terça-feira, 14 de dezembro de 2010

OS BRUTOS TAMBÉM AMAM

Beijaço próximo à Av Paulista, 12/12.

Um casal hétero namora, anda de mãos dadas, apoia um ao outro, se diverte, sai pra jantar, vai ao cinema, faz planos, guarda dinheiro, compra um imóvel, talvez tem filhos ou adota, faz escolhas, arranja um bichinho de estimação, viaja, conversa, vê TV, dança, fofoca, constrói uma vida junto, dorme abraçadinho, e faz sexo. E um casal homossexual? Ah, esse faz sexo. E de preferência na rua, só pra escandalizar o casal hétero.
Um relacionamento sério entre duas pessoas é muito mais do que sexo. Todo mundo sabe disso. O que alguns não se dão conta é que é um grande preconceito pensar que gays e lésbicas têm apenas relacionamentos sexuais, não afetivos.

23 comentários:

aiaiai disse...

texto curto e lindo!

Fernanda disse...

Jóia, Lola! Curto e eficaz. A luta contra o machismo e a homofobia é todo dia!

Lord Anderson disse...

Mania maldita de achar que só uma parcela da população tem o monopolio do amor e do afeto, e que o "resto" só quer saber de "sacanagem".

Desprezivel isso

Niemi Hyyrynen disse...

Disse tudo Lola!

Bruno Stern disse...

Quem vai contra as convenções sociais e os preconceitos dos demais e até os próprios para bancar um relacionamento merece todo nosso respeito.

Às vezes acho que a possibilidade de alguém ser feliz fora do manual previsto incomoda a muitos.

p.s. Mas feliz mesmo quem deve estar agora são os gremistas.

Por trás das notícias disse...

Qualquer coisa fora do heterossexualismo é tratada como doença. Essa doença tem a ver com sem-vergonhice. Para os meninos gays, faltou aquela "tunda de laço" do pai. Para as meninas lésbicas, falta uma pica de um macho... Quem é mesmo o doente da história?

Hamanndah disse...

Querido ou querida "Por detrás da notícia":

Criatura,você disse tudo.
Um abraço
Hamanndah

Thiago beleza disse...

Poxa, e se uma pequena parte da população só quiser saber de sacanagem? rsrsr..

Show de bola, Lola...

Bu disse...

Uma vez fui num seminario no dia do orgulho gay, e houve um espaço pra perguntas. Então, uma menina perguntou como que os gays faziam, se eles se apaixonavam, namoravam etc... parece brincadeira, mas as pessoas realmente acham isso.

A. disse...

E se alguém, hetero ou homossexual só quiser sexo sem compromisso, alguém (tirando os supostos parceiros) tem alguma coisa com isso? É falta de cuidar da própria vida, ou de um tanque cheio de roupa pra lavar. rs
No mais, fico feliz em quebrar a cara dessas pessoas, já que são dois anos de relacionamento, morando junto e vivendo sem importunar ninguém.

Bjos, Lola!

Vivien Morgato : disse...

Um bar aqui de Campinas ja promoveu um Beijaco. Digno.
O monopoloio do amor nao pertence a nos, certo?


Lord Anderson acertou em cheio no comentario.

Por trás das notícias disse...

Hamanndah, muito obrigado. Abração.
Do "querido" Por trás das notícias.

ROBERTA CARRILHO disse...

Lola, estou estreando aqui ...

Falou pouco e ensinou muito. É aceitando as diferenças que nos encontramos.

Gostei muito do seu Blog.
Abraços,

aiaiai disse...

já eu sou hetero e só quero sexo! Pode? kkkkkkkkkkkkkkkkkk

lola aronovich disse...

Fiquem totalmente à vontade para serem homossexuais ou héteros e SÓ quererem sexo!
É que na atual conjuntura, depois de 20 anos de casada, se meu relacionamento se baseasse apenas em sexo... bem, eu não teria muito relacionamento! (que o maridão não me leia).

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Lindo texto, mas ainda que fizessem somente sexo, o que os héteros tem a ver com isso?
É gostar muito de fiscalizar a vida dos outros ou melhor o gozo dos outros esse pessoal homofóbico.

Meilin disse...

Lolaaa, adorei o texto!
Mas não vim aqui falar sobre isso... Eu acompanho seu blog já faz um tempo, mas nunca fui de comentar, até hoje. Eu queria MUITO saber a sua interpretação desse video clip: http://www.youtube.com/watch?v=XedGrNrSVl8

Eu amo essa banda mas não entendo o que eles quiseram passar com essas cenas de mulheres sendo torturadas. :(

Mônica Ramos disse...

Na mosca, Lola! Me incomoda muito essa visão que muita gente tem, como se homossexual fosse tudo ninfomaníaco. Fico puta qdo alguém vem com aquele papinho de "não tenho nada contra gay, desde que ele não dê em cima de mim". Como se um gays e lésbicas, por serem o que são, ficassem descontrolados diante dos gêneros pelos quais se atraem!

Laetitia disse...

O que eu acho pior nos homofóbicos é ver como eles perdem tempo e energia com algo que simplesmente não lhes diz respeito. Não é muito mais fácil não ligar? Se vc é homem e não se relaciona com homens, ou mulher e não se relaciona com mulheres, o que essas pessoas fazem não afeta em nada a sua vida! Poxa. =/ O ser humano me decepciona.

Giovanni Gouveia disse...

Alguém viu o :cough: programa de Lobão :cough: ontem?
Tinha um idiota dizendo que "não precisava fazer uma lei pra proteger homoafetivos/homossexuais", por que "não era condição humana (e sim de simples opção)" e as "estatística demonstravam que não havia tanto crime contra homossexuais assim", depois falou que "o termo homofobia não deveria nem existir no dicionário..."

Wellington Lima disse...

Muito bom!!Perfeito! ^_^
Parabéns! Te admiro!

guilherme disse...

eh verdade o que o outro cara falou. Quando vc ve dois caras discretos, num relacionamento estavel e aparentemente felizes, gera muita inveja em alguns heteros. Porque se nem eles (os heteros) conseguem manter um relacionamento, porque essas "malditas bixas" teriam o direito?

Ju disse...

Lolinha, faz um tempo que leio seu blog, adoro e agora tive uma grata surpresa, a foto do post, é do meu melhor amigo, INCRÍVEL, vc ter escolhido logo essa para ilustrar o post.

Obrigada!