ver mulheres "normais" nuas. Praticamente toda a referência de como seios e vaginas normais devem ser vem de revistas, da televisão, de filmes pornôs...

E claro que não vemos nessas mídias a grande variedade que há de seios e vaginas. Vemos somente aqueles seios grandes porem durinhos e empinados, e aquelas vaginas com pequenos lábios praticamente inexistentes (sem contar a cor... que é sempre rosinha!).

E, na verdade, há milhares de tipos de seios e vaginas que são considerados normais, saudáveis e bonitos.

Tem alguns sites dedicados a postar fotos de seios e vaginas reais, que são muito legais de ver, porque existe uma variedade imensa!

Concordo com a Lola, pode ser que haja de fato um problema real que você pode consertar por meio de cirurgia... mas, muito provavelmente, sua vulva é completamente normal.

A minha sugestão seria se olhar no espelho, se ver de perto, conhecer sua anatomia. Procure também na internet esses sites (alguém teria links???) e ver como são variados os tipos de anatomia feminina, e que muitas mulheres tem os pequenos lábios grandes.

A gente que é mulher cresce a vida inteira acostumada a achar coisas erradas em nós mesmas quando, na maioria das vezes, somos perfeitamente normais e lindas do jeito que somos.

Ah, e vá no ginecologista! Não só por causa desse assunto, mas porque se você deseja e planeja fazer sexo num futuro próximo, esse é um passo essencial!!!

Boa sorte!

Lígia

P.S. Lucas disse...

Oie!

Eu não tenho uma vagina, mas eu tenho um monte de problemas com o meu corpo. Estou até com vergonha de escrever isto, porque é sobre mim. E não deveria ter, porque eu consigo falar sobre isso numa boa, quando se refere a problemas de outras pessoas. Primeiro que eu não gosto de me olhar pelado no espelho. As vezes eu paro e fico olhando e penso "nossa, mas esse sou eu", "os meus ombros são deste tamanho mesmo?" e coisas assim. Há um tempo eu engordei um pouco, e aí fica essa barriga enorme atrapalhando a minha vida.

E eu tenho vergonha de falar sobre o meu, sabe. Tipo, a gente vê nos filmes aqueles caras com o corpo enorme, a pele bonita, até o pau parece moldado para ficar daquele tamanho. Porque, nos filmes gays o ativo e o passivo sempre tem um papel definido, e o cara que tem o pau maior é sempre ativo. E nos filmes héteros, bem, os caras tratam as mulheres de uma forma tão brochante, e elas parecem sempre estar oh, meu Deus, é tão grande, dê para mim, dê!, como se um pênis fosse a melhor coisa do mundo e os caras sempre passam tão pouco tempo fazendo oral nelas e tudo é sempre tão maltratado, uma coisa meio "tipo bicho", não que eu não goste, mas é um pouco incompatível com algumas coisas que o feminismo nos ensina, por exemplo. Você não tem um close, geralmente, quando a mulher goza. Nunca sabemos quando ela goza, porque ela grita e geme o filme todo, sempre desesperadamente, parece que tem alguém serrando a sua perna.

E não é que eu não goste dessas coisas, às vezes. Eu já me excitei com filme de estupro e isso me deixa tão envergonhado. Eu sempre fico com muita vergonha de gostar dessas coisas, muita vergonha, e isso para a excitação após o orgasmo, na masturbação. Eu tenho que me esforçar muito para ter algum prazer "de verdade", pra sentir aqueles efeitos como a respiração e um prazer mental. Eu nunca transei e já tenho vinte anos, beijei no ano passado e apertei alguns caras. Mas não gosto que me apertem, assim como não gosto de receber abraços, carinho, até de mãe. Parece que sempre estão avaliando meu corpo, pensando que eu sou gordo demais.

Ninguém me censurou quando eu disse que tinha vontade de colocar um peito (de mulher) na boca e experimentar o gosto. Mas eu jamais diria que também tenho vontade de chupar um homem. Tenho meda da vergonha depois daquele momento de "água na boca". E isso que eu falo um ou outra palavrão ou coisas como "quero dar". Imagina como deve ser traumatizante você estar transando e acabar cagando no parceiro? Passar o cheque? Tem que ficar sempre fazendo horas e horas de chuca? Sem contar que isso de ficar "arrombado" depois é muito vergonhoso, mesmo que você goste disso.

Bem colocado o comentário da menina dizendo que ninguém manda um cara casar com uma vaca.

Abraço*

P.S. Lucas disse...

Pra quem pediu links de fotos, tem esses tumblrs aqui

{http://umwowemilyratajkowski.tumblr.com/}

{http://moniqueprada.tumblr.com/} da Monique Prada.

P.S. Lucas disse...

"Um meninão um pouco ignorante!".

"Eu era conhecido nas redondezas como Fábio Godzila".

Viu só, homens não são ensinados a terem receio do próprio corpo. Só rola a competição com o tamanho, principalmente do pau, o que faz eles acharem que tem uma dádiva divina no meio das pernas e que todo mundo quer aquilo.

Sara disse...

T querida, essa sua vergonha e medo, deve ser muito comum, vou te confessar q tb eu já me senti assim.
Podem até rir de mim, mas só depois que tive minhas filhas e já era bem madura q eu relaxei sobre esse assunto.
Por tudo o q vc descreveu, creio q a Lola acertou em cheio, vc muito provavelmente não tem problema algum, que não sejam seus próprios medos.
Mas a opinião de um médico é importante, levei minhas filhas ao ginecologista mesmo antes da primeira menstruação.
Se vc não tem esse tipo de abertura com sua mãe, procure um posto de saúde publica, e tente uma consulta.
Viver nossa sexualidade sem medos é uma grande dádiva, de onde podemos tirar muito prazer e felicidade.
Busque a sua, não espere tanto tempo passar, como aconteceu comigo por pura ignorância.
Saiba que vc pode ser muito amada do jeito q é.

Kittsu disse...

Eu achei engraçada a forma do Zé mingau de se solidarizar com a autora do post... cruzes, que comédia! Má cruzes de novo... Rsrs. Num evento da minha empresa tinha um médico querendo dar palestra sobre " estética genital " pasta vender cirurgia estética vaginal. Dei-lhe um belo Tchau e barrei a participação no evento. Só queria criar grilos para vender o produto dele.

Raven~ disse...

Puts sempre achei que se vc concorda com mascu, tá na hora de rever seus conceitos. Mas tb curto uma pepeka gordinha.

Gente é nóia demais como próprio corpo. Bora parar de ver filme, revista e clipe musical e focar nas pessoas (lindas e das mais variadas) que a gente vê na rua?

Lucas, tb adoro um gordinho, então para de nóia vc tb, que vc tá gato.

Raven~ disse...

É muito sofrimento pra pouco tempo de vida.

Cintia Diedrich disse...

Muitissimo interessante, fiquei até analisando em uma das imagens qual seria o meu "tipo de vagina". Rsrs. Sinceramente acho que homem nenhum fica reparando o tipo da vagina, mas se isso realmente a incomoda importante que ela resolva. Ja fiz uma cirurgia estética e pretendo fazer outras, mas essa si realmente é uma que eu não faria...

Jane Doe disse...

Eu já li histórias de mulheres que tinham de fato problemas com o formato da vulva. Elas tinham os pequenos lábios muito grandes ao ponto de fazer atividades cotidianas como usar calca jeans por várias horas, andar de bicicleta, fazer exercícios extremamente incômodas. O sexo para elas também passava a ser algo doloroso e desagradável. A cirurgia nesses casos foi muito bem indicada e trouxe realmente alívio.

Mas como o ser humano tem uma capacidade incrível de usar ferramentas do bem para fazer o mal, a indústria da estética enfiou na cabeça das mulheres que todas nós devemos ter vaginas de uma menina de 1 ano de idade.

Eu me solidarizo muito com a moça do post. Eu entendo como ela se sente. Eu não tenho problemas com minha vagina ou seios. Eu tenho um corpo relativamente dentro dos padrões mas confesso com muita vergonha que se eu tivesse dinheiro eu faria uma lipo para tirar a pouquíssima gordura que eu tenho. Shame on me!!! =(

Só sei dizer que o padrão midiático de beleza é bem convincente em bagunçar a nossa cabeça.

Jane Doe

Anônimo disse...

Eu tinha esses grilos. Meus pequenos lábios são grandes e eu tinha vergonha até de tomar banho nua. Até que mais adiante veio a vida adulta fiquei com minha namorada. E ela nua reclamava o porque de eu não tirar a calcinha eu ficava branca que nem uma rasga mortalha. E ele me ajudou a vencer o meu preconceito. Tivemos um sexo gostoso e não deixei ela me tocar. E ela me questionou. E ela disse: como assim você é feia? Você é linda, educada, sensível, carinhosa. Como você é feminista e se julga pela sua vagina? Uma lição de moral que tirou a venda dos meus olhos. Vi que realmente aquilo não importava e superei, nos amamos sem medo e sem vergonha. Querida T . Vá ao médico e veja se realmente é algo que exija cirurgia estética. Mas também penso que nem a Lola deve ser algo que não agrada você por achar que não irá agradar os outros. Se olhe, se toque se possível se compare com fotos e verá que você é normal e que não há um padrão de vagina. A minha é pequena, magrinha e tem os pequenos lábios grandes da minha namorada é diferente, e da amiga também não é igual assim como não é igual a tantas outras.

Renata disse...

Eu tenho hipertrofia labial! Mais de um lado que de outro (sim, isso mesmo, um lábio é notavelmente maior que o outro, hehe).
Eu ficava grilada com isso, mas, com o tempo (e com informação) foi passando. Hoje não vejo nada de errado =]
Quanto aos parceiros.. isso nunca foi exatamente um problema pra mim (é, eu ficava com uma certa vergonha mas logo passava e eles nunca comentaram nada, ao menos na minha cara..).
Na verdade, meu namorado gosta! Ele acha mais "suculento", digamos assim, hehe
Assim, a hipertrofia incomada, costura de calça jeans machuca, calcinha aperta e tals mas não me sinto mais inadequada quanto à aparência =]

Renata disse...

Ah sim, pra fazer sexo eu tenho que ter um certo cuidado com os pequenos lábios, já que corre o risco de na melação da coisa toda eles meio que entrarem junto >.<
Então quando eu sinto que isso pode acontecer, meto a mão lá pra ajeitar.
Meu namorado também já sabe que isso pode ocorrer e vai com mais cuidado e se precisar, mete a mão e ajeita também hehe

Quanto à andar de bicicleta, se o selim não for bem macio e a bicicleta mais baixa (tipo BMX), me deixa dolorida =/

Mas como a colega Jane Doe bem falou ali em cima, algumas mulheres têm mais hipertrofia (bem mais que a minha) e certas coisas são muuuito incômodas.

Cara T., você sente incômodo? Machuca usar calça jeans, andar de bicicleta ou fazer exercícios?
Se sim, provavelmente você tem hipertrofia. Se te causar muito incômodo, existe a cirurgia (que dizem que a recuperação pode ser bem dolorosa =/).
Se for tolerável (como a minha), talvez seja apenas questão de se acostumar =]

Anônimo disse...

Quanto mimimi...
Será que vocês já pararam para pensar quantos homens de verdade se importam com isso? Casei duas vezes, o primeiro com 8 anos de duração. O segundo com 7 até agora. Não faço a menor ideia de como é (ou era) a vagina das minhas mulheres. Simplesmente é algo que não importa, não faz diferença. É como celulite e estria. Só mulher repara. Se perguntar para 10 homens a diferença entre celulite e estria, pelo menos metade não vai responder com segurança. Eu mesmo confundia um com outro até uns 10 anos atrás.

Rafaela Bento de Oliveira disse...

acho que esse vídeo ajuda na aceitação de nossas vaginas como elas são ;)

http://youtu.be/dlZPlFGn0oc

Sara disse...

Fui ver no teatro essa peça q vc postou Rafaela há muitos anos atraz, acho q agora não esta mais em cartaz aqui no Brasil, é realmente ótima..

Amana disse...

Oi T.!
Ir a ginecologista é muito importante pra gente poder tirar dúvidas, fazer preventivo, conhecer métodos anticoncepcionais que melhor se adaptem ao nosso histórico, etc.
Mas parece q vc não tem umx médicx ainda, né? Sendo asim, queria te dizer três coisas: uma é que concordo com Lola, vá sozinha, sem sua mãe. Minha mãe é super parceira, mas foi muito importante pra mim ir, desde meus 15 anos, ao ginecologista sozinha ou com meu namorado na época. Acho que é um passo importante... A não ser q vc esteja MUITO insegura e tenha uma relação excelente com sua mãe.
Outra coisa: para escolher x médicx, peça indicações de amigas, primas, pessoas em quem vc confia. Porque há médicxs e médicxs, e podem ser extremamente normativxs e indelicadxs, inclusive. Uma amiga bem próxima se queixava desse mesmo caso seu (pequenos lábios proeminentes), mas lidava bem com isso. Foi numa ginecologista que, assim que ela deitou na mesa ginecológica, fez vários comentários sobre a forma da vagina dela, querendo ser "amiga" mas botando várias minhocas na cabeça dela. Achei o fim do mundo!!! Mas ela entendeu isso como uma grosseria sem noção da médica, e nunca mais voltou lá.
Por fim, se vc pensar em fazer cirurgia, pense que todo tecido na área genital é erógeno, e aumenta a sensibilidade. É a mesma questão com quem pensa em diminuir os mamilos. Você pode perder em sensibilidade nessa área, e isso eu acho que é uma coisa muito importante, que deve ser levada em consideração, sim.
Pense, converse, troque ideias pela internet, com amigas próximas, e com umx médicx de confiança. E não se esqueça de que a maior parte das coisas que nos assombram numa certa idade simplesmente somem conforme o tempo passa e a gente tem outras experiências...
Beijos, boa sorte!

Anônimo disse...

Cara, até entendo o que você quer dizer, mas tipo... Você nunca OLHOU a vagina de nenhuma mulher com quem você transou?

Anônimo disse...

Sorte sua que só tem vergonha da vagina.Eu tenho vergonha do meu corpo inteiro.Odeio me olhar no espelho e nunca transei.

Anônimo disse...

Sério, complexo com o genital é umas das poucas coisas que homens podem dizer que pesa muito mais pra eles que para as mulheres. Parem de vitimização que se houvesse alguma cirurgia decente de aumento peniano, provavelmente teria muito mais procura que silicone, rinoplastia e lipoaspiração juntos.

feminista proprietária disse...

Pra quê gastar uma pequena fortuna pra agradar machistas, q são maioria?

Pega essa grana e compra uma casa, um apê, ou viaja, estuda. Vc estará sendo feminista coerente= inteligente

Aliás dona lola já comprou imóvel, gosta do tema finanças pessoais mas só ela pode?

Anônimo disse...

Olhei, é evidente. Apenas nunca encanei com o formato. A menos que seja um defeito e cause limitações como já dito aí em cima, não importa. Isso é mais um defeito inventado que as mulhers estão comprando. Homem não liga para isso. Sério.

Anônimo disse...

As mulheres, não sei porque motivo, tem mais suscetibilidade à "compra" dessas rejeições ao próprio corpo. Tirando o tamanho do pênis, não existe outro fator masculino que vire um "produto". Até tentam, como ocorreu com os cabelos do peito. A Gillete faz uma campanha forte, mas a maioria dos homens rechaça. Se as mulheres ridicularizassem as que se preocupam com o tamanho, o ângulo, a cor, a intumescência ou sei lá que característica de suas vaginas da mesma forma que nós ridicularizamos quem depila o peito, esse papo não colaria do jeito que cola.

E quando "ajeitar" e "padronizar" a vagina for padrão como é hoje a depilação feminina, inventarão que o número de pregas do cu precisa ser par, alinhado e formatado. E outra vez vocês encherão as clínicas de estética.

Abram os olhos. Estão explorando vocês.

Anônimo disse...

Vou tentar "desenhar" o quão ridícula é essa preocupação:
Alguma mulher decora ou repara no formato dos testículos do seu parceiro? Se é mais ou menos enrugado? Se as bolas são alinhadas ou o tamanho é milimetricamente o mesmo? Não né?

Com a gente é a mesma coisa. Ninguém repara.

Anônimo disse...

Também passei pela mesma situação, só que no meu caso um lábio é maior q o outro. Chegava a pensar q se fossem pelo menos grandes iguais me sentiria melhor ... mas não: a gente é criada pra sempre achar um defeito, msm se fossem iguais, proporcionais e rosinhas, o problema seria o cheiro, ou os pelos ... enfim. Tbm cheguei a olhar cirurgia, tudo q vc pensou. Mas superei, comecei a me amar, me aceitar como sou, q tudo tem sua beleza, q n sou menos digna por n ter o corpo maravilhoso de uma atriz porno. Te indica ajuda psicologica, não é vergonha nenhuma, só ajuda a gente a ser feliz. Mas, se caso a cirurgia seja msm necessária, espero q a faça, e supere e seja muito feliz sexualmente, a gente merece.

Anônimo disse...

para a autora do post: http://largelabiaproject.org/

Kittsu disse...

"Sério, complexo com o genital é umas das poucas coisas que homens podem dizer que pesa muito mais pra eles que para as mulheres. Parem de vitimização que se houvesse alguma cirurgia decente de aumento peniano, provavelmente teria muito mais procura que silicone, rinoplastia e lipoaspiração juntos."
Cara! legal, pode levar o seu troféu da opressão pra casa. Afinal isso é uma competição para saber quem sofre mais e é claro que os homens são o centro do mundo, e temos que ficar ligadas no quanto eles sofrem, seja nos assuntos no qual eles sejam os mais afetados seja nos assuntos em que são menos afetados.

Anônimo disse...

Kittsu, sabe quando mulheres feministas dizem, na maior parte das vezes com razão, que homens reclamando de abuso, estupro, imposição de padrões de beleza, etc. estão fazendo mimimi porque sobre eles, na melhor da hipóteses, somente respinga as consequências dessas pressões e padrões?
Pois é, na questão estética genital (à exceção da depilação, claro) mulheres só ficam com o "respingo", é mimimi por besteira.

Julia disse...

Não é mimimi. Mulheres são atacadas por todos os lados com críticas a sua aparência. E com a vagina não é diferente. Não é só o formato. É o cheiro (sabonetes íntimos existem somente pra mulheres, não?), pêlos (quem não depila é pouco higiênica).

É inegável que isso vai afetar a auto estima de muitas mulheres e meninas em algum momento.

Portanto, não venha minimizar os efeitos disso. Temos que empoderar e conscientizar as mulheres em relação a essas cobranças descabidas. Mas é claro que quando feministas tentam fazer isso são atacadas por todos os lados também.

Anônimo disse...

Julia, esse tipo reclamação é equivalente a gente magra demais dizendo que sofre preconceito, homem dizendo que sofre violência doméstica ou gente muito branca dizendo que tem vergonha de ir à praia, etc.

Sabe como qualquer um em fóruns feministas responderia essas "demandas"? Mandando o magro comparar quantas capas de revista prometem dietas milagrosas para emagrecer e engordar, ou o número de notícias de violência doméstica sofrida por homens em relação ao sofrido por mulheres, ou os crimes de racismo a que os muito brancos são submetidos.
Bom, nesse caso, veja os resultados do google sobre insegurança e insatisfação com relação ao próprio órgão genital que acomete homens e mulheres...

Olha, até hoje eu nunca vi ad de encurtador de pequenos lábios ou clareador genital quando abro sites de torrent e download...

Anônimo disse...

Sempre achei meus genitais nojentos, escrotos, feios mesmo, achava que tinha algum problema com eles ainda mais porque eu via pornografia dos meus irmãos e aquelas moças com as pepekinhas lindas e lisas, e os meus eram marrons, maior de um lado do que do outro, compridos, tortos, meio amassados. Depois que conheci o feminismo simplesmente desencanei, amo meu corpo no inteiro, não me depilo e faço o que quero com minha buceta. Mesmo assim fiquei meio cabreira de transar com garotos, que não foram muitos. O garoto com quem perdi a virgindade (um amigo de dois anos, um dos meus melhores "amigos") saiu falando pra todo mundo dos meus pelos, estrias e etc. Fiquei muito chateada mas em momento algum fiquei noiada com meu corpo, o formado em pornô era ele (sem falar que tava com dor de cotovelo porque eu não quis nada com o mané). Sempre tinha esse pé atrás, até conhecer meu namorado, que acha tudo bonito e lindo, mete a boca, a mão, o pau e tudo, gosta da minha bunda mole e até reclama da buça peluda mas não pede pra eu raspar, só "aparar" (hahaha). Tinha muito medo de transar também, foi uma bosta pra mim a primeira vez e so me trouxe dor de cabeça, mas agora sou totalmente feliz sem nenhum desconforto com meu corpo e sei como é bom nós primeiramente gostarmos de nós mesmas. Pessoas reais sabem que os outros são reais. Só gente muito babaca que não enxerga a própria bunda peluda (o caso do meu primeiro cara) é que fica reparando o corpo dos outros ou transformando isso em empecilho. :)

Beijo e boa sorte! Você tá perdendo uma coisa boa demais pra ser por um motivo tão pequeno, te juro e te digo como quem já passou por isso.

Anônimo disse...

Não dá pra entender essa mulherada que se mata usando calça apertada e acha que o problema está em si mesma. Troque de calça moça! calça jeans não deveria ser apertada justamente pelo tipo de material, vocês já viram falar que homem tambem anda de bicicleta? pra andar de bicicleta tem até uma bermuda especial com forro, haha vai guentar 6h de bike de calça jeans? não dá né. Nenhuma hipertrofia de pequenos lábios vai ser maior que um penis!

Anônimo disse...

Eu tenho 16 anos só bem novinha lola queria saber oq fasso pra falar pro meu namorado q eu tenho minhas partes intimas manchadas ele quer ter relação sexual comigo mais quando chega na hora h eu ñ consigo pq eu tenho muita vergonha oq eu fasso eu conto pra ele ou ñ??? Me ajude por favor???

Anônimo disse...

Eu particularmente, amo lábios grandes

Grazyelle Maria disse...

Eu sou de estatura mediana, nem magra nem gorda, minha buceta é proporcional ao meu corpo. Sou suspeita p falar sobre ela mas me sinto bem com ela. Minha irmã mais velha tem a buceta um pouco avantajada, carnuda. Eu acho linda! Minha mãe também tem a buceta grande, volumosa. Acho muito bonita. Mas, com certeza, tamanho não é documento. O importante é ser gostosa. E isso depende da gente. Uma relação com amor sempre dá prazer e faz feliz.

Grazyelle Maria disse...

Acho q o tamanho da buceta não deve ser motivo de preocupação p nenhuma mulher. Precisa se ter aceitação. Toda buceta é linda. Cada uma é original. Eu sou de estatura mediana, nem magra nem gorda, minha buceta é proporcional ao meu corpo. Sou suspeita p falar sobre ela mas me sinto bem com ela. Minha irmã mais velha tem a buceta um pouco avantajada, carnuda. Eu acho linda! Minha mãe também tem a buceta grande, volumosa. Acho muito bonita. Mas, com certeza, tamanho não é documento. O importante é ser gostosa. E isso depende da gente. Uma relação com amor sempre dá prazer e faz feliz.

Anônimo disse...

Bom lola tenho 19 anos e sofri assédio sexual quando tinha unas 9 anos e depois mais ou menos aos 15, poucas pessoas sabem disso, e com isso acabei tendo medo e nojo de homens, mas quando sofri o ultimo assédio eu estava namorando nao contei nada a ele ee nem a ninguem nao ele era um fofo comigo, e o carinho dele me ajudou muito mais ai terminamos por outros motivos, com 18 anos conheci uma pessoa maravilhasa que eu amo mesmo nao estando mais junto dela, e contei essa historia a ele e pra surpresa ele tambem sofreu assédio tambem na infancia, e isso fez um confiar no outro mais ainda ai rolou, mesmo eu cheia de vergonha por tem uma vagina grande ele me deixou super a vontade e foi maravilhoso todas aa vezes, mas agora nao consigo ter nmais nd serio com outro homem por ficar preocupada com minhaa partes intimas? dele achar feia? grande? sao tantas duvidas'

Anônimo disse...

Homem fica preparando no tipo da Vagina sim o Problema é que na minha opinião( homem de verdade) não escolhe eu mesmo gosto de todas posso ter uma toda aberta como flor clitóris grande líbios enorme e querer trair como uma fechadinha, e posso ter a fechadinha e querer uma igual a que falei tudo vai do nivel de tesão e vontade , enfim cuido de qualquer uma delas com minha boca !!!

Anônimo disse...

Eu tenho mt vergonha do meu corpo sou magra mas nasci com um problema e tive que fazer uma cicurgia e ate hoje tenho uma civatriz na barriga sem falar na barriga tenho cicatriz na axila e mt pessoas sempre pergunta o que que é na minha axila fico sempre com mt vergonha e acabo senpre mudando de assunto e alem disso odeio meu corpo pela minha vagina ter labios mt grandes me sinto mt mal em ficar nua :(

André Manuel Batalha disse...

amo tudo Em uma mulher até nem sei explicar e tenho um pénis muito maior também sou regeitado!

Anônimo disse...

Olá tenho 18 anos e desde jovem...15 anos ficava incomoda ao ver que as minhas amigas tinham a vagina de "mulher adulta kkkkk era o que eu pensavat tinha vergonha por achar que a minha era de criança de 6 anos, mas só depois descobrir que o tal padrão idiota era ser como eu......... esse mundo cheio de besteiras estéticas ....Hoje não ligo mais,infelizmente algumas amigas minhas sofrem por se considerarem feias e anormais tento ajudar o máximo que posso para tirar essas idéias da cabeça delas mas acho que já estão alienadas demais

Jorge Rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sabrina bezerra disse...

Oi teu 19 anos, casada a mas de 3 anos na verdade não sinto mas tesão não posso trabalhar não posso fazer nada na minha vida mais ele proíbe tudoo que faço com isso.

Anônimo disse...

OI

Anônimo disse...

Meu nome se chama taise tenho 17 anos Lola eu tenho vergonha ta minha parte íntima pq minhaparte íntima pq é muito pequena eu tenho uma dúvida que eu queria que vc mim respondesse.
Se isso atrapalharia na minha relação sexual.
O que vc acha

Anônimo disse...

Lola eu tenho 39 anos...nunca me senti a vontade na relação. ..sempre tive vontade de transar vendo ele vendo no claro minha vagina...mas nunca aconteceu...tenho muita vergonha. .eu tenho viti ligo na vagina e no bubum...Então fico contragina porque é feio...então a gente transa com a tv sempre ligada..

Anônimo disse...

A imensa maioria doas homens adoram lábios grandes. Quanto maiores, melhor. Mulheres comm lábios pequenos ou ausentes, cheiram a crianças. São coisas que só agradam a pedófilos.

Anônimo disse...

Tenho hipertrofia dos pequenos lábios, sempre estive vergonha mas, estou namorando deixei de ser virgem e como sabemos q em média uma em cada mil mulheres têm esse privilégil não deixe pequenas coisas te decairem gosto é algo flexível se um não gosta tadinho dele meu amor diz que não tem coisa melhor q.... Deixa p lá... Relaxa e aproveita

Gilson Cardoso disse...

Tenho um amigo e ele esta a emagrecer muito e acredita ser esta a causa do seu pénis estar a tornar-se pequeno.
A minha dúvida é a se isso realmente é possível? Até que ponto a magreza pode afetar os órgãos genitais masculinos?

Grazyele Maria disse...

Acho que o tamanho da buceta não deve ser motivo de preocupação para nenhuma mulher. Precisa-se ter aceitação. Toda buceta é linda, sensual, excitante por natureza. Cada uma é original. Eu sou de estatura mediana, nem magra nem gorda, minha buceta é proporcional ao meu corpo. Sou suspeita p falar mas me sinto bem e satisfeita com ela. Minha irmã mais velha tem a buceta um pouco mais avantajada, carnuda. Eu acho linda! Minha mãe também tem a buceta um pouco grande, volumosa. Acho muito bonita. Mas, com certeza, tamanho não é documento. O importante é ser gostosa. E isso depende da gente. Uma relação com amor sempre dá prazer e faz feliz.

Anônimo disse...

Eu gosto de buceta e pronto

Anônimo disse...


Sou lésbica e já vi vaginas de variadas formas. Recentemente vim estudar na Alemanha e conheci uma menina super interessante e linda. Quando fomos transar eu percebi que ela tinha os pequenos lábios maiores do que os que eu já tinha visto antes. Isso me deixou um pouco insegura no princípio. Não que eu me importasse com a estética pq eu amo os corpos femininos de qquer forma.

O "problema" é que, quando eu a tocava, tinha um pouco de dificuldade de reconhecer a anatomia da vagina dela pq era diferente da "norma". Os pequenos lábios dela, sendo grandes, meio que se fechavam e deixavam a vagina menos exposta, era mais difícil perceber se ela estava lubrificada, por exemplo, assim como era mais difícil encontrar o seu clitóris. Então eu ficava insegura pq não sabia direito o que eu estava fazendo.

A partir dessa experiência passei a ler mais sobre a anatomia feminina e a explorar mais a vagina e o corpo dela. Assim cheguei a este post. Depois de um mês juntas eu já me sinto muito mais a vontade e temos tido mto prazer juntas. Ela me disse um dia que ela sempre encontrou dificuldades para ter orgasmo em relações anteriores, mas nunca falamos abertamente sobre os seus pequenos lábios. Não sei se é algo que a incomoda e se esta anatomia pode dificultar o prazer de alguma maneira, mas eu me sinto mto especial por sentir que estamos tendo estas sensações juntas.

Se eu puder dar um conselho, creio que parceiro/a, em geral, não se importam com o tamanho dos lábios; ao mesmo tempo, pode ser um desafio maior para o/a parceiro/a dar prazer a pessoas com esta anatomia e por isso alguns podem se amedrontar e criar razões que justifiquem a sua incapacidade ou preguiça de conhecer o corpo do outro, daí começam a inventar desculpas como se o problema fosse da mulher e da sua anatomia vaginal. Mas, quem quer um/a parceiro/a preguiçoso/a? Se a pessoa vale a pena, além de não se importar, vai aproveitar a situação para descobrir mais sobre o corpo feminino e as inúmeras formas de sentir prazer juntos; e qdo acontece de, no sexo, nos satisfazermos e vermos a pessoa satisfeita é a coisa mais maravilhosa do mundo, boa sorte :D

Anônimo disse...

Como eu faço pra pedir ajuda pra ela?

Geisa Silva disse...

Olá Lolá eu quero muito um conselho seu porque não sei o que faço minha vagina e muito pequena tenho muita vergonha meu namorado fala que normal que ele gosta assim mais não fico nua na frente dele por nada só fico a vontade com ele nu escuro mim ajuda Lola porfavor queria muito fazer a cirurgia de aumento dos lábios vaginal mais nodia tenho condições mim ajuda não tem augum creme qui eu possa usar mim responde porfavor quero muito tua ajuda ob

Geisa Silva disse...

Olá Lolá eu quero muito um conselho seu porque não sei o que faço minha vagina e muito pequena tenho muita vergonha meu namorado fala que normal que ele gosta assim mais não fico nua na frente dele por nada só fico a vontade com ele nu escuro mim ajuda Lola porfavor queria muito fazer a cirurgia de aumento dos lábios vaginal mais nodia tenho condições mim ajuda não tem augum creme qui eu possa usar mim responde porfavor quero muito tua ajuda ob

Márcia Paiva disse...

Eu já vi pinto torto, pinto pequeno demais, grande demais, finos, grossos e nunca o cara deixou de transar pq o Pinto não estava de acordo com os pintos de filme porno. O sr pinto não ta nem aí p o que a gente acha deles. Ora bolas, por que tenho que ficar me punindo pq o padrão de vagina não é a minha. Eu vivia preocupada com isso até perceber que era só eu que fazia isso. Essa coisa da gente escutar a vida toda que fedemos a bacalhau é de matar. Diabo de sociedade castradora!

Anônimo disse...

quem tem hipertrofia dos labios podem entrar em contato comigo que posso ajudar
feninhodamiani@hotmail.com

Anônimo disse...

Coisa incrível é quase todas vocês confundirem vagina com vulva; vagina significa bainha em português. É simplesmente a bainha do parto e da copulação, ligando a vulva ( toda a parte externa do aparelho genital ao útero). Por favor, leiam a magnífica definição de vagina de Paulo Felicíssimo, no Dicionário Informal, que exauriu o tema, para que não continuem dizendo asneiras do tipo "vagina peluda", "vagina depilada", etc. etc. Já vi até pessoas da área de saúde humana usando vagina como sinônimo de vulva, que absurdo!

Anônimo disse...

Só homem gay considera a vulva mal cheirosa. Na verdade, ela tem um cheiro almiscarado e extremamente agradável para os homens normais, só de sentí-lo costumamos entrar em estado de ereção. É simplesmente uma delícia. Napoleão que o diga quando dizia à sua mulher Josefina para nunca tomar banho nos dias em que ele voltaria para casa. Leiam as definições de Paulo Felicíssimo sobre "cheiro de mulher", "cheiro sexual", "copulina" e "feromönios", entre outras, no Dicionário Informal. O cheiro é tão gostoso e excitante que os alemães criaram o o perfume Vulva, vendido a preço de ouro, que é uma mistura de copulina, feromônios femininos e suores vulvares de uma mulher saudável, que tem exatamente o cheiro de uma vulva excitante para os homens, que é esse cheirinho delicioso com que vocês, quase todas, se preocupam.

Adecio Henrique disse...

Eu nao sei porque as mulheres se sentem constrangidas de terem a vargina com o clitores ou os lábios virginal avantajados, fiquem sabendo q os homens adoram mulheres com esses dotes, eu particulamente nao vejo problema algum, pelo contrário eu prefiro os chamados clitóris grandes, é muito mais excitante.

Anônimo disse...

Passo por tudo isso que voc citou e sou infeliz em relacao ao meu corpo
Amei ler seu comentario , me ajudou a perceber que sim eu sou normal

Anônimo disse...

Eu achava que era só eu
Que nao era normal
Bobeiras da minha mente
Mais ainda assim sou infeliz com minhas partes intimas
Queria agradecer por tudo que disse neste post e as fotos me ajudou mto
Sucesso , obg

Anônimo disse...

Mas VC não penetra nos seios né kkkkk o homem nao pede que sua vagina seja grande ou pequena ...aliás tanto faz pa de toda maneira uma criança pode sair de lá kkkk

Maria disse...

Eu tenho 18 anos tenho os lábios vaginais um bocado grande não consigo namorar com nenhum rapaz por causa disso tenho vergonha de ir à praia porquê tenho medo que se mote quero fazer uma consulta no médico de família para ir ao ginecologista só que tenho medo da reação do médico. Só quero namorar com um rapaz que eu gosto e claro ir à praia deitar e aproveitar mas para isso tenho que me sentir bem.
quando eu tinha nove anos tinha um tia que abusava em mim e dizia para eu ficar calada senão fazia me mal ,eu ficava calada.mas não parou eu vim de cabo verde pouco tempo depois disso .a minha mãe ia trabalhar e eu ficava sozinha em casa,a minha mae tinha uma amiga que tinha um filho ,a minha mãe gostava muito dele um dia ele sabia que eu tava casa e foi lá em casa a minha mãe me disse que se fosse ele ou à mãe que podia abrir a porta eu abri é ele abuso e. mais que uma vez a força e eu a dizer para ele parar mas nunca para até aos treze anos e a minha vagina têm um aspeto horrível ajudem me contei vos a minha história quero que me digam se devo ir ao médico ou não e pedir concelhos.

Don disse...

Você pode ate ir ao medico. Mais gosto tem ora tdos e o fato de ter sido abusada não influencia no aspecto já ia ser assim, e tem quem goste alias homem que e homem curti todos os jeitos

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkk qual o problema amiga de gostar de uma rolona? Se vc gosta e aguenta um pirocao então vá ser feliz mulher!!!

Anônimo disse...

Vaginas tem cheiro natural. Um ferormonio para os homens. Mais não custa nada deixa-las com higiene em dia,afinal é inportante manter a saúde intima em dia. Se o odor for forte e desagradavel pode se tratar de uma infecção. Fique atenta. Muito cuidado com as falsas amizades, e se alguem fizer algo que vc não goste,não tenha medo de fizer Não. Voce é dona do seu proprio corpo. Defenda-o.

Anônimo disse...

Olá meu nome é any e tenho 20 anos e o meu problema é que morro de vergonha do meu corpo todo em geral meu marido diz que sou linda que meu corpo e lindo mas isso não entra na minha cabeça tenho os labios da vagina grande e a virilha um pouco escura. E os peitos pequenos e flácido não sei se eu to falando isso pq sou paranóica mas é o que eu to sentindo me sinto feia tenho muito medo de meu marido me ver nua e perder o interesse de mim não sei o que eu faço já pensei em procurar um psicólogo pra ele me aconselhar mas algo me diz que não vai funcionar

Lesinha lesinha disse...

Além de uma consulta com o ginecologista a mulher tem que ter higiene:ao invés de papel lavar sempre com água e sabão neutro(outro de preferência),trocar de calcinha,manter a depilação em duas...

Anônimo disse...

eu tenho 17 anos , sou virgem e eu odeio minha vagina, acho meus pequenos labios e meu clitoris grandes, morro de vergonha por isso, ja deixei de ter relaçoes sexuais milhares de vezes, com medo do cara achar ela "feia " ou seila, ja pesquisei muito sobre a cirurgia, ja falei com a minha mae e com o ginecologista , eles falam que é normal e que teria que me acostumar com isso, mas ate entao ninguem nunca viu "ela" . Ja vi varias fotos de outras mulheres e realmente tem casos pior que o meu , mas nao da eu nao consigo me sentir segura, e colocar na minha cabeça que é uma coisa normal, e que nao existem padroes certos, nao sei o que fazer

Anônimo disse...

Eu tbm me sinto assim é horrível

Anônimo disse...

O tamanho, o formato e a cor da boceta!
O formato da boceta não devem ser motivo de preocupação para nenhuma mulher. Cada boceta é original, ímpar, única; não existem duas bocetas iguais. É como impressão digital. Não dá para comparar bocetas.
Toda boceta é linda, atraente e excitante. A mulher deve ter aceitação quanto à sua boceta e se sentir bem com ela. Viver de bem com a própria boceta
Existem bocetas médias, bocetas pequenas e bocetas grandes. Há mulheres que possuem a boceta mais proporcional ao seu corpo. Outras têm a boceta considerada menor. Outras, a boceta mais carnuda ou volumosa. O monte de Venus pode ser mais elevado em uma mulher e mais baixo na outra. O clitóris pode sem mais, ou menos preponderante. Os grandes lábios podem ser mais vultosos numa boceta do que na outra. Os pequenos lábios podem sem mais salientes nessa e menos naquela boceta. O tamanho da boceta não é documento.
Os grandes lábios da boceta, um pode ser um pouco maior do que o outro. Os pequenos lábios, um é sempre mais ressaltado do que o outro. Não existe boceta simétrica.
Uma boceta pode ser avermelhada, a outra, rosada, a outra, arroxeada. A boceta pode ter uma manchinha mais clara ou mais escura, uma pinta ou mais de uma. Não existe boceta padrão.
A largura e o comprimento internos da boceta variam de mulher para mulher. Tudo isso é absolutamente natural e normal.
A mulher pode deixar a boceta peludinha ou depilada. Isso depende do gosto pessoal da mulher ou do seu companheiro. Cabeludinha ou raspadinha a boceta é bonita. Não existe boceta feia.
Uma coisa é de suma importância: uma visita periódica ao (à) ginecologista para avaliar a saúde da boceta. Outra coisa muito importante é a higiene regular da boceta. Nada como uma boceta limpinha, cheirosa, para a mulher se sentir bem e evitar constrangimento na hora da relação sexual. Ninguém gosta de boceta azeda. Isso também ajuda a prevenir problemas de saúde da boceta.
Homem não se preocupa com tamanho, formato e cor de boceta. Isto é uma preocupação exclusivamente feminina. E é uma preocupação supérflua, desnecessária. Quando o homem procura uma boceta ele quer ter prazer. E esta deve ser a preocupação da mulher.
Na relação, a mulher deve apenas se entregar confiante, com segurança, acreditando em si mesma. Dar sem medo e deixar o homem dominar a situação. E a mulher descobre que tudo isso é extremamente prazeroso para os dois.