quarta-feira, 7 de julho de 2010

ALEMANHA IRRECONHECÍVEL, ESPANHA NA FINAL

Bela cabeçada de Puyol. E foi só, em 90 minutos de jogo

Se eu fosse argentina de verdade, estaria revoltada. Como é que a Alemanha, que dá um show ofensivo e ganha dos nossos hermanos por 4 a 0, joga essa partidinha sem graça contra a Espanha? Foi a pior semifinal que tenho memória, a mais monótona, a que mais me deu sono. A Espanha tem aquele futebolzinho (não me importa se ganhou Eurocopa ou o diabo a quatro, eu digo o que vi na Copa) que uma leitora descreveu tão bem: “Se a colocarem para jogar contra o Anapolina de Goiás, o resultado vai ser 1 x 0 pra Espanha, com um gol suado marcado no final do segundo tempo, e a imprensa vai dizer que foi uma atuação fantástica da 'Fúria'!”.
Pois é, os comentaristas vivem elogiando o futebol espanhol, afirmando que do meio de campo pra frente, a Espanha é a última bolacha do pacote. Pra mim, ela só é boazinha no meio de campo, onde toca a bola como se não houvesse amanhã. Pra frente não tem nada de fantástico – se tivesse, faria gol! Qual foi o placar da Espanha nas outras partidas mesmo? Ela goleou alguém? Não, né?
Vamos comparar o sufoco que foi o jogo Espanha x Paraguai com este aqui. Ninguém em sã consciência diria que o Paraguai é superior à Alemanha, mas, de cara, nossos vizinhos marcaram a Espanha. Não deixaram fazer o que aparentemente é a única coisa que os espanhóis sabem fazer, que é tocar bola. Disputaram cada lance, foram pra cima. Que foi bem o que a Alemanha fez contra a Argentina! Mas desta vez o técnico alemão (que eu fiquei com nojão desde que, uns dois jogos atrás, uma câmera o captou tirando meleca e pondo na boca) mudou todo o esquema tático do seu time. Pelo jeito, deu ordens pra que a Alemanha não marcasse nada e deixasse os espanhóis bem à vontade, e pôs todas suas fichas no contra-ataque. O que vimos, então? A Espanha com mais de 60% de posse de bola, dando toquinho e raramente chutando (porque, convenhamos, é incompetente no ataque). E a Alemanha sem fazer absolutamente nada, falhando nas poucas chances de contra-ataque que teve. Foi lamentável. Pelo menos o Brasil perdeu da Holanda jogando ótimos 45 minutos. A Alemanha, nem isso. Não ofereceu a menor resistência.
Sabe o que mais me deixa indignada? É que contra o Uruguai, no sábado, na disputa pelo terceiro lugar, vai ir toda pra cima, como fez com a Argentina. Vai jogar bonitinho, você vai ver. Por que não jogou assim hoje? Uruguai! Uruguai!
Por outro lado, fico até feliz que tenhamos duas seleções que nunca ganharam uma Copa lutando na final. Nem sei por quem torcer. Francamente, não gosto do futebol de nenhuma das duas. A ideia da Holanda conquistar o título logo no país que colonizou (e instalou o apartheid) não me atrai. Mas como vibrar com esse joguinho da Fúria? Fúria é a minha, pô!

25 comentários:

Mari Biddle disse...

Lola, mudando de assunto...seu post sobre as tracas sumiu!

o:

Glória Maria Vieira disse...

Ai Lolita!=/ Tô numa tristeza só com essa inesperada vitória Espanhola. Tenha dó, né?!=/ Cadê a arrebatadora Alemanha de quase todo o Mundial? Eles tinham que "não-estar" pra jogar logo HOJE?=/ coração partido...

cronicasurbanas disse...

Pois é. Teve gente fazendo pouco das previsões do 'Paulvo', e olhalá ele acertando de novo! Sorte dos alemães: lá eles têm um polvo que sabe tudo. Por aqui a gente tem, no máximo, um Lula que diz que não sabia de nada! :-)

Agora, qualquer uma das seleções que ganhar, tá de ótimo tamanho pra mim: com a Holanda, vamos poder dizer que perdemos para os campeões. Se der Espanha, não vai ser ruim ver um capitão 'bonitón' daqueles levantando a taça!

Procê ver o tanto que eu levo o futebol a sério... :-)

abraço,
Mônica

Clara Gurgel disse...

Lola,concordo contigo em "quase" tudo.Realmente hoje a Alemanha esteve irreconhecível e a Espanha não fez "grande coisa". Mas...agora,uma vez que,meu pai era espanhol e sempre torceu muito pelo Brasil, vou torcer pela Espanha. Acho que ele gostaria dessa "retribuição".

Clara Gurgel disse...

Mari...a traça comeu!Hi,hi,hi

Ana Carla disse...

Mudando totalmente de assunto.
Pessoal vi essa comunidade do Orkut e fiquei indignada com o que é falado sobre nordestinos.

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=52092072

Como pode um site deixar que esse conteúdo racista e preconceituoso fique por isso mesmo? Totalmente ridículo.

Gente me ajudem a denunciar essa comunidade em respeito a todo os nosso irmãos nordestinos e descendentes. Esse tipo de coisa não pode acontecer. Vamos denunciar.

Mari Biddle disse...

Hihihi, e' a unica explicacao ou o Bloger ta doido.

Eu tambem tenho espanhois na familia do pai - Senhora Georgia Rangel dos Reis - minha avo'.

Eu tava querendo tanto que um time multicultural como o novo time da Alemanha levantasse o caneco da Copa. Ja pensou homens negros como o jogador naturalizado alemaao Cacau levantando a taca no meio daquele bando de neonazi que ainda assola a Alemanha e o Mundo...pois eh...peninha.

lola aronovich disse...

Gente, repito aqui o avisinho que deixei no outro post, sobre o sumiço do post das traças:

AHHHH! Sem querer, publiquei um post (sobre a maldição das traças) ainda nem acabado (sem fotos, sem revisão) hoje! Sorry, tirei e vou publicar quando for mais apropriado. Salvei os dois comentários, da Ághata e da Rita, pra colocar na caixa de comentários quando eu voltar a publicar o post.
Desculpe a nossa falha!

Alessandra disse...

Tambem nao vejo a menor graça no futebol da Espanha, mas se pensamos bem, a Holanda nao deixa de ser um time que só joga o necessário pra ganhar. Nada de espetáculo, garra ou jogo bonito que todo mundo diz que gosta.

Definitivamente eu adoraria que o jogo pelo 3 e 4 lugar fosse a verdadeira final.

Concordo com a Lola qdo ela lembra que os boers holandeses fizeram um tremendo estrago na Africa do Sul.E lógico que o segundo motivo eestá na eliminaçao dos meus dois times da Copa.

Somando tudo isso, agora sou espanhola desde criancinha. E torcendo para que Klose nao passe o Ronaldo na artilharia dos Mundiais e que o Forlan seja o artilheiro desta Copa. :)

Vanessa disse...

Mas Lola, a Espanha tem Casillas. rsrs

Sylvio de Alencar. disse...

Um comentário razoável... Melhor que o meu, caso eu aventasse algum...
Uma boa entrada num campo que se convecionou masculino...
Valeu.

Abrçs.

Valney.gama disse...

Mas o tio alemão não tinha escolha. O desfalque de Mueller tirou do time mais do que ele poderia repor com Kross.
Pessoalmente, se a Alemanha tentasse com Cacau (aquele brasileiro que entrou no primeiro jogo da copa só pra dizer que participou -- e marcar o dele) no lugar de um volante, o contra ataque seria muito mais conclusivo. Não é um jogo bonito, mas seria o bastante pra abrir o placar em um contra-ataque e deixar o time espanhol baqueado. Assim, eles iriam pra final com força total.

Eu vô com a Fúria. E é de um a zeros que vencemos a copa. VAI ESPANHA!

P.S.: Malditos times que não sabem se organizar com reservas. :/

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Pois eu vou torcer pra Holanda por motivos puramente pessoais. Em uma espécie de bolão que participei, ninguém apostou na Holanda e se ela ganhar o prêmio é sorteado pra todos que já saíram do bolão e nesse caso, ainda tenho chance, rsrs...

Depois que Portugal, Brasil e Argentina saíram, parei de achar graça em torcer...


Bjus Lola!!!

Márcia H. da Costa disse...

Lola, você resumiu espetacularmente o desempenho das seleções nesse joguinho sem graça de hoje. Comentei com meu pai esse placar mínimo dos jogos da Espanha, muito parecido com o que a Itália fez na última Copa. É a maneira pragmática européia de jogar e que tem se espalhado, infelizmente, como praga.
Vou torcer pela Holanda pelos amigos que lá fiz, mas acho que a Espanha leva.

Adwilhans disse...

Lola, acho que o problema é outro. Nós, que somos leigos, nos deixamos levar demais pelos belos ataques e pelas jogadas criativas de meio de campo, e temos dificuldades para avaliar o time como um todo, especialmente o setor defensivo. Os comentaristas esportivos há muito tempo criticavam a falta de marcação da Argentina, especialmente pela falta de um lateral de ofício - e justamente pela lateral direita argentina (ponta esquerda alemã) saíram TODAS as jogadas que culminaram no massacre sofrido pelos hermanos...
Isso me fez pensar que, talvez, os alemães não estivessem com essa bola toda; muita velocidade e arranque, mas com pouca criatividade no meio de campo, levaram-nos a moer Austrália e Argentina - alguém mais? Não, as outras vitórias foram modorrentas, e não podemos esquecer a derrota para a fraca seleção da Sérvia!
Por essas e outras, sem me prender à noção de futebol bonito, é que acho que a seleção do Dunga foi uma das melhores que já tivemos, e lamento o apagão havido no segundo tempo contra a Holanda. Ao contrário dos outros 189.999.999 brasileiros, não culpo o técnico, mas os jogadores; Achei que, pensando pragmaticamente e não no lado artístico da bola, o time era excelente e estava muito bem montado, faltou cabeça no lugar para alguns jogadores, o que é inadmissível dada a sua larga experiência internacional.
Bom, é isso, acho que uma final Brasil e Espanha seria o mais bacana de tudo - melhor do mundo x melhor da Europa - mas o jogo é jogado, e chororô não retrocede o tempo. Então, boa sorte aos que ficaram, e nos resta recolher os cacos e recomeçar, visando o hexa em casa!

Liana disse...

"Fúria é a minha, pô" [2]

sem mais.

Hugo disse...

O Barcelona, perdão, a Espanha, tinha feito mais uns três gols, no barato, se eles não fossem tão fominhas. Mas não acho que seja um time ruim. Só não é eficiente. Driblando em vez de tocar, querendo enfeitar demais a jogada... Viu o gol, chuta, caramba!

E, mesmo pra esse padrão, que é o normal da 'Fúria' (deve deixar os torcedores furiosos, mesmo), eles jogaram mal ontem. Não vi nenhum jogador se destacando ali.

Quanto à Alemanha, acho que eles leram sobre o polvo e desistiram. O Mueler não era a armação do time, era a finalização. E a bola não estava era chegando lá na frente. Faltou garra, na minha opinião. A marcação estava frouxa (o que é fatal contra uma equipe boa de passe, como foi o caso hoje), o meio de campo só entregava a bola nos pés dos espanhóis...

O Schweinsteiger, que é um excelente armador, parecia dormir, dando passes preguiçosos pro primeiro que aparecia. Só teve uma jogada em que eu reconheci a Alemanha. Nem nos minutos finais, quando a bola vinha alta pra área, nenhum alemão subia... Qual foi, pra fazer aquilo na semi-final, fica em casa.

Na minha terra (minha terra, no sentido lírico de lugar imaginário onde eu fui criado, porque o Brasil também não jogou bosta nenhuma quando precisou), a gente joga esporte tentando ganhar. Não consegue sempre, não, mas tenta. E, quando perde semi-final, chora, fica puto, se desespera... O cara olha pro alto, faz cara de quem cheirou cocô, e sai do campo?

Destaque alemão, só o Neuer. Agarrou pra boné. Destaque espanhol, bem... Não teve. Sei lá. O Puyol?

Umrae disse...

Como diz o ditado infame do meu pai: "A voz do polvo é a voz de deus".

Umrae disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariana. disse...

Bom, guardadas as proporçoes, aconteceu com a alemanha o que acontece com o time do santos quando o técnico decide anular a melhor parte do time (o ataque), e jogar na defensiva.

Mas futebol é tão bom pq é assim, imprevisível. E nem sempre justo.

E na final, ainda acho que o futebol holandes é melhor que o espanhol, embora este também seja bom. tem seus méritos.

Masegui disse...

Muito bons os pitacos do Adwilhans e do Hugo!

Acrescento umas coisinhas: Dunga teve sua parcela de culpa, sim. Faltou opção no banco brasileiro no quesito "criatividade", mas no resto o time estava bom e bem montado. O time tomou dois gols bobos e sofreu um apagão, se desesperou. Faltou um cara que botasse a bola debaixo do braço e falasse: tá, falhamos, agora respirem fundo e vamos virar essa merda!

A Holanda tem um bom time, mas não é o bicho papão. A Alemanha tá mais ou menos no mesmo nível, com um futebol eficiente mas pouco criativo.

A Espanha é a que joga o melhor futebol, mas peca um pouco na falta de objetividade. Apesar disso acho que vai levar o caneco.

Ps: Teria sido maravilhoso uma final Brasil x Espanha, os melhores.

Giovanni Gouveia disse...

Repetindo:

"Well, se não fosse um cara chamado Johan Maurits van Nassau-Siegen, um príncipe holandês, mais conhecido como Maurício de Nassau, não haveria esta cidade que eu nasci e me criei...
:)))"

Sobre o Apartheid, Portugal, Holanda e Inglaterra são corresponsáveis...

aiaiai disse...

Nossa, Lola, desde ontem não falo outra coisa: estou sem ter para quem torcer. E o motivo é o mesmo: a espanha pra mim não joga nada e a holanda ganhar na africa do sul é doloroso...
Já decidi que vou torcer apenas para que uruguai leve o terceiro lugar. No domingo, vou à praia e ficarei lá o dia todo!!! furiosos e laranjosos que se explodam! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Priscilla "S" disse...

Ai,Lola,nao fala essas coisas.Os jogadores alemaes tavam mesmo tristes que perderam,nem pudeam dar entrevista e tudo.Eles QUERIAM ganhar mesmo.

Vai ver que a emprensa brasileira deu um foco diferente da alema.

Eu,que nao gosto de futebol,torci pra Alemanha o tempo todo.Por dois motivos:pq eu to nela e e me empolguei com a galera.

dan disse...

depois de ver inúmeros vídeos sobre racismo no futebol espanhol, vou de holanda! que vença a laranja!